Arquivo da tag: Roger Ffederer

Número 9 marca a volta de Djokovic
Por José Nilton Dalcim
5 de agosto de 2014 às 23:59

Novak Djokovic coroou sua volta à liderança do ranking com o bicampeonato em Wimbledon, emendou a festa com um concorrido casamento em clima de castelos, reis e rainhas e, após merecida lua de mel, deverá voltar com energia mais do que carregada para iniciar um momento importante em sua temporada. Afinal, o piso sintético é o seu preferido e o exigente clima nova-iorquino de calor e alta umidade, daqui a três semanas, se mostra perfeito para seu físico quase inesgotável.

Três vezes campeão no Canadá, sua primeira tarefa em Toronto parece tranquila, já que enfrenta o superfreguês Gael Monfils, derrotado em todos os nove duelos, oito deles em pisos sintéticos. Com certeza, jogará com outro francês se avançar, já que no seu caminho estão Jo-Wilfried Tsonga e Jeremy Chardy.  E curiosamente o número 9 se repete: já são 9-0 contra Chardy e nove consecutivas sobre Tsonga.

E será que nas quartas de final Nole poderá marcar também sua nona vitória sobre Richard Gasquet? Bom, para isso o francês terá de fazer sua parte, que é aguentar o saque poderoso de Ivo Karlovic e depois superar Andy Murray ou Nick Kyrgios. E olha que não me surpreenderá se o garoto australiano der um sufoco tremendo em Murray no primeiro jogo desta quarta-feira. Será o quinto adversário de nível top 10 que Kyrgios encara nestes primeiros oito meses, um aprendizado excelente.

Como se esperava, o australiano é uma atração em Toronto. Foi chamado para bater bola com Djokovic e com Roger Federer, arrancando grandes elogios do sérvio, que ficou maravilhado com o poderoso serviço do 72º do mundo. Disputando seu primeiro Masters graças a convite, venceu Santiago Giraldo com autoridade – saiu de 2/5 no primeiro set – e tenta manter-se fora dos holofotes: “Dentro da quadra, tudo está normal, mas fora dela obviamente sinto que há muita expectativa”, explicou.

Também no lado da chave de Djokovic, o búlgaro Grigor Dimitrov é outro que desperta olhares atentos. Tem uma progressão de jogos muito propícia – Donald Young, Tommy Robredo ou Gilles Simon, Stan Wawrinka pouco confiável ou Fabio Fognini – e com isso poderia ir até a semifinal.

É a mesma trajetória que se espera do suíço Roger Federer, que mostrou um estilo extremamente agressivo contra o pouco gabaritado Peter Polansky, o suficiente para dizer a todo mundo que o vice em Wimbledon não o incomodou. Deve ter Marin Cilic e quem sabe David Ferrer na sequência, o que não parece ser empecilho para cruzar com Milos Raonic ou Tomas Berdych no sábado. Em qualquer dos casos, o tenista que completará 33 anos daqui a 3 dias parece muito mais consistente.

E o Rafa? – Notícia veiculada nos sites espanhóis dizem que Rafael Nadal se submeteu a ressonância nesta terça-feira em Barcelona e a junta médica considerou que a recuperação da pequena lesão no punho direito evoluiu dentro do que se esperava. Com uma proteção no braço problemático, Nadal postou foto de seu treinamento com o tio Toni, onde estaria exercitando o forehand e o saque para se manter em forma e não perder o ritmo do piso sintético. Os médicos garantiram que ele passará por testes contínuos nos próximos dias.