No jeito e na marra
Por José Nilton Dalcim
25 de janeiro de 2022 às 13:10

Como dizia o título deste Blog de ontem, é preciso acreditar. E foi exatamente isso que fizeram Rafael Nadal, Matteo Berrettini e Bia Haddad Maia, em outra eletrizante rodada do Australian Open. Tanto o espanhol como o italiano levaram grande susto depois de dominar os dois primeiros sets, Bia e a parceria cazaque saíram de outro grande buraco. Valeu cada minuto de sono perdido.

Rafa considerou sua reação no quinto set sobre o garoto Denis Shapovalov, 13 anos mais jovem, como um ‘milagre’. Nem tanto pela parte técnica, mas pelo mal estar estomacal que diz ter começado a viver ao final do segundo set. Até ali, Rafa fazia uma exibição de gala, muito agressivo, veloz e com aquela noção tática que o faz absolutamente genial. Aí o canadense iniciou reação, ganhou com certa folga os sets seguintes e parecia que Rafa não teria forças para atingir sua sétima semi em Melbourne.

“Pensei que iria perder”, contaria mais tarde, depois de anotar seu recorde pessoal de duplas faltas, com 11. Afirmou que tudo que queria era manter o saque e torcer para acertar alguma hora a devolução. E foi o que aconteceu. Outra lição do espanhol de resiliência.

Em meio a tudo isso, surgiu um clima ruim. Shapovalov acusou os árbitros de favorecerem Nadal, irritadíssimo com a demora do espanhol no saque e mais ainda por sua ida ao vestiário antes do quinto set depois de ter sido atendido pela segunda vez pelo médico em quadra. Rafa evitou polemizar, se disse inocente e terminou por aconselhar o canadense a repensar suas palavras, lembrando que ele também fez julgamentos bobos quando jovem.

Drama parecido viveu Berrettini, que também foi superior a Gael Monfils nos dois primeiros sets de ótimo nível, mas cedeu espaço pouco a pouco e parecia com menor força física quando o francês empatou. Tudo bem parecido ao sufoco que levou de Carlos Alcaraz lá na terceira rodada. Aí juntou o fôlego que restava, recuperou a confiança no forehand e abriu rápida vantagem sobre um cansado adversário. Tornou-se assim o primeiro italiano na história a atingir a semi em Melbourne e não perdeu a chance de criticar parte do público que insistentemente o perturbava entre os saques.

Fato interessante, Berrettini fez quartas, final e quartas em seus três últimos Grand Slam e em todas perdeu para Novak Djokovic, desta vez ausente. Sua única experiência contra Nadal foram as semis do US Open de 2019, em que perdeu em sets diretos mas esteve a um ponto de ganhar o tiebreak da primeira parcial.

O bom para os dois é que as semifinais masculinas desta vez serão disputadas juntas na sexta-feira, o que dará a eles um dia a mais de descanso.

Bia espetacular
Com maturidade, potência nos golpes e ótimo trabalho de rede, Bia Haddad comandou a parceria com a cazaque Anna Dalinina rumo às semifinais do Australian Open. Foi outra reação incrível, já que elas perderam o set inicial e estiveram duas vezes com quebra atrás no segundo contra Rebecca Peterson e Anastasia Potapova.

Primeira brasileira em semi do torneio desde Maria Esther, vice de simples em 1965, Bia também tentará agora se juntar a Bueno como únicas numa final de Slam na história, façanha que escapou de Luísa Stefani no US Open do ano passado. A última decisão de Estherzinha em Slam foi em 1968. Ao mesmo tempo, a canhota paulista dispara no ranking de duplas e se garante no 64º, superando o recorde pessoal anterior de 79ª.

Apesar de a dupla com Danilina ter tido seus altos e baixos na partida, Bia sacou muito bem, fez devoluções espetaculares e foi muito oportuna nos deslocamentos junto à rede. As adversárias serão as cabeças 2, as japonesas Shuzo Aoyama e Ena Shibahara, a quem venceram na caminhada pelo título em Sydney duas semanas atrás.

Quartas sem graça
A definição das duas primeiras semifinalistas da chave feminina contrastaram e foram bem sem graça. Ashleigh Barty destruiu Jessica Pegula em 63 minutos, está pela segunda vez na penúltima rodada em casa e mantém sonho de ser a primeira australiana a levantar o título desde 1978. Em cinco jogos até agora, passou pouco mais de cinco horas em quadra.

Madison Keys e Barbora Krejcikova fizeram um jogo muito fraco, cheio de erros e tensão. A tcheca não se sentia bem, mas não quis abandonar e até se esforçou. Ex-top 10, Keys chega a sua quinta semi de Slam e enfrentará Barty pela terceira vez, tendo vencido uma.

E mais

  • Tsitsipas e Sinner duelam pela quarta vez, a primeira fora do saibro, à 1h. Grego venceu duas e ganhou todos seus quatro jogos de quartas de Slam até hoje. Sinner tenta ser mais jovem semi do torneio desde Roddick em 2003.
  • Medvedev também busca quinta semi de Slam contra Aliassime, que só tirou um set dele em três duelos. Na semi do US Open do ano passado, russo ganhou sem sustos.
  • Os dois jogos femininos são inéditos: Collins contra Cornet e Swiatek frente Kanepi. A norte-americana já foi semi no torneio em 2019, a polonesa é 16 anos mais jovem que Kanepi.
  • Após tirar os cabeças 1 Mektic/Pavic, os locais Kyrgios e Kokkinakis continuam lotando seus jogos de duplas. Tiraram agora os cabeças 6 Puetz/Venus e pegam Granollers/Zeballos. Kyrgios acertou garoto na arquibancada e lhe deu uma raquete.
  • Crivada de críticas, a organização recuou e permitiu entrada de torcedores com camiseta que faz alusão ao sumiço de Shuai Peng. No fim de semana, seguranças chegaram a confiscar um cartaz sobre isso.


Comentários
  1. Paulo Almeida

    Parabéns, Meddy, você é um monstro e definitivamente entrou para o seleto grupo dos MENTAL GIANTS. Aqui não aceitamos cabeças de geleia e afins!

    1. Sérgio Ribeiro

      És uma figura kkkk . Seria pra que o novo membro evite o SLAM 21 do Touro Miura até então elogiado estrategicamente pelo Piloto da Turbinada e seus BlueCaps ?????. kkkkkkkkkkkk. Abs!

  2. Rafael+Azevedo

    Ê, Dalcim…
    Às 8h da matina, acho que vc já estava com o próximo post quase pronto, para falar das brilhantes vitórias de Tsitsipas e Aliassime.
    Mas, aí, o russo mete a virada, e a gente vai ter que esperar mais um pouquinho para você modificar a parte que delibera sobre esse embate.
    Ansioso pelo próximo post.
    Abraços

    1. José Nilton Dalcim

      Não, eu nem ameacei escrever nada. Depois de reagir no terceiro set, achei que Medvedev iria pelo menos levar ao quinto. O mental desse cara é surreal.

  3. Paulo

    Gilsokson não tem tenista para tirar sarro então fica enchendo o saco do LF
    Kkkkkkk

    Sérgio Ribeiro não gosta de nada que o Lf escrevem mas comenta todos os seus comentários kkkkkk

  4. Luiz+Fernando

    Vi q Aliassime venceu o set1 contra o russo. Assisti o set1 até 33 e achei a partida bem equilibrada até aquele momento, o jovem canadense me pareceu jogar de igual p igual c Medvedev, até o momento o principal favorito p vencer o torneio. Tio Toni fazendo milagres…

  5. Luiz Fernando

    Dalcim vc vê possibilidade de alguma das semifinalistas equilibrar uma partida com a Barty no momento? Pessoalmente torço muito para a Iga desde, mas sinceramente não vejo nenhuma das 3 com esse potencial, a australiana parece estar num momento q não toma conhecimento das adversárias…

    1. José Nilton Dalcim

      Olha, só se a Barty cair de nível e não jogar da mesma forma, o que obviamente é possível, principalmente se for à final e vier aquela tensão natural de estar perto de um feito histórico para a Austrália.

  6. Samuel

    Sr. Dalcim,

    Creio que a juíza do jogo de duplas tenha sido condescendente com o Kyrgios, deixando as regras de lado. Parece-me que o australiano violou gravemente a ética esportiva ao acertar bolada na criança e ao ir dar uma raquete como agrado para o impúbere. Meu palpite é de que a árbitra foi pusilânime e/ou não quis estragar a festa da torcida australiana.

    O que dizem as regras?

  7. Paulo Almeida

    Se o Djokovic não fosse uma mistura de DilmANTA com BolsoASNO fora de quadra, provavelmente teríamos sido presenteados com o 59º capítulo da maior rivalidade da história com folgas na próxima sexta. Ruim para o tênis, melhor para o Nadal, que não tem nada a ver com isso.

    Não concordo com o Paulo F. sobre a mudança de GOAT com apenas um GS de diferença e ignorando todos os outros recordes, mas que mais um detentor de Double Career Slam vai colocar o freguesão e sua seita em situação desesperadora, ah, isso vai!

    1. Sérgio Ribeiro

      De uma vez por todas, Piloto . Existem N recordes do Craque Suíço que jamais serão alcançados pelo “ goat “ Paraguaio. Ambos por TRÊS vezes levaram TRÊS SLAM na mesma Temporada. Mas os dois mais difíceis jamais serão igualados . O de Semanas CONSECUTIVAS no TOPO do Ranking e a diferença entre a primeira Temporada e a Última que estiveram no Topo ( 2004 -2018 ) . O mais Velho N 1 de Toda a Era Profissional aos 36 e 1/2 , e os 103 ATPs também está perigando … Portanto não será um ou dois SLAM a mais que levará’ o tal “ Goat “ das mãos do mais Importante jogador da história, e verdadeiro Embaixador do Esporte , para as mãos do famigerado “ Guerreiro dos Balcãs “ ou se preferes de Mônaco e MARBELLA kkkkkkkkkkkk. Abs!

      1. Sérgio Ribeiro

        Ps . Vê se dá um tempo neste famigerado papo de “ goat “ paraguaio que já deu . Ele acaba de se inscrever em Dubai segundo a ESPN rsrs. Abs!

      2. Paulo Almeida

        É, Ribeiro, percebi que já está acusando o Mono Slam de Carreira isolado, kkkkkkkk!

        Calma que Tsitsipas ou Medvedev ainda podem barrar o Nadal.

        1. Sérgio Ribeiro

          Não entendi , Paulinho . Tá tudo ali : 20 SLAM , Federer , Djokovic, Nadal . ATP FINALS ( disputado desde 1970 ) , Federer 6 , Djokovic 5 , Nadal ZERO . Está se referindo aos tais bigtitles ? . Quantos possuem Laver , Borg e Sampras ??? . Quem da’ valor aos tais inventados sem critério algum ? Brigue tu kkkkkkkkkk. Abs!

          1. Paulo Sérgio

            Sergão,

            Esqueceu dos masters 1000? 37 a 28. Não percebeu que 62 > 54? Kkkk. Não vou falar do total de semanas como número 1 (350 e poucas > 310) e anos terminados como número 1 (7a 5).

    2. Carlos Reis

      hahaha Djoko mostrou ser O MAIS INTELIGENTE de todos, e ainda se mostrou fiel aos seus princípios. Por quê todas as pessoas devem seguir a medicina tradicional??? Depois de TUDO que vi nos últimos 2 anos, confio MENOS ainda na Medicina Tradicional. Hoje eu penso que o objetivo deles não é curar os doentes, é adoecer os saudáveis. Já os Governos (todos, sem exceção) mostraram ser MALIGNOS até o último fio de cabelo.

      1. Paulo Almeida

        Carlos,

        Somente a Medicina tradicional salvou o cotovelo do Djokovic e salvará sua carreira, caso se vacine. Comece a apreciar a Ciência (recomendo Exatas); nunca é tarde.

        P.S.: mesmo tendo virado casaca duas vezes, você sempre será Federer.

        Abs!

  8. Helena

    Olá, Dalcim

    O Kyrgios não deveria ter sido punido pelo acidente com a bolada de hoje? Dei uma lida no item “ABUSE OF BALLS” do Official Grand Slam Rule Book e essa situação me pareceu um exemplo claro do que consta nesse item.

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, eu acho que ele deveria ter sido advertido. Talvez o juiz não tenha percebido que o ‘let’ foi falado com tempo suficiente para que ele não executasse o golpe.

  9. Rafael

    Mestre,

    Nadal fazendo semi com Berrettini e final com Medvedev te lembra algum outro Slam? Rs. Cheirinho de título.

  10. Maria Izabel

    Dalcim ,pouco escrevo,leio todos os dias.Seus comentários são aulas,Parabéns!
    Já notei ,que não curte meus textos mas sem problemas.Importante que curto os seus e aprendo muito.
    Vou lhe dar uma sugestão se permite.Como não curto redes sociais não posto nos tópicos das notícias.Mas…o nível de certas pessoas ao comentar por lá está muito baixo.
    Não deixe isso acontecer por aqui por favor.É desagradável ver comentários tão baixos de um esporte que ainda é de elite.
    Acontece que virou uma guerra,de torcidas .Falam palavras de baixo calão etc.Não que seja elitista,mas que é dose você ler é.
    No mais outra vez Parabéns, vi o jogo ontem e estou moída, não sei como você fica,mas informações são dadas sempre!
    Me desculpe.
    Obrigada.

    1. José Nilton Dalcim

      Puxa, Maria Izabel, por que eu não curtiria seus textos? Quanto aos comentários de lá, já estamos procurando alternativas que desvinculem do Facebook. Sempre que vemos abusos, tentamos falar com os envolvidos e pedir moderação, mas não é fácil. Ah, você então imagina que meu dia ainda corre normalmente até pelo menos o meio da tarde, só então consigo dormir um pouco antes da rodada noturna. É um massacre! rsrs Abs

      1. Luiz+Fabriciano

        Seria bom se lá pudéssemos participar somente através do Tenisbrasil. Também não curto redes sociais.
        E sobre o nível dos comentários, é de arrepiar…

  11. Rafael

    Mestre,

    Ano passado falei que Zverev e Tsisipas são amarelões. Dessa turma aí mais nova só o Medvedev não tem medo de cara feia. Tá com cheirinho de título do Nadal, não acha? Eu tenho pra mim que Nadal chega ao 22º em Roland Garros e o Djokovic vai se arrepender seriamente de suas atitudes.

  12. Luiz Fernando

    Aquele pessoalzinho recalcado deve estar decepcionado, depois do Phillipoussis ontem esperavam pelo Baghdatis hj kkkkk…

  13. Thiago

    Dalcim gosto muito do Nadal , mas é inegável que o Djocovick faz muito falta para este torneio pois no meu ponto de vista só Medvedev faria frente a ele. Creio sinceramente que se fosse ele jogando contra o Nadal hoje seria tranquilamente 3 a 0, estão no atual momento em niveis diferentes, mas se não existe e se abriu esta oportunidade para o Nadal. Boa noite

  14. Samuel

    Confesso que não esperava tamanha fragilidade psicológica por parte do Shapovalov a essas alturas do campeonato. Ficou irritado facilmente e foi precipitado para encerrar os pontos. Eu diria que ele conseguia perder mais da metade dos pontos que dominava.

    Afora isso, precisa desenvolver um jogo de rede e um backhand com slice – o último, com urgência.

  15. Marcelo Calmon

    Não vi o jogo do Nadal, mas se ele estava estourando o tempo do saque, o canadense está certo. Nadal bateu recorde de DF, imagina se sacasse no tempo certo. O Shapovalov ainda disse que o Bernardes alegou que era ele que não ficava pronto pra receber o saque. Isso o irritou bastante. O Bernardes não quer bater de frente com o espanhol, com o qual já teve problemas antes.

    1. Sérgio Ribeiro

      Exato , Calmon . E não fica pronto na hora de receber de jeito algum . Quem vai sacar e’ que tem que esperá-lo arrumar a toalha . O Italiano possivelmente vai reclamar e muito com o juiz embora seja muito gente boa . Abs!

  16. Carlos

    Dalcim, não consigo ver com bons olhos o Shapovalov.

    Acho ele um jogador que faz jogadas muito grosseiras, não tendo a categoria que o tênis de alta performance exige. Ficaram evidentes os erros grosseiros na derrota para um Nadal que nem de longe é aquele jogador que já foi anos atrás, mas ainda tem performance superior a noventa e oito por cento dos jogadores do circuito. Os resultados positivos do Shapo advêm muito de seu estilo agressivo de jogar. Não tem categoria para voos mais altos, é jogador para top 20 e nada mais. O que vc pensa sobre o Shapovalov, sua categoria para jogar tênis e seus erros forçados e não forçados?

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que qualquer jogador que trabalhe muito no risco tende a fazer jogadas grosseiras e isso até com alguma frequência. Veja a Sabalenka, que é 2 do mundo. Mas realmente concordo com você que o Shapovalov precisa lapidar melhor os golpes, porque nesse nível o ajuste é ainda muito mais fino. De forma geral, acho que ele continua progredindo, talvez com maior lentidão do que eu imaginava. Eu ainda tenho a impressão que ele acha que joga mais tênis do que realmente joga. Se cair na real, talvez ajude a progredir mais rápido. Abs!

  17. Vitor Hugo

    É certo e não é de hj que Nadal não respeita as regras e adora uma catimba! 7 minutos no banheiro?! Foi cagar!? Se sim, é justificável!

    Sobre o torneio, o único adversário que Nadal não será favorito é contra o Medvedev, os outros ele entre com boa vantagem, apesar de ter levado uma surra do Tsipas no ano retrasado.

    1. Rubens Leme

      Vítor Hugo, por falar em 7, o Giovani te manda um abraço. de fora da área e de canhota. O do 2×0.

      Um abraço

    2. Gustavo

      A derrota dele pro Tripas foi ano passado, no 5º set.
      Surra na verdade foi o Tripas q tomou do Nadal em 2019 na semi.

      Rapaz, eu tava pensando aqui, se Tripas ou Medvedev por acaso amarelarem pro Nadal na final, os torcedores do Federer podem até reclamar, mas os do Djokovic não podem

      Pq cá pra nós, Medvedev basicamente entregou o jogo ano passado na final do AO, nem entrou em quadra após o 1º set. E Tripas fez um vexame mental na final de RG que é comparável ao do Coria com Gaudio. Basicamente Tripas entregou 1 game de saque no começo de cada set. Djoko só precisou passar bola e deixar Tripas se entregar
      Então se um dos 2 amarelarem pro Nadal na final, só os torcedores do federer vão ter moral pra reclamar

  18. Fernando Brack

    Tadinho do Nadal! Dá dó vê-lo sentir tanta dor naquele pezinho bichado.
    Só que não! O ogro até dor de barriga tem, mas o pezinho parece zerado.

  19. Sérgio Ribeiro

    E Rafa Nadal confirmou o favoritismo , dando mais um show de competitividade. Cravamos que Shapovalov ainda estava verde pra encarar o multicampeão. Somente isso explica não saber aproveitar os nítidos problemas físicos do Touro , além de Canhoto com Back Simples , o que realmente não é a praia do Espanhol. Agora a Tv mostrou os 30 s que o Titio estava demorando pra repor a bolinha . Adão que me desculpe mais aquela parada depois do atendimento foi ridícula . A ATP avisou que entraríamos 2022 sem casos como o de TSITSIPAS serem repetidos. Dito isso , Berrettini comprovou que Saca como um N 3 e seu Back realmente é outro. Como ambos jogaram 5 Sets , o já experiente Italiano entra de igual nesta Semi . A meu ver , não existe favoritismo. A conferir. Abs!

  20. Rafael+Azevedo

    Desde 2020 que o Nadal não é mais o mesmo, fisicamente, em jogos de 5 sets.
    Nunca mais ele chegou inteiro a um 5º set. E, a depender do andamento dos sets anteriores, o desgaste físico já chega no 4º set (e até em meados do terceiro).
    Foi assim, no 4º set do AO 2020 contra o Thiem, nos 4º e 5º sets do AO 2021 contra o Tsitsipas, no 4º set de RG 2021 contra Djokovic e hoje, a partir do 4º set contra o Shapovalov. Esse último, ele venceu “no jeito e na marra”, como bem pontuou o Dalcim.
    O fato é que não é mais interessante para o espanhol alongar as partidas para levar ao duelo físico (como ele fazia em outrora). Ele é conhecido pela mentalidade de nunca desistir de um ponto, mas é nítido, em todas essas partidas que eu citei, que a partir de determinado momento ele passou a “deixar” (um pouco mais) os winners (do adversário) acontecerem.
    Hoje, não acredito mais naquela máxima antiga que dizia: “Em jogos de 5 sets, o Nadal é superior”. Desde 2020, Nadal foi derrotado em todas as partidas que superaram os 3 sets, contra os tops (com exceção da partida de hoje, que ele mesmo disse que achava que iria perder).
    Se ele quiser vencer esse AO, ele tem que derrotar Berretinni e, possivelmente, Medvedev em 3 ou, no máximo, 4 sets. Caso contrário, eu não acredito em vitória do Nadal em 5 sets contra esses adversários.
    Pode acontecer, mas acho que as probabilidades são cada vez menores.

    1. Eduardo

      Perfeito o comentário !
      Compartilho da mesma opinião e por isso mesmo acho muito improvável Nadal vencer mais Slams… só mesmo se os adversários derem muito mole, como foi o caso do Shapovalov. Não acredito que Djokovic ou mesmo Medvedev deixassem passar uma dessas. Até saque e voleio Nadal se viu forçado a fazer e mesmo assim o canadense não teve cabeça pra se valer de um cenário pra lá de favorável pra ele. Uma bela de uma amarelada, como aliás ele já havia incorrido em Wimbledon 21, contra o Djokovic. Bem decepcionante, principalmente após a grande vitória sobre Zverev.

  21. Gildokson

    O cara tem que entender pouquíssimo de tênis pra dizer que o Nadal não tinha chances de ir longe no AO, ainda bem que não fui um desses kkkkkkk
    Pior que isso é o cara se dizer torcedor do espanhol, ficar o pré torneio todinho desacreditando e falando como se o cara fosse perder na primeira semana e agora ta arrotando arrogância por aqui.
    Brincalhão.

    1. Sérgio Ribeiro

      E o pior é que não se manca , Gildokson. Sempre dizendo que os outros são arrogantes , e o próprio e’ um poço arrotando . Incrível que isso se repete há mais de década. Tremendo cara de pau … O resto não passa na moderação rs . Abs!

  22. Miguel BsB

    Dalcim, a pergunta (as perguntas) que não querem calar…
    Bia deveria a partir de agora focar mais nas duplas?
    Com a mesma parceira?

    1. José Nilton Dalcim

      Está maluco, Miguel? A Bia tem que focar é nas simples. Ela é muito jovem, tem enorme potencial para chegar ao menos ao top 50. Ótimo que agora ela baixou bem o ranking de duplas e poderá disputar as duas chaves e se fortalecer na confiança e na conta bancária… rsrs…

  23. Alexandre

    Dalcim,
    Será que o espanhol estará preparado para aguentar as marretadas do italiano???
    Você acha que será a tática dos dois para ir em busca do título?
    Abraços

    1. José Nilton Dalcim

      Não tenho nenhuma dúvida disso, ao menos na parte técnica, Alexandre. A questão física é outra, mas acredito que ele terá tempo para se recuperar completamente. A tática do espanhol é bem óbvia: martelar o backhand do italiano, mas tomando o cuidado de não deixá-lo plantado no lado esquerdo, já que se ele fugir para o forehand fica bem perigoso. Berrettini vai forçar muito o saque e tentar encurtar ao máximo os pontos, buscando a rede o máximo possível.

  24. Rafael+Azevedo

    Parece que as pessoas nunca aprendem sobre o Nadal.

    Não é ele que lamenta ter que enfrentar Hurkacz, Zverev, Shapovalov e Berretini. Mas, Hurkacz, Zverev, Shapovalov e Berretini é que lamentam ter que enfrentar Rafa, em suas campanhas.

    1. Barocos

      Rafael,

      Resumiu muito bem a dura realidade do circuito para os postulantes a qualquer título, mas já foi muito pior, quando também estavam em campo Djokovic e Federer em boas condições.

      Saúde e paz.

  25. Groff

    Comentário em três etapas:

    1. Vi boa parte do jogo do Berretini com La Monf hoje. Muito bom e divertido. Mas minha impressão geral é a seguinte: entrou no ponto e deslocou o italiano, são grandes as chances de ele se perder. Não acompanho tanto assim a carreira dele, mas aquela esquerda mostra-se praticamente nula, a julgar por hoje e à exceção de alguns slices (inclusive um venenoso que ele mandou para winner – lindo!). Não consegui ver as partidas do Rafa até aqui, mas ficava só a imaginar ele sacando aberto ali no revés e vendo o Berretini se desesperar. Ou nos momentos em que ele, Rafa, conseguisse colocar o serviço do italiano em jogo, ficaria fustigando sua esquerda sem piedade, como ele passou boa parte da carreira fazendo contra um certo jogador. Chance do Berretini, para mim, só se ele conseguir manter o padrão de serviço dos dois primeiros sets do jogo de quartas, mas ainda assim em 5 sets o Rafa tem bastante tempo para achar o ritmo das devoluções. Deve dar Nadal em 4;

    2. Não consegui ver o jogo da Bia, mas acompanhei boa parte do confronto das japonesas. Parada duríssima, porque as nipônicas jogam de maneira muito inteligente e fazem arranjos bem interessantes para a mais baixa das duas manter os games de serviço;

    3. O lado do Medvedev na chave está se provando o mais complicado, a despeito do que se imaginou antes de o Nole ser defenestrado. A dificuldade da chave se soma à agenda do torneio, pois ao passo que o Rafa já deve estar pensando em como fazer o Berretini desmontar e só tem esse compromisso para se preocupar agora, o Urso tem que passar pelo Felix antes de um provável jogo monstro contra Tsitsipas. O horizonte parece muito favorável ao Nadal.

    Já dá para fazer previsões da chave masculina, Dalcim? O que acha?

  26. Rafael+Azevedo

    Frases que eu ouvi sobre o Nadal nesse AO:
    – Nadal pode cair na primeira rodada para o Giron;
    – Sua campanha vai encerrar nas oitavas, diante de Hurkacz;
    – O Manarinno tá muito bem. Eliminou Hurkacz em sets diretos. Pode vencer Rafa;
    – Sua campanha vai encerrar nas quartas, diante de Zverev;
    – Shapovalov venceu Zverev, que é melhor que Nadal. Se Nadal vencer um set de Shapovalov será muito;

    E a mais recente:
    – Sua campanha se encerra aqui, contra o Berretini

  27. Luiz Fernando

    Salvo engano Rafa tingiu 500 vitórias na quadra dura, nada mal p um saibrista baloeiro kkk; salvo engano tem mais GS no piso duro que Murray e Wawrinka juntos, aliás quase o dobro, nada mal para um saibrista baloeiro kkk. Aquela galerinha rançosa e recalcada de sempre em profunda tristeza kkk…

    1. Gustavo

      Pois é, LF.
      É aquela velha história: o cara foi disparado o 3º melhor jogador fora do saibro durante sua carreira.
      Falar que ele é fraco fora do saibro se resume a dizer que qualquer um além de federer e djokovic é fraco fora do saibro
      Será que dá pra comparar o que Nadal já fez em quadra dura com o que Medvedev fez?
      Mesmo que a gente compare por idade, Medvedev tem hoje a idade que Nadal tinha há 10 anos. Nadal há 10 anos já tinha vencido AO, USO, e 5 M1000 na dura.
      Não quero dizer com isso que Nadal seja favorito contra Medvedev, nem que não seja.
      Mas Nadal pelo seu histórico não tem nada a temer em quadra dura para quem não se chame djokovic ou federer
      Aliás, desde que jogou sua 1ª final no AO, em 2009, 3 anos é o limite de tempo que ele demora pra voltar a final, não passa disso. Se ele mantiver essa escrita, estará na final uma vez mais

    2. Alvaro Armbrust

      Ranço e recalque é ao invés de comemorar a vitória maiúscula do seu ídolo, se queixar do que os outros um dia disseram.
      Abs

    3. Rafael+Azevedo

      Considerando a era aberta, o “saibrista unidimensional” Rafael Nadal só tem menos títulos fora do saibro do que Roger Federer, Novak Djokovic, Peter Sampras, e Jimmy Connors.
      E em comparação a Connors, Nadal tem apenas 1 título de Grande Slam a menos, fora do saibro (pode igualar a qualquer momento), mas o americano não tem nenhum Slam no saibro.
      Não, Nadal não é apenas o GOAT do saibro! Ele é um dos melhores da história do tênis como um todo! Acontece que, no saibro, ele é absurdamente superior a todos os seres humanos que já nasceram. Como o seu desempenho fora do saibro é bem inferior, em comparação ao desempenho no saibro (deveras), a turma confunde as coisas. Mas, a realidade é que fora do saibro ele é top 5 da história. Um fenômeno!

  28. Marcelo+Costa

    Após a porta escancarada pela Naomi, de se aceitar como humana e como tal. sujeita a dores emocionais, o novo super astro a pedir um tempo pra tratar da mente, do corpo e da alma, foi o tricampeão Medina. Ouvi hoje uma definição perfeita na rádio CBN, hora do expediente ( tem podcast ) que ele não fez birra ao “exigir” que sua treinadora/esposa fosse com ele para as olimpíadas, ele precisava de suporte, precisava de sua alma gêmea do lado, então tudo isso o fez sucumbir diante tanta pressão que tudo e todos colocavam nele.
    Agora espero que os atletas tenham a liberdade se sofer em paz, sem julgamento alheio, de quem não sabe das dores que eles sofrem. Grande Osaka, a menina que foi o estopim da libertação do esporte, agora podem sofrer igual a todos, inclusie e principalmente os críticos.

    1. Rogerio+R+Silva

      Milionários reclamando de “saúde mental”!!!
      Olha o seu passado
      Olha o seu presente
      Olhe ao redor
      Veja as pessoas vivendo
      Ou melhor,sobrevivendo
      Há pouco tempo perguntei de estudos sobre isso e um participante daqui me acusou de preconceituoso.
      O que vejo é uma geração de fracos
      Não o estou acusando de fraco,mas Osaka,Biles e Medina são.
      Péssimos exemplos.

      1. Marcelo+Costa

        James hunt, venceu um campeonato de fórmula 1, desistiu após, garrincha, sucumbiu diante da bebida borg não aguentou a pressão de ser genial, aos 26 anos abandonou o tênis voltou e falhou, Nádia Comaneci sofreu de depressão profunda. Todos eles são das decadas de 60, 70 e 80, seu preconceito é tão gritante que se cala ao passado, Osaka foi muito mais forte que os que eu citei.

  29. Ruy+Machado

    Nadal, seu filho da mãe! Fui preparado para assistir 2hs de jogo, pois tinha convicção que seria 3×0! Depois de um 1° Set absurdo, não tinha dúvidas que iria ter umas 4hs de sono antes de levantar para o trabalho. O 2° Set houve uma crescida no nível do Shapo, mas não lembro do Espanhol ter enfrentado Break points. A partir do 3° Set, só tristeza… O saque sumiu, não me lembro de tantas duplas faltas e, por fim, o físico… Shapo, obviamente, notou. E partiu para dentro com toda a confiança do mundo! Quase desliguei a TV ao fim do 4° Set, nada mais poderia ser feito. Nadal visivelmente derrotado e destruído, como disse ao fim do jogo. Mas sei lá, liguei o dane-se para o sono e sabia que iria pagar o preço, mais tarde, no trabalho. Por “milagre”, Shapo errou tudo no início do 5° Set e houve a abençoada quebra! Mas Rafa sem pernas e disposição, como iria vencer? O saque ficou lá no 1° Set! Só que mais uma vez, a luz voltou a brilhar sobre o Touro que se segurou no saque, mantendo a quebra acima até o fim! Pqp… Haja sofrimento! Bom, dormir depois foi um detalhe… Foi melhor antecipar o café da manhã e chegar mais cedo no trabalho! Mas, ao fim, houve a satisfação de ter vencido essa dura batalha… Se houver recuperação física até Sexta, acredito numa final! Vamos, Rafa!

  30. Gilçon+De+Jesus

    Sou torcedor do RAFA , quando o jogo foi para o quinto set também achei que ele perderia , mais para minha grata surpresa ele consegue quebrar o saque do canadense no primeiro game.
    Vamos Rafa em busca do 21 Grand Slan.

  31. Daniel Lara

    Que jogo tenso Dalcim, achei o primeiro set do Nadal sufocante , espetacular mesmo em relação ao segundo que ele ganhou , o que vc achou Dalcim? E apesar de estar torcendo muito no fim do jogo para o Nadal não achava que ele fosse conseguir, mas aí como vc falou ele mostrou toda sua resiliência, ótimas observações como sempre, parabéns.

  32. Mr. Marco

    Alguém sabe o q aconteceu no jogo da bia? Comecei a assistir no 2o set e as duplas estavam mirando o corpo das adversárias durante os pontos até com umas encaradas . E o público vaiava certos pontos. Pareceu q algo aconteceu c a potapova previamente.

    1. Luiz+Afonso

      Mr. Marco, no jogo de duplas é bastante normal jogar a bola na direção do adversário que está na rede, porque ele tem muito pouco tempo de reação. Claro que não é legal fazer isso quando se tem totais condições de se fazer o ponto sem a necessidade de usar desse expediente.
      Porém, o normal é que se peça desculpa se a bola atingir o adversário, tal como o procedimento da bola que toca na fita e cai na quadra adversária.
      E o grande problema durante o jogo da Bia é que EM NENHUMA das vezes a Potapova pediu desculpas para as adversárias, mesmo quando a bola atingiu com violência. A Bia, por sua vez, sempre pedia desculpas.

  33. Fernando Souza

    Boa tarde! Olha não dá para duvidar do Senhor Rafael Nadal, o que esse cidadão luta…. Se o Neymar tivesse um pouco de Rafael Nadal, seria no mínimo 2 (duas) vezes melhor do mundo, se no próximo jogo o Rafa tiver condições físicas não perde para Italiano. O decide primeira semi final é o físico.

    Parabéns pela cobertura do Austrália Open.

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que o Shapo não tinha razão nas reclamações anteriores, mas teve no episódio da ida ao vestiário. Foi muito tempo parado.

  34. Roberto Rocha

    Nadal virado pra lua… venceu um jogo que estava perdido. O espanhol se arrastava entre os saques… E Shapovalov conseguiu ressuscitar um cadáver em adiantado estado de putrefação… Zverev passaria por cima do espanhol. Como eu disse, Nadal virado pra lua.
    E agora? Só falta Medvedev perder e o espanhol passar por Berretini… aí seria muita sorte mesmo. Ele poderia marcar o 21° Major e então daria a vida em Roland Garros. Seria uma virada inacreditável, pois tudo indicava que Djokovic sobraria no número de slans vencidos.

  35. MARCO+DIOGO+MONTENEGRO+CORDON

    Nadal é único. Para quem é minimamente inteligente, se inspire nas pessoas certas e nas atitudes corretas. Essa demonstração de resiliência de hoje é para levar para a vida!!

  36. Paulo F.

    E eis que o desespero começará a tomar conta:
    Daqui a alguns dias Nadal ganhará o AO.
    Vamos aos fatos:
    – Será o GOAT de fato e de direito.
    – 1 Slam a mais do que o seu maior discípulo.
    – Bicampeão de todos os Slams. Seu freguês é monocampeão terceirizado de RG.
    – Possui um acachapante H2H ante o seu freguesão.
    – Ganhou seu primeiro Wimbledon justamente em cima de seu frágil “rival”.
    – Mal e mal sofreu e NUNCA foi derrotado em RG para o que dizem ser seu maior “rival”….rsrsrsrs
    Domingo será um dia de profundo sofrimento para a seita messiânica alpina.
    E finalmente Rafa comemorará na Austrália de boas sem ter que ficar consolando chorão.

    1. Groff

      Respeito demais o Nadal, Paulo, mas não consigo ver como GOAT um jogador que em tantas e tantas oportunidades nunca venceu um Finals (sendo que só os dois jogadores que ele mais enfrentou perfilaram 11 títulos!). Pesa demais no currículo, especialmente segundo os olhares do povo que só considera os tais “big titles” como parâmetro. Abraço.

      1. Paulo F.

        Puxa vida, Rafael Nadal passou a carreira inteira, desde bebê, a massacrar, humilhar, subjugar, doutrinar aquele que vocês julgam ser o maior e o melhor e eu tenho que ler que falta curriculum vitae ao espanhol????

    2. Miguel BsB

      Cuidado com o que fala… Medvedev tb talvez consiga comemorar seu segundo Slam, pois no primeiro teve que consolar um chorão….

      1. Rubens Leme

        Só faltou o perdedor cantar “ninguém me ama, ninguém me quer”, da Nora Ney. (https://www.youtube.com/watch?v=YOGs0jbBkek).

        Ninguém me ama
        Ninguém me quer
        Ninguém me chama
        De “meu amor”
        A vida passa
        E eu sem ninguém
        E quem me abraça
        Não me quer bem

        Vim pela noite tão longa
        De fracasso em fracasso
        E hoje, descrente de tudo
        Me resta o cansaço
        Cansaço da vida
        Cansaço de mim

        Velhice chegando
        E eu chegando ao fim
        Vim pela noite tão longa
        De fracasso em fracasso
        E hoje, descrente de tudo
        Me resta o cansaço
        Cansaço da vida
        Cansaço de mim
        Velhice chegando
        E eu chegando ao fim

      2. Paulo F.

        Só que Medvedev pôde erguer seu troféu em paz.
        Não teve que ficar consolando o Djokovic o tempo todo, como o coitado do Rafa teve que fazer com o Messias Alpino na Austrália em 2009.

    3. Gildokson

      Pq tu simplismente não escreve logo um monte de coisas negativas do Federer e economiza a gente dessa volta tda babando o ovo do espanhol? Se o intuito dos teus comentários é só esse mesmo, diminuir Roger Federer.
      Até semana retrasada a babação era no sérvio, agora já mudou. Assim fica fácil tirar uma onda zuando Federer e seus torcedores.

      1. Vitor Hugo

        O anti feferismo do rapaz está falando mais alto. Antes ele se referia a Nadal como bugre careça e baloeiro, mas devido ao ódio que alimenta pelos torcedores do suíço, começou a amar a quem odiava.

    4. Daniel+C

      Não posso falar pelos outros torcedores do Federer, mas eu ficarei feliz se o Nadal vencer o torneio, mesmo que se isole como recordista de GS. Primeiro, pela pessoa com bons valores dentro e fora das quadras e segundo pela revolução que em seu jogo nos últimos anos. Segundo, pq ele pode ampliar a diferença já em RG, o que pode impedir a tragédia que seria termos o sérvio chiliquento e negacionista como maior vencedor de GS.

      Se o Federer gosta do Nadal e eu sou fã do suíço, não tenho motivos para desesperar. Com a padronização dos pisos, a falta de concorrência com novas gerações que não vingaram e alguns vacilos cruciais do próprio Federer, quem entende de tênis e não somente de números sabe que esses fatores decidiram muitas coisas. Mas não esperamos a compreensão da turminha fã do sérvio (e nem fazemos questão)

      E só mais um detalhe: o espanhol pode até vir a ser o recordista de GS, mas também haverá alguns furos no CV dele na discussão de Goat: ausência de um Finals e muito menos tempo como no1 em relação ao suíço 😉

      Crise nenhuma, amigo, pelo menos pra mim. Abs!

      1. Gustavo

        Faz sentido sua análise Daniel
        Eu acho que pro Federer ser ultrapassado pelo Nadal é bem menos ruim do que pro Djoko

      2. Paulo Almeida

        Vacilos cruciais = tremedeira absurda contra o Djokovic.

        AO 2008/2011/2016/2020, RG 2012, WB 2014/2015/2019, USO 2010/2011/2015, Dubai 2011, Indian Wells 2011/2014/2015, Miami 2009, Roma 2009/2012/2015, Montréal 2017, Cincinnati 2018, Basel 2009, Paris 2013/2018 e Finals 2012/2013/2014/2015.

        Olha essa lista ABSURDA! 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

        1. Paulo Almeida

          “Ausência de Finals e muito menos semanas como número 1.”

          Ora, mas isso incrivelmente são NÚMEROS!

          Cara cai em contradição fácil demais, kkkkkk

    5. DANILO AFONSO

      Nobre Paulo F, você é torcedor do Djokovic ou Nadal ? Ou na verdade torce contra o Federer ?

      Falo isso porque teve período que você parecia torcer para o sérvio. Depois quando o Nadal alcançou 20 Slams deu a entender que você fã do espanhol. Quando o Djokovic tambem atingiu os 20 Slams parecia claro que você era Djoko. Agora lendo seu texto acima não sei o que pensar. Eu acho que você é anti Federer acima de tudo….kkkk

      1. Rubens Leme

        É mais fácil perguntar se ele já viu de perto ou se já segurou uma raquete de tênis do que ele te dar uma resposta satisfatória a esta pergunta.

      2. Rubens Leme

        Paulo F (ou o Paulo que for hoje, enfim) parece que aquele menino de cidade grande que quando pergunta se já viu alguma vaca, diz que sim, várias, sempre aos domingos, no Globo Rural.

        1. Paulo F.

          Descendo de uma família de agricultores, então a tua conclusão sobre a minha pessoa é bastante precipitada neste tocante.
          Natural, vindo de um poço de arrogância que se acha mais culto e sabichão do que os outros.

      3. Paulo F.

        Tu ainda pergunta? Sou Nolista e anti-torcedor do Federer.
        Com honrosas exceções como o Marcílio.
        Mas tem nadalistas insuportáveis também, como o Meligeni, o Nardini.

        1. Daniel+C

          Vixe, uma pessoa que torce para um negacionista com um vasto histórico de atitudes ruins dentro das quadras e se declara anti de um jogador admirado pela grande maioria das pessoas e que levou diversos prêmios de fair play (reconhecimento dos próprios jogadores)…. eu quero é distância kkkkkk. Os gostos e valores do sujeito são duvidosos…rs. Muito provável que seja fã do capitão cloroquina kkkk.

          1. Paulo F.

            Sou anti-torcedor do Federer.
            Como as pessoas tem dificuldade em ler e interpretar nos dias de hoje.
            E vindo de um todo metido a prolixão!

      4. Gildokson

        Vixii alguém da torcida detectou a verdadeira motivação do cidadão kkkkkkkk
        Presta bem atenção que tem mais uns 2 assim por aqui, os anti-federer certinhos, justos e corretos kkkkk
        Ahhh!! Ja ia quase esquecendo… Nobres tbm kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  37. rafael

    O Nadal ganhou na experiência e malandragem. Se aproveitou, sim, do seu nome para sacar no tempo que quisesse e ainda foi ao vestiário no intervalo para o 5 set. O Shapo ficou doido e acabou saindo de jogo. Agora o espanhol terá o marreteiro italiano. Belo jogo em que o espanhol precisa ser ofensivo, senão o Berretini leva. Concorda, mestre?

      1. Eduardo Moura Lima

        Sério Dalcim??

        Eu já acho que dificilmente Nadal conseguirá passar pelo Berretini após essa maratona. Se for para o quinto set novamente então … acho que o físico do Nadal não aguenta.

        Na verdade aparentemente o físico do Nadal não aguenta mais nenhum quinto set ou jogo muito longo, vide a queda de rendimento nas quartas do AO de 2021 contra o Tsisipas e na semi de RG contra o Djoko. E até mesmo a final contra o Medvedev em 2019 que foi na bacia das almas como hoje.

    1. Luiz Fernando

      Aquele pneu do Hurkacz ainda doí hein kkkk, não cicatrizou, mas vcs q sempre denegriram a imagem dos adversários do Federer merecem isso mesmo, estão limitados a torcer contra…

  38. Wilson Rocha

    Como esse Shopovalov (Amarelov) é fraquinho, no 5º set Nadal só se arrastando em quadra e ele cometendo um caminhão de erros não forçados.
    Com esse mental, essa falta de controle nos golpes e essa devolução pífia, vai ser difícil até sonhar com um slam.
    Djokovic assim como no USOPEN 2020 perdeu mais uma chance de beliscar mais um slam, pois somente Medvedev teria condições de vencê-lo.
    Nadal cometeu 11 duplas-faltas diante da inofensiva devolução do canadense, imagina se fosse diante do sérvio.

  39. Periferia

    Highlander – Guerreiro Imortal…1986…Russell Mulcary

    História de guerreiros imortais que lutam entre si durante séculos..apenas um poderá sobreviver e será merecedor de um misterioso prêmio…(assim como no filme…no tênis imortais lutam entre si).
    Tem Cristopher Lambert no papel do imortal Connor MacLeod e Sean Connery como seu tutor…Ramirez (uma relação parecida com Nadal e Tio Toni).
    Com trilha musical composta especialmente para o filme pela banda inglesa Queen…destaque para “Who Wants to Live Forever” (eu quero).
    Filme é um marco dos anos 80…apesar do baixo orçamento…se transformou em um cult…teve 3 continuações…virou série… até HQs.

    (Filme em homenagem a Rafael Nadal…o Highlander do tênis).

    1. Rubens Leme

      Lambert teve uma carreira estranha. Nascido nos EUA, filho de um diplomata francês, nasceu com pinta de astro em Greystoke e fez um dos filmes mais idiotas dos anos 80 que virou cult no Brasil, Subway, ao lado de Isabelle Adjani.

      Depois de Highlander, fez um monte de filmes pequenos e esquecíveis.

    2. Gume

      Caro Periferia:

      Eu adorava este filme (só o primeiro, os outros foram bem ruinzinhos). O que me impressionou foi como o diretor Russell Mulcahy (que era diretor de videoclipes) fez as mudanças de cena. Ele não fazia cortes e sim transições.

      Bela lembrança.

      Abraços.

  40. Luiz Fernando

    Bem estranha essa história do problema estomacal, achei q Rafa estava exausto isso sim. Mas se for um problema digestivo e não de condicionamento físico, melhor. Vamos pras semis…

  41. Jocelino Jr

    Mestre Dalcim
    Alguns comentarios:
    1 – Kyrgios eh demais. Torço p ganhar a dupla…ja que nao temos mais brasileiros. No feminino vai dar Bia.
    2 – depois desse show de resiliencia no 5 set da p duvidar do Nadal ? Vem o 21 ai.
    Um abraco.

  42. Rubens Leme

    Parece que o Santos vai entrar com um mandato de segurança… pra nunca mais jogar um final com o Palmeiras, no mês de janeiro.

  43. Thiago Timóteo

    Rafa é bastante conhecido por fazer isso: demorar entre um saque e outro, além de catimbar quando está perdendo. Fez isso contra Shapo e contra Federer no AO2017, assim como Stan Wawrinka no AO14. Gosto dele como tenista, como pessoa é um cara que não respeita os colegas em quadra. Eu espero que Berretini vença na semifinal, ou então a surra na final pro Medvedev vai ser vergonhosa.

  44. Rubens Leme

    Não dá mesmo para gostar desta nova geração um bando de moleques arrogantes e desbocados.

    Enquanto isso, a novíssima, do Palmeiras, em São Paulo… mostra que o futuro é verde.

    1. Marcelo+Costa

      Agassi, mc enroe, nastasi, foram jovens mimados e desbocados, então eu sou contrário a culpar gerações, por serem e fazerem o que foi feito antes. Sei que você irá citar títulos, impacto, importância entre outros, mas igual a esse futuro verde, eles estão construindo o futuro deles, eu irei aguardar esse futuro, pois, quando eles vingarem e vão vingar tudo será esquecido.

        1. Rubens Leme

          Mas McEnroe nunca dizia que um juiz estava ajudando Borg, Lendl ou mesmo seu arquirival Connors. Ele xingava todos os árbitros, mas jamais acusou de beneficiar seus oponentes, como fez o dono do ursinho.

          E nunca vi ele ou Nastase com um bichinho de pelúcia no box. Aliás, nem gosto de imaginar o que fariam com o tenista que entrasse com um ursinho de pelúcia numa partida de Slams, naquela época.

          1. Marcelo+Costa

            Andar com bicho de pelúcia é algum problema? puxa Rubens você pode mais que isso, ele deveria fumar? Beber? Usar drogas?
            E ver o escândalo que mc enroe fazia era motivo de orgulho?
            Essa geração baby boomer em sua soberba é responsável por tanto preconceito, esse seu é só mais um.

  45. Gabriel

    Dalcim vi aqui no site que uma semifinal é quinta.. mas você disse que as duas serão sexta, sabe dizer o horário?

Comentários fechados.