Suor olímpico
Por José Nilton Dalcim
25 de julho de 2021 às 13:55

Chegar às medalhas no Ariake Tennis Park vai ser um ato de heroísmo, ao menos a julgar pelas duríssimas condições climáticas a que os tenistas foram expostos nestes dois primeiros dias de ação em Tóquio.

O forte calor do verão local, associado a intensa umidade, transformou o ambiente numa sauna a céu aberto. E aí vêm complicadores: o início das rodadas às 11h, jogos equilibrados e muita gente disputando simples e duplas. Doze dos 32 jogos de primeira rodada masculina foram ao terceiro set. Haja físico.

Parece então crucial que se poupe ao máximo, mas isso é claro depende muito de quem está do outro lado da rede. Novak Djokovic teve uma estreia fácil, mas agora encara o experiente Jan-Lennard Struff e não dá para economizar. O sérvio viu o russo Andrey Rublev dar adeus precoce nas mãos de Kei Nishikori, mas ainda tem Alexander Zverev e Aslan Karatsev no caminho das medalhas.

Tanto Nole como Daniil Medvedev pediram mudança no horário dos jogos, o que seria plenamente possível numa competição sem venda de ingresso. O russo literalmente suou muito para passar por Alexander Bublik, mas a quadra está a seu perfil, muito veloz de dia. Stefanos Tsitsipas viveu altos e baixos e reencontra Frances Tiafoe, em jogo muito perigoso.

Triste mesmo foi a desistência de Andy Murray. O bicampeão olímpico voltou a sentir a parte muscular, decidiu arriscar só na dupla e seu substituto, o australiano Mel Purcell, sacou muito e tirou Felix Aliassime. O escocês faz parceria com o ótimo Joe Salisbury e os dois tiraram na estreia nada menos que Nicolas Mahut/Pierre Herbert. A escolha de Murray parece esperta.

A chave feminina foi chacoalhada pela inesperada queda de Ashleigh Barty logo na estreia. Culpa de seus 55 erros e da firmeza tática de Sara Sorribes, espanhola muito chata de se encarar se você não consegue ser agressiva. Barty continua viva nas duplas.

Mas o grande nome do torneio olímpico é mesmo Naomi Osaka. A dona da casa recebeu a honraria de acender a pira, num momento mágico para o tênis, para o esporte feminino e para quem luta por igualdades sociais, como é justamente o caso dela. Foi reaparecimento em grande estilo, depois das polêmicas de Paris que a tiraram de dois Grand Slam.

E para não dizerem que ela está sendo privilegiada em seu país, vai jogar de novo no primeiro horário. Claro que, se o sol está a pino, o piso também fica um pouco mais veloz e isso combina muito com suas golpes de força.

E o tênis brasileiro deu agradável surpresa, ainda que apenas a dupla feminina tenha passado da estreia. João Menezes esteve incrivelmente perto de uma vitória espetacular sobre Marin Cilic, em que o mineiro jogou melhor nos dois sets e embalou uma reação na série decisiva que ficou a um mísero ponto de ser histórica. Tomara que Menezes use isso como motivação para o segundo semestre.

Thiago Monteiro fez o que pôde diante de Struff, mas enquanto o alemão aproveitou suas chances de quebra o cearense não foi tão feliz, muito é claro em função do saque aplicado do adversário. Já Marcelo Melo e Marcelo Demoliner perderam num jogo de detalhes contra os croatas Mate Pavic e Nikola Mektic, com pecado mortal ao desperdiçar 5-0 no tiebreak do primeiro set. Para uma parceria formada em cima da hora, é justificável.

Por fim, Luísa Stefani e Laura Pigossi fizeram uma exibição de gala diante das canadenses Gabriela Dabrowski e Sharon Fichman. Enquanto Luísa se virava bem na frente, Pigossi devolveu firme e explorou mais a bola em cima de Fichman. O destaque foi o controle emocional das duas, que perderam chances e mantiveram a cabeça no lugar.

A chance de chegar perto das medalhas é ainda pequena. A próxima rodada será diante das tchecas Karolina Pliskova e Marketa Vondrousova, muito mais experientes ainda que não duplistas de ofício. Mas depois podem aparecer Bethanie Mattek-Sands e Jessica Pegula, e o sarrafo vai subir muito. Vale é claro acreditar.


Comentários
  1. lEvI sIlvA

    Ator e dublador Orlando Drummond morre aos 101 anos.
    Mais um que se vai em 2021…
    Me divertia aos montes com Alf, o E.Teimoso com sua dublagem perfeita para o alienígena!!!

        1. José Nilton Dalcim

          Aqui em São Paulo eu te garanto que vai. Mas você talvez esteja falando de Tóquio. Lá não fica abaixo dos 31 nenhum dia, e a sensação térmica será 2 ou 3 graus maior.

  2. Paolo

    Naomi Ayahuaska perdeu? num foi ela que ACENDEU (kkkkkk) a pira olímpica?

    Ela em nada representa a bonita cultura japonesa.

    Observação:Nesse ano Djokovic segue sem perder NENHUMA na dura, e na grama também,rs. Abs!

    1. Sérgio Ribeiro

      Esse sim é o verdadeiro bambino , digo, Paolo Rossi. Quer dizer que perdeu no “ Torneiozinho de Verão “ deixa de ser tudo o que representa no País ? Sei , … rs . Abs!

  3. jhonny

    Mais uma vitória das brasileiras em duplas Laura Pigosi e Luisa Stefani estão nas quartas de finais das olimpíadas

  4. Paulo Almeida

    DjokoGOAT tirou fotos com umas 5000 pessoas. Não é só o jogador mais querido e carismático do tênis, mas de TODO o complexo olímpico!

    Vida longa ao REI!

  5. Luiz Fernando

    Meu Deus do céu, não bastassem os sem humildade, os q torcem por contusões e doenças dos adversários, os q se consideram melhores do q os demais, agora apareceu um aqui q quer determinar para quem esse ou aquele (aquela) deve torcer kkkkk. Não se deve menosprezar nunca a capacidade do ser humano superar-se em tudo…

  6. Sandra

    A Naomi caiu. Abandonou 1cGS e desistiu de outro. Se fechou para focar em Tokyo e como não sou psicóloga vejo na Baomi um certo deslumbramento contido pela fama. Ela quer o melhor de tudo, mas não consegue lidar. Talvez seja o momento de levar a sério o tratamento da saúde mental e deixar de lado as mídias sociais e capas de revistas. Ela é vencedora, isso é um passo fundamental p estar mais forte.

  7. Gustavo

    Osaka perdeu porque não tem jurado no tênis (tal qual no surf) lkkkkk
    E não deu entrevista na zona mista. Espírito olímpico só qdo ganha né??

  8. Periferia

    Cabo Eleitoral

    Dolores tem dois vícios na vida…o tênis e a política.
    No tênis ela está muito contente…seu jogador preferido vence sempre…está numa fase imbatível.
    Agora na política….
    Dolores sofre diariamente…os opositores andam pegando no pé do dito cujo (ele dá motivos).
    Onde ela vai…aparece alguém para criticar ou acusar o “estimado”.
    Muito popular no bairro onde mora…ela pensou …faria um comício com o político e os moradores do bairro.
    Comunicou o horário do comício….e convidou os moradores (era uma oportunidade de ouro para mostrar as qualidades do político que ela tanto admira).
    Horário marcado…todos moradores presentes…o político pronto…Dolores no palanque inicia a apresentação do político…com os olhos marejados (muito emocionada)…ela diz:
    -Olhem para este homem!!! Ele não tem os olhos de Cristo??? Não tem as mãos de Cristo??? Não tem os cabelos de Cristo???
    Um morador que havia bebido um pouco não resistiu…e gritou:
    – Então vamos crucificar esse safado.
    (A multidão não se fez de rogada).

  9. Maurício SP

    Vendo a vida social do Djoko na Vila Olímpica, acho que o maior desafio dele não é nem enfrentar Medvedev, Tsitsipas ou Zverev, mas não contrair Covid novamente, ainda mais que certamente não se vacinou e não é tão fã do uso de máscara… O Rojer deve ser muito mais cuidadoso e foi contaminado…

      1. Maurício SP

        Sim, o que não impede que se contaminem novamente, a variante delta anda por aí… Contrair covid na Vila Olímpica deixaria ele de fora do torneio e possivelmente comprometeria muito suas chances no US Open.

  10. VINICIUS BENEDITO CUSTODIO

    Dalcim o que você acha da decisão do Djokovic jogar as mistas? Eu não gosto pq pode ser um esforço a mais, eu entendo o patriotismo e tudo mais porém ele tem us open para jogar e tentar fechar os slam, qualquer esforço a mais prejudica na busca.
    E oq acha das nossas chances na mistas ?eu gosto. Se o chaveamento for bom, da para sonhar

    1. José Nilton Dalcim

      Realmente, fiquei surpreso com a entrada dele nas mistas. Acho que ele quer se divertir. E ele será justamente o adversário de Melo e Stefani. Isso eu não achei divertido… rsrs…

      1. Luiz Fabriciano

        Tu achas mesmo que compromete no aspecto físico, salvo uma torção numa eventual busca por uma bola mais complicada?
        No mais, na forma que ele está, acho até uma maneira de manter o corpo “ligado”.

        1. José Nilton Dalcim

          Claro que jogar duplas é muito menos exigente, mas depende muito de como foi seu jogo de simples algumas horas antes. Esfriar e reaquecer nunca é muito fácil.

  11. EDVAL CARDOSO

    Na boa, não sou muito de postar coisas aqui a respeito do tênis brasileiro, até porquê, nossa faze é péssima.
    Mas tudo tem limite, o Belutti, perder numa qualificação de um chalenger pra um tenista 400 e lá vai pedrada chega ser ridículo.
    Tô começando achar que se ele vier jogar um torneio amador aqui na minha cidade, Tubarão, SC, ele não passa da estréia também.
    Que fazeeeeee!!!!

  12. Sandra

    Dalcim , acredito muito que os tenistas vão para as olimpíadas por amor à pátria, mas de vez em quando , vendo grande parte das favoritas cair me dá a sensação que foram para lá por obrigação ! Eles são obrigados a ir ? Ainda mais com a Covid !! E os outros esportes qual a sua opinião ? Até porque eles não ganham um terço do que os tenistas ganham ! Será que vale a pena esse sacrifício todo ? Não pela olimpíada em si , mas por tudo que o mundo está passando ! Eu não teria coragem !!

    1. José Nilton Dalcim

      Puxa, Sandra, ser campeão olímpico é o máximo que a maciça maioria de qualquer esportista pode almejar. Alguns poucos esportes, como o tênis e o basquete norte-americano, certamente colocam outros feitos acima. E ninguém é obrigado a ir, a menos que deva favores à sua federação nacional. Vão por amor ao esporte e à pátria.

  13. fabriciogoiano

    Olá, Dalcim!!!

    Hoje durante a exibição do programa Maratona Tokyo 2020, no BandSports, foi exibida uma entrevista feita pelo Elia Júnior com o Djokovic. Me chamou muito a atenção de que o olho esquerdo do sérvio fica mais fechado do que o outro. Já tem um bom tempo que isso me chamou a atenção (e não importa se ele está em quadra ou não), porém no dia de hoje me pareceu mais evidente ainda. Você já havia notado isso, mestre? Já saiu algo na mídia acerca desse assunto? Essa característica se assemelha muito com uma discreta infecção no nervo facial….

    1. José Nilton Dalcim

      Nunca percebi e nem li algo a respeito, mas vale lembrar que ele usava lentes de contato e pode ter optado pela cirurgia de miopia. Mas realmente não sei explicar isso.

    2. Willian Rodrigues

      Prezado, todos nós temos pequenas assimetrias faciais. Inúmeras pessoas cujo padrão de beleza é acima da média costumam ter a face muito simétrica (Carolina Dieckmann é um exemplo). Então, pode ser simplesmente algo constitutivo.
      Com relação ao controle do músculo elevador da pálpebra, o nervo responsável é o 3º par craniano (nervo oculomotor).
      Pode sim ter havido algum acometimento desse nervo motor por trauma ou por infecção ocasionando uma ptose (queda da pálpebra superior).
      O nervo facial (7º par craniano) controla todos os demais músculos da expressão facial (mímica), incluindo os músculos que corrugam os supercílios e franzem a testa.
      Abs

  14. Robson

    O miliciano que elegeram presidente desse país,mente tanto e a todo momento de todos os santos dias sobre urnas eletrônicas,com conversinha fiada típica de 171 nato,usando palavras como “fraude” por ex,que os fracos de personalidade acabam acreditando e comprando essa ideia vigarista de “fraude” nisso,”fraude” naquilo,ao passo que os indivíduos de índole ruim,mal intencionados vão espalhando essas picaretagens pra tudo quanto é canto dia e noite.
    Uma coisa absurda o que acontece nesse país desde 2016 e que só fez piorar ainda mais de janeiro de 2019 em diante.
    Como gosta de dizer um ministro decano e agora aposentado do STF,”tempos estranhos”.
    Tomara que ano que vem,possamos limpar esse país dessa “gente” suja,desses milicianos picaretas, charlatões,carregados de 171.

  15. Sérgio Ribeiro

    Quem ainda dúvida do Espírito Olímpico , vale uma conferida no mais que emocionante pódio dos Atletas Russos na ginástica. Ao som do Conserto N 1 de Tchaikovsky . Simplesmente de arrepiar. E no tal “ esvaziado “ Torneio , já caíram a N 1 e N 3 da WTA e o TOP 7 da ATP . E Novak do jeito que está jogando deve levar ? . Com certeza mas não sem antes levar sufoco pelo que estão jogando outros TOPs . MEDVEDEV realmente parece muito bem adaptado as condições desfavoráveis… Abs!

    1. Sérgio Ribeiro

      Ps. Monfils e Svitolina adiaram a lua de mel para disputar o “ Torneiozinho de Verão “ como é chamado pelo grande mane’ . E não é que o marmanjo perde de prima …rs . Mas segue firme nas Duplas . Abs!

    2. Barocos

      Sérgio,

      Leia os comentários do sérvio, do Medvedev e do Zverev sobre participar de uma olimpíada.

      Não sei de onde o outro forista tirou a ideia de que um evento realizado de 4 em 4 anos com a presença da maioria absoluta dos maiores atletas do mundo, deveria ser considerado algo dispensável, mas as noções dele “não correspondem aos fatos” ou, pelo menos, não encontram eco nas opiniões dos participantes.

      Saúde e paz.

      1. Sérgio Ribeiro

        Então, caro Barocos . São vários que insistem nesta tese de desinteresse dos Tenistas . Federer de 2000 até 2021 somente pulou a Rio 2016 devido a Cirurgia. Novak está se sentindo como pinto no lixo rs . Obrigado a ficar na Vila Olímpica está sendo o Atleta mais requisitado para selfies por outras grandes feras . Está tão feliz que nem reclamou da quadra que está rápida demais segundo Fognini . Os que vão sobrar a partir das Quartas, são os mesmos que chegaram a Final em sequência : USOPEN, FINALS, AOPEN, RG e WIMBLEDON 2021 . Ou seja , sem Federer e Rafa Nadal que não fizeram nenhuma destas FINAIS recentes . Abs !

  16. Paulo Almeida

    Boa exibição do Djoko contra o sempre perigoso Struff, estando muito leve em quadra. Agora pega o Fokinha, que sofreu horrores para despachar o pesadelo de certa torcida John Millman, nosso vice no 500tão de Tóquio 2019.

  17. Rubens Leme

    Alguém assistiu a série The Americans, da Prime Amazon? Resolvi rever e maratonar as sete temporadas neste final de semana. A série conta a vida de dois jovens espiões russos enviados pela KGB para que casem nos EUA, formem família (com os filhos sendo cidadãos legítimos do Tio Sam), montem seu próprio negócio, enquanto espiam para Mãe Rússia, no clássico e mais famoso embate familiar: Mother Russia x Uncle Sam.

    A série começa em 1980, com a eleição de Ronald Reagan, o presidente americano mais paranoico e que mais odivava os comunistas e soviéticos e vai até a era Gorbachev. É curioso ver o susto dos agente do FBI quando o Bureau passa a ser digitalizado, com os primeiros computadores e as velhas e charmosas impressoras matriciais, além de falarem da pré-internet, usada exclusivamente por universidades, pesquisadores, governos e militares.

    Ver uma agência do governo ainda usando os velhos arquivos de gaveta, com chaves, para guardar os documentos e sem controle algum de entrada, saída e cópias dos documentos é algo impossível de se imaginar hoje, 40 anos depois.

    Falando em inglês e russo – metade do elenco é “comunista” – a série mostra a luta dos dois lados, com finais trágicos.

    Para quem gosta da Guerra Fria é um prato cheio.

  18. Anderson Barbosa Paim

    Jogo do Menezes com o Cilic foi um jogo insano de dois psicopatas! Que mental PODRE dos dois!

  19. Abel Jr.

    Agora uma pergunta desforme Dalcim:
    quanto pesa o troféu de Gstaad?
    é um pedaço de granito!
    Outro troféu tão louco só aquele que é literalmente um paralelepípedo do ciclismo. (literalmente um bloco de granito)
    Uma pergunta que faço: Há algum livro sobre os troféus mundiais do tênis?
    por quê há um abacaxí no troféu de Wimbledon?
    Ou porquê o troféu da Austrália é o vaso de Adriano?
    Como Roland Garros deixou de ser herói de guerra e virou símbolo do tênis? ( não está relacionado ao troféu eu sei más como ocorreu isso?)
    O que ocorrerá quando se esgotarem os espaços para novos nomes gravados nos troféus?
    Existe algo que conheça que responda estas besteiras?
    se conhece alguma publicação ou autor Dalcim, por favor informe pois mesmo na nossa hoje rede é difícil achar tais informações.
    Obrigado.

    1. José Nilton Dalcim

      Não sei responder quase nada do que você perguntou, exceto sobre Roland Garros, cuja história está explicada no próprio TenisBrasil. E não conheço um livro único que fale sobre isso, mas é provável que você encontre explicações de cada torneio em livros sobre a história desse torneio em particular.

  20. Abel Jr.

    não esperava a derrota da Barty hoje porém admiro quem perde e não se desculpa, apenas se decepciona sabendo que podia mais.
    Torço no feminino por Iga Swiatek por achar ela apesar de crua, corajosa.
    Muito justo o que pleiteiam Medvedev e Djoko. Não é atrativo que um jogo de TV seja mal jogado por qualquer tipo de interferência que pode ser contornada.
    Dalcim, eu estou vendo o Djokovic no momento entre os atletas como o maior ícone nos jogos. Há fotos dele desde os ginastas até sei lá o quê…
    Acha que isso pode atrapalhar?

  21. Sérgio Ribeiro

    Quem viu Kei Nishikori aqui no Rio tirando a medalha de bronze de Rafa Nadal , não poderia cravar Rublev grande favorito em Tóquio. Olho no Samurai que já levou dois títulos em casa onde é considerado herói nacional. Não deu chances ao Russo numa exibição da mais alta qualidade . Abs!

    1. F.R.

      Vc não pode estar falando sério colocar nishikori como mais favorito que rublev porque há 4 anos o kei levou o bronze ne???
      Aconteceu do russo perder.
      Se tivesse ganhado vc teria dito: claro que o russo eta favorito porque bem jogando bem nos últimos meses. conquistou o torneio x, ganhou de não sei quem no torneio tal…

      E outra, a partida foi bem equilibrada e definida com apenas dois breaks de diferença.

      1. Sérgio Ribeiro

        Assististes o jogo ? Claro que não. Jogando num palco em que já venceu duas vezes , contra um oponente ainda muito irregular , Rublev poderia no máximo ser apontado favorito . O Samurai com seu espetacular aproveitamento de segundo serviço mostrou que se preparou muito pra jogar em casa . Se o senhor não sabe ,livre de lesões , pode bater qualquer um da nova geração sem ser grande Zebra . Ao menos a meu ver . Abs!

        1. Sérgio Ribeiro

          Ps. O Samurai fez também uma terceira FINAL neste palco em 2018 e foi batido exatamente por MEDVEDEV. Abs!

  22. João Sark

    Dalcim, boa noite.

    Sabe onde é possível ver informações detalhadas das chaves? No site oficial das Olimpíadas só achei a programação…

    Valeu

    Abs

    1. José Nilton Dalcim

      A ITF anunciou na manhã de hoje (domingo) a implementação de uma regra, mas sem os mesmos rigores e definições da Austrália. Fala apenas em intervalo antes do eventual terceiro set e aumentar em 30 segundos a virada de lado, mas tudo isso se o calor passar de 30 graus.

  23. Lola

    Manu,
    tava reparando q os comentaristas inventam manobras kkk
    acompanho o circuito na espn e lá eles até comentam direitinho.
    Mas aqui na torcida pelo Italo, Medina e John John em terceiro.

    1. Manu

      Kkkk.
      Valeu.
      Pelo insuportável Medina eu não torço mesmo. O jeitinho brasileiro que ele quis dar para levar a Yasmin foi de última kkkk. Vou de Italo.

      No skate agora: Eu não manjo muito de matemática, mas se um dia eu deslizar em um corrimão montada em uma tábua com rodas e me derem 0.65 de nota, eu nunca mais nem levanto da cama.

      1. Marcelo Costa

        O surfista Medina, está entre os maiores de todos, errou ao tentar levar Yasmin, óbvio que sim, mas temos que parar com essa cultura nefasta do cancelamento. Ele tem o maravilhoso instituíto em maresias onde faz um trabalho social bacana.

          1. Luiz Fabriciano

            Concordo com as diferenças entre bom senso e torcida.
            Eu mesmo como fã do Djokovic, a depender do brasileiro do outro lado da rede, ainda torceria pelo sérvio.

          2. Manu

            obrigada, Luiz Fabriciano. Sim, torcida e bom senso são diferentes.
            Luiz Fernando, obrigada tb, é cada uma mesmo…

  24. DANILO AFONSO

    VOTO IMPRESSO

    Vi que nas duas últimas pastas deliberaram sobre a polêmica do voto impresso e urna eletrônica. Diante disso, gostaria de brevemente expor como seria o processo eleitoral com a adoção do voto impresso, caso o STF não tivesse “derrubado” o art. 2° da Lei nº 13.165/2015 e resolução do TSE n. 23.521/2018.
    Como alguns já sabem, sou servidor do TRE e há 15 anos faço parte da comissão de auditoria do sistema eletrônico de votação.

    Algumas observações:

    – o voto impresso não substituiria a urna eletrônica, e sim ofereceria mais transparência ao eleitor após digitar o voto eletrônico;
    – junto a cada urna eletrônica seria acoplada uma impressora que emitiria o voto impresso;
    – após o eleitor digitar todos os votos na urna eletrônica, esta apresentaria na sua tela o resumo (uma inovação) dos votos digitados e ao mesmo tempo a impressora disponibilizaria em um tubo acrícilo (transparente e blindado), o VOTO IMPRESSO para que o eleitor comparasse, por alguns segundos/minutos, com o voto disponível na tela da urna eletrônica, antes do voto impresso cair em um repositório plástico fechado também interligado à urna eletrônica;
    – o eleitor não teria posse do voto impresso, apenas visualizaria e compararia o voto;
    – encerrado o pleito, seria possível auditar os votos, confrontando o BU (resumo dos votos) de cada urna eletrônica com os votos impressos recebidos no repositório referente a determinada urna;
    – em 2018 seriam apenas 30 mil urnas com impressora, cerca de 5% do total de urnas, o que custaria R$ 57,4 milhões aos cofres públicos, e somente em 2028 que 100% das urnas eletrônicas disponibilizariam o voto impresso;

    Apesar de confiar totalmente nas urnas eletrônicas, acho válido, mesmo com elevadíssimo custo, que graduamente o voto impresso seja adotado, pois cada vez mais encontrarmos eleitores incrédulos com a votação eletrônica e também porque a auditagem atual que alguns servidores compreendem e confiam, não aparenta ser transparente para muitos eleitores, tanto os mais humildes quanto os mais instruídos.

    Para mais detalhes segue abaixo a resolução do TSE.da época:
    https://www.tse.jus.br/legislacao/compilada/res/2018/resolucao-no-23-521-de-1o-de-marco-de-2018

    1. Alessandro Siqueira

      Cada vez mais vemos pessoas céticas em relação ao formato da terra, nem por isso vamos abolir os globos terrestres. Acho surreal que num país em que pessoas estão pegando sobras de ossos em açougue a gente naturalize uma discussão que vai gerar encargos de milhões e milhões. Tudo isso para se desmentir uma mentira disseminada de forma sistemática por quem vive disso. E não tem NADA A VER COM A LISURA. No Peru houve voto impresso e a Fujimori questionou, fato também havido nos EUA. Ou seja parece papo de dono da bola mimado que não aceita o resultado do jogo.

      1. Barocos

        Alessandro,

        Também acho um absurdo que se queira gastar mais do dinheiro dos contribuintes, ainda mais em uma crise como a que estamos vivendo, para tentar dissipar as mentiras propagadas por um grupo de lunáticos que não entendem de economia, não entendem de ciência, não entendem de administração, não entendem de direito, não entendem de cidadania, não entendem de responsabilidade e mesmo assim querem que a nação se dobre a uma fantasia paranoica que só existe em suas mentes perturbadas.

        Especialidade dos atuais mandatários do país: pular de para-quedas em um terreno sobre o qual nada desconhecem e, o cúmulo da tragédia nada cômica, dinamitar as “pontos” construídas por anos a fio e cuja utilidade desconhecem.

        Saúde e paz.

    2. Periferia

      Olá Danilo

      Na realidade a PEC 135/19 estabelece que :
      “No processo de votação e apuração das eleições dos presbicitos e dos referendos…independente do meio empregado para o registro do voto… é obrigatório a expedição de “cédulas físicas” conferíveis pelo eleitor”.

      Foi redigido por Bia Kicis (PSL SP)…e tem como relator Filipe Barros (PSL PR)…ambos integrantes da base do governo.

      Sendo a previsão para as próximas eleições (2022) .
      O custo estimado para a mudanca é de 2,5 bilhões…
      Fora o aumento do fundo eleitoral…hoje 2 Bilhões…foi aumentado para 5,7 bilhões com apoio da base do governo.
      ( O presidente deve vetar…e deixar o fundo em 4 bilhões…o dobro do que é hoje…e assim poder dizer que conseguiu um grande “negócio” para população).

      Vc não está informado sobre a PEC 135/19 que está no congresso????

        1. Barocos

          Lola,

          Desculpe me intrometer, mas:
          1) onde foi que você leu que o Periferia é petista;
          2) mesmo que seja, em que ponto da sua resposta as críticas feitas por ele são refutadas por argumentos elaborados por você?
          3) insistindo sobre “2”, ao menos se esforce um pouco para invalidar os pontos levantados pelo Periferia, ao invés de utilizar a clássica tática bolsonarista de apelar para “E o Lula?”, ou seja, tergiversar.

          Na ausência de uma resposta minimamente razoável, irei manter minha predileção pelo conteúdo exposto pelo Periferia e contra esta horda de incultos grosseirões despidos de qualquer plano diretor para o país.

          Ainda que eu considere os governos petistas ruins, em retrospecto, o atual é trágico, calamitoso de tão nefasto.

          Saúde e paz.

          1. Lola

            se estão tão preocupados com gastos públicos e com gastos para ter mais transparência no processo eleitoral, como dizem os congressistas quando reclamam dos gastos bilionários, eles falam q é o preço da democracia. Mesma coisa as urnas auditavel, preço da democracia.

            Sabe q tem um elefante Branco en Brasília q custou quase 2 bi e tá lá entregue às moscas.
            falo do estádio aquele.

            #votoautitavelja

            a lunática aqui, qr, quem não quer, é de se estranhar as intenções por trás

        2. Gildokson

          Piada é gente como você que só fala em partido como essa m…. desse país só tivesse sido governado pelo PT durante tda sua existência.
          É lógico que todo mundo tem que se importar com o dinheiro público. Ou pq estamos sendo governados por milicianos é pra esquecer???!

        3. Miguel BsB

          Vai lá apoiar o centrao então. Todos preocupadíssimos com o dinheiro público…kkkkkkk
          Tomaram conta de vez do seu governo e o bolsonaro vai ter que bater continência pra eles agora…

      1. DANILO AFONSO

        Periferia, eu tenho ciência da PEC135/2019, mas como ela ainda é somente um projeto, não tem ainda uma regulamentação (resolução do TSE) detalhando como seria a adoção do voto impresso. Já a lei que citei tinha uma resolução do TSE minuciosa acerca do procedimento do voto impresso. Quando a PEC 135/2019 estiver em vigor (se for aprovada), acredito que as normas regulamentares serão parecidas com a resolução de 2018 que foi suspensa.

        Vamos aguardar !! Abs !!

        1. Periferia

          Olá Danilo

          Na realidade uma PEC é uma Proposta de Emenda Constitucional.
          Como o nome diz é uma proposta para alterar nossa constituição…são necessários 3/5 dos votos dos deputados (308 votos) em dois turnos.
          É algo diferente de um simples projeto de lei onde são necessários 257 votos (maioria simples do total congresso…onde temos 513 deputados).
          Com todo o respeito ao TSE…ele não tem nada a ver com a PEC ou força (e competência constitucional) para alterar ou sugerir a alteração para auditar votos…apenas o poder legislativo tem essa competência.
          A população deve ficar atenta…algumas mudanças constitucionais podem acabar com a democracia no país.
          Hoje a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) é presidida pela deputada paulista Bia Kicis…semana passada ela recebeu Beatrix von Storch…deputada do partido Alternativa para a Alemanha (AfD) partido de extrema direita…uma nazista negacionista…que prega a eliminação de imigrantes e nega o holocausto…Bolsonaro também recebeu a deputada alemã.
          Estamos no fundo do poço…a única forma de mudar isso… é procurar se informar.

          Abs

        2. Marcelo Costa

          Não confio no pix, pela volta do cheque. Isso resume todo escárnio desta proposta, que serve só pra desviar o real problema.

      2. Julio Cesar

        mesmo que o Presidente vete, não faz muita diferença, porque os caras vão acabar fazendo o que quiserem lá. Um país com um parlamento cheio de pilantras como o nosso não tem um futuro muito promissor. E o pior é que o parlamento reflete os seus eleitores, muitas vezes.

    3. Marcelo Costa

      Imagina a milícia, tendo acesso aos votos em uma comunidade, caso o candidato que esta facção não tenha sido eleito, eles teriam condições de “auditar” quais membros não fizeram o ordenado, então irão tocar o terror.
      E o custo de 2 bilhões pra implantar, daria pra comprar muito osso igual feito na cidade de Cuiabá.

      1. DANILO AFONSO

        Marcelo, como disse acima, o eleitor não portará o voto impresso. Apenas será possível auditar (confrontar) o total de votos de cada candidato na urna eletrônica com o total de votos impressos, mantendo o sigilo do voto de cada eleitor.

        1. Lola

          ainda vem q vc desenhou o desenho, pq tem cada q olha, bah.

          outros acreditam q voto impresso é o mesmo q voto com cédula, afff!!!

    4. Gildokson

      Danilo, eu só tenho uma coisa a dizer sobre isso.
      Era só o que faltava nós (o povo) gastarmos mais ainda para eleger os péssimos candidatos que nos apresentam.

      1. José Yoh

        Pois é Gildokson. O gasto já é absurdo mesmo sem voto impresso – vide Fundo Eleitoral. E mesmo implantando isso não dá para confiar.

        Pra começar o voto já é fraudado na fonte, com a compra dos votos. Depois ainda há a possibilidade de fraude na contagem.
        E para terminar, o brasileiro não sabe votar de qualquer forma. Vota no primeiro que lhe trouxer alguma vantagem material, e quando não é isso votam como se fosse parte de uma religião (alguns são mesmo). E isso dos dois lados da coisa (quem diria que com tantos partidos teríamos apenas dois lados?).

        Não é o processo que não é confiável. É o brasileiro.

        Para mim isso tudo é para desestabilizar e criar condições para que em caso de derrota seja possível algo do tipo o que aconteceu lá nos EUA.

    5. José Yoh

      Olá Danilo, tem alguns pontos que me preocupam. Pelos que você informou, o custo das 600.000 urnas sairia por 1,15 bilhão, o que eu acho muito caro para algo que não garante a honestidade da eleição. Eu acho que se alguém realmente quiser fraudar, conseguirá porque corromper quem vai contar os votos deve ser até mais fácil quanto corromper quem vai apurar eletronicamente – o que já acontecia nos tempos do voto escrito.

      O outro ponto é que vários candidatos irão alegar fraude (talvez mesmo com uma recontagem), o que pode ser a desculpa para revoltas políticas perigosas, como aconteceu nos EUA.

      A recontagem também tem um custo, que não é baixo, a cada eleição. E caso for constatada a fraude, como ficaria a confiança no sistema eleitoral eletrônico ou impresso?

      De qualquer forma obrigado pelas informações, é sempre bom ter uma opinião de quem entende e está realmente perto do assunto.
      Abs

    6. Bel Grafo Fa

      Obrigado pelas utilìssimas i formçoes, e/mas lamentamos o ‘des-serviço’ preatado por algums políticos, que ao invés de governar, apenas causam pânico desnecessário na população em geral.

      Aparte aos ataques que ainda faz à Soberanoa Nacional, utilizando o tema.

      Se lhe serve de consolo, o ‘des-serviço’ também prejudica o trabalho das mais diversas autarquias e órgãos, tornando o trabalho mais dificuldado nas mais diversas esferas.

      Que os técnicos e especialistas possam tomar a melhpr decisão sobre o tema, sem a influência política.

  25. George Beco

    Tava discutindo com um cara num outro tópico, se Federer fosse 6 anos mais novo ele perderia aquela final pra Djokovic? Esse era o argumento que ele dava pra dizer que um cara com 2 mp e saque perdeu por conta da idade, então eu comecei a calcular como seria com Djokovic 6 anos mais velho.
    Vamo lá, ele ganhou o primeiro Finals com 21 e o primeiro AO com 20, então, seria justo ele nascendo em 81 ganhar o primeiro AO e Finals com as respectivas idades, sobre tudo pq quem ganhou o AO de 2002 foi um jogador totalmente alternativo, tipo, um cara nível Hurkacz, se fosse Agassi ganhando em 2002 eu até aceitaria Djokovic não ganhando, mas como não foi, então damos o título pra Djokovic. O Finals quem ganhou foi Hewitt, famoso “n1 de transição”, que é aquele cara que era pra ser top 10, mas ficou sendo n1 pq Agassi tava velho e Sampras semi aposentado, oq me leva a crer que com a medicina de hoje Sampras teria terminado como n1 tbm em 2000, 01, 02 e talvez em 03, e mais uns 10 GS nesse período. Assim, seria justo dar o AO e Finals de 2002 pra ele pq ninguém melhor que ele ganhou aquele torneio.
    Aliado a isso você soma TODOS os títulos que Federer ganhou nesse período de 2003 até 2009, exceto dois, para sermos justo, que é o US Open de 2008, que Federer venceu Murray, e como Murray já ganhou do sérvio na final do US Open, seria justo darmos o título daquele ano para o britânico, e um GS qualquer que Federer tenha ganho de Roddick, afinal, o americano tem o H2H positivo contra Djokovic, tendo derrotado o sérvio inclusive no AO, então para sermos justo, um título dos 4 tem que ir para o americano, daremos então o US Open.
    Outra observação, como todos nós conhecemos Djokovic então podemos dizer que ele JAMAIS perderia aquela semi do AO de 2005, aquela final do Finals de 2005 tbm, sacando com 30×0 pra fechar o jogo ele jamais perderia aquele jogo, e aquele US Open de 2009, onde ele na verdade mostrou como era pra Federer ter feito em 2018.
    E claro, assim como ele não ganharia as finais de RG pra Nadal, o mesmo não ganharia aquela final de AO para o sérvio.
    Assim temos o seguinte:

    Finals – 2002, 03, 04, 05, 06, 07, 08 – 6 Finals
    AO – 2002, 04, 05, 06, 07, 08, 09 – 7 AO
    RG – 09 – 1 RG
    Wimbledon – 03, 04, 05, 06, 07, 09 – 6 – Wim
    US Open – 04, 05, 07, 09 – 4 US

    Na década de 2000 ele somaria 18 GS e 6 Finals

    Vamos agora para 2010, onde eu posso analisar Djokovic até os 34 anos, pois ele com 34 anos está enfileirando GS. Eu não posso ser desonesto em dizer que Federer ganharia os GS que perdeu por ser 6 anos mais novo em 2014/2015, basicamente pq nenhum indicio leva a crer que ele tenha perdido aquele por falta de gás, e se o fez, Djokovic com 34 tem mostrado gás de sobra, então basicamente esses GS serão mantidos, bem como todos os outros até os 34.
    Assim, em 2010 ele ganharia o AO, 2011 os 3, 12 o AO, e perderia Wimbledon pra Murray também, 13 o AO, 14 Wimbledon, 15 os 3, nesse período ele ganharia mais os 6 finals.
    Então ficaria:

    6 + 6 – 12 Finals
    7+ 5 – 12 AO’s
    6 + 3 – 9 Wim
    4 + 2 – 6 US Open
    RG permaneceria com 1, e eu não preciso nem dizer o pq.

    Assim, até 2015 o sérvio teria 28 GS e 12 Finals, e então perderia aquela final de Wimbledon 2019, onde os anti-amarelar dizem que a idade atrapalhou o suíço.
    Só da pra fazer uma projeção em 2016 ano que vem, mas se fosse invertida a idade, é assim que ficaria os GS pra Djokovic

    1. José Yoh

      Perdão George, assim dá preguiça até de responder, rs.
      Creio que esse “cara” sou eu. Não gostaria de prolongar muito o assunto.

      Só joguei a situação para ver o que vc achava sobre isso. Creio que naquele caso a idade inversa iria favorecer muito o suíço que quase ganhou mesmo sendo mais velho. Se você concordasse, então chegaria onde eu quero que é “idade faz diferença”.

      Mas se você não concorda tudo bem.
      Só não posso concordar com as suposições que você fez, porque não acertamos nem um palpite de um jogo quanto mais um passado inteiro não concretizado.
      Grande abraço

    2. Jonas

      Esse exercício do “SE” é sempre curioso, com cada torcida puxando sardinha pro seu lado.

      Nessa fator idade, o Big 3 se destaca bastante. Não sei se veremos algo assim depois que os três pararem. Djokovic, aos 34 anos, está voando em quadra…fiquei impressionado com o volume de jogo do sérvio hoje. Nadal venceu Roland Garros ano passado, já com 35 anos, fazendo uma de suas melhores exibições em final de Slam. E o Federer não fica atrás. Deixo aqui um trecho do post do Dalcim após o Australian Open 2017, exaltando o suíço:

      “Quem diria que depois de fazer 35 anos e ficar quase sete meses sem competir, ele conseguiria ganhar não apenas o 18º Grand Slam mas o maior de todos eles.

      Para erguer o troféu neste domingo, Federer precisou derrotar quatro jogadores de nível top 10, três deles no quinto set. E ainda por cima passou pelo teste derradeiro, superando o guerreiro Rafa Nadal com cinco games seguidos vencidos num quinto set que parecia perdido. Virar contra o espanhol saindo de 1/3 é uma façanha tão grande que deveria valer outro troféu”

      Veja que, naquele ano, Federer ainda venceu Wimbledon e, poucos meses depois, o Australian Open 2018, este último já com seus 36 anos.

      O que dizer então da atuação de Federer em Wimbledon 2019, já com 38 anos. Ficou a uma bola de vencer o número 1 do mundo, e fez uma exibição em um padrão acima das finais de 2014/2015.

      O problema para suíço foi o surgimento de dois tenistas que não o respeitam tanto em quadra. Não por acaso Nadal tinha 23-10 sobre Federer até 2014, sendo que de 4 confrontos no AO, Federer venceu apenas 1. Nadal desde 2004 já incomodava o suíço.

      O Djoko, que é 1 ano mais novo que o espanhol, começou a dominar a dupla há dez anos, tendo um Murray, Wawrinka e Del Potro de brinde…

      1. Paulo Almeida

        Jonas,

        Claro que auge envolve diversos fatores e um domínio muito maior com poucas oscilações, mas acho que pelo menos tecnicamente talvez esse seja o sérvio mais completo até então. O cara está desfilando em quadra e impressiona a naturalidade com que mudou do saibro pra grama e da grama pro hard. Os voleios e as curtas estão monstruosos.

        Abs.

        1. Jonas

          Essa é talvez a melhor versão do sérvio mesmo. Tá jogando demais e sacando muito. Isso aos 34 anos, rs…

      2. Luiz Fabriciano

        Federer também passou a levar mais vantagem sobre o Murray, depois de mais velho, mesmo antes do escocês se complicar com suas lesões.

        1. Jonas

          Salvo engano, até 2014 o Murray levava vantagem sobre o suíço mesmo, Luiz. E eles se enfrentam desde 2005…

        2. George Beco

          Pois é, e depois Murray se tornou n1 atropelando Djokovic.
          O suíço com 34 anos tava jogando muito, o único problema era que tremia quando encontrava o sérvio nas finais.
          Me lembro aquele AO de 2014, o cara tava babando em quadra, aí na semi foi atropelado por Nadal, mas nessa temos que ser justo, perdeu pq Nadal jogou o jogo da vida, depois o espanhol sofreu o revés na final pq Wawrinka tava metendo a mão toda bola que vinha

          1. Jonas

            É bem curioso isso. Federer tem 6 títulos no Australian Open, é um especialista, mas só venceu Nadal 1 vez ali, naquela final épica de 2017.

            Este AO 2014 também entra naquela questão do “SE” rs…Wawrinka x Djokovic nas quartas foi um jogo épico, podendo ir para qualquer lado. Penso que Djoko seria campeão “SE” vencesse aquela partida. Não acho que Nadal seria páreo para o sérvio. E lembro do embate entre Nadal x Federer, quando o espanhol jogou demais mesmo, mas já tinha feito isso no Australian Open 2012 contra o suíço, lembra?

            “SE” não fosse um tal de Djokovic, Nadal poderia ser Tricampeão do Australian Open e Murray Pentacampeão…

    3. Gustavo

      Hewitt humilharia o top 10 atual
      Nº 1 de transição é Djokovic desde 2015,
      E os outros que foram nº 1 depois de 2015 tb (nadal, murray e federer por poucas semanas)
      E que baita transição longa
      Esse esporte meio que acabou. Tem muito a ver com o avanço da tecnologia. As gerações que deviam surgir depois não tem vontade, motivação, mental, nada. E são fracos tecnicamente tb.
      Acho que qualquer top 100 de 2004 seria top 10 hoje

  26. Rubens Leme

    JAMES TAYLOR (1968)

    Primeiro LP de James Taylor, gravado em 1968 e lançado pela Apple, aquela gravadora dos Beatles e com as presenças de Sir James Paul McCartney e George Harrison na canção “Carolina in My Mind”. Paul, aliás, cedeu horas de estúdio dos Beatles para James gravar. O disco recebeu boas críticas, mas teve vendas ruins, devido à timidez de Taylor para promover o disco, além de uma internação para tratar de problemas com drogas.

    Seria o único disco pela gravadora. No ano seguinte, assinaria com a Warner e, em 1970, lançaria Sweet Baby James, em seu caminho ao estrelato.

    https://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_lP14gZMW5PQzi14mQxKdoVrkIykRV45pU

  27. Rubens Leme

    “Sara: [tearfully] You’re an animal!

    Manny: No, worse! Human. Human!”

    “No beast so fierce but knows some touch of pity, but I know none, therefore am no beast.”

    Richard III, de William Shakespeare

    Periferia, revi ontem O Expresso do Inferno e peguei essas duas frases, a primeira de Manny, personagem de Jon Voight e a citação de Ricardo III, que fecha a película.

    Como você citou esse filme do Andrey Konchalovskiy, quando falei do Círculo do Poder, deixo as duas para suas considerações. E seria interessante ler o Filipe também, caso passe por aqui.

    Bom domingo a todos e que a vida lhes dê em dobro tudo aquilo que me desejam.

    1. Gustavo

      Não bastasse os tijolos inconvenientes ainda repete o que escreveu na pasta passada?
      Daí porque o desejo em dobro kkkkk
      Deve ser tb porque ninguém comentou lá, então vc vem de novo com eles aqui

    2. Rubens Leme

      Periferia, vi por acidente que eu havia postado no outro post, mas vou responder neste.

      Não sabia que o argumento era do Kurosawa, isto passou batido por mim e adoro ver todos os créditos. O filme é espetacular e a cena final dele indo para a morte naquela estrada secundária é sensacional. Este filme deve ter dado um trabalho imenso de ser feito, até pelo ritmo frenético.

      Você falou em Eric Roberts, o irmão mais velho da Julia. Sabia que é o recordista de filmes? No imdb ele consta em 633! e o mais incrível é que, destes, 72 são filmes que acabaram de ser filmados ou então em pós-produção e outros tantos no início em pré-produção. Ele faz uma média de 15 a 20 filmes por ano, é uma máquina.

      Quem faz uma pontinha, na cena da luta de boxe, aliás, vencida pelo Eric é outro campeão de trabalhos no cinema, o Danny Trejo, com 406, segundo o mesmo imdb.

      1. Periferia

        Olá Leme.

        Eric Roberts que foi indicado a melhor coadjuvante por Expresso….(o rei do filme B…o pessoal conhece ele no Brasil por causa do filme do Stallone e Sharon Stone….O Especialista)…acho ele um canastrão…
        Danny Trejo é o Machete…esse sim um ator “raiz”…rs

        1. Rubens Leme

          Os dois são canastrões, mas divertidos. Ele tb tem indicações a 3 Globos de Ouro, um pelo drama real Star 80, com Mariel Hemingway e dirigido por Bob Fosse, o mesmo de All That Jazz.

  28. Rubens Leme

    Dalcim, Bel grado Fa escreveu no outro post: “– Não apareci recentemente no site (o frequento desde que o Dalcin tinha aquela foto de perfil com um cabelo de quem curtia a Jamaica)”

    Frequento seu blog há uns 10 anos e que não me lembro desta foto sua. Você teve sua fase J(ah)osé Nilton Dalcim? Compartilhe a foto novamente aí!

    1. José Nilton Dalcim

      Hahahaha… Cada um escreve o que quiser, mas só tive cabelo comprido na adolescência como todo roqueiro que se preze.

  29. Daniel sales

    Dalcim,vc acha que um ano em que Djokovic fazer o golden slam e ainda de quebra levar o finals será o ano mais dominante da história do tênis?

  30. DANILO AFONSO

    Eu queria ter o mesmo otimismo de alguns nolistas e especialistas que afirmam que Djokovic é super favorito em Tóquio. E olha que já ficava com um pé atrás antes de saber do calor e umidade na capital japonesa, condição climática que o sérvio historicamente se incomoda muito.

    Porém, ao comparar o desempenho dos melhores tenistas no piso duro em torneios MELHOR DE 3 SETS, desde 2019, os adversários do sérvio tambem não tiveram um desempenho regular. Vejamos o aproveitamento:

    Djokovic – 4 títulos em 11 torneios disputados;
    Medvedev – 7 tìtulos em 22 torneios disputados;
    Zverev – 3 títulos em 19 torneios disputados;
    Tsitsipas . – 3 títulos em 27 torneios disputados;

    Curioso que dos 3 títulos do alemão, nenhum deles foi um big título.

    Negócio é pensar jogo a jogo, e contra o Struff tem que entrar ligado e não pode oscilar para não ser surpreendido.

    1. Jonas

      Concordo. Melhor de 3 sets, além de toda pressão em cima dele. Medvedev, por exemplo, tá jogando sem pressão alguma.

    2. Paulo Almeida

      Sim, é óbvio que o Djokovic é mais ganhável em melhor de três, Danilão.

      Basta um pequeno apagão, como aquele contra o Meddy no Finals, para a partida ir embora.

  31. Paulo Almeida

    É uma falta de respeito enorme submeter os atletas a essas condições excruciantes. Os organizadores deveriam ter o mínimo de sensibilidade.

    O primeiro jogo foi fácil, mas contra o Struff todo cuidado é pouco nessa quadra rapidíssima.

    1. José Nilton Dalcim

      Nem é uma questão de ganhar ou perder, Almeida, é uma questão de colocar em risco a saúde do atleta. Tênis são 2 horas ao ar livre, não é uma prova de 2 minutos.

      1. F.R.

        No final do triatlon deu para ver justamente isso. O norueguês vomitou o que vinha atrás caiu em choque em cima do vômito do outro…

  32. Vinicius Souza

    Dalcim, você acha que o djokovic vai usar as olimpíadas como preparação para o us open e pular os masters de toronto e cincinnati?

    1. José Nilton Dalcim

      Eu acredito que ele tem a intenção de jogar Cincinnati, Vinicius. Daria tempo de descansar e é um torneio com características bem semelhantes.

Comentários fechados.