Vida dura em Roma
Por José Nilton Dalcim
12 de maio de 2021 às 18:21

Começou quente o mais importante preparativo para Roland Garros. Novak Djokovic, Rafael Nadal, Dominic Thiem, Stefanos Tsitsipas e Andrey Rublev tiveram de jogar muito sério para não se complicarem na estreia, enquanto Daniil Medvedev, Diego Schwartzman e David Goffin sequer chegaram nas oitavas. Favorecido por encarar um adversário de menor gabarito, só mesmo Alexander Zverev teve dia tranquilo.

E isso não foi privilégio da chave masculina. O complemento da segunda rodada do WTA viu Naomi Osaka, Serena Williams e Petra Kvitova derrotadas, Simona Halep sofrer triste contusão que deve tirá-la de Paris e viradas suadas da bicampeã Elina Svitolina e Garbiñe Muguruza. Nesse agito todo, Ashleigh Barty e Aryna Sabalenka avançaram, dando a impressão que quem vencer as quartas pode muito bem ir a mais uma final.

Nadal e Jannik Sinner fizeram talvez o jogo mais aguardado deste início de Masters 1000 italiano e o duelo correspondeu, com enorme empenho dos dois jogadores e um placar consideravelmente apertado, ainda mais se avaliarmos que o garoto italiano sacou duas vezes com quebra à frente no set inicial e depois fez 3/1 e 4/2 na série seguinte. Mas o tempo todo Sinner pareceu mais confortável na devolução do que no saque e seu jogo atrevido encarou sempre a notável capacidade defensiva e de contragolpe do veterano espanhol.

Com apenas 9 erros nesse intenso primeiro set e com 25 winners ao final do jogo, Nadal fez sua melhor apresentação da temporada de saibro porque precisou de suas melhores qualidades para manter Sinner sob algum controle. É fato que o saque ainda é um problema. O nove vezes campeão de Roma ganhou com apenas 49% de acerto de primeiro saque, que teve média de 185 km/h. Fará duelo de canhotos contra Denis Shapovalov e espera-se o reencontro com Zverev nas quartas. O alemão economizou energia e enfrenta Kei Nishikori.

O retorno de Djoko agradou, ainda que o mau tempo tenha embaralhado a partida contra Taylor Fritz. O sérvio sacou para fechar no que seria um bom 6/3 e 6/4, mas se apressou por conta da chuva iminente e se irritou tanto que descontou no juiz. Pediu com louvor desculpa ao árbitro na volta à quadra e conseguiu evitar o terceiro set. Se mantiver o padrão da estreia, terá pouco trabalho com Alejandro Davidovich e aí virá um desafio bem mais interessante contra Tsitsipas ou Matteo Berrettini. Observe-se no entanto que Berrettini fez 11 jogos nos últimos 22 dias.

Thiem ficou bem perto da derrota frente ao bom Marton Fucsovics. E por isso gostei muito de sua atitude na parte mental, encontrando bolas de grande risco e precisão diante do aperto. O austríaco está instável, isso é evidente, e talvez vitórias duras assim ajudem. Não pode vacilar contra Lorenzo Sonego e, se passar, terá um desafio e tanto diante de Andrey Rublev ou Roberto Bautista. O russo está à beira de um ataque de nervos, talvez por conta do calendário excessivo que pratica, e o veterano espanhol foi muito bem diante de Cristian Garin.

O quadrante que tinha Medvedev – está do lado de Nadal – perdeu também Schwartzman e Goffin, o que transforma essa vaga para a semi completamente aberta. Felix Aliassime enfim marcou a grande vitória na companhia do tio Toni e seria especial se ele encarasse Rafa na penúltima rodada. Para isso, terá de superar o canhoto Federico Delbonis e depois aguardar Aslan Karatsev ou Reilly Opelka. Não sei o que esperar desse jogo num saibro, ainda mais se estiver lento, mas depois de ganhar de Djokovic em Belgrado imagino que Karatsev tenha favoritismo para ir lá longe.

Pesos diferentes no feminino
A chave feminina ficou capenga, ou seja, agora muito forte na parte superior. Além do provável reencontro entre Barty e Sabalenka, estão na concorrência pela vaga na final quem passar do ótimo duelo entre Svitolina e Muguruza, cuja vencedora deve encarar Iga Swiatek em seguida. O histórico positivo da ucraniana em Roma é relevante.

No lado inferior, sete das oito classificadas sequer figuram entre as cabeças de chave. Essa exclusividade pertence à tcheca Karolina Pliskova, campeã de 2019 e vice do ano passado. Sua próxima adversária é a veterana Vera Zvonareva, que conseguiu a incrível façanha diante de Kvitova, 17 anos depois de ter chegado na semi de Roma em sua estreia. Quem vencer, pega um nome bem cotado no saibro: Angelique Kerber ou Jelena Ostapenko.

É preciso no entanto ficar de olho no jogo entre Nadia Podoroska e Petra Martic. A argentina fez uma exibição muito boa diante de uma esforçada Serena e o saibro é sua praia máxima. Jessica Pegula se aproveitou das intensas oscilações de Osaka, vendo o primeiro set escapar várias vezes entre os dedos, e terá de ser muito consistente diante de Ekaterina Alexandrova.


Comentários
  1. Emerson Nogueira

    E si Dalcim o Zvrrev ganhou não assistir você falou que ele tava cansado O canhoto de Msllotca será campeão você não escita o Paulo Cleto.e RG deu 60 por cento para o Espanhol vc está bem?

  2. Paulo F.

    Djokovic nas quartas de Roma.
    Nadal também?

    E Dominic Thiem, o segundo melhor saibrista, segundo Vitor Hugo?

    Cadê você, Dominic Thiem?
    Que nunca mais apareceu aqui.
    E não voltou para fazer o Vitor Hugo sorrir.
    E nem ligou.

        1. José Nilton Dalcim

          Puxa, Sandra, é só pesquisar o currículo dele. Ele tem dois em Madri, um em Roma e um no Canadá.

  3. Vitor Hugo

    Entre Lula e Bolsonaro, Lula! Se só tiver as duas opções pra escolher.
    Entre um corrupto e um corrupto débil mental, fico com o corrupto.

    1. Sérgio Ribeiro

      Sem essa , Vitor . Um dos dois não vai ao segundo Turno no próximo ano. Essa pode anotar e me cobrar. E a terceira via somente vai se lançar em março… Abs!

    2. Enoque

      O cara tem a coragem de dizer que fica com o corrupto. Esse é o eterno problema no Brasil. O cara escolhe o seu preferido, como se fosse um time de futebol onde o gol roubado é mais gostoso, desde que seja pro meu time. Entre um maluco e um corrupto, deveria pensar numa terceira alternativa.

  4. Paulo Almeida

    E foi um passeio do rei do tênis hoje contra o Foquinha, que nem ousou sacar por baixo, enquanto o rei do saibro levou na bacia das almas. Shapo é uma ameba na hora de fechar, me lembrando muito um certo jogador.

    E amanhã infelizmente teremos duas semifinais antecipadas como previsto, com todo respeito aos demais.

  5. Luiz Fernando

    O “ursinho” do nosso amigo Pessanha apanha de todo mundo e tem MP contra Rafa, vai entender. Claro q segundo a matéria do site pode ter jogado muito, mas me parece q até prova em contrário foi Nadal q jogou de menos. A má fase técnica persiste…

  6. Luis

    Oi Dalcim, o Nadal esta jogando abaixo ou os adversários melhoraram muito ou um pouco dos dois? Que aperto do espanhol hoje, só ganhou porque não largou o osso. Achei que o Shapalov foi muito agressivo e isso deu certo. Foi um jogão. Mas queria saber o que você acha, se da para ele chegar bem no final da temporada de saibro. Obrigado

    1. José Nilton Dalcim

      Vou escrever mais tarde sobre o jogo, Luís, mas é evidente que o Nadal está abrindo brechas que antes não se vi, e tudo começa pelo saque que está mais lento do que era. Shapovalov ‘montou’ nas devoluções, foi uma tática muito bem aplicada. Rafa é incrível na forma com que acha soluções para os problemas em quadra, mas sem dúvida isso deve estar custando para sua parte física e mental. Abs!

      1. João Carlos

        Media de 178km de 1o serv… Sacando assim n tem como n passar dificuldades… Dalcin se possivel comente no proximo post q aquela lesao das costas ainda incomoda..

      2. Luis

        Oi Dalcim, outra coisa que me chamou a atenção é a “facilidade” dos adversários baterem uma paralela nas bolas do Nadal, isso era bem mais raro de acontecer. Por que você acha que isso esta acontecendo? As bolas estão mais curtas, com menos ângulo ou efeito?

  7. Luiz Fabriciano

    Mais uma vez o Shapovalov não soube faturar o jogo. Que pena!
    Pena não porque torci pela derrota do Nadal, mas porque o canadense não aprendeu a controlar sua ansiedade ainda.
    Teve dois match-points no 12º game do terceiro set. No primeiro, cometeu um erro não forçado jogando longe da linha de base a bolinha. No segundo, uma madeirada, no melhor estilo …
    No tie-break, depois de vencer o primeiro ponto, foi um festival de erros, que Nadal apenas administrou para fechar o jogo.
    A propósito Mestre Dalcim, o Youzhny deixou o canadense? Aquele chinês na arquibancada é seu novo treinador?
    Grande abraço.

  8. Rodrigo S. Cruz

    [Paulo F.]

    “Federer nunca mais derrota o Djokovic no saibro.
    Pode sonhar”.

    A questão é que você tem “zero de base” para afirmar isso, cara. Zero!
    Só implicância babaquinha de hater mesmo…
    Porque o slice do Federer incomoda sim o Djoko, especialmente no saibro. Vide o que o Evans fez.
    E no saibro, o suíço já derrotou o sérvio também. Inclusive em melhor de 5 sets…

    Mas também, né?

    Vou esperar o que de um cara que compara Federer ao Medvedev, nessa superfície?

    Querer racionalidade de você é como querer que o Djokovic não berre com boleiros…

    rs rs

    1. Paulo F.

      Medevedev não é considerado o maior gênio da história do tênis.
      E como é pífio, ridículo, vergonhoso, desprezível e pequeno o currículo de Federer no saibro por toda a aura que o suíço possui de O jogador da história do tênis, por isso a comparação.

      1. José Nilton Dalcim

        Por favor, Paulo… Currículo do Federer no saibro é desprezível e vergonhoso? Você tem certeza de que está falando de tênis?

      2. Sérgio Ribeiro

        Obrigado, meu caro Dalcim. O rapaz ainda não foi informado que o Suíço fez 5 FINAIS em RG e e’ o terceiro maior vencedor de partidas no mesmo a duas de Novak. Além de possuir 6 MASTERS 1000 com direito a dois pra cima do Touro. Difícil manter um diálogo em alto nível com alguém tão repetitivo em falácias. Abs!

  9. Marcão

    Não sei se Nadal teve contato com kryptonita ou se relaxou na dieta do espinafre, mas que não está jogando nem 50% do que pode, ah não está. Evidente que o peso do tempo vergou aquela defesa inexpugnável, que ele agora chega um pentelhésimo atrasado nas bolas e que nunca se sentiu à vontade tendo que ganhar o ponto, porém, o fato novo é que a insegurança parece ter firmado parceria com seu jogo. O saque não anda, os erros bobos se acumulam, a mão treme feito gelatina, a bunda lustra como nunca os patrocinadores. Não, definitivamente não. Sofrer contra Sha(de camomila)povalov no saibrão lento de Roma foi demais. Sei que é perigoso apostar contra as lendas nos grandes eventos, mas dois para um para vencer Roland Garros é um absurdo pelo que Nadal vem jogando. Não, não e não. Desta vez, ou recupero o Chevette que o malvado Djokovic me levou na Austrália ou transformo o patrocinador deste luxuriante blog em museu do automóvel.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Concordo!

      E eu falei a mesma coisa num comentário abaixo.

      O Nadal está jogando menos sim…

      Tudo ainda pode mudar quando ele chegar à Paris.

      Mas se ele mantiver esse nível atual, eu não acho que ele será o campeão…

  10. Luiz Henrique

    Esse confronto entre Djokovic e Tsitsipas vai ser interessante, Tsitsipas talvez seja o principal candidato a terminar o ano como nº 1. Djoko tem uma chance de atrapalhar isso nesse jogo.
    Queria até fazer uma observação: Djoko andou dizendo que o ranking não importava mais porque já tinha o recorde de semanas.
    Ele tem que ter cuidado com isso, porque era exatamente o que Federer e seus torcedores achavam 11 anos atrás, que ninguém passaria seu número de semanas.
    Talvez se Federer imaginasse, poderia ter se esforçado mais pra atrapalhar o Djokovic, não sei, não tenho como saber
    Mas Djokovic pode tirar o pé hoje e esse recorde cair mais cedo do que ele imagina, assim como foi com o Federer e o próprio Sampras
    E se Tsitsipas pegar isso e ficar 8 anos? Parece ridículo, mas quem falasse no começo de 2011 que Djoko passaria o número de semanas de Federer tb seria taxado de ridículo

    1. Jonas

      Federer até tentou, Luiz. Foi número 1 por pouco tempo em 2012, retornando ao posto em fevereiro de 2018.

      Só que o Djoko retornou à boa forma na metade daquele ano, vencendo três Slams em sequência. Assim fica difícil segurar.

      Federer até que aproveitou muito bem a “baixa” do Djoko, vencendo três Slams entre 2017-2018.

    2. Paulo Almeida

      Cara, os principais rivais do Djokovic não vão tirar esse recorde dele mais e qualquer novato vai demorar longos anos para isso, se é que vai conseguir. Ele está certo: quer prolongar a carreira e para isso não deve mais jogar todos os torneios, pois assim evitará lesões ou desgastes desnecessários.

      Quanto ao Tsitsipas, não é melhor nem do que Zverev e Medvedev ainda. No geral, ainda não vejo ninguém capaz de despontar e dominar a liderança do ranking de maneira duradoura depois que o GOAT a deixar.

      Abs.

  11. Rodrigo S. Cruz

    E para variar, o Shapovalov de novo perde para ele mesmo!

    Vou dizer uma coisa – é claro que o Nadal cresce muito quando chega Roland Garros.

    E por isso mesmo, longe de mim fazer análise precipitada.

    No entanto, eu estou achando o Nadal um pouco mais “ganhável” no saibro do que outrora.

    Hoje sobreviveu ao Shapovalov tendo que salvar matchpoints, e foi dominado em alguns momentos…

    Quanto ao canadense, não dá para perdoar mais, ele é simplesmente PATÉTICO na a parte mental.

    Muito instável…

    Em um dado momento joga um tênis de alto nível e constrói a vantagem, e no outro, já sai totalmente do jogo!

    1. Rodrigo S. Cruz

      1. Não acho. Sou mais o mental do Encosto…

      2. Hoje, foi o mental do Shapovalov que deu a vitória ao Nadal, e não o contrário.

  12. Rafael Azevedo

    Assim como na final de Barcelona, o Nadal conseguiu vencer um adversário que estava jogando melhor do que ele. Impressionante, a raça desse espanhol…

    Foi um belo jogo, mas o Tie Break foi horrível! Shapovalov amarelou legal no fim da partida e errou tudo.

    Lamento pelo canadense que jogou uma barbaridade, mas vibro pela possibilidade de um reencontro entre Nadal e Zverev nas quartas.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Pela madrugada.

      Vocês fazem uma leitura ufanista demais…

      Não teve essa raça toda, não.

      O Shapovalov é que danou a errar em todos os pontos importantes…

      1. Rafael Azevedo

        Vc está se resumindo aos 2 match points e aos tie-break.
        E as reviravoltas no 4×0 do primeiro set, 3×0 no segundo, 3×1 no terceiro?

      2. Luiz Fabriciano

        Concordo plenamente.
        O canadense jogou fora os dois match-points que teve no saque do espanhol.

  13. Luiz Fernando

    Datafolha publica hj q Lula tem 41% dos votos, creio q talvez em alguns presídios Brasil afora deva ter por aí mesmo, colega tem q ser prestigiado. Não custa lembrar q este mesmo instituto divulgou uns meses antes da eleição da 2018 q o Bozo perderia de todos no segundo turno e o cara quase venceu no primeiro, credibilidade passa longe desses caras…

    1. José Nilton Dalcim

      Desculpe, mas essa é uma das maiores falácias que costumo ouvir/ler. O Datafolha deu CLARAMENTE a vitória do Bolsonaro em primeiro turno em suas pesquisas, jamais houve essa história. É só jogar no Google. Abs!

      1. Luiz Fernando

        É o q está escrito acima q talvez vc não tenha lido c cuidado. No primeiro turno todas as pesquisas davam o cara em primeiro, mas nas simulações de segundo até um tempo antes do primeiro turno diziam sim q perderia no segundo turno p quase todos os principais adversários.

        1. José Nilton Dalcim

          Pois é, pesquisas flutuam. Eu te mandei um link de outra logo depois.. ANTES do primeiro turno, registrando a subida do que seria vencedor.

          1. Luiz Fernando

            Então ambos estamos certos e sem falácias maiores, concorda? Temos q ter cuidado c alguns termos postados. Ab.

      2. Sérgio Ribeiro

        Me lembro perfeitamente , Dalcim. Em nenhum momento o Capitão apareceu como um possível derrotado no segundo Turno pelo Instituto. Só que ano que vem acredito que finalmente ele vai aparecer… Abs!

        1. José Nilton Dalcim

          Errado. Veja o link que mandei ao Luiz. Pesquisa de ANTES do primeiro turno já dando a previsão de mudança do quadro. ANTES do primeiro turno, ressaltarei mais uma vez.

          1. Sérgio Ribeiro

            Certo : Acredito que não leste com a devida atenção o que Postei. Para mim está bem claro que Bolsonaro não aparecia com chances de derrota . Abs!

      3. Gildokson

        É Dalcim, estamos vivendo na tal era da fake news mesmo, e o pior é que reproduzem com total certeza. Hoje no meu trabalho um companheiro meu debochou dessa pesquisa dizendo a mesma coisa para mim sobre 2018 kkkkk

  14. Barocos

    Djokovic é uma pessoa passional e é óbvio que eu desaprovo que despeje toda a sua tensão acumulada em outras pessoas, mas acho aceitável que ele o faça nas raquetes (e olha que ele paga uma boa grana pelo encordoamento personalizado de cada uma), me parece, ele é o tipo de pessoa que precisa de uma válvula de escape quando o estresse supera um certo limite. Isto já aconteceu em diversos jogos, quando era nítido o seu incômodo, e quando voltou a jogar bem após piti.

    O sérvio, em sua cabeça, é um homem com uma missão: quebrar todos os recordes do esporte que ele ama. Ele sabe que a sua meta ainda é alcançável e que cada revés torna mais difícil concretizar o seu objetivo, daí todo o seu descontentamento quando as coisas fogem de controle.

    Seu próximo jogo deve ser um ótimo teste, o jovem Tsitsipas vem jogando cada vez melhor.

    Ajde, Nole !

    1. Marcelo Costa

      Bad boys são a essência, por mais atitude nas quadras, o julgamento comum serve de combustível, torço pelo 21 com muitas raquetes quebradas.

  15. Luis Nogueira

    Djokovic é papai da nextgen e jogou demais hoje, que surra!!

    Partida dura contra o grego amanhã, mas independente do resultado, o sérvio chega forte em Roland Garros, pois é o GOAT com muita folga.

    Enquanto escrevo, Nadal vai sendo varrido de quadra por Shapovalov, que fase do espanhol!!

    1. Sérgio Ribeiro

      E pra variar escreveu bobagem . O fã do Federer já coloca o Tetra Vice como favorito desta vez ???? rsrsrs. Abs!

  16. DANILO AFONSO

    DALCIM, pesquisando o retrospecto do Djokovic no Master 1000 de Roma, descobri, após a vitória recente sobre o Fokina, que o sérvio alcançou a DÉCIMA QUINTA quartas de final seguida no torneio.

    Desde a sua primeira aparição em Roma, em 2007, o sérvio garante essa fase na competição. Nem mesmo o eneacampeão do torneio, NADAL, possui essa regularidade, já que em 2008 foi eliminado na estréia (R32) para o compatriota Ferrero.

    Caso Djokovic vença o grego, atingirá outra estatística impressionante no saibro romano: a oitava SEMIFINAL seguida (desde 2014) no torneio.

    Se nós não soubéssemos do ótimo aproveitamento do sérvio nos pisos hard e grama, diríamos, sem dúvida, que Djokovic seria um tenista saibrista de carteirinha.

    1. Jonas

      Se o Ronildo acompanhasse tênis em 2008, certamente teria aposentado o espanhol após a precoce eliminação, rs. E olha só o que Nadal aprontou naquele ano..

  17. Ronildo

    Como o domínio do Big 3 já acabou, embora a pontuação esteja mascarando, tomara que o Tsitsipas e o Zverev fiquem de lado opostos na chave. Seria muita injustiça os dois fazerem uma semifinal ou uma quartas de final. O ideal seria cada um pegar Nadal ou Djokovic na semifinal para depois fazerem a grande final entre eles.

    1. Alessandro Siqueira

      Não sei em que base você sustenta de forma repetida que o ranking mascara alguma coisa. Dalcim já falou e qualquer pessoa de bom senso consegue fazer a conta. Gostando ou não, Djokovic está e estaria como #1 no ranking de entradas, mesmo com o descarte regular dos pontos. Está em terceiro na corrida para Milão, mas jogando 2 Masters 1000 a menos que o Tsitsipas e Rublev.

    2. Paulo F.

      Estamos vendo do quanto está acabando.
      Mas nós, nolistas e nadalistas, agradecemos os pés-frios teus e do Pessanha e as professias às avessas de ambos!

      1. Ronildo

        Opa! Você me deu a senha!
        Vou começar a torcer desesperadamente pelo Djokovic agora!

        Amanhã veremos a bela vitória do Djokovic em cima do Tsitsipas 🥳

  18. Ronildo

    Uma pena a Halep ter se contudido. Tomara que se recupere em tempo para RG.

    A final de RG entre Ostapenko e Halep foi o exemplo clássico de uma final entre o(a) melhor tenista, mas com muita cobrança e expectativa de vencer versus outro(a) tenista totalmente livre de pressão.

  19. Luiz Fernando

    Assisti o final da partida do Rafa ontem e vi melhoras como comentado pelo Dalcim, exceto pelo serviço, que não tem machucado ninguém. Fisicamente está excelente, algo q pra ele é fundamental. Grande chance de se encontrar novamente com Zverev amanhã…

  20. Paulo F.

    Bom, pelo JOGO que Djoko mostrou contra Sinner e agora contra Fokina no saibro, ele continua sendo um bom favorito em RG, Dalcim?

    1. José Nilton Dalcim

      Com certeza. Ele e Nadal continuam os mais cotados. E talvez nem mesmo derrota dos dois seja suficiente para mudar isso.

  21. Vitor Hugo

    Olha, Danilo, quem morde fronha ou não pega nada faz tempo, realmente não gostou do que eu escrevi sobre minha vida pessoal! Kkkkk Não sei o seu caso..

    Sobre Zverev x Rafa, se acontecer, com certeza HOJE e em Roma, eu dou 70% x 30 pro alemão… Fosse em RG seria o inverso

    1. DANILO AFONSO

      Vitor, eu estou fora das duas opções. Sou casado….kkk

      Estava apenas dando uma zoadinha. Segue o jogo…

  22. Sérgio Ribeiro

    Como previmos MEDVEDEV seria grande ZEBRA no Saibro. E dificilmente não será em RG . E cravamos que o Touro mesmo perdendo os MASTERS chegaria favorito em Paris . Gostei muito de sua atuação contra SINNER devido o Italiano já mostrar 30 % do que pode aos 19. Tivemos alguns lances de tirar o fôlego. Caso perca pra Sasha , nada muda , a meu ver . E Novak parece que não joga mais nenhum Torneio por prazer . Exceto os SLAM . Pra quem ficou tanto tempo de férias está demasiadamente irritadiço. Quando penso em alguém da Nova Geração na FINAL de Roland Garros , para alegria da Kombi , é no lugar do Sérvio . E de preferência que seja eliminado bem antes pelo Craque Suíço kkkkkkkkkkkk . Abs!

    1. Paulo F.

      Federer nunca mais derrota o Djokovic no saibro.
      Pode sonhar.
      Mas eu entendo, é a amargura de não entender (ou de ter de engolir goela abaixo à força) de como o Djokovic é tão bom e tão vencedor.

      1. Sérgio Ribeiro

        Não é somente não assistir e não gostar do Esporte . Seus comentários comprovam que és um fanático. Simples assim . Abs!

  23. Luis Nogueira

    Sérgio Ribeiro,

    comparar vitória sobre Nadal em Roland Garros com ATP Finals só pode ser brincadeira. Nadal nunca venceu ATP Finals e raramente conseguiu se apresentar bem.

    Surpresa nenhuma o mediano Soderling ter batido o espanhol.

    1. Sérgio Ribeiro

      Tu chamas de “ mediano “ um TOP 4 do Mundo que retornou a FINAL de RG no ano seguinte batendo Federer ? . No boa , e aindas cometes a babaquice de se apresentar no Blog como “ Sou torcedor fanático do Federer “ … Essa tua escrita com outro Nick já e’ bem conhecida. Nos poupe … Abs!

  24. Antônio Luiz Júnior

    Chega a ser irônico ver MEDVEDEV ser cabeça 2 em RG. Karatsev simplesmente passou o rodo no seu compatriota russo. É impressionante como ele fica desconfortável no saibro. Mas, este é o regulamento e tem que ser respeitado. Sinner joga melhor a cada dia e obviamente aos 19 anos de idade muitos estão cobrando coisas injustificadas. O menino já é simplesmente 17° do mundo, e jogando muito tênis. Não é nenhuma vergonha perder para Nadal no saibro, tendo jogado muito bem, e num jogo muito equilibrado.

    1. Sérgio Ribeiro

      Onde assino, caro Antônio ?. JANNIK SINNER na idade de Sasha ninguém segura . O problema é que a maioria aqui além de não assistir o Esporte , não gosta do mesmo. Comentam após os resultados ( salvo exceções) , são apenas fanáticos que adoram “ goats “ . E nem sabem o significado da palavra num Esporte individual de grande precisão. Imaginam mesmo que um possível jogador , mais eficiente , estará a frente da representatividade de outro como um todo. Poucos colocam Margaret Court a frente de MARTINA NAVRATILOVA . Mesmo com seus 23 x 18 em número de SLAM… Abs!

      1. Sérgio Ribeiro

        Correção: 24 x 18. Pra muitos Serena e a Senhora Agassi , 23 x 22 , também estão atrás a nível de “ goat “ , de Martina. Abs!

        1. José Eduardo Pessanha

          Graf é melhor do que Martina. E muito melhor do que Serena. E Seles seria melhor do que as três juntas se não sofresse aquele atentado.
          Abs

          1. Sérgio Ribeiro

            E ‘ seu direito pensar assim. As irmãs Willians jamais tomaram conhecimento do Serviço de Seles . A arrasavam com as devoluções de dentro da quadra . 1 x 9 e 1 x 5 . O atentado é uma desculpa que não cola. Ela retornou com apenas 23 anos e vencendo de cara o AOPEN 1996 . Problema de peso e nos pés , foram a causa maior de Seles ficar pra trás . Abs!

          2. Marcelo Costa

            Graf tinha mais recursos que Martina, mas só, o poder de decisão a força o jogo de rede, títulos em tudo que é formato, simples, duplas e mistas. E as rivalidades da época, era coisa incrível hoje o sérvio grita e vem a turba enfurecida suíça esbravejar não tenho por hábito mas hoje tá muito xato sabe, muito “suíço” o tênis sobra talento falta garra.
            Mcenrroe corre aqui, traz de volta o escárnio do esporte.

        2. Marcelo Costa

          Olha só!!! Estou de pleno acordo Martina é a maior de todas disparado, vou fazer uma provocação no tênis brazuca Maria Esther é rainha onde Guga é um príncipe.
          Já viu o documentário unmatched? Sobre a rivalidade de Martina e evert? Os jovens fãs dos goats, acham que rivalidade é só Nadal e Federer.

          1. Sérgio Ribeiro

            Cara da’ um tempo que está ficando chato . Sabes que Novak e Federer são fregueses de Nadal apenas no Saibro com 7 x 17 e 2 x 14 respectivamente. Nas outras superfícies o Touro não vence desde 2013 e 2015 respectivamente. Vais repetir estas asneiras até quando ??? . Abs!

    2. Luiz Fabriciano

      Na verdade, perder para Nadal no saibro tem o mesmo peso que um goleiro que não defendeu um penalty. A obrigação é toda do batedor de converte-lo em gol.

  25. DANILO AFONSO

    Como é interessante e belo assistir os jogos no saibro. O deslizar na quadra é muito legal de assistir e também de praticar como amador.
    Em razão da menor contundência do saque na superfície, nos deparamos com muitas quebras e reviravoltas no jogo. É um show de ralis de por o “coração na boca”. O piso exige não apenas um condicionamento físico afiado, como também um força mental maior para encarar a montanha russa de emoções que o saibro propicia.

    No geral os pontos são “mais construídos”, exigindo que o tenista tenha mais paciência, sagacidade e consistência nos golpes básicos para levar os pontos, pois não são todas marretadas que resultarão em winners. É um jogo de xadrez, onde muitas vezes é necessário pensar golpe a golpe, balançado o adversário até achar um brecha para matar o ponto. E como os winners acontecem em menor quantidade, a torcida valoriza muito quando a ousadia é eficiente.

    A subida à rede tem que ser bem planejada, com approach precisos para não levar inúmeras passadas, haja vista que o adversário tem mais tempo para preparar o golpe.

    E é no saibro que nos deliciamos com uma enxurrada de drop shot (deixadinha), talvez, o golpe mais bonito do tênis. Também é neste piso que vemos muitos slices de direita ala Nadal (hoje ele deu um show neste golpe).

    E pensar que alguns desvalorizam e até depreciam o saibro, apelidando-o de laje e outros nomes negativos.

    Saudações Tenísticas !!!

    1. Sérgio Ribeiro

      Discordo em gênero, número e grau , caro Danilo . A previsibilidade levou o Saibro a colocar quase 30 SLAM na mão de apenas DOIS jogadores ( BORG e NADAL) . E poucos sabem dar deixadinhas entre rallis sonolentos que vocês estatísticos afirmam que o público adora rs . Até nosso GUGA não passou de Quartas em outras superfícies nos SLAM. Me diga um só golpe que Roger Federer não aplique nos outros SLAM que não faça em RG ? . Te convido pra assistir a Semi 2011 em Paris contra Novak Djokovic em que foram usados todos os fundamentos do Esporte . Com direito até muito Saque-Voleio que pra vocês da “geração padronizada” é um horror rs. Repetindo, assistas pra recordar BEST ATP SHOTS PETE SAMPRAS e percebas a reação de espanto da plateia com todos os fundamentos sendo praticados com GENIALIDADE. Abs!

      1. Sérgio Ribeiro

        Ps . E o Manezinho tinha a alcunha de o “ Surfista do Saibro “ . Além de praticar muito bem o Surf , deslizava como poucos no Saibro. Sem contar suas excepcionais deixadindas que revolucionou a maneira de jogar nesta superfície. Em vez de inúmeras trocas , WINNERS de Backhand na paralela de deixar o público em êxtase… Abs!

      2. Manu

        O Danilo nem falou do federer. E vc já vem defendendo o federer. O colega Apenas destacou as características de uma partida no saibro. E eu gostei muito.
        Vc discorda em gênero, número e grau só porque ele é nolista então vc “tem que” discordar dele. E tb discordou porqye vc prefere um jogo diferente, mais ofensivo e rápido, mas no saibro é bem como o Danilo descreveu.

        1. Sérgio Ribeiro

          Federer foi citado por ter recursos pra apresentar um altíssimo nível em qualquer piso . Simples assim. Cinco FINAIS apenas no Saibro de RG . E o terceiro maior vencedor de partidas em Paris da Era Profissional. Abs!

      3. Rafael Azevedo

        Na verdade, é o contrário…
        Há um tempo atrás o Dalcim fez uma lista dos maiores de todos os tempos em cada piso. Surpreendia o fato de que, no saibro, havia vários tenistas com apenas 1 Slam no piso. Isso ocorreu, por causa da imprevisibilidade do saibro. Cada ano, um tenista diferente vence. Até o Sampras tem Master 1000 no saibro.
        Nos outros pisos, foi diferente. O Nadal e o Murray, por exemplo, ficaram de fora da lista da grama, mesmo tendo 2 Slams lá, cada um (e o Murray tem olimpíadas no piso). Isso ocorreu porque os torneios nesses pisos são vencidos por um número menor de atletas. Logo, é mais previsível!
        Quanto mais rápida a quadra, mais fácil de um atleta se dar bem apenas tendo um bom saque.
        O saibro é mais democrático. Todos têm chances lá (Inclusive o Sampras).

        O Nadal é um caso à parte. Um ponto fora da curva. Na época do seu domínio, e só nessa época, o saibro se tornou previsível. E a previsão era: Nadal campeão!

        1. Sérgio Ribeiro

          Então me cite quantos jogadores com apenas bom saque venceram os outros TRÊS SLAM ? . Lendl cansou de afirmar que trocava seus 3 de RG por apenas 1 em WIMBLEDON . Abs!

      4. DANILO AFONSO

        Discordo veemente da sua discordância, caro Sérgio. O seu saudosismo do enfadonho e massante saque-voleio te faz ignorar a beleza do jogo no saibro. Tu tens que praticar mais no saibro de Cabo Frio/RJ para mudar essa visão reduzida do tênis…kkk

        Você critica a previsibildiade em RG, destacando o domínio do Borg e Nadal. Eu citei no meu texto acima, entre outras coisas, que o jogador necessita ter no saibro uma consistência, paciência e força mental absurda. E este último atributo é talvez o principal segredo do sucesso do BORG e NADAL. Duas fortalezas que suportavam como ninguém a exigência mental que o saibro requer. Eu considero, cada um no seu estilo, os jogadores mais frios da história.

        Sérgio, onde você leu eu falando que os golpes executados no saibro não são empregados nos outros pisos ??
        Falei apenas que os drop shots e slice de direita são utilizados mais no saibro do que nos outros pisos, até porque a bola “flutua” menos.

        Eu não citei FEDERER ou outro jogador específico. Fiz uma abordagem geral. Mas já que você citou um tenista, vou falar do sérvio. Este aplica muito mais deixadinhas no saibro. Alguém duvida disso ? É só ver a quantidade de vezes que utilizou no ano passado em Roma e RG.
        Você me recomendou assistir a semifnal entre Federer x Djokovic em RG 2011. Já assisti muitas vezes esse jogão. Te recomendo assistir a revanche em 2012. O sérvio deu um show para cima do suíço.

        Saudações Tenísticas !!

        1. Sérgio Ribeiro

          Visão reduzida, meu caro ?. Posso te garantir que aí em Rondônia como aqui em Cabo Frio ( região dos Lagos ) , possui tanto Saibro quanto quadra dura. Eu juro que sem maldade ao ver teu goat exagerando nas deixadinhas a lá Federer no Saibro, irias arrumar um jeito de colocar que TODOS os Tenistas as utilizam. Realmente o parceiro desconhece as variações de golpes deste Esporte maravilhoso. Quando falas em saudosismo devido a Sampras , te garanto que do Big 3 , somente o Suíço executa TODOS os golpes com perfeição que o Back Simples permite . Inclusive no Saibro . Abs!

    2. Luiz Fabriciano

      Além de dizer que nivela a qualidade do tenista por baixo.
      Aqui em meu mundinho, sempre opto por jogar em uma quadra de cimento, porque na verdade, não aprendi a fazer o principal: deslizar.
      Também não gosto da sujeira que a quadra gera, mas seu relato é bem como penso. Tem que ter muita habilidade para se tornar vitorioso nesse piso.
      Grande abraço.

      1. Miguel BsB

        Gosto muito de jogar nos dois pisos, mas, em regra, jogo mais no saibro.
        A longo prazo, o saibro é mais suave para as articulações, principalmente os joelhos…(se meus joelhos não doessem mais…rs).
        Deslizar no saibro não é fácil, principalmente para amadores, poucos sabem fazê-lo corretamente.
        Agora, a questão do pó é realmente um problema. Só jogo com roupas escuras, meias pretas e munhequeiras escuras…
        Como afirmam praticamente todos os técnicos e especialistas do esporte, aprende-se a jogar melhor no saibro, pois é necessário mais domínio dos golpes, inteligência tática e resiliência física e mental.

        1. Sérgio Ribeiro

          Joga- se mais fácil , Miguel. Quero ver o mesmo na Grama. Você precisa se agachar o tempo todo pra desespero do ” Rei do Saibro ” rs . Abs!

  26. Mauricio AW

    Grande duelo da chave do Nadal vai ser nas quartas. Quem passar aí vai ter tranquilidade na semi e tem tudo pra chegar inteiro na final. Já Djocko deverá ter um adversário dificílimo nas quartas e a depender da condição física do Thiem, uma semi dura também. Rublev pode ser um bom desafio também.

  27. Sandra

    Dalcim , sei que você nem vai comentar , mas vou tecer um comentário, nunca vi Nadal perder e sair do sério, mas em Madri quando perdeu do Zverev colocou a mão na cintura, tipo muito danado da vida , Djokovic , certo ou errado foi para cima do árbitro soltando gotículas ,sorte que o árbitro já desceu da cadeira com a mascara ! E Federer só pensa naquilo ( Wimblendon) será que vamos ver o final do big 3 no final do ano ? Tenho sérias dúvidas que Federer não leva Wimblendon, temos que rir para não chorar

    1. José Nilton Dalcim

      Olha, uma única vez em vi Nadal ameaçar jogar a raquete. Foi o máximo de sua frustração.

      1. Cassio Carvalho

        Lembra em que jogo, Dalcim? Ou é muito pedir? Sandra, “a mão na cintura” do Nadal com o Zverev foi na dupla falta em el tiebrake, não!? Era um ponto importantíssimo que ele falhou con um ENF, se mal me lembro.

        1. José Nilton Dalcim

          Puxa, não conseguiria me lembrar. Só lembro que o Eusébio também percebeu e comentou.

          1. Luiz Henrique

            Eu me lembro de uma vez Dalcim: na final de WB 2008 Nadal tinha 5 a 2 naquele famoso tiebreak. Logo após ficar 5×4, ele ameaçou jogar a raquete no chão, mas se controlou, kkk

      2. Sandra

        Não foi no mesmo dia em que eu vi ? O que estou falando foi qdo ele perdeu semana passada em Madri , vc está falando de quando ?

  28. Ruy Machado

    Boa noite, Dalcim! Assisti quase que o jogo todo do Nadal e, realmente, o saque continua devendo. Em teoria, passa pelo Shapovalov. Mas o caldo engrossa se o Zverev passar pelo Nishikori (o que deve acontecer). Vai precisar de todos os recursos possíveis, inspiração e do saque mais contundente…

  29. Edgard Upinho

    Creio que o jovem italiano é um jogador sólido e que certamente terá sucesso no saibro. Precisa aperfeiçoar alguns golpes e melhorar no aspecto mental. sobre o touro, ainda sofre ao sacar muito provavelmente em virtude da mudança do saque , mas já começou a mostrar quem é o cara no saibro. Acho que ele irá embalar nesse masters e chegará forte em RG, pois favorito no barro francês ele sempre será enquanto estiver competindo. Djokovic que precisa abrir os olhos porque o grego já provou que tem tênis pra vencê-lo tb no saibro.

  30. Rodrigo S. Cruz

    [Luiz Fabriciano]

    “Preciso passar pano em nada não Rodrigo.
    Não vi o jogo, mas se tudo que falas é apenas esse videozinho postado por você em outro comentário, putz!
    Nadal já até vetou juiz de atuar em seus jogos…
    Seu favorito – São Roger Federer – já fez isso também, mas não vi nenhum dos dois, publicamente pedir desculpas.
    Big Mac já teceu elogios à mãe de um juiz certa vez. Hoje é admirado, lembrando e respeitado por todos os que vejo comentar sobre tênis”.

    Aham, sei… rs rs

    A propósito, nobre Luiz.

    Pare de fazer isso daqui:

    https://cdn.meutimao.com.br/_upload/forumtopico/2021/01/28/meme.jpg

      1. Rodrigo S. Cruz

        Se você clicou no link, você sabe sim do que se trata. rs rs

        Em relação ao teu post, eu já disse isso para outro colega, mas não me custa repetir:

        a discricionariedade de quotar, em parte ou em todo, o que vou comentar é exclusivamente minha.

        Abs.

  31. André Rodrigues

    Achei que o forehand do Nadal andou e machucou bastante, também da postura dado o número de winners, concorda Dalcim?

    1. José Nilton Dalcim

      O forehand dele é essencial no seu plano de jogo e hoje realmente funcionou muito na paralela. Esse é um bom sinal para o espanhol, denota confiança.

  32. Rafael Azevedo

    Como disse o Borocos no outro post: “deixem os especialista falar”!

    Além da análise perfeita sobre toda a rodada, julgou o caso Djokovic” com imparcialidade.

    Os haters do sérvio chamaram o atleta de “mal caráter”, “nunca será com a dupla FeDal” e etc.

    Os amantes de Novak se preocuparam em justificar a sua atitude, dizer que ele é perseguido e até em culpar o juiz…

    Dalcim criticou a atitude do sérvio, apresentou as razões (pressa por causa da chuva e frustração) e elogiou o pedido de perdão. Perfeito!

    1. Luiz Fabriciano

      Mas o pedido de perdão não vale nada, já foi esquecido.
      O que vale é a pressão na pergunta: até que horas vamos jogar na chuva?

      1. Rodrigo S. Cruz

        Mas esse é o problema, Luiz.

        Ele pede desculpas sempre.

        Só que depois ele vai e faz tudo de novo!

        Ele BERROU com o árbitro de cadeira, por algo pequeno.

        O que custa você reprovar essa conduta?

  33. Rodrigo S. Cruz

    Rapaz, a CPI da Covid hoje foi imperdível.

    O Fabio Wajngarten MENTIU sistematicamente durante toda a sessão.

    E é sem número os senadores que o humilharam em público.

    Mas ele foi desmascarado em diversos momentos, a ponto de um áudio dele, enviado pela revista Veja mostrar a mentira!

    Que vergonha!

    Fabiano Contarato, um dos senadores da comissão exigiu que ele saísse de lá PRESO.

    Mas a ideia acabou rechaçada pelo presidente Omar Aziz…

    E por fim, para ter completar a cereja do bolo, o criminoso Flávio Bolsonaro chamou o outro criminoso Renan Calheiros de “vagabundo” e mandou ele se foder… kkkkkkkk

    Essa comissão é para se assistir com uma tigela de PIPOCA na mão!

    1. Luiz Henrique

      Tá divertido mesmo Rodrigo kkk
      Mas olha, embora o depoente de hoje seja cara de pau…eu não acho que fosse pra prender
      Tem muita pergunta genérica demais pra se fazer pra uma testemunha
      “ah, o que o senhor acha disso, o senhor acha que as falas de bolsonaro geraram mortes?”, esse é só um exemplo de pergunta que vi outro dia
      Acho que esse tipo de pergunta não é pergunta a se fazer a uma testemunha, afinal quem tem que chegar a conclusão sobre isso são os próprios senadores
      Deveria se perguntar só sobre fatos
      O bom de hoje foi essa questão da demora a responder sobre vacina da Pfizer né?
      Isso foi últil
      Mas muita pergunta vejo como inútil, e embora o cara tenha sido meio cara de pau pra responder, eu não acho que se deveria chegar a uma prisão

      1. Rodrigo S. Cruz

        Então, Luiz.

        Só que a própria lei prevê pena de reclusão de 2 a 4 anos e multa para quem mente em Comissão Parlamentar de Inquérito.

        Mas como aqui no Brasil existe essa LENIÊNCIA absurda com quem infringe as leis, o presidente da comissão recuou…

        Se fosse eu no lugar do Aziz, eu votaria pela prisão sim.

        Porque o Fábio Wajngarten era da SECOM, ou seja, responsável pela propaganda do governo.

        E nós sabemos o quanto a propaganda negacionista do Bolsonaro contribuiu para os óbitos.

        Portanto, o secretário exerceu um papel de notória cumplicidade nesse morticínio…

        Abs.

    2. José Eduardo Pessanha

      Como sempre falo, amigo Rodrigo, é tudo um grande teatro. 99% dos políticos são amigos e riem MUITO da nossa cara depois dessas sessões.
      Abs

      1. Miguel BsB

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
        Pô meu camarada, não queima o filme do meu nome assim não!
        E parem de falar sobre política, seus comunas petralhas bolivarianos!
        Vão pra Cuba!

      2. Rodrigo S. Cruz

        Só gente TONTA, limitada, e de mente binária supõe que qualquer crítico do governo seja petista ou comunista!

        Do mesmo jeito que eu sempre apontei a sujeira da gestão petista, eu também aponto a bolsonarista.

        Só os alienados é que não entenderam ainda que ambos se limpam na sujeira do outro…

  34. Paulo Almeida

    Sinner deu mais trabalho pro Nadal do que pro Djoko, apesar de ainda continuar muito unidimensional, ao passo que Medvedev continua estragando as chaves no saibro, de sorte que poderemos ter dois confrontos típicos de final já nas quartas. O bom é que pelo menos o GOAT garantiu o número 1 até o fim de RG, ou seja, mais 4 semaninhas na conta. Se der a lógica, o russo cairá cedo na França também.

      1. Paulo Almeida

        Pois é, Dalcim…

        Será bom para o torneio se principalmente Zverev ou Tsitsipas caírem no quadrante do russo.

        1. José Nilton Dalcim

          Será terrível se Nadal cair na chave do Djokovic. Medvedev deveria pedir ‘rebaixamento’ rsrs

      2. Roberto Rocha

        Caramba! Vai cair fora rapidinho e abrir uma cratera no seu quadrante, o que favorecerá o avanço de algum pangaré!!!!

Comentários fechados.