Análise: como Djokovic virou em cima de Tsitsipas
Por José Nilton Dalcim
13 de junho de 2021 às 10:04

Mais quatro horas de intensa batalha, segunda grande virada no torneio saindo de dois sets atrás. O título não poderia ficar em outras mãos. Afinal, conquista o bi em Roland Garros depois de destronar Nadal e gruda na tabela dos Grand Slam. Agora é o número 1 também no ranking da temporada.
Quinto set
6-4 –
Ao menos sobrou emoção no game final, em que os dois jogaram claramente tensos e Djokovic mostrou por que é um tenista muito difícil de ser bater em cinco sets.
5-4 –
Faltou pouco para Tsitsipas entregar o jogo já no seu saque, mostrando insegurança. Acabou arrancando uma notável paralela de backhand e passou agora a obrigação de vitória ao adversário. Vamos ver se Djoko arrisca agora o saque ou vai tentar entrar em todos os pontos.
4-3 –
A falta de confiança do grego ficou patente com a pressa em definir os pontos, mas a partir do 15-40 ele colocou a cabeça no lugar e encarou as trocas. Mas jogar tanto tempo com o segundo saque é muito cansativo para ele.
4-2 –
Djokovic cedeu primeiro ponto, mas em seguida jogou muito firme. As bolas longas estão dificultando demais a tarefa do grego e o backhand ficou defensivo.
3-1 –
Sem susto, Djokovic confirma a quebra e a pressão certamente cresce em cima do grego. Fecha o game com seu quinto ace da partida.
2-1 –
Grego sacou 20 vezes o primeiro saque neste começo de quinto set e acertou oito. Contra a melhor devolução do tênis, é pedir para ser quebrado. Ainda teve chance de sobreviver num longo terceiro game, mas sérvio foi consistente na hora certa.
0-1 –
Tsitsipas conseguiu sacar melhor e trabalhou bem os contrapés, incluindo o break-point que precisou salvar. Foi apertado e ele conseguiu arriscar na hora certa. Talvez ajude na parte emocional.
Quarto set

Mais um set inteiramente dominado pelo número 1, que não teve mais o saque ameaçado e sempre deu trabalho com devoluções profundas. A ideia de forçar o jogo deu resultado, com o dobro de winners (14 a 7) e apenas três pontos perdidos com o serviço a favor.
6-2 –
Djokovic completa a tarefa e empurra decisão para onde físico e experiência contam demais. Não à toa. ele é o tenista que mais venceu jogos no quinto set em Slam. Restará ao grego voltar ao padrão lá do primeiro set.
5-2 –
Mesmo sob pressão, grego confirma mais um serviço, mas parece incapaz de devolver com a qualidade necessária para evitar o quinto set.
4-1 –
Com bolas longas e profundas, sérvio não deixa grego respirar. Tsitsipas ao menos saiu do zero com bons serviços.
3-0 –
Djokovic quebra de novo, agora esbanjando energia, e o quinto set parece certo. Grego perdeu confiança, precisão e paciência.
1-0 –
E para piorar a situação do grego, ele começa o quarto set com uma sucessão de erros não forçados, que permitem quebra para Djokovic.
Terceiro set
Djokovic voltou do vestiário mais firme, como havia acontecido no jogo contra Lorenzo Musetti. E conseguiu a quebra essencial num quarto game longo e mentalmente exigente. Daí em diante sustentou a vantagem encarando momentos apertados, mas sempre achou a bola certa. Os erros desabaram para 4 (contra 11), ainda que os winners tenham sido inferiores (11 a 17). Grego volta do vestiário e pede atendimento para lombar.
6-3 –
Outra vez o game ficou perigoso após dupla falta, mas o sérvio disparou forehand notável na cruzada e confirmou o terceiro set. Parece muito mais animado.
5-2 –
Sérvio passa por game de final tenso, já que sacou com 30-30. Tirou uma curtinha da cartola e fechou com um forehand cruzado na linha. Vai poder jogar solto na devolução agora.
4-2 –
Djokovic confirmou a quebra, algo essencial para retomar de vez sua confiança, e grego cometeu duas duplas faltas antes de enfim marcar o segundo game no set.
3-1 –
No game mais longo da partida, com mais de 11 minutos, Djokovic lutou muito e precisou de cinco break-points para iniciar reação na partida. Grego foi corajoso, salvou-se com três winners, mas o primeiro saque não funcionou.
1-1 –
Djokovic voltou bem, com menor margem de erro. Tentou pressionar o saque do adversário, mas de novo o grego reagiu com frieza.
Segundo set

Sérvio jogou mal o game inicial do segundo set e isso foi essencial para dar mais confiança ao grego. Número 1 passou então a arriscar além da conta. Fez algumas ótimas jogadas, mas não fez o grego jogar, que ainda parece ser o melhor caminho. A sensação é que faltou energia e o final do set mostrou um Djokovic fragilizado. Além de sacar bem, grego ainda fez muito menos erros (2 a 10) e liderou nos winners (9 a 6).
2-6 –
Djoko arriscou tudo nas devoluções, acertou a primeira mas falhou em todas as demais e mal esboçou reação no set-point. Vai imediatamente ao vestiário.
2-5 –
Espero estar enganado, mas Djokovic perdeu demais intensidade e a postura de risco – incluindo exageros nas deixadas, o que indica desejo de encurtar pontos – pode ser um perigoso sinal de estafa física ou mental.
2-4 –
Neste set, Tsitsipas só perdeu 2 dos 12 pontos em que acertou o primeiro serviço e esse deve ser o crucial para que ele sustente a quebra.
1-3 –
Djokovic parece ter adotado uma postura mais agressiva e isso lhe custou erros. Cabeça do grego continua firme.
0-2 –
Grego sofreu com as devoluções bem feitas, mas conseguiu confirmar a quebra. Lob foi grande lance de Djokovic, que aposta nas curtinhas ainda mais.
0-1 –
Outro game ruim de serviço de Djokovic, talvez ainda com a cabeça nas chances perdidas no set anterior.
Primeiro set

Um ótimo primeiro set, sem que os dois tenham mostrado nervosismo exagerado. Jogaram de forma ofensiva. Djokovic sacou muito bem até a reta final do set, mas falhou justamente na hora de fechar. Grego teve set-point na devolução com 4/5, segurou a cabeça no tiebreak e continua firme na postura ofensiva. Fez 18 winners, sendo 7 aces. Curiosamente, ganhou o set com apenas 62% de pontos vencidos quando acertou o primeiro saque.
6-7 –
Tiebreak cheio de emoções. Djokovic começou mal com dupla falta, reagiu muito bem arriscando voleios. Grego salvou set-point de forma incrível, puro reflexo num forehand milimétrico. Aí sacou bem e foi firme na troca. Grego não perdeu tiebreaks neste torneio, Djoko perde o quarto em cinco jogados.
6-6 –
Djokovic joga seu pior game na partida na hora de fechar. Não sacou bem e deixou Tsitsipas iniciar os pontos de forma agressiva, com bolas profundas. Vamos ao tiebreak, que é justo pelo equilíbrio do set. Grego ganhou seus três tiebreaks no torneio.
6-5 –
Sem o primeiro saque, Tsitsipas entrou na correria e aí o sérvio é muito mais sólido. Balançou o adversário o tempo todo e consegue quebra essencial.
5-5 –
Djokovic passa primeiro susto e salva set-point, tendo jogado com cautela e dado pequena sorte ao obter uma cruzada que saiu baixa e lenta demais. Faltou ao grego coragem para arriscar, mas é admissível pelo tamanho da pressão.
5-4 –
Grande game do grego com o serviço. Manteve-se agressivo e de novo chegou muito bem numa curtinha cruzada. Grego já tem 15 winners no jogo.
4-4 –
Depois de vencer todos os 13 pontos de saque, sérvio cometeu dois erros de forehand e o grego conseguiu marcar como devolvedor. Mas ainda assim game foi tranquilo.
4-3 –
Desta vez Tsitsipas chegou bem na curtinha e cruzou bem angulado, o que levou Djokovic a correr, travar pé direito e ir ao chão, em lance preocupante. Felizmente, nada aconteceu e grego cravou outro ótimo primeiro serviço.



3-3 –
Tsitsipas saiu de perigosos 30-30 com ótimo saque, mas de novo nada conseguiu fazer na devolução diante de um sérvio muito firme e de novo usando curta esperta.
2-2 –
Mais uma ótima passagem de Djokovic pelo serviço, desta vez já usando mais variações. Fechou com perfeito drop shot. Grego foi ofensivo no terceiro game, mas na devolução ficou sem ação.
1-1 –
Djokovic gastou muito menos tempo para fechar seu primeiro serviço apostando nas cruzadas de forehand.
0-1 – Longo primeiro game, em que os dois alternaram erros e acertos. Na hora da pressão para manter o saque, grego arrancou um ace cruzado. Fez outros dois e enfim fechou game de oito minutos.

O grande dia chegou para Novak Djokovic e Stefanos Tsitsipas. O sérvio tem sua maior chance de enfim se tornar o primeiro profissional a somar ao menos dois troféus em cada Grand Slam e de quebra pode chegar ao 19º troféu desse porte e grudar de vez em Rafael Nadal e Roger Federer. O grego por sua vez pode confirmar a expectativa de maior nome da nova geração e, logo em sua primeira final de Slam, tenta levar um título inédito para seu país em cima do número 1 do mundo.

O favoritismo é claro fica todo com Djokovic. Não apenas porque vem da vitória espetacular sobre Nadal, mas também porque tem um currículo muito superior – já é sua 29ª final de Slam – e ainda leva vantagens no confronto direto geral, por 5 a 2, e sobre o saibro, com 3 a 0. Os dois fizeram grande duelo nas quartas de Roma quatro semanas atrás, onde o grego se mostrou muito sólido e chegou a sacar para a vitória.


Comentários
  1. Jacinto Willy

    Djokovic gosta de grandes emoções, quando o adversário acha que vai ganhar, toma uma invertida.
    Sou fã de carteirinha. Meu ídolo no Tênis.

  2. Di Cavalc

    Maldição de Roland Garros quebrada com sucesso! Eliminar Nadal e perder pra um jogador com revés de 1 mão.

  3. Leo Gavio

    A discussão sobre quem é o GOAT tá encerrada.

    Federer só ganha GS contra tenistas não Big 3.

    Nadal nunca mais ganhou do big3 fora de RG. Então os dois ficam na dependência de que o big3 fique de fora da disputa e que a next geen não brilhe.

    O unico que ganha do Big 3 em GS aos quais ele vence é o Djokovic. (salvo Nadal em RG)

    Esse recorde de 2 titulos em cada um dos majors não vai ser batido por Nadal e impossivel do Federer conseguir.

    Djokovic pegou a era mais dura do tenis mundial e bateu todos os recordes grandes, praticamente.

    Os slams do Federer são bem duvidosos, um punhado deles na entressafra, depois precisou de uma lesão grave do Djoko pra conquistar Aopen e WB. A unica coisa que ele fez de excepcional foi vencer Nadal no pior Slam do espanhol. Onde ele é fregues, inacreditavelmente, quer dizer, o cara é fregues do Nadal até na quadra dura.

    Federer não tem moral pra ser GOAT com tanto titulo mequetrefe, até o RG dele é paraguaio. Porem é um tenista muito forte, vencedor.
    Nadal é o GOAT do saibro, e a maior lenda do tenis, revolucionou o tenis, porem não é dominante nas rapidas.

    DJokovic é o GOAT não só pela quantidade, mas sim pela qualidade e o contexto com o qual estabeleceu os números.

    Eu diria que a lista GOAT é essa:

    1 Novak DJokovic (pq é o verdadeiro hero do tenis)
    2 Rafael Nadal (pela dominancia absurda no saibro)
    3 Pete Sampras (pq não foi dominado pelos principais adversarios e é o verdadeiro Rei de WB)
    4 Borg (pq emplacou rg e wb em sequencias, um digno Rei do tenis pre-historico)
    5 Federer (por ser extremamente talentoso, mas mesmo tendo 20 slams e outros recordes, o fez 80% do tempo sempre com oportunismo, ausencia de adversario forte e foi dominado na grama, no saibro e nas duras)

    1. Luiz Henrique

      Parabéns Leo Gavio
      Eu tiro sarro de previsões suas, mas no começo de 2011 vc já falava algumas coisas que ninguém acreditava e aconteceram
      Tiro o chapéu

  4. André Barcellos

    Só vi os dois primeiros sets e depois tive de sair para um almoço familiar.
    Então não sei como foi nem o que houve, mas Djokovic é o grego estão de parabéns até onde vi. É no fim o sérvio se superou de novo! Que físico e que cabeça!
    Virou três jogos nessa campanha, sendo dois de dois sets abaixo.
    Temos de reconhecer o número um, com méritos!

  5. Luis

    gente, acho muito esquisito, Djoko sai perdendo dois sets com cara de cansado, igual no jogo do Musetti, vai para o vestiário e volta novo. Depois disso não cansa mais e ganha 3 sets seguidos, acaba o jogo com cara de quem nem começou a jogar, isso tudo com 34 anos e depois de 3 jogos seguidos de 4 horas.. Desculpe aos torcedores do sérvio, mas gostaria de saber o que tem na agua que esse cara toma no vestiário.

    1. Sandro

      O que tem na água do Djokovic são 2 átmos de Hidorgênio e um de Oxigênio, a famosa H2O… O resto é inveja sua…

    2. Fernando Ortiz

      Também acho isso muito esquisito.
      Os mais jovens se cansam e mais velhos reaparecem renovados dos vestiários.
      E os testes de “doping”?
      São feitos?
      Quando são feitos?
      A direção de Roland Garros precisa esclarecer isso…

    3. Luis

      Acabei de ver a entrevista do Tsitsipas que falou que o Djoko saiu depois do set e voltou diferente, ele disse:
      “I don´t know what happened there (no vestiário), but he came back a different player suddenly”
      O cara volta reenergizado e mais focado do vestiário pela segunda vez no mesmo campeonato, pareceu que o grego achou estranho também

    4. Luiz Fabriciano

      Basta perguntar aos dois fiscais que entraram com ele. Certamente responderão.
      Eu não consigo porque estava em casa nessa hora.

  6. Jose Bueno

    Boa tarde Dalcin. Que torneio fez o Djokovic, hein!? Agora acho que sem duvida, eh uma questao de pouco tempo ate ele se tornar o maior da historia. Sempre vejo comentarios relacionados a vencer o Nadal em Roland Garros, onde ele eh dominante. Djokovic agora venceu ele pela segunda vez. Vc tem registro se alguma vez o Nadal venceu o Djoko no Australian Open, onde ele eh dominante?

  7. Ronildo

    Tsitsipas, Medvedev, Zverev e Musetti: todos estes tem mais bola que Djokovic. Porém Djokovic continua ganhando os jogos com a camisa. Tsitsipas ganhou o sois primeiros sets assim Musetti. Porém no terceiro começa a cair a ficha, que do outro lado está Djokovic etc, etc. Aí o mental vai lá pra baixo.

    Bão acredito que Djokovic vai bater o recorde de slans, assim como Nadal também não. A tendência é o 3 ficarem com 20 slans.

    1. Jonas

      Eu tenho mais bola que o Djokovic também.

      Mas eu nunca consegui ganhar nenhum título ATP e nem ficar no top 200, é incrível isso?

  8. R.P.

    “Djokosmash”, golpe mais ridicularizado pela seita caprina, fechou o AO (e “de ré” kkk) e RG. Como é doce o choro das viúvas.

    1. Paulo Almeida

      Fechou o USO 18 também.

      Ninguém na história tem mais Slams fechados com smash do que o GOAT.

      A seita freguesiana pira!!!

  9. Lucas

    É incrível como quase ninguém torce para o sérvio, tirando alguns gatos pingados, sua equipe,família, e alguns aqui no blog, rsrs. É um jogador extraordinário, não há dúvida. A disputa pelo Goat ganha um novo tempero, mas um suiço quase quarentão ainda o é, pelo menos por enquanto!

  10. Rodrigo S. Cruz

    Bom.

    Deus a LÓGICA, né?

    Obviamente que o Djokovic não perderia um Roland Garros, em que ele próprio tirou até o Nadal do seu caminho.

    Eu só vi o tie-break do primeiro set, e mais nada.

    Mas parece que o Tsitisipas jogou muito bem a partida toda, não foi isso?

    Só que aí entra aquela velha estória: o Djokovic ESTRAGA o tênis!

    Eu já falei isso aqui outras vezes, e o pessoal pensa que é só implicância ou inveja minha.

    Mas é um fato.

    A verdade é que o Djokovic não pratica o tênis, o que ele pratica é um ANTI-TÊNIS.

    Um antídoto, uma receita ao contrário, uma espécie de kriptonita para o esporte…

    Porque na técnica, geralmente, o adversário dá um banho nele, mas no final ele inexoravelmente se cansa!

    Logo, o sérvio sabe que tudo que tem a fazer é:

    prolongar, e prolongar, e prolongar o jogo até isso fatalmente acontecer… rs

    Deve ter sido o que ocorreu hoje, embora eu não tenha podido ver.

    Acertei?

    1. Willian Rodrigues

      Prezado Rodrigo, pois desta vez sobrou técnica, especialmente no 1º e nos dois últimos sets.
      Não foi apenas o “maratênis” alegado por você que venceu…
      Além se sacar bem demais e defender-se como nunca, houve muitos drops e voleios convincentes.
      Contudo, o mais importante foi a leitura do jogo… Djokovic mudou a estratégia e eliminou a eventual vantagem que Tsitsipas vinha apresentando.
      Lamentavelmente, vocês terão que se render ao tênis do sérvio…
      Abs

    2. Eduardo Carvalho

      Te conto. Depois de praticamente “abandonar” o jogo ao perder o segundo set, digo isso pq ele mal tentou receber o ultimo saque do grego, ele foi no vestiário e quando voltou começou outra partida. E não sou só eu quem fala, o grego tbm reconhece. Não dá para dizer que o grego estava cansado no terceiro set.

  11. Helena

    Dalcim,

    Obrigada por se dispor a fazer os comentários para todos nós, sempre enriquece a hora dos jogos. Agora é comemorar e esperar aquele post caprichado sobre o jogo.

    Ah, me perdoe a liberdade de adaptar uma frase sua que gosto muito: nunca duvide de Novak Djokovic!!!

  12. Paulo Almeida

    Curvem-se diante do maior jogador da história sem a menor dúvida!!!

    Título hipermegaextraparrudo!!!!

    Somente DjokoGOAT tem Roland Garros eliminando Nadal!!!

    Tô insano mesmo, hahaha!!!!

  13. Luiz Henrique

    A nova modalidade de Djoko é deixar os que torcem contra eufóricos pra depois ficarem frustrados
    Federer 40-15, comemoram. Depois frustrados. Nadal 5-0 no 1º set, os que torcem contra comemoram. Depois frustrados. O mesmo com Musetti, e agora Tsitsipas. A modalidade é dar esperança aos que torcem contra pra depois reagir e ganhar. Pqp. O cara é cruel com os haters…

    O cara tem disparado o melhor físico da história do tênis.
    Jogou quase 5 horas na véspera da final de Roma, jogou bem a final e disse que aguentava mais umas horas
    Joga Belgrado na semana anterior a RG, o que achei maluquice
    Aí joga 5 sets contra Musetti, 4 com Berretini, e ao final do 3º set contra Nadal ele tá lá pronto pra mais 5 horas e Nadal com cara de cansado
    Hoje de novo
    Se em melhor de 5 tá assim, imagina se fosse melhor de 7
    E olha q tem 34 anos
    Se brincar tem mais preparo do que com 24

    Obs: coitado do futurista Ronildo

  14. Oswaldo E. Aranha

    Pode ser erro meu em não ter visto a resposta, Dalcim, em todo o caso pergunto novamente: se o Djokovic ganhar os 4 grand slams neste ano, será o único ou algum tenista já alcançou este feito?

  15. efraim santana silva

    maioria dos narradores e comentaristas torcem contra mas não adianta… o maior de todos os tempos. Nole.. vai quebrar todos recordes.

  16. Luíza

    Incrível, que mental e que físico desse cara! Duas partidas com mais de 4 horas e duas viradas do 0x2 no mesmo slam, e isso com 34 anos! Puxa, Djoko, da próxima vez capricha mais e vence o tiebreak, era jogo pra 3×1!!! Mas já vi que você queria mais uma vez aumentar o recorde das viradas… Bom demais, agora é só festa, com a alma lavada e enxaguada! Em todo o caso, pra mim a grande festa foi na SF, lá que foi inesquecível, hoje foi um pouco mais do mesmo! Agora é hora de descansar e se preparar para Wimbledon e Olimpíadas (pena que só a final é em melhor de 5 sets).

  17. Alex

    Djoko é de outro planeta.
    A maioria de nós (eu mto pouco, mas leio td), comentaristas, sabíamos que após os 2 sets, a lenda iria pro vestiário.
    E voltaria no modo Deus.
    Como o grego estava voando, essa ideia trazia junto muita vontade, tanto de esticar o jogo, como principalnente ver o Djoko sendo Djoko, com aquela cara assustadora, tipo arrasa quarteirão.
    No final, foi exatamente isso que ocorreu, com o monstro esbanjando categoria, com direito a pontos desmoralizantes, ganhos e perdidos (15/0, último game, voleio imoral na rede), que só aqueles que tem o jogo sob absoluto controle se dão o prazer de executar.
    Hoje ele se torna o Hamilton do tênis.
    Melhor de todos os tempos na estatística. Ou melhor, faltam 2 pra ser absoluto e incontestável.
    Quanto à técnica? Não tenho capacidade de julgá-los, nem os atuais, quanto mais os de antigamente.
    Tipo F1, Fangio, Clark & cia.
    Isso é pra quem sabe.
    Gde abraço,

  18. Barocos

    Agora que eu notei uma coisa, como o Ryan Gosling é parecido com o Borg! Poderiam muito bem ser pai e filho.

    Saúde e paz.

  19. Jonas

    Esse grego joga pra crlh, que jogador fantástico.

    Bom, o grego é 11 anos mais novo que o DjokoGOAT e perdeu no 5° set.

    Este feito do Novak é top 3 da história PQP. Vencer a lenda Nadal e o grego, da forma que foi, fantástico…

    Acho que este torneio foi o mais difícil da carreira do Djoko, superando até o título do Australian Open 2012.

  20. Chetnik

    O MANIACO SÁDICO FEZ DE NOVO, SÓ PARA VOCÊS SOFREREM EM DOBRO KKKKK.

    PS: Já falei, vocês nunca mais terão paz aqui!

    1. Sandro

      Verdade Chetnik! Os frustrados estão cada vez mais frustrados, desesperados, atônitos, humilhados, a cada glória do fantástico Djokovic!!!

    1. Barocos

      Pessanha,

      Onde foi que você viu papelão? O grego não encurtou o braço hora nenhuma, ao contrário do Federer na final de Wimbledon 2019. Se não acontecer nenhum problema físico, não tenho dúvidas que ele vai beliscar muitos troféus de Grand Slam na carreira, Stefanos só tem 22 anos, idade com a qual o gigante Federer levantou o seu 1º título de 1ª grandeza.

      Saúde e paz.

  21. Periferia

    O Djokovic é muito grande….principalmente em uma final.
    Tsitsipas jogou bem enquanto pode.
    Falta aquele algo mais para se tornar uma lenda.
    Tsitsipas era a maior esperança para a nova geração…mas ainda falta algo (e não adianta dizer que ele não deve ser colocado junto aos outros jovens…)
    Continuamos como antes…
    Em Slam (para mim o recorde dos recordes) os novos tenistas estão indo para a terceira geração.
    Enquanto os “as lendas” continuam ganhando…como se estivessem indo para o “escritório ” (mais um dia normal na vida do sérvio)…
    Na hora da onça beber água….os campeões florescem.

    Parabéns aos torcedores do sérvio.

    (Torcer para o sérvio é uma grande moleza…..)

  22. Davi Silav

    Parabéns ao maior de toda a história do tênis, mas que força física e mental, as coisas sempre são mais difíceis para ele, torcida contra, ATP contra, jogadores que dão tudo de si para ganhar dele, mas mesmo assim ele resiste e ganha, é forte feito pedra, o homem de nervos de aço Novak Djokovic!

  23. Barocos

    Congratulações ao Stefanos Tsitsipas, um impressionante guerreiro grego, todos que torcem por ele devem ficar orgulhosos!

    Como disse tempos atrás, depois que Djoko terminar sua carreira, o grego terá minha torcida, assim como terá em qualquer jogo que não seja contra o sérvio.

    Saúde e paz.

  24. Luiz Fernando

    Sem enrolação, Djoko é o GOAT, pois a chance de Rafa igualar esse feito é mínima e de Federer é nenhuma. Viva o novo rei da história do tênis. Cheio de gente luto, como os caras tão sofrendo kkkk…

    1. Carlos Henrique

      FIco imaginando a decepção de alguns quando a carruagem grega começou a virar abobora. Os dedos já deviam estar coçando para os velhos gracejos aqui no fórum.
      HAHAHHA

    2. Jose Yoh

      LF, não entendo. Rafa com os 20 slams… vários comentários de nolistas assumindo que Nadal é o GOAT, e você me diz que o sérvio agora é quem merece o reinado??? Justo vc, um dos maiores representantes aqui do blog da ala nadalista?
      Tira esse ódio do coração, meu amigo… fará bem para vc. Mesmo porque não interessa os números, sempre terá um federista ou nolista aqui para dizer bobagens (inclusive eu).
      Abs

      PS.: Parabéns ao sérvio e seus seguidores. Vitória de sangue e suor como sempre. Feito histórico para se gravar na pedra: virar três partidas, duas por 2 a 0 e uma sobre o maior nome do saibro.

      1. Luiz Fernando

        José eu sou e sempre serei Rafa, mas nao sou cego, será q da p entender? Além disso, ver s choradeira das aposentadoretes, não tem preço kkkk!!!

        1. Jose Yoh

          É disso que eu falo… ódio por alguém que sequer te conhece. Dá para sentir nas entrelinhas de cada comentário.

    3. Luiz Henrique

      KKKK, como os caras tão sofrendo Luiz, inclusive a gente, de certa forma!! Kkkkkkkkkkkk
      Mas “os caras” que estão sofrendo mais, acho que são os velhos caras mesmo

  25. Enoque

    Aí Ronildo, releia o texto da Luíza de 12/06 às 16:56, deixe a torcida do Djoko curtir esta vitória e pare de encher o saco.

  26. Julio Cesar

    A partir do terceiro set Djokovic entrou na sua zona e Tsitsipas caiu um pouco o nível… e assim continuou até agora.

    1. Willian Rodrigues

      Papelão????!!!!
      For God Sakes!
      Stefanos Tsitsipas foi um adversário digníssimo!
      Se tivesse levado essa, não haveria nenhuma injustiça.
      É necessário entender que, antes dele baixar o nível de jogo, Djokovic elevou muito o seu.
      Obrigado a jogar no limite, ele sucumbiu.
      É como no xadrez amigo!

      1. Jose Yoh

        Acho que o rio mudou de curso com a derrota do Nadal e depois voltou à normalidade com a vitória de um Big 3…

  27. Willian Rodrigues

    Dilma Roussef (para os torcedores de Federer e Nadal que estão secando Djokovic nessa partida): ” Não é bem assim não…” KKKKKKK

  28. Rodrigo

    Não entendo o porquê de o Grego não utilizar os slices para tirar o peso da bola e fazer o sérvio bater. Está errando tudo e continua batendo.

    1. Alessandro Siqueira

      O grego tem 22 anos, mas por vezes parece se arrastar em quadra. Nessas alturas, deixa a impressão de que não tem físico para um plano B.

  29. Alex

    Mestre Dalcim,
    Obrigado por compartilhar conosco sua percepção dessa batalha.
    Pra mim, que nunca pegou numa raquete, mas que me arvoro a tentar antecipar o que está por vir, me ajuda pra caramba a entender melhor essa maravilha que é um jogaço entre esses caras de outro planeta.
    Gde abraço,

  30. Thierry

    Eu avisei que o Grego daria trabalho e até seria favorito com a cabeça no lugar… Novak tá mto desgastado do jogo contra Nadal, e ele n consegue imprimir o mesmo nível contra quem não tira o melhor dele! O Tsitsipas precisa poupar energia pro 5° Set agora, e sacar a vida como fez no começo. Novak tem ué gritar mto alto vencendo o 4° ser pra dar um cagaço no Grego

  31. Periferia

    Noto que as trocas de bola mudaram…na forma…nos 2 primeiros sets as trocas tinham mais variações…Tsitsipas levou ampla vantagem…agora as trocas estão diferentes….está mais na pancadaria…Djokovic na segunda ou terceira bola…”mete a mão”…o grego até tenta responder….mas acaba errando mais.

  32. Daniel de Almeida

    Acabou o jogo! Qntas vezes ja vimos essa “nova geração “ amarelar?! Muitas! Pra variar, jogaram como nunca e perderam como sempre!

  33. Barocos

    Será que toda a adrenalina que o grego usou no começo da partida está cobrando o seu preço agora?

    Saúde e paz.

    1. Julio Cesar

      Não só a adrenalina. Como já foi dito muitas vezes aqui no blog, inclusive pelo Dalcim, é difícil manter a intensidade em 5 sets contra esses caras. Nadal e Djokovic são muito diferenciados no mental.

  34. Dário

    Às vezes tenho a impressão que o Djoko faz de sacanagem: entregou o primeiro set, que estava na mão, de bandeja; jogou um Segundo set displicente; volta no terceiro sacando bem e devolvendo tudo. Volta no quarto com quebra.

  35. Julio Cesar

    Tenho a impressão que o grego parece meio ou um passo mais lento que antes. Não tá chegando inteiro nas bolas.

  36. Julio Cesar

    Agora o momento virou, Tsitsipas acumulando erros, saque não entrando como antes, Djokovic melhorou as devoluções, forçando menos, e começou a entrar nos pontos. O tempo vai passando, o dia esfriando, a bola ficando mais lenta… Temos jogo!

  37. Alessandro Siqueira

    Enquanto Djokovic vai saindo das cordas, à Rock Rock Balboa, Aliassime perde de novo… ?☺?

  38. Luz de Júpiter

    O sérvio é excepcional jogando atrás do placar.
    E ele foi vaiado. Quando será que as torcidas vão entender que vaiar o Djoko é o mesmo que jogar a favor dele?

    Vamos ver se o Tsitsipas vai conseguir se sustentar.

  39. Barocos

    Os comentarias estavam imaginando o que Djokovic estava pensando neste intervalo, eu respondo, ele estava analisando quais fraquezas Tsitsipas possa ter demonstrado, até aqui, muito poucas, o backhand não é tão agressivo como a do Wawrinka, mas é excelente na defesa, ajudada também pelo grande alcance que o grego tem.

    Saúde e paz.

  40. Thiago

    O Djoko é casado com a Djacu, que roupa jacu. E a de anteontem, um vestido florido sem graça num jogo que certamente entraria na noite, foi pior ainda.

    1. Barocos

      Thiago,

      Repare como ela olha para ele, é o mesmo tipo de olhar que vemos a Mirka dirigir ao Federer. Ambos são abençoados, não há dádiva maior que ser o alvo deste tipo de atenção. Todas as outras coisas da vida são de menor importância. Tenho muita saudade disto, que eu também tinha, mas foi tirada de mim. A vida continua bela, mas não tão bela como foi um dia.

      Saúde e paz.

      1. Thiago

        Sinto pela tua perda.
        Concordo que o amor e olhar dela são o que importa.
        Mas o que postei é em relação à escolha de roupas da esposa.
        Ela é a primeira-dama e se veste jacu daquele jeito? Na philippe chartrier? Na semi e na final, dias de gala do trabalho do marido? Nem uma maquiagem? Um vestido florido sem graça? Não, né?!

  41. Periferia

    O grego apesar de mais winner….errou mais (11).
    Enquanto Djokovic com meros 4 erros.
    O grego pediu atendimento médico…lombar.
    Esse é o “obstaculo” de 5 sets.
    Não basta vencer esses caras…primeiro tem que aguentar jogar contra eles.

  42. Julio Cesar

    não sei se o Djokovic come muito antes das partidas, pq de vez em quando ele vai lá, dá uma descarregada e volta melhor. kkkkkkkkk

  43. Willian Rodrigues

    Parece-me que será necessária a bala de prata, a estaca de madeira e a ceifada da cabeça (Highlander)…
    Estamos no jogo!!
    Ajde Nole

  44. Periferia

    Lembrando que o Tsisipas abriu 2×0 no Zverev e se complicou.
    O jogo muda rapidamente.
    Difícil manter o nível que o grego estava jogando…em algum momento iria cair.
    Vamos ver se o grego consegue jogar bem na adversidade.
    Djokovic está vivo.

  45. Willian Rodrigues

    Acabamos de ter mais um exemplo. Djokovic estava dominando o break point e me comete um erro tosco desse na paralela.
    Assim não dá mesmo!

  46. Barocos

    Qualquer que seja o resultado deste jogo, uma coisa é certa, Stefanos é um jogador a ser temido, e eu suspeito, que deva ser temido em qualquer tipo de piso.

    Saúde e paz.

    1. Willian Rodrigues

      Concordo plenamente!
      Creio que ele tenha atingido nível para disputar os majors de agora em diante.
      Confesso que cheguei a imaginar a possibilidade dele e Zverev serem suplantados por outros da novíssima geração como Aliassime, Sinner, Musetti…
      Abs

  47. Willian Rodrigues

    Realmente, o grego está afiado demais!
    Não permite abertura de uma púnica porta!
    Não está dando brechas.
    Acho que esse título já ficou com Deus…

      1. Sandra

        Brincadeiras a parte , espero que na eleição de 2022 qualquer um passe Bolsonaro(Aliás não é brincadeira , e um desejo imenso ) , desculpe ter falado em politica

        1. Barocos

          Sandra,

          Não só ele, como torço para que a família inteira seja defenestrada do círculo do poder político. Basta de parasitas psicopatas. Que se mudem em peso para os EUA e nos deixem seguir em frente com um mínimo de tranquilidade. Talvez assim um pouco de humanidade e empatia volte a ser visível na elite brasileira. Com estes pulhas, retrocedemos.

          Saúde e paz.

    1. Sandro

      Nossa Senhora! Vai escrever besteria assim lá em Garros! Você fala de Nadal como se não tivesse assistido a nenhum jogo dele nesse torenio de Roland Garros, Você não viu quantos penus o Nadal aplicou em Roland Garros? O único que conseguiu enfrentar Nadal de verdade foi o Djokovic e vc escreve um absurdo destes?

  48. Willian Rodrigues

    Djokovic não se dá bem com calor extremo; já sofreu com isso em outras oportunidades.
    MAS, a temperatura é de apenas 27º C em Paris agora.
    Isso também não está influenciando…
    O grego está jogando melhor!

  49. Willian Rodrigues

    E se…
    E se a ala nolista agora se ancorasse naquele velho e descabido argumento de que o multicampeão está sofrendo nas mãos do oponente porque ele é muito mais jovem?? São DOZE anos a menos, e não apenas 6 anos que separam Federer do sérvio. Rrrsrs…
    Não, nós entendemos que não se trata disso! O grego está simplesmente merecendo…
    Abs

  50. Periferia

    Como não está aguentando as trocas…o sérvio apela constantemente para as “deixadinhas”…esta de cabeça baixa e errando muito.
    6×2…final do segundo set.
    O grego está perto da vitória…falta apenas a bala de prata….

    1. Willian Rodrigues

      Parece-me que será necessária a bala de prata, a estaca de madeira e a ceifada da cabeça (Highlander)… HeHeHe

  51. Antônio gabriel

    Será que teremos a maldição de 2015? Djoko muito favorito depois de ganhar de Nadal, pega o Stan, que faz o jogo da vida e ganha. Por enquanto o script segue do mesmo jeito.

  52. Barocos

    Com o grego jogando neste nível, vai ser muito difícil para o sérvio voltar ao jogo.

    Idemo, Novak!

    Saúde e paz.

  53. Willian Rodrigues

    Saudações Dalcim e amigos do Blog!
    As estatísticas do 1º set mostraram que ele fez muito mais pontos quando houve 15 ou mais trocas de bolas. Então, o problema parece não estar aí…
    A questão é que o grego está mesmo jogando demais! Está encontrando respostas para tudo. Taticamente e tecnicamente perfeito.
    A meu ver, Djokovic está mais desgastado física e emocionalmente do que deveria.
    Intensidade muito baixa e não está conseguindo reagir perante a solidez do Tsitsipas.

  54. Denis

    Dalcim, te parece que está faltando intensidade pro Djokovic? Cabeça baixa, vários erros não forçados bobos, exagerando nas deixadas etc

  55. Efraim Oliveira

    Esse ainda tá desejando a desejar em emoções. Acho que Novak atingiu seu pico emocional contra Nadal e agora apresenta uma intensidade menor.

  56. Sandra

    Dalcim vc não acha que se Federer tivesse continuado ele teria chances , pelo visto só quem saca bem que foi adiante , bem Nadal com o saque dele resistiu

  57. Periferia

    7×6…3×1….Djokpvic surpreendentemente não está aguentando as trocas de bola….Tsitsipas domina…

  58. Marco

    Djokovic tá totalmente passivo, ou briga com alguém ou já era isso aí.

    Não aguenta troca de bola e tá sacando mt menos.

    Só um desastre para tirar o caneco do grego.

  59. Luz de Júpiter

    Estou muito contente com a postura do Tsitsipas.
    Aparenta a frieza e ousadia de Medvedev mas com muito mais talento.

    O que nos falta saber é se ele tem energia para um jogo longo e se vai conseguir aguentar a pressão quando o Djoko ligar o modo de sobrevivência.

    1. Cassio Carvalho

      “Modo sobrevivencia”. Genial! Isso acontece mesmo com o grandes. Acho que os grandes vão se tornando grandes a medida que fortalecem o seu “modo sobrevivencia”. Excelente termo, Júpiter!

  60. Sandra

    Deve ser praga do Nadal , difícilmente alguém ganha do Nadal em Paris , do ganha se ferra na final !!vide Soderling !!?

    1. Willian Oliveira

      Não só Soderling, mas o próprio Djokovic em 2015. Quem não deixa o Nadal ganhar também não ganha.

  61. Periferia

    Primeiro o saque do sérvio ficou ruim….Tsitsipas cresceu…não hora de levar um dez…o grego perdeu a intensidade (uma mistura de ansiedade e sorte do Djokovic).
    Quando parecia que o set es escaparia…o grego fez um ponto espetacular….e fechou o desempate.
    O ritmo é intenso…a quadra está rápida…

    1. Sandro

      Sorte? Isso NUNCA foi sorte! Esse jogo não é TAROT, HOR´SOCOPO, OCULTISMO, nada disso!
      Pouco provável Djokovic virar, parece que vc nunca viu jogos do Djokovic!

  62. Julio Cesar

    Hummm parece que o Stef encurtou o braço… começou a ficar com muito segundo serviço e o Djokovic passou a mandar nos pontos…

  63. Barocos

    Alto nível até aqui. O grego está jogando magnificamente, Djoko também.

    Ajde, Djokovic!

    Saúde e paz.

  64. Periferia

    3×3….e Djokovic tem 100% no primeiro e no segundo saque.
    Tsisipas vai precisar de uma leitura melhor do saque do sérvio.

  65. Alessandro Siqueira

    Djokovic faz muito mais no saque do grego que o contrário. Tanto que tem mais pontos, mesmo estando três games a dois. Mas isso não basta. Tem de quebrar.

    1. Julio Cesar

      Já achei o Djokovic bem mais tranquilo do que contra o Nadal no início, mas o Grego também tá sacando muito bem.

Comentários fechados.