Argentina surpreende e joga final do juvenil em Roland Garros
Por Mario Sérgio Cruz
junho 3, 2022 às 6:53 pm

Solana Sierra tenta ser a terceira argentina a vencer o juvenil em Paris (Foto: Nicolas Gouhier/FFT)

A argentina Solana Sierra se destacou na rodada desta sexta-feira pelo torneio juvenil de Roland Garros e garantiu vaga na final da competição. Ela tenta ser a terceira jogadora do país a conquistar o título, juntando-se às campeãs Gabriela Sabatini em 1984 e Patricia Tarabini em 1986.

Sierra eliminou a tcheca Nikola Bartunkova por 7/5 e 6/0. A argentina de 17 anos é 38ª do ranking juvenil e ocupou o nono lugar em janeiro. Já Bartunkova, de 16 anos e 19ª colocada, já tem um bom ranking como profissional, ocupando a 350ª posição na WTA.

“Estou me sentindo muito bem, estou super feliz. É incrível pensar que estou na final de um Grand Slam”, disse Sierra, que não é cabeça de chave este ano em Paris, mas fez semi no US Open do ano passado.

“Acho que o US Open ajudou, porque na outra semifinal eu estava muito nervosa e aqui estava um pouco menos nervosa e joguei melhor. Estou super feliz por todo o trabalho que fiz e está valendo a pena agora”, complementou a argentina, que como profissional é 575ª do mundo.

A adversária de Sierra na final será outra jogadora tcheca. Ela enfrenta Lucie Havlickova, número 9 do ranking, que superou a compatriota Sara Bejlek por 6/3, 6/7 (5-7) e 7/5. Havlickova tenta ser a segunda jogadora tcheca seguida a vencer o torneio juvenil em Paris, juntando-se à campeã do ano passado Linda Noskova.

Debru tenta garantir mais um título francês
A torcida francesa em Roland Garros poderá torcer por Gabriel Debru, que está na final do torneio juvenil e tenta manter o troféu em casa, já que Luca van Assche venceu a edição passada. Debru, de 16 anos, é o cabeça 13 do torneio juvenil e venceu o croata Dino Prizmic, cabeça 10, por 6/1, 0/6 e 6/3.

Apesar da pouca idade, Debru já tem experiência no tênis profissional. Ele conseguiu no ano passaddo sua primeira vitória em chaves principais de challenger, atuando em quadra dura e coberta de Roanne, na França. Também disputou o quali profissional de Roland Garros, avançando uma rodada, diante do também anfitrião Arthur Fils. Durante o juvenil em Paris, venceu o brasileiro João Fonseca nas oitavas.

O outro finalista em Roland Garros será o belga Gilles Arnaud Bailly, que superou o polonês Martyn Pawelski por 1/6, 6/1 e 6/2. Bailly, de 16 anos é o 20º do ranking juvenil e ainda não atuou como profissional. Ele foi o algoz do cabeça 1 e campeão do Australian Open Bruno Kuzuhara nas oitavas. A Bélgica tem duas conquistas no masculino, a última com Kimmer Coppejans em 2012, enquanto Justine Henin venceu em 1997.


Comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>