Números e fatos antes de Roland Garros largar
Por José Nilton Dalcim
29 de maio de 2021 às 15:36

Vamos a um resumão dos detalhes mais importantes ou curiosos sobre a edição 2021 de Roland Garros, que dá largada às 6 horas deste domingo.

Número 1 em jogo
As duas lideranças de ranking estarão em jogo, mas a chance de mudanças é pequena. Daniil Medvedev só irá superar Novak Djokovic se for ao menos à final, restando ainda a possibilidade de uma disputa direta caso os dois decidam o título.

Já na WTA, Ashleigh Barty manterá o posto se atingir a semi. Naomi Osaka tem de torcer contra e ainda chegar à final.

Diversidade de campeões
Enquanto o masculino só tem três campeões de Paris na chave – mais dois finalistas de Grand Slam -, o feminino é bem mais diversificado, com seis vencedoras em Paris (Swiatek, Barty, Kuznetsova, Muguruza, Ostapenko e Serena) e mais sete campeãs de outros Slam. Também a se notar: oito mulheres que já foram número 1 do ranking estão na chave.

Roland Garros tem trazido inovações na chave feminina por quatro edições seguidas, com títulos então inéditos de Grand Slam para Ostapenko, Halep, Barty e Swiatek. A letã foi a primeira não cabeça a vencer e a polonesa, a de mais baixo ranking.

Coisas do Big 3
– Nadal tenta segunda sequência de cinco títulos seguidos em Roland Garros. O único tenista a ter duas séries de cinco é Federer, mas em Slam diferentes (Wimbledon e US Open).
– Djokovic outra vez tenta se tornar o único profissional com dois troféus em cada Slam. No geral, apenas Emerson e Laver obtiveram tal feito.
– Djoko e Nadal ganharam 10 dos últimos 11 Slam (desde Roland Garros de 2018). A exceção foi Thiem. Nesse período, sérvio venceu 6.
– Como estão no mesmo lado, Nadal e Djokovic também tentam se isolar em segundo lugar em finais de Slam, já que somam 28. Federer ainda lidera, com 31.
– Outra igualdade entre o espanhol e o sérvio é de troféus de Slam após os 30 anos, com 6.
– Nadal pode vencer um novo Slam 16 anos e 4 meses depois do primeiro, em 2005, mas o recorde absoluto ainda será de Serena, que levou 17 anos e 5 meses entre o US Open de 1999 e a Austrália de 2017.
– Nadal, Djoko, Serena e Navratilova são os profissionais a vencer Slam em três décadas consecutivas.
– Federer e Djoko os únicos na Era Aberta com ao menos 70 vitórias em cada Slam. Nadal tem 50.
– Nas últimas cinco temporadas, Nadal perdeu apenas 8 jogos no saibro, sendo 3 para Thiem. Os outros a vencê-lo foram Fognini, Rublev, Schwartzman, Tsitsipas e Zverev.

E mais
– Além de Nadal, apenas Tsitsipas ganhou dois títulos no saibro este ano (Monte Carlo e Lyon). Já no feminino, foram 11 torneios e nenhuma repetição. Somente Barty e Sabalenka fizeram duas finais.
– Desde que Noah ganhou Paris em 1983, quatro franceses decidiram Slam e perderam. Leconte, em 1988, foi o único em Paris. Os outros: Pioline (duas vezes), Clement e Tsonga.
– Tsitsipas (22 anos) e Rublev (23) podem ser os mais jovens campeões de Slam desde Del Potro no US Open de 2009. Se der Zverev (24), será o mais jovem desde Djoko em Wimbledon-2011.
– A edição 2021 marca os 40 anos do último e sexto título de Borg e os 20 do tricampeonato de Guga.
– Feliciano López disputa o torneio pela 21ª vez e se torna o recordista. No geral, ele tem 77 Slam disputados contra 80 de Federer e é absoluto nos consecutivos (76 contra 68 de Verdasco). No feminino, Cornet chega a 57 seguidos e está a cinco da recordista Sugiyama. Venus joga seu 89º Slam
– Wilander, Lendl e Wawrinka foram únicos juvenis campeões que ganharam também no profissional.
– Não deixa de ser curioso: Serena é a tenista em atividade com mais troféus no saibro (13), acima de Halep e Venus (9) e Errani (7).
– Enquanto Nadal mira o 14º troféu desde 2005, a última canhota a vencer foi Seles, em 1992.
– A premiação geral do torneio caiu 6% em relação a 2020, mas o valor para a primeira rodada se manteve (60 mil euros). Os campeões embolsam 1,4 milhão.

Primeira rodada
Como era previsível diante da semana de Djokovic em Belgrado, os organizadores darão início pela parte inferior da chave masculina e os três maiores candidatos à liderar esse setor estarão em quadra: Dominic Thiem, Stefanos Tsitsipas e Alexander Zverev. Entre as mulheres, as primeiras a jogar serão Naomi Osaka, Aryna Sabalenka e Petra Kvitova.
– Thiem nunca perdeu na estreia em 7 participações e tem 3-0 sobre Andujar. Semi de 2020, Tsitsipas encara bom teste diante de Chardy e Zverev é favoritaço diante do quali Otte.
– Osaka pega romena Tig e Sabalenka precisa tomar cuidado com Konjuh.
– O jogo feminino de maior histórico é o de Azarenka contra Kuznetsova, com 6 a 4 para a bielorrussa.

Fantasy
TenisBrasil criou uma ‘Liga’ dentro do Fantasy Games de Roland Garros. Assim o pessoal do site e do Blog poderá testar seus palpites. Você pode acessar pelo link
https://fantasy.rolandgarros.com/#welcome/register/?parrain=t5obp8c&ligue=4704, mas precisa se registrar antes de dar os palpites. Outro caminho é entrar no Fantasy, fazer cadastro e os palpites e depois é só procurar nossa “Liga” e adicioná-la. Vamos ver quem se sai melhor?


Comentários
  1. Leo Gavio

    Se a Osaka não quer dar entrevistas, que tal abandonar o tenis e ir trabalhar de garçonete numa franquia do McDonalds?

    Essa geração que nasceu de 1995 pra cá é repleta de mimadinhos, militantes estupidos doutrinados por professores ultraprogressistas revolucionarios de sofá, pessoas que não conseguem lidar com adversidade, sofrem de depressão com 20 anos de idade (inacreditavel, imagine quando ficarem idosos) não possuem personalidade, apenas resmungam, exigem direitos e mais direitos, odeiam a palavra “obrigação”.

    O mundo tá insuportável. Cada vez mais tenho vontade de me conectar com a natureza, quanto menos “humanos atuais” perto de mim, mais sossego e paz eu tenho.

    O mundo tá muito chato, a unica coisa que salva na humanidade são as artes, incluo o tenis e outros esportes, mas mesmo assim estão na UTI. Agora com o mundo repleto de bestas militantes, cada vez mais quero mato, natureza, silencio e meditação.

    1. Luiz Henrique

      Muito bom Leo Gavio
      E o fato de vc n ter ficado ofendido ou algo assim por eu ter postado comentários antigos seus mostra q vc n faz parte mesmo dessa geração mimimi
      Abraço

  2. Vitor Hugo

    Federer foi bem realista: ” Mão vou vencer Roland Garros”. Creio que quase todos concordam, incluindo meu.
    Se vai ter chaves em Wimbledon, vou esperar seu desempenho em RG e nos torneios preparatórios pro slam inglês.
    Mas é difícil descartar o MAIOR e MELHOR DISPARADO sobre a grama de todos os tempos no templo do tênis, onde ele é REI.

    1. Vitor Hugo

      Federer foi bem realista: ” Não vou vencer Roland Garros”. Creio que quase todos concordam, incluindo eu.
      Se vai ter chances em Wimbledon, vou esperar seu desempenho em RG e nos torneios preparatórios pro slam inglês.
      Mas é difícil descartar o MAIOR e MELHOR DISPARADO sobre a grama de todos os tempos no templo do tênis, onde ele é REI

      Corrigi.

  3. Luiz Fernando

    Dalcim o Moratoglou está no boxe do grego, ele agora faz parte do time ou simplesmente é amigo da família?

  4. Oswaldo E. Aranha

    Dalcim, não repara minha ausência, mas não estou com paciência de ver briguinha de meninos de quem é o melhor, estou precisando de mais paz neste momento de pandemia; ainda bem que surge um Pandemia que fala de coisas boas, que revive a cidade luz com elegância, ao contrario de quem a iguala a Buenos Aires. Abraços.

    1. José Eduardo Pessanha

      Não igualei, caro Aranha. Disse que são muito parecidas…mas que Paris tem um cartaz muito exagerado, não restam duvidas. E cuidado pra não cair pra Terceira Divisão.
      Abs

  5. Paulo Almeida

    A parte de baixo da chave ficará mais teta ainda pro Tsitsitetas.

    Que pena que o Big 2 não poderá fazer a final novamente, mas o Medvedev teve seus méritos para ser o número dois do mundo. Não há muito o que reclamar, apenas lamentar.

  6. Paulo Almeida

    Quem é Gasquet mesmo na fila do pão?

    Ah, já sei: mais um com esquerda atrofiada de uma mão que está perdendo os poucos cabelos que lhe restam com a iminente perda do último recorde importante do sparrão.

    Diversão garantida sempre!

  7. Rodrigo S. Cruz

    Luiz Henrique,

    ATENÇAO:

    É esse tipo de comportamento tribal que eu tenho denunciado aqui.

    Eu não sou anti-Nadal coisa alguma, como acabou de afirmar abaixo o sabujo.

    Aliás, eu achei isso muito BAIXO da parte dele.

    acusar os outros do que ele sabe que não é verdade.

    Pois ele NUNCA me viu falando do Nadal aqui…

    Agora, se em algum momento, eu postei algo depreciativo sobre o espanhol, coisa que eu nem lembro, eu já mudei isso.

    O Luiz Fernando que é nadalista também se arrepende de certas coisas que escreveu sobre o Federer…

    Abs.

    1. Luiz Henrique

      Não entendi muito bem o comentário…eu falei alguma coisa?
      Fiquei até assustado aqui kkkk, tinha meu nome e depois “atenção”
      Acho que foi por causa do que o que o Paulo F falou de vc ser anti nadal né?
      Isso foi pra eu não fazer o que ele pediu de postar comentários antigos seus?
      Tranquilo mano, não vou fazer não…não quero problema com ngm não….
      Meu objetivo não é atacar ngm, é só que é engraçado ver como 99% das previsões e palpites feitos são furados, e dar risada. Só isso
      Eu n sou muito de palpites, n sei se alguma vez fiquei fazendo previsões aqui, se alguém achar alguma minha e quiser colar aqui sem problema

  8. Rodrigo S. Cruz

    Dalcim,

    gostaria de solicitar antecipadamente que você não permita a republicação de QUALQUER postagem com meu nome, sem autorização prévia, por parte de outros participantes.

    Porque o Paulo F já veio sugerir isso daí para fomento do tribalismo dele.

    Grato.

  9. Luiz Fernando

    Cheguei em casa agora e vi q Thiem perdeu do Andujar, vergonha em letras garrafais, e o Zverev está perdendo 20 de uma criatura q nunca ouvi falar. Zebra solta em RG…

  10. Ronildo

    Para quem procura uma vivência com mais sensibilidade social:

    Uns 90% das pessoas que comentam o caso da Osaka ficaram contra ela, principalmente o público masculino, muitos usando impropérios contra ela.

    Esse é um típico caso onde num olhar mais atento percebe-se o corporativismo em prol de interesses, mesmo que esta conduta massacre uma pessoa que está apenas procurando ser tratada com mais dignidade. Quando a Osaka publicou seus motivos para se colocar contra as entrevistas, ela tornou claro o termo tortura mental. Isto evidencia que em diversas ocasiões ela se sentiu agredida em seu íntimo nestas entrevistas. É pedir demais que se respeite a vontade individual de um ser humano que se sente constrangido em certas situações?

    Porque transformar isto numa guerra entre o inteiro sistema contra um indivíduo que quer apenas ser tratado com mais dignidade dentro da sua própria concepção individual, como está acontecendo com este caso da Osaka?

    A nota que o “Sistema” publicou não é esclaredora na minha concepção, vejam parte dela:

    “Naomi Osaka anunciou na última quarta-feira nas redes sociais que não participaria das entrevistas obrigatórias para a imprensa durante Roland Garros em 2021. Após esse anúncio, a organização de Roland Garros pediu para que ela reconsiderasse sua posição e tentou, sem sucesso, falar com ela sobre seu bem-estar, a fim de entender as especificidades de seu problema e o que poderia ser feito para resolvê-lo no local”

    O que significa este “tentou sem sucesso”?

    Que a Osaka se negou a conversar com qualquer representante do evento à respeito deste assunto? Se for isso a afirmação está correta.

    Que apesar de haver diálogo não houve consenso? Se for isso a nota é enganosa.

    Sendo este o último caso, qual foi a atitude dos representantes do “Sistema”? Foram lá ameaçando a atleta de punição e expulsão do torneio mais a ameaça dela não participar de outros torneios? Se foi assim a Osaka realmente está numa batalha por um sistema mais humano, respeitador às individualidades, com mais sensibilidade. Já passou da hora de receber apoio de colegas de profissão. Djokovic quando perguntado sobre o assunto disse desconhecer os motivos dela. Quer dizer que ele vive o circuito e não faz nem idéia do que a Osaka está defendendo!? Bom, o universo masculino é um pouco diferente do feminino. Talvez os homens não se importem tanto com a exposição pública quando estão num péssimo momento. Certamente arranjam uma maneira “masculina” de lidar com a situação, hora brigando com os repórteres como já houve caso nas coletivas depois do jogo, brigando entre si, ou tirando sarro como o Kirgios fez recentemente mais de uma vez. Mas e as mulheres? É bonito ver uma mulher chorar durante uma entrevista “para que todos os atletas sejam tratados de maneira igual”?

    Porque não tentam usar esta atitude da Osaka para tentar aprimorar o sistema e produzir um ambiente melhor ao invés de usar a inteira força do sistema contra ela?

    1. José Nilton Dalcim

      Existe um regulamento, Ronildo, muito bem conhecido e válido para os 256 jogadores da chave de simples. Me parece um tanto fora de contexto alguém simplesmente decidir que não seguirá a regra e achar que vai ficar tudo bem. São profissionais. Se há o desejo de mudança, existem os caminhos corretos para se fazer, não dois dias antes de um torneio tão importante começar e de forma totalmente unilateral.

      1. Ronildo

        Concordo Dalcim

        Embora ache a causa dela justa, ela não deveria ter feito de maneira unilateral. Deveria ter procurado o apoio de outras tenistas. Acredito que até a Serena apoiaria porque ela ou a irmã já se pegaram a dar entrevista depois de derrota

        1. José Nilton Dalcim

          Exatamente. Seria preciso conversa e antecipada. Acho que muitos apoiariam e poderia se criar uma nova norma, mais flexível para todos. Diálogo sempre é o melhor caminho.

  11. Carolina

    É triste ver o Thiem caindo na primeira rodada do French Open. Mas, como sonhar não custa nada, acho que pintou o campeão de Wimbledon 2021!

    Por outro lado, é bonito ver um jogador de 35 anos vivendo um grande momento. Quase chorei na entrevista que o Andujar deu depois jogo. Ele estava nas nuvens.

  12. Sérgio Ribeiro

    Comentário de 29/05 às 10 : 26 ; “‘ Thiem tem que ter todo o cuidado amanhã, afinal encara o MAGISTRAL Andujar ,mestre do jogo em quadras de Saibro kkkkkk “ . Não preciso nem dizer qual MAGISTRAL comentarista escreveu esta asneira rs. Não é o fato de não conhecer nada do Esporte e menosprezar todo mundo ( até mesmo um especialista como Pablo ) , ele agora junto com seu nobre colega da Kombi , está numa soberba sem tamanho rs . Os caras são realmente uma diversão garantida… rsrsrs. Abs!

  13. Ronildo

    Com esta derrota do Thiem para o Adujah na primeira rodada de um torneio tão importante para ele, onde esconderão a cara aqueles que estão a duas semanas tirando sarro, afirmando que tem uma galera que transforma qualquer um que ganha de Federer em um super tenista … etc, etc, etc?
    Ou está tudo ok que esse pessoal não tem vergonha na cara mesmo?

      1. Ronildo

        Mas ele foi um super tenista até o início deste ano. Tomara que seus poderes voltem o mais breve possível.

    1. Luiz Henrique

      kkkkkk, faltou vc dizer que Djoko e Nadal estão com sorte, pois além de Shapovalov, que está calibrando seus recursos, Thiem tb está fora

      1. Ronildo

        Fora de contexto Luiz Henrique, porque eu falei isto antes do sorteio quando havia possibilidade de Shapovalov ficar do lado da chave do Nadal caso permanecesse no torneio.

    2. Chetnik

      Kkkk. Os zumbis estavam torcendo desesperadamente pelo Andújar para “provar” algum ponto. E depois nega que é fanático!

      O Andújar tem mais derrota do que vitória na carreira. E já tá com 35 anos. Vai tomar um pau na próxima rodada.

  14. Leandro Domingues

    Dalcim,

    Uma década se inicia em um ano com final 1 e se encerra no próximo ano de final 0. Portanto, na década atual apenas Djokovic tem título de Grand Slam. Parabéns pelo seu belo trabalho. Abraço.

    1. José Nilton Dalcim

      Infelizmente, é o critério utilizado tanto pela ATP como pela ITF, caro Leandro, daí eu ter citado isso.

  15. Ronildo

    Essa frase: “FEDERER É O TÊNIS”, que muitos ex-tenistas e tenistas em atividade tem usado para definir Federer, é um banho de água fria nos torcedores de Nadal e Djokovic que insistem desesperadamente contra a opinião da ampla maioria do público que acompanha o circuito, tentar convencer outros que Nadal ou Djokovic seria maior que Federer.

    1. Sérgio Ribeiro

      Desta vez foi Gasquet , há duas semanas Fognini , caro Ronildo. Pelo que eu saiba o maior vencedor em Paris e no foro Itálico não é o Craque Suíço rs . A tese dessas figuras da Kombi e seus simpatizantes, cai por terra assim que Federer parar rsrsrs. Abs!

  16. Rodrigo S. Cruz

    Meu Deus!

    Mas que VACILO, hein SuperesTHEIMado !!!!

    kkkkkkkk

    O tal do Pablo Pangarújar se revelou um abutre mesmo!

    Um oportunista clássico – aproveitou-se da falta de ritmo do Federer, e do mau momento do Thiem.

    Bom, ainda bem que pelo menos o austríaco protagonizou alguns lances geniais, né?

    Sabemos que são esses lances é que definem o verdadeiro GOAT.

    E não as vitórias inglórias, modorrentas e esquecíveis do Djoko, né… rs

    1. Luiz Fernando

      E aí Sérgio Ribeiro, vai comentar aqui também kkkk? Só vc pra achar q o Andujar é um grande especialista kkkk!!!

    2. Evaldo Moreira

      O espanhol não é um tenista qualquer, sabe jogar nesta superfície, e ele não tem culpa do nosso maior de todos, por estar fora de ritmo, e o Thiem, por ter protagonizado bons lance, realmente com a fase ruim, não sei se essa parceria vá longe, mas Massu é um bom treinador, minha opinião sobre o que de ambos os jogos (Federer e Thiem)

  17. Sandro

    Mestre Dalcim e amigoss do BLOG, é impressionante como a fama pode subir à cabeça de uma pessoa e a tornar ‘TOTALMENTE INTRAGÁVEL”.
    A arrogância e a prepotência de Naomi Osaka já está passando dos limites, é o típico caso da ‘SÌNDROME DO ESTRELISMO”.
    Osaka está se achando a última bolacha do pacote, a humildade dela bateu em retirada e o ‘EGO” está mais inflado do que nunca!
    Em vez de querer aparecer pelo seu tênis, ela está querendo criar polêmica para “CAUSAR” fora de quadra. Por quê não pendura logo uma “MELANCIA NO PESCOÇO’??? E olha que ela ainda está no início da carreira, imagine só se ela tivesse 13 TÍTULOS DE ROLAND GARROS como o NADAL, essa menina seria o ‘NOJO” em pessoa!!!
    Menos Osaka, menos, muito menos!!! Você está longe de ser o centro do unvierso!!! O mundo não gira em torno de você!!!

      1. Evaldo Moreira

        Vitor Hugo,
        Na boa, o Sandro expos um opinião dele, e se vc não viu, até o Dalcim comentou em resposta para um internauta que: “são regras e vale para todos os 256 jogadores da chave, e tem que cumprir, e não fazer o que ela fez hoje, desrespeitando, e ela fez isso a dois dias de começar o torneio, porque não falou bem antes?
        Outro dia, vi um jogo dela, em que ela recebeu um calor danado da adversária, esqueci o nome dela, Naomi passou sufoco e venceu, mas ao cumprimentar a adversária, sorriso de irônico e meio debochado , poxa humildade faz bem em qualquer lugar.

    1. Sérgio Ribeiro

      Tomou U$ 15000 ,00 de multa logo no primeiro jogo. Duvido que não reveja seus conceitos. Abs

      1. Evaldo Moreira

        Grande Sergio Ribeiro,
        Se ela não rever os conceitos, punições mais graves estão a caminho, os Grands Slam (Us Open, Australian Open e Winbledon) e em conjunto com Roland Garros, redigiram uma carta , tentaram falar com ela, e ela simplesmente ignorou, ela corre o risco de suspensão nestes grandes eventos citados, e de Roland Garros, poderá receber a notícia de que não atuará mais, vamos aguardar.

    2. Chetnik

      Acho que ela tem um talento e um tênis incríveis. Mas aquele sorrisinho insosso dela, que eu achava que era timidez, me parece agora que é de ser sonsa mesmo.

    1. José Nilton Dalcim

      A campanha dele no saibro este ano foi digna mesmo de férias… rsrs… E aí sele virá com tudo… na grama?

          1. lEvI sIlvA

            Caraca, Dalcim..!!!
            Mais um alter-ego pro MC….
            E vira e mexe, cutucando você, não tem jeito!!!
            ???

    2. Sander

      Aproveitando que falou da grama, Dalcim, hoje, antes de RG, vc colocaria djoko/Federer como principais favoritos para Wimbledon?
      Abs

      1. José Nilton Dalcim

        Djokovic com certeza. Federer em condições normais sim, mas não sabemos ainda como ele estará fisicamente.

  18. Ruy Machado

    Quem diria! Pablo Andujar eliminou Thiem (o mesmo que eliminou Federer há alguns dias atrás) em batalha de 4:30hs! Dalcim, só acompanhei os últimos 2 Sets. O Espanhol jogou demais ou Thiem jogou de menos? Achei que o espanhol foi muito firme na base e nas trocas mais longas. Verdade que, muita das vezes, o FH do austríaco escapou e até algumas madeiradas. Tive a curiosidade de ver o currículo dele e tem apenas 4 títulos na carreira, mas todos no saibro. Fico pensando se começarem a cair Tsitsipas e Zverev… Vai abrir uma avenida nesse lado da chave! Bom Domingo a todos!

  19. Gildokson

    Andújar eliminou o Thiem neh? kkkkkkkkkkkk
    Fez jus aos comentários engraçados da ala anti nos últimos posts, inclusive tem um engraçadíssimo no último anterior à esse kkkkkkkkkkkkk
    Diversão garantida mesmo! kkkkkkkkkkk

  20. José Eduardo Pessanha

    E o super, mega, hiper superestimadíssimo superesTHIEMado já foi pro saco. Eu avisei, ele é quase um impostor do saibro. Há quantos anos tento alertá-los?
    Abs

    1. Luiz Fernando

      E aí Sérgio Ribeiro, vai comentar aqui também? Só vc acha q o Andujar é um grande especialista kkkk!!!

    2. Sérgio Ribeiro

      O conterrâneo acha engraçadinhos seus apelidos , que é um direito seu . Chamar de Impostor um cara que possui DEZ Títulos na superfície com direito a DUAS FINAIS em RG perdendo ambas para o Rei e tirando o ” goat ” em ambas ? . Isso é se igualar a turma da Kombi e CIA . Quem não estava a par da péssima fase do Austríaco ? . Menos , camarada rs . Abs!

    3. Maurício Luís *

      Ao menos no meu caso, vai ter que continuar alertando. Desde quando ser 2 vezes finalista de Roland Garros é ser impostor? Francamente.

  21. Vitor Hugo

    Federer tem 7 x 0 contra Stomin no h2h. Já jogaram na grama e nas hards, mas nunca no saibro.
    O uzbeque venceu apenas dois sets contra o suíço nos 7 jogos.

  22. Luiz Henrique

    Vamos para a seção de previsões engraçadas do passado. Essas são de novo do Leo Gavão, na próxima vou colocar de outra pessoa pra não ficar repetitivo kkk

    • Gavio
    5/06/2012
    Matteoni com medo
    comentario regado a medo.
    Djokovic está a um jogo da final agora.
    O nome dele nao é schwank nem juan monaco.
    E nao é melhor de 3, é melhor de 5, vale mais dinheiro e mais pontos.
    Lembre-se, Djokovic venceu hoje sua 26º partida seguida em melhor de 5.
    E dentre essas 26, 3 foram no Nadal, 2 no Tsonga, 1 no Federer e 1 no Murray. nao foi sobre schwank nem bolleli.

    • Gavio
    5/06/2012
    Estamos morreeendo de medo do Nadal…rs
    Eu tenho mais medo do Tsonga, do Murray e do Federer do que do Nadal
    porque simplesmente o Nadal joga um jogo fisico, não tem um saque perigoso, e devolve mal, o seu maior trunfo é a regularidade e a parte mental, nesses quesitos o Djoko se sai bem.
    Temos de entender que nesses anos todos de RG o Nadal não ganhou passando pelo Djokovic atual, com 5 titulos de slam.
    Ele ganhou dos fregueses. E de muita galinha morta.
    A ultima vez que Nadal bateu Djokovic em RG, foi em 2008 com 20 anos de idade e asmatico.
    Enquanto Nadal for pra final com federer e soderling, ele será AMPLAMENTE FAVORITO, concordo totalmente. Mas quando ele tiver de bater de frente com o Djokovic numero 1, ai o buraco é mais embaixo.

    1. Paulo F.

      Agradeço se tu for atrás das pérolas dos anti-Nadal: Rodrigo S. Cruz, Marquinhos-Renato-Johnny-Vitor Hugo

      1. Rodrigo S. Cruz

        Bom,

        eu não tenho pérola nenhuma, porque não vivo de fazer previsões ridículas e nem sou sabujo de patota organizada como você.

        Agora de você eu me lembro de várias, como: confundir set com ponto; confundir game com ponto; dizer que o Federer seria massacrado pelo Nadal em Wimbledon-19.

        E por aí vai, né, sabujão… rs

    2. Rogério R Silva

      Boa tarde Luiz.
      Coloque as previsões certas e erradas que vc fez.
      Tenho certeza que vc fez alguma.

  23. Daniel C

    Finalmente um torneio de GS com Federer na chave. Estou pessimista sobre as condições dele, mas fica a torcida para ele surpreender e seguir avançando no torneio, pois significa mais entretenimento da melhor qualidade possível para quem gosta e entende de tênis.

    De resto, fica minha torcida para algum Next Gen levar o torneio. Como sempre digo, já passou da hora (vários anos) de Nadal e Djokovic terem rivais mais jovens em GS. Ou quem sabe o Federer…Já pensou? Teríamos um suicídio coletivo rsrs

    Uma coisa já é certa. Um certo sérvio terá muitos chiliques nesse torneio, como sempre. Já demonstrou que vem “embalado” com esses surtos nos torneios anteriores. Só espero que ele não machuque nenhum juiz ou boleiro.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Pois é.

      Deve estar na ressaca de ter conquistado o grandioso FUTURE DE BELGRADO.

      (rs)

      Torneio tão estupendo que só teve um TOP 30 participando, o “magistral” Gael Monfils.

      Ah! Um dos maiores fregueses do Pamonha Espatifada, registre-se… rs

      E isso com direito a protagonizar cenas constrangedoras no caminho, né?

      Como quebra de duas ou três raquetes, irritação com boleiros, e por aí vai…

      Não me surpreende nada o Gasquet dizer que ” FEDERER É O TÊNIS”.

      Esse é um esporte de cavalheiros, que tem uma torcida de cavalheiros.

      Não o esporte de um chiliquento, com parte da sua torcida composta de Fakes.

  24. DANILO AFONSO

    A mudança em colocar o campo de comentários logo após do texto ficou ótimo. Ficou muito mais prático e ágil. Quando tínhamos muitas mensagens, era muito ruim ter que rolar tudo até alcançar o campo.

    1. Luiz Fabriciano

      Também achei.
      Só não entendo e até já perguntei ao Dalcim por que a ordem cronológica dos comentários acontece de baixo para cima.
      Quem entra em um post, por exemplo, com 50 comentários, se quiser pegar o contexto, tem que rolar tudo para baixo e vir subindo na ordem que os mesmos foram publicados.
      O contrário, na minha opinião, seria mais produtivo.

  25. Rodrigo S. Cruz

    Declaração de ontem, tá galera? 28/05/ 2021

    Eis o que diz o francês Richard Gasquet:

    “Na minha opinião, o melhor de todos não é que tiver mais êxito. Se tiver de tomar uma decisão, sem desvalorizar nenhum dos três (BIG 3), digo que o tênis é Roger Federer”.

    Pera, pera. Acho que eu não li direito! rs

    Não é o que tiver mais êxito, certo?

    Ou seja, não o que tiver melhores resultados como afirmam alguns. Não. NÃO É.

    Portanto, nem sempre aquele que vence mais é aquele que vai ser lembrado como o melhor.

    E sim quem tem mais repertório, que encanta mais, que faz mais winners (SIM GADO! por mais que vocês odeiem isso!), que bate melhor na bola, que tem mais classe, que tem mais público, enfim…

    Então eu vou repetir, para que fique bem marcado na cabeça do Gado Nelore, ou melhor, do gado “Nolere” (rs)

    FEDERER É O TÊNIS
    FEDERER É O TÊNIS
    FEDERER É O TÊNIS
    FEDERER É O TÊNIS!

    Ouviu bem isso, Danilo? FEDERER É O TÊNIS.

    Ouviram bem: Chetnik, Paulo F, William Rodrigues, etc? FEDERER É O TÊNIS.

    Assinado: Richard Gasquet!

    LINK:
    https://bolamarela.com.br/gasquet-e-o-debate-do-goat-nao-e-quem-tiver-mais-exito-o-tenis-e-roger-federer/

    Pronto!
    Reclamem agora com o Gasquet!

    1. Willian Rodrigues

      Grande Rodrigo!
      Acho fenomenal o esforço para obter respaldo aos seus argumentos!!
      MAS…
      Opinião de Richard Gasquet?Really?! Aquele mesmo que perdeu 100% dos seus jogos contra o Big 3 ??!!!
      KKKKKKKKK

      Acho que estou mudando de opinião agora: “Richard Gasquet é o tênis!”

    2. Vitor Hugo

      Exatamente, caro Rodrigo! Lembrando que Fognini disse exatamente a mesma coisa dias atrás: “Federer é o tênis “.

      Mas é claro que não existe uma verdade absoluta. Cada um que fique com sua opinião.

      1. Luiz Henrique

        “Mas é claro que não existe uma verdade absoluta. Cada um que fique com sua opinião.”

        Vitor Hugo evoluiu muito

        1. Chetnik

          Não tem evolução nenhuma, Luiz. Isso aí é a realização que ele já perdeu todos os fatores objetivos de discussão. Aí só resta o subjetivismo mesmo kkkkk.

          Essa gente muda tudo de acordo com a conveniência para o desaposentado. Vivem em função de adular e gritar ao mundo a natureza divina do imã alpino.

    3. Sandro

      O fracassado do Gasquet pode falar o que quiser, afinal de contas falar é fácil, proém, ‘SER MELHOR QUE O BIG 2″ é uqe é difícil!!
      O que vale são os fatos:
      – Já não existe há muito nem o BIG 3 e nem o BIG 4, pois Federer e Murray já eram… Atualmente só existe o BIG 2, NADAL e DJOKOVIC, que acabaram de fazer a GRANDE FINAL DE ROMA!!!
      – O Federer é sim o tênis que é freguês de Nadal e de Djokovic
      – Federer perdeu TODAS AS FINAIS DE WIMBLEDON CONTRA DJOKOVIC e TODAS AS FINAIS DE ROLAND GARROS contra NADAL
      – O Gasquet ou qualquer outro pode falr o que quiser, mas o fato é que o Federer é o FREGUÊS-MPR DO BIG 2!!!

      1. Vitor Hugo

        Guasquet fracassado?! Foi top 10, vários títulos, milionário…
        E vc, é um dos melhores da sua profissão!?
        Quem é o fracassado?

      2. Rodrigo S. Cruz

        Seja honesto para variar, meu caro.

        Todo mundo sabe que você nunca o chamaria de fracassado, caso ele tivesse elogiado o sérvio…

      1. Sérgio Ribeiro

        Quem tem que reclamar é o Sampras . Perdeu seu reinado para Federer , e Agassi que apanhou mais ainda fala exatamente o contrário rs. Você se agarra mesmo nisso né guri ? rs . Abs!

    4. Chetnik

      De não ter êxito o Gasquet entende bem!

      Normal que mais uma bailarina do tênis valorize mais perfumaria que o que verdadeiramente importa.

      Fraud, esse perdedor do Gasquet, Dimitrov, etc, esses caras são todos forma apenas. Djokovic e Nadal são essência.

  26. Marcelo Calmon

    Excelente os dados apresentados. E| de forma muito clara.
    Parabéns.
    Só registrando que será a primeira vez que teremos o teto retrátil em Rolanga !!
    abs

    Marcelo

  27. Marcio

    Dalcim, parabéns pelo blog, acompanho sempre mas é a primeira vez que escrevo. Você sabe se a bola desse ano vai ser a mesma do ano passado? Pois ela recebeu bastante reclamação na época. Abraços.

    1. José Nilton Dalcim

      Tudo legal, Márcio. Sim, será a mesma bola. A Wilson prometeu dar uma melhorada, mas havia condições de clima muito diferentes em 2020 por conta da drástica mudança de calendário. Agora, no período normal, mais seco e mais quente, a ideia é que a bola funcione melhor. Abs!

  28. Vitor Hugo

    3 x 1 contra Federer na Austrália… ok ok. Kkkk Mas desde que Rafa venceu Roger em 2009, vencendo seu único título em Melbourne, o suíço ergueu mais TRÊS troféus de slam na terra dos cangurus. Desde 2009, 3×1 Roger!
    Qual 3 x 1 Vale mais?!?! Kkkkk Aliás 6 x 1 para Federer na Austrália…

    1. Rodrigo S. Cruz

      Eu tinha tratado disto no meu post bloqueado.

      Impressionante a SABUJICE de querer ficar jogando pra torcida do Paulo F.

      Ao citar a vantagem do Nadal, na Austrália, ele faz questão de botar direitinho lá o placar: 3 x 1.

      Mas quando chega a vez de Wimbledon, onde é o Roger que tem 3 x 1, ele põe:

      ” Nadal tem vitória sobre o Federer lá”.

      rs rs

      Ou seja, já não é mais 3 x 1 pro Roger. É 1 x 3 pro Nadal.

      Mas depois, na mesma linha, ele diz sobre o US Open que: “só está 0 x 0 porque eles nunca se enfrentaram”.

      Ou seja, só faltou ele dizer:

      “está zero a zero PRO NADAL”.

      Parece o Capitão Cloroquina, né?

      ” eu não falei Polícia Federal, taokey?. Eu falei PF”.

      Pois é. Vai ver é isso – PF deve ser algo como PRATO FEITO.

      Hahahahá

    2. Luiz Henrique

      Vitor Hugo, então, não é emblemático que no slam que Nadal menos ganhou títulos, federer perca de 3×1 dele lá?
      Seria o mesmo que, por exemplo, tivesse um torneio de saibro que Nadal tivesse ganhado, digamos 12 vezes, Federer ganhado 2, e o h2h lá fosse 3×1 pro Federer.
      Seria, no mínimo, emblemático
      Como vc bem disse, é o slam em que Federer mais ganhou proporcionalmente em relação a Nadal, 6 pra 1 (wimbledon é 4 pra 1 proporcionalmente)

      1. Vitor Hugo

        A questão é, o que vale mais em slam, o título conquistado ou a Vitoria sobre o rival? Nadal ganhou de Federer em Melbourne mas depois perdeu pros outros …
        O que vale é levantar títulos!

      2. Vitor Hugo

        Não tem nem como argumentar que o espanhol é MELHOR que Roger em Melbourne, né?
        Não dá nem pra sua turminha falar em entressafra, pois depois que Rafa ganhou na Austrália, Federer ganhou mais três, e o espanhol, nenhum.

        1. Luiz Henrique

          Sim, de fato não tem como falar que Nadal é melhor que Federer no AO
          Mas da pra falar que mesmo sendo pior, ganhou dele 3 vezes lá em 4 jogos

        2. Luiz Henrique

          Vitor, só uma outra coisa tb, não me coloque nessa turma que fala de entressafra não
          Toda vez que eu falei essa palavra entressafra aqui, foi pra criticar
          Pra mim isso de entressafra é uma imbecilidade total
          Sou talvez o maior crítico aqui desse termo infeliz

    3. Luiz Henrique

      Ah, e de fato, desde o último AO que Nadal ganhou, Federer ganhou 3
      Mas não custa lembrar que desde o último USO do Federer, Nadal ganhou 4
      Desde o último WB do Nadal, Federer ganhou 2
      Desde o último RG do Federer, Nadal ganhou 9

      1. Vitor Hugo

        Federer venceu 5 anos seguidos o u.s open, e em pelo menos três torneios, Rafa estava na chave.
        E caso vc não saiba, à partir de 2008, as quadras ficaram mais lentas. Começou a padronização dos pisos. O que acabou favorecendo Nadal e Novak.

        1. Luiz Henrique

          Ué, e Federer não estava na chave nos anos que Nadal ganhou? kkkkk
          Sem problemas, de fato Nadal tb estava qdo Federer ganhou, oras
          As quadras ficaram mais lentas? HAHAHAHA
          Por isso que eu digo: se Nadal ganhar o tal do Finals uns 5 anos seguidos, num instante vão dizer que foi pq a quadra ficou lenta tb KKKKKK

          1. Luiz Henrique

            Aliás, no tempo que Nadal chegava todo ano na final em WB, e não chegava no USO, era WB que era lento e USO era rápido
            Bastou os resultados mudarem que inverteram a conversa fiada KKKK

      1. Bruno

        Paulo Google
        Mais uma asneira sua ,Nadal é um dos maiores de todos os tempos ,então na sua opinião,ele não deveria ter um título do AO ?

  29. Enoque

    O foco agora é em RG, mas, mesmo assim vou adiantar algumas alternativas na pontuação. Djoko tem agora 11.313 e mesmo que seja eliminado precocemente, perderá somente 600 e ficará com 10.713. O Nadal tem 9.630 e mesmo que ganhe, não acrescenta nada e ficaria a 1.083 do Djoko. Quem tem possibilidades matemáticas de assumir a liderança é o Medevdev, que tem 9.793 e não defende nada (10) em RG, com o vice seria número 1, com 10.983.
    Agora se o Djoko ganha e o Medevdev for eliminado cedo, ficaria com 12.113, Nadal com 8.630 e Medevdev em segundo com menos de 10.000, estaria a meio caminho de terminar o ano na liderança.

    1. José Nilton Dalcim

      Pode também haver um duelo direto entre Djokovic e Medvedev pelo número 1 numa final, mas isso parece algo difícil de acontecer do lado russo.

      1. Enoque

        Se o Medvedev for campeão chegará a 11.783, e se o djoko for vice não acrescenta nada e fica com os mesmos 11.313.

  30. Rodrigo S. Cruz

    Poxa né Dalcim!

    É o terceiro post meu, em menos de 24 horas que você deleta.

    Um participante me adjetivou, mas eu não respondi a ele de modo agressivo.

    Você mesmo viu!

    Mas isso daí eu nem liguei.

    Eu até DEIXEI PRA LÁ.

    O chato foi você bloquear os outros posts que eram só piadas…

    1. José Nilton Dalcim

      Enquanto você mantiver essa postura de copiar o trecho do comentário e abrir novo post, ao invés de responder no lugar correto, serei obrigado a isso, Rodrigo. Já pedi várias vezes para você mudar essa forma.

  31. Efraim Oliveira

    Uma reclamação/sugestão que deram aqui foi de mudar o local do espaço do comentário, sendo que este ficava após os comentários; só que aí, ao meu ver, surgiu outro problema: o de que querer ler os outros comentários primeiro e querer comentar depois, aí a pessoa tem de voltar tudo novamente. Ficou enfadonho da mesma forma, só que aí contrário. Minha sugestão é a seguinte: deixar uma tag #comentar após os comentários pra encaminhar a pessoa direto pra caixa de comentários.

    Só dando uma sugestão, porque eu preferia do outro jeito, mas acho que assim dá pra agradar a gregos e troianos rsrs.

    1. Thiago Silva

      Outra sugestão seria colocar duas caixas de comentários, uma em cima onde ele está e mais uma no final dos comentários onde era antes.

  32. Periferia

    Não haverá Paris

    Não existe voos entre Brasil e França.
    Vivemos num país perigoso…a “gripezinha” mata.
    O sonho de conhecer Paris está adiado.
    Gostaria de poder experimentar aqueles croissants no café da manhã.
    Andar nas ruas de Paris ouvindo um concerto para piano de Debussy.
    Sentar no banco da Place de La Concorde e folhear Flaubert.
    No almoço…havendo pão…presunto…queijo gruyère e um forno…sai um croque monsieur.
    Acompanhado de um vinho rosé…cerveja em Paris não combina…alguém pode se ofender.
    O almoço passou…hora de deixar os impressionistas encontra-lo…eles estão por toda parte…no Louvre…ou em um café com aquelas belas cadeiras na calçada.
    Não podemos descartar um passeio de barco pelo Sena…em um belo final de tarde.
    A noite…uma sopa de cebola no restaurante Au Pied de Cochon…mesmo no verão…é algo necessário.
    Ainda dá tempo de subir na Torre de Montparnasse.
    Do alto de seus 210 metros, é possível ver Paris toda iluminada…realmente…é a cidade luz.
    Vou ter que me virar por aqui mesmo….
    Paris deve ser magnífica….

    Au revoir

    1. José Eduardo Pessanha

      Olha, Perifa……estive na Europa em 2014. Passei alguns dias em Paris e achei a cidade muito parecida com Buenos Aires. Esperava mais. rsrs Olha, não sei se alguém aqui do Blog esteve em Salzburgo, na Áustria. Esse lugar é espetacular. Foi a melhor cidade que eu visitei nessa viagem. Disparado.
      Abs

      1. Periferia

        Olá Pessanha

        Gostaria de andar por Buenos Aires também.
        Ir conhecer o bairro da Recoleta…onde Borges morou em vários endereços.
        Ou o bairro de Agronomía onde ficava a casa do Cortázar…varias frase de Rayuela foi feita ali.
        Mas vou levar uma ruiva e uma morena para garantir a satisfação na estadia…rs

        Abs

    2. Filipe Fernandes

      Mon cher Peri, quanto tempo!

      Espero que você e seus queridos próximos estejam bem, incólumes.

      Recentemente, vivi um “Momento Lumière”: assisti ao bom filme “A Travessia”, de 2015, sobre a história real do equilibrista francês Philippe Petit, que realizou a impressionante façanha de atravessar, sobre um cabo de aço, de ponta a ponta, as duas torres gêmeas World Trade Center, em agosto de 74. Que audácia teve esse incrível artista! Seu feito foi tão inigualável que me levou a sentir um frio na barriga nas cenas em que ele, finalmente, realiza sua travessia.

      Mesmo sem ter visto este filme no cinema quando do seu lançamento, tive, ainda que pela tela da TV, um pequeno “Momento Lumière”, advindo das sensações inesperadas que a performance de Petit me propiciou (e que me fez imaginar o que deve ter sentido quem teve a sorte de vê-lo em 3D, numa sala de cinema – certamente deve ter se segurado bem firme na poltrona).

      Como sabemos, os irmãos Lumière deixaram os ilustres e primeiros expectadores da Sétima Arte estupefatos e atônitos quando estes, nas primeiras sessões “cinematográficas” de que se sabe, se depararam com uma filmagem de um trem em movimento numa estação, saindo afugentados da exibição. “Lumière”, em francês, significa “luz”, e que feliz coincidência o invento desses irmãos debutar justamente na Cidade da Luz – a mesma descrita de forma tão apaixonante em seu comentário, meu caro.

      Godard estava, em grande parte, certo quando uma vez disse que o cinema “é a fraude mais bela do mundo”, essa magnífica obra do ser humano situada entre a vida e a arte.

      Sete abraços artísticos, caro Peri, desejo-lhe saúde. E também aos caros partícipes deste Blog único.

      1. Periferia

        Olá Filipe

        Bom ve-lo por aqui….

        Realmente o filme em 3D deve ser uma experiência exuberante.
        Existe o documentário de James Marsh de 2008…com o título de O Equilibrista.
        Inclusive ganhou o Oscar no ano seguinte como melhor documentário.
        Os irmãos Lumière (Auguste e Louis) tiveram a contribuição do pai para desbravar o mundo das imagens.
        Antoine Lumière…pai deles…assistiu uma apresentação de um cinetoscópio de Thomas Edison…em Paris.
        O aparelho era uma espécie de projetor…funcionava com outro aparelho o cinetógrafo (captava imagens).
        Ele levou a ideia para os filhos…que criaram uma máquina que poderia filmar e projetar ao mesmo tempo.
        Assim nasceu o cinematógrafo.
        Realmente o povo correu pensando que o trem estava entrando na sala de exibição.

        Abs….

        1. Filipe Fernandes

          Meu caro Péripherie,

          Sim, após ver o filme, soube deste documentário, que é muito elogiado por sinal. Em todo caso, fico agradecido pela dica.

          E saber um pouco como surgiu o cinematógrafo – o cinema em si – é fascinante, a mistura engenho + curiosidade dessa família foi a centelha para uma inestimável arte – que muitos de nós apreciamos.

          Um grande abraço, meu caro, ótima semana.

      1. Periferia

        Na próximo….vc vai me encontrar tomando um café por lá…aqui não tem orgulho….deixo vc pagar Paulinho…rs

        Abs

        1. Paulo Almeida

          Se quiser, lhe dou uma aula sobre fonética francesa e o uso do pronome “y”, pra começar.

          A sua inveja já está ficando embaraçosa.

  33. Mauro Berna

    Dalcim

    No facebook foi transmitida a final da champions league neste sábado .

    Queia saber se há algum site que transmita o torneio de RG on line gratuitamente .mas não me lembro agora.

    Um abraço

    1. José Nilton Dalcim

      Existem sites que mostram jogos gratuitamente, mas nenhum é oficial ou possui efetivamente os direitos para isso, Mauro. Quem poderia mostrar algumas quadras alternativas era o BandSports, mas até agora não houve comunicado sobre isso.

  34. Willian Rodrigues

    Afirmar que “Djokovic tem chance zero de vencer em Rolland Garros”, como escreveu um colega aqui do blog, é tão descabido quanto seria dizer que Federer teria chances nulas em Wimbledon no ano de 2019.
    A derrota na final de RG em 2020 foi sim acachapante, mas, o sérvio atingiu a final jogando muito bem nas partidas anteriores.
    Não dá para duvidar de forma alguma! Até porque, a final de Roma não me pareceu tão fácil assim para o Touro…
    Ou muito me engano, ou o sérvio tirou um set do espanhol (6 x1).
    Aguardemos…

    1. Gabriel

      Nadal jogou mal a final de Roma, não esteve com o fh na paralela calibrado, e mesmo assim o sérvio perdeu. Se calibrar, o milongueiro não tem chances

      1. Willian Rodrigues

        Prezado Gabriel, é muito interessante o fato de usar a conjunção condicional “SE” …
        No caso, nós nolistas também poderíamos aplicá-la:
        – SE Djokovic não tivesse ficado em quadra por mais de 7 horas, contra aproximadamente 2 horas do Nadal, considerando-se as 48 horas que antecederam a finalíssima…
        – SE o sérvio tivesse aberto mão mais precocemente da estratégia de fazer 253 drop-shots em cada game… Ações foram mais equilibradas no 3º set…
        – SE em 2012 não tivesse chuviscado e Nadal corrido para os vestiários após perder 8 games consecutivos naquela final de RG…
        – SE Federer tivesse conseguido um ace no 40 x 15 de WB 2019…

        SIMPLESMENTE NÃO CABE ESSE TIPO DE PONDERAÇÃO!! O “se” valeria pra ambos, não é verdade?

        1. Luiz Henrique

          Meu brother, a final de 2012 era pra ter sido interrompida antes do Djokovic ganhar aqueles games seguidos.
          O correto seria: se não tivessem continuado o jogo de modo absurdo no 3º set, Nadal ganharia 3×0

          E faltou acrescentar a patifaria que fizeram em WB 2018 de jogar com o teto fechado. Jogaram indoor, Nadal foi brutalmente prejudicado, e sem motivo.
          Nadal foi um gentleman só de entrar em quadra pra jogar aquele jogo
          Talvez o correto fosse mandar um comunicado ao torneio para darem logo a taça a djokovic

  35. Bruno

    Segundo um pseudo intelectual aqui do blog ,Federer já nasceu goat ,ao desdenhar a conquista de Wimbledon 2003,comprova a sua falta de inteligência.

    1. Paulo Almeida

      Esse acusou forte o fato do Belgradão ter sido parecido com o título em cima do Filipuça.

      P.S.: acho que você não chegará à condição de pseudointelectual nem se nascer de novo, kkkkk.

  36. Joathan Santos

    Apenas uma correção Dalcim: Djokovic, Serena e Navratilova são os únicos a vencer Slam em três décadas consecutivas, já que o RG 2020 de Nadal faz parte da década de 10 (2011-2020). Portanto ele venceu em duas décadas, e tenta em Paris o primeiro título dele nesta década (2021-2030).

  37. Paulo Almeida

    Para comemorar o poderoso Belgradão, fui de “The Thieving Magpie” do Marillion, álbum duplo ao vivo com Fish nos vocais. Sugar Mice é uma das mais belas canções já produzidas!

    1. lEvI sIlvA

      Estou pra escutar um ao vivo tão bem gravado e tocado, quanto este aí, P.A….! Chega ser inacreditável, que logo após esse álbum, Fish ou Derek W. Dick seria convidado a sair da banda…
      Cuide-se por aí, Paulo, sempre…!!!

  38. Luiz Henrique

    ” Nadal, Djoko, Serena e Navratilova são os profissionais a vencer Slam em três décadas consecutivas.”

    Na verdade não, pq não existe década 2010-2019 e 2020-2029
    O correto é 2011 a 2020, 2021 a 2030

    Nadal vai ter ganhado em 3 décadas caso vença agora

    1. Éverton

      Uma década são 10 anos. Não existe convenção histórica para década como existe para século e milênio. Posso considerar 1995 a 2004 como uma década (matematicamente correto), mas o que mais se tem (mesmo não convencionalmente) como década é começando do zero. Década de 90 (1990 a 1999), década de 80 (1980 a 1989) e assim por diante. Enquanto não houver um martelo histórico (que desconheço), não é errado considerar o que mais se convencionou ao longo dos anos. Foi assim que sempre vi e é assim que ainda entendo como década.

  39. Fernando Vinicius

    Assim como o Djoko, o Federer também tem chance de se tornar o único profissional com dois troféus em cada Slam.
    Se ele está na chave, ele tem chance rsrs

    Kerber tem chances de completar o carreer slam.

    Mas nos dois casos, será uma tremenda surpresa se vier a acontecer.

  40. Marcilio Aguiar

    Dalcim, apesar da possibilidade ínfima, vale o registro que o Federer também está em busca de completar o segundo SLAM nos 4 torneios.

  41. Miguel BsB

    Dalcim, vc citou Djokovic, mas faltou dizer que Federer tb pode ser o único a ter 2 ou mais troféus em todos os Slams…
    Muito difícil, mas teoricamente, existe a possibilidade.

  42. Vitor Hugo

    Dois pontos importantes:

    – Não creio que ninguém da atual geração vai conseguir vencer pelo menos 2 vezes cada slam, pois Nadal tem chances zero na Austrália, assim como Novak e Federer tem chances zero em Paris, a não ser q uma zebra aconteça.
    – Federer e Novak são os únicos a ter pelo menos 70 vitórias em cada slam. Nadal tem 50. Os números do baloeiro são inflados pelo barro.

    Aliás Federer é o único tenista na história a ter pelo menos 5 títulos em 3 slam diferentes, o que mostra que ele é o tenista com maior capacidade em jogar bem em ambientes e slam diferentes.
    Por essas e outras é o GOAT, MAIOR E MELHOR DISPARADO DE TODOS OS TEMPOS!

  43. Nattan Labatto

    São números e fatos estupendos de se ler antes da 54a edição de Roland Garros. Se o meu tenista favorito vencer ganhando de Federer nas quartas e de Nadal nas semis, algo que já fez em sets diretos em 2015, poderá bater no peito feito King Kong e afirmar que levou mais um título PARRUDO!

    Dos fatos recentes o que me preocupa é a instabilidade (justificável) da Lenda Suíça em seu retorno, tomara que ajuste o quanto antes o seu jogo, pois merece demais terminar a sua carreira em alto nível e quiçá lavando um 21° Slam na grama sagrada.

    Agora, dos fatos que causam vergonha alheia, asco e desesperança é a decisão sorrateira do STF em anula a delação premiada de Sergio Cabral. O ponto alto do circo foi o voto do Toffoli atuando em juízo próprio… VERGONHA, nação!!!

  44. Bruno

    Sérgio Ribeiro ,
    Segundo um participante do blog,é melhor ter 3 a 1 sobre o Federer e 1 campeonato a ter 6 conquistas?
    Uma coisa ,aquele rapaz tem razão aqui é mesmo diversão garantida.

    1. Sérgio Ribeiro

      Não tenha dúvidas, caro Bruno. Um baba o ovo do outro e realmente acabam se transformando diariamente em diversão garantida rs. Quando o sujeito já bem coroa insiste que o h2h supera as grandes Conquistas, Federer possui 6 SLAM a 1 no AOPEN, nota-se que deste Esporte não manjam absolutamente nada … rs . Abs!

      1. Paulo F.

        Que coisa né? Um hexacampeão do torneio leva um 3×1 de um monocampeão do mesmo torneio. Vassalo ridículo.

    2. Willian Rodrigues

      Talvez os amigos não tenham entendido o mote:

      A comparação está no fato de Federer NUNCA ter derrotado Nadal em Rolland Garros, ao passo que o espanhol já o fez nas quadras hard da Austrália, território do Federer… Oooooops! Território do Djokovic! Rrrrss…

      NESSE CONTEXTO, apenas em uma comparação direta com Nadal, sem envolver outros rivais, achomesmo que esse 3 x 1 seja mais importante que as 6 conquistas.

      Saudações!!

      1. Sérgio Ribeiro

        Não acredito que li isto rs . Tá de brincadeira meu caro. Nos dois 3 x 1 com Nadal , contra e a favor , não dá pra comparar um Hexacampeonato no AOPEN e um Octacampeonato em WIMBLEDON com h2h . Borg perdeu as quatro FINAIS que fez no USOPEN, duas pra Connors e duas pro BigMac , não existe alguém que conheça o Esporte que não coloque o Sueco a frente dos Norte-americanos. Na boa , vocês além de fanáticos acompanham outro Esporte rs . Abs!

Comentários fechados.