Teste de fogo para Nadal em Madri
Por José Nilton Dalcim
29 de abril de 2022 às 18:17

O retorno de Rafael Nadal ao circuito e sua primeira apresentação sobre o sempre importante saibro europeu promete ser uma autêntica provação. Sem competir em Miami, Monte Carlo e Barcelona devido à fratura por estresse, o líder da temporada só deverá ter adversários difíceis e competentes na terra batida veloz de Madri, onde pegar ritmo nunca é coisa muito simples.

O garotão sérvio Miomir Kecmanovic, que quase derrubou Novak Djokovic há uma semana e está voando agora no Estoril, tem tudo para ser o primeiro obstáculo, embora seu adversário de estreia seja o imprevisível Alexander Bublik. A lógica diz que Pablo Carreño seja a barreira de oitavas, mas nem se pode descartar Botic van de Zandschulp e Aslan Karatsev em condições rápidas.

Se for até as quartas e aí provavelmente já muito mais confiante, Rafa poderá então reencontrar o fenômeno atual Carlos Alcaraz, forte candidato num quadrante onde estão Fabio Fognini, Cameron Norrie e John Isner. No ano passado, Nadal atropelou Alcaraz logo na segunda rodada de Madri, cedendo três games.

O fortíssimo lado superior da chave tem, é claro, Djokovic e portanto estamos diante da primeira oportunidade de revermos o épico confronto entre ele e Nadal, que não ocorre desde a semi de Roland Garros de 10 meses atrás. No entanto, existem também dúvidas sobre Nole, principalmente porque ele próprio admitiu que está com queda física após esforço longo. Se existe algo que mexe com a confiança, é a resistência.

Por sorte, o ‘freguês’ Gael Monfils deve ser seu primeiro adversário e daí viriam Denis Shapovalov, que ainda não jogou no saibro, ou quem passar do inusitado duelo de primeira rodada entre Andy Murray e Dominic Thiem. O britânico aparece de surpresa na fase de terra depois de jurar que só pensava na grama e o austríaco perdeu os três jogos que fez desde a volta no final de março.

A oportunidade me parece tão animadora para Djokovic que o adversário mais cotado nas quartas é Casper Ruud, a grande decepção do saibro até agora. Para reagir, o norueguês espera Roberto Bautista ou Borna Coric na estreia e eventualmente Hubert Hurkacz ou Alejandro Fokina nas oitavas. Se o reencontro contra o número 1 realmente vier, Ruud terá a terceira chance para ganhar ao menos um set.

O lado inferior da chave ficará em evidente segundo plano. O atual campeão Alexander Zverev não está jogando nada e assim corre risco a qualquer rodada, mesmo que as condições de Madri colaborem com os grandes sacadores. Curioso para ver a primeira apresentação de Jannik Sinner no saibro. O italiano pode ter de brigar com Felix Aliassime ou Frances Tiafoe nas oitavas. O outro quadrante ficou com dois campeões bem recentes, Stefanos Tsitsipas e Andrey Rublev. O grego tem Diego Schwartzman no caminho e o russo, Taylor Fritz.

À exceção do debilitado e duas vezes vencedor Roger Federer, todos os campeões de Madri desde 2009, quando houve a mudança para o saibro da Caixa Mágica, participam desta edição. Nadal ganhou quatro, Djokovic faturou três, Zverev levou dois e Murray ergueu um troféu.

Triste momento para Boom-Boom Becker
Envolvido em sérios problemas financeiros por empréstimos contraídos, Boris Becker foi condenado à prisão nesta sexta-feira pela justiça britânica, que o considerou culpado por cometer fraudes com o objetivo de esconder patrimônio e assim evitar o pagamento de dívida de 3 milhões de libras esterlinas. Metade da pena de dois anos e meio terá de ser cumprida em regime fechado. Desalentador.

Becker é uma sumidade no mundo do tênis, surgido repentinamente aos 17 anos e dono de saque tão poderoso para a época que ganhou apelido de Boom-Boom. Para mim, aliás, está na lista dos três melhores voleios que já vi. Tricampeão de Wimbledon e dono de seis Slam, foi também número 1 do mundo, campeão da Copa Davis, medalha de ouro olímpica e maior ídolo do esporte alemão. Entre 2014 e 2016, treinou Djokovic com grande sucesso e levou o sérvio a mais outros seis Slam. Comentarista respeitado no Eurosport, esteve cotado para trabalhar com Zverev e Sinner. Está com 54 anos.


Comentários
  1. Heitor

    Oitavas do Masters 1000 de Madri:

    🇷🇸 Djokovic x Murray 🇬🇧
    🇵🇱 Hurkacz x Lajovic 🇷🇸
    🇪🇦 Nadal x Goffin 🇧🇪
    🇬🇧 Norrie x Alcaraz 🇪🇦
    Rublev x Evans 🇬🇧
    🇧🇬 Dimitrov x Tsitsipas 🇬🇷
    🇨🇦 Auger-Aliassime x Sinner 🇮🇹
    🇮🇹 Musetti x Zverev 🇩🇪

  2. Sérgio Ribeiro

    E o Touro Miura ??? . E’ mole ou quer mais ? . Quem é Rei nunca perde a Majestade. Mesmo que não vença nenhum dos preparatórios, já foi o maior destaque deste início de MASTERS 1000 de Madri 2022 . Passou com louvor no “ Teste de fogo para Nadal “ como sugeriu o Post . Desde o seu surgimento para o Mundo em 2004 , acredito que apesar de tendo também surgido novas caras , e o fato do N1 ser grande Saibrista , aposto minhas poucas fichas no Touro a 110 % em RG buscando o SLAM 22 . A conferir . Abs!

      1. Sérgio Ribeiro

        Então, caro LF 2 . Vou refrescar a tua memória. Roger Federer venceu SLAM e se tornou o mais Velho N 1 aos 36 e 1/2 , algo muito difícil de ser igualado , pois atingiu este feito tendo CINCO anos a mais que o Touro e SEIS que o Sérvio. Se lê-se mais assiduamente os comentários saberias que jamais afirmei que nenhum dos dois não poderia repetir a mesma façanha. Sei que achas os comentários muito confusos , não é mesmo , meu caro rs . Abs!

      2. Alessandro Siqueira

        Lembrando que Nadal, assim como Djoko, sempre foi criticado pelo jogo físico e de muito esforço, que supostamente encurtaria a carreira. E no caso do espanhol se colocava a questão da massa muscular. Sendo muito mais pesado/socado, sobrecarregaria os joelhos e a vida útil de atleta seria curta… 🙄🙄🙄

        1. Thiago+Silva

          O Federer e o Nadal tem o mesmo peso, a diferença é que o Federer tem pança, mas pra sobrecarregar o joelho só se o Nadal fosse obeso.

  3. Sandro

    LAMENTO a prisão de BORIS BECKER numa das PRISÕES MAIS FÉTIDAS, NOJENTAS E ODIOSAS do mundo… Afinal o GOVERNO BRITÂNICO precisa do dinheiro do BECKER para pagar todas as POMPAS, OS LUXOS, AS MORDOMIAS, AS ADEGAS, OS BANQUETES, AS EXTRAVAGÂNCIAS, AS PECULIARIDADES, OS ESBANJAMENTOS, OS EXCESSOS, entre outros MIMOS CARÍSSIMOS, da CUSTOSA FAMÍLIA REAL BRITÂNICA que vive em PALÁCIOS SUPERFATURADOS esbanjando e gastando a rodo o DINHEIRO PÚBLICO arrecadado de seus pobres SÚDITOS que tem que trabalhar ARDUAMENTE para sustentar TODOS ESSES PARASITAS da REALEZA… E se recusarem a SUSTENTAREM AS EXTRAVAGÂNCIAS DESSA REALEZA ESBANJADORA esses súditos terão o mesmo DESTINO FÉTIDO E TENEBROSO de BORIS BECKER…
    O LEMA É: PAGUE SEUS IMPOSTOS E DEIXE A RAINHA FELIZ OU VÁ DIVIDIR O SUBMUNDO COM OS RATOS!!!

    1. Maurício Luís *

      Você exagera nas caixas altas. Existe uma convenção na internet que caixa alta é como se a pessoa estivesse gritando. Sugestão: mande este seu texto pra Elisabeth II. Quem sabe ela não se sensibiliza? Porque aqui, não tá adiantando nada.

    2. Alessandro Siqueira

      Até onde li, o alemão tentou dar um “banzai” em credores, tipo o Emerson Fittipaldi. A diferença é que no Brasil não existe prisão em razão de dívida civil, salvo questão alimentícia. Por isso o ex-piloto segue solto e com o discurso de “cidadão de bem”, enquanto Boris teve de acertar as contas.

  4. Luiz Fernando

    Alcaraz com a faca e o queijo na mão. Se vencer o magistral Norrie amanhã será ainda mais favorito ao título…

  5. Luiz Fernando

    Apesar das vaciladas no set2, resultado muito bom p Rafa q venceu um adversário q vem jogando bem, em sets diretos. Como a partida teve quase 2 horas, creio q foi um passo à frente p Nadal readquirir ritmo, o q não ocorreria numa partida muito rápida. Vamos pras oitavas…

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que Murray tem pouco chance ainda mais por se tratar de saibro, Emerson, mas espero ao menos que ele jogue solto e seja uma boa partida.

  6. Luiz+Fernando

    A temporada do Ruud no saibro está pífia, p dizer o mínimo. E todos, inclusive o Dalcim, julgavam q seria um dos favoritos a ter boas campanhas. Por enquanto, foi uma decepção…

  7. Sérgio Ribeiro

    E não é que parte da Turminha da Kombi acertou rs . Nesta votação Popular realizada pelo Hall da fama no quesito “ MAIOR “ Rivalidade , o Mundo levou em consideração h2h , Big Titles , pra chegar ao verctido FINAL rs A vencedora não foi Borg x McEnroe, Sampras x Agassi ou Martina Evert . A grande vencedora foi … Federer x Nadal x Djokovic . Exato , a rivalidade TRÍPLICE mais importante da História do Esporte . Como eles dizem , é FATO , sem CHORO. Não esperaram nem o final das carreiras. Imagine quando sair a do tal “ goat “ kkkkkkkkkkkkkkkkk. Abs !

    1. Sérgio Ribeiro

      Ps . Justíssimo Rafa Nadal levar no quesito maior virada da história contra MEDVEDEV no AOPEN 2022 . Idem para GUGA na comemoração mais marcante . E Raducanu no “ História de Cinderela “ . Abs!

      1. Maurício Luís *

        Eu discordo dessa maior virada da história. Na semi do US Open, década de 70, o Manuel Orantes virou diante do Guilhermo Vilas depois de estar perdendo por 2 sets a 1 e no quarto set estava 5 a zero pro Vilas, saque do Vilas e 40-0. E a virada do Jimmy Connors diante do AAron Krikstein no US Open 91 também foi fantástica, ainda mais pela diferença enorme de idade. Connors já estava com 39 e Krikstein com 24.

  8. Rafael Azevedo

    Dalcim, se o Nadal for até a final, ele vai jogar 5 partidas e 5 dias seguidos. Sei que se trata de partidas em melhor de 3 sets, mas isso é normal para um Master 1000.
    Dado o maior nível dos adversários, por ser um M1000, há maior chance de várias dessas partidas terminar em 3 sets. Isso em cinco dias seguidos deve ser muito desgastante. E o espanhol está voltando de lesão.
    Por que não colocaram ele para jogar na terça, e ter um dia de descanso, caso percorra essa trajetória?

    Ou estou viajando e isso é completamente normal e tranquilo para atletas desse nível?

    1. José Nilton Dalcim

      Posso apostar com você como foi o Nadal quem pediu para jogar apenas na quarta-feira.

  9. Miguel BsB

    Poxa Dalcim, pela primeira vez em não sei quantos anos de blog, tive um comentário retido pela moderação…
    Não xinguei nem agredi ninguém, só fiz uma piada sobre o nosso (por enquanto) atual presidento.
    Mas tranquilo, entendo que você não quer botar fogo no parquinho rs
    Abraço

    1. José Nilton Dalcim

      Sem dúvida, seu comentário não tinha nada de ofensivo, Miguel, mas vou evitar ao máximo as questões políticas-eleitoreiras aqui para não cairmos num buraco sem fundo. Abs!

  10. Gustavo

    E hoje o Djokovic fez o jogo dele mais dominante desde que voltou. Sacou melhor que nos torneios anteriores, a direita estava dominante e a esquerda ainda um pouco abaixo, mas conseguindo mudar com mais tranquilidade as direções.

  11. Heitor

    Mais de cinco anos após seu último duelo, na final em Doha em 2017, Andy Murray e Novak Djokovic se enfrentarão pela 37ª vez. O sérvio lidera por 25-11.

  12. Luiz Fernando

    Esse mimadinho canadense até hj vive da vitória sobre Rafa em 2017, sua grande “conquista” kkk, depois das ultimas palhaçadas no AO tomara q perca todas…

  13. Rafael Azevedo

    E de repente somos presenteados com um Murray x Djokovic, rememorando a rivalidade de 2016/17.
    E ambos parecem estar bem.
    Viva o tênis!

  14. JAN DIAS

    AO RONILDO,

    Respondendo a sua pergunta, o governo inglês pegou toda a grana do BECKER, e ele tá totalmente zerado…
    Um dos promotores do caso disse que ele vai ter que viver de caridade, depois que sair da prisão. 🏛
    Aliás, ele vai cumprir só metade da sentença encarcerado, mas numa prisão caindo aos pedaços, com ratos 🐀, drogas, violência e 6 banheiros pra 1.200 detentos…

    DJOKOVIC disse que está sentido pelo amigo, e o alemão vai ter muuita sorte se conseguir retomar seu trabalho de comentarista depois de solto, pois ficou bastante queimado 🔥 na Europa…
    Muito triste…

    1. Ronildo

      Pois é, poderiam aliviar nestes casos em que a pessoa fica totalmente sem dinheiro. Ele tentou esconder, o governo achou e pegou.

  15. Carlo Von Wagen

    Alcaraz caminha a passos largos para superar Rublev e ser o sexto do ranking daí pra cima, vai precisar mostrar muira consisténia, e toecemos para que mostre”
    – ‘Karcamanovic” mostra qur pode tirar qualquer um
    – Bonito ver Murray vencer bem, só espero que o físico nao cobre seu preço parano restante da vida dele
    – Monfils joga bonito mas claramente já nao tem ganas para alcançar um Top10. Ainda assim, segue muito bem
    – Dieguito afiadíssimo. Quando engata a sexta marcha então…. sai de baixo
    – Ruud deixando claro que é um ótimo saibrista, mas que falta o algo mais que pudesse neste momento fazê-lo ganhar os grandes torneios. Favorito mesmo, só se as chaves se abrirem (combinação de resultados)
    – Tsitsipas segue firme.
    – Djoko precisa achar um ponto retoeno para a confiança voltar a 100%
    – Nadal sabe fazer o acima muito bem: ganha um ponto mais bonito.. SE ANI.A.. se recupera de um game no buraco.. SE ANIMA… vence uma partida difíci SE ANMA.. e qua fo se vê.. ele já faturou o torneio. Talvez em Madrid, pelo piso estar visivelmente mais rápido, vai srr mais difícil
    – Zverev: o atual campeão vai recisar tirar um celho da cartola para chegar nesta final.

    Surpresas como campeão: podem ocorrer, mas acho dificil. Título deve ficar mesmo entre Nadal, Djoko, Tsitsipas.. e eventualmente Alcaraz ou Zverev, e que vença o melhor tênis.

    Agora, vamos discutir algo diferente. Pode ser sobre.. ahhhh GOAT!

  16. Sérgio Ribeiro

    Independente da postura de Monfils, foi sem dúvidas a melhor apresentação de Novak Djokovic em 2022 . Muito mais focado e demonstrando confiança. ALCARAZ confirmou que seu volume de jogo num Saibro veloz tinha que dar liga . Algumas pancadas de tirar a raquete da mão do oponente rs . E que tal Andy Murray batendo Dominic Thiem e Shapovalov em sequência no Saibro ? . Por essa poucos esperavam . Acho que nem o próprio rs . . Kecmanovic conseguiu a proeza de ZERO ENFS. O Touro que fique esperto rs. Abs!

    1. Sérgio Ribeiro

      Ps . Sir Andy não vencia no Saibro há 5 anos . E não joga contra Novak desde 2017 . Disse estar feliz com sua movimentação…Vale dar uma conferida . Abs!

  17. Maurício Luís *

    Achava que a freguesia do Richard Gasquet em relação ao Nadal fosse a maior de todas, ou a do Davi Ferrer em relação ao Federer… mas o Monfils se supera.🤔

  18. Paulo F.

    Como pode um jogador tão ruim, passador de bolinhas, bagre, maratenista ganhar (DE NOVO) de um jogador que é tão habilidoso, técnico, showman e etc?

    1. Sérgio Ribeiro

      Como pode um profundo admirador do Esporte fazer uma pergunta destas ??? . Sei não… Abs!

      1. Luiz Fernando

        Talvez vc devesse fazer a este tipo de pergunta aos supostos grandes conhecedores q procuram mostrar-se superiores ao demais, usando arrogância ímpar, quando em realidade são simples participantes de um blog q não lhes pertence e do qual são meros colaboradores…

        1. Sérgio Ribeiro

          Não sei qual o teu conceito de arrogância, como se fosse dono do Blog . O verdadeiro dono continua com critérios pra lá de esquisitos . Não responderei mas nenhum comentário teu , pois não aguento mais esse senhor usando dois pesos e duas medidas. Está doido que eu me mande , mas enquanto Roger Federer não abandonar de vez , não darei este gostinho há quem quer que seja . Abs !

          1. José Nilton Dalcim

            Que ótimo. A ideia é justamente acabar com essa briga particular aqui no Blog, tanto de um lado como de outro.

        1. Sérgio Ribeiro

          O Sr também somente se utiliza de ironias fora de hora . O super talentoso Gael Monfils é simplesmente mais um desperdício na história. Se borra todo somente ao olhar para o N 1 . Se considera totalmente sem armas para no mínimo tentar vencê-lo . Abs!

  19. Paulo Almeida

    Finalmente o Craque conseguiu uma vitória em dois sets, deixando o simpático Monfa no zero mais uma vez e garantindo 369 (número curioso com múltiplos de três) semanas na ponta do ranking. Gostaria que enfrentasse o Murray depois de tantos anos.

    Que pena a aposentadoria do gigante Kevin Anderson, que foi duas vezes finalista de Slam e que impôs uma virada altamente dolorosa no falso rei da grama estando dois sets abaixo em 2018 (13-11 no quinto). Dessa forma, ele também entrou para o grupo (não tão seleto) de Berdych, Tsonga, Stakhovsky, Raonic e Hurkacz, outros que passaram o trator uma vez no terceiro melhor da relva depois que a mamata do Roddick tinha acabado.

      1. Paulo F.

        Ao menos o sérvio tem SEIS canecos na Grama Sagrada.
        Nem se vocês quiserem, conseguirão dizer que Djokovic é risível na grama.
        Já o GOAT simpatia continua o seu mísero UNZINHO em RG – com o asterisco de NUNCA ter derrotado o Nadal por lá.

        1. Gildokson

          Tu acha que eu vou ser sem noção a ponto de um dia escrever que alguém do Big3 é risível em algum piso????
          Você é mais doido de imagino kkkkkkkkkkkkkkkk
          No máximo eu tiro um sarro do Djoko ter perdido final de UsOpen até para minha vó. Dizer que ele é risível no piso A ou B?
          Eu assisto tênis.
          Kkkkkkk

        2. Sérgio Ribeiro

          Unzinho e mais quatro FINAIS . Todas as perdidas foram para o Rei do Saibro. Novak tem uma FINAL a mais , perdeu TRÊS para o Rei do Saibro , também não ganhou nenhuma . Seus dois Títulos foram pra cima de Murray e Tsitsipas . O fato de ter uma conquista a mais não o coloca nesse endeusamento todo , pelo contrário, ambos são fregueses do Touro no Saibro, mais longe de ser risíveis. Abs!

      2. Paulo Almeida

        Mas Berdych (primeira vez), Haas, Safin e Ancic bateram o Djoko antes do seu primeiro título; minha intenção foi falar de eliminações depois do Federer ter sido campeão. Aí também poderia ter citado o próprio croata (primeira rodada em sets diretos em 2002), Henman, Kafelkinov (first round straight sets) e um tal de Jiri Novak (outro Novak na vida do suíço também em primeira rodada, kkkk).

        Ainda assim, mesmo o servebot Querrey (que fez até semifinal em 2017) na terceira rodada de 2016 foi menos feio do que o Stakhovsky na segunda de 2013 (essa merece um KKKKKKKKKKKKKK). A segunda pro Berdych foi abandono por lesão e então seis meses afastado do circuito. O Djoko também ganhou dele em 2013 pelo menos.

        Abs!

        1. Luiz Fabriciano

          E o Berdych continuo o restante do torneio usando um tênis Adidas com a cara do Djoko na lingüeta que cobre o peito do pé.

  20. Luiz Fernando

    Esses jogadores circenses tipo Monfils, Kyrgios e cia limitada em geral são fregueses dos mais foçados. Pelo placar Djoko venceu bem e a freguesia cruel segundo o Dalcim continua…

  21. Paulo Sérgio

    Dalcim,

    Djoko já está garantido com 370 semanas como número 1 após a vitória sobre Monfils?

  22. Oswaldo Euclydes Aranha

    SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Condenado por um tribunal britânico a dois anos e meio de prisão por crimes financeiros, o alemão Boris Becker foi mandado para a prisão de Wandsworth, em Londres, classificada pela mídia local, uma das piores da Inglaterra.

    Aos 54 anos, Becker, que ganhou seis torneios e ouro na Olimpíada de Barcelona-92, foi considerado culpado de quatro crimes financeiros, entre eles esconder bens para evitar o pagamento de dívidas.

    Triste ver um grande tenista numa situação como essa.

    Segundo o jornal Daily Mail, a prisão de Wandsworth fica em um edifício da era vitoriana, é superlotada e infestada de ratos. Relatório de inspeção aponta que o local abriga 1.300 presos, que passam mais de 22 horas por dia em suas celas.

    O documento afirma que a violência é um problema no local, com quase um ataque por dia entre os presos, entre 2020 e 2021. “Os funcionários da prisão usaram a força 1.295 vezes durante o mesmo período, ou seja, quase quatro vezes por dia”, descreve o Daily Mail, com base no relatório de inspeção.

    Em 2020, o cineasta Chris Atkins, que cumpriu pena de cinco anos em Wandsworth por fraude fiscal, descreveu em livro o local como “uma das prisões mais infames do

    1. JAN DIAS

      Realmente Oswaldo, como eu disse no post anterior, é deprimente vê-lo acabar assim..

      Ele gastou muita grana tendo uma vida de luxo e não soube gerir seus ganhos, lembrando que na época dele as remunerações 💶 eram bem menores..

      Se ele tivesse pago a grana que devia pros credores, ele ficaria no zero, mas optou por não entregar e deu nisso…

      Atualmente ele trabalha como comentarista no canal Eurosport 📺, mas obviamente o salário é baixo.
      Ele poderia ter recomeçado a vida de baixo, do zero de novo, mas preferiu arriscar a prisão… 🏛
      Somos reféns de nossas escolhas….

    2. Ronildo

      Alguém sabe o que acontecerá depois deste período na prisão?
      Ele estará perdoado pelo sistema?

    3. Thiago+Silva

      Esse cineasta não assistiu Carandiru, lá não era “um ataque por dia”, era um por hora.

  23. Daniel+C

    O sérvio chiliquento resolveu treinar com o Alcaraz, provavelmente pra ter uma ideia do jogo do espanhol antes de enfrentá-lo de verdade na temporada de saibro. Espertinho ele kkkkkk

    Todos sabemos que ele não tem medo de tenistas como Zverev e Tsitsipas, que são patos e entregam para ele em GS. Mas pelo visto ele deve estar preocupado com o Alcaraz acabar com a mamata dele, que já dura desde 2018 rs

    1. Paulo Sérgio

      Desde 2018 mesmo. Pegou um freguês em WB 2019 e AO 2020, e ganhou como sempre. Ganhou AO 2019 na final contra Nadal e US OPEN 2018 contra Del Potro. Só tenista fraco.

        1. Paulo Almeida

          O próprio Nadal em Wimbledon 2018, Medvedev nos AO 2019 e 2021, Thiem no AO 2020, Zverev no AO 2021 e Tsitsipas em RG 2021.

      1. Paulo Almeida

        Fora as pauladas em Cincinnati e Paris 2018. O pato freguês estava tão nervoso com seu carrasco na final em Ohio que o jogo durou apenas 1 hora. 🤣🤣🤣🤣🤣🤣

      2. Sérgio Ribeiro

        A freguesia começou na Semi de WIMBLEDON 2012 . Ali Federer ao vencer o Torneio, tirou Novak de qualquer possibilidade de alcançar 237 Semanas CONSECUTIVAS no Topo da Ranking. E o Paulinho já era nascido , concordas ???. Abs!

        1. Paulo Almeida

          Quase 10 anos sem vitória em Slam. Que saudade, hein, Ribeiro? Essa acho que já tem em HD no YouTube, kkkkkkkk.

    2. Luis

      Total, o Djoko de bobo não tem nada, ainda deve ter aproveitado para dar uns “conselhos” para o garoto. O que não entendi foi o Alcaraz aceitar o convite

      1. Thiago+Silva

        Por que não aceitaria? O mesmo interesse que o Djokovic tem o Alcaraz também tem, é uma ótima oportunidade de experimentar o jogo do sérvio antes de se enfrentarem.

    3. Ronildo

      O Alcaraz escondeu o jogo enquanto Djokovic corria atrás de todas as bolas para impressionar. Djokovic vai ter uma bela surpresa se conseguir chegar na rodada para enfrentar o Alcaraz. Tomara que Monfins esteja bem agora que o Djokovic perdeu o superfísico. Desta vez as condições são iguais fisicamente e Monfins tem mais habilidade, naturalmente.

      1. Luiz Fabriciano

        Tem mesmo.
        Inclusive 20 GS, 37 M1000, 5 Finals, 500 semanas no topo do ranking.

        Opa, é o contrário, sorry!

        1. Luiz Fabriciano

          E de nada adiantou a torcida de meio mundo de entendidos.
          Agora, se Djokovic sem superfísico, ganhou do cara que só é menos habilidoso que Federer, devo ou não ficar feliz?

          1. Ronildo

            Não levei em consideração a falta de empenho do Monfins. Esse fator extraordinário decidiu a partida.

          2. Luiz Fabriciano

            kkk
            Devo ficar feliz?
            Falta de empenho do “Monfins”?
            Só perdeu porque quis…

            Bela poesia hein Ronildo?

      2. Alessandro Siqueira

        A gente acabou de ver a “superioridade” do Monfils: 3×6, 2×6, chegando a incríveis 0x18… 😁😁😁😁

          1. Luiz Fabriciano

            Você é um comediante Ronildo.
            O cara tem 17 derrotas seguidas. O mundo (quase) inteiro torcendo para ele furar o pneu. Até o Dalcim disse que a oportunidade era boa e tu vem dizer que conforme “concluimos” faltou motivação?

  24. Willian Rodrigues

    Falando sobre tênis,
    Que alegria assistir ao grande Andy Murray jogando em alto nível novamente!
    Em que se pese o fato de Thiem ainda estar longe de seu melhor, essa partida me fez acreditar que ambos darão muito trabalho em Roma e Roland Garros.
    Desde que Djokovic e Nadal cheguem bem para a disputa, pode ser que tenhamos ao menos 5 reais candidatos ao título!
    Não sei se exatamente nessa ordem:
    – Nadal (razões óbvias – daqui a 5 anos ainda seria favorito)
    – Alcaraz (grande momento)
    – Tsitsipas (confiança intensificada desde Monte Carlo)
    – Djokovic (motivação para o 21º)
    – Zverev (rodagem e adaptação ao saibro)

    Alguns outros especialistas no piso, ou membros da novíssima geração, correndo por fora, podendo surpreender?
    Sinner, Ruud (?), Fokina, Kecmanovic, Rune (?)

    Pelo que viu até agora no saibro, qual sua opinião sobre essa lista Dalcim?

    1. José Nilton Dalcim

      Não colocaria o Murray como candidato ao título, talvez a uma boa campanha, já que ele nem deve jogar Roma. Acho que sua lista está correta, mas eu colocaria Djokovic ainda atrás do Nadal.

      1. Willian Rodrigues

        Obrigado por responder, Dalcim!
        Eu elaborei essa lista já considerando uma ordem de favoritismo mesmo…
        Creio que o próprio Tsitsipas tenha maiores chances que o sérvio nesse ano.
        De acordo com o que assistimos em Monte Carlo, e conforme sua própria avaliação, o grego evoluiu muito, inclusive no aspecto mental.
        Se Djokovic não fizer uma campanha convincente em Roma, não terei grandes expectativas para o slam.
        Abs

        1. José Nilton Dalcim

          Exato, William, mas precisamos aguardar Madri e Roma antes de pensar numa ordem de favoritos. Porque nunca se pode duvidar do Djoko. De repente ele ganha do Nadal, vence Madri e aí fica gigante outra vez.

          1. Willian Rodrigues

            Verdade, Dalcim!
            Melhor aguardar um pouco mais antes de prognósticos. Não dá pra duvidar desses caras.
            Mas, deu gosto assistir ao volume de jogo do Murray, hein?
            Foi uma vitória muito convincente pra cima do Shapovalov.
            Com o sérvio recuperando a motivação e um nível melhor de jogo, pode ser um grande espetáculo em Madri.
            Abs

    2. Luiz+Afonso

      Pelas apresentações até o momento, concordo com a ordem do William. Até RG talvez tenhamos uma outra visão.
      Nole vai ter de mostrar um pouco mais, antes de RG, para ser considerado o segundo favorito. E, claro, Nadal também vai ter de mostrar que está realmente recuperado. Do contrário, meu primeiro na lista seria o jovem Alcaraz. O garoto mostrou, em Barcelona, que não terá qualquer dificuldade em disputar partidas de cinco sets.

  25. Luiz Fernando

    Pitacos sobre Madri: 1) a despeito da manchete do site, é difícil acreditar q o sempre instável Monfils possa vencer Djoko, meu palpite é vitória do sérvio; 2) Murray sempre foi um craque, suas conquistas são inferiores as suas inegáveis qualidades como tenista, por isso mesmo uma vitória sem ter o serviço quebrado frente ao Thiem não foi surpresa, em especial num momento em q o austríaco está longe de sua melhor forma (a bem da verdade, se estivesse seria favorito contra Andy); 3) por outro lado, o canadense mimado deve ser um adversário duro p o britânico, me parece até ter um certo favoritismo, mas esse rapaz é de uma instabilidade ímpar, ou seja, tudo pode acontecer; 4) quarta tem Rafa, vamos ver como se porta…

  26. Bartolomeu

    Às vezes, gosto de fazer o seguinte exercício de imaginação. Todos os tenistas da história na melhor forma física que já apresentam, disputando uma temporada. Arrisco um palpite de como seria:

    Australian Open: o campeão seria o Djokovic, com Federer de vice. Completando os semifinalistas: Agassi e Sampras.

    Roland Garros: maior barbada de todas. Nadal seria o campeão e Borg ficaria com o vice. Tenho algumas dúvidas sobre os semifinalistas, pois tem muita gente boa (Lendl, Kuerten, Willander). Imagino que o Federer cairia nas quartas, assim como o Djokovic.

    Wimbledon: o campeão seria o Federer e Sampras ficaria com o vice, reeditando o confronto que tiveram, salvo engano, em 2001. Borg e Djokovic nas semifinais.

    USA Open: o mais parelho de todos os slams. Acredito que o Federer seria o campeão e Sampras ficaria com o vice. Completando os semifinalistas: Connors e Nadal

    Finals: Federer derrota Djokovic.

    É lógico, tudo é meramente especulativo. Vale como exercício de imaginação e, para alguns, de provocação.

    1. Paulo Sérgio

      Federer perdeu 2 finais para Djoko no finals e 3 em Wimbledon. O verdadeiro rei de Wimbledon é Sampras.

      1. Paulo Almeida

        E só não perdeu a terceira final no Finals porque fugiu em 2014.

        Verdadeira final de Wimbledon: Djokovic X Sampras, os donos da relva inglesa.

        US Open: Sampras x Djokovic/Nadal.

        1. Gildokson

          O dono da relva é o homem que mais vezes chegou ao último domingo do torneio, 12 finais no templo sagrado do tênis. Não adianta, por enquanto é talvez para sempre Federer é o MAIOR campeão de Wimbledon independente dos vices para Nadal e Djokovic. FATO, e você uma pessoa tão apegada aos fatos não pode ignorar isso.
          Viva ao rei da grama!!! E viva ao maior campeão do Finals!!!

          1. Paulo Sérgio

            Sou apegado aos fatos mesmo. E minha armadilha deu certo? Viu que você utilizou estatísticas para justificar sua opinião? Bom, agora vamos chegar em um acordo. Djoko é melhor porque tem 62 títulos e Federer “apenas” 54. Não é isso? Ou os números só importam quando convém?

        2. Sérgio Ribeiro

          Impressionante tua cara de pau em falar de fuga , de alguém que ao contrário do Sérvio, jamais abandonou uma partida .E como sempre omitindo os fatos . O Craque Suíço vinha de vitoria em Sets diretos no MASTERS 1000 de Xangai pra cima do milongueiro. Largaria uma FINAL do milionário Torneio , onde ainda é o recordista , porque ??? . Chegou lesionado nas Costas e foi varrido da quadra na semana seguinte por Monfils na Copa Davis . Os Paulinhos fazem uma bela dupla de recalcados kkkkkk. Abs !

          1. Paulo Almeida

            Mas aí é que está: deu W/O pra não ter que abandonar ou levar 6-1 e 6-0 como o Nishikori no dia anterior, rs. Isso assumindo que estava mesmo lesionado, o que não o impediu de avançar até a final.

            Xangai foi em outubro e o Finals em novembro.

            Sem choro!

          2. Sérgio Ribeiro

            Ele não tinha condições de jogo e o SR sabe disso . Dores nas costas é algo que sempre afetou grandes sacadores . Deves ter visto que entre abandonar e tomar um Pneu de Hurcatz , não pensou duas vezes . Mesmo sendo no quintal de sua casa quando já aos 38 , mandou 103 WINNERS pra cima do Sérvio . Jamais ” fujiria ” de uma FINAL do Quinto SLAM . Abs!

      2. Sérgio Ribeiro

        Acho que já matei quem é o ” Paulinho ” . Como podes ter sido deletado por rixa antiga se és novato ????. Não enganas mais ninguém , parceiro. Roger Federer é OCTACAMPEAO de WIMBLEDON , e Pete Sampras , HEPTACAMPEÃO. O primeiro tem 19 Títulos na GRAMA SAGRADA , e o segundo DEZ . Depois , somente lá no Sítio e no Grupinho da Whats . Abs!

        1. Gildokson

          Vou responder o Paulo Sérgio aqui pra não levar essa brincadeira lá pra cima. Rsrsrs
          Paulo Sérgio, até onde eu sei o Federer é detentor de nada mais nada menos que 103 Títulos como tenista profissional. Esse papinho de querer contar só big titles é usado por vcs e só pq é uma estatística que lhes convém. Tá vendo… kkkkkkkkk

          1. Paulo Sérgio

            Se vc acha atp 250 mais importante do que masters 1000, aí a coisa complica. Acho que o termo “Big Titles” fala, por si só.
            Muita esperteza querer colocar no mesmo patamar atp 250, masters 1000, finals, slams e atp 500. Isso é o que restou para vocês. É feio ter 9 masters 1000 a menos, não é?
            Outra coisa: Federer também não tem recorde de títulos.

          2. Paulo Sérgio

            Adicionalmente: pela sua lógica os atp’s 250 são mais difíceis para Djoko, que ganhou apenas 50% do total desses torneios disputados em 2021, do que os slams (ele ganhou 75% dos majors disputados em 2021). Kkkkk

        2. Sérgio Ribeiro

          Paulinho , acredito que não saibas que Pete Sampras possui apenas 11 MASTERS 1000 . Isso não o impediu de ganhar de Borg e Laver como o “ goat “ de sua época, numa eleição aberta que pelo visto , também não deves saber . A ATP resolveu chamar de Big Titles , o que lhe convém . Com Zero na Grama , é óbvio que teu critério não servirá pra definir “ goat “ algum . Abs!

          1. Paulo Sérgio

            Opinião é menos importante do que o teste de fogo da realidade.
            Com base na lógica de vocês os campeonatos estaduais têm a mesma importância que a Libertadores e o campeonato brasileiro hoje em dia.

    2. José Yoh

      Iria depender muito mais da velocidade das quadras, tipo de raquete, bolas, enfim da época em que eles iriam jogar.
      Abs

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que não poderia ter chance maior, mas não o vejo jogando tão bem no momento. Deu uma queda quando foi para o saibro e acho que só mesmo se Djokovic jogar mal. Mas vou torcer pelo francês. Essa ‘freguesia’ é cruel.

    2. JAN DIAS

      Tb não confio no MONFILS… 🇫🇷

      Se ele jogar com um pouco + de foco (e com poucos ENF’s), talvez tenhamos um jogo competitivo…

  27. Maurício Luís *

    Interessante que na contramão da tendência atual – tenistas cada vez + altos – começam a aparecer no Top 100 mais uns “pontos fora da curva”. O canhoto Yoshihito Nishioka e agora o ascendente ‘hermano’ Sebastian Baez, além do combativo e já bem conhecido Dieguito. Não sei se é coincidência, ou se o argentino 15 do mundo está encorajando a jogar tênis os mais baixos…
    Se formos considerar o povão em geral, é bem + comum encontrar indivíduos de 1,70 m do que de 2m de altura. Então talvez seja uma questão de maioria numérica, mesmo.

  28. Maurício Luís *

    Boa tarde, Dalcim. Sendo o Tiago Monteiro 103 do ranking e considerando que o Federer não vai a RG e nem todos os Top 100 vão… será que ele já não pode se considerar classificado?

    1. José Nilton Dalcim

      A lista dos que entram direto já saiu, Maurício, e foi baseada no dia 11 de abril conforme a regra. E infelizmente ele ficou de fora (era 116) e terá de jogar o quali. A boa notícia é que ele pode ser um dos quatro principais cabeças.

  29. Vitor Hugo

    Não sei se é rizivel ou estupidez torcer pra quem agride juízes, xinga pegadores de bola, visita ditadores, organiza torneios pondo em risco a vida de pessoas e tenta entrar ilegalmente em um país, falsificando documentos e etc.

  30. sandra

    Dalcim, vejo tanto você elogiando o Alcaraz, você acha ele melhor que Tsitsipas, Zeverev, Medvedev ? E não sei escrever o nome dele , o dinamarquês e o norueguês?

    1. José Nilton Dalcim

      Tecnicamente, é melhor que todos. E por enquanto mostra que emocionalmente é muito forte. Claro que ainda não em resultados. mas não me surpreenderia se ele ganhasse um Slam antes do Tsitsipas e do Zverev.

      1. William fenelon

        Dalcim, a impressão que eu tenho é que o Alcaraz foi mto mais bem trabalhado mentalmente, não me parece que vai ter a dificuldade que o Zverev e o Tsisipas tem ao enfrentar adversidades e frustrações, e parece ser trabalhador e focado acima da média, algo que tbm falta em alguns nomes da nova geração.

        1. José Nilton Dalcim

          Concordo plenamente, William, e acho que isso tem muito a ver com a base. Zverev e Tsitsipas não desgarraram do pai.

          1. William fenelon

            A figura paterna em alguns casos é positiva aos atletas, mas em tantos outros é péssima, o pai do Tsisipas é terrível, do Neymar tbm aparentemente

  31. Vitor Hugo

    Isner fez 30 aces hoje em um jogo que durou 2 sets, no saibro, o que mostra que a quadra em Madri está bem mais veloz que muitas hards por aí.

    1. Sérgio Ribeiro

      Não tenha dúvidas , Vitor . Da gosto ver uma partida neste Saibro veloz , onde Rafa também se superou . Varreu ALCARAZ da quadra na última edição, mas Zverev foi quem levou o Caneco. Precisará estar 100 % pra levar de cara . A conferir. Abs!

  32. Willian Rodrigues

    Em resposta à postagem do Marcelo Costa na pasta anterior. Se me permite, Dalcim…
    Como se trata de assunto importante, e a discussão evoluiu para algo mais útil e não apenas mesquinharias, fiz questão de responder aqui prezado.
    Conforme declarei na postagem anterior, sou plenamente favorável e acho mais do que justa a criação das cotas sociais para concursos públicos, incluindo aqueles para ingresso nas universidades públicas. PRINCÍPIO DA EQUIDADE…
    De fato, tenho conhecimento sobre o veto ao artigo 2º da Lei de Cotas de 2012, que dispunha sobre a reserva de um percentual das vagas exclusivamente para pretos, pardos e indígenas (cotas “raciais”). De acordo com o que ficou posteriormente estabelecido, todos os inscritos em condições socioeconômicas desfavoráveis competem por determinado percentual das vagas, não importando sua etnia.
    O que pergunto é o seguinte: Por que se estabelecer um novo estrato? Por que motivo deveriam os indivíduos pretos, pardos e indígenas competirem apenas entre si, uma vez que todos são oriundos de escolas públicas, em condições desfavoráveis, assim como “brancos” pobres? Isso não seria uma forma de se colocar afrodescendentes e indígenas em uma condição de inferioridade que não existe…?
    Consciente de que há uma dívida social histórica devido à vergonhosíssima escravidão de povos africanos nas américas…
    Mas, realmente fico em dúvida se esse viés fortemente ideológico deveria prevalecer em tomadas de decisão tão importantes como essa.
    Eu oscilo um pouco nesse aspecto, entende? Foi apenas isso que eu quis expressar na postagem da pasta anterior.
    Abs

    1. Periferia

      A William…

      Aproveitando o assunto e colocando mais dados…

      Menos de 10% de todos os alunos das 20 melhores escolas privadas do Brasil são negros .

      Alguns exemplos…

      Colégio Santo Agostinho no Rio de Janeiro….mensalidade do 3° ano do ensino médio…4.322,69
      (Percentual de negros e pardos…1%)

      Escola Eleva com mensalidade 5.486,00
      (Percentual de 1% negros e pardos)

      Colégio São Bento com mensalidade 4.396,00
      (Percentual de negros e pardos 3%)

      Colégio Mobile com mensalidade de 4.675,00
      (Percentual de negros e pardos 1%)

      Colégio Vértice com mensalidade de 5.844,00
      (Percentual de negros e pardos 1%).

      Qual a possibilidade de um aluno negro do ensino público competir com alunos que representa uma parcela privilegiada de nossa sociedade??
      Lembrando que mais de 80% dos alunos no Brasil estudam em escolas públicas.
      Lembrando que quase 60% da população é negra ou parda.
      Lembrando que esses alunos privilegiados…representa 10% de nossa população.
      Sem cotas…as vagas das melhores universidades continuaria sendo conquistada por candidatos mais abastados (ricos).
      A lei não é perfeita…necessitaria de algumas mudanças…mas enquanto não se consegue qualificar o ensino público…o Brasil precisa das cotas…qualquer tipo delas…para qualquer segmento discriminado de nossa sociedade.

      (Lembro aqui que nossa gloriosa USP…em 2021 terá 51,7% de alunos matriculados vindos de escolas públicas…ainda teremos BMW e Land Rover estacionadas (os carros representam a hipocrisia de uma camada privilegiada da sociedade)…mas aos poucos…a democracia (essa palavra no Brasil é uma piada…mas vai ela) da educação vai acontecendo.

      Um dia não vamos precisar de cotas…de nenhum tipo…mas e quanto esse dia não vem (parece que nunca virá)…vamos pelejando (não tá morto quem peleja)

      Abs

      1. Periferia

        ***”Lembro aqui que nossa gloriosa USP…em 2021 TEVE 51,7% de alunos matriculados vindos de escolas públicas

      2. Marcelo+Costa

        Matriculando meu filho na federal que ele passou, ( cotista com orgulho ) encontrei dois jovens negros juntos, ali totalmente vislumbrados, perdidos e orgulhosos, muito curioso que sou, perguntei de onde eles eram, e o mais velho, logo disse: ” somos de Parelheiros , zona sul de SP, conhece?”. Eu sou Paulista, conheço o bairro, não como este bairro mereceria meu conhecimento, mas sim sei das necessidades. Então eu soltei um palavrão, e disse que o irmão mais novo havia “pulado ” o muro da comunidade, para enfim cursar entre aqueles que tem só portas abertas, vi uma mãe faxineira com seu filho, vi um jovem do norte de minas, vi jovens brancos do Rio Grande do Sul, todos cotistas.
        Isso resolve o problema do gigantesco hiato na educação? Óbvio que não, pois, dos 2,5 milhões de inscritos, isso com a enorme queda de jovens que abriram mão do futuro, pra sobreviver neste sombrio presente, mas vi alguns mundos sendo mudados, pois, os filhos de pedreiros domésticas, serviçais, podem ter filhos engenheiros, médicos, arquitetos, advogados, e estes terão filhos formados, em um ciclo virtuoso.
        Viva a cota, eu vi , vivo e viverei sua eficácia, restrita mas eficaz lei através de meus filhos cotistas, e pasme não tiraram o lugar de ninguém, o erro é não ser universidade pública, ser usufruída por alunos oriundos de colégios particulares.

      3. José Yoh

        Periferia, vou falar de um exemplo de alguém próximo. Um amigo rico meu colocou o filho em uma uma boa escola pública, e pagou um bom cursinho por fora. O resultado é que o filho entrou em no mais concorrido curso de uma das melhores faculdades públicas através das cotas. Então está claro que é necessário algum ajuste.

        Sei também de cotistas que não poderiam ser cotistas, a maioria ricos. Sempre há um “jeitinho”. Conheço gente rica que entrou na USP só para usar o clube esportivo.

        Penso que seria melhor desmantelar algumas faculdades públicas elitistas de custo caríssimo, reduzir o custo delas em várias faculdades medianas mais fáceis de gerir/controlar e formar mais gente necessitada. Talvez repassar esses valores para faculdades públicas em forma de bolsas para carentes – estou certo que seriam muitas vagas.

        Acho mais válido do que uma USP enorme e cheia de carros caros estacionados no seu interior.
        Abs

        1. Periferia

          Olá Yoh

          O que realmente falta é um olhar melhor para o ensino básico.
          Como sempre no Brasil se começa do alto para baixo.
          Nunca vi um coletivo de qualquer segmento lutando por transformações no ensino básico…onde a evasão é enorme (quase a metade dos alunos desistem).
          Não interessa para o sistema (políticos) pessoas com bom nível educacional…seria mais difícil compra-los com um Bolsa Família…Auxílio Brasil…dentaduras ou qualquer coisa similar.
          Conhecimento é poder…muitos sabem disso…e procuram não mexer na mobília da Casagrande…para não causar agitação (até por isso vemos comparar cotas com o ranking do tênis…ou os povos eslavos para justificar algo).
          O sistema de cotas é necessário…não deveria existir…mas vivemos num país lamentável.
          Assim quando alguém fixa o olhar num jogo da NBA pensa que a população americana é de maioria negra (perto de 18%)…mas quando tira o olho da bola e olha para as pessoas no ginásio…percebem que é um país de maioria branca.
          Assim é o Brasil…um olhar numa boa escola particular….vai pensar que vive na Dinamarca…quando tira o olhar da escola….percebe que está no Brasil.
          (Alguns querem ser dinamarqueses…não vai rolar).

          Abs

          1. Henrique

            — kkkkkkkkkkkkk
            — esse “Periferia” está implicitamente com a mesma exigência anedótica que fiz há uns dias.
            — kkkkkkkkkkkkkk
            — ele quer que haja “cotas para negros nas arquibancadas”.
            — a gente morre e não vê tudo.

          2. José Yoh

            Concordo 100% Periferia. Inclusive escrevi logo abaixo sobre conhecimento = poder.
            O sistema de cotas é necessário sim para iniciar uma geração de determinadas minorias com um nível educacional (e consequentemente financeiro) melhor.

            Só alerto para alguns casos que descrevi. E receio que a quantidade de beneficiados (realmente necessitados) seja muito pequena para mudar algo no país, então a minha idéia era investir menos em qualidade e mais em quantidade. Rico não iria se interessar por faculdades medianas.
            Abraços

      4. Carlo Von Wagen

        Ouvi uma declaração bastante interessante, vindo de uma pessoa pública, fizebdo mais ou menos o seguinte:
        – Essas medidas paliativas (importantísimas por sinal. Elas devem ser fomentadas e ampliadas, não só baseado na origem racial, na minha opinião), criadas para fomentar a redução do abismo que temos entre as classes sociais no Brasil, não deveria nos cegar para a realidade que é: “Nâo há educação de qualidade para todos”. A função dos governos, no Brasil, não eatá sendo cumprida integralmente, seja na esfera munic., estadual ou federal. A lógica de tal raciocínio era: “Se o investimento estivesse sendo feito corretamente, os sistemas de cotas jamais seria necessário”.

        Então, sistema de cotas SIM. Mas também deveríamos abrir os olhos, votar melhor, ter mais conhecimento sobre a máquina administrativa, fiscalizar melhor nossos governantes, e lutar para um plano de educaçáo que permitisse ao país extinguir o sistema de cotas em 10/20 anos.

        Nosso problema continua sendo a educação de base, que não consegue mais concorrer com sistemas viciantes, como TV (streaming) e internet.

        1. José Yoh

          No ensino fundamental já escutava uma professora defendendo não aderir a uma greve, porque ela achava que isso era justamente o que o governo queria: que a população não tivesse educação suficiente para ter o senso crítico necessário para fiscalizar e protestar contra governos corruptos ou opressores. E até hoje percebemos que o investimento em educação não é bem utilizado de propósito, quanto mais gado melhor.

          Abs

    2. Marcelo+Costa

      Sabe porque, deve haver cotas distintas para negros? Um aluno branco pobre, vestido de forma ” razoável “, não tem nenhuma porta fechada, não é parado, ou as balas perdidas os encontra.
      Eu não sei como é essa realidade, mas impossível negar os fatos, você é capaz?

    3. André Eduardo

      “Consciente de que há uma dívida social histórica devido à vergonhosíssima escravidão de povos africanos nas américas…”

      Caro Willian,

      Como é que pessoas que nunca foram escravizadas podem exigir de pessoas que nunca escravizaram ninguém uma suposta “dívida histórica”? Ademais, houve escravidão muito antes que a do período americano. Até quando retroage a “dívida histórica”? Quem define isso?

      Os eslavos, povos do Leste Europeu dos quais descendem os poloneses, russos, tchecos e vários outros, foram escravizados em massa na Idade Média. A “dívida histórica” será estendida a eles também?

      Sou a favor de cotas para casos específicos, mas a tal “dívida histórica” para mim não passa de mera ideologia para sinalizar virtude.

      1. Willian Rodrigues

        Caro André Eduardo,
        Essa “dívida histórica” a que me referi persistirá por muito tempo ainda, e pertence sim a todos que, de algum modo, usufruem dessa vantagem social.
        Disso, não tenho dúvidas! É mais ou menos como afirmar que existiriam alguns poucos “ricos”, sem que houvesse muitos “pobres”…
        Realmente, há argumentos que não podem ser refutados, como bem colocou os foristas Marcelo Costa e Periferia. Alguns números são muito marcantes…

        Minha única filha, recentemente, foi aprovada no vestibular de uma boa universidade pública, em um dos cursos mais concorridos.
        Como pai, fiquei muito feliz por sua grande conquista. Não propriamente orgulhoso, uma vez que o mérito é absolutamente dela.
        MAS, desde sempre, tive o cuidado de fazê-la refletir a respeito dos ENORMES privilégios de que ela dispôs desde o início de seu desenvolvimento.
        Para que ela mantivesse, por assim dizer, os “pés no chão”. Cultivasse a humildade…
        Estudou em escolas particulares de ótimo nível, fez 2.345 cursos e atividades extracurriculares, foi muito estimulada em casa, acessou tecnologias, etc., etc., etc., etc.
        Se ela tivesse que concorrer com outros 2 milhões de jovens em pé de igualdade, provavelmente ela não lograria o mesmo êxito.
        No mínimo, demoraria um pouco mais para conquistar aquela vaga. Ela reconhece… E os familiares também…
        Estou certo de que se não houvesse tantas discrepâncias, alguns de nós aqui (sou um desses) seria obrigado a desenvolver atividades bem mais simples.
        Bom trocar ideias e refletir
        Abraços a todos

  33. Willian Rodrigues

    Não acessei o blog nos dois últimos dias.
    Mesmo com algum atraso, vale a pena ressaltar o excelente nível do jogo entre Kecmanovic x Zandschulp! Partida excepcional, ao menos a meu ver.
    Destaque também para os títulos de Rune (19 anos) e Baez (20). Alguns dos potenciais futuros rivais de Sinner e Alacaraz . Tenho grandes expectativas…

    Porém, o mais especial foi assistir ao avassalador retorno ao bom nível de Bianca Andreescu!
    Talvez esta canadense seja a tenista em melhores condições de rivalizar com Iga Swiatek em todos os pisos. Concorda Dalcim??
    Digo isso, porque Osaka é um pouco mais limitada no saibro… E a melhor de todas, Barty, infelizmente “ficou com Deus”.

  34. Paulo F.

    Posso responder ao Edval Cardoso?
    – Novak Djokovic, sem dúvida alguma.
    O melhor jogador “All Courts” que o tênis já viu.
    Federer no saibro é risível e de sentir pena.
    E, entre Nadal nos pisos duros e grama e Novak no saibro, todos sabemos do quanto o sérvio é gigantesco no saibro também e do quanto Rafa um pouco inferior (comparado ao restante do Big-3, que fique bem claro) nos outros pisos.

    1. José Nilton Dalcim

      Federer no saibro é risível? Dá uma olhadinha no quadro de campeões e vices de Roland Garros, Paulo. Vai ter uma surpresa.

      1. Paulo F.

        Para quem sempre foi o candidato ao maior de todos, eu acho, Dalcim.
        Sequer foi uma ameaça ao Nadal justamente aí onde tu citastes.
        Atlético de Madrid também tem uma caçamba de vices em Champions League.
        E?

        1. José Nilton Dalcim

          Entendi, vice não vale nada. E torna Federer ‘péssimo sobre o saibro”. Ah, não dá, né? Se você disset que ele é fraco se comparado ao Nadal no saibro, aí eu posso até te aceitar.

          1. Paulo F.

            Exato, quis dizer nessa proprocionalidade.
            Comparado ao próprio Nadal e ao próprio Novak.
            Vamos combinar que os resultados do Federer no saibro são decepcionantes se temos que considerar que estamos falando de um dos grandes postulantes como o maior jogador de tênis de todos os tempos.

          2. José Nilton Dalcim

            Estão longe de ser decepcionantes se vc considerar que ele encarou toda a fase áurea do Nadal no saibro.

          3. Luiz Fabriciano

            O que o Paulo F. fez foi responder a uma questão onde o questionador a elaborou colocando apenas os três na disputa e a possibilidade dela ocorrer no saibro. Se assim fosse, tal qual os reais resultados entre Federer e Nadal, quem optasse pelo primeiro, talvez tivesse que abrir mão de sua vida.

          4. Vitor

            Dalcim admiro a sua capacidade de ler absurdos como “Federer risível” e responder sempre com inteligência. No final o cara falou q não falou o que disse e bola para frente, vai entender.

        2. Vitor Hugo

          Federer não é o candidato ao maior de todos, é o maior de todos! Melhor que Novak mas hards e muito melhor na grama.

          1. Paulo Sérgio

            Não foi você que falou em meritocracia ao criticar as cotas? Como alguém é melhor na grama e perdeu 3 finais de Wimbledon para o próprio Djokovic. Melhor nas hards? Kkkkk. Lembrando que o placar é de 13 a 6 em finais para o sérvio. Quanto mérito envolvido em sua escolha do melhor de todos!
            Ops: no saibro tá 2 a 1 para Djoko em RG.

          2. Vitor Hugo

            Novak só ganhou de Federer em WB com o suíço com mais de 32 e longe do auge. Simples assim. Meritocracia? Procure saber quantos títulos os dois tem na grama e depois vem me dizer..

          3. Paulo Sérgio

            V.H

            Chega a ser risível sua desculpa de idade. Federer tinha vantagem de 16 a 1 em títulos de slams no final de 2010. O fato é que toda tecnologia e medicina disponível para Djoko sempre esteve à disposição de Federer. No entanto, este foi surrado por Djoko até o sérvio igualar em número de slams e colocar vantagem de 8 big titles a mais (62 a 54).
            Agora pense na comparação entre negros e brancos. A disparidade econômica torna ridículo o discurso da meritocracia que você defende. O que mais me intriga é você arranjar desculpas para justificar a freguesia de seu ídolo querido. Por que não fala em meritocracia de Djoko também que surrou Federer 3 vezes em Wimbledon?

        3. Daniel+C

          Federer risível no saibro kkkkkk. Não me surpreende, dá pra esperar qualquer atrocidade dessa turminha aí.

          O recalque é tão grande de torcerem para um jogador que se revelou antivax, agressor de juízes e boleiros e que sempre tem torcida contra quando enfrenta a maioria dos jogadores do circuito, que deixam transparecer em comentários pra lá de exagerados, toda a raiva que sentem do suíço ou de seus torcedores kkkkkk.

      2. Vitor

        Desmerecer o Federer no saibro realmente é o que eles mais fazem. Mas melhor ler isso que ser cego.

    2. Sérgio Ribeiro

      Impressionante como não gostas mesmo do Esporte . E já que tao somente se prendes em h2h , ao menos sabes quem acabou com uma incrível invencibilidade de 42 partidas do atual N1 do Mundo , justamente no Saibro de RG ? . E jogou 8 com o mesmo e venceu 4 também nesta superfície ? . Na boa , todos sabem que Roger Federer com 5 FINAIS em Paris, está longe de ser risível como afirma o ” Nobre ” expert rsrs. Abs!

    3. William fenelon

      Federer é tão ruim no Saibro que se o Nadal não existisse seria tetra ou pentacampeão em RG, o brasileiro tem que parar de ver mérito só no campeão

      1. Sérgio Ribeiro

        Desista , caro Willian. Este rapaz demonstra mais acima, o seu total desconhecimento sobre este maravilhoso Esporte . Não tem noção nem o que representa 5 FINAIS de SLAM . Seus argumentos beiram ao ridículo… rs . Abs!

        1. William fenelon

          Sim, mas é um erro relativamente comum no mundo do esporte, no tênis em geral até é usado o termo ” fulano de tal, finalista de RG ano tal” muitas vezes pra ilustrar a qualidade de determinado jogador, mas já comentarista de outros esportes falando por exemplo que 6 finais e 6 títulos são melhores do 10 finais e 6 títulos o que acho um absurdo, claro que um título vale MUITO mais do que vários vices, mas o vice tem valor sim, principalmente em determinados contextos, como é o caso do Federer em RG, ou do próprio Murray no AO, ou quer dizer que se o Murray não tivesse vencido nenhum GS ele seria menos do que Gáudio ou tantos outros com filho único dos slams??

        2. José Yoh

          Especialmente se o campeão foi Nadal e o torneio foi RG. Para mim é o mesmo que ser campeão já que ele não deveria concorrer, rs.
          Abs

    4. Carlo V. W.

      Olá, Paulo F.

      E o que vc gostaria de fazer com relação ao “fato” do Federrr ser “risível”no saibro:
      – Vc acha que encaixando ele no sistema de cotas para afro-descendentes poderia ter melhorado a situação dele em algo? Lembre-se que a mãe dele é sul-africana…

    5. Gildokson

      Quando leio que Federer no saibro é risível e logo em seguida lembro que nos dois últimos RG que ele disputou já capengando, em um chegou à semi perdendo para o Nadal e no outro abandonou o torneio sem perder, eu fico confuso. Se ele é risível, tirando Nadal e Djokovic os outros são o que?? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    6. Carlos Reis

      kkkk Risível? Não disse que esse povo é esquisito… Assista a semi de RG/2011 entre o ruinzão Federer e o bonzão Djokovic. O ruinzão conseguiu quebrar a série invicta do bonzão, que já durava 41 partidas. Lamentavelmente perdeu a final para o Nadal. Em 2019 o Federer já “velho” chegou a semi de RG de novo, e perdeu porque o adversário era o rei absoluto do saibro, Rafael Nadal. Djokovic venceu mais no saibro do que o Federer, Ok, mas dizer que o cara é risível no saibro é uma piada de muito mal gosto. Se o Federer é risível, os outros são o quê!?

    7. Paulo F.

      – Federer, o tão propalado GOAT por critério de simpatia, possui UNZINHO RG sem NUNCA ter derrotado o mito Nadal por lá.
      – Nunca ganhou Roma.
      – Nunca ganhou Monte Carlo.

      1. José Yoh

        owww Paulo.

        Niniguém está falando de GOAT (e muito menos de simpatia) por aqui… Só estamos rindo porque você disse que Federer era risível no saibro e tem mil argumentos acima para mostrar que não é. Inclusive o H2H com o sérvio, bem apontado pelo Sérgio.

        E se vc ver a lista de vencedores em RG, tirando Nadal, Borg, Lendl, Willander e Guga, ninguém ganhou mais de 2 títulos lá. Seu favorito mesmo só ganhou dois. Um já está de bom tamanho, na era Nadal.
        Abs

      2. Carlo Ovado Wagen

        Não Paulo F. É que o RG do Federer vale mais. Ele é afro deacendente se beneficia do siatema de cotas que o Periferia prega…

  35. Daniel+C

    Não conhecia esse Baez, mas muito bom ver um novo argentino surgindo com potencial. E esse cara é jovem, tem tudo pra fazer uma carreira legal.

    Já a final de Munich, foi uma pena a forma como o jogo terminou. Do lado do holandês, deve frustrante se retirar na primeira final de ATP. Mas em todo caso o Rune merecia muito o título, jogou muito bem a semana toda, despachando o Zverev com facilidade no caminho. E acabou de completar 19 anos. Será um dos rivais do Alcaraz? Rs. Só sei que Zverev, Tsitsipas e Medvedev estão arrumando cada vez mais adversários no curto e médio prazo rsrs.

    Tomara que seja um ano imprevisível com campeões diferentes, incluindo nos GS. A mesmice dos Big perdeu a graça. E ninguém aguenta mais o antivaxx na ponta do ranking, exceto seus poucos torcedores.

    1. Sérgio Ribeiro

      Então , caro Daniel. Mas quem furou o Pneu do Holandês na Semi o levando a TRES horas de jogo ? . Ele mesmo , o garoto Kecmanovic rs. Abs!

    2. Paulo Almeida

      Não bastou quebrar o recorde de semanas como número 1, mas colocar 1 ano e 6 semanas de vantagem sobre o rei da entressafra. Eita agonia que não acaba, rs!

      1. Sérgio Ribeiro

        Incrível como o Piloto e seu comandado ( P.F. ) , não perceberam que denegrir a carreira de outros Tenistas , já cansou até a maioria dos membros da Kombi rs. Grande parte já pulou fora do barco sem rumo . Na boa , P. A. , já deu . Muda o tom e abra o olho com os Espanhóis rsrs. A verdadeira agonia é ver o cara não jogando nada desde o atropelo do USOPEN. Nos três Torneios disputados em 2022 , somente passou vergonha. Será que todos estão com o mesmo problema ???… Abs!

        1. Paulo Almeida

          E mais uma indignação seletiva do Sr. SR. Só rindo mesmo! A nação nolista continua praticamente intacta, enquanto vários fregueses largaram o barco depois de Wimby 2019 ou AO 2020 no máximo.

          Você estava hibernando no Masters de Paris e no Finals? Ali o Craque jogou um absurdo.

          Esse ano realmente a coisa não está legal, mas já houve uma evolução técnica no último torneio; falta o lado físico agora. Não passou vergonha: jogou bem contra Kecmanovic e Khachanov e enquanto aguentou contra o Rublev.

          Calma que sua agonia deve acabar em breve, mas já com pelo menos essa vantagem estratosférica de 58 semanas a mais.

          Abs!

          1. Luiz Fabriciano

            Indignação seletiva ter ser causada pelo mesmo vírus que causa a mononucleose seletiva.
            Acertei?

  36. Vinícius Benedito custódio

    Dalcim não tô acompanhando o circuito e as notícias em geral nesses últimos 2 meses, como tá situação do Djokovic sobre jogar RG e Wimbledon sem ter tomado a vacina?em RG estavam falando que iria obrigar quem quisesse jogar, se não tomasse, não jogava e Wimbledon acho que a mesma linha
    E os torneios nos EUA já aconteceu isso
    Como tá todo esse imbróglio?eu pergunto pq eu sei que o Djokovic provavelmente não vai tomar a vacina.

    1. José Nilton Dalcim

      Os países europeus já não impõem mais o passaporte vacinal, portanto ele está liberado para jogar em Roma, Paris e Londres no momento, Vinicius. Os EUA seguem o mesmo caminho, portanto não deve haver novas restrições aos não vacinados se a situação internacional se mantiver (ou, tomara, melhorar) como está.

  37. Thiago+Silva

    Não tenho pena do Becker não, gastou tem que pagar, lá ainda bem as leis funcionam direito, aqui era só esperar 5 anos que a dívida “caduca” e quem vendeu que se lasque com o prejuízo.

  38. Sérgio Ribeiro

    David Ferrer resolveu disputar um Tie-Break com um garoto de 14 anos numa Academia e a vera . Ainda na ativa, por pouco não perdeu , e ficou impressionado com o jogo de pernas do molequinho e suas pancadas para a idade . O professor mandou : “ acreditas que ele possa ser teu sucessor ? “ . “ Como assim ? Ele vai ser muito melhor que eu , só espero que não o comparem a Rafa antes da hora “ . Fonte : Eurosport. Com os Titios como estes : Ferrer , Ferrero e Nadal , com certeza iremos ouvir falar muito deste moleque nos próximos 20 anos … rs . Abs !

  39. Luiz Afonso

    Fiquei com uma dúvida no jogo entre Tiafoe x Korda.
    Num golpe do Korda a bola bateu na fita da rede e passou para a quadra adversária quicando no aparelho fixo, que serve apenas para registrar se o saque bate na fita, e depois quicou fora.
    No primeiro momento entendi que Tiafoe não tinha nenhuma razão em reclamar, visto que sobre o aparelho há inclusive uma marcação que dá continuidade a linha da quadra.
    Porém, revendo melhor, não deixa de ser um objeto estático tal qual o poste de simples. Não se trata do piso da quadra efetivamente falando. E no caso do poste de simples, mesmo que a bola esteja indo para fora, se bater no poste de simples e voltar para dentro da quadra, o que vale é o quique no piso.
    Por que em se tratando do aparelho que registra o toque na fita é aplicado uma regra diversa? Por que ele também não é considerado um objeto neutro?
    Em tempo: o árbitro considerou bola dentro.

    1. Luiz Afonso

      Na verdade é uma base que segura e mantém esticada a parte inferior da rede. Mais um motivo para se equiparar ao poste de rede.

    2. José Nilton Dalcim

      Não vi o lance, Luiz, mas o que determina a bola boa ou fora é sempre o quique final. O poste de simples determina o limite da quadra e se a bola tocar bela ou na fita que vai até ele, o lance deve continuar. Se a bola tocar na fita depois do pau de simples ou no poste de duplas, aí a bola é fora.

      1. Luiz Afonso

        Sim, Dalcim, obrigado por responder. A regra do poste de simples, ou do poste de duplas no jogo de simples eu conheço.
        É que eu não me expressei direito. Percebi que em alguns torneios, quando se joga simples com a rede de duplas, além do pau de simples existe também uma base presa ao chão e à rede, que deve ter uma altura de cerca de 15 cm (arriscando aqui um palpite), que acredito servir para manter a base da rede esticada. Na minha opinião, tal como ocorre com o poste de simples, o tratamento para a bola que toca nesse objeto, ou seja na citada base, deveria ser o mesmo tratamento que se dá para a bola que toca no poste de simples, no jogo de simples, ou mesmo da bola que toca na fita.
        Contudo, o árbitro considerou o toque da bolinha nessa base como já sendo um toque no piso da quadra. Foi um lance bastante inusitado e, confesso, foi a primeira vez que vi acontecer. Como há uma pintura de linha nesse objeto, delimitando se o toque foi fora ou dentro, creio que a regra seja clara no sentido de que o objeto seja uma projeção do piso. Mas, na minha humilde opinião, já que ele deve ter ao menos uns 15 cm de altura, ele deveria ter o mesmo tratamento que tem a fita da rede ou o poste de simples.
        No início eu não entendi o porquê da reclamação do Tiafoe. Porém, depois percebi que ele supôs que o toque da bolinha na base não contava, e como a bola após tocar na base foi para fora ele queria o ponto para ele. A dúvida realmente tinha algum sentido.

  40. Alexandre

    Dalcim,
    Nadal, Alcaraz ou Nole…em quem vc apostaria todas as suas fichas para estar na final em Madri???
    Abraços!!!!

    1. José Nilton Dalcim

      Alcaraz terá de passar antes pelo Nadal, ao que tudo indica, então eu apostaria nele.

      1. Alexandre

        Apenas pelo que acompanho como um simples telespectador que muito gosta desse esporte, acho que esse garoto Alcaraz vai assombrar o circuito e fazer coisas extraordinárias…o menino tem técnica apurada e principalmente muito “sangue nos olhos” para lutar até a última bola!!!…vamos ver.

        1. José Nilton Dalcim

          Eu também tenho ótimas expectativas sobre ele, Alexandre. Ele joga de forma muito plástica, tem ótimo comportamento em quadra e isso sem dúvida ajudará muito o tênis.

  41. Daniel+C

    No saibro o Nadal se sente muito à vontade. Acho que ele recuperará o ritmo rapidamente, com apenas uns 3 a 5 jogos. Voltando aos poucos e sem fazer nenhuma loucura, tem tudo pra ir recuperando a confiança e aí em RG, pra mim será o favorito novamente. Acho que as maiores ameaças para o Big2 na temporada de saibro se chamam Alcaraz e Tsitsipas, o que acho bem pouco. Não sei se o Zverev irá conseguir muita coisa, considerando a fase tenebrosa que atravessa.

    Estava botando fé no Kecmanovic, mas ele decepcionou em Belgrado e agora em Munich. Quem sabe o Thiem não começa a jogar muito até RG? Rs. É um dos jogadores que mais tem me agradado nos últimos anos.

    Enfim, como sempre, irei torcer por campeões inéditos, mas se der Nadal de novo em RG, será merecido como sempre, e será mais um feito incrível do espanhol.

  42. Luiz Fabriciano

    Dalcim, interessante: Rafael Nadal ao dar o pontapé inicial no jogo de seu time favorito, o fez de canhota.
    E estavam aplaudindo de pé também, Ferrero e Alcaraz, da arquibancada.

    1. Thiago+Silva

      O Nadal é ambidestro. Aquela historinha de que o Tio Toni OBRIGOU ele a jogar com a mão esquerda é lorota, ele joga futebol com a perna esquerda também.

      1. Sérgio Ribeiro

        O que Titio Toni fez com o garoto que tinha facilidade com as duas mãos para o Tênis , foi induzi-lo a usar a esquerda que também é sua preferência para o futebol. Mas Rafa não tem tanta facilidade nas tarefas com a mão direita e o pé direito. O conceito de AMBIDESTRO e’ utilizar ambos com a mesma facilidade. Abs!

          1. Sérgio Ribeiro

            Com certeza, assistimos em praticamente todos os jogos e quando dá autógrafos . Mas para as demais tarefas , segundo a turma da Armada com Titio Toni incluso, não. A verdade é que o Touro jamais e’ claro quando questionado rs . Abs!

  43. Ruy Machado

    Boa tarde.
    Nesse momento, acredito que Alcaraz seja tão favorito quanto Nadal e Djokovic. Garoto está cheio de moral e joga demais! Com relação ao Touro, não dá para cravar nada até ver suas reais condições. Mas sabemos que quanto mais jogar, mais ritmo pega. Num possível jogo contra Kecmanovic, merece cuidado e atenção. O garoto é perigoso…
    Falando novamente no prodígio espanhol, ele esteve presente no Santiago Bernabeu com o Ferrero para assistir ao jogo do Real Madri. Além disso, alguém (que ele idolatra) foi dar o pontapé inicial do jogo, conforme vídeo do link abaixo…

    https://tenisbrasil.uol.com.br/noticias/95737/Nadal-e-ovacionado-por-jogadores-e-torcida-do-Real-Madrid/

  44. Eduardo

    Oi Dalcim, Alcaraz tem apresentado grande competência pra volear, inclusive com uma ótima média de pontos ganhos junto à rede. Você acredita que ele teria o voleio mais promissor dentre os que estão na ativa ? Lembrando que o próprio Federer já declarou que Nadal seria o melhor voleador do circuito… rs…

    1. José Nilton Dalcim

      Não se entendi o que você quis dizer com ‘voleio promissor’, mas se você se referiu a jogadores jovens que saibam explorar o jogo de rede acho que certamente ele é o que tem feito isso com maior constância e qualidade.

  45. Maurício Luís *

    Bom, já que tiveram a “coragem” de sugerir cotas raciais pros tenistas – complicando ainda + o já complicado sistema de pontuação do ranking – e já que é pra complicar… ” Desgraça pouca é bobagem”. O Djokovic devia entrar com recurso pedindo cota pra não vacinados.
    Daí somam-se os pontos tradicionais com os da cota racial + os da cota de não vacinados. Põe tudo numa calculadora financeira, tira a raiz quadrada e depois imprime 1 cupom pra cada tenista. Joga tudo pra cima. O que cair pra direita, é terceiro do ranking pra baixo. O que cair pra esquerda, é vice-líder. E o que ficar VOANDO, é primeiro do ranking.

    ***** DE VOLTA PARA O FUTURO – AS PRAGAS DO EGITO*****

    Em 2029, Nadalzinho Jr. chega da aula de catecismo.
    – Papai, semana que vem a professora falou que vai contar sobre as 10 pragas do Egito.
    – Ah, eu estudei também quando tinha a sua idade.
    Mas Deus não precisava se dar a tanto trabalho, não. Bastava mandar a sogra do Faraó ficar 1 mês de visita na Pirâmide, que já na primeira praga ele libertava o povo hebreu rapidinho.

    1. Henrique

      —- Maurício Luís, sua comparação está errada, pois Djokovic jamais necessitou de ser “ajudado” (adestrado) por militantes ideológicos.—- Cota em universidades e no serviço público (seja social, seja “racial”) é um disparate equiparável a se entregar vagas no topo a tenistas que só atingem a “nota de corte”. — Ou seja, a jogadores que só sabem os golpes básicos do tênis e que se enquadram no critério de renda ou “raça”. —- E ainda obrigar todo mundo a assistir. —- Abs

      1. Maurício Luís *

        Henrique, isso do Djoko sugerir cota pra não vacinados é uma ironia, acho que ficou bem claro.

  46. Luiz Fernando

    Real a um empate do titulo, Rafa dando o pontapé inicial, 2×0 no intervalo mesmo c o time reserva, será q tem chance de zebra?

  47. Heitor

    Presença ilustre! O tenista Rafael Nadal deu o pontapé inicial no Bernabeu, foi muito ovacionado e deu uma bela bicuda na bola.
    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  48. Periferia

    Pura Raça Branca

    Ainda convivemos com expressões como “pura raça branca”.
    Um dos homens mais inteligentes do século 18…Friedrich Blumenbach escreveu um livro (Das Variedades Naturais da Humanidade) onde dividia a humanidade em raças.
    Após estudar um crânio encontrado nas montanhas do Cáucaso…chegou a conclusão que aquele crânio representava o tipo perfeito do ser humano…ali havia nascido o branco “mais puro do mundo”…sem nenhuma miscigenação…a região representava o berço da humanidade.
    Durante centenas de anos a humanidade seguiu a classificado do antropólogo alemão (Hitler com entusiasmo).
    O problema é que Blumenbach estava errado.
    Sabemos hoje que o conceito de raça é uma construção social e cultural…não existe do ponto de vista genético ou biológico.
    Com o avanço da ciência e o mapeamento genético…descobrimos que temos uma ancestralidade africana.
    No fundo somos todos negros.

    (Precisamos mudar)

    1. Henrique

      —- Esse texto do “Periferia” só faz sentido se: —- 1) ele aceitar que são militantes (doentes) que usam o termo raça para distinguir seres humanos; que esses militantes são os marxistas antigos, os nazistas e os atuais “progressistas”, inclusive desses chamados “movimentos sociais”; —- 2) se ele aceitar a consequência lógica das próprias palavras, ou seja, que “todos somos brancos”.

    2. Carlo V. W.

      E estamos mudando..rs

      A vezes fico olhando uma crítica aos meus comentários… e me pergunto:

      – Como esse cidadão consrfue personificar e respo der a um fake como se estivesse respondendo a alguém que realmente existisse?

      Cheguei a concludão que ele (eu, e todos nós) creditamos no prtsonagem.

      Então, e visto que somos todos uma única espécie do ponto de vista biológico, não poderíamos começar a classificar da seguinte forma:

      – Seres humanos
      – Seres não humanos (seja uma máquina ou um personagem, ou todos aqueles com os quais vc discute e debate mas não se trata de alguém real mas de apenas uma personificação?

      1. Paulo Almeida

        Foi mais uma crítica a ter mandado três comentários seguidos, demonstrando uma necessidade de atenção enorme. Na verdade, nem reparei no conteúdo, que geralmente é ruim também.

  49. Ronildo

    https://youtu.be/CbZty5nt0SE

    Vejam que fantástico 👆

    2006, terceira rodada de Wimbledon. Andy Murray 3 a 0 sobre Andy Roddick, que já havia sido campeão lá. Venceu a partida no saque do Roddick. Neste tempo Djokovic apanhava como criança do Roddick.

    1. Ronildo

      Retificação: até 2006 Andy Roddick já havia sido 2 vezes vice de Roger Federer e seria mais uma vez em 2009. Roddick era fera na grama, mas foi completamente dominado por Murray que tinha 18/19 anos.

      1. Luiz Fabriciano

        Qual foi o placar entre Roddick e o sérvio numa olimpíadas disputada na grama e qual o comentário do americano sobre o resultado?

        1. Ronildo

          Sim, com o tempo, após 2011, depois de Djokovic ter adquirido o fantástico superfísico, ele começou a vencer também na grama. Mas a primeira vitória sobre Federer, o maior tenista de todos os tempos, foi somente em 2014 neste piso.

          1. Luiz Fabriciano

            Respondeste só uma, melhorando…
            E superfísico só faz campeão no halterofilismo. Quiçá!

        2. Sérgio Ribeiro

          Realmente Roddick, riu dele mesmo e elogiou muito a maneira como foi “ varrido “ pelo Sérvio. Achou que tinha perdido para o Campeão . Só que a seguir o Sérvio dançou em Sets diretos para Murray e Del Potro e saiu sem medalha alguma . E na Grama Sagrada. Que dureza !! rsrs. Abs!

      2. Paulo Almeida

        Outra retificação: o primeiro confronto entre ambos foi em Montréal 2007 com vitória do Djokovic.

        O fato do embrião Murray baseliner ter ganhado por 3×0 de um sacador em Wimbledon 2006 é mais uma prova da padronização de 2002. Grato pela confirmação.

    2. Alessandro Ricardo Sartori

      Nessa época Djokovic ficou alguns anos sendo o número 3 do mundo sempre atrás de Nadal e Federer…quando se pensava que o servio fosse o que tiraria um dos lugares da dupla Fedal, Murray chega ao número 2 primeiro que o servio (acho que em 2009 e pouca gente se lembra disso) deixando o servio como número 4, houve notícias na epoca que Djokovic pensava em desistir do tênis.

      1. Ronildo

        Houve um tempo em que surgiram boatos que Djokovic poderia mudar de nacionalidade para competir pela Inglaterra.

  50. Ricardo

    acho que o Nadal voltou cedo demais. Penso que não vai dar duro em Madrid. Seu objetivo maior é RG. Essas fissuras por estresse são perigosas na idade dele e pelo tênis de força que ele pratica, a cicatrização é mais lenta do que aos vinte anos. O que vc acha Dalcim?
    Quanto o djoko seria bom contratar um bom psicólogo

      1. Groff

        Excelente, Dalcim! Concordo. Será que dá pra colocar o Murray nessa turma também? (Mais porque não tenho certeza se dá pra dizer que ele está em atividade 😂. Com todo o respeito, claro.)

        1. José Nilton Dalcim

          Olha, acho que Murray caiu muito nesse quesito nesta nova fase, embora seja naturalmente um bom voleador. Se fosse incluir alguém, seria o Djoko.

  51. Miguel BsB

    Que pena o que aconteceu com o Becker…
    Vai passar mais de ano preso.
    Meu pai citava uma frase de Becker, quando eu era mais novo, não sei se ele realmente disse isso. “É incrível o quanto essa bolinha amarela me deu de dinheiro”.
    Bom, pelo jeito, ele não soube fazer bom uso desse dinheiro que a bolinha amarela lhe trouxe…

    1. Heitor

      “Que pena o que aconteceu com Becker”
      Até onde eu sei, foi ele mesmo que fez o que fez e foi condenado.
      Pelo jeito que vc escreve parece que ele foi vítima de um acidente ou de outra coisa. Mas não, ele que fez escolhas erradas…

      1. Miguel BsB

        Quando eu digo pena, é por tratar-se de um ídolo e cracaço de tênis…mas, se realmente cometeu fraudes fiscais, comprovadas na justiça, é claro que deve pagar.
        Mas ainda sim acho digno de pena…

        1. Sérgio Ribeiro

          Miguel , na boa . E’ incrível como não chegou ao ouvido sua fama de jogador inveterado . Tem mesas aqui no Brasil em que o Ex – da CBF , Ricardo Teixeira organiza , em que se perde o valor de um AP , numa só noite … Abs!

        2. Luiz Fabriciano

          Entendo o seu sentimento de pena e digo o mesmo, mas porque ele sabia das consequências que teria e mesmo assim escolheu-as.
          Pena ele não ter tido outra atitude.

    2. Maurício Luís *

      Se fosse aqui na República das bananas… perigo que ficaria preso. Aqui só pobre é que vai ver o sol nascer quadrado.

      1. Thiago+Silva

        Aqui ele virava senador igual o Romário que tava até indo preso por não pagar pensão até entrar pra política.

  52. Carlov Von Wageneskov

    O papel das instituições:
    – Como pode uma instituição como o All England Club discriminar alguém?
    – Ela teria tal poder? aAnda mais em se tratando de uma decisão com caráter discriminatório
    – E a ATP, comp Associação dos tenistas, na minha opinião, deveria procurar por seus direitos (legalmente, na justiça mesmo), para proteger seus associados.

    O que ocorre, quando alguma associação representa de qualquer natureza não atua, é que isso força o cidadão associado a se manifestat.

    Mas oras, a Russia não é exatamente uma democracia. O tenista (ou qualquer cidadão que tenham exposição), ou não se manifestar, está dentre outras coisas proteger sua integridade contra retaliações de qualquer tipo, que no caso de países autocratas pode incluir até mesmo a morte de si ou sumisso de algum parente.

    Portanto, que se querem punir, que cancelem atp na Russia e países apoiadores, ou que se cancele conrratos com apoiadores russos.

    E nao que se puna a pessoa comum, o cidadao tenista que está trabalhando.

    Ou não…?

    1. Paulo Almeida

      Belgrado Fa, você tem noção de que você se tornou o membro mais inconveniente e sem noção do Blog?

      É claro que não, só tivesse noção.

  53. Carlo Cenoura Vagem

    Djokovid: eu apostaria que a co dição que nosso ídolo mor e líder do ranking enfrenta no momento chama-se codid longa. Tenho amigos (e um irmão) que sofre com dificuldades físicas (cansaço extremo) e mentais (memória) após a segunda contaminação por covid dentre tanyos outros relatos de conhecidos mais distantes.

    Noi entanto, e caso seja isso mesmo), fico pensando o que acham os “anti-wax” do blog, já que boa parte dos torcedores do Sérvio no blog, também assumem uma posição “anti-wax”, ou seja, nem se vacinam e nem “depilam o coração”

    1. Maurício Luís *

      Os antivaxx, desatinadamente liderados pelo ‘emérito’ Carlos Reis, não se convencem porque acham que é tudo mentira. Só acreditam em coisa que vem pelo Telegram, Face e Whats… tudo repassado pela vizinha da prima da tia da cunhada da Candinha. Tipo “É verdade esse bilhete! “

  54. Carlo V. W.

    Manchetes do dia:

    “Leitores estão revoltados: Editor tece elogios a Becker e põe fogo na disputa pelo “goat”:
    – Um dos melhpres saques
    – Um dos melhores voleios
    – um dos maiores técnicos
    – Um excelente comentarista”
    – – – – –
    “Casper Ruud é a maior decepção do tênis no momento”
    – – – – –
    ” – Uma nuvem de dúvidas pairam sobre as condições de Djokovic e põem em cheque a continuaçâo de sua carreira”
    – – – – –
    “Combalido Nadal vai à Madrid no sacrifício”

    “Má fase de Zverev: Será o fim da carreira de um dos principais expoente da NextGen?”

    “Tenista ‘Karcamano’ vic é citado por envolvimento com máfia de apostas”

    “MURRAY vs THIEM: o duelo dos combalidos”

    Brincadeiras a parte, vou zerar meu ‘contador de favoritos’ e esperar a primeira e segunda rodadas para refazer a lista:
    – Madrid tem condoções de jogo bem diferentes dos torneios no daibro até agora, há vários tenistas sem condições de jogo. outros em má fase, além de alguns que claramente elevaram o nível em 2022 e podem retirar um favorito em qualquer uma das rodadas iniciais.

  55. George Beco

    Dalcim, tava pensando aqui. Talvez a única chance de Zverev ser n1 do mundo seja até Wimbledon, pois depois disso já vai ficar complicado dele defender os títulos. E não digo ser n1 nessa temporada, mas sim na vida.
    Bom, é difícil fazer essas previsões, porém me parece bem evidente que Alcaraz tá jogando o sarrafo lá pra cima. Não consigo ver ele fazendo uma temporada, a começar por essa, de menos de 10 mil pontos. E tá bem evidente que Zverev vai viver em torno dos 8000, então ele tem que aproveitar agora, já que Nadal e Djokovic jogão pouquíssimos torneios e ele está próximo dos dois primeiros.

    1. José Nilton Dalcim

      Chegar a 10 mil pontos seria difícil mesmo. Como defende 1.000 de Madri agora, teria de ganhar os dois Slam ou chegar em duas finais e ganhar Madri e Roma, por exemplo. Convenhamos que é uma tarefa extremamente difícil. No entanto, você precisa pensar que Djokovic defende 4 mil pontos só nos dois Slam e pode perder metade. Isso já reduziria a exigência de Medvedev para a casa dos 8.200 pontos, já que Medvedev defende pouco mas também está fora de ritmo e de seus pisos prediletos. Então, não é impossível.

  56. Sérgio Ribeiro

    Se printassem o que disseram Zverev e João Sousa ao perderem vergonhosamente em Casa nos respectivos ATP 250 , é pra rir legal . Até as lágrimas são parecidas rs . O Alemão defende o Título de Madri e queria se mandar rapidinho . Dito isso , e devido até aqui péssima temporada dos especialistas tipo Ruud, os favoritos são todos os citados no Post . Sinceramente não acredito em Zebra na FINAL , até porque Tsitsipas há muito deixou de ser uma nesta superfície. A meu ver , já podemos dizer o mesmo de Carlitos. Abs!

  57. Ronildo

    Boris Becker, acredito que foi outro tenista que não aproveitou todo o potencial que tinha. Poderia ao menos ter chegado a 10 slans.

    Estas questões de dívidas são cruéis. Não concordo com a prisão em alguns casos.

    1. Sérgio Ribeiro

      Como , caro Ronildo ? . Edberg, Wilander, Lendl , Sampras e Agassi, atrapalharam demais o Alemão nos SLAM . Que dureza !,,rs. Abs!

      1. Luiz Fabriciano

        Esse eu assino, kkk.
        Gostaria que Guga tivesse 10 GS também, mas Kafelnikov, Safin, Ferrero atrapalharam bastante.
        De eu gostar e meu desejo se realizar há uma distância astronômica.

      2. Ronildo

        Mais Wimbledom kkkk

        Mas fiquei pensando mesmo que a entrada de Pete Sampras foi uma bomba na carreira destes citados, principalmente para Boris Becker. E quem teve que levar a carga até o final foi o Agassi.

        1. Carlo V. W.

          Agassi era tão badalado quanto o Alcaraz é hoje. Tanto pelo tênis quanto carisma. Sem falar no apelo: visual descolado para a época (usava peruca!), roupas (bermuda jeans) e uma atitude rebelde. Acho que todos apostávamos mais nele. No entanto Sampras apareceu e atropelou a todos e a todas as expectativas.

          Primeiro título do Agassi no Brasil. Ainda com 18 anos atropelou o Mattar (se nao me engano) na final.

          Foi uma época muito boa para o tênis. Ao final da era Sampras… os menos entendidos também decretaram o fim do tênisque era conhecido e sai como O GOAT..

          Vinte anos depois.. ele nem consta da lista tríplice…

  58. Michael Almeida

    Poxa, queria muito ter acompanhado tênis desde cedinho, comecei apenas após Guga. Ver essas lendas jogar teria sido um privilégio. Mas tbm não posso reclamar, acompanhei toda a fase do Big 3. Tênis se tornou meu esporte favorito, embora minha cidade, Fortaleza, não tenha quase nada ligada a tênis. Quadras aqui são raras, públicas inexistem.

    1. Marcelo+Costa

      Puxa, saber que uma capital não tem uma quadra pública de tênis faz pensar, em um país continental como o nosso, poderíamos ter mais Guga, mais Esther, mas pra isso é necessário a básica construção de quadras principalmente em grandes centros.
      Na minha cidade de 450 mil habitantes, há 3 quadras públicas, que vivem lotadas, e previsão de construção de mais 3, há demanda em sua linda cidade.

  59. Luiz Evandro

    Dalcim, qual seria os três melhores voleios pra você, além do Becker? Chutaria Rod Laver e Edberg (pensei também se seria Federer, Sampras, Rafter, Henman ou McEnroe). Abraços.

    1. José Nilton Dalcim

      Como respondi mais cedo, minha lista teria McEnroe e Sampras, mas Edberg, Rafter e Henman também foram espetaculares. Federer é um gênio na rede.

  60. Eduardo Moura Lima

    Dalcim,

    se o Djoko perder nas oitavas de final, teremos um inédito empate em pontos no N1 do ranking ?? (ambos com 7.990 pontos)

    Abraço

    1. José Nilton Dalcim

      Pelas contas que vi, Djokovic perde 500 e marca 10 se perder na estreia, então ficaria com 7910 e perderia o número 1. Caso chegue nas oitavas e faça 90, haveria sim o empate por 7990, mas ele leva vantagem pelo critério de desempate.

      1. Eduardo Moura Lima

        Então, mas ele começa na segunda rodada, já com 45 pontos (10 é na primeira). Se passar para as oitavas (ou 3a) garante os 90.

        Qual é o critério de desempate ? (Ou quais são?)

        E no N1 o empate seria inédito, não ?

        Abraço

        1. José Nilton Dalcim

          Não, Eduardo. Pela regra, derrotado de segunda rodada que entrou de ‘bye’ ganha ponto de primeira rodada, portanto 10. No ranking masculino, o primeiro critério é a soma de pontos conquistados nas últimas 52 semanas nos Slam e Masters.

  61. Paulo Almeida

    Qualquer chave anda perigosa para o Djoko, mas aparentemente essa está “menos pior” do que Monte Carlo ou Belgrado, mas sei lá: de repente o Thiem resolve voltar justamente agora.

  62. JAN DIAS

    Que deprimente ver BORIS BECKER acabar dessa maneira..
    Eu torci muito por ele quando estava na ativa e adorava seus épicos “mergulhos” pra rebater a bolinha..⚾️
    Triste mesmo…

    1. Sérgio Ribeiro

      Idem a grande maioria, JAN . Mas aquela homenagem BEST ATP SHOTS Pete Sampras, mostrando toda a genialidade do Norte-americano junto à rede , contra todas as feras citadas abaixo, a sensação é que ele era insuperável. Mas fazendo a ressalva que não botam um simples lance de Pistol Pete Sampras x Roger Federer em WIMBLEDON 2001 rsrs. Roger dizia que o Cara era seu ídolo de infância, mas depois mudou para Edberg rs . Depois que Pete começou a puxar saco absurdamente de Novak, este passou a dizer que o seu ídolo de verdade foi sempre Sampras ( pelo estilo de jogo duvido rs ) . Tudo isso pra dizer que McEnroe, Edberg,e demais grandes voleadores ( exceto Pete ) , tiveram retrospecto negativo contra” boom ,boom “ Becker . Abs!

      1. JAN DIAS

        É Caro Sérgio,
        O Ego é companhia constante dos grandes tenistas..ninguém quer ficar pra trás…

        O passar do tempo acabou mostrando o “rancor” de Pete, Agassi, Willander, Becker e Cash contra FEDERER por ele ter roubado o topo do Olimpo de todos eles… 🏔

  63. Renato+Toniol

    Dalcim, você colocou o voleio do Becker entre os três melhores que já viu.
    Quem seriam os outros dois da sua lista?

    1. José Nilton Dalcim

      Tinha absoluta certeza de que esta seria uma das primeiras perguntas… rsrs… McEnroe e Sampras.

          1. Marcilio Aguiar

            Concordo que o RF é craque no jogo de rede, mas não é essa a característica predominante do seu jogo. O britânico sim, como os demais citados por nós, também foi um craque no saque e voleio.

      1. Renato+Toniol

        Também imagino que muitos ficariam com essa curiosidade rs.
        Vejo que hoje temos poucos “voleadores” no circuito, o melhor hoje, na minha opinião é o Federer, que consegue volear tanto de direita quanto de esquerda, e executa todos os tipos de voleio, desde os angulados, até os mais agressivos e também segura com firmeza aquelas pancadas que impedem a agressividade, além dos bate prontos magistrais. Agora, por outro lado, vejo que muitos tenistas tem dificuldade no voleio de esquerda, como o Tsitsipas, por exemplo.

        1. Carlo V. W.

          Também concordo com vc que embora o Federer não seja o melhor voleador dentre estes, ele “tinha” mais recursos não somente na rede, mas d qualquer lugar da quadra.

          Só faço uma ressalva (ou uma pergunta): já não podemos classificá-lo como um ex-tenista?
          – 41 anos, contusão com quase 2 anos de parada e muitas incertezas. Eu acho que ele só volta para ser ovacionado.

          E a ovação aposto que será de 10 minutos em pé, e com choro e comoção da platéia.

          Aliás, quando Nadal e Federer se aposentarem, na condição de semi deuses que são, deixarão o corpo físico (simbolicamente) e terão seus feitos elevados ao firmamento.

Comentários fechados.