Favoritas caem e juvenil terá surpresas na final
Por Mario Sérgio Cruz
julho 10, 2021 às 11:58 pm

Nastasja Schunk, de 17 anos, pode se tornar a segunda alemã a vencer o juvenil de Wimbledon (Foto: Jimmie48/WTA)

A rodada deste sábado pelo torneio juvenil de Wimbledon foi marcada pela eliminação de duas favoritas nas semifinais femininas. A líder do ranking Victoria Jimenez Kasintseva, de Andorra, e a jovem esperança tcheca de 16 anos Linda Fruhvirtova se despediram do Grand Slam londrino. Com isso, o título será decidido pela alemã Nastasja Schunk e a espanhola Ane Mintegi del Olmo, ambas de 17 anos. O confronto entre elas é inédito no circuito.

Schunk precisou de 2h13 para superar Kasintseva por 6/4, 4/6 e 6/4. Logo em sua primeira participação em um Grand Slam juvenil, a alemã já pode se tornar a segunda jogadora de seu país a vencer Wimbledon, repetindo o feito de Barbara Rittner em 1991. Ela é a atual 55ª colocada no ranking da categoria e já tem experiência no tênis profissional de alto nível, tendo furado o quali do WTA 500 de Stuttgart e feito um bom jogo contra Belinda Bencic em abril.

Mintegi del Olmo foi a algoz de Fruhvirtova com parciais de 6/3 e 7/5 em apenas 1h36. A espanhola, 27ª do ranking, faz uma campanha bastante expressiva, já que também derrotou a cabeça 2 e promessa filipina Alexandra Eala em Wimbledon. Se vencer mais uma, será a primeira juvenil do país a vencer no All England Club e seria a terceira espanhola a vencer um Grand Slam juvenil.

Final norte-americana no masculino
A final masculina no torneio juvenil de Wimbledon será entre dois norte-americanos, Victor Lilov e c, ambos de 17 anos. Banerjee, 19º do ranking, venceu o francês Sascha Gueymard Wayenburg por 7/6 (7-3), 4/6 e 6/2. Já Lilov, 31º colocado, eliminou o chinês Juncheng Shang, cabeça 1 do torneio e número 2 do ranking, por 6/3 e 6/1.

Esta será a primeira final de Grand Slam juvenil entre dois norte-americanos desde que Tommy Paul derrotou Taylor Fritz no saibro de Roland Garros há seis anos. Em Wimbledon, isso já havia acontecido nos anos de 1977 e 2012. O campeão será o 12º tenista dos Estados Unidos a vencer a competição, sendo que o último havia sido Reilly Opelka em 2015.


Comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>