Temporada da ATP tem 23 campeões com até 23 anos
Por Mario Sérgio Cruz
novembro 19, 2019 às 5:51 pm

A temporada de 2019 do circuito da ATP terminou no último domingo com o título de Stefanos Tsitsipas no ATP Finals. A conquista do jovem grego de 21 anos em Londres fechou um bom ano para a nova geração do tênis masculino. Dos 66 torneios do circuito, 23 foram vencidos por atletas com até 23 anos, sendo que nove campeões tinham 21 anos ou menos.

Tsitsipas foi o jogador mais jovem a vencer o Finals, competição entre os oito melhores de uma temporada, desde Lleyton Hewitt em 2001, quando o australiano venceu o torneio com apenas 20 anos. O grego também se tornou apenas o sétimo jogador a conquistar o título logo em sua primeira participação no evento.

O campeão mais jovem da temporada foi o australiano Alex de Minaur, que venceu o ATP 250 de Sydney, em janeiro, aos 19 anos e 11 meses. Este foi o único torneio vencido por um jogador com menos de 20 anos em 2019. Após seu 20º aniversário, em fevereiro, De Minaur ainda venceu mais dois torneios, em Atlanta e em Zhuhai.

Entre os jogadores com até 23 anos que conquistaram títulos de ATP ao longo da temporada, aparecem Stefanos Tsitsipas, Denis Shapovalov, Reilly Opelka, Taylor Fritz, Andrey Rublev , Alexander Zverev, Hubert Hurkacz, Cristian Garin, Daniil Medvedev, Matteo Berrettini, Laslo Djere, Nicolas Jarry e Nick Kyrgios. Lembrando que Kyrgios completou 24 anos em abril, e ainda ganhou o ATP de Washington em agosto.

A final mais jovem da temporada envolveu o italiano de 23 anos Matteo Berrettini e o canadense de 18 anos Felix Auger-Aliassime, disputada na grama de Stuttgart. A segunda final mais jovem foi em Atlanta, onde De Minaur (20) derrotou Taylor Fritz (21). Em terceiro lugar aparece a final do Rio Open, com Laslo Djere (23) e Felix Auger-Aliassime (18).

Temporada teve 15 campeões inéditos
O ano de 2019 também teve 15 jogadores conquistando seu primeiro título de ATP. Esta é a melhor marca desde 1999, quando 16 jogadores venceram um torneio pela primeira vez. No ano passado, foram treze campeões inéditos. A maior parte desses novos campeões fazem parte da geração mais jovem do circuito, como os casos de De Minaur, Fritz, Djere, Opelka, Garin, Jarry, Hurkacz e Shapovalov.

A lista ainda tem veteranos como Adrian Mannarino, aos 30 anos, Radu Albot (29), Dusan Lajovic (29) e Guido Pella (28). Outros campeões inéditos foram o italiano de 24 anos Lorenzo Sonego, o argentino de 25 anos Juan Ignácio Londero e o norte-americano de 27 anos Tennys Sandgren.

Trintões ganharam 25 torneios
Os jogadores com mais de 30 anos conquistaram 25 torneios em 2019. O número foi puxado pelas cinco conquistas de Novak Djokovic, além dos quatro títulos para Roger Federer e Rafael Nadal. Só eles são responsáveis por 13 dessas conquistas. Nomes como Andy Murray, Jo-Wilfried Tsonga, Feliciano López, Roberto Bautista Agut, Gael Monfils, John Isner, Kevin Anderson, Fabio Fognini, Benoit Paire, Adrian Mannarino e Albert Ramos também fazem parte na lista de ‘trintões’ vencedores de torneios.

Federer foi o campeão mais velho de 2019. O suíço conquistou o título na Basileia aos 38 anos e dois meses. A final mais velha do ano foi protagonizada por Kevin Anderson (32) e Ivo Karlovic (39) em Pune, na Índia. Na sequência, aparece a de Queen’s, em Londres, entre Feliciano López (37) e Gilles Simon (34). Em terceiro lugar, fica o duelo entre Roger Federer (37) e John Isner (33) no Masters 1000 de Miami. Além disso, onze finais do circuito tiveram dois jogadores com mais de 30 anos.


Comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>