Musetti quer manter embalo, Alcaraz celebra top 5
Por Mario Sérgio Cruz
julho 24, 2022 às 9:39 pm

Musetti comemora seu primeiro título de ATP, Alcaraz terá o melhor ranking da carreira (Foto: Hamburg European Open)

Campeão do ATP 500 de Hamburgo neste domingo, Lorenzo Musetti não quer parar por aí. O jovem italiano de 20 anos comemorou seu primeiro título na elite do circuito vencendo uma partida de três sets contra o espanhol Carlos Alcaraz, número 6 do mundo, e espera manter o embalo nas próximas semanas. Musetti terá pouco tempo para comemorar a conquista, já que disputa o ATP 250 de Umag na semana que vem.

“Sempre sonhei em ganhar um título e antes disso não tive chances. Acho que meu melhor resultado era uma semifinal, então estou muito feliz com esta semana. Fizemos um trabalho incrível e agora vamos comemorar e curtir nos próximos dias, mas temos que focar em Umag e no resto do ano”, disse Musetti, após vencer Alcaraz por 6/4, 6/7 (6-8) e 6/4 em 2h46 de partida.

“Provavelmente teremos um jantar com minha equipe, mas não uma grande comemoração porque já vamos voar para Umag amanhã. Temos que ser italianos, mas não muito. Eu tenho que tentar ganhar na próxima semana e vencer cada vez mais. Preciso jogar ainda melhor do que hoje para crescer e quero manter esse nível ao longo do ano. Espero ganhar mais troféus de campeão”, acrescentou o atual 62º do ranking, que iniciou a semana salvando dois match-points contra o sérvio Dusan Lajovic. Durante a semana, ele também passou pelo finlandês Emil Ruusuvuori, pelo espanhol Alejandro Davidovich Fokina e pelo argentino Francisco Cerundolo.

Vitória poderia ter sido mais tranquila
A vitória poderia ter sido conquistada de forma mais tranquila, já que Musetti chegou a ter cinco match-points no segundo set. “Foi uma montanha-russa até o final. Tive tantos match points, mas Carlos foi muito bem”, comentou o italiano, em sua entrevista em quadra. “Mas acho que a chave da partida foi manter a calma e ter toda a paciência comigo mesmo, porque realmente não foi fácil. Carlos estava jogando muito nos match-points, então não foi fácil encontrar a energia para voltar”.

“Claro que fiquei muito chateado, mas tentei não mostrar minha reação ao meu adversário. Tentei me perdoar por todas chances perdidas. Acho que isso foi o mais importante, então estou super feliz por estar aqui e ser o campeão”, complementou o ex-número 1 juvenil, que entrará no top 40 após o torneio, alcançando a 32ª posição.

Já o vice-campeão Carlos Alcaraz perdeu uma final de ATP pela primeira vez na carreira. Vencedor de cinco títulos na elite do circuito, o jovem espanhol de 19 anos debutará no top 5 após o torneio e comemora o melhor ranking da carreira. Ele reconhece que não jogou seu melhor tênis neste domingo e que Musetti mereceu vencer.

“O top 5 significa muito, pois trabalho duro todos os dias. É um feito incrível e vou continuar buscando o meu sonho, que é me tornar o número 1 do mundo”, disse Alcaraz. “Acho que ele mereceu a vitória hoje, porque jogou melhor do que eu. Ele foi mais agressivo o tempo todo. Não joguei o meu melhor, mas lutei até a última bola e estou muito feliz com isso”.

Como foi a final de Hamburgo

A final de Hamburgo começou com uma troca de quebras. Depois disso, Musetti só perdeu mais quatro pontos no saque até o fim do set. O italiano fazia um jogo muito consistente do fundo de quadra, variando alturas e pesos de bola, enquanto Alcaraz vinha cometendo erros não-forçados em momentos importantes. A segunda quebra da partida aconteceu no 4/3, depois de duas ótimas devoluções do italiano nas cruzadas e de erros do espanhol com o backhand.

Logo na abertura do segundo set, Musetti conseguiu mais uma quebra de serviço, depois que uma tentativa de drop-shot de Alcaraz acabou morrendo na rede. Depois disso, o italiano fez três rápidos games de saque para abrir 4/2, e ainda escapou de um 0-40 antes de fazer 5/3.

Sacando para o jogo, o tenista de 19 anos teve seus dois primeiros match-points, mas no início do game houve um momento controverso. A árbitra francesa Aurelie Tourte não marcou um quique duplo na quadra do italiano, causando muita reclamação por parte de Alcaraz. Apesar da insatisfação, o espanhol conseguiu devolver a quebra, com direito a uma excelente passada para evitar a derrota. Já no tiebreak, Musetti teve mais três match-points, e liderou por 6-3, mas o espanhol terminou a parcial vencendo cinco pontos seguidos, incluindo uma dupla falta do rival.

Mesmo com as oportunidades perdidas na parcial anterior, Musetti conseguiu se manter muito focado mentalmente e não enfrentou break-points no set decisivo. As chances voltaram a aparecer para o italiano, que conseguiu uma nova quebra de serviço já no último game da partida para chegar à vitória. Alcaraz liderou nos winners por 30 a 26, e cometeu 24 erros contra 21 de Musetti. O italiano conseguiu três quebras em cinco break-points, enquanto o espanhol criou seis chances e aproveitou duas.


Comentários
    1. Leonardo Fagundes

      Vai ter que escalar uma montanha grande. Ele acabou de sair do 40 ao 32 do mundo, Para chegar entre os 8 do finals tem que comer muita grama ainda. Nada é impossivel mas vejo complicado pensar nessa escalada no segundo semestre só porque ganhou seu primeiro titulo.

      Reply
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>