Tag Archives: Gabriela Felix

Após títulos, juvenis brasileiros sobem no ranking
Por Mario Sérgio Cruz
julho 25, 2022 às 8:54 pm

Gabriela Felix atingiu seu melhor ranking depois de vencer em simples e duplas no Paraguai (Foto: Nelson Toledo/Fotojump)

Depois de uma semana com três títulos de simples e mais dois de duplas para juvenis brasileiros no circuito mundial da ITF, a segunda-feira foi de boas notícias para os atletas nacionais com atualização do ranking mundial da categoria. Campeões recentes como Gustavo de Almeida, Matheus de Lima e Gabriela Felix subiram bastante na classificação.

Vencedor do ITF J4 de Eindhoven, na Holanda, Gustavo de Almeida ganhou 51 posições no ranking e assumiu o 273º lugar. O paranaense de 16 anos é agora o número 3 do Brasil na lista atrás do carioca João Fonseca, 50º do ranking e que ganhou uma posição e debutou no top 50, e do catarinense Victor Tosetto, 216º colocado. Na última semana, Fonseca atuou pela Copa das Federações, evento infanto-juvenil promovido pela CBT em Uberlândia, Minas Gerais.

Uma posição abaixo de Gustavo está Matheus de Lima, que venceu dois torneios seguidos. Depois de ter sido campeão em Curitiba, o paranaense de 17 anos também venceu o ITF J5 de Luque, no Paraguai. Ele ultrapassou 12 concorrentes e ficou agora na 274ª posição.

O top 200 masculino ainda tem Pedro Rodrigues, que perdeu duas posições e está no 299º lugar. Um pouco abaixo, Victor Milaré saltou 79 posições depois do título de duplas no ITF J2 de Bogotá e assumiu o 328º lugar. Seu parceiro, Paulo Etchecoin, ultrapassou 104 jogadores e agora é o 358º colocado. Destaque também para Henrique Ushizima, que ganhou 154 posições e agora é o número 373.

No ranking feminino, a carioca Gabriela Felix saltou 102 posições depois de vencer seu primeiro ITF em Luque. A tenista de 16 anos e que já tem um ponto na WTA está agora no 534º lugar do ranking juvenil. Gabi ainda foi campeã de duplas, ao lado de Julia Bortoluzzi, atual 1.334ª colocada, saltando 159 posições.

Quem também subiu bastante foi a paulista Olivia Carneiro, que fez semifinal em Bogotá. Ela saltou 98 posições e está agora na 315ª colocação. Olivia é atualmente a quarta melhor brasileira no ranking, atrás da paulista Ana Candiotto, 120ª do mundo, e das catarinenses Maria Turchetto, 172ª do ranking, e Carolina Laydner, 188ª colocada.

Juvenis brasileiros conquistam três títulos de ITF
Por Mario Sérgio Cruz
julho 23, 2022 às 7:30 pm

Gustavo de Almeida conquistou seu segundo ITF e vem de bons resultados na Holanda (Foto: Marcello Zambrana/CBT)

O sábado foi de três conquistas para o tênis brasileiro em torneios do circuito mundial juvenil da ITF. O paranaense Gustavo de Almeida foi campeão do ITF J4 de Eindhoven, na Holanda. Já na cidade de Luque, no Paraguai, dobradinha brasileira com o paranaense Matheus de Lima e a carioca Gabriela Felix da Silva.

Cabeça 3 no saibro holandês, Gustavo de Almeida venceu a final contra o polonês Oskar Grzegorzewski por 6/3 e 7/5. O jogador de 16 anos e 324º do ranking chegou ao seu segundo título de ITF, o primeiro foi conquistado no mês de junho na Bolívia. Além disso, esta foi sua segunda final seguida na Holanda, após o vice-campeonato em Hillegom, na semana passada. Ele recebe 60 pontos no ranking juvenil pelo título.

Já no Paraguai, o sábado foi perfeito para os brasileiros. Na final masculina, Matheus de Lima derrotou o argentino Lucca Guercio por 6/3 e 6/0. Este foi o segundo título seguido para o paranaense de 17 anos e 286º do ranking. Matheus vinha de uma conquista em Curitiba e recebe 30 pontos no ranking pelo título.

Gabriela Felix é campeã de simples e duplas
A final feminina foi bem mais equilibrada. Gabriela Felix conquistou seu primeiro ITF ao vencer a argentina Greta Zawels, de 17 anos, por 6/2, 4/6 e 6/3. A carioca de 16 anos e 636ª do ranking juvenil conquistou recentemente seu primeiro ponto na WTA em Curitiba, e precisa pontuar em só mais dois torneios profissionais para aparecer no ranking da WTA.

A semana terminou da melhor maneira possível para Gabriela, que também foi campeã de duplas. Ela e Julia Bortoluzzi venceram uma final brasileira na sexta-feira à noite contra Yasmin Costa e Gabriela Cho por 5/7, 6/1 e 10-7. A campeã recebe 30 pontos pelo título de simples e mais 25 pela conquista de duplas. Ela conquistou seu segundo ITF nas duplas, Julia, de 16 anos, chegou ao primeiro troféu.

Já nas duplas masculinas, Luiz Felipe Brandão e Samuel Maia perderam para os paraguaios Thiago Drozdowski e Alex Santino Nunez Vera por 7/6 (7-5), 1/6 e 11-9. A campanha rendeu 13 pontos para eles.

Brasileiros são campeões de duplas na Colômbia
Ainda neste sábado, a parceria brasileira formada por Victor Milaré e Paulo Etchecoin venceu o ITF J2 de Bogotá. Os adversários haviam alcançado a final e contaram com a desistência do colombiano Camilo Cano Gomez e do norte-americano Kurt Miller. Com o título de duplas em Bogotá, eles recebem vale 150 pontos no ranking.

Etchecoin, de 17 anos e 462º do ranking, conquistado seu primeiro título de duplas na ITF, tendo vencido um torneio de simples em Londrina há duas semanas. Millaré, um ano mais velho e 407º colocado, tem um título de simples em Lima e chegou ao terceiro troféu nas duplas.

Victoria Barros ganha simples e duplas na Alemanha
Outro grande resultado de uma juvenil brasileira veio na manhã de domingo com a potiguar Victoria Barros. Ela foi campeã de simples e duplas em um torneio de 14 anos da Tennis Europe em Waiblingen, na Alemanha. Na decisão de simples, ela venceu a tcheca Kristyna Dulikova na final por 6/4 e 6/3. Já nas duplas, Victoria e a eslovena Kaja Kadak Ocvirk venceram a parceria tcheca de Kristyna Dulikova e Pavla Sviglerova por duplo 6/4.

Victoria não perdeu sets na semana, nem em simples e nem em duplas. Durante o torneio individual, ela também venceu as alemãs Francesca Parcelli e Amy Waschulewski, a italiana Arianna Celle e a ucraniana Yaryna Muzyka. Há duas semanas, a potiguar havia vencido o Open Stade Fraçais, disputado no complexo de Roland Garros.

Destaque no juvenil de Wimbledon, espanhol venceu 14 seguidas na grama
Por Mario Sérgio Cruz
julho 6, 2022 às 11:31 pm

Martin Landaluce, de 16 anos, venceu dois torneios preparatórios antes de Wimbledon (Foto: Daniel Kopatsch/ITF)

O espanhol Martin Landaluce chega muito forte para as quartas de final do torneio juvenil de Wimbledon. Vencedor dos torneios preparatórios de Nottingham e Roehampton nas últimas semanas, ele já tem 14 vitórias seguidas na grama. Landaluce superou nesta quarta-feira o belga Gilles Arnaud Bailly por 7/6 (9-7) e 6/4. O décimo do ranking enfrenta na próxima fase o norte-americano Learner Tien.

“Como jogo muito agressivamente e muito plano, meu jogo se adaptou muito bem à grama. No início, achei que seria difícil para mim, mas me senti muito confortável nas últimas semanas”, disse Landaluce, de 16 anos, em entrevista ao site da ITF. Em caso de vitória, ele enfrentará o norte-americano Michael Zheng ou Coleman Wong, de Hong Kong.

O croata Mili Poljicak, número 5 do ranking, é outro top 10 nas quartas. Ele enfrenta o suíço Kilian Feldbausch. Quem vencer encara o macedônio Kalin Ivanovski ou o espanhol Pedro Rodenas. Nesta semana, Ivanovski chamou atenção por um saque por baixo no match-point de umas das partidas nas fases iniciais.

No feminino, a principal favorita Liv Hovde segue firme. Algoz da brasileira Ana Candiotto na estreia e vinda de título em Roehampton, Hovde enfrenta a alemã Ella Seidel nas quartas. Quem passar encara a sul-africana Isabella Kruger ou a canadense Victoria Mboko.

Do outro lado da chave, duas tchecas seguem vivas, a terceira favorita Nikola Bartunkova encara a húngara Luca Udvardy, sétima pré-classificada. Já Linda Klimovicova, cabeça 16, será desafiada pela britânica Jasmine Conway.

Fonseca cai na dupla, Dietrich joga o Sub-14
Depois de cair na segunda rodada de simples em Wimbledon, João Fonseca também parou na segunda fase nas duplas. O brasileiro e seu parceiro boliviano Juan Carlos Prado Angelo foram superados pelo neozelandês Jack Loutit e o australiano Edward Winter por 6/7 (4-7), 7/6 (7-3) e 10-6.

Outro juvenil brasileiro em Wimbledon é Pedro Dietrich, que disputa a inédita categoria Sub-14. Ele estreia nesta quinta-feira contra o jordaniano Malek Alqurneg e ainda enfrentará nesta semana o norte-americano Carel Aubriel Ngounoue e o australiano Jake Dembo.

ITF de Londrina também chega às quartas
Tradicional evento no circuito mundial juvenil da Federação Internacional, a 35ª edição da Londrina Juniors Cup, torneio ITF J4 que vale 60 pontos no ranking chegou às quartas de final. A chave masculina tem sete brasileiros e um argentino nas quartas, já o feminino é disputado apenas por jogadoras nacionais.

Entre os meninos, Matheus de Lima enfrenta Paulo Etchecoin, Victor Milaré joga contra Rafael Sbeghen Sabio, Pedro Almeida Melli desafia Henrique Ushizima, enquanto Ricardo Dutra enfrenta o argentino Lucca Guercio. No feminino, a principal favorita Maria Luisa Oliveira encara Marina Adati, Gabriela Felix joga contra Paola Ueno Dalmonico. A cabeça 2 Olivia Carneiro duela com Sthefany de Lima, enquanto Cecilia Costa enfrenta Gabriela Sandrini.