Em ritmo de treino
Por José Nilton Dalcim
1 de junho de 2021 às 18:59

Rafael Nadal suou um pouco mais que Novak Djokovic, porém os dois nomes mais cotados para o título de Roland Garros tiveram estreia quase protocolar nesta terça-feira. Daqui a dois dias, terão novamente amplo favoritismo diante de adversários também veteranos. Rafa reencontra um de seus maiores ‘fregueses’, Richard Gasquet, contra quem tem 16 a 0, enquanto Djoko faz duelo inédito contra o acrobático Pablo Cuevas.

O megacampeão fez dois sets muito tranquilos diante de Alexei Popyrin, que até conseguiu ser competitivo em trocas longas e abusou do saque, porém o espanhol falhou num game de serviço e por muito pouco não perdeu o terceiro set. Na verdade, Popyrin foi muito incompetente. No primeiro set-point, fez dupla falta. No outro, errou smash. A decisão acabou num tiebreak que ratificou então a enorme diferença entre os dois.

Num saibro lento da noite parisiense, Tennys Sandgren se esforçou ao máximo diante de condições que não combinam nada com seu jogo e Djokovic sempre achou as melhores soluções. O sérvio não perdeu serviços, mas precisou salvar seis break-points no segundo set em dois games distintos, ainda que já dominasse o placar naquela altura. O número 1 marcou 33 winners em 26 games e fez um primeiro set quase perfeito com meros 4 erros.

Enquanto isso, a nova geração tropeçou feio. Andrey Rublev ensaiou reação após perder os dois primeiros sets. No entanto, não conseguiu superar o tênis muito mais variado de Jan-Lennard Struff, que já havia lhe dado muita dor de cabeça em Roma dias atrás. Vice de Monte Carlo onde parou Nadal, o russo foi perdendo energia ao longo da temporada de saibro. No ano passado, foi quadrifinalista. Já Felix Aliassime não achou antídoto para as bolas retas do veteraníssimo Andreas Seppi, de 37 anos e hoje 98º do ranking. É bem verdade que o italiano tem histórico em Paris e chegou a ter 2 sets a 0 contra Djoko nas oitavas em 2012.

As boas notícias vieram com Diego Schwartzman e Gael Monfils. O argentino pegou o fraco Yen-Hsun Lu, fez seu papel e venceu com autoridade. O francês esteve a um ponto de ver Albert Ramos abrir 2 sets a 0, quando o espanhol jogou um slice no meio da rede. A partir daí foi engolido pela determinação de Monfils e sua ruidosa torcida. Favoritos na próxima rodada, Schwartzman pode cruzar com Aslan Karatsev na terceira fase e Monfils, com Sinner.

Mais problemas no feminino
Desta vez, nenhuma cabeça de chave caiu. Ao menos em quadra. Um dia depois de perder Naomi Osaka na confusa polêmica das entrevistas obrigatórias, Petra Kvitova anunciou ter sido vítima de um torção no pé quando. por ironia do destino, saia da coletiva de domingo, quando venceu duríssimo jogo de estreia. A canhota tcheca fez ressonância e constatou que não dava para continuar. Tanto Osaka como Kvitova estavam no lado inferior da chave.

E não foi só. Durante a exigente vitória no terceiro set diante da canhota Bernarda Pera, a campeã de 2019 Ashleigh Barty voltou a sentir lesão lombar e preocupa. Ela minimizou a contusão, porém sabe que terá de estar inteira diante de Magda Linette, vice de Estrasburgo no sábado.

A rodada teve ainda uma atuação sofrível de Elina Svitolina, boa recuperação de Karolina Pliskova depois do vexame em Roma e Coco Gauff de intensos altos e baixos. Muito legal rever Carla Suárez em quadra, recuperada do câncer linfático. Jogou bem, teve 6/3 e 5/4 com saque para vencer Sloane Stephens. Levou a virada e ganhou um abraço apertado da adversária.

Começa a segunda rodada
A parte inferior das chaves de simples abre nesta quarta-feira a segunda rodada de Roland Garros, mas poucos jogos me empolgam.
– Tsitsipas pode ter a tarefa mais dura, já que Pedro Martinez é especialista e surpreendeu Korda, ainda que seja 103º com meras 14 vitórias de ATP na carreira.
– Medvedev encara Paul, campeão juvenil do torneio em 2015 e que vem de maratona de cinco sets. Colocaram na tal rodada noturna, onde tudo é bem mais lento, o que não agrada o russo.
– Zverev reencontra Safiullin, um adversário dos tempos de juvenil. O russo progrediu pouco e hoje é 182º.
– Bautista é super favorito contra Laaksonen e Carreño, frente Couacaud.
– Jogos interessantes envolverão Khachanov e Nishikori – japonês acabou de fazer 3-2 no histórico com virada em Madri – e de Fognini frente Fucsovics, em que italiano tem 2-1 mas nunca se cruzaram no saibro.
– Sabalenka tenta ir à 3ª rodada de Paris pela primeira vez contra Sasnovich.
– Serena pega segunda romena em sequência. Buzarnescu já fez oitavas em Paris há três anos.
– Bencic e Kasatkina fazem tira-teima já que empatam por 2-2. Azarenka pega a campeã juvenil de 2018, Clara Tauson.
– Monteiro faz último jogo da quadra 12 e deve entrar por volta de 12h. Faz duelo inédito contra Steve Johnson, que basicamente só bate slice de backhand. Será preciso paciência e ficar esperto para rápida transição à rede e volear as bolas mais lentas.


Comentários
  1. Paulo Almeida

    A queda do Andorra para o Delbonis, que nem chegou à final do Belgradão, corrobora ainda mais os vexames de Fregueser e Thiem. Sem mais retóricas falhas para justificar o injustificável.

    E não deu para o Monteiro!

    1. Rodrigo Azevedo

      De novo falando do Federer? kkkkkkkkkkkkkkk
      Você não me engana, ama o suíço. Quem muito desdenha, quer comprar.

  2. Henrique Cipriano

    Dalcim, porque será que essa nova geração ainda não conseguiu vencer os slams? Não sei se concorda, mas acho que falta mais a esses jovens cabeça no lugar para um jogo de 5 sets, porque físico eles têm. Talvez mudar a tática no decorrer dos jogos, coisa que o Big 3 faz tão bem. Em outros tempos não víamos o domínio de jogadores veteranos como estamos vendo hoje.

    1. José Nilton Dalcim

      A questão passa por vários campos, Henrique. O preparo físico e especialmente os processos de recuperação pós-jogo evoluíram absurdamente nos últimos 10 anos e assim as carreiras foram ficando mais longas e os ‘trintões’ somaram a excelente forma física e maior resistência à sua experiência e, no caso do Big 4, também à qualidade superior do seu jogo. A nova geração portanto está cada vez mais precisando de tempo maior para ganhar consistência, confiança e aprender a jogar nesses jogos tão mais longos e exigentes.

  3. Miguel BsB

    Assistindo o jogo do Monteiro, reparei que os jogos em certo momento envolviam 3 americanos: Mcdonald, Johnson e Paul. Opelka jogou um pouco antes…
    O que aconteceu com o poderoso American Team de outrora?
    Saretta até comentou que eles aprenderam a jogar no saibro, o que é verdade e inclusive construíram quadras e contrataram técnicos tops espanhóis…
    O problema é que parece que desaprenderam a jogar nas outras quadras rs

  4. Chadwick Boseman

    “…por que Osaka não incitou essa discussão antes dos torneios serem retomados, uma vez que alega estar sofrendo desse mal desde o US Open 2018?? (Wiilian, na outra pasta – apenas como exemplo de vários comentários que li)

    Por que Rock Hudson morreu de aids sem nunca revelar que era gay?

    Distúrbios mentais, assim como orientação sexual, etc, sofrem preconceito, afastam patrocinadores (sim, ainda afastam, ainda que sob outras justificativas).

    De mais a mais, e falo por experiência, uma pessoa em crise de depressão não consegue organizar as ideias direito, tomar decisões bem embasadas, tende a extremos… Osaka foi chamada de arrogante 1,432,789 vezes na outra pasta.

    Saibam que comportamentos arrogantes e até mesmo agressivos são típicos de uma pessoa com depressão (aliada à timidez). Não é deliberado, é uma forma de auto-defesa.

    Dito isso, nada foi feito como deveria, a mídia é necessária (talvez não a britânica) e tudo mais….

    Só gostaria de expor que uma pessoa com depressão não está completamente consciente de que determinada coisa pode ser feita de uma certa forma, pra pegar menos mal. E não sou fã da Osaka, apesar de considerá-la uma grande jogadora.

    O que é certo e errado?

    PS: A casa do chefe da equipe responsável pelos meus procedimentos PEGOU FOGO! Ninguém se feriu, mas o procedimento 4/6 ficou para sexta da próxima semana.

    Grande ABRAÇO Nolista a TODOS, muita, MUITA saúde. Saudades de vocês.

    1. Filipe Fernandes

      Um grande abraço e saúde para você também, caro Rafael, desejo que a sua convalescença esteja caminhando bem.

    2. Barocos

      Rafael,

      Tinha dado como certo que você viria comentar o caso, haja vista outras intervenções muito bem embasadas, diga-se de passagem, sobre o tema “depressão” nos quais participou. Como de praxe, deu uma boa contribuição para nossas (dos frequentadores deste espaço) tentativas de entender o caso, ainda que, ao menos para mim, faltem muitas peças ainda para formar uma opinião mais abalizada (nunca definitiva, já que não somos lá muito lógicos em nossas ações).

      Continuo na torcida para que tudo ocorra à perfeição em seu périplo. A vida é bela (apesar das partes terríveis).

      Vida longa e próspera.

    3. Willian Rodrigues

      Prezado Rafael, antes de tudo, que o o procedimento 4/6 seja ainda melhor sucedido que os anteriores! Que você fique bem!
      Com relação ao meu comentário sobre a atitude de Osaka, eu acreditarei que ela realmente sofre de depressão à medida que as evidências surgirem.
      Vejamos quais serão as declarações dela e de seu staff, e se participará dos próximos grandes eventos.
      Transtornos mentais GRAVES são mesmo acompanhados de muito preconceito: esquizofrenia, transtorno bipolar, etc. Mas, o tabu envolvendo o quadro de depressão não pode nem de longe ser comparado ao que foi a questão da homossexualidade em décadas passadas.
      Acredito mais em um distúrbio de ansiedade, o qual poderia ser contornado sem tanto estardalhaço.
      Abraços

  5. Luiz Fernando

    Esses torneios de GS q não adotam tiebreak no set5 são, pra usar um termo atual, verdadeiros genocidas. Garin e Mcdonald vão se matando com 66 e mais de 4 hs de partida, algo insano nos dias atuais.

  6. FERNANDO/MG

    Prezado Dalcim, Caso o Nadal conquiste seu décimo quarto RG, vc não acha que seria prudente a FFT, aumentar de três a quatro fileiras de cadeiras atrás dos dois lados da Phillipe Chatrier, queria ver onde o espanhol iria receber os saques, rsrsrs…Brincadeiras a parte, mas mestre Dalcim, realmente o amplo espaço existente atrás das linhas no fundo da quadra central de RG, favorecem muito ao estilo do espanhol? Se esse espaço fosse mais reduzido, vc creditaria todo o sucesso dele no Slam francês da mesma forma que nos últimos 13 anos de reinado absoluto? Abraços, mestre Dalcim…E parabéns pelo excelente site/blog.

    1. José Nilton Dalcim

      A questão está na regra, Fernando. Os grandes estádios precisam ter 6m de recuo nos fundos de quadra. Isso é exigido no Grupo Mundial da Copa Davis também. Claro que um recuo menor, de 4m, que é o mínimo permitido, lhe traria um pouco mais de problemas, mas não sei se impediriam seus 13 títulos… rsrs… Abs!

  7. Sandro

    Que SURRA DE TÊNIS o Fabio Fognini deu no Marton Fucsovics no segundo (6/1) e no terceiro (6/2) sets!!! Humilhou!!!

  8. Rodrigo S. Cruz

    Dalcim,

    Deu até dó daquela torcidinha húngara BARULHENTA hoje, hein? rs

    A animação deles durou só até o fim do primeiro set.

    Depois disso o Fognini tratorou!

    kkkkk

    1. José Nilton Dalcim

      Ah mas a torcida dá um clima legal, Rodrigo. Desde que não exagere, claro. Fognini de novo jogou bem.

  9. Luiz Fernando

    Legal q Rafa vai jogar amanhã as 16, aí dá pra assistir. Não vejo ninguém do Big3 muito exposto a surpresas nesta quinta feira…

  10. Luiz Fernando

    Andujar perdeu?????? Não dá pra acreditar, um especialista como ele, eu o via fazendo a final contra Rafa, e com favoritismo kkk…

    1. Sandro

      Pois é, Luiz Fernando, depois que o “GRANDE ESPECIALISTA NO SAIBRO” Andujar (só que não!!!) eliminou o Federer na primeira rodada de um ATP 250 dentro da Suíça, ele virou logo candidato ao título de Roland Garros batendo o Nadal na final. Isso, é claro, só na cabeça de alguns fanáticos torcedores do Federer…

  11. Efraim Oliveira

    O Agut é um tenista que pode vencer os grandes e ao mesmo tempo perder pra tenistas de pouca expressão.

    O Gaston só teve aqueles momentos de brilho no passado, e ficou nisso mesmo.

    Kachanov jogou o último game como se fosse o primeiro. Tremeu legal no ponto decisivo.

      1. Thiago

        É uma ironia.
        Qdo o andujar ganhou do Thiem teve gente aqui dizendo que ele é especialista e que não foi surpresa ele ter ganho do austríaco

      2. Sandro

        Com certeza Andujar é pra lá de mediano, porém, depois que eliminou o Federer na estreia de um ATP 250 lá na Suíça, alguns fanáticos torcedores do Federer elevaram o Andujar ao patamar de ‘GRANDE ESPECIALISTA NO SAIBRO” lado a lado com o Nadal…

    1. Sandro

      Fala Thiago! Talvez a explicação dos fanáticos é que agora o grande favorito a Roland Garros seja o Federico Delbonis, já que ele eliminou o Pablo Andujar, carrasco do Federer na Suíça, e que, até então, era o grande favorito ao título de Roland Garros, segundo alguns fanáticos torcedores do Federer…

  12. Cassio Carvalho

    Depois de ler o comentario do nole, penso… Olha o Djoko ganhando a minha torcida! Depois dizem que dá pra ter conversa “bilateral” de jogador e organização. Nunca é uma conversa. Vai lá, sozinho, pedir alguma coisa pro teu chefe. Agora, vai com todos os funcionarios e me diz a diferença. A Naomi NÃO foi escutada. Essa é a verdade. Agora que ela falou tudo, vem gente falando “aí sim, né”. Mas porque não atenderam? Sempre estão pensando que o atleta está com “má” atitude. Olha, é por essa mesma razão que apoio a associação do Nole. E deve ser por essa mesma razão que ele sempre falou da necessidade de cria-la.

  13. Sandra

    Dalcim , sei que to perguntando demais , rsss mas vc não acha o Cuevas perigoso para o Djoko ou qualquer jogador ?

    1. José Nilton Dalcim

      Acho difícil, Sandra. Só se Djoko jogar bem abaixo. Cuevas é excelente jogador, mas não a esse nível.

  14. Paulo F.

    Dalcim:
    Sei que Sandgren não foi um grande adversário pro Djokovic, vi um pouco do VT ontem à noite ainda, mas sinceramente gostei do que vi: um sérvio menos irritado, com a devolução mais calibrada, com bola andando mais no forehand e mais em direção às linhas.
    Que ele continue assim e não se pode desprezá-lo mesmo.
    E amanhã prato cheio para curtir o feriado: Big-3 em ação no mesmo dia!
    Bom trabalho!

    1. José Nilton Dalcim

      Puxa, eu já achei que Djoko se irritou desnecessariamente, descontando na bola de forma sempre perigosa. Mas sem dúvida ele jogou bem.

      1. Rodrigo S. Cruz

        E quando é que esse chiliquento não se irrita em algum jogo? rs

        Por isso que o acho tão antipático…

        1. Luis

          Vou fazer uma confissão: se não fosse por esses momentos com certeza não ficaria torcendo contra ele.
          De outro lado achei simpático que ele mesmo disse que as vezes ele sente vergonha de como se comporta na quadra

  15. Luiz Fernando

    Becker sempre primou por controvérsias, mas estou de acordo c ele sobre a Osaka: a carreira promissora corre riscos, pois nesse nível de competição q ela transita entrar em quadra sem atenção completa na partida é fatal. Tomara q se recupere e q vença seus demônios interiores…

  16. Sandra

    Dalcim , achei que você poderia ter ficado curioso quanto a minha pergunta sobre os jogadores de vôlei jogando de máscara , ao que descobri e por medo mesmo , por terem filhos pequenos e se auto protegerem , obrigada pela atenção

    1. José Nilton Dalcim

      Que bom saber que o pessoal está se cuidando, Sandra. É preciso levar essa pandemia na maior seriedade!

  17. Sandra

    Dalcim , ainda está valendo a regra dos 30 sg para sacar ? Ontem achei que Nadal demorou muito mais , do Djokovic se passou do tempo , não estava vendo no momento !

    1. José Nilton Dalcim

      A regra é de 25 segundos, Sandra, e o Nadal levou advertência logo no começo da partida.

  18. Periferia

    Ensaio Sobre a Cegueira (do caso Osaka)

    As palavras são assim…disfarçam muito…vão-se juntando umas com as outras…parece que não sabem aonde querem ir.
    Muitas vezes…como se quisesse reter os pensamentos…ou pelo contrário…impedi-los de continuarem a pensar.
    Difícil não é ter que viver com pessoas…o difícil é compreende-las.
    Dentro de nós há uma coisa que não tem nome…essa coisa é o que somos…como se fosse uma massa.
    É dessa massa que nós somos feitos…metade de indiferença e metade de ruindade.
    A indiferença ou a ruindade dos nosso ditos e obras vão-se distribuindo…supõe-se que de uma forma bastante uniforme e equilibrada…por todos os dias do futuro… incluindo aqueles… infindáveis…em que já cá não estaremos para poder comprova-lo….para congratular-nos ou pedir perdão… aliás…há quem diga que isso é que é a imortalidade de que tanto se fala.

    (trechos do livro de Borges…)

  19. Barocos

    Dalcim,

    Em primeiro lugar, parabéns pelos últimos artigos, como de costume, muito bons. Estendo os cumprimentos mais alguns “metros” em reconhecimento à lucidez dos argumentos na interação com os frequentadores que seguem, como sempre, em alto nível.

    Como nem tudo é perfeito, quero deixar registrada aqui uma reclamação, devidamente acompanhada de uma reivindicação: alerte sua equipe que não devem sempre escolher as fotos mais bizarras disponíveis do Djokovic e do Nadal para ilustrar as reportagens, que eles devem demonstrar o mesmo zelo que têm quando da seleção das fotos do Federer. Tal comportamento não condiz com o elevado padrão profissional exibido no restante das matérias publicadas pelo tenisbrasil, sendo inclusive detrimental para a imagem deste, de outra forma, impecável veículo, haja vista que expõe parcialidade ímpar, claramente favorecendo o Federer. Desconsidere esta crítica se tal decisão estiver relacionada ao valor associado à aquisição das citadas imagens, já que estas devem, por suposição, ser gratuitas (quem seria louco a ponto de pagar por elas?), diferentemente daquelas usadas nos artigos do Federer.

    Fica a “dica”. 😉

    Por último, mas não menos importante, obrigado pelo espaço altamente democrático.

    Saúde e paz.

    1. José Nilton Dalcim

      Não há qualquer intenção de favorecer este ou aquele, André, mas temos de usar as fotos liberadas pela organização. E por vezes existem mínimas opções logo depois de o jogo terminar, já que nossos textos procuram ser publicados da forma mais rápida possível. Por fim, uma foto curiosa ou fora do padrão não pode ser considerada como algo ofensivo a tenistas que já ganharam 18 ou 20 Grand Slam e cansaram de provar sua qualidade técnica. Acho que novamente vocês estão exagerando na neurótica ‘guerra de torcidas’. E, se possível, me aponte quais fotos do Djoko você considerou ‘feias’ entre as publicadas. Abs!

      1. Barocos

        Dalcim,

        Foi uma brincadeira, não foi algo para ser levado a sério, apenas sarcasmo com uma ponta de ironia e provocação àqueles que postam apelos estapafúrdios, inclusive eu tentei colocar uma html tag falsa com a palavra sarcasmo, mas ela acabou sendo eliminada pelo filtro aplicado às mensagens. Acho que o sono pelo esforço da cobertura acabou lhe atrapalhando e você não notou a mensagem que postei logo em seguida, após constatar a eliminação da tal falsa tag. Vou ser mais cuidadoso nas próximas brincadeiras.

        Nunca duvidei do profissionalismo das matérias publicadas no tenisbrasil.

        Saúde e paz.

        1. José Nilton Dalcim

          Puxa, que alívio, André! Fiquei receoso, porque você sempre foi um dos mais sensatos participantes desse Blog. Desculpe não ter entendido a brincadeira, talvez eu também esteja com falta de sono… rsrs…

        2. Marcilio Aguiar

          Prezado Barocos essa foi ótima… rsrsrs, mas é bom não dá ideia, se não logo alguns vão medir até a quantidade de palavras que o Dalcim escreve para comentar sobre cada um do Big 3.

          Saúde!

    2. Thiago Silva

      Eu quase acreditei, fui até conferir as últimas notas pra ver as fotos, a do Nadal ficou boa, a do Djokovic tá fazendo careta e a do Federer tá desmunhecando. Acho que o editor e baloísta rs.

  20. Thiago

    Este Roland garros quem vai levar se chama Novack djocovick, está muito confiante e consistente . Grande a chance de buscar Federer e nadal na contagem de grand slams.

  21. Willian Rodrigues

    Considerando-se o tema saúde e bem-estar, tivemos hoje algo comovente e, acima de tudo, RELEVANTE!
    Navarro conseguiu jogar bem após longo período de intensa batalha contra um linfoma!
    Belíssimo feito das ciências médicas e uma ATITUDE EXEMPLAR diante da vida!
    Essa espanhola sim, de fato, enfrentou demônios psicológicos e orgânicos nos últimos tempos!
    Outras tops por aí deveriam seguir o exemplo ao invés de criar uma verdadeira celeuma por… Deixemos pra lá!

    Por outro lado, fiquei muito triste ao saber que Kivitova está fora do torneio por uma fatídica lesão no tornozelo.
    Gosto muito do arrojo e do estilo agressivo dessa tcheca. Uma pena…

    1. F.R.

      Verdade, Willian, a Navarro (e família) tem toda a minha admiração e aplausos!! Muitos vivas tb à ciência e medicina que tb viabilizam uma cura como essa.

  22. Miguel BsB

    William Rodrigues
    Este é o último comentário meu sobre depressão, porque esse papo já tá a maior deprê rs…
    Você é médico? Psiquiatra? Já teve a doença e precisou se medicar? Conhece todos os fármacos? Bom, novamente, vou citar minha experiência. O que eu tomei durante um ano, chama-se Donaren, um dos mais modernos, mais light, mais tranquilos dessa classe de medicamentos. Não tive nenhum, zero, nada, de efeito colateral com ele…não me atrapalhava em nada na vida, pelo contrário.
    O que impede a Osaka de estar tomando ele ou algum parecido? Você não sabe cara. Você está especulando de fora sem ter a menor informação sobre o caso dela, tentando validar a sua tese.

    1. Emerson Nogueira

      Donaren de 50 ou Retard.fique sabendo que este neducamento é viciante driga pesada e poucas pessoas podem usar e tem que ser com retenção de receita.este alivio se tirna dependente exoerimenta tonar um mes tidi dua um a noite e deoois larga ele a abstinência pode causar serios danos.Osaka pode tomar mas tem que haver comunicação com WTA e tem outris medicamentos mais leves .Depressão é o acúmulo de emoções negativas.

      1. Miguel BsB

        Não tive qualquer problema com ele, dos que costumam relatar em outros medicamentos do tipo. O principal que me preocupava e que não tive, é a falta de libido e capacidade sexual…kkkkkk ufa!
        Agora, com ctz ele deve ser viciante, pois o bem estar que causa é artificial, então o desmame deve ser feito corretamente e com acompanhamento médico. Parei de utilizá-lo numa boa e nunca mais precisei.

    2. Willian Rodrigues

      Atualmente, sou estudante do 4º ano de Medicina em uma universidade federal. Fiz isso porque quero estender meu espectro de atuação. Já passei pelas cadeiras de Psicologia Médica e Psiquiatria e tenho uma pequena noção… Sou cirurgião-dentista graduado há 26 anos, especialista em cirurgia bucomaxilofacial e implantes, com mestrado e doutorado, professor. Como afirmei num post anterior em resposta ao Periferia, não sou insensível aos problemas de saúde de ninguém… Cuido de pessoas todos os dias e adoro o que faço!

      O que não tolero são algumas atitudes de muitos jovens (não posso generalizar) que, com frequência, desejam que o mundo gire conforme o compasso deles e são sim, muito mimados, têm dificuldades para lidar com frustrações da vida. Naomi Osaka, primeiro, questionou a regra, alegando que era “arcaica”. Depois, quando suas “exigências” não foram atendidas, e a direção a pressionou, saiu com essa de depressão. Sim, estou criticando de forma veemente o fato dela não ter SOLICITADO evitar as entrevistas! Ela DECLAROU que não o faria… Faltou humildade, bom assessoramento, etc. Ficou parecendo muito mais que ela queria se desvencilhar de algo que a deixa desconfortável. Muito fácil, não? Deixo o trabalho “pesado” apenas para os outros. “Meus colegas que se virem para manter o tênis como um esporte interessante, atraente para patrocinadores e investidores!” Puxa vida…
      Duvido muito que Federer sinta-se confortável em conceder entrevista falando a todo momento sobre sua rivalidade com A, B ou C.

      Acabei de me lembrar de uma entrevista em que o francês Nicolas Mahut foi questionado quanto à sua VITÓRIA em uma partida que ocorrera minutos antes… Mahut havia PERDIDO a partida!!!! Pensem no quão devastador foi isso!! Que des$@% de pergunta!!

      Houvesse Osaka manifestado esse problema anteriormente (logo que o circuito foi retomado, pelo menos) e ficasse claro que esteva em sofrimento, com dificuldades para encarar rotinas de treinos, etc., eu teria outra visão do processo!

      Ademais, o quadro dela lembra muito mais um “Transtorno de Ansiedade” do que de “Depressão”, de acordo com as declarações que surgiram e pelo pouco que já estudei ou pude debater no âmbito do curso. É muito comum os pacientes chegarem à unidade de saúde com DIAGNÓSTICO pronto após consultarem o Dr. Google ou o vizinho. Mais frequente ainda é o fato deles estarem enganados…
      Diagnóstico psiquiátrico é dificílimo! Algumas vezes requer longos períodos de acompanhamento até que seja “fechado”.

      SE ela realmente estiver “doente”, SE for depressão, creio que não participará dos próximos eventos importantes e buscará tratamento adequado.
      Com certeza, se isso for confirmado, respeitarei a situação e serei mais sensível ao processo.

      Abraços

      1. Luiz Henrique

        Caramba velho, vc é dentista há 26 anos e tá no 4º ano de medicina
        Vc não é fraco não hein
        Encarar medicina a essa altura, vc tem mais longevidade que o Big3

        1. Willian Rodrigues

          Rapaz, realmente é necessário muita coragem!! KKKK
          Mas, do ponto de vista psicológico, estou levando de boa.
          Minha qualidade de vida caiu um pouco; sagrado tênis, somente 1 vez por semana e olhe lá… Rrrsrs
          Porém, isso tudo é compensado pelo prazer de aprender coisas novas.
          Tem sido uma experiência fantástica!
          Abraços

  23. Paulo Almeida

    Fazia tempo que aquele post comparativo de outrora não aparecia, então vamos às correções e algumas inclusões entre DjokoGOAT e Frauddy:

    Saque – 9 a 8,5
    Devolução – 10 a 5 (só sabe bloquear)
    Forehand – 9 a 8,5
    Backhand – 10 a 4 (atrofiado)
    Lob – 10 a 6
    Passada – 10 a 5
    Mudança de direção – 10 a 6
    Profundidade – 10 a 5
    Angulações – 10 a 6
    Defesas impossíveis – 10 a 3 (nunca chega)
    Pontos vermelhos – 9,5 a 1 (treme em todos, kkkk)
    Subidas estabanadas à rede – 2 a 10 (kkkk)
    Madeiradas – 1 a 10 (hehehe)
    Voleio – 8 a 9
    Drop – 9 a 8
    Slice – 7,5 a 9
    Smash – 7,5 a 9

    Agora sim!

    1. alfred

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Ajustando:

      Djoko/Federer
      Saque – 8 a 9
      Devolução – 10 a 6
      Forehand – 8 a 9
      Backhand – 9 a 6
      Lob – 8 a 8
      Passada – 9 a 6
      Mudança de direção – 8 a 7
      Profundidade – 9 a 8
      Angulações – 8 a 7
      Defesas impossíveis – 10 a 6
      Pontos vermelhos – 9 a 7
      Subidas estabanadas à rede – 5 a 8
      Madeiradas – 4 a 8
      Voleio – 6 a 9
      Drop – 7 a 9
      Slice – 7 a 9
      Smash – 6 a 9

    2. Paulo F.

      Concordo na avaliação do Almeida: paraa técnica apurada que possui e pelo grande jogador que é, Federer teria que ter uma devolução muito melhor mesmo.

    3. Paulo F.

      Outra coisa, Almeida: 7,5 pro Smash do Djokovic não dá!
      É nota 3, um 4 chorando.
      Também pelo jogador que é e pelo saque que possui, Djokovic deveria smashar muito melhor.

      1. Paulo Almeida

        Paulo,

        Pelo menos nos últimos dois anos e meio, o smash do Djoko está muito bom e em poucas vezes o tem deixado na mão, o que foi reconhecido até pelo Nardini, criador do termo “djokosmash”. Só de cabeça lembro daqueles baita smashes do fundo da quadra contra o Thiem na Austrália e contra o Nadal no último Rolanga. Logo, mantenho a nota.

        Analogamente, é curioso alguém que smasha tão bem quanto o Nadal ter um saque tão abaixo. São curiosidades do tênis…

        Abs!

    4. Miguel BsB

      Caro Paulo. Como é que um cara que tem 20 Slams e mais de 1000 vitórias na carreira sempre treme nos pontos importantes?
      Achei umas notas aí muito baixas pro Maestro, mas vou levar na brincadeira porque sei que você tá provocando os Federistas rs

      1. Paulo Almeida

        Miguel banger,

        Leve na brincadeira ou considere os pontos vermelhos mais quando enfrenta o Djokovic, rs.

        Abs!

  24. Carlos Bicalho

    Esse Sandgren, que de tênis só tem o nome, é a cara do Johnny Lawrence/Cobra Kai do Karatê Kid. O Sonego é o La Russo. Um jogo Sandgren x Sonego seria o clássico Karatê Kid do tênis…kkk

    1. Miguel BsB

      Hahahahahaha
      O Sandgreen é a lata do cobra kai mesmo! Bem que eu assistia uns jogos dele e sempre achei ele com um rosto familiar…O Sonego parece o Daniel San mesmo!
      Boa!

  25. Rodrigo S. Cruz

    Bom,

    agora que a Navarro felizmente se recuperou do câncer, podia investir a sua grana numa coisa quase tão relevante:

    uma plástica!

    kkkkkk

      1. Paulo Almeida

        E não foi a primeira nem a segunda vez que julgou a aparência alheia. Mesmo que fosse um Brad Pitt, que obviamente não é o caso, ainda assim teria pegado muito mal.

        Educação, classe, traquejo: essas coisas vêm de berço.

      1. Luiz Henrique

        Pois é, e a recuperação dela supera todos os feitos do big3
        Acompanhei toda a situação dela nesse último 1 ano
        Fiquei muito feliz mesmo
        Minha mãe faleceu há 4 anos da mesma doença que ela
        Desde então sempre que eu vejo alguém nessa situação acabo me envolvendo emocionante
        Inclusive fiquei muito triste com o óbito do prefeito de SP, principalmente por causa do filho
        Ainda bem que a Carla saiu dessa

  26. WILLIAM DE ALMEIDA

    O Rg anterior disputado no inverno europeu favoreceu o jogo do Nadal deixando a quadra pesada e lenta, esse ano rg está no período correto as condições estão rápidas com sol e saibro seco.

    1. FERNANDO/MG

      Cara pálida, o inverno no hemisfério norte acontece durante o verão no hemisfério sul, e vice versa, não me lembro de assistir RG próximo ao Natal…Vc quis mesmo dizer isso????

  27. Marcilio Aguiar

    Vi poucos jogos hoje e pareceu um dia sem grandes novidades, exceto a derrota do Rublev, mas nada absurdo, porque do Struff é um bom jogador.

    O Australiano deu uma bobeira incrível. Não ganharia do Nadal, mas deixou escapar um set na mão com um erro grotesco.

    Fiquei chateado com a notícia da Kvitova. Sempre torço para ela nos torneios.

    1. Barocos

      Marcilio,

      Eu torço para ela e para a Vika, não me pergunte porquê, apenas simpatizo com ambas.

      Achei boa a estreia do Federer, ainda que o adversário não representasse um perigo muito grande. Depois de tudo o que ganhou, é admirável que ainda esteja disposto a se por a prova e demonstre tamanha paixão pelo esporte. Fará muita falta quando “pendurar” as raquetes.

      Serena é outro caso impressionante, fico imaginando, se ela tivesse mantido a forma todo este tempo em que joga, quantos recordes teria quebrado? Sorte das outras jogadoras que ela, já faz alguns anos, tem tido dificuldade para manter a forma física ideal.

      Saúde e paz.

  28. Luiz Fernando

    Confesso q não sabia do caso do linfoma da S Navarro, e q Vitoria essa moça conseguiu, equivalente aos GS da Serena. Que guerreira, tem q comemorar muito mesmo…

  29. Luiz Fernando

    Não assisti o jogo e não tive a curiosidade de gravar por tratar-se de uma rodada inicial, mas meu filho me disse q Rafa começou com duplas faltas, fez um segundo set excelente e vacilou no terceiro. Pelo menos mostrou a costumeira capacidade de reação no saibro e não perdeu um set, algo q significaria mais tempo em quadra, algo nada bom nesse momento…

    1. Luiz Fabriciano

      Posso te falar um pouco também. O australiano fez de tudo e certinho para não ganhar o terceiro set.

  30. JAN DIAS

    Triste pela derrota do RUBLEV, mas o STRUFF é um adversário difícil, já ganhou até do NADAL no saibro.

  31. Edgard Upinho

    Achei que o forehand na paralela do sérvio não tem andado muito, além da irritação costumeira e , a meu ver, injustificada que o mesmo demonstra em quadra. RG parece seguir o mesmo destino dos anos anteriores.

  32. Oswaldo E. Aranha

    Apesar da torcida contra e despachos feitos o bagre, chiliquento, cotonete e supositório continua firme em seu percurso.

  33. Daniel C

    A próxima rodada será mais um treino de luxo para o Nadal, em compensação, o Cuevas pode surpreender o Cotonete. O uruguaio é mais habilidoso e tem mais recursos que o sérvio, então na teoria, teria condições de surpreender. Mas na prática, o favoritismo é do sérvio e de seu estilo super eficiente e de poucos erros e sonolento na mesma medida.

    Não acho que o Next Gen terão problemas, mas do Zverev eu sempre desconfio rs. E o Monteiro tem tudo pra ganhar mais uma, vale a torcida!

    1. Luiz Fernando

      Dentre os recursos gostaria de enfatizar uma devolução muito superior à do sérvio kkkk. Aqui é diversão garantida kkkk…

    2. Alessandro Siqueira

      Então habilidade não significa nada, afinal o cara que você reputa mais habilidoso não ganhou 10% do que o sérvio amealhou ao longo da vida. Vai ver a vida é como a corrida do Coelho e da Tartaruga na fábula. O coelho, cheio de si, resolve cochilar e fazer pouco. A tartaruga, sabedora de sua limitação, segue seu compasso e no final ganha a disputa.

    3. Willian Rodrigues

      ” O uruguaio é mais habilidoso e tem mais recursos que o sérvio…”

      Irmão, deve ser por isso que ele é QUASE tão vitorioso quanto Djokovic! Rrrss…

      Mas, concordo quando afirma que ele pode surpreender. Afinal, ele é mesmo um especialista no saibro e já deu aperto em vários tops e venceu 5 torneios ATP. Djokovic que abra o olho…

    4. Paulo F.

      “o uruguaio possui mais recursos que o sérvio”
      O ódio é um sentimento horrível mesmo, induz a falar/escrever coisas descabidas e desmedidas.

      1. Daniel C

        Ora, é claro que os fãs mais exaltados ficam inconformados, mas não posso fazer nada se acredito nisso.

        Aliás, tem tanta coisa descabida escrita sobre o Federer aqui, mas eu pulo os comentários e nem perco a paz de espírito por conta disso. Pra mim apenas importa a forma como eu e a maioria das pessoas enxerga o suíço. Simples assim.

        E não, odiar é algo muito forte. Não perco meu sono odiando o sérvio. Mas pra mim, ele não é tão relevante assim no mundo do tênis, independente de suas conquistas. Quem acha que números são tudo, como eu já disse, fique à vontade achando que ele é o Deus do tênis e seja feliz. Eu respeito.

  34. Kevin, de This Is Us

    Cara, absurda essa amarelada do australiano, meu deus.
    Engraçado é que os fãs de Federer não podem dizer que o que ele fez foi uma amarelada, pois se assumirem vão assumir consequentemente que outro jogador amarelou contra o maior rival de Nadal.

    1. Bruno

      Confesso mesmo que Federer tem um bloqueio contra Nadal ,no saibro .
      Mas nas hards e na grama não tem nem comparação.

      1. Sérgio Ribeiro

        Dessa vez discordo , caro Bruno. Não se trata de bloqueio e sim ser um saibrista inferior ao Espanhol , simples assim . Aquele gancho de canhoto acima da linha de cintura do Craque é um martírio. STANIMAL opta em ficar mais atrás e apanha do mesmo jeito. E o Sérvio com seu espetacular Back de duas mãos está por enquanto com 1 x 7 rs . E ‘ mole ou quer mais rsrsrs. Abs!

        1. Bruno

          Com certeza,Sérgio
          Nadal é o maior saibrista de todos os tempos.
          O que eu acho ,apesar de muito difícil mesmo,era o Federer com toda sua genialidade,conseguir encontrar um modo de vence lo .
          Abs

          1. José Eduardo Pessanha

            Roger demorou demais pra trocar aquela raquete obsoleta dele. Foi fazer isso com quase 32 anos. Se tivesse feito isso uns 5 anos antes, teria ganho mais uns Gs tranquilamente, inclusive em RG.
            Abs

    1. Rodrigo S. Cruz

      Pela primeira vez na vida vou concordar com alguma coisa postada por você.

      Que banho de GELO essa atuação bisonha do russo hoje!

      E eu que pensava que o Rublev era um dos poucos do torneio a poder fazer frente ao Nadal…

      1. Sérgio Ribeiro

        Quem joga na porradaria não pode ficar sedento de pontos no Ranking e jogar uma penca de Torneios antes de RG . Agora ainda tem essa de você se dirigir pra quadra central e olhar a Estátua de seu oponente rs . Segundo Becker o Touro está chegando 1s atrasado e se cansando com mais facilidade . O Ex-do Sérvio vê o Touro ganhável este ano , discordo . A conferir. Abs!

Comentários fechados.