Arquivo da tag: Billie Jean Cup

Os melhores do ano
Por José Nilton Dalcim
18 de abril de 2021 às 21:17

Quem diria, a fase europeia de saibro deu largada com o favoritismo natural dos velhos heróis, mas, ao fim de oito dias de interessantes batalhas e consideráveis surpresas, colocou dois nomes da nova geração no topo do ranking da temporada.

O campeão Stefanos Tsitsipas é agora o tenista mais bem pontuado de 2021, 140 pontos à frente do cada vez mais confiante Andrey Rublev. Deixaram para trás o número 1 do ranking tradicional, Novak Djokovic, que aliás não conseguirá recuperar o posto nem mesmo com o eventual título em Belgrado.

Jogador de muitos recursos, a lista de seis troféus do grego inclui agora o Finals de Londres, na quadra dura coberta, e o Masters de Monte Carlo, no saibro lento e úmido. Seus outros títulos são de nível 250, mas ele já fez outras duas decisões em nível Masters, no saibro rápido de Madri e no sintético mediano do Canadá, sem falar dos vices nos 500 de Barcelona,  Acapulco, Dubai, Pequim e Hamburgo. É um currículo respeitável para seus 22 anos.

É bem verdade que a trajetória da semana no Principado foi menos espetacular do que a de Rublev. AInda assim, teve vitórias impecáveis sobre Aslan Karatsev e Cristian Garin, antes de se favorecer do abandono de Alejandro Davidovich e ver Daniel Evans sem pernas.

Seu ligeiro favoritismo sobre Rublev vinha justamente do esforço muito maior que o russo fez para chegar na final, com  batalhas notáveis em cima de Roberto Bautista e Rafael Nadal antes de dois sets também exigentes frente a Casper Ruud.

Confesso que é um tanto frustrante ver o homem que parou Rafa não levar o título, porque talvez fosse o resultado mais justo. Porém, Rublev não teve jogo de cintura para achar uma forma de segurar Tsitsipas. O grego entrou muito firme e agressivo, dando pouco espaço para o conhecidíssimo adversário – duelam desde os tempos de juvenil – disparar seus poderosos golpes de base. Stef sufocou, variou, se antecipou. E o placar mostra de forma cristalina a diferença entre os dois neste domingo.

Gostei também de ver que os dois confirmaram presença em Barcelona, mostra de que não estão acomodados. E podem se cruzar de novo, mas agora na semi. Em Barcelona, o piso é um pouco mais veloz e exigerá adaptações. O grego pode ter maior dificuldade diante de Denis Shapovalov ou Felix Aliassime e Rublev tem no caminho o mesmo Bautista ou Jannik Sinner.

Se mantiverem o alto padrão de Monte Carlo, Tsitsipas e Rublev terão assim chance de desafiar Nadal na decisão. O espanhol buscará o 12º troféu e a recuperação. Vê no seu setor especialistas como Garin, David Goffin, Diego Schwartzman ou Fabio Fognini, o que tende a exigir o máximo de sua competência.

Djokovic, por sua vez, é o dono da casa em Belgrado e sua missão de manter o amplo favoritismo parece bem menos trabalhosa, ainda que tenha Karatsev numa possível semi e veja Matteo Berretini e o amigo Dusan Lajovic do outro lado da chave.

Por um triz
Surpreendente e animadora campanha das meninas brasileiras na repescagem da antiga Fed Cup, agora chamada de Billie Jean King Cup. Elas tiveram de encarar um piso sintético coberto na Polônia, mas gostaram de ver que a quadra não estava tão veloz assim e com isso tiveram excelentes atuações, principalmente se consideramos que Carol Meligeni e Laura Pigossi estavam jogando no saibro. Cada uma venceu um jogo de simples e a definição foi para as duplas, onde entrou a experiência de Luísa Stefani ao lado de Carol. Venceram com autoridade o primeiro set e lutaram ponto a ponto no terceiro, antes de enfim caírem.

É provável que a presença de Bia Haddad tivesse dado ainda mais volume de jogo ao time brasileiro, que tentava vaga no qualificatório do Grupo Mundial, em fevereiro. Mas a ausência da nossa tenista mais experiente teve seu lado positivo, porque deu espaço para Carol e Pigossi brilharem. Quem acompanhou as partidas pode ver falhas, é claro, mas um incrível espírito de luta e de união. Isso certamente fará muito bem a elas na dura retomada do circuito tradicional, onde ainda tentam furar a faixa de top 200 para aventuras maiores.

P.S.: Peço desculpas pelo atraso na publicação do texto, mas houve instabilidade no servidor até que enfim o texto conseguiu ser publicado.