Reflexões
Por José Nilton Dalcim
14 de abril de 2022 às 18:33

Apesar do evidente rejuvenescimento que surge nestas quartas de final de Monte Carlo, há muita experiência em quadra. Cinco dos oito pretendentes ao título que ainda estão de pé já possuem ao menos um título de nível Masters na carreira: Stefanos Tsitsipas, Alexander Zverev, Hubert Hurkacz, Taylor Fritz e Grigor Dimitrov, este o veterano da turma, com seus 30 anos.

Como as rodadas agora serão diárias e empolgantes, vamos a algumas reflexões dos últimos dois dias no saibro monegasco:

  • Jannik Sinner (20 anos), Alejandro Fokina (22) e Diego Schwartzman (29) são as três exceções nessa turma que já tem grandes troféus na carreira. E destes três, somente Fokina nunca decidiu um 1000.
  • Fokina e Fritz irão se cruzar pela terceira vez, sempre no saibro, com uma vitória para cada lado. Depois de tirar Djokovic, o espanhol atropelou David Goffin e está nas quartas de Mônaco pelo segundo ano seguido.
  • Depois de quase perder na estreia para o anônimo Lucas Catarina, Fritz deu sorte e pegou dois jogadores que batem ainda mais reto do que ele: Marin Cilic e Sebastian Korda. Dos últimos cinco Masters que disputou, Fritz fez ao menos quartas em quatro deles.
  • Carlos Alcaraz decepcionou ao perder de Korda, ainda que o americano mereça elogios por golpear tão reto e arriscar tanto na rede num saibro lento e sob ventania brava. O espanhol fez escolhas ruins, algo que não se viu em Indian Wells e Miami, e seu poder defensivo caiu. Como era esperado, jogar com favoritismo vai pesar mais.
  • Não menos surpreendente foi a vitória de Dimitrov sobre Casper Ruud, um dos grandes especialistas do saibro atual. O búlgaro vinha de grande virada sobre Dusan Lajovic na véspera. Dimi não vence um torneio desde o título no Finals de 2017, mesmo ano que faturou Cincinnati. Seu adversário será Hurkacz, a quem venceu em Indian Wells de outubro.
  • Mesmo com altos e baixos, Tsitsipas se mantém na luta pelo bi. A vitória sobre Laslo Djere foi muito menos brilhante do que a atuação diante de Fabio Fognini. Vai pegar Schwartzman, que chegou a estar 6/2 e 3/1 atrás de Lorenzo Musetti. O descontrole emocional do garoto italiano é quase proporcional a sua facilidade em jogar. Uma pena.
  • Zverev e Sinner devem fazer o grande jogo das quartas. O alemão perdeu o primeiro duelo entre eles, em Roland Garros de 2020, mas venceu os dois seguintes na quadra dura. O italiano só fez jogos complicados nesta semana e teve cabeça para reagir hoje diante de Andrey Rublev, fazendo um terceiro set primoroso.
  • Talvez ainda seja cedo para falar disso, mas eventual título de Zverev no domingo o colocará a 235 pontos do número 1. Claro que terá o título de Madri a defender. De qualquer forma, é uma tremenda motivação.

Comentários
  1. Paulo Almeida

    Foram todos grandes jogos e quem pôde acompanhá-los não perdeu o feriado.

    Até que o Fokina não é tão bagre assim, como alguns pintaram, mas é claro que o Djoko não poderia ter perdido do jeito que perdeu.

  2. JAN DIAS

    ZVEREV e SINNER foi um jogão, o alemão levou na experiência. Chega nas semis ainda irregular, assim como TSISIPAS, que teve uma atuação sofrível hoje…

  3. Paulo F.

    Todos os jogos de quartas de finais em jogos de três sets hein?
    Dalcim, o senhor mantém o favoritismo no Tsitsipas?
    Tô achando que vai dar Zverev.
    Assim sendo, a semi entre eles amanhã é uma espécie de final antecipada.
    Feliz Páscoa!

    1. Helena

      Acho que a aposta mais segura é de que o Zverev vai reclamar do coaching do pai do grego.

      Aliás, a semi entre Sascha e a dupla Stefanos/Apostolos promete.

  4. Periferia

    Tsisipas foi do céu para o inferno e voltou para o céu.

    (O grego fez um voleio maravilhoso no final…sábado espetacular para quem gosta de tênis)

  5. Sérgio Ribeiro

    Realmente é terrível a renovação neste Esporte Maravilhoso rsrs . Quem tirou o dia pra assistir os Três jogos , deve ter tido a resposta definitiva se haverá vida após o Big 3 . A participação do público fala por si só. E a intensidade do duelo Sasha x JANNIK SINNER ( este repito, a médio longo prazo vai brigar lá encima ) , foi de tirar o fôlego . Nunca o Saibro do Principado ficou tão rápido rsrs. E se TSITSIPAS não respeitava o pequeno Gigante El Peque , vai sonhar com ele pro resto da vida rs . Abs!

  6. Vitor Hugo

    Dalcim, o que diferencia o saque de Federer em comparação com Nadal, já que os dois tem uma média de velocidade parecida, raramente passando dos 200km? Efeito, colocação?
    Rafa tem um ,% de colocação do 1 serviço em quadra geralmente melhor, mas o saque de Federer é mais letal e o suíço faz mais aces.

    1. José Nilton Dalcim

      Não acho que o índice de acerto do Nadal seja superior ao do Federer em linhas gerais. Tecnicamente, são movimentos bem diferentes e os objetivos também. Federer joga sempre com a meta de jogar pontos curtos, Nadal muitas vezes tenta entrar nos pontos. O espanhol mudou um pouco isso desde o ano passado, com um saque mais reto que lhe permita atacar na segunda bola.

  7. Vitor Hugo

    Dalcim, o que acontece com Zverev e Tsipas, na sua opinião? Não era pra eles já terem apresentado resultados melhores, pela evolução que vinham tendo ou vc acha que estagnaram?

    Se bem que, com a evolução da medicina, preparação física e etc, a tendência é que os jogadores prolonguem suas carreiras, como acontece com Roger, Rafa e etc… Então vai ser cada vez mais comum os jogadores apresentarem melhores resultados mais além, pois vão jogar por mais tempo, não acha?

    1. José Nilton Dalcim

      Não vejo estagnação, nem acho que eles estejam aquém do esperado. Zverev evoluiu claramente no ano passado em termos técnicos, Tsitsipas fez final de Slam e a derrota o afetou emocionalmente, ponto que ainda é sua fragilidade. Mas pela idade de ambos, acho que já têm um currículo bem considerável.

  8. joao ando

    vou torce para o grigor ganhar esse torneio ,ja que federer nao esta jogando. dalcim quem vc acha que sera o campeao ?

      1. Luiz Fernando

        Depois da recuperação e daquele voleio se atirando, somos dois. Mas ele parecia bem desgastado no final, demorou até p cumprimentar o adversário…

  9. Vitor Hugo

    Nenhum tenista é perfeito ou completo.

    Novak não sabe volear, smeshar, dropar e dar slice.

    Nadal não sabe sacar.

    Federer não sabe dar balão.

    1. JAN DIAS

      Meu Deus! 🤣 kkkk

      Mas dessa vez discordo de você caro Victor: já vi o ROGER dar balão umas 2 ou 3 vezes na carreira e até eles foram lindos! 🤣🤣kkk

      ABS!

    2. Paulo Almeida

      De acordo com Dácio Campos e Domingos Venâncio, Djoko é o mais completo da história.

      Federer não sabe dar balão (que é um recurso importante) e nem lobar, a não ser que considere as madeiradas como tal, só que aí ele encobre o estádio inteiro e a bolinha vai parar no estacionamento, HAHAHAHA! Da esquerda atrofiada até a chegada do Ljubicic e da devolução limitada nem preciso falar mais.

      1. Sérgio Ribeiro

        Tira Domingos Venâncio desta história. Ele falou no ar de acordo com o momento, mas depois de sacaneado pelo pessoal aqui de Cabo Frio tratou de dizer que o Sérvio e’ o melhor dos que estão em atividade rsrs. Abs!

        1. Paulo Almeida

          Falou no ar e mais de uma vez.

          Sério que o Domingão se intimidou tão fácil assim? Não creio.

          Abs!

  10. Luiz Fernando

    Incrível a instabilidade de Zverev, abriu 41, começou a errar, no 55 perdeu o saque numa dupla falta típica de quem esta desinteressado e agora perdeu o set1. Outro cara com grande potencial mas como sérios problemas de regularidade, ou melhor, de falta dela…

  11. Luiz Fernando

    Zverev parece estar no caminho certo p fazer companhia a Medvedev, no coração da torcida, hj estamos vendo o quanto o alemão é querido pela torcida…

  12. Periferia

    É sempre prazeroso ver o Dimitrov jogar…
    Uma das coisas boas de não ter Federer…Nadal e Djokovic em ação é poder observar outros jogadores…alguns deles “sumidos”….o búlgaro joga bem e de uma forma “estilosa”.

  13. Luiz Fernando

    Boa partida entre o búlgaro, q prima pela habilidade, e o polonês, q prima pela potência. Vamos p o terceiro set. Pelo saibro lento de MC julgava q haveria uma boa vantagem p o primeiro, mas o no set 2 o segundo reagiu. Ainda aposto no búlgaro, mas claro q esse set 3 é imprevisível…

  14. Luiz Fernando

    Dimitrov e Hurkacz vão fazendo uma partida de muito mais interesse do q a primeira, são dois jogadores bem acima da média, aqui não tem Francana em campo kkk. Ambos tem vínculos com as federetes: um enfiou um pneu em W no cara, o outro era tido como o Baby Federer, inclusive por um ex-pai kkkk humilde aqui do blog, q face a falta de resultados do rapaz hoje faz de conta q nunca conheceu o pobre ex da Maria…

    1. Sérgio Ribeiro

      Nem quando realizas um simples comentário com precisão ( fato raríssimo), não escapas da doença que atende por Roger Federer. Esse pneu com o cara lesionado em WIMBLEDON 2021 , pra ti é como um orgasmo . Deve ser parecido com o levado por Nadal no mesmo local na FINAL de WIMBLEDON 2006 . Baby Federer ( alcunha de 10 anos atrás ) foi da mídia internacional caro Aloprado comentarista. Cansei de postar que seus golpes não atingiram a contundência dos do Craque Suíço. Postas estas asneiras “ humildes “ somente pra chamar atenção e passar recibos diários kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Abs!

    2. Vitor Hugo

      De pneu vc entende. Rafa levou mais pneu do que fez em Federer, incluindo final em Wimbledon e no Finals, aquele humilhante 6/0 e 6/3 em menos de 1 hora de partida, que foi o jogo mais rápido entre os dois em toda história do confronto.

      1. Luiz Fernando

        Que dó de vcs, aquele pneu dói até hj, eu entendo kkkkk. Cumprimentos de feliz Páscoa ao Johnny, Marquinhos e Renato kkkkk…

  15. EDVAL CARDOSO

    Bom dia, boa tarde ou boa noite Dalcin
    Não sei se vc tem alguma idéia sobre o que vou perguntar, mas a título de curiosidade, vamos lá:
    Em termos de percentagem, qual vai ser a perda em relação à fãs de tênis quando o Big three parar definitivamente?
    Porquê claro, vão ficar os que são realmente são apreciadores do jogo, mas tem uma grande parte que só assiste a jogos de um dos três.
    Vc acha que vai ter uma declinada significativa?
    Falando por mim, quando nenhum dos três está no torneio, por um motivo ou outro, confesso que meu interesse vai drasticamente em ver os jogos.
    E na minha opinião, apesar de toda essa euforia em relação ao Carlos Alcaraz, não tenho toda essa certeza que ele poderá ter um domínio como aconteceu com Federer, Djoko e até o Nadal, que apesar de não ter sido dominante por alguns anos seguidos como os outros dois, acabou que pela consistência, principalmente no saibro, mas beliscando alguns troféus nas quadras duras, também se pode dizer que dominou junto ao suíço e o sérvio, o tênis nós últimos 20 anos.

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que pode existir alguma queda, isso seria bem natural, mas não vejo os três saindo ao mesmo tempo, deve ser algo gradual. E logo surgirão outros tenistas para ocuparem lugar. Veja como um Alcaraz, por exemplo, conseguiu rapidamente virar sensação.

  16. Sandra

    Dalcim, para Essex jogadores atuais , você acha que fax alguma diferença jogar no saibro ou na quadra dura? Medevedev nao gosta , mas os outros parece não ter importância

    1. José Nilton Dalcim

      Existem quadras duras tão lentas como Monte Carlo, Sandra. Mas ainda assim jogar no saibro exige alguns ajustes técnicos. E paciência continua essencial.

      1. Luiz Fabriciano

        Ademais, só a velocidade pode ser o fator igual, mas no saibro, existem as irregularidades no piso, o pó no olho, a secura, o encharcamento, o deslisamento etc.

  17. Luiz Fernando

    Fokina na semi de um M1000 equivale a presença da Francana numa hipotética semi do campeonato paulista. Mas tem gente q acha tudo interessante, temos q respeitar…

    1. Sérgio Ribeiro

      Pra quem ama o Tênis a renovação é sempre bem vinda . Pros que tratam o Esporte como apenas briguinhas de torcida ou Seitas ( que estupidez ) , comparações com timecos de São Paulo é demonstração de respeito imenso aos Tenistas , não é mesmo SR . L. F . ? E ainda tem babo ovo da Kombi que te admira como comentarista rsrs. Abs!

  18. Periferia

    Assim é….

    Restejamos por muito tempo nesta terra como uma lagarta…à espera da borboleta esplêndida e diáfana que carregamos dentro de nós.
    O tempo passa…a ninfose não chega…permanecemos larva.
    Se me permitem uma citação…dizia Schopenhauer….”Seria melhor que não existisse nada…como há mais sofrimento que prazer sobre a terra…toda satisfação é apenas transitória…criando novos desejos e novas aflições…a agonia do animal devorado é maior do que o prazer do devorador”
    Vivemos no pior mundo possível.
    O que fiz…fiz com pleno conhecimento de causa…julgando ser meu dever…algo necessário que fosse feito…por mais desagradável e infausto que fosse.
    Senti de repente todo o peso do passado…do sofrimento da vida…e da memória inalterável.
    Sozinho com o tempo e a crueldade da minha existência.

    (Maximilien Aue…personagem de As Benevolentes…um legítimo bolsonarista)

  19. Ronildo

    Então senhor P.S. e demais participantes do blog que colocam números à frente de todos os outros fatores. Você disse que a história não é feita de se mas de fatos concretos. Concordo plenamente.

    Então eu pergunto e só vai conseguir responder quem tem mais de 50 anos: em 1982 qual era a melhor seleção entre todas as que participavam da Copa do Mundo? É um fato concreto ou não que todos que entendem de futebol sabem que a seleção brasileira era a melhor apesar de nem ter chegado na final?

    Se vocês conseguirem entender porque a seleção brasileira era a melhor naquela copa, talvez consigam entender porque a ampla maioria das pessoas que acompanham tênis afirmam que Roger Federer é o melhor tenista de todos os tempos.

    Fato concreto é ser campeão ou é simplesmente SER?

    Existem vários fatores que ajudam ou impedem alguém ser campeão em determinado momento.

    Mas nada pode mudar o fato concreto de SER ou NÃO SER!

    Pequenos detalhes mudam a história e podem afetar a vida de milhões de pessoas. Em 1991 a União Soviética entrou em colapso. A Rússia, principal país do conglomerado e que mantinha os outros agregados por coerção adotou o regime democrático elegendo Boris Yeltsin como primeiro presidente. Porém, infelizmente, havia alguém próximo do poder com muita vontade de controlar tudo por quaisquer meios. Um homem que se ascendesse ao poder, traria desgraça a milhões de pessoas no futuro. Se o espermatozóide que produziu ele na junção com o óvulo tivesse perdido a corrida para milhões de outros, isto sigficaria felicidade e prosperidade para milhões de pessoas no futuro, OU SE: tivesse acontecido algum acidente na gestão e sua mãe tivesse abortado, tivesse morrido de alguma doença na infância, algum acidente de trânsito, … e infinitas possibilidades de SES que poderiam acabar com a vida de Putin trazendo felicidade e prosperidade para milhões de pessoas no futuro. Mas não aconteceram. O fato concreto é que Putin estava lá para obrigar Boris a torná-lo o segundo na hierarquia, sendo o sucessor natural, trazendo desgraça para milhões no futuro. A coisa é bizarra de tal modo que, SE, fosse outro homem no poder após Yeltsin e a Rússia tivesse tido a sorte de consolidar a democracia, a própria Rússia poderia fazer parte da Otan nos dias de hoje! Sendo a Otan uma união de nações democráticas com objetivo de defesa contra a China. Se bem que poderia também ter acontecido algum evento que tornasse a China um país democrático nos dias de hoje, como por exemplo os líderes do Partido Comunista adotarem uma visão cristã sobre suas vidas pessoais e desistirem do regime totalitário e controlador; neste caso, mesmo hipoteticamente a Rússia fazendo parte da Otan, ela seria totalmente desnecessária.

    O SE é um fator presente a cada momento, pois cada acontecimento é fruto de uma realidade que anulou infinitas outras possibilidades. O SER (É), é estável.

    1. Vitor Hugo

      Perfeito Ronildo! Na verdade, a coisa é bem simples: Quem entende um pouquinho do esporte sabe que Federer é o melhor.

    2. Rafael+Azevedo

      Sobre a sua filosofia, eu ainda preciso pensar para ter uma opinião, mas, a respeito da seleção de 82 eu concordo com você. Era a melhor equipe de futebol da época, apesar de não ter vencido a copa. E uma das melhores da história, junto com a seleção de 70, o Barça de Guardiola e, talvez, a Laranja Mecânica.
      Como brasileiro, tenho muito mais orgulho da seleção de 82 do que da seleção de 94. Jamais, alguém vai colocar Mazinho, Bebeto, Zinho, Dunga, Aldair e cia entre os melhores jogadores da história do futebol brasileiro (com a exceção de Romário). Mas, ninguém esquece de Falcão, Zico, Sócrates, Toninho Cerezo e Serginho Chulapa.

      Mas, esporte coletivo é mais complicado, porque há mais fatores envolvidos que impedem o melhor de vencer. Em esporte individual, essa relação é (quase) direta. Precisamos distinguir entre o melhor e o que “eu mais gosto de ver”.

      1. Ronildo

        Bem Rafael, é verdade que no esporte individual a relação é quase igual. Porém há um ponto que foi crucial em meu entendimento: a pressão maior sobre a pessoa de Federer. Creio que você conhece esta história e não preciso entrar em detalhes, mas resumindo: Djokovic e Nadal jogaram contra Federer sempre livres e soltos como Raducanu no US Open, enquanto Federer defendia o tempo todo o status de melhor de todos os tempos. Eu vi uma vez Federer sem pressão em final contra Nadal que foi o AO2017. Lembro de Djokovic jogar com pressão duas vezes: no jogo contra Federer no Finals de 2019 e contra o Medvedev no último US Open. Nunca vi Nadal sentir pressão em qualquer decisão. Repetindo: Federer sempre jogou com a maioria da torcida esperando um vitória dele.

    3. Paulo Sérgio

      Prezado Ronildo,

      A melhor seleção da história é a de 1970. A de 1982 jogava bonito, mas tinha sérios problemas defensivos. Aliás, é uma seleção supervalorizada porque não ganhou nem Copa América. Futebol não é só atacar, mas também saber se defender. É o equilíbrio entre ataque e defesa + jogadores sensacionais que faz um time ser campeão e ao mesmo tempo brilhante: esse é o caso das seleções de 1958, 1962 e 1970.
      Sobre a opinião de especialistas:
      Sampras, Zverev, Medvedev são jogadores campeões e todos já declararam Djoko como o goat. Ou você entende mais de tênis do que eles? Você é só um torcedor e que dá palpites, como eu. Opinião sem fundadamento, é só palpite. Na ciência é assim, bem como também nos esportes profissionais. Sabe o porquê Jordan é o melhor? Porque ele tem 6 mvp’s de finais, 5 mvp’s de temporada regular e 30 pontos e pouquinho de média ao longo da carreira.
      Nesse blog só vejo o Dalcim como um jornalista especializado e profundo conhecedor do tênis, e o mesmo já disse que Djoko é o rei supremo do tênis. Só não sei se a opinião dele mudou após o #21 de Nadal no AO.
      Enfim, você não apita nada aqui. Já ganhou algum slam ou masters 1000? Tem quantas semanas como número 1 na carreira? Volte ao mundo dos mortais e admita que é um mero palpiteiro e torcedor de tênis. Fico imaginando a sua dor nas 3 finais de Wimbledon perdidas + US OPEN sem contar Finals e masters 1000.

      1. Sérgio Ribeiro

        Pra variar três imensas bobagens . O pênalti escandaloso de Gentille em Zico ( rasgou a camisa do Craque) , quando o empate era nosso , classificou uma Itália que não venceu nenhum jogo na fase inicial e já havia sido derrota quase na sua totalidade na Copa anterior pela seleção de 78 . O mundo inteiro reverencia a de 82 . Opinião de Ex-jogadores de nada servem , pois não acompanham o circuito na sua maioria . Como Sampras pode denegrir oponentes de Federer que estavam batendo nele , principalmente Safin e Hewitt, e sumir com o N 2 Rafa Nadal desde 2005 ??? . . Puro recalque de quem foi destronado em Wimbledon pelo próprio Suíço . Dalcim repetiu N vezes que Roger Federer foi o melhor jogador que viu jogar , opinião que bate com grande parte da mídia especializada. Se Novak vai ter uma eficiência maior que os outros membros do Big 3 , que prove . Mas “goat “ , jamais . A conferir. Abs!

        1. Sérgio Ribeiro

          Ps . Novak Djokovic fica bem atrás em Semanas CONSECUTIVAS no Topo do Ranking, pois o próprio Craque , interrompeu sua sequência na Semi de WIMBLEDON 2012 , levando o Caneco e retomando o Posto de N 1 pra desespero do Sérvio rs . Abs!

          1. Paulo Sérgio

            Ctrl C + Ctrl V de novo? Só fala de semanas consecutivas agora? Uma estatística que fica atrás de inúmeras outras. Realmente, qualquer um que obtenha os principais recordes do tênis não vai ser o goat, pois o que importa é o “legado” rsrsrsr.

          2. Sérgio Ribeiro

            O Legado é o mais importante em qualquer Esporte não somente no Tênis. Engraçado que fora as estatísticas o Paulinho sabe o que ? . Já tivemos vários iguais a ti por aqui e já escafederam. O que fazias na vida antes de Novak atingir 20 SLAM ? kkkkkkkkk. Abs!

          3. Paulo Sérgio

            Sobre o legado:

            Rod Laver, Borg, Sampras, Nadal, Djoko são tenistas vencedores e que estão marcados na história do tênis. Todos os citados dominaram seu principais rivais e cada um tem sua importância nesse esporte.
            Federer é também uma lenda do tênis, mas foi dominado por seus dois rivais do BIG 3. Acredito que sua importância é mais comercial e por ter jogadas mais plásticas. A beleza de seus golpes foi contrariada pela realidade dura: ter sido dominado por Nadal e Djoko.

            Aliás, se eu for colocar como critério o domínio sobre os rivais, ele ficaria atrás de Djoko, Nadal, Sampras, Borg e Laver. No entanto, como gosto das estatísticas e ele é o terceiro como mais Big Titles, ele ficará em terceiro no geral: o famoso terceirete do BIG 3.

          4. Paulo Sérgio

            Sérgio Ribeiro

            Eu gosto muito de futebol, mas não gosto de conversar com torcedor “Pacheco”, saudosista, etc. A seleção de 1970 é a melhor da história, segundo a Fifa. Seria ótimo se a seleção de 1982 tivesse ganho, mas os problemas defensivos atrapalharam. Um time de futebol tem 11 jogadores e não apenas meio de campo e ataque, ou seja, é preciso também uma boa defesa e ótimos laterais. As seleções de 1958, 1962 e 1970 eram completas nesse sentido.
            Sobre os seus ataques: eu já me acostumei com você desmerecendo meus comentários e dizendo que não conheço nada, mas ao invés de baixar meu nível nos comments continuarei contrapondo suas ideias de torcedor com os fatos da realidade. Eu sou adepto do método científico e estatísticas são fundamentais, inclusive, no mundo dos esportes competitivos.

        2. Paulo Almeida

          “Opinião da maioria, quase todos, quem realmente entende de tênis”. Isso são só palavras ao vento, enquanto as visões de Sampras, Zverev, Medvedev, McEnroe e Wilander são bem recentes e estão lá registradas.

          A história continua sendo escrita e o GOAT não está definido, mas o seu “jamais” é só mais uma opinião de torcedor fanático.

          Abs!

          1. Sérgio Ribeiro

            Errado : Novak Djokovic procurou o seu destino . Não tem legado algum e superar o mais Importante jogador deste Esporte é uma tarefa que ele jamais se aproximou. O Touro Miura está sem dívidas também a sua frente . Vimos agora em Monte Carlo como veremos mais adiante , que o público no Mundo inteiro ( exceto os Sérvios) não está nem aí pro cidadão. Todos os citados por ti já mudaram de opinião diversas vezes , principalmente McEnroe. Daí se agarrar a estes caras já e’ demonstração de desespero rsrs. Abs!

          1. Sérgio Ribeiro

            Saberias dizer qual o importantíssimo h2h do Sérvio contra Laver , Borg e Sampras ? . Então criança , não seria um tão apertado contra Federer que definiria o tal “ goat “ rsrs. Abs!

      2. Paulo Almeida

        Grande comentário, PS.

        Eu não vi a seleção de 1982, mas, pelos vídeos, era bizarra na defesa mesmo. Tomou gols patéticos da Itália, especialmente o segundo.

        No mais, o Ronildo é só um torcedor ultrafanático que passou os últimos anos secando o sérvio e torcendo desesperadamente para ele não bater o recorde de semanas como número 1. Quem tem mais tempo de Blog é testemunha disso, rs. Agora mandou um tijolaço que só chama a atenção pelo tamanho mesmo.

        Abs!

        1. Sérgio Ribeiro

          O fato do Piloto da Kombi não reconhecer a Seleção de 82 ( reverenciada até por Paolo Rossi quando esteve aqui no Brasil ) , e’ uma demonstração clara que pouco reconhece o melhor em qualquer Esporte . Daí que de 2008 pra cá só , ( não tente negar ) aprendestes a confundir esse Esporte Maravilhoso com a figura patética do “ goat ‘ Paraguaio kkkkkkk. Abs!

          1. Paulo Almeida

            Reconheço que era uma seleção de caráter ofensivo com nomes de peso, mas fraca na defesa, com um goleiro considerado frangueiro e um centroavante caneleiro. Acho superestimada e inferior à de 1970, mas entendo o saudosismo e respeito quem chorou muito naquela derrota para a Itália.

            Bom, se supostamente eu comecei a acompanhar tênis a partir de 2008, já tenho 14 temporadas nas costas. Acho que é tempo mais do que suficiente para eu manjar pelo menos um pouquinho do riscado, não? Rs.

            Abs!

          2. Luiz Fabriciano

            Por que será que todos os algozes têm enorme facilidade em elogiar suas vítimas?
            Paolo Rossi > seleção brasileira
            Nadal > Roger Federer etc

        2. Paulo Sérgio

          62 big titles > 54 big titles define quem é o melhor. Sobre o H2H: 13 a 6 em finais no total e 4 a 1 em finais de slam

  20. Carlo V. VVagen

    Se comparado a 20 anos atrás, temos muiyo menos especialistas nos pisos hoje e muiyos parecem bem desenvoltos em fazer a transição da dura para o saibro.

    Torneio bastante aberto, sem favoritos, e cheio de “Next Gens” nas rodadas finais:
    – Thiem, Zverev, Tsitsipas e até mesmo Dimitrov, serão sempre NextGens pra mim, seja pela cara limpa de uns, ou pelas atitudes e falas infantilizadas de outros.

  21. Sandro

    Acredito que Hubert Hurkacz tem feito ótimas apresentações e pode fazer uma final muito interessante contra Tsitsipas ou Zverev…

  22. Maria Izabel

    Outro ótimo Post, tudo muito bem esclarecido.
    Nenhum desses garotos me empolga com seu jogo.Tsitsipas tem um jogo bonito,mas insuportável ver o pai e seu staf dando instruções a todo tempo.
    Zverev tem bola,mas seu destempero é assustador.Como agora,está com seis meses de vigia pela ATP e levou multa…
    Sinner é grande adversário ,será um bom jogo.
    Na verdade, queria que o Dimitrov ou Dieguito vencessem seria mais uma zebra nesse Master de Mônaco. E ambos estão há tempos sem um Master.Veremos o que virá.

  23. Pedro+Batista

    Boa noite Mestre! Torço sempre por Dimitrov, mas sempre de alguma forma ele decepciona. A alguns anos, tinha certeza, pela qualidade do seu jogo, que ele faria alguma frente ao big 3. Eu estive sempre errado na minha avaliação sobre seu jogo, ou foi ele que de alguma forma, por motivos extra quadra, nunca se firmou?

    1. José Nilton Dalcim

      É sempre algo difícil de se afirmar, Pedro, mas acho que houve realmente muita coisa fora da quadra que acabou concorrendo com a carreira dele em si, como o namoro com a Sharapova e a comparação com Federer. Na parte técnica, é um excelente tenista, mas acredito que ele teria ido mais longe se optasse por um estilo mais agressivo. A insistência em ser um tenista super atlético voltado às defesas e jogadas mirabolantes acabaram fazendo com que ele estagnasse em certo ponto. O melhor Dimitrov sempre me parece ser o agressivo, o que define pontos, e não o trocador de bolas.

  24. Paulo F.

    Outra coisa, Rodrigo V. Cruz:
    – Eu acho Petr Korda um dos piores campeões de Slams de todos os tempos.
    Uma aberração.

    1. Carlo V. VVagen

      E “Fulano acha” Bozo e Dilma bons presidentes…

      E “Sicrano acha” que a vacina é algo demonizado,

      E “Beltrano acha” que houve golpe no Impeachment.

      E “Trolano acha” que ditadura nunca existiu.

      Enfim, cada um acha o que quer, por mais imbecil que seja sua afirmação.

      Eu, por exemplo, ontem achei no quintal da casa onde moro uma moeda de 1 centavo de 1969, em perfeito estado. Com certeza está lá a muitos anos e fiquei surpreso ao ver o excelente estado em que ela se encontra.

      Mas ao final, ela vale tanto quanto qualquer das opiniões acima, ou seja:
      – …

      1. Paulo F.

        Desculpa, para te agradar, vou reconsiderar: Petr Korda é um cracaço magistral do tênis.
        Deveria até ter uma estátua na praça da matriz de Praga.

  25. Paulo F.

    Me permita a resposta ao vitimista, Dalcim:
    – Marat Safin, foi um dos melhores tenistas que eu vi. Gostava muito dele.

    1. Bruno

      Que coerência sua.
      Como ele pode ser um dos melhores que vc já viu e ao mesmo tempo fazer parte da sua famosa estressada?
      Vc é uma piada Paulo Google.

        1. Paulo Almeida

          Xará,

          Creio que se refira a mim, porém, apesar de não considerar o Safin um dos melhores e mais um marreteiro bem eficiente, ele não faz parte da “bagralhada”, mas também não foi um jogador capaz de incomodar muito o Federer, com exceção do Australian Open 2005.

          Abs.

          1. Paulo F.

            Tinha me referido a ti sim, meu querido tocaio.
            Da próxima tento ser direto para não parecer calunioso.
            Fraterno abraço e Feliz Páscoa!

          2. Sérgio Ribeiro

            Sabes nada de Tênis , P.A. Como vistes Marat Safin jogar se não acompanhavas o Circuito antes de 2008 ? . Quando Willian te disse que começou a torcer pelo “ goat “ Paraguaio em 2007 , no ato respondestes que foi antes de ti . Daí que um jogador com tantos recursos como o Russo , ser tratado também de Bagre apenas por não atrapalhar tanto Federer , demonstras que não tens nenhuma noção do que Postas . Consegues ser pior que o seu tocaio P.F . kkkkkkkk. Abs!

  26. Bruno

    Rodrigo s Cruz
    O Paulo F é um clone mal feito do Luiz Fernando.
    Agora em todo comentário dele usa o “magistral”

    1. Paulo F.

      Não sou clone, apenas admiro muito o Luiz Fernando.
      Foi, por muito tempo, o exército de um homem só daqui.

        1. Luiz Fernando

          Ja em vc eu admiro seus textos amplos, ricos em frases, seu espirito esportivo quando seus queridinhos perdem kkk…

    2. Paulo F.

      E não acharei nenhum absurdo o filho dele levar um Slam.
      Seria até justo, joga infinitamente mais que o bagre do pai dele.

      1. Paulo F.

        Saiu fora do quote original.
        Me referi ao Sebastian Korda, já um tenista muito superior ao bagre do pai dele.

        1. Sérgio Ribeiro

          Outra bobagem . Veja no YouTube os jogos do Pai contra Sampras no auge , WIMBLEDON 97 : Sampras 6 x 4 , 6 x 3 , 6 x 7 , 6 x 7 , 6 x 4 Korda e na sequência no USOPEN 97 : Korda 6 x 7 , 7 x 5 , 7 x 6 , 3 x 6 , 7 x 6 Sampras , impedindo o Tri Consecutivo . 5 meses depois Korda atingiu o N 2 . Vamos combinar que isso não é coisa pra bagre . Abs!

  27. Sérgio Ribeiro

    Tá tudo aí neste excelente Post .Continuo acreditando que o Título vai pra um dos garotos, sempre respeitando Dieguito ( 29 ) . Agora , quem atuou no horário do vendaval não escapou de escolhas erradas . Sinceramente não achei que ALCARAZ tenha sentido a pressão do favoritismo. Korda mereceu pondo mais a cara na rede naquelas condições. Djokovic foi quebrado 9 vezes , Carlito 7 e Korda 6 . Ou seja , tudo muito atípico. Mais tarde quando o vento dá uma trégua , até SINNER conseguiu excelente performance num terceiro Set. Abs!

  28. sandra

    Dalcim , lendo seu texto , me veio um pergunta, qual a sua opinião ? Voce acha que Nadal, Djokovic, e Federer resistem até o final do ano ?

    1. José Nilton Dalcim

      Federar talvez nem volte, já Djokovic não tem motivos para se aposentar. Nadal só se os problemas físicos se agravarem.

      1. evaldo moreira

        Uaiiiiiiiiiiii,
        Como assim mestre, o Federer nem volte, acho que vou discordar de você.
        Embora o suiço tenha divulgado a sua rotina de treinos, embora devagar, acredito que ele tenha vontade de voltar, nem que seja na temporada de grama.

Comentários fechados.