Arquivo da tag: Mios Raonic

E o sufoco de Zverev já começou
Por José Nilton Dalcim
17 de janeiro de 2019 às 12:31

Segunda rodada, e Alexander Zverev já precisou de cinco sets no Australian Open. Não se pode subestimar Jeremy Chardy, um jogador sólido da base, bom sacador e que gosta muito da quadra dura mais veloz. Mas a postura do alemão ainda se mostra um pouco mais defensiva do que se espera de alguém com tanto potencial.

Por sorte, jogou de noite e já num dia em que a temperatura esteve bem amena em Melbourne. Melhor ainda, terá agora um convidado sem qualquer currículo pela frente, o que pode ajudar na recuperação da confiança e das pernas. Se pensar em ter chances lá na frente, Zverev precisa de toda a ajuda possível.

Principalmente porque Novak Djokovic fez outra partida bem tranquila. Perdeu é verdade dois games de serviço, com alguma irregularidade no saque, porém o atual momento de Jo-Wilfried Tsonga não o ameaçou. O francês até que não foi mal,fez belas jogadas e procurou ser agressivo, mas a falta de ritmo lhe custou erros imperdoáveis em momentos cruciais.

Sérvio encara agora o canhoto Denis Shapovalov, num teste muito mais difícil. O canadense tem um grande poder de fogo, mas peca pela irregularidade e a cabeça viaja quando as coisas começam a sair do controle, defeitos que tem tempo de sobra para corrigir mas que tendem a ser fatais diante da consistência de Nole. O duelo é inédito.

A provação de Halep continua
Simona Halep sentiu na pele todo o potencial e bom momento da jovem americana Sofia Kenin e precisou jogar muito tênis na reta final para virar o terceiro set. A romena tinha domínio das ações até abrir 3/0 no segundo set, mas Kenin não se entregou e o que se viu foi um grande duelo de bolas pesadas, anguladas, ataque e contraataque.

Depois de seis sets já disputados, Halep pega agora Venus Williams e, em caso de vitória, deverá ter em seguida Serena Williams, que atropelou Eugénie Bouchard como era de se esperar e cruzará agora com Dayana Yastremska, que tem menos da metade de seus 37 anos. Naomi Osaka e Elina Svitolina também foram muito superiores.

Os jogos do dia
Um festival de tiebreaks marcou a vitória de Milos Raonic sobre Stan Wawrinka, após 4 horas. A primeira quebra só foi aparecer na metade do segundo set. Obviamente foi um jogo de detalhes, decidido em um erro aqui ou acolá. O suíço fez 5/2 no quarto set mas não conseguiu sustentar a vantagem. Destaque para os 89 winners do canadense, sendo 39 aces. E que ele se prepare para mais tiebreaks, já que enfrenta o sacador Pierre Herbert.

Desempates também marcaram o duríssimo jogo em que Kei Nishikori levou 59 aces, mas conseguiu ganhar do veteraníssimo Ivo Karlovic no supertiebreak do quinto set. O japonês conseguiu uma única quebra em toda a partida, mas conseguiu virar um 6-7 para 10-7 quando estava sob grande pressão. Para quem força tanto o saque, Karlovic obteve notáveis 76% de aproveitamento.

Surpresas australianas
Dois convidados da casa estão na terceira rodada masculina. Alexei Popyrin, 19 anos, é um grandão de 1,96m que usou bem o saque para ganhar dois sets e ver um esgotado Dominic Thiem abandonar. A campanha de Alex Bolt, 26 anos, surpreende, já que havia vencido apenas um jogo de nível ATP em toda a carreira. Esteve duas vezes atrás de Gilles Simon e ganhou na consistência. As esperanças australianas de encerrar o jejum que vem desde 1976 ainda contam com Alex de Minaur. E só.