Mais uma grande virada na vida de Bia
Por José Nilton Dalcim
27 de janeiro de 2022 às 12:18

Recomeço e sucesso parecem ser palavras decisivas na carreira de Bia Haddad Maia. Como ela bem lembrou, há exatamente um ano salvava match-point num quali de ITF de US$ 25 mil. Tanto esforço depois, ela está numa raríssima final de Grand Slam, algo que apenas três brasileiras obtiveram na história, e pode entrar na seleta lista de 11 tenistas nacionais, e apenas cinco adultos, que já ergueram um troféu desse gigantesco porte.

Bia outra vez empurrou a parceria com a cazaque Anna Dalinina, para quem perdeu uma final de Copa Gerdau juvenil e lembrou de última hora para jogar a seu lado em Sydney e Melbourne, já que a argentina Nadia Podoroska se contundiu. A cazaque, conta Bia, estava na Tunísia e houve pouco tempo para treinar. Ainda assim, ganharam Sydney e embalaram. Venceram nas duas campanhas as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara, que são top 10 do ranking. Nesta noite, venceram o primeiro set e sacaram para o jogo, mas mantiveram cabeça após perder a chance inicial e dominaram também o 3º set.

A chance de se tornar a primeira brasileira a ganhar um Slam desde Maria Esther, no US Open de 1968, passa por uma missão quase impossível, já que do outro lado da quadra, à 1h de domingo, estarão as experientes e super entrosadas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova, donas de dois Roland Garros, um Wimbledon, da recente medalha olímpica e da ponta do ranking. Não daria para ser mais difícil. Fato curioso levantado por Felipe Priante de TenisBrasil: na final juvenil de Paris de 2013, Bia perdeu justamente para elas.

Não importa o resultado. A temporada 2022 começa de forma extremamente animadora para Bia, que está jogando um tênis de grande qualidade. Já se garante como 41ª no ranking de duplas – pior apenas que o top 10 de Luísa Stefani em toda Era Aberta – e isso permitirá jogar e faturar também nessa especialidade nos torneios de maior gabarito. Quem tem visto os jogos, percebe uma Bia muito vibrante em quadra mas bem madura e serena nas comemorações. “Não me surpreende o que está acontecendo, eu confio muito no meu tênis”. Nós todos também.

Barty tenta a glória contra surpresa Collins
A número 1 do mundo Ashleigh Barty está a um passo de seu terceiro diferente troféu de Grand Slam e de acabar com o longo jejum de títulos locais no Australian Open, que vem desde 1978. Se mantiver o favoritismo, terá erguido Slam em todas as superfícies possíveis, o que condiz com sua versatilidade.

Demoliu a terceira norte-americana seguida, desta vez cedendo quatro games a Madison Keys. Seu jogo mais exigente da campanha foi o 6/4 e 6/3 sobre Amanda Anisimova, nas oitavas, quando também perdeu seu único game de serviço até aqui. O máximo que Keys conseguiu foram dois break-points, um em cada set.

Na final das 5h30 deste sábado, talvez o maior adversário de Barty sejam seus nervos diante do feito histórico e da pressão pessoal. Seus jogos têm dado a maior audiência da tevê no país nos últimos 10 dias.

Claro que não pode menosprezar a força bruta de Danielle Collins, ainda que ela chegue a sua primeira final de Grand Slam aos 28 anos e como 30ª do ranking, dando um passo a mais em relação à campanha no Australian Open de 2019. Barty tem 3 a 1 no histórico contra Collins, mas perdeu justamente o mais recente, num dos WTA de Melbourne de 2021.

A vitória impiedosa sobre a polonesa Iga Swiatek foi a sétima de Collins sobre uma top 10 na carreira. Tem apenas dois títulos de WTA menos expressivos na carreira e passará a figurar entre as 10 melhores do ranking na próxima semana.

Collins tem golpes retos e agressivos, com um dos melhores backhands do circuito. Ficou no universitário norte-americano até 2017, ganhou rapidamente destaque na WTA e ainda superou cirurgia no ovário no ano passado.

Sua campanha neste Australian Open teve viradas duríssimas diante de Clara Tauson e Elise Mertens e depois atuações mais firmes frente a Alizé Cornet e Swiatek. Sabe que, para ter chances, terá de encurtar pontos e deixar Barty na defensiva. Difícil, mas nunca inviável.

E mais

  • Nadal busca a sexta final em Melbourne diante de Berrettini, às 0h30 desta sexta-feira. No único duelo entre eles, venceu no US Open de 2019.
  • O italiano tenta repetir a campanha de Wimbledon. Se conseguir, irá superar o próprio Nadal no ranking e entrar para o top 5.
  • Segundo Moyá, Rafa perdeu quatro quilos de água na maratona contra Shapovalov. A previsão em Melbourne é de 30 graus e chuva na hora do jogo, o que pode exigir fechamento do teto.
  • Nadal tem 82% de pontos após acertar o primeiro saque no torneio contra 78% de Berrettini.
  • Medvedev e Tsitsipas estão longe de ser bons amigos. O russo tem 6 a 2 no histórico, com vitória do grego no mais recente, no saibro de Paris. No piso duro, o placar é de 5 a 1. Na semi de 2021, Medvedev passou em sets diretos.
  • Ambos tiveram campanha exigente. O grego começou inseguro, ganhou de Fritz com grande esforço mas jogou fez melhor exibição do ano contra Sinner na rodada anterior.
  • Medvedev ganhou apenas seu terceiro jogo de cinco sets em 10 já feitos e evitou match-point contra Aliassime, o que marcou sua 50ª vitória de Slam.
  • Aliassime mostrou que a chance contra Medvedev está numa postura bem ofensiva e que boa parte da construção dos pontos passa por bolas anguladas. Isso é claro exige confiança.
  • Kyrgios também pode ganhar seu primeiro Slam, ao lado do amigo Kokkinakis. Os dois fazem campanha notável e enfrentam no sábado os compatriotas e surpresas Ebden e Purcell.



Comentários
  1. Miguel BsB

    Sérgio, no post anterior, só pra esclarecer…Não me incomoda vc usar a expressão “mané”, entendo que é uma gíria muito utilizada no RJ. O que quis dizer é que chamam as pessoas aqui de coisas bem piores, e às vezes passa. Mas aí, isso fica a cargo da moderação e de outras pessoas que podem se sentir ofendidos quando vc usa a expressão…
    Abs!

  2. Teka+Moraes

    Só chegando pra dizer que Nadal parece Fênix ressurgindo das cinzas, fresquinho como se tivesse 18 anos, queimando a língua dos que o julgavam velho e aposentado e Berretini, com aquele BH, dificilmente erguerá um trofeu pela frente tão cedo.

    Quanto à Bia, acho que será difícil bater a dupla das atuais campeãs, mas a gente nem achava que chegavam na final e aí estão! Vai que levam. Tomara!

    No feminino, Collins dará trabalho. Qualquer que seja o resultado, para mim será legal, mas puxando um pouquinho mais pra Barty.
    E viva o tenis! Amo!

  3. Paulo Almeida

    Tripas colocou a língua pra fora no terceiro set e o russo atropelou mais uma vez, mas até que foi um bom jogo até lá. Acho que agora a paternidade já está estabelecida, mas ainda não é a maior da história, conhecida como FeDal.

  4. Heitor

    “ O pai dele pode falar em todos os pontos? Você é estúpido, o pai dele pode falar em todos os pontos? O pai dele pode falar em todos os pontos? O pai dele pode falar em todos os pontos? Responda minha pergunta! Você pode responder minha pergunta, por favor?”, bradou o exaltado russo em alto e bom som. Depois de ouvir uma breve resposta do árbitro de cadeira, o russo rebateu. “Meu deus, você é muito ruim. Como você pode ser tão ruim e estar em uma semifinal de Grand Slam? Olhe para mim, estou falando com você. Quero que você dê uma advertência de ‘coaching’ para ele porque seu pai fala em todos os pontos”, reforçou o irritado Medvedev.”

    Se o juiz não toma providências para quem descumpre regras, pra que juiz?
    Para as questões objetivas, têm as câmeras, e para as subjetivas (tipo coaching), onde o juiz deveria intervir ele não intervém, então para quê juiz?

  5. Evaldo+Aparecido+Moreira

    Bom dia ,
    Permita me dizer uma coisa, esse Italianinho , vulgo Bezzerottini, isso mesmo, como tu és fraco , não desmerecendo a vitória do gigante Nadal , tava claro que , ele ia no backhand do cara o tempo todo, vi os sets iniciais , que ridículo moço .
    Aínda , ganhou um set ,não sei como , pois não vi, um cara que fala que quer almejar algo, tem que melhorar , além do backhand risível, mas o jogo como um todo, fato.
    Agora sim, eita Bia custosa , guerreira , teimosa kkkk, falo isso no bom sentido , só assim para ir longe, tá visível , a maturidade , serenidade e mais vibrante, gostando de ver , esse 2022 promete pra ela , se manter o foco e o nível de jogo , pois jogo ela tem , basta ser constante e efetiva , o que sempre difícil , mas não impossivel, vamos gata , linda , você merece …..rsrsrs.

  6. Rodrigo Figueiredo

    Medvedev é um monstro. Pode até perder domingo, mas quando eu o vejo jogar nos grandes momentos (na quadra dura, em especial) eu o admiro imensamente. Lutador demais, movimentação impressionante, o saque é um petardo. E a inteligência dele quando fala, a articulação? Que o público dos grandes torneios não goste dele é só mais uma coisa que mostra que o problema está com o público que vai aos jogos, e não com atletas excepcionais como Djokovic e Medvedev (não por um acaso, um sérvio e um russo).

    Como fã do Djokovic, espero muito que seja Daniil seja o futuro n1 – já a partir da semana que vem, de preferência.

  7. Luiz Fernando

    Rafa atingiu 500 vitórias na quadra dura, estando a frente de jogadores medíocres nesse piso como Sampras e Jimbo kkkkk. Não duvido q algum membro da seita messiânica poste q esses dois eram saibristas disfarçados kkkkkk. Aqui é diversão garantida kkkkk…

  8. Luiz Fernando

    Que privilégio é torcer pro Rafa, quanto menos se acredita no cara mais ele vai lá e surpreende. No primeiro pela quadras da espn o Meligeni, cara q eu creio q entende um pouco de tenis, disse claramente q o espanhol poderia perder em qualquer rodada, talvez já na primeira, outros diziam q perderiam p o Kokkinakis na segunda, nem precisou jogar, depois pro menino ursinho e desde terça q não venceria um set sequer contra o MB, quase foi de zero. E agora , quase seis meses e uma infecção de Covid após o cara vai a final p tentar igualar Djoko ao vencer todos os GS ao menos duas vezes. E hj um detalhe óbvio: estava inteiro em quadra, na entrevista pós jg parecia antes e não depois da partida. O mesmo Meligeni, q entende um pouco de tenis, disse q quando Rafa pode treinar sem dor é um osso duro de roer e q encara qualquer um com condição de vencer, eu q não entendo nada, digo q ele continua um monstro faminto q se alimenta de vitórias, e a partida contra o Shapo equivaleu a um balde de feijoada em matéria de confiança, vamos p mais uma final, na qual ele não é favorito, aliás ele não era em jogo nenhum desse AO kkk…

  9. Mario cesar Rodrigues

    Dalcim tu como manja e muito do tênis até o segundo set ele cumpriu a risca o plano back do Italiano não faltou fisico o negócio é que ele fugiu da tática depois no quarto matou aprendam gente e por favor convide o Cleto para um podcast onde ele falou que Nadal ninca mais chegaria até umas quarta de um GS.vamos Rafa!

    1. José Nilton Dalcim

      Até minha mãe que só joga ‘canastra’ sabe que a tática contra o Berrettini é martelaar aquele backhand frágil… rsrs… O que eu gostei no Rafa foi que ele jogou os dois primeiros sets bem perto da linha e até entrava para devolver o segundo saque. Isso acelerou muito e deixou o italiano perdidinho. Pois é, nunca se deve descartar o Big 3 em qualquer circunstância, Mário. Abs!

      1. Paulo

        Qual seria a tática acertada contra Medvedev? Não consigo ver um buraco que possa ser explorado pelo Nadal, a não ser a direita que não é exatamente um buraco. No mais, fazê-lo correr para as laterais. O que Nadal poderá fazer pra bater Medvedev, Dalcim?

        1. José Nilton Dalcim

          Sacar bem para poder mandar nos pontos com o forehand, usar cruzadas e então virar para a paralela na direita do russo, usar curtinhas para tirá-lo do conforto e fazer umas variações de saque-voleio para aproveitar que o russo fica muito lá atrás.

          1. Paulo

            Obrigado, Dalcim! Acho que você está certo, e essa dica da cruzada e depois paralela pode ser a chave do jogo para o Nadal. Vamos ver se combina isso com os russos. Rsrsss

  10. Maurício Luís *

    A Bia Maia subiu no ranking no “braço”. Por ser de país de terceiro mundo, não recebeu 1 convite sequer. Grande lutadora, e esta ida à final é num prêmio surpreendente mas merecidíssimo por todo o seu esforço. Nem acredito no que estamos presenciando: uma brasileira finalista de duplas no Aberto da Austrália. ☺👀💎💎

    1. José Nilton Dalcim

      Não é completa verdade. Ela já recebeu alguns convites importantes, em Miami e na China. Neste retorno, recebeu vários convites em Portugal para disputar os torneios ITF. Além disso, existe uma convenção de que jogadores vindo de doping não devam receber convites. Isso aconteceu até com a Sharapova. Abs!

  11. João ando

    O jogo e jogado e o lambari e pescado .por isso acho que a bia pode ganhar as duplas . Na simples acho que da barty

  12. Vitor Hugo

    O chamado”centrão” é o grupo de partidos mais corrupto que já existiu. São oportunistas, não tem ideologia, agem apenas por interesse. Valdemar da Costa, Ciro Nogueira, Artur Lira… Não passam de lixo político e corruptos e todos protegidos pelo judiciário, corrupto igual.

    Aliás, o Bolsonaro acabou de se filiar ao PL, que na época do petrolão ficou conhecido como PARTIDO DOS LADRÕES, e que tem Valdemar da Costa Netto, mensaleiro, como presidente.
    Bolsonaro se uniu aos corruptos para acabar com a hipocrisia, pois pregava o combate a corrupção. Negacionista, energúmeno e corrupto.

    1. Carlo V. W.

      Aqui temos corruptos de direita e os corruptos de esquerda. Alguns escolhem que lado quer defender. Achei que o governo da PresidentA foi o pior que já tivemos, mas entao veio o do PresidentO, e embos superaram qualquer expectativa. Em países pobres, via de regra, presidentes precisam ter popularidade e serem fortes, ou serao sempre engolidos pelos centroes e pelos grupos que realmente controlam os orçamentos (pode chama-los de carrapatos, ou de Centrao, vc decide).

      Triste sina de país pobre…

      E o Nadal, hein? Apesar da torcida animada do Servio, podera ele der o detentor do recorde de GS…(apesar de nao acha-lo favorito.. nem contra o grego.. muito menos com o russo).

      Mas se ele hipoteticamente ganhe Ausopen e FrenchOpen… adeus recorde do Servio…

      1. Gustavo

        Teoricamente Djoko pode passar Nadal msm q ele chegue a 22
        O problema é essa maluquice de n se vacinar
        Precisaria resolver isso

  13. Hendrix

    Dalcin,
    Não me lembro de ter visto uma tenista tão sólida e completa como Ash Barty está nesse torneio. Ela me parece uma Justine Henin melhorada, muito confiante e tranquila.
    Você já viu uma tenista se impor tecnicamente, e não fisicamente, como ela de forma tão avassaladora? Se sim, pode citar qual foi?
    Abs,
    Hendrix

    1. José Nilton Dalcim

      Sou um profundo admirador da Barty, caro Hendrix, mas sejamos frios e calculistas: a melhor adversária que ela pegou nestes seis jogos era 21 do ranking e nenhuma delas tinha um currículo, digamos, admirável. Keys também a mais gabaritada, mas ainda assim não fazia quartas de Slam desde 2019. Então acho que comparação aqui não cabe muito. Abs!

  14. Bruno

    Dalcim,
    Será que o Verdasco conseguiu ganhar dinheiro na carreira?
    Pergunto isso pelo vexame que vem passando nesses challengers na América do Sul.
    Triste fim de carreira dele.

    1. José Nilton Dalcim

      Ah, ganhou com certeza, bruno. Ele veio para os challengers porque ainda quer continuar no circuito e tentar recuperar ranking.

  15. Hemerson

    Dalcin teremos a Ashleigh Barty disputando a tão dificil
    Final de um grand slam, mas estava lembrando que no ano passado me lembro de ter assistido 2 jogos dela contra a Aryna Sabalenka. Uma no masters de Miami onde ganhou a Ashleigh em 3 sets e depois foi a campeã e logo depois teve a final no masters de Madrid onde a Sabalenka ganhou em 3 sets iniciando com um pneu. Foram jogos muito bem jogados e entre os dois jogos teve a final de Stuttgart onde Ashleigh ganhou tb em 3 sets ( aplicando um pneu tb)..mas este jogo não assisti. O H2H esta 4-4… estava vendo os resultados de ambas e o que se vê é uma consistencia da numero 1 e uma perda de bons resultados muito grande da Aryna, culminando com a campanha muito ruim no AO. Deve estar acontecendo algo muito estranho na carreira dela.

  16. NELSON+LUIS+DE+CARVALHO+FREIRE

    Bela cobertura do Tenis Feminino, Dalcim.
    Que venham mais meninas pro tenis Brasileiro. E que a conta de confiança da Bia siga subindo, porque ela merece. E que ela ache um jeito de se movimentar melhor nas simples (desculpe Bia, mas é a minha torcida), porque o resto ela tem de sobra.

  17. Marcelo+Calmon

    Concordo com você que a Bia devia ter acusado o pé na bola. Acho que nem fez diferença, pois perderam aquele game.
    Não acredito no título, a outra dupla é muito melhor, mas o jogo é jogado !!
    Aliás, no feminino não temos duplas tão confiáveis, a dupla japonesa ser nr 2 do mundo é um pouco demais pra mim. Nada de especial.

    Muito chato ver a Collins jogar, além de só saber dar pancada, a expressão dela de desgosto é irritante.
    Parece que está sempre revoltada com algo, mesmo quando ganha os pontos.

    Sou Barty desde criancinha. Joga um tênis maravilhoso e está sacando muito bem.

    A Pliskova expressa tédio de estar na quadra enquanto a Collins demonstra raiva.

    Aliás, onde andam as irmãs Pliskova ?

    abs

    1. José Nilton Dalcim

      A Katerina machuchou a mão num treino prévio e ficou de fora de toda a fase australiana do circuito. Krstyna está grávida.

  18. Ronildo

    Humilde:

    “…que não é 👉vaidoso👈, tem ou manifesta a virtude de conhecer suas próprias limitações; modesto…”

    Com certeza o próprio Federer é um cara bem humilde. Ou alguém já viu ele arrumar o cabelo numa partida de tênis?

    👀

    1. Paulo F.

      Tem certeza que acompanhou o Federer a carreira inteira?
      Depois que resolveu abandonar aquele rabinho de cavalo ridículo que usava, sempre teve o cacoete de chacoalhar a cabeça para balançar as madeixas.

    2. Luiz+Fabriciano

      Não basta apenas NÃO arrumar o cabelo.
      Mas há outras coisas (nele mesmo) que diminui sua “grande” humildade.

  19. rafael

    Que feito da Bia!! Torcerei para a dupla completar 3ssa fenomenal campanha!+
    Mestre, qual o percentual para o masculino?
    Medvedev 60% x 40% grego e Nadal 55% x 45% Berretini? Eu só acho que o Nadal tem que ganhar rápido do italiano ou sofrerá.

  20. SANDRO

    Estou extremamente apaixonado por Danielle Collins:
    – Por sua beleza física
    – Por sua beleza tenística
    – Por sua determinação
    – Por sua força bruta aliada à precisão dos gokpes
    – Por sua volta por cima após a cirurgia…

  21. Helena

    Olá, Dalcim!

    Se a quadra fechar, acho que seria uma melhor para o Berrettini, não?

    Outra dúvida, no horário da noite fica melhor pra qual dos dois jogadores? Pelo que entendi do Nadal explicando, jogadores mais do saibro como ele e o Tsitsipas jogariam melhor pela manhã.

    1. José Nilton Dalcim

      Nadal explicou que, devido à bola, prefere jogar de dia r por isso pediu para jogar sempre fora da rodada noturna. Ele acha que a bola fica mais difícil de controlar à noite. Então acho que o fechamento do teto ajuda o espanhol na questão do desgaste do calor – previsão de 32 graus -, mas deixa o piso mais veloz e pode favorecer o saque do italiano.

  22. Willy

    Dalcim, sei que comparar gerações é extremamente difícil, mas na sua opinião o quanto esta geração de tenistas é melhor que a anterior?

    Acha que se esses caras atuais enfrentassem o Auge do Big 4 teriam mais chances de beliscar mais títulos do que a geração anterior? E separadamente, conseguiriam ganhar mais slams? Visto que somente Wawrinka, Del Potro e Cilic conseguiram.

    Nova: Medvedev, Thiem, Tsitsipas, Zverev, Berretini, Shapovalov, Rublev, Auger-Aliassime

    Antiga: Berdych, Del Potro, Raonic, Ferrer, Nishikori, Cilic, Tsonga, Dimitrov, K. Anderson, Wawrinka

    1. José Nilton Dalcim

      Realmente, muito difícil. Vamos vejamos algumas comparações: Medvedev, Thiem e Zverev, por exemplo, são melhores que Berdych, Raonic, Nishikori ou Tsonga? Me parece que certamente sim. Del Potro foi melhor oque Tsitsipas, Berrettini, Thiem ou Shapovalov? Eu também diria que sim. Então acho que na média a turma de hoje é um pouco superior.

      1. Dário

        Del Potro, com certeza foi melhor que todos os tenistas hj com mais de 23 anos (não dá para julgar os mais novos). Se controlasse o ponto com a direita, dificilmente perdia o ponto, mesmo com o Big4. Sempre foi parada dura, não busquei os números dos outros, como Cilic e Wawrinka, mas provavelmente foi quem mais derrotou o Big4. Ele tem 3/7 contra Murray, 4/16 contra Djokovic, 6/11 contra Nadal, 7/18 contra o Federer. Ele ainda é mais novo que os quatro.

        Se não fosse os recorrentes problemas nos punhos, que praticamente não permitiram ele ter duas temporadas seguidas completas desde 2010 teria beliscado pelo menos uns 5 GS, provavelmente da conta de Nadal, Djokovic e Murray.

        1. Luiz+Fabriciano

          Interessante seu destaque para o Del Potro. Concordo que seu potencial “seria” maior que os outros.
          Mas seu fechamento diz, que se não fosse as contusões, teria +/- 5 GS, extraídos da conta de Djokovic, Nadal ou Murray.
          Mas o único que ele tem, saiu da conta de Federer.

    2. José+Yoh

      Para mim, uma geração dificilmente será pior que a anterior ( analisando a forma de jogar) já que há avanços táticos, biomecânicos, médicos, de condicionamento físico, de equipamento, etc. Mas…

      É necessário perceber que o filtro para chegar lá é de milhares de jogadores, todos muito bons. Então presumir que alguns seriam fracos soa como algo impossível de ser verdade. É como achar que em uma fuvest o top 100 de um ano é mais fraco que o top 100 de outro ano.

      Abs.

  23. Gustavo

    Oi Dalcim, tem uma reportagem no site que eu queria corrigir mas não posso corrigir lá porque não tenho facebook

    “Aos 35 anos e 241 dias, Nadal tenta se juntar a Federer e ao australiano Ken Rosewall, que conquistaram o título do Australian Open com mais de 35, ambos conseguindo este feito duas vezes. Ele também pode estipular o recorde de tempo entre dois títulos de Grand Slam, que atualmente é do suíço, com intervalo de 14 anos e 7 meses (Wimbledon 2003 e Australian Open 2018), alcançado o feito em intervalo de 15 anos e 4 meses.”

    Na verdade tem os seguintes erros aqui: primeiro que Nadal já é o recordista de tempo entre 1º e último slam, já que de RG 2005 pra RG 2020 foram mais de 15 anos.
    E se vencer o AO, seriam 16 anos e 7 meses, mais ou menos, ampliando seu próprio recorde

  24. Pedro+Batista

    Nunca entrei neste espaço para tratar de outra coisa que não se referia ao tênis, mas, alguns post’s, e em especial no caso, o do Sr. DANIEL C, precisam ser respondidos. Quero lhe dizer, que não existem “partidos corruptos”, como o Sr. se referiu, nem ao menos empresas corruptas, já que CNPJ’s não cometem crimes. Infelizmente, existem “pessoas corruptas”, que também infelizmente povoam todos partidos e parte não pequena da nossa sociedade. O partido a qual o Sr. se refere, e covardemente não o nominou, teve os governantes responsáveis pela saida de mais de 30 mi de pessoas da linha de pobreza extrema(fonte:FAO/ONI), elevou nossa econômia a 6a do mundo. Deu liberdade como nenhum outro, aos órgãos de controle, como, PGR, TCU, PF, TSE, STF e outros do tipo, que sempre sofreram interferências governamentais (vide:Geraldo “Engavetero”, e principalmente agora, neste terrivel governo genocida. Imagino sempre, como a hipocrisia humana não tem limites, e penso quais os tipos de govermantes esses pseudo defensores da ética ajudaram a chegar aos seus mandatos.

    1. Daniel+C

      Sr. Pedro Batista, eu estabeleci como uma diretriz para a minha paz espiritual não mais me envolver em discussões políticas, pois ninguém muda a opinião de ninguém, são crenças muito fortes. Eu não sou covarde, como você insinuou, apenas omiti o nome do partido (PT) pois é de conhecimento da grande maioria que os maiores escândalos de corrupção e roubalheira foram na época desse partido. Infelizmente a impunidade reina no Brasil e muitos dos criminosos já foram soltos. E eu também não sou adepto da ideologia do “roubou, mas fez bem para muita gente”. Nada justifica um crime, pois muitas pessoas poderiam ser ajudadas com as imensas fortunas roubadas. Antes que você me acuse de ser um defensor do governo atual, já te digo: é um desastre também, em termos de governabilidade é ainda pior, faz o Brasil passar vergonha internacionalmente o tempo todo. E o presidente é incapaz e insensível com o sofrimento alheio. Não tenho vergonha de admitir que me arrependo profundamente de ter votado nele. Mas nunca irei votar no PT também. Colocarei minhas esperanças em uma terceira via, ou votarei nulo, com tristeza no coração se nossas opções se resumirem a Lula e Bolsonaro.

      Encerro minha opinião por aqui e peço desculpa ao Dalcim por desviar do assunto.

    2. SANDRO

      O Brasil,em seu passado recente, tem histórico de ter refugiado assassinos, terroristas, criminosos condenados em seus países de origem e se recusado a EXTRADITÁ-LOS por serem acobertados pela máfia que se manteve no poder por 4 mandatos…
      Vejam alguns exemplos de criminosos condenados que o Brasil se recusou a extraditar:
      – Cesare Battisti: membro do grupo terrorista “Proletários Armados do Comunismo” (PAC) foi condenado a 12 anos de prisão pela Justiça da Itália, após o assassinato de 4 pessoas em atentados terroristas. Usando documentos falsos, foi detido no Rio de Janeiro em Março de 2007, porém, em 2011, os capas-pretas do Supremo Tribunal Federal decidiram pela “NÂO” extradição do terrorista assassino protegido pelo LulaMolusco!!! Battist acabou sendo extraditado no governo Temer em Dezembro de 2018. Atualmente, cumpre pena na Itália.
      – Olivério Medina: Integrante do grupo terrorista “Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia” (Farc), em 14 de julho de 2006, conseguiu o status de refugiado durante o governo petista no Brasil. As Farc usaram de sequestros, atentados, assassinatos e narcotráfico tentar para implantar o comunismo na Colômbia. Mais de 220 mil pessoas morreram no conflito entre exército, paramilitares e guerrilhas comunistas colombianas.
      – Pietro Mancini: terrorista da organização Autonomia Operária, um dos movimentos envolvidos nos Anos de Chumbo da Itália, foi condenado por assassinato pela justiça italiana. Em 2005, o governo petista do Brasil negou seu pedido de extradição. No governo petista foi oferecida cidadania brasileira ao assassino Mancini que se naturalizou brasileiro, montou uma produtora e até trabalhou na campanha de Fernando Gabeira para prefeito do Rio de Janeiro.
      – Achille Lollo: Também envolvido nos Anos de chumbo, o terrorista do grupo italiano Poder Operário foi condenado a 18 anos de prisão por dois homicídios em uma residência incendiada pelos terroristas. Sua extradição foi negada. Ligou-se ao PT e ao PSOL.
      Então, no Brasil, LulaMolusco e o STF impediram, durante os governos petistas, a EXTRADIÇÃO de assassinos, terroristas e criminosos, mas você parece que esqueceu…

    3. José+Yoh

      Tenho poucas coisas que posso dizer com certeza, já que não sou dono da verdade e as verdades tem mudado com uma velocidade assustadora.

      Agora uma coisa posso falar com propriedade: NUNCA vi um político decente. E não sou nem um pouco novo.

      Defender essa gente é pura perda de tempo. Só pode ter um motivo: não querer que um político pior ainda vença.
      Além disso, esse pessoal já paga muito (muito mesmo) bem para advogados e testemunhas defenderem.

      Abs.

      1. Rafael

        Yoh,

        Umas pastas atrás vc resumiu de forma que me marcou, dizendo algo como “os melhores nem chegam a disputar nada relevante, pq ficam pelo caminho, recusando-se a participar de ou se comprometer com o que é necessário para chegar ao poder – essa interpretação é minha, perdoe se distorci – de modo que nos resta sempre escolher entre os menos piores”.

        É isso, vc reuniu de forma bem mais simples do que expus várias coisas que penso há anos, mas nunca tinha organizado em um frase tão concisa – a sua, não a minha.

        Parabéns.

        PS: Na última eleição, fui de Ciro, não passou, não votei em nenhum dos 2 que ficaram. E nem sou eleitor de Ciro. Na próxima, ao que td indica, vou anular de novo. Recuso-me a escolher entre o sujo e o mal lavado.

    4. Barocos

      Pedro,

      Seu comentário sobre corrupção é preciso em um ponto: homens são corruptos. Como diria um amigo meu, 3 condições são necessárias para concretizar um ato corrupto: deve existir a oportunidade, é preciso existir um corruptor, não pode faltar um corruptível. Infelizmente, não só no nosso sofrido país tal conjunção de fatores acaba por gerar condutas criminosas:
      https://www.bbc.com/news/world-us-canada-60149145

      Sobre as várias afirmações que um certo ex-presidente foi a pessoa mais corrupta que já existiu, eu pergunto: onde estão as provas? Já que o MP de Curitiba e um juiz com sonhos de grandeza se prestaram a corromper os instrumentos que representavam e não conseguiram produzir um material consistente e irrefutável o suficiente. No mínimo, foram incompetentes, além de, claro, corruptos. Não que eu acredite que a cúpula do partido não se locupletou de forma ilegal, as informações levantadas indicam que o fizeram.

      Para deixar claro, não estou aqui a defender o governo do PT, poucas vezes se viu tantas pessoas ineptas alçadas a cargos importantes como se viu quando estes detinham as principais posições na hierarquia de nossa espoliada nação, mas o atual governo não só conseguiu superá-los neste quesito, como também acrescentou um nível de estupidez no trato e nas mensagens com os cidadãos brasileiros que nunca tinha visto antes e espero jamais ver novamente.

      Enfim, gostaria sobremaneira que ambos os clãs fossem defenestrados da vida pública brasileira e que, de preferência, nos brindassem com um auto-exílio para nunca mais voltar, que se furtassem de pôr os pés neste cantinho sofrido, cuja nacionalidade muitos reivindicam para o criador do universo, mas que parece ser “administrado”, mesmo, pelo cospe-fogo.

      Saúde e paz.

  25. Marcelo+Costa

    O tão criricado meligeni, disse ontem ao final do jogo, quando iremos apoiar o esporte que não seja futebol? Nós perdemos oportunidades de crescer o tênis com tanta gente que de forma isolada, e com pouco ou nenhum apoio, ano passado foram as meninas de bronze, agora é Bia, mas não capitalizamos, não há uma política mínima de incentivo ao esporte.
    Então esses resultados isolados, são ainda mais expressivos,mais gloriosos e mais importantes.

  26. Silvio

    Dalcim, quanto a Bia faturou em reais com o título do WTA 500 e essa final de Slam?
    Acho que não é pouca coisa não….Se bem que tem muitos impostos a descontar. Dá pra jogar o resto da temporada tranquila.
    Abraço e parabéns pelo Blog.

    1. José Nilton Dalcim

      Faturou 18 mil dólares em Sydney e até agora pouco mais de 180 mil dólares. Desse total, 35% é imposto na fonte. E ainda precisa pagar treinador e despesas. Acredito que o lucro real seja de 50%. Então é bom, mas nada tranquilizador, Sílvio.

  27. Miguel BsB

    Se a Barty bater em mais uma americana, agora na final, acho que serão os EUA que não permitirão a entrada dela no país, com ou sem passaporte de vacina rs

  28. Periferia

    Eu nunca tinha assistido um jogo de duplas feminino (do começo ao fim)…ontem assisti.
    Achei o jogo “estranho”….muito “balão” (dizem que é lob)…
    O jogo tem toda uma lógica…o feito da brasileira e sua parceira foi imenso…percebe-se da necessidade de entrosamento (Bia levou bolada)…mesmo sendo uma dupla feita em cima da hora…estão jogando bem…a brasileira vibrante (nos jogos de simples sempre achei ela contida).
    Mesmo perdendo a final (a outra dupla parece mais cotada)… é um grande feito.

  29. Roberto Rocha

    Postaram lá no meu grupo do Instagram que o italiano testou positivo para a covid e está fora da semi. Assim, Nadal passaria direto para a final. Alguém confirmar isso????

    1. José Nilton Dalcim

      Puxa, é só prestar atenção ao texto desse post para perceber o tamanho da fraude. Nem o nome do italiano está escrito certo.

  30. Paulo F.

    Para uma dupla que se iniciou por pura necessidade, nada mal hein?
    Grande feito!
    Eu achei que elas sucumbiriam após terem desperdiçado de fechar a partida com o break no saque da Bia e depois perderem o segundo set.
    Mas o grande obstáculo vem mesmo na final – tenistas tchecas de dupla são muito osso duro de roer e as adversárias são justamente a dupla feminina número 1.

  31. Daniel+C

    Não lembro quem foi, mas algum colega comentou aqui que a siga regrediu em relação ao que mostrou na sua conquista de RG. Concordo plenamente. Assisti parte dos seus últimos jogos e o jogo dela me pareceu muito limitado, com pouca variação e pouca agressividade. Nem merecia estar na semifinal e espero que ela reveja sua equipe técnica. Parece outra jogadora em relação aquela que conquistou RG (infelizmente pra pior)

    Sobre a Barty, nada a comentar. Joga muito, é simpática e merece muito o titulo. Uma verdadeira no1. Mas tem que tomar cuidado, a Collins é bem perigosa.

    É pra finalizar, fiquei surpreso com o post do Rubens Leme. Para alguém que demonstrava ser muito culto, escrever aquela mensagem cheia de rancor, uma certa arrogância e ainda fazendo propaganda política para um dos partidos mais corruptos da história foi bem decepcionante. Mas infelizmente acho que veremos os bandidos voltarem ao poder. O Brasil infelizmente não consegue se safar das mãos de bandidos e aproveitadores. É um cancer que parece incurável. Que Deus nos ajude. Abs

      1. Daniel+C

        Miguel, talvez tenha me expressado mal, mas explico. Me refiro ao governo anterior e à possibilidade de voltarem ao poder. Mas concordo que a corrupção continua desde que saíram (infelizmente). Como eu disse, o sistema está todo corrompido, independe de quem está no poder. Estamos ferrados. Abs

  32. Leandro Domingues

    Dalcim, boa tarde!

    Qual é a possibilidade de Bia e Stefani formarem dupla? O jogo delas encaixa? Próxima Olimpíada talvez?

    Abraço!

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que encaixa sim e poderia dar muito resultado, já que a Luísa joga na esquerda (vantagem) e a Bia na direita. Já é um ótimo início. As duas também são muito boas junto à rede e talvez apenas a devolução ainda precise ser lapidada. Mas no momento o ranking da Bia pode ser um empecilho, porque ela ainda jogará no máximo uns WTA 250 em simples – os 500 exigem maior ranking ou arriscar quali -, enquanto a Luísa sempre jogará os maiores.

      1. Rafael+Azevedo

        E ainda tem o fato de que a Bia é mais dedicada ao circuito de simples. Isso dificulta sua pontuação em duplas, além de que reduziria o calendário de duplas. Assim, não fica interessante para a Stefani

  33. Rafael+Azevedo

    Vamos, Biaaaaaa!!!! 💪🏻💪🏻

    P.s.: Walmir deve estar nas nuvens, com um post todo dedicado ao tênis feminino.

  34. Periferia

    Frank Slade (Al Pacino) x Travis Bickle (De Niro)

    Slade:
    Fica no Waldorf Astoria Hotel.

    Janta nos melhores restaurantes de Nova York.

    Pilota uma Ferrari.

    Dança um tango ao som de Por Una Cabeza com uma bela jovem.

    Defende um jovem contra o preconceito e a injustiça dos ricos.

    Travis:
    Busca redenção através da violência…quer vingança.

    Tem ódio e ressentimento do mundo onde vive…seu táxi é seu castelo.

    Um homem de vida miserável…narcisista…pronto para explodir.

    Deseja salvar o mundo da corrupção…escolhe uma jovem prostituta como símbolo dessa empreitada de violência e mortes.

    Os dois tentam se matar…mas não conseguem.

    Slade é quem o brasileiro gostaria de ser….Travis é quem o brasileiro realmente é.

    1. Willian Rodrigues

      Sensacional paralelismo, Periferia!
      Na pasta anterior, “mencionamos” (Sérgio Ribeiro… KKKK) esses dois filmes.
      Creio que essa atuação em Perfume de Mulher tenha sido a maior de Al Pacino! Melhor filme de que participou foi The Godfather.
      Julgo De Niro mais versátil que ele… Comédia, ação, drama, suspense, o cara faz de tudo com excelência. Era jovem ainda e arrebentou nesse papel em Taxi Driver.
      Abs

  35. Eduardo

    Dalcim, o que achou da atitude da Bia no ponto em que ela ganhou com a bola batendo no pé? Eu acho que deveria ter avisado o árbitro. Antidesportiva, lamentável.

    1. José Nilton Dalcim

      Também achei que ela deveria ter acusado o erro e dado o ponto às adversárias, mas no calor do jogo isso por vezes acontece. O Medvedev também pegou uma bola no segundo quique contra o Aliassime e nem falou nada. O canadense ganhou o ponto mas ficou indignado. Essas coisas podem ser evitadas, sem dúvida.

      1. Helena

        Teve o Tsitsipas contra o Berrettini no ano passado também, e ele ficou com o ponto. Na época fiquei na dúvida se o jogador é consciente desse segundo toque quando é muito no limite.

  36. Gilvan

    Dalcim, acredita que esse resultado fará grande diferença para a independência financeira da Bia? É quase R$ 1 milhão pra cada tenista da dupla, uma baita premiação pra quem ainda briga pra entrar no top-50 do ranking de simples. Não sei como está a situação da Bia no que diz respeito a patrocínios (principalmente depois do doping), mas certamente trará muita visibilidade para ela.

    1. José Nilton Dalcim

      Ah, com certeza vai ajudar muito, Gilvan. Existem ainda muitos descontos de impostos, percentual de técnico e provavelmente sobram mesmo 50%. Ainda assim, é vai ajudar muito a Bia.

Comentários fechados.