Nadal faz mágica outra vez
Por José Nilton Dalcim
13 de março de 2022 às 00:13

É bem verdade que foi o pior Rafael Nadal da temporada 2022, mas ganhar sem jogar o melhor tênis é também uma virtude dos campeões e o canhoto espanhol sabe muito do assunto. Na base de garra, com tremendas oscilações principalmente no saque, ele contou com a falta de determinação do garoto Sebastian Korda na hora de concluir o placar e com isso chega à 16ª vitória consecutiva.

A batalha de Indian Wells foi aquele típico jogo de capítulos claramente distintos. Korda entrou apressado e levou um baile, mas depois calibrou a devolução, ousou mais da base e achou um buraco interessante ao fugir para bater o forehand cruzado. Tudo é claro favorecido por um serviço muito instável do número 4 do ranking.

De repente, Korda estava com duas quebras, saque e 5/2 de vantagem. Parecia irreversível. Apenas parecia. O norte-americano sentiu os nervos na primeira chance e viu Rafa aplicar grandes contragolpes na segunda. AInda teve um break-point incrivelmente fácil para ir a 6/5. Conseguiu empurrar para o tiebreak e de novo teve dois saques com 3-2. Faltou a ele o que sobra para Nadal: controle mental. Ainda assim, consciente do dia ruim, o espanhol admitiu que teve sorte e frisou a dificuldade de se controlar a bola no deserto californiano.

Nadal, que antecipadamente já descartou Miami do seu calendário – um dos raros grandes torneios que jamais conquistou, mas uma decisão sábia frente à longa trajetória no saibro europeu -. tentará terceira vitória na quadra dura contra Daniel Evans, que não ganhou set até hoje. Se estiver inteiro na parte física, é de se esperar o espanhol explorar sem descanso o backhand do britânico, que abusa no uso do slice. E todos sabemos que esse golpe não incomoda Rafa.

Bem mais cedo e com muito maior facilidade, Daniil Medvedev deu o primeiro dos três passos que precisa para manter o número 1 do ranking. Até demorou um pouquinho para achar o ritmo de fundo de quadra, mas daí em diante o tcheco Tomas Machac foi presa fácil. Reencontra agora Gael Monfils, contra quem perdeu uma e venceu outra em 2019, e se confirmar terá outro jogo duro diante de um espanhol, Carlos Alcaraz ou Roberto Bautista.

A parte inferior da chave masculina ainda terá a estreia dos favoritos neste domingo e alguns jogos parecem interessantes: Berrettini-Rune, Aliassime-Zandschulp, Carreño-Munar, Nakashima-Tiafoe, Querrey-Isner e Bublik-Murray. Com a desistência de Novak Djokovic, Grigor Dimitrov herdou o lugar do cabeça 2 e sua caminhada, mas o búlgaro não anda confiável e pode então pintar a grande chance de Murray fazer um Masters decente, algo que não acontece desde seu título em Bercy de 2016.

Dez cabeças fora no feminino. E contando.
A chave feminina, mais adiantada, completou todo o quadro da terceira rodada e manteve o padrão atual: festival de surpresas e grandes nomes deixando a briga muito cedo.

O lado superior perdeu Garbiñe Muguruza, Karolina Pliskova, Elina Svitolina, Belinda Bencic, Tamara Zindasek e Alizé Cornet, enquanto o lado inferior já não tem mais Aryna Sabalenka, Ons Jabeur, Jelena Ostapenko e Jessica Pegula. Ouso dizer que somente as quedas de Jabeur e Ostapenko foram menos esperadas.

E não foi só. Simona Halep, Emma Raducanu, Iga Swiatek e Petra Kvitova foram levadas ao terceiro set e a atual campeã Paula Badosa quase se enrolou. Estreia realmente tranquila coube apenas para Anett Kontaveit e Maria Sakkari.

Três destaques, um tanto tristes. Primeiro, a virada inacreditável que Muguruza levou da boa Alison Riske, já que a espanhola fez 6/0 e 3/0 e ganhou depois tão somente mais um game até o fim da partida. Depois, o abandono completamente sem sentido de Amanda Anisimova depois de perder quatro match-points contra a guerreira Leylah Fernandez. E pior de tudo, a ofensa da torcedora que tirou Naomi Osaka de órbita, levou a japonesa às lágrimas e à derrota. Como ela bem lembrou, isso aconteceu com Serena e Venus lá mesmo em Indian Wells, levando a longo boicote das irmãs ao torneio.

A briga por vaga nas oitavas tem como destaque Halep-Gauff, Swiatek-Tauson, Kasatikina-Kerber, Azarenka-Ribakina e Sakkari-Kvitova.

Bia Haddad Maia fez três jogos distintos. Em simples, se aproveitou dos mais de 70 erros de Sofia Kenin nos dois sets disputados, mas diante da jovem Tauson faltou um saque mais contundente. A canhota paulista até aguentou a pancadaria imposta pela dinamarquesa, que faz tudo muito direitinho. Em duplas, Bia e Anna Danilina deixaram escapar cinco match-points diante das campeãs do US Open de 2020.


Comentários
  1. Paulo Almeida

    Minha nossa, o Craque vai voltar a ser número 1 do mundo sem um pingo de merecimento!

    Medvedev, Zverev e Tsitsipas estão regredindo terrivelmente (já jogaram muito mais do que o que vêm apresentando em 2022) e dessa forma serão engolidos sem piedade pelo menino Alcaraz.

    1. Gildokson

      Eu conheço uns caras daqui que dariam um bom nome para o que está acontecendo hein Paulo.
      Deixe-me ver… Como os gênios chamariam algo desse tipo? Como mesmo??
      Ahhh lembrei!!!
      ENTRESSAFRAAAAA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      1. Paulo Almeida

        Gildokson,

        Eu chamaria de entressafra se esses caras tivessem sido bagres a carreira inteira, como aqueles do horripilante período 2003-2007. Não é o caso, como seus títulos e campanhas não me deixam mentir. Até o melhor da história já enfrentou uma fase tenebrosa entre Roland Garros 2016 e Wimbledon 2018. Vai passar.

        1. Paulo Almeida

          Claro que vi e por isso reitero minha afirmação. Se o espanhol não for mais um a sucumbir diante da pressão de estar entre os grandes do esporte, vai nadar de braçada no circuito e em pouco tempo.

  2. DANILO AFONSO

    Djokovic talvez nunca mais consiga manter várias semanas como n. 1 nos próximos meses ou temporada, mas fico muito contente que segunda feira, quando momentaneamente figurará novamente como n. 1, deixará FEDERER exatamente um ano (52 semanas) atrás do seu recorde de semanas como n. 1.

    Se ele não fosse tão cabeça dura acerca da vacina, acredito que ele não perderia essa liderança tão cedo. Falta regularidade ao Medvedev e Zverev em todos os tipos de piso e velocidade, algo que Djokovic há mais de uma década vem demonstrando, com ou sem pandemia. Nadal sem lesão é uma ameaça muito maior do que os outros dois jovens quando o assunto é ranking.

    1. Sérgio Ribeiro

      Concordo com tudo , Nobre Danilo . Aliás acertastes todas as suas previsões de Semanas no Topo do Ranking. Inclusive que Novak Djokovic com suas idas e vindas do Topo , jamais alcançaria as 186 Semanas CONSECUTIVAS de Steffi e Serena , muito menos as 237 de Roger Federer , inalcançáveis também pra mim. Abs!

    2. Sérgio Ribeiro

      Concordo com tudo , Nobre Danilo . Aliás acertastes todas as suas previsões de Semanas no Topo do Ranking. Inclusive que Novak Djokovic com suas idas e vindas do Topo , jamais alcançaria as 186 Semanas CONSECUTIVAS de Steffi e Serena , muito menos as 237 de Roger Federer , inalcançáveis também pra mim. Abs!

  3. Luiz+Fernando

    Set2 bem melhor do Rafa, que agora igualou o início de ano de outros dois grandes saibristas, Federer e Sampras kkkk (IRONIA, IRONIA, será q caiu a ficha Valmir??????). Hummm, estes dois não eram grandes saibristas, não sabia kkkk. Rafa iguala o início de ano destes grandes jogadores de piso duro, logo ele q segundo os experts do blog não venceria mais nada nesse tipo de piso, mas humildemente ele segue em frente. Evans fez um excelente set1, sendo agressivo e indo varias vezes a rede, ciente que ficar no fundo da quadra seria suicídio, mas creio q a perda do set claramente afetou seu mental. E claro, outra questão, como um baloeiro unidimensional como Rafa atinge 400 vitorias, primeiro cara a atingir esta marca em M1000, deve ser por pura sorte, casualidade, aguardando o sofrimento, desculpe, as “aneiras” das terceiretes kkkkk…

    1. Sérgio Ribeiro

      Depois reclamas , L. F . Pra justificar a besteira que o outro postou , consegues ser pior . Na boa , se não sabes que Roger Federer além de 5 FINAIS em RG ( mais que Vilas , Lendl e Wilander ) , e’ o terceiro em número de VITÓRIAS da história de Roland Garros ( somente em 2021 foi ultrapassado por Novak Djokovic) , além de SEIS MASTERS 1000 nesta superfície ( já postei isso dezenas de vezes ) , pede pra sair parceiro. Pete Sampras , o sabichão segundo ti , e’ que não jogava nada no Saibro. Somente recibos todo dia , L. F. rsrs. Abs!

  4. Luiz+Fernando

    Rafa venceu o set1 mas não jogou bem. Bolas curtas, erros bobos ate nos smashes, fundamento no qual ele sempre brilhou, enfim, nem parecia o Nadal de 3 titulos na sequencia. O começo foi medíocre , depois melhorou, muito pouco para um jogador como ele. Vamos p o set2…

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que ele está defensivo demais. Ele próprio já falou que gostaria de mudar de estilo – para economizar na correria -, mas não consegue.

  5. Luiz+Fernando

    Q vitoria do Alcaraz, e sobre o numero 15 do mundo. Se me perguntarem q se Agut é um grande campeão ou um vencedor nato de títulos, é claro q resposta é não, mas ele é um ótimo jogador, e foi simplesmente atropelado pelo jovem espanhol, q vem pedindo passagem. Olho nesse rapaz…

  6. Carlo Von Wagen

    Depressão è doença (e não mimimi). Discriminação è crime em boa parte do mundo (e não um insulto)

    Mulheres são mulheres, sjam de onde sejam e venham de onde venham (homemns tambèm)

    Fulano ou sicranos nao sao *amareloes*. Cada um possui as pròproas limitaçoes (Ex: hà tenistas que acumulam GS e semanas na liderança, mas nao sabem distinguir entre vacina e crença pessoal). E assim sefue a vida.

    E seus textos parecem pela metada, agora que sò uma parte de ti comenta bo blog

    1. Carlos Reis

      Que mané CRIME rapah! Essa palavra foi banalizada, tanto que qq coisinha é taxada como “crime”, o politicamente correto está DESTRUINDO o mundo.

  7. Luiz Fernando

    Esqueci, Medvedev mal assumiu já vai perder o número 1, que piada de mau gosto, mais um retrato triste dessa geração q vai substituir o Big3, em matéria de carisma é como se o Osasuna substituísse o Real ou o Barça…

  8. Luiz Fernando

    Que vergonha esse ultimo set do Medvedev, parecia q tinha incorporado o Kyrgios quando arriscava vergonhosamente os segundos serviços nos últimos games. Isso não é e nunca foi um comportamento de número um do mundo, embora alguns fiquem sempre tensos quando se posta isso esse comportamento dele, do Zverev e cia limitada é o retrato dessa eterna nextgen, caras q agem como se fossem muito maiores do q realmente são…

    1. Sérgio Ribeiro

      Difamador ? . Tu torces mesmo pra dois Tenistas e não esconde isso de ninguém, compadre rs . Na verdade não gostas do Esporte pra somente postar m**das denegrindo o Tênis inigualável de Roger Federer . Pra teu azar os “ Nobres “ torcem pra que não largues de vez o “ goat “ Paraguaio. Tem medo que acabes por secar o Touro que luta de novo pelo N 1 rs .. Cresça e apareça. Esse teu papinho ridículo junto com o L.F. de arrogância já deu há muito kkkkk. Abs!

  9. Periferia

    Presa a um tronco…era golpeada nas costas com o azorrague (um chicote com várias tiras de couro e com lascas de ossos nas pontas).Essas pontas penetravam e cortavam a pele…causando hemorragia e dor.
    Depois de vários golpes…vários gritos…a tortura acabou…um silêncio tomou conta do local…
    Um homem branco se aproximou…
    Ele tinha um leve sorriso no canto da boca…e sussurrou no ouvido da mulher:

    ” Vc não é mais um BEBEZINHO…deixe de CHORORÔ…lute pela sua LIBERDADE…seja RESILIENTE…uma mulher UCRANIANA jamais deixaria isso acontecer…LEVANTE…SACODE A POEIRA E DA A VOLTA POR CIMA…chega de MIMIMI…”

    A mulher negra não ouviu o discurso do homem branco…ela morreu antes.

    1. Luis

      A escravatura acabou faz muito tempo, a coitada da Naomi tem um problema psicológico, mas não esta nem sendo acoitada nem esta morrendo, pelo contrário, esta ganhando milhões de dólares para entrar em uma quadra exclusivíssima e jogar tenis. Imagina o que o Medvedev deve ter ouvido nos últimos campeonatos? E todos os outros jogadores que ouviram barbaridades e nunca falaram nada? Faz parte. Agora o homem branco que açoitou a mulher negra com um sorriso já morreu há no mínimo 100 anos, não existe mais, nem ele nem ninguém parecido com ele. Não da para polemizar tudo que acontece com racismo.

    2. Gildokson

      Profundo Peri, só nos faz refletir cada vez mais…
      E de quebra ainda me lembrei daquela cena fortíssima de 12 Anos De Escravidão onde a personagem da Lupita é surrada pelo maior vilão do filme vivido pelo ótimo Michael Fassbender.

  10. Luis

    Duas coisas me chamaram a atenção no jogo do Nadal, o quanto ele se atrapalha quando o adversário devolve no pé (acredito que esse seja um dos fatores fundamentais do porque o Djoko consegue ganhar tanto dele) e o fato do espanhol ter finalmente atacado o segundo saque do adversário em vez de ficar um kilometro atraz da linha. Acho até que a devolução de segundo saque do Nadal foi curta mas foi o suficiente para atrapalhar o Korda

  11. Luis

    Esse jogo do Nadal foi interessante, de um lado como ele disse, teve muita sorte, ao mesmo tempo que a pressão pegou nos momentos mais importantes, também atrapalhou o fato do Korda ter o Nadal como ídolo . De outro lado eh muito duro jogar em um piso que não favorece o seu jogo contra alguém que eh muito bom nesse piso logo nas primeiras rodadas. É uma grande vantagem para os top poderem pegar jogadores mais “fracos” no início dos campeonatos para pegar ritmo. Uma vez fui jogar um campeonato em um piso difícil para mim e tive muita sorte de começar jogando contra um adversário bem abaixo do meu nível e depois ir pegando progressivamente outros mais fortes. Fez toda diferença, se fosse o contrário não teria passado da primeira ou segunda rodadas.

  12. Samuel, o Samuca

    Dalcim,

    Curiosidades sobre os três maiores/melhores da história do tênis:

    Ranking médio durante a carreira:
    Federer – 44,37
    Nadal – 47,44
    Djokovic – 51 30

    Ranking médio após completar 18 anos:
    Federer- 7,36
    Nadal – 4,85
    Djokovic – 8,58

    Ranking médio após completar 21 anos:
    Federer – 3,39
    Nadal – 2,73
    Djokovic – 2,47

    Obs: Ranking médio é a soma dos rankings verificados em cada semana, dividido pelo número de semanas.

    Samuel, o Samuca

  13. Sérgio Ribeiro

    A quadra de veloz não tem nada . Vento tem de sobra e quando Zverev parecia que tinha pego o jeito mostra que não faz mesmo por merecer o Top 3 . E Aliassime novamente deixando a desejar nos MASTERS 1000 … Como MEDVEDEV já completou 26 , resta a ALCARAZ mostrar pra esses caras como é que se faz . Já podia começar batendo Bautista Agut que depois que mudou Treinador ,melhorou muito, mas incrivelmente ainda não teve oportunidade de enfrentar o Touro em quadra dura . De todo modo não vejo ninguém super favorito também no Feminino. O Torneio do Deserto ( de quinto SLAM não tem nada ) , pode sim ter novamente vencedores inéditos . A conferir. Abs!

    1. Sérgio Ribeiro

      Ps . Osaka decepcionou ao comparar o ocorrido com o racismo que foram vítimas as Irmãs Willians . Estas largaram o Torneio do Magnata de 2001 a 2014 … Abs!

      1. Miguel BsB

        Concordo Sérgio. Eu fui um dos que mais defendeu a Osaka na época que ela resolveu parar, alegando problemas psicológicos. Mas tô começando a achar que ela tá exagerando. Segundo se noticiou, ela ouviu um You Suck, o que, convenhamos, tá longe de ser uma ofensa grave, algo que tudo que é jogador de tênis deve ouvir vez ou outra, quem dirá em outros esportes…se um You Suck faz ela desabar em lágrimas no meio de uma partida, tá na hora dela começar realmente a repensar o que ela quer da vida. Imagina ela ouvindo o que o Zverev ouviu aqui na Davis….foi muito forçado querer comparar isso com o caso das Wlliams, que foi racismo explícito.

  14. Jorge Gyro

    Dalcim, Nadal tem 35 anos e tem 5 torneios no saibro que ele vai jogar. Bom, pelo que está jogando essa temporada, seria exagerado dizer que ele tem a possibilidade e ganhar todos os 5.500 pontos possíveis no saibro?
    E caso ele consiga isso, iria para pelo menos 8250 pontos, diria que ele entraria como favorito para o n1 da temporada?

    1. José Nilton Dalcim

      É possível, claro, mas ele não somará tudo, porque defende 2.650 pontos. Ainda assim, esses quase 3 mil pontos possíveis certamente o colocariam na briga direta pelo número 1, principalmente porque ele soma tudo o que fizer a partir de Wimbledon.

    2. Luiz Henrique

      Isso nunca aconteceu, Nadal jamais ganhou os 5 torneios no mesmo, acho impossível que consiga agora
      Ele até ficou invicto em 2005, 2006 e 2010, mas esses foram justamente os anos em que optou por jogar 4 torneios ao invés de 5
      Fico pensando como seria a % de vitórias dele se sempre jogasse 4 e não 5, poderia ser maior

  15. Ruy Machado

    Com o não comparecimento de Djokovic à IW e a zebra no jogo do Zverev, a parte de baixo da chave ficou bem mais fácil para uma SF entre Berrettini e Rublev. Medvedev tem o caminho mais difícil para chegar à Final, pois tem possíveis confrontos com Alcaraz, Tsitsipas e Nadal. Mas antes, tem que passar pelo Monfils! Tá difícil para ele manter esse Nº1…

  16. Vitor Hugo

    Federer é o maior e melhor de todos os tempos!

    Nadal é o maior baloeiro de todos os tempos!

    Novak é o maior passador de bolas de todos os tempos!

    A vida é bela!

    1. Paulo Almeida

      Fregueser é só o maior e melhor sparring dos rivais de todos os tempos. Saudades de ganhar um Slam com bonus stage.

  17. SANDRO

    MIMADA!!!
    MIMADÍSSIMA!!!
    MIMADÉRRIMA!!!
    MenAs OSAKA, muito menAs OSAKA!!!
    Excesso de MI MI MI é um pé no saco e cansa qualquer um espectador…
    Ninguém vai a uma quadta de tennis pra ver esses dramas ridículos, toscos e, sobretudo, desnecessários da Osaka!!!
    Osaka deveria assistir a mais jogos do BIG 2, NADAL e DJOKOVIC, pra aprender o que é ser RESILIENTE, pra aprender o que é :”LEVANTA, SACODE A POEIRA E DÁ A VOLTA POR CIMA”!!!
    Osaka também deveria assistir aos vídeos das MULHERES E ADOLESCENTES UCRANIANAS que estão pegando em armas pra lutar pela sua própria vida e sua própria LIBERDADE, sem ficar de CHORORÔ e MI MI MI !!!
    Chega Osaka, já deu!!! Páre com isso!!!
    Osaka não é mais um BEBEZINHO pra agir desta forma… Amadureça mulher de Deus!!!

    1. Barocos

      Sandro,

      1 – Depressão é uma doença séria que pode ser disparada por motivos aparentemente insignificantes e, especificamente no caso da Osaka, infelizmente, os antecedentes demonstram isto. Não tem nada de “ridículo”ou “mimimi” neste tipo de problema e que pode resultar em graves consequências, como atesta o número de suicídios entre jovens todos os anos (note-se, não estou dizendo que o caso da Osaka é tão grave);
      2 – Putin e a corja que o cerca tiveram anos para consolidar o seu poder na Rússia e o discurso belicoso tanto da Biden quanto do Boris, e o incentivo que estes deram com promessas de armas e apoio, levaram o presidente Ucraniano a subestimar o quão cruéis e sanguinários os atuais donos do poder na Rússia são. Basta ler sobre a atuação russa na Síria para tomar ciência de tal fato. O resultado só pode ser catastrófico para o povo Ucraniano, é uma loucura sem tamanho colocar pessoas pouco equipadas para enfrentar uma guerra que, em grande parte, se realizará por bombas lançadas de posições muito distantes. A assimetria é grande demais;
      3 – Para usufruir da tão decantada liberdade, é preciso antes estar vivo. Eu posso estar enganado, mas se eu fosse o Zellenskky, eu teria concordado com uma boa parte das exigências russas nas primeiras horas da invasão, ainda que a possibilidade de governo Russo partir para ações violentas, mesmo assim, não possa ser descartada. Quantos anos como ditador tem ainda o Putin, já com 71 anos? Com sorte, não muitos e milhares de vidas e sofrimento poderiam ter sido poupados ao, temporariamente, aquiescer às exigências ao invés de escolher o enfrentamento;
      4 – Se tem uma coisa que a história ensina, é que devemos escolher muito bem quando lutar e quando nos conformar e aguardar dias melhores. A mudança sempre vêm, melhor permanecer vivo para presenciá-la.

      Por mais que eu ame a vida, considero uma benção a mortalidade humana, já que costuma ser a forma menos letal de retirar tiranos do poder.

      Saúde e paz.

    2. Paulo

      tenho que concordar com vc, ir para a quadra de tenis é a profissao dela. Todos nós que trabalhamos recebemos criticas o tempo todo, de chefes, colegas, etc., nem por isso saímos chorando a cada invertida.

    3. Rogerio+R+Silva

      Falei sobre isso aqui e quase me apedrejaram.
      Mas repito,geração de fracos.
      Ninguém tem direito de ser fraco ganhando milhões.
      Lacração pura.
      Geração de mimi

  18. Ronildo

    Rafael Nadal quando entra em quadra obriga o adversário a vencer, e se o adversário não vencer, vai perder.
    Por outro lado Rafael Nadal entra em quadra decidido a vencer, e quando não consegue, perde.
    Rafael Nadal é único. Igual Campari: só ele é assim!

  19. Luiz+Fernando

    Deve ter algum erro nessa matéria de q Rafa pode igualar Sampras e Federer com 17 vitorias seguidas no início do ano. Não estamos na temporada de saibro, Nadal não joga nada no piso duro e não vence mais nada fora do barro como dizem alguns expoentes aqui do blog, creio q, a bem da verdade kkkkkk, o site deveria retificar essa manchete kkkkk. Aqui é diversão garantida kkkkkkkkkkk…

    1. Valmir da Silva Batista

      LUIZ FERNANDO, talvez até esteja mesmo errado o que diz a tal matéria, quanto ao fato de que “Rafa pode igualar Sampras e Federer com 17 vitórias no início do ano”. Por outro lado, no mais do seu comentário, devo salientar que fazia tempo que eu não lia tanta aneira a respeito do mesmo Rafa e suas performances em piso duro. Mediante tamanho festival de desserviços, me sinto obrigado a refrescar sua memória, retificando as tolices por você proferidas. É certo que o melhor Rafa é o que vemos habitualmente no saibro, mas dizer que “Nadal não joga nada no piso duro” é de uma falta de analogia plena de burrice, afinal, são dois títulos no Australian Open( 2009 e 2022 ) e mais quatro outras finais no mesmo torneio, além de quatro troféus no US Open( 2010, 2013, 2017 e 2019 ) e mais uma outra final na mesma Nova York, bem como um ouro olímpico em Pequim/2008, e todos conquistados e/ou disputados em quadra dura, isto sem contar os de menor porte que não vi necessidade de listar aqui, e mais: afirmar também que Nadal “não vence mais nada fora do barro”( suponho que aqui o termo “mais” não tem conotação temporal alusiva apenas ao presente ), é outra irresponsabilidade do mesmo patamar das fake news, já que Rafa, afora as ótimas sequências em quadras duras que acima citei, possui também dois troféus na grama de Wimbledon( 2008 e 2010 ), além de outras três finais. Portanto, Luiz, o aconselho a dar sempre uma pesquisada, antes de postar certas bobagens. No mais, obrigado/de nada pelo meu spoiler…

      1. Leonardo+Fagundes

        Valmir, Valmir, Valmir. Sem tirar o merito da sua excelente referencia aos feitos do Nadal fora do saibro, que são maiores que de outros especialistas em rapidas como Becker, Edberg ou mesmo McEnroe. Sem tirar esse seu merito, não percebeu que o Luiz Fernando estava sendo sarcastico? kkkkkkk

        1. Valmir da Silva Batista

          LEONARDO, LEONARDO, LEONARDO, você tem razão, vai ver que ele é mesmo ruim fazendo sarcasmo…

      2. Luiz Fernando

        Valmir, tenha dó, será q vc esqueceu pra quem eu torço? Melhor eu nem comentar essa “aneira” q vc postou…

        1. Valmir da Silva Batista

          LUIZ FERNANDO, ser torcedor de determinado tenista significa propriamente deixar de dizer algo em oposição ao mesmo, inclusive, considerar que ambas as coisas são correlatas é alienação e sobretudo falta de discernimento, ou seja, era só o que faltava eu ter que ver como sendo iguais duas coisas com sentidos diferentes, só se eu fosse muito burro, né? Obviamente, não baseado em que não percebi o seu sarcasmo, mas em razão de você justificar o teor do meu comentário, afirmando ser torcedor do Nadal, e daí? O que uma coisa ter a ver com a outra?

  20. Teka+Moraes

    Mais uma “promessa” caiu fora, Raducano. Com muitas duplas faltas e erros não forçados, conseguiu perder para a mediana Martic. Mas pensando bem, se tirarmos sua vitória do UsOpen, sobra outra jogadora mediana. Parece bem real.

    1. Valmir da Silva Batista

      TEKA MORAES, eu já disse aqui algumas vezes que a Du Cano não passa de cortina de fumaça, um rostinho bonitiiiiiiiinho cuja mídia, inclusive este blog, resolveu tecer-lhe os louros, antes até do que seria razoável recomendável. Se ela conseguir atingir o mesmo patamar das enganadoras Anna Kournikova e Eugenie Bouchard, já terá sido muito, já que, até agora, não vi nada de mais em seu joguinho anêmico, que justifique tanto auê em torno de seus passeios com raquete pelas quadras de tênis, ou seja, é mais uma turista que os desavisados acham que ela joga bola pra caramba. Pobres tolos…

  21. Luiz Fernando

    Essa espn só pode estar brincando com os assinantes, só invés de tênis, inclusive c o Murray em quadra, está passando golfe no 572. Que atitude safada…

  22. Marcelo+Costa

    Serena, Vênus e agora Osaka, em indian wells? Até quando? Exigimos punição ao tenista, porque não punição ao evento, que não permite isso?

    1. José Nilton Dalcim

      Desculpe, Marcelo, mas como você quer punir um torneio inteiro porque um idiota na arquibancada grita uma bobagem? É algo que está fora do controle dos organizadores em qualquer lugar do mundo. Não dá para punir o Brasil na Davis porque um ser não pensante ofende o Zverev, não achas? Abs!

      1. Marcelo+Costa

        Pasme, , no futebol aqui onde aa leis são mais frágeis, quando se identifica um agressor, a própria torcida identifica e este é retirado do campo. Este torneio é reincidente, e nada é feito, então passa uma mensagem clara que ali é um ambiente seguro pra destilar ódio.
        Só vão parar quando Osaka abandonar a carreira, e pior não destilam ódio só lá ao vivo o escárnio ocorre depois.
        Uma provocação, as irmãs willians boicotaram por anos, não deveria ter mudado algo?

        1. José Nilton Dalcim

          O que você sugere? Um atestado de anti-racismo de cada um que comprar ingresso? É algo totalmente fora do controle, Marcelo. Claro que é lamentável, mas há torcedores de todo o país e muitos de fora também.

          1. Marcelo+Costa

            Mas nem um mero cartaz contra o racismo, nem im demagogo blm? Não fazem nada, este torneio é recorrente em episódios de racismo por parte da torcida, e nada é feito?
            Perdão mas estão vencendo, Osaka e tudo que ela representa perdeu e o pior de novo, afastar a Rússia de competições como fez o coi é até fácil, a atp entrar de verdade no debate é pedir demais, onde a cor que importa é a verde que estampa o dólar.
            Uma nota de repúdio? Um pedido de desculpas, um Tweeter, mas nada??

    1. José Nilton Dalcim

      Do meu ponto de vista, oitavas de final num Masters estão longe de ser um resultado à altura do Murray. É foi o máximo que ele conseguiu nesses cinco anos.

  23. Alexandre

    Dalcim,
    Boa tarde!
    Entre Medvedev e Alcaraz, qual o Miúra deve mais se preocupar? Gostaria de saber sua análise sobre esses dois, pois acho que um desses três que será o campeão de IW.
    Abraço!!!

    1. José Nilton Dalcim

      Eu me preocuparia muito mais com o Medvedev, que é o número 1 do mundo e joga em sua melhor quadra. É bem verdade que o piso não é tão veloz quanto o russo aprecia, mas ainda assim ele é um adversário muito perigoso. Alcaraz é muito talentoso, mas me parece que ainda precisa de mais rodagem para se desfazer da natural idolatria pelo Rafa.

  24. Maisa Santana

    O tempo passa e a escrita não muda. Seja qual for o adversário… terá de vencer Rafa. Se não fizer isso Rafa é quem se supera e sairá vencedor. Ele é Fênix… então sabe o caminho e a atitude correta.

  25. Wilson+Rocha

    O mais correto, Dalcim, seria: depois de conseguir larga vantagem jogando bem, Korda ensina como perder um jogo ganho. O cara não acertava um primeiro serviço e colecionava erros não forçado. Que amarelada!!!!

    1. Valmir da Silva Batista

      WILSON ROCHA, ele deve ter aprendido com a Garbiñe Muguruza, que após estar vencendo a americana Alison Riske por confortáveis 6/0 – 3/0, conseguiu uma improvável derrota de virada. O ruim de bola Sebastian deu Korda para o Nadal, que estava com o jogo praticamente perdido, e sifu…

  26. Tiago

    Que Rafael Nadal é o melhor de todos os tempos, disso eu não duvido. Mas uma coisa me deixa um pouco triste. Desde quando acompanho tênis desde 1997, nunca vi uma geração tão fracassada e medíocre quanto essa atual. Na minha opinião, Nadal que até o momento está invicto na temporada, está longe do seu melhor tênis, porém sem Djokovic disputando torneio por não se vacinar e Federer quase se aposentando, simplesmente não existe adversários a altura. Esse jogo em Indian Wells contra Korda, foi um replay do AUSOPEN, quando Shapovalov jogou pra fora sua chance de ouro diante de um Nadal quase morto em quadra, e Medvedev entregando o caneco na final já no 3ºSet. Portanto para essa temporada, veremos Nadal já com todos os recordes batidos e vencendo tudo, caso Djokovic consiga alguma façanha mesmo sem ritmo e caso haja o afrouxamento das regras do covid para os próximos Grands Slams.

    1. Luiz Henrique

      Tiago, esse é o cenário que temos desde 2015.
      Nadal está se beneficiando um pouco agora, mas ele se beneficiou menos que Djokovic, e mais que Federer

    2. Luiz

      Federer, Nadal e Djokovic são gênios e cada um deles faz maior ainda as conquistas mútuas, nunca mais vai existir uma era assim no tênis.
      Meu preferido é o Nadal, que foi o que mais sofreu com a parte física, se considerarmos os torneios aonde os 3 estavam em boa fase ao mesmo tempo, acho que seria a melhor forma de compararmos.
      A magnitude das conquistas de todos é indiscutpivel, porém ainda temos que considerar que a maior superioridade em um piso é do Nadal.

  27. Cleber Costa

    Mestre, não achou que a quadra estava mais rápida que o normal? A impressão que eu tive é que o jogo estava sendo disputado na grama.

    1. José Nilton Dalcim

      Sério? Não achei a quadra tão veloz. A bola ‘voa’ muito, mas o piso é considerado pela ATP como média velocidade. Veja no início das transmissões que aparece um gráfico no canto inferior direito.

      1. Luiz Guilherme Correia

        Dalcim, fiquei curioso com essa medição da velocidade do piso. Tem algum lugar onde esses dados estão disponíveis? Quais são os torneios de piso mais veloz? Esses pisos mais velozes, são muito mais lentos do que um piso de carpete?

        1. José Nilton Dalcim

          No site da ITF tem uma tabela com a forma de medir as velocidades, mas não existe um dado oficial sobre o piso de cada torneio. Alguns sites costumam dar, mas nem sempre são confiáveis. Dizem que Xangai e Cincinnati são os mais velozes entre os Masters e que Miami é tão lento quanto Monte Carlo, por exemplo. A grama ainda é o que chega mais perto do carpete, mas a grama de hoje é mais lenta do que já foi antes.

  28. Hemerson

    Nadal x Korda..a experiência venceu!
    Nadal guardou ou não conseguiu usar muitos golpes.
    Onde estavam os drop shots, forhand cruzado, jogo de rede? Mas duplas faltas ou mesmo ter que usar o segundo saque eram um grande problema.
    A sorte que o peso da situação derrubou o saque do Korda e algumas escolhas apressadas e do outro lado a resiliencia de Nadal jogando muito. Mas foi um belo duelo…este pessoal novo contra a velha geração…o posicionamento do Korda no segundo e terceiro set amarraram muito o Nadal que teve dificuldades em se livrar…estas mudanças táticas tornam o jogo muito interessante.Pegar Shapo, Alliassime ou Alcaraz será muito interessante.

  29. Paulo F.

    Será que depois de ontem finalmente a seita entenda do porquê Rafa sempre foi superior em todos os sentidos a Federer?

        1. Sérgio Ribeiro

          Federer está no Torneio, P.F. ??? . Basta postares as costumeiras groselhas que ficas logo bem acompanhado nos comentários rsrs. Na boa , assuma que largou de vez o “ goat “ Paraguaio, e adotou novamente o Touro ( sempre torceu por este rs ) . Não dá mais pra disfarçar kkkkkkkkkkk. Abs!

      1. Gustavo

        Vc não fala nada qdo são as federetes q não esquecem Nadal e Djoko né? Kkkkkk
        Vitor Hugo sendo o principal mas têm muitos outros kkkkk

        1. Sérgio Ribeiro

          Na boa , meritíssimo. Ficas sempre na espreita repetindo as groselhas desses caras . Não fica bem para alguém que precisa ser imparcial . Até mesmo quando está num momento calça jeans kkkkkkkk. Abs!

          1. Sérgio Ribeiro

            E pelo visto já aderiu à modinha de torcer pra dois ao mesmo tempo. Tudo e’ Natalzinho e Djokinho . Vou falar com o Heitor kkkkk. Abs!

  30. Rafael+Azevedo

    Terrível o jogo do Nadal, ontem. Como Luiz Fernando falou na outra pasta, parecia o Nadal de 2015, com todos os golpes curtos.
    Há um abismo imenso entre o Nadal de Acapulco e o dessa primeira rodada de IW.
    Só venceu porque ele é Nadal!

  31. Efraim+Oliveira

    Sei que existe uma estatística pra viradas de 0-2 em slams, mas e pra viradas tipo essa do Nadal, existe alguma?

    Sei que Nadal já sacou pra fechar o jogo e acabou perdendo, mas creio que obtém muito mais viradas vitoriosas do que derrotas.

    Do big 3, acho que ele é o que menos se entrega frente a um placar adverso. Lembrei agora de Madrid 2013, onde ele esteve uma quebra abaixo frente a Nishikore e mesmo assim acabou virando o jogo; lembrei também do Us Open 2019… Enfim, vários exemplos.

    1. Thiago+Silva

      Foi em 2014, o japonês tava massacrando até machucar o quadril no segundo set, depois foi se arrastando até abandonar.

    2. Paulo Almeida

      US Open 2019? Nadal esteve sempre à frente. Acho que confundiu com o Finals, quando perdia por 5-1 pro Medvedev no terceiro set e acabou virando também.

      Djoko reverteu mais match points contra, mas ficar duas quebras abaixo e ainda se recuperar acho que fica com o espanhol mesmo.

    3. Luiz Henrique

      Nadal já virou um set contra Federer, numa final de masters 1000, quando perdia por 5-1.
      Federer sacou em 5-1 pra fechar

      1. Paulo Almeida

        Quando foi isso? Não me lembro.

        Bom, o GUAT é o maior cabeça de geleia e foi quem mais sofreu viradas improváveis na história do tênis (inclusive do Kevin Anderson em Wimbledon 2018). Logo, não me surpreende.

  32. Maria Izabel

    Bom dia!Dalcin.
    Falar desse Nadal que jamais desiste ,virou um clichê. Mesmo não jogando bem,e reconheceu isso,consegue outra virada sensacional.É a sua garra,seu mental.Mas o Korda não teve cabeça para fechar o jogo.É difícil o cara jogar e estar de frente a um Nadal.Justo pular Miami,vem chegando a temporada de argila e seu pé tem que ser resguardado.
    Fiquei triste pela Bia mas…Murray é um guerreiro,gosto do seu jeito em quadra e suas opiniões fora delas,outro que batalha muito.
    Osaka ainda não está bem mentalmente.Lamentável alguém fazer o que fez com ela.Precisa continuar suas sessões com psicólogo . Já está mais magra ,achei que estava alegre e vem uma torcedora que destruiu com palavras ,um pessoa que ainda está muito frágil psicologicamente.Tomara se recupere,tenis ela tem.
    Bons jogos hoje ,um ótimo domingo a todos.

  33. André Aguiar

    Que o Nadal é osso duro ninguém discute. Mas vamos combinar que a partir do 5-2 do 3° set, o Korda deu aquela entregada de fã assumido que não suporta ver o ídolo perder. Reportaram que não parava de rir na coletiva pós-jogo. Freud explica.

    1. José Nilton Dalcim

      Nossa, realmente ‘viajei’. Mas aproveitei para completar o texto com os jogos da madrugada e a lamentável situação da Osaka. Obrigado!

  34. Carlo V. Wagen

    Nao quebrou raquete.
    Nao xingou nem gritou.
    Nao fingiu co tusão enquanto estava perdendo.

    Apenas foi là, se manteve no jogo e conseguiu, a base de um alinhamento de astros (mudança tàtica, execução perfeita, controle mental e muita, mas muita sorte).

    E conseguiu de novo.

    Mas se mantiver este nìvel apresentado, perde o favoritismo natural que tem pelos recentes resultados.

    Se chegat ao menos na final (ou principalmente se ganhar) coloca uma pulga atràs da orelha dos três primeiros.

Comentários fechados.