As façanhas em disputa em 2021
Por José Nilton Dalcim
13 de dezembro de 2020 às 12:18

A pandemia causou evidente frustração na temporada 2020. Com calendário encurtado, até mesmo Wimbledon acabou cancelado, além de os Masters terem sido reduzidos de nove para três. Isso também forçou a ATP a congelar o ranking por cinco meses e depois determinar que não houvesse defesa de pontos num vasto período de 24 meses.

Ainda que o primeiro trimestre do próximo calendário esteja comprometido, espera-se que a temporada 2021 seja bem mais recheada de torneios, principalmente os de maior peso, e assim vale darmos um resumo dos mais importantes feitos que aguardam os principais tenistas:

Novak Djokovic
– Em contagem regressiva até 8 de março, irá superar Federer em total de semanas na ponta (310).
– Com 17 títulos de Slam, tem missão possível mas difícil de empatar com os 20 de Federer e Nadal ou, mais improvável ainda, superá-los.
– Dono de 27 finais de Slam, pode igualar as 28 de Rafa e empatar com as 31 de Federer.
– Apenas mais quatro vitórias e será segundo homem a atingir 300 em Slam (Federer já tem 362).
– Eventual bi em Roland Garros o tornará único profissional com ao menos dois troféus em cada Slam.
– Busca repetir Agassi como únicos a ter todos os Slam, Finals, Davis e título olímpico de simples.
– Se derrotar 10 adversários de nível top 10 a mais que Federer, assume o recorde no quesito (224 a 215).
– Tenta igualar os seis títulos de Finals de Federer.
– Pode se tornar único com sete temporadas encerradas como número 1.
– Faltam US$ 4,6 milhões para se tornar o primeiro com US$ 150 mi de prêmios oficiais na carreira.

Rafael Nadal
– Tenta se tornar o recordista de Slam pela primeira vez desde que vença um a mais que Federer.
– Eventual bi na Austrália o tornará único profissional com ao menos dois troféus em cada Slam.
– Precisa de três finais de Slam para igualar as 31 do recordista Federer.
– Com 20 jogos feitos de Slam a menos que Djokovic (321), tem pequena chance de ir ao segundo lugar.
– Se vencer 15 jogos de Slam a mais que Djokovic (296), assume segundo lugar em vitórias.
– Com 18 vitórias, chegará a 300 em Slam. Federer tem 362 e Djokovic, 296.
– Busca repetir Murray como únicos bicampeões olímpicos de simples da história.
– Ao disputar 40 jogos, irá superar Nastase e Vilas e assume quarto lugar na Era Profissional.
– Precisa de dois troféus e duas finais de Masters a mais que Djokovic (36 e 52) para reassumir liderança.
– Busca repetir Agassi como únicos a ter todos os Slam, Davis, título olímpico de simples e Finals
– Pode se tornar terceiro com seis temporadas encerradas como número 1, igualando Sampras e Djokovic.

Roger Federer
– Luta para recuperar a hegemonia nos troféus de Slam desde que vença um a mais que Nadal.
– Com 79 Slam disputados, pode ser segundo tenista a atingir 80 e igualar Venus.
– Eventual bi em Roland Garros o tornará único profissional com ao menos dois troféus em cada Slam.
– Pode se tornar único com cinco Jogos Olímpicos disputados em simples.
– Busca repetir Agassi como únicos a ter todos os Slam, Finals, Davis e título olímpico de simples.
– Tenta ser primeiro hexa no US Open.
– Precisa de seis títulos, sete finais, 44 jogos e 32 vitórias para igualar recordes de Connors (109, 164, 1.557 e 1.274)
– Pode se tornar terceiro com seis temporadas encerradas como número 1, igualando Sampras e Djokovic.

Serena Williams
– Falta um título de Slam para igualar Court (24) e uma final para alcançar Evert (34).
– Em caso de mais um Slam, será a segunda mais velha a erguer um troféu, atrás de Molla Mallory (42 anos).
– Se vencer dois jogos em Wimbledon, será única tenista com ao menos 100 vitórias em dois Slam diferentes.
– Empatada com 4 ouros olímpicos com a irmã Venus, busca bi de simples e tetra de duplas.
– Ao disputar duas finais, será sétima profissional a ter ao menos 100 decisões na carreira.
– Faltam 10 partidas para chegar à 1.000ª na carreira e 57 vitórias para tirar o terceiro lugar de Graf (900).
– Com mais US$ 6,4 milhões, será a primeira mulher e a quarta tenista no geral a atingir US$ 100 mi de premiação oficial.
– Se conquistar título a partir de maio, será a mais velha campeã da Era Profissional, superando os 39 anos e 7 meses de Billie Jean.
– Soma 17 vitórias sobre uma número 1 do ranking e está atrás somente das 18 de Navratilova.

Outros
– Se Murray ganhar 13 jogos de Slam, igualará os 203 de Sampras e subirá ao sétimo lugar no quesito.
– Murray precisa ganhar 2 jogos a mais do que Federer nas Olimpíadas para assumir recorde (13).
– Sinner, que terá 20 anos e 2 meses em novembro de 2021, é o único entre os top 100 que pode quebrar o recorde de Hewitt e se tornar o mais jovem número 1 da história.
– Faltam nove vitórias para Venus igualar Graf em Slam (278) e dividir o quarto lugar.
– Com mais 19, Venus será segunda com 500 triunfos no piso duro atrás de Serena (527).
– Empatada com 4 ouros olímpicos com a irmã, Venus busca bi de simples e tetra de duplas.
– Se vencer na Austrália, Coco Gauff será segunda mais jovem campeã de Slam da Era Aberta, atrás de Hingis e Seles.
– Kuznetsova é a única entre as top 40 que pode quebrar recorde de Serena como mais velha campeã de um Slam profissional.

20 anos de Guga
Na comemoração dos 20 anos de Guga como número 1 do mundo, Paulo Cleto decidiu recolocar à venda seu famoso super livro sobre as conquistas de Kuerten em Roland Garros: “Uma História de Amor”. A luxuosa edição está esgotada há tempos nas livrarias. O custo é de R$ 150 reais, além do frete de envio. Quem estiver interessado, contate o email marcia.tenis@uol.com.br.


Comentários
  1. Felipe

    Djoko ruma as 310 semanas na liderança. Conquistando o recorde que na minha opinião é o mais importante de todos (mais que os slams), pois reflete o tempo de domínio total sobre os outro jogadores. Recorde que que o monstro do Federer tem mantido com merecimento.

  2. Rafael

    Para os detratores de Djokovic e seu jogo “feio, sem técnica e derrubador de ibope”, a opinião de um certo tenista, que aparenta pensar um pouco diferente desses comentaristas. (Destaquei em maiúsculas certas palavras).

    Fonte: tenisbuzz.net

    “É obvio que Novak pode jogar extremamente bem em TODAS as superfícies,” ele disse à ATP, de acordo com o Tennishead. “Ele sempre apresenta um certo nível de jogo, extremamente ALTO, de modo que para vencê-lo VOCÊ TEM QUE ESTAR NO SEU MELHOR. “Ele se movimenta muito bem e eu tenho uma coordenação muito boa, então o jogo dá uma boa combinação quando nos enfrentamos.”
    (…)
    “Acredito que as rivalidades são super importantes no esporte, penso que elas popularizam o jogo. “Penso que você sempre precisa de alguém com quem você possa ter uma BOA rivalidade. Comigo e Djokovic, bem, GRAÇAS A DEUS que nós tivemos essa rivalidade … acho que tiramos O MELHOR um do outro.”

    O jogador que proferiu essas palavras, quem é?

    Dica: Começa com Roger e termina com Federer.

    Bom domingo a todos.

  3. Thiago Silva

    Tem um aqui que sempre menciona esses 3 míseros Masters que o Rafa ganhou na quadra dura em 4 anos pra fingir que o Federer não tinha vida mansa nas quadras duras, mas nunca menciona que no período da entressafra o Rafa nunca passava das quartas nos slams.

    1. Sérgio Ribeiro

      Não dá pra concordar com essa bravata , caro Thiago. A maioria das vezes que Rafa Nadal caiu cedo nos SLAM até 2008 , foi exatamente para essa turma que você insiste em chamar de “ entressafra “ . Acho que já és bem grandinho pra perceber que os cabeças 1 e 2 a partir de 2005 não se enfrentavam cedo nem nos MATERS 1000 e nem nos SLAM . Em Miami 2004 deu Nadal e em 2005 deu Federer em 5 Sets . Nos outros ele caiu pra Hewitt , Gonzales , Roddick e CIA o que não era nada demais . Abs!

      1. Thiago Silva

        Isso só confirma o que eu já falei várias vezes, Rafa era fraco nos slams de quadras duras, tanto que perdia pra esses tenistas medianos, agora vá ver quantas vezes ele perdeu pra esses jogadores que você citou em slam depois de se tornar número 1: nenhuma.

  4. Filipe Fernandes

    Caro Rodrigo S. Cruz, bom dia.

    Fiquei uma semana sem acessar o Blog, e voltei ontem.

    Logo, li as mensagens abaixo e não pude deixar de notar, principalmente, você relatando a perda da sua mãe, do ente mais querido da sua vida. A aflição e a impotência pelas quais passou ao acompanhá-la.

    Expresso meus sentimentos, Rodrigo.

    É um acontecimento que nos deixa sem palavras, daqueles decisivos em nossa vida, que nos fazem pensar francamente em nossa finitude, no valor que damos a nossa existência.

    Mas eu queria desejar profundamente forças para você e sua família, meu caro, e desejar também que as lembranças dos momentos de convivência, das lições adquiridas, do mais belo amor compartilhado possam permanecer em vocês.

    Fique bem e seguro, Rodrigo. Desejo o mesmo a todos do Blog.

    Um grande abraço.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Oi Filipe.

      Obrigado pela tua empatia.

      Pois é, eu fui mais um a viver esse drama.

      E da mesma forma incontáveis famílias mundo afora…

      E digo – nunca passei por nada pior do que isso.

      Abs.

  5. Luiz Fernando

    Dalcim nessa entressafra (kkk) de tênis gostaria de desejar a vc e a sua sua família, bem como a todos os participantes do blog um feliz natal e um ano novo pleno de paz, saude, prosperidade e… vacinas…

    1. José Nilton Dalcim

      Vacinas!! Com certeza, serão necessárias para termos um 2021 um pouco mais normal. Obrigado e a você e família também, Luiz!

  6. Sérgio Ribeiro

    E Rafa Nadal vai treinar 7 dias consecutivos para o AOPEN 2021 com … SINNER . Novak que abra o olho rs . E curiosa a declaração do Espanhol ( Fonte : Bola Amarela ) depois de perder uma invencibilidade histórica de 81 partidas no Saibro em Hamburgo 2007 para seu eterno freguês Suíço por 2 x 6 , 6x 2 , 6 x 0 . “ Ao final do encontro pedi a Roger sua camisa . Essa vai pro meu museu “ . O Rei do Saibro mal sabia que estava diante daquele que seria junto com o Sérvio seu brinquedo predileto em Paris rs… Abs!

  7. DANILO AFONSO

    Nobres, como é emocionante e bela a cerimônia de premiação de ROLAND GARROS. É o que tem o protocolo mais especial entre os Slams.

    Revi nos últimos dias alguns campeões do torneio.

    A combinação de palco elevado com o hino nacional do campeão torna a cerimônia incomparável.

    Dalcim, sabe me informar desde que ano que o torneio francês introduziu na cerinônia o hino nacional do campeão ?? E o palco desde quando ??
    Outro Slam já chegou a tocar o hino nacional em algum ano ??

    1. José Nilton Dalcim

      Não tenho isso anotado, Danilo, mas o primeiro título do Guga em 1997 já foi com pequeno palco, não? Quanto ao hino, é algo bem mais recente e jamais vi isso em qualquer outro Slam.

    1. Maurício Luís *

      Quem estiver sem tempo, ao menos veja o que ele diz no minuto 1:40: quantas pessoas morreram por causa de uma fake news. Mas o vídeo todo é muito útil.

  8. Luiz Henrique

    O tempo que o blog ficou fora do ar foi punição de hackers pelo excesso de uso da palavra “arfassertne” (agora resolvi escrever ao contrário para não dar azar)

  9. Oswaldo E. Aranha

    Num momento de complacência, quero enviar um abraço e votos de Boas Festas e Feliz Ano Novo, inicialmente para o Dalcim, que nos propicia este espaço, para os participantes do blog, afetos, maioria, presentes e ausentes, especialmente a Gabi, como também para os desafetos, minoria, inclusive o Nando.

    1. José Nilton Dalcim

      Obrigado, Aranha! Que possamos todos ter festas de fim de ano cuidadosas e saudáveis, aguardando um 2021 muito cheio de alegrias e tênis. Abração!

  10. Luis Alves

    Oi Dalcim, já parou para pensar na possibilidade do Federer não jogar mais?
    Recentemente ao receber um prêmio, ele mesmo declarou que seria uma bela maneira de encerrar a carreira ou algo assim.
    Acha possível que ele não jogue mais?

    1. José Nilton Dalcim

      Não acho que foi exatamente isso o que ele declarou, mas sem dúvida há essa possibilidade. De qualquer forma, mesmo que ele não jogue no Australian Open, ainda terá tempo de tentar Miami ou ir direto para a temporada de grama, saltando o saibro.

  11. DANILO AFONSO

    Que bom que o Blog voltou a funcionar.

    Dalcim o que houve com o Blog que ficou vários dias sem acesso ?? Problema com o servidor ou outro incidemte ??

  12. Thiago Silva

    Se eu fosse infantil, ignorasse os números concretos e apelasse pra tal da “subjetividade” que favorece meu tenista favorito ia apontar a temporada de 2010 como a maior da história, já que o Rafa ganhou slams nos 3 pisos, coisa que nenhum outro fez.

    1. Sérgio Ribeiro

      Outra besteira , caríssimo não infantil. Rod Laver ganhou os 4 SLAM na mesma temporada em 69 . O que inclui o Saibro de RG . Tudo já dentro da Era Profissional. Só falta agora o rapaz dizer que era entressafra pois não eram 4 pisos diferentes kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Abs!

        1. Paulo F.

          Na época de Laver só exitiam dois tipos de pisos (saibro e grama)
          Alguém está precisando saber mais sobre o esporte.
          rsrsrsrs abs!

          1. Sérgio Ribeiro

            Você tem noção do postou , P. F. ? Se somente existiam 2 tipos de piso e 4 SLAM , o que Rod Laver tem a ver com isso ? Basta verificar que tínhamos em sua época mais especialistas na Grama e no Saibro que atualmente. Os 4 SLAM vencidos na mesma Temporada pelo Australiano em 69 superam os 3 SLAM em pisos diferentes de Nadal em 2010 . Ou não? Abs!

        2. Morgado

          A maior comédia é o tal Sérgio Ribeiro, o maior “conhecedor” nesse dito esporte(segundo ele), ficar “arrotando” alto do desconhecimento dos outros. Quando o dito cujo passa um RECIBÃO, se recolhe a insignificância do silêncio.

          1. Sérgio Ribeiro

            Estamos num fórum de debates , caríssimo F*k* . Trocamos opiniões contrárias . Nada além disso, mane’ . Não vi você explicitar nada nesse seu comentário sobre Tênis… Abs!

  13. DANILO AFONSO

    Nobres, se de fato Federer se aposentar ao final da temporada 2021, qual título seria mais interessante para fechar a sua brilhante carreira ?

    a) Wimbledon vencendo Djokovic na final;
    b) Roland Garros vencendo Nadal na final;
    c) Ouro olímpico vencendo Djokovic ou Nadal na final;
    d) US Open vencendo Nadal na final (duelo inédito);
    e) AO vencendo Djokovic na final (quebraria invencibilidade do sérvio);

    DALCIM, qual opção você escolheria ? E qual você acha que Federer optaria ??

      1. Sérgio Ribeiro

        Não tenho dúvidas , Dalcim. Será a última chance , e como tudo começou com Mirka exatamente nas Olimpíadas , a família vai completa pra vê-lo curtir esse sonho. Abs!

    1. Sandro

      Meu amigo Danilo, não sei qual desses títulos Federer escolheria se pudesse… Mas, pra mim, se Federer conseguisse bater Nadal na final de Roland Garros em 2021 entraria para história do tênis como o feito mais impactante de toda a sua carreira!!!

  14. Rodrigo Azevedo

    Um certo tenista com quase 38 anos de idade resolveu jogar RG depois de alguns anos sem disputar esse torneio no ano de 2019. Bom, de forma bem tranquila conseguiu chegar as semis deste torneio. Vou falar de novo, quase 38 anos de idade e na superfície menos eficiente de sua carreira e sem jogar por lá nos últimos anos, e vcs crianças querem me convencer que essa é a “era” mais difícil desse esporte? Sério?

    1. Luiz Henrique

      Tudo q vc fala se aplica a Nadal e Djoko. Nadal com 33 fez semis ou mais em todos os GS
      Com 38 tem q esperar pra ver, mas toda vez q um federista veio com esse papo nos últimos 15 anos quebrou a cara
      Claro q um dia acertam
      Mas esse de falar “ohhh, olha só q espetacular, federer ganha jogos e chega em semis e sei la oq” vem desde q federer tem 27

      1. Sérgio Ribeiro

        Na boa , camarada . O cara conseguiu o feito inédito de ser N 1 aos 36 e dez meses . Nadal devido as lesões deixa no ar que pra ele não dá . Mas é óbvio que tanto Rafa quanto Novak estão surpreendendo o mundo com um nível igual ao de Federer aos 33 , 34 … Abs!

    2. Rodrigo Azevedo

      Se essa fosse a era mais difícil desse esporte, nunca um jogador com 38 anos deveria chegar na semi de um slam e ainda mais no pior piso para esse tenista. E como dito anteriormente, sem jogar por lá por um bom tempo. Isso que quis dizer.

  15. periferia

    Olá…
    Estávamos falando sobre bordões lá embaixo.
    Tinha um que gostava de ouvir…
    “Esporte é Cultura ! Um grande país também se forja nos campos esportivos”
    Era com essa frase que as transmissões da TV Cultura começava.
    Quase sempre na voz de Orlando Duarte.
    Morreu hoje…em um momento onde a imprensa esportiva passa por grandes dificuldades.

    1. Sérgio Ribeiro

      Na mosca ,periferia . E o comentarista ” eclético ” como era conhecido , fez junto com Rui Viotti a primeira transmissão da Copa Davis de Tênis em canal aberto em 69. Brasil 2 x 3 Romênia , na grande TV Cultura .Thomaz Koch e Edison Mandarino contra o grande Ilie Nastase e Íon Tiriac . Orlando escreveu mais de duzentos livros com direito a TODOS os esportes !!!

      1. Sérgio Ribeiro

        Correção : Semi Final Copa Davis de 1971 mas com Luiz Noriega e Orlando Duarte . Tv Cultura – Canal 2 – São Paulo. Dois anos depois Ilie Nastase que venceu os dois jogos de simples se tornaria o primeiro N 1 do Mundo no Ranking da ATP 1973. Abs!

    2. Paulo F.

      Sendo que esse tenista, que muitos alegam ser o melhor de todos os tempos, é um verdadeiro pateta neste piso. Piso este, que faz parte do tênis sim, mas tentam de todas as formas possíveis desperezá-lo para suavizar os fiascos do representante do famoso pais de ilicitudes financeiras.

      1. Sérgio Ribeiro

        Pateta neste Piso ? Jura ? Somente Bjorn Borg e Rafael Nadal com 6 e 13 Finais respectivamente, superam o Pateta em número de FINAIS em Roland Garros na história . Era o segundo maior vencedor de partidas no Saibro de Paris até ser superado por Novak Djokovic agora em 2020 . A frente de Borg e CIA . Possui um h2h de 4 x 4 com o Sérvio no barro. Meu caro P. F . , na boa , Pateta é pouco pra ti . És de longe o maior mané deste Blog rsrsrs !!!

  16. Vitor Hugo

    Pois é, Rafa ficou surfando por mais de DEZ anos na onda dá entressafra de saibristas até aparecer um tenista minimamente aceitável na terra batista, DOMINIC Thiem!
    Wawrinka? Prefere as hards, tanto é que tem um caneco no US Open e um na Austrália.
    Novak e Federer?! Grandes saibristas, mas não tem a terra batida como preferência, até desdenham qd podem.

    Fato é que, 90% do circuito preferem a grama ou hards, o que facilitou a vida do espanhol. Mamão com açúcar. Assim fica mais facil ter tantos títulos em RG, mas sem negar(e não sou louco) que Rafa é o melhor de todos os tempos com folga no barro.

    1. Luiz Fernando

      De fato, no saibro, jogando contra Federer e Djoko sempre no auge, todos foram entressafra pra Rafa, parabéns pela colocação…

        1. Luiz Fernando

          Aqui é difícil entender algumas coisas, pex até hoje não consegui entender suas mudanças de nicks, suas mudanças de comportamento, suas promessas não cumpridas, mas continuo tentando kkk…

      1. Paulo F.

        Sendo que Djokovic foi o único a ganhar de Rafa em todas as finais de M1000 no saibro e o único campeão de RG a derrotar Rafa também em RG.
        Luiz Fernando, tu que é o original grande herói contra essa maldita seita alpina, direto e reto:
        – No saibro, Djokovic ou Thiem?

          1. Sérgio Ribeiro

            Jura caríssimo L F ? O Espanhol te disse isso ? . O baba ovo mor da Turma da Kombi saberia dizer a quantas anda o h2h contra o freguês de carteirinha Sérvio em RG ? rs . Abs!

      1. Sérgio Ribeiro

        Que dureza em P. F . ? O cara que vai a duas FINAIS CONSECUTIVAS de ROLAND GARROS, tirando antes nas Semis o “ dominador “ Servio , e perdendo somente para o maior jogador que já pisou numa quadra de Saibro, você vem me perguntar de MASTERS 1000 ? E’ uma demonstração inequívoca que … deixa pra lá. Abs!

        1. Paulo F.

          Tá, mas até aqui, quantas conquistas no saibro o “fantástico” saibrista Dominic Thiem tem?
          Final de Roland Garros até o desprezado pela seita alpina Murray possui.
          E, falando em Murray, o mesmo tem taça em Roma, taça que o incriticável não tem!
          rsrsrsrsrs abs!

    2. Luiz Henrique

      Se for pra falar essa baboseira de entressafra, ela vale pra todos os pisos.
      Os 3 foram os melhores em todos.
      Se for assim Nadal com 22 anos ter 3 finais de wimbledon, baseado no raciocínio, deveria significar q n havia especialista em grama.

      1. Luiz Henrique

        Acho q quanto mais leio essa palavra “entressafra ” aqui, mas acho q estamos em uma “entressafra” de bons comentaristas no blog. Perdoem-me a brincadeira

    3. Sandro

      Meu Deus que absurdo!!!
      A questão não é preferência, a questão é que Djokovic e Federer não conseguem vencer Nadal em Roland Garros.
      Roland Garros é o torneio mais difícil do circuito tanto para Djokovic quanto para o Federer, pois mesmo jogando o seu melhor tênis, não conseguem vencer Nadal.

  17. Thiago Silva

    Não acho que será tão difícil assim pro Djokovic passar o Federer em slams, ele ainda é relativamente jovem, teve só uma lesão grave e tem um físico privilegiado, além de ser o maior tenista em quadra dura da história e na grama fica pouca coisa abaixo do Federer, a Next Gen é que tem que ter medo dele, não o contrário.

    1. Vitor Hugo

      Há sim. É o maior nas quadras duras com o mesmo número de slam que Federer na superfície e um finals a menos.
      E está um pouco abaixo de Roger na grama com 3 títulos em Wimbledon à menos e mais de 10 no geral. Quanta incoerência. Mas gente como vc está cheia por aqui. De baciada.
      Mas mesmo que vc considere Novak maior que Roger nas hards, que é um direito e opinião sua, não vi vc fazer a citação que Federer está praticamente junto, coisa que vc fez pra comparar Djokovic com Roger na grama, e que mostra o quanto parcial é.

        1. Alessandro Siqueira

          A ideia fixa é realmente um problema e Freud deve explicar. A discussão é sobre tênis e Lula foi colocado no meio. Talvez não saiba, MAS TODOS NÓS SOMOS INOCENTES POR PRESUNÇÃO. A culpa é que deve ser provada. E não basta falar em “atos de ofícios a serem praticados quando tiver oportunidade”, já que direito penal trabalha com IMPUTAÇÃO OBJETIVA. Mais ou menos assim: no dia xx/xx/xxxx o acusado Luiz Fernando praticou A, B e C, mediante a promessa de recompensa de D. Sua conduta foi suscitada na delação premiada de YY e restou comprovada pelos documentos K e W. Sua conduta se amolda ao tipo penal ZZ. Assim, requer o MP sua condenação nas penas do tipo JJJJ.

      1. Thiago Silva

        Por que você lembrou que o Federer tem o mesmo número de slams e um Finals a mais, mas esqueceu que ele tem QUATRO Masters a menos que o Djokovic nas hards? Ah já sei, Masters não vale nada, o que vale pra vocês é ATP 250 rsrs.

  18. Daniel

    Acabo de ler uma matéria do Uol sobre Federer que foi premiado como o melhor tenista suíço dos últimos 70 anos.
    Achei bastante preocupante a declaração dele de que pode não disputar o AO e deixar em aberto sua volta com um “Espero que em 2021 eu volte às quadras, veremos. Mas se minha carreira acabasse aqui, seria incrível [me aposentar] com esse prêmio. Eu esperava estar 100% a partir de outubro, mas não estou nesse nível”
    Triste isso.
    Dalcin, será que teríamos uma despedida do Federer “a la” Sampras?

    1. José Nilton Dalcim

      Não, Daniel, nem imagino isso. Acho que pelo menos ele fará uma série de exibições para marcar o adeus.

  19. Miguel BsB

    Temos comentaristas que gostam de classificar Slams em “parrudos” e “não parrudos”. Mas sempre se referindo ao Big3…
    Vamos então voltar um pouquinho mais no tempo, ano de 1997, um garoto brasileiro (who?), 20 anos, cabeludo, desengonçado, com umas roupas “exóticas” de país tropical de 3º mundo.
    Esse garoto vai enfileirando, no saibro sagrado de RG, Thomas Muster, Andrei Medvedev, Yevgeni Kafelnikov, Sergi Bruguera…é campeão do torneio!
    Esse foi um dos títulos mais parrudos que eu já vi na vida.
    Viva Guga!

    1. Rodrigo S. Cruz

      Sim.

      E o Andrei Medvedev, mesmo sem ter conseguido 1 major também foi um tenista de respeito no saibro:

      campeão dos Masters de Monte Carlo, e tricampeão do Masters de Hamburgo.

      E na edição de 99, ele eliminaria dois brasileiros que haviam chegado longe em Roland Garros:

      o Guga nas quartas, e o Fininho na semi.

      E na final, ele sofreu aquela improvável virada de Agassi, depois de já ter aberto 2 sets a 0 e uma quebra no terceiro set.

      Nunca esqueci aquele jogo, o americano se acabou de chorar…

      1. Miguel BsB

        Rodrigo, vi uma entrevista do Agassi sobre esse jogo outro dia. E lances da partida.
        O Medvedev bobeou demais. Tomou a virada ganhando de 2×0. Deixou o Agassi entrar no jogo e acreditar.
        O americano mesmo diz que foi o maior título da carreira dele…

        1. Miguel BsB

          O Agassi tb deu certa sorte. Estava perdendo os 2 primeiros sets, aí começa a chover, parando a partida.
          Ele deve ter se recomposto, conversou com o Brad Gilbert, acertou a tática e botou a cabeça no lugar.
          O ucraniano esfriou, aí tomou a virada.

  20. Sandra

    Uma pena Dalcim , os pouquíssimos anos que restam do big 3 nos não temos nem alegria para torcer por eles, seja pelas arquibancadas vazias e principalmente pela Covid, mas temos ao menos temos seu blog com a torcida fanática e eu sou uma delas rssss

  21. Luiz Fernando

    Não vejo o pq da dificuldade de aceitar a realidade da entressafra por parte de alguns, está certo q ela foi confirmada por um desconhecido chamado Pete Sampras, q eu nem sei se entende de tenis, mas q existiu não há dúvidas…

    1. Gildokson

      A figura principal do blog, o cara que nos dá o prazer de ler e debater aqui abaixo dos seus textos tem uma opinião contrária à de vcs sobre essa tal entressafra, ao menos foi o que deu à entender num post atrás em uma resposta inteligente ao Danilo Afonso. Mas o Dalcim não deve entender nada sobre o circuito de tênis.
      kkkkkkkkkkkkkkkk

      1. Luiz Fernando

        Meu caro, eu, vc, o Sergio Ribeiro, o Rodrigo Cruz, os Paulos e os múltiplos nicks do Marquinhos (englobando aqui os já identificados e os não) etc etc etc somos acima de tudo torcedores, e como tal temos vieses em nossas opiniões, não somos isentos. Claro q alguns mais “humildes” se consideram experts, mas tal pretensão só pode ser encarada como infantil, somos todos, em essência, torcedores e apreciadores deste esporte. Já esse jogador meio desconhecido, esse tal Pete Sampras, um cara com currículo meio apagado, além de ter sido profissional teve uma pequena vantagem sobre nós p opinar: ele jogou contra a maioria, senão todos, destes q aqui e em outros locais são agrupados na chamada “entressafra”. E quando ele afirma q em determinado momento Federer “não teve adversários a altura” ele não menospreza o suíço, ao contrário, ele enaltece o cara, pois na visão do americano Federer era bom demais p os componentes da entressafra, estes sim, claramente menosprezados por ele. Claro q pela carreira apagada e sem brilho desse Sampras, a visão do mesmo cai no vazio, não tem credibilidade, mas será q ele não pode opinar sobre o q ele vivenciou PESSOALMENTE??????

        1. Gildokson

          Em uma coisa eu vou concordar com você, Sampras não menospreza Federer ou ao menos não deve ser a intenção dele (eu espero kkk) mas sim Hewitt, Roddick e cia, e é aí que o americano atira no pé, ja que ele foi superado por aquele a quem ele menospreza com essa ladainha.
          E no meu comentário brincalhão em nenhum momento quis dar a entender que o GRANDE Pete Sampras não tem currículo para entender ou falar de tênis (eu li de novo oq escrevi e não achei isso) oq tentei mostrar no meu comentário foi que à exemplos de pessoas que entendem muito do assunto mesmo sem ter jogado mas cobrindo o circuito à anos que acham essa história de entressafra uma baboseira, que é oque ela realmente é na MINHA opinião. Vocês lógico tem o direito de ter a de vocês assim como Sampras e como outros. Ou só a opinião do americano tem peso?

  22. Sérgio Ribeiro

    As pretensões do Sérvio para quebra de recordes evidentemente começa no AOPEN 2021. Entra como favorito mas bastante ameaçado pela Nova Geração. O mesmo serve para Rafa Nadal em RG 2021. Mas a meu ver com apenas Novak e Thiem como ameaças. E o Craque corre por fora em todos. Acredito que não vai isolar bolinha novamente em RG ( eu não estava lá mas me disseram que pagou esse mico contra Stan nas Quartas ) . Sabe que tem que ir com tudo para WIMBLEDON e Tóquio 2021. Acho que faz a Gira de Grama completa. Tudo a conferir . Abs!

  23. Hendrix

    Muito bacana o levantamento Dalcin, numeros sempre falam por si so e demonstram o quanto esses 3 sao mesmo os maiores da historia.

    Voce acredita, no entanto, que essa temporada realmente sera de feitos para o Big3? Eu penso que alguns torneios serao cancelados devido a pandemia, o que por si so ja limitara esses feitos. Por outro lado, vejo Thiem, Medvedev e Zverev mais maduros, e penso que certamente levarao 1 ou mais GS esse ano.

    Abracos

    1. José Nilton Dalcim

      Sem dúvida, a concorrência pode aumentar, o que seria ótimo para o tênis. E acho que o calendário sob risco é o do primeiro trimestre.

  24. periferia

    Ganharam Slam (antes ou depois)

    Federer
    Nadal
    Djokovic
    Becker
    Agassi
    Safin
    Murray
    Gáudio
    Roddick
    Wawrinka
    Ferrero

    Estiveram entre os 3 melhores do ranking.
    (Antes ou depois)

    Haas
    Nalbadian
    Ferrer
    Davydenko
    Ljubicic

    Estiveram entre os 5 melhores do mundo.
    (Antes ou depois)

    Soderling
    Bjorkman
    Schutller
    Berdich

    E ainda participaram

    Baghdatis (1 final de Slam )
    Philippoussis (2 finais de Slam)

    Chave de Wimbledon 2006.

    Na década seguinte tivemos um Slam com essa qualidade???
    Senão precisaremos repensar na palavra “entresafra”.

    1. Gildokson

      Perfeito como sempre Periferia, infelizmente é uma pena que para Paulo Almeida e cia o tênis tenha começado em 2011 e só Nadal, Federer e Djokovic contam como jogadores.
      Amplificam a carreira do Wawrinka (que também acho um grande jogador, claro) e diminuem a de Roddick e Hewitt só pq o sérvio é chutado pelo suíço em finais de Slam.

    2. Rafael Azevedo

      Belo post, Periferia.
      Mas, a teoria da entressafra não sé dá para uma década em si, mas para o período de domínio do Federer (2003-2007, se não me engano). Por mais, que a maioria desses jogadores tenham participado deste período, a maioria (desta maioria, rs) não estavam em seu auge competitivo para fazer frente ao Federer (casos, do Nadal, Djokovic, Becker, Agassi etc.).
      Eu não estou defendendo a teoria da entressafra (de fato, eu não defendo isso), mas esse argumento que eu citei acima é compreensível e totalmente possível.
      Entretanto, não temos como saber o efeito de Federer, Nadal e Djokovic hipoteticamente terem surgido no circuito com a mesma idade.
      Acredito que o Federer teria perdido, sim, alguns dos slams e semanas na ponta do ranking que conquistou durante o seu domínio, mas por outro lado, teria impedido o Nadal e o Djokovic de conquistarem alguns dos slams e semanas na liderança do ranking que conquistaram após o período de domínio do Federer…Ou seja, continuaria tudo na mesma!
      Não tem como saber (como você mesmo já disse em um post anterior)!

      1. periferia

        Olá Rafael.
        Farei uma provocação…em um ponto que vc tocou….os jogadores nao estavam em seu auge naquele momento específico (Wimbledon 2006).
        Se recortamos isso é transferir para a próxima década…usaremos para diminuir as conquistas do Djokovic (que são imensas) ….afinal…ele enfrentou um dos seus maiores rivais fora do seu auge.
        Quando se fala “entressafra”….não estamos apenas diminuindo um campeão como o Federer….estamos diminuindo uma geração inteira.
        Uma geração….que tecnicamente…foi melhor que a atual….muito mais competitiva também.
        Apenas para exemplificar….o último Roland Garros…foi um torneio muito ruim…nunca se teve tantos erros não forçados ( partidas com mais de 140 )…jogos ruins (durante o torneio o pessoal do blog criticou a qualidade do torneio)….o mesmo vale para o USOpen.
        Federer é responsável pelo “sarrafo” alto…tanto Nadal como Djokovic chegaram em um nível de excelência que só foi possível graças a qualidade do suíço.
        Quando o Dalcim coloca o contexto histórico…a importância de um determinado jogador…o impacto que ele causa (ou causou) no jogo…a qualidade…acredito que seja sobre isso…
        Vou um pouco mais longe….Federer seria o fenômeno que é (ou foi) independente da existência de seus dois maiores “rivais” …mesmo se não tivesse existido Nadal e Djokovic…Federer teria o nível que teve (ou tem).
        Agora pergunto caro Rafael.
        Nadal e Djokovic seriam os fenômenos que são sem o “sarrafo” do Federer?

        Desculpe…foi quase um livro….rs

        Abs….Rafael

      2. Sérgio Ribeiro

        Até tu Rafael ? . Federer arrumou um N 2 em 2005 que venceu simplesmente ONZE ATPs na Temporada. Com direito a 1 SLAM e 4 MASTER 1000 ( dois nas duras ) . Como esse cara não estava apto se levou Federer ao Quinto Set no MASTER de MIAMI depois de bate-lo no ano anterior ? .Será que vocês estavam TODOS chapados ? rs … Abs!

  25. Vitor Hugo

    Creio que o Miguel tem razão. Talvez o melhor ano de um tenista em todos os tempos tenha sido de Laver, o ÚNICO na história a vencer os quatro slam no mesmo ano.
    Depois vem Federer 2006, 2007…..

  26. DANILO AFONSO

    Segundo o DATAFOLHA, 43% das pessoas são contra a obrigatoriedade da vacinação, o que daria algo próximo de 90 milhões de brasileiros.

    Seria muito bom que todos tomassem a vacina, mas temos que respeitar o direito de escolha das pessoas.

    1. Luiz Fabriciano

      Será que um certo sérvio faz parte dos 43% nobre Danilo? kkk.
      Porque já o crucificaram quando ele disse que apenas é contra a obrigatoriedade imposta à ele, que inclusive se for obrigado a vacinar-se para participar de um determinado torneio, iria se decidir se vacinava ou participava.
      Mas seus fiéis perseguidores dizem que ele taxou-se contra vacinas, generalizando a situação.

    2. Sérgio Ribeiro

      Seria bom que o “ nobre “ apresentasse qual o percentual que aprova o PROGRAMA NACIONAL de VACINAÇÃO em vigor no País , para matrículas nas ESCOLAS . Seria ridículo que numa PANDEMIA que já matou 180000 Brasileiros somente fosse obrigatório no Estado de São Paulo. Existem pesquisas que não levam em consideração a total desinformação do Presidente da República e grande parte de seus seguidores. Ao menos , a meu ver. Abs!

    3. Carlos Reis

      E quem garante A SEGURANÇA das maravilhosas? Já sei, são os mesmos que as produzem. E ainda querem Proteção Legal / isenção de responsabilidade civil para seus membros, já que as vacinas estão sendo desenvolvidas em tempo recorde, o que cria riscos “inevitáveis”. Boa Sorte as cobaias da BigPharma!

      1. Rodrigo S. Cruz

        Mas quando o “Mito” mandou você tomar cloroquina, sem comprovação científica, você tomou né?

        Se ele te mandar tomar Coronavac, você também toma…

        Se te mandar sair pelado na rua dizendo que é o Elvis, você sai.

        Agora, se um adversário político dele incentiva a vacinação, aí não pode porque é ser cobaia.

        É muito primarismo mesmo.

        Como é fácil pros políticos fazerem algumas pessoas de trouxas, viu…

        1. Carlos Reis

          Hahaha O Bozo é “contra” esta va$$ina, eu sou contra TODAS, é bem diferente. Ele quer que a va$$ina seja opcional, isso é ser democrático, isso é ser justo. Já os “limpinhos do bem” querem que você seja obrigado, e acham que estão certos! Sobre a Cloroquina e afins, estes medicamentos não são milagrosos, não existe isso, mas muitas pessoas foram curadas com eles. Eu mesmo tive sintomas em agosto, tomei IVERMECTINA por 5 dias, mas já no 2.dia estava bem melhor, esse remédio funciona como ANTI VIRAL. Mas antes disso acontecer passei a suplementar vitamina D3, o nível estava muito baixo, acredito que tenha ajudado. Por que VACINAR milhões de pessoas se para 90% delas essa doença é “NADA”? Tenho pena das crianças, serão expostas a mais um medicamento perigoso, já não chega as dezenas de doses que elas são OBRIGADAS a tomar?

          1. Rodrigo S. Cruz

            Você é desumano ou algum ser das trevas, para ter coragem de me perguntar uma porra dessas?

            Então por fazer parte dos 90% , os outros 10% que se lasquem?

            10 % que perfaz 1 milhão e 600 mil pessoas mortas, e várias outras contaminadas.

            E a imunidade rebanho, nós vamos atingir como se não houver vacinação?

            Só hoje no Brasil foram 915 irmãos nossos. Mas pra você isso é “pouquinho”.

            Eu que passei pela AFLIÇÃO e a IMPOTÊNCIA de ver a minha mãe intubada, com os pulmões destruídos, é que sei…

            E no fim da agonia, o vírus venceu.

          2. Maurício Luís *

            Poliomielite erradicada das Américas. Varíola erradicada do mundo. Graças à OBRIGATORIEDADE da vacinação. A obrigatoriedade se deve ao fato que nenhuma vacina é 100% eficaz. Então é preciso vacinar o máximo possível para se atingir a chamada “imunidade de rebanho”.
            Vacina nenhuma é perigosa. Perigosas são suas colocações, que podem induzir pessoas ao erro.

      2. Maurício Luís *

        A resposta à sua pergunta está no link abaixo. As vacinas NÃO estão sendo feitas a toque de caixa, conforme o seu “achômetro”.
        Provavelmente nem vai ler, mas quem puder, faça-o. Tem a ver com avanço da tecnologia e agilização de processos burocráticos, e não com “relaxo”.
        https://l.facebook.com/l.php?u=https%3A%2F%2Faafbb.org.br%2Fsite%2Fwp-content%2Fuploads%2F2020%2F12%2FVacinas-contra-a-covid-19-s%C3%A3o-seguras-mesmo-criadas-em-tempo-recorde.pdf%3Ffbclid%3DIwAR1xCeQQbFfRCldnZL6IhyyxBW0lw2pa9eV0DWkrElzjaoVdVJL9ILcnrqc&h=AT1cUj_wcVKPUFn5GonioJGvtBg97QLjihOE3Xn3jFL8pQtKDejFyfZ62CbM2R56jkKNJUHlN5EeccDCklxjXGtVLi-dBHutUKpusYlxL0UjqvgayYji65H7D30HJNLYNMhV&__tn__=-UK-R&c%5B0%5D=AT1o03Tyho_XHGt0hBen4OkPq8q5Dq1F0nWLuyEERYqqb18FnStmqr_DfDpYa2gRMKF2qreLGY_vpk-oDv3CJVH0-zLAK4t8wDukNevjWLhiMyGp5XBTnCJ-x7p_QUe2SpOvpUhhRAvcZwWE5jLAmtoCFQ

    4. Rodrigo S. Cruz

      Essa Datafolha é um LIXO.

      A pesquisa provavelmente foi comprada, e está isentando o genocida do “mito” da responsabilidade pelas mortes…

      Não acredito em absolutamente nada desses números.

      E pra mim, a vacina deveria ser obrigatória sim!

      Aliás foi o próprio Bolsonaro que sancionou a lei que prevê essa obrigatoriedade.

      E se ele assinou sem ler, é ainda mais burro do que eu pensava…

      1. Carlos Reis

        kkk E não é que temos um filhote de ditador por aqui… OBRIGAR uma pessoa a tomar um medicamento altamente perigoso é um ABSURDO, pois é isso as va$$inas são, medicamentos altamente perigosos. As pessoas podem ter reações adversas, a curto, médio ou até longo prazo, desde alergias, intolerâncias, e até o maligno câncer. Elas estão longe de ser essa maravilha toda pregada por muitos. Eu penso que A LIBERDADE de escolha é a maior conquista da humanidade, e em nome do MEDO querem revogá-la.

        1. Rodrigo S. Cruz

          Filhote de ditador uma vírgula.

          Você é quem segue uma besta quadrada que despreza o isolamento social, politiza vacinas, e está 6 MESES atrasado para um plano nacional de vacinação.

          E isso com mais de 180 mil mortos no Brasil.

          Se você tivesse perdido o teu mais querido como eu perdi pro Covid-19, não estaria aqui prestando esse papel deprimente de militante político cego…

          1. Carlos Reis

            O Bozo é um inútil, tô nem aí pra ele. Ele diz uma coisa e faz outra, tanto que assinou uma Lei absurda OBRIGANDO as pessoas a FAZER COISAS QUE ELAS NÃO QUEREM FAZER, como usar FOCINHEIRA INÚTIL, ser coagido a vacinação, caso contrário vai se tornar um leproso do século 21. Eu não me curvo a Governos Autoritários, mas o pior é que o mundo inteiro está assim, e muitas pessoas acham que isso é o certo a fazer. A JOVEM enfermeira que tomou a va$$ina da FAIZER, morreu no mesmo dia, tem vários vídeos rodando no Zap. Eu e muitas pessoas só queremos que seja OPCIONAL, é pedir muito? A maioria absoluta vai querer tomar mesmo. Crianças não precisariam tomar, são pouco afetadas pela Covid E já são BOMBARDEADAS com as maravilhosas, por que MAIS UMA!? NENHUMA VA$$INA para Covid pode ser considerada REALMENTE SEGURA. Mais um motivo para ser OPCIONAL. A tecnologia RNA da va$$ina da FAIZER JAMAIS foi utilizada.

            Lamento sinceramente a sua perda, sinto muito.

        2. Maurício Luís *

          Carlos Reis, seu erro maior é acreditar em vídeos apócrifos. Daqueles que a Candinha repassou da prima da vizinha pelo whats.
          E vacina obrigatória não é coercitiva, até isso você confunde. Não vai aparecer um policial pra arrastá-lo pra tomar vacina não.
          Outra coisa: não vai tomar a vacina? ? Mas que. DESAFORO! Não vou nem dormir esta noite. Amanhã não almoço nem janto!
          Sobra mais pra quem quer, porque não tem pra todo mundo.
          Nem seria do meu interesse ficar me opondo às suas ideias. Quanto mais gente acreditar nesses absurdos que circulam, melhor. Mas tenho uma coisa chamada consciência.

    5. Babidi

      Temos uma escolha, amigão. Ou a vacina, ou a morte de milhões e milhões de pessoas por causa desse desgraçado coronavírus. A vacina é a nossa ÚNICA salvação real no momento, porque sinto que sem ela a pandemia vai perdurar por anos. Olhe só, começou em março e não para de subir. Recordes e recordes de novos casos, hospitais sem leitos de UTI disponíveis, mortes e mais mortes, hospitais de campanha reabrindo.. será que isso realmente está favorecendo alguém como um determinado grupo de pessoas quer pregar?

      2020 é um ano pra jogar no lixo em todos os aspectos. Pior ano da história da humanidade desde a Segunda Guerra. O ano que fez todos nós nos sentimos inúteis e impotentes

  27. Daniel C

    Eu nem vou ficar muito esperançoso em relação a grandes títulos do Federer por conta do grande tempo de inatividade e da idade bem avançada, mas se ele voltar competitivo a ponto de se manter no top 10 e ganhar alguns títulos (mesmo que não seja GS), será sensacional.

    Esse cara já contribuiu tanto para o tênis, em termos de espetáculo, que poderia estar na sua merecida aposentaria. Mas se ele ainda quer nos brindar com aquele estilo de jogo que só ele é capaz de produzir, vamos curtir esses últimos momentos da carreira desse gênio. Independente de como for o retorno dele e de quais recordes ele eventualmente perder, pra mim continuará sendo o melhor da história disparado, não só em termos de volume de jogo, mas tb em termos de comportamento e carisma, que são coisas que não se conquista só sendo um vencedor.

    Para 2021, apenas desejo duas coisas: que o Federer fique saudável e consiga atuar em alto nível (no limite das possibilidades), e que a nova geração finalmente imponha derrotas ao Big 3 em torneios GS, algo que já deveria ter acontecido há muito tempo. Como eu já disse, a mamata de Nadal e Djokovic tem que acabar rs.

    1. Rafael Azevedo

      Quando você diz que deseja que a nova geração imponha derrotas ao Big 3, o Federer está incluso?
      Você realmente vai torcer pelo Medvedev (ou Zverev, ou Rublev) em uma partida contra o suíço?

  28. DANILO AFONSO

    Faltam 12 semanas para DJokovic tornar-se recordista de semanas na liderança do ranking masculino e 79 para superar o recorde absoluto de Graf.

    1. Sérgio Ribeiro

      Exato . E um milhão de meses para alcançar o recorde absoluto de Semanas Consecutivas no Topo da ATP . E’ bom lembrar que esse recorde pertence a Roger Federer e não a Steffi Graf . 237 > 186 . As 186 de Steffi foram igualadas por Serena Willians e são recordes oficializados tanto na ATP quanto na WTA . Quem sabe o Sérvio não repete a façanha da Norte-americana rs. Abs!

      1. Sérgio Ribeiro

        Ps. Em Semanas consecutivas no TOPO da ATP temos : 1 . Roger Federer 237 ; Jimmy Connors 160 ; Ivan Lendl 157 ; Novak Djokovic 124 ; Pete Sampras 102 . Ou seja , nesse importante recorde o Big 3 perde de 3 x 2 rs . Abs!

  29. Miguel BsB

    Seguinte: Nem a temporada do Federer 2006, nem a do Djokovic 2015, são as maiores temporadas da história.
    A maior temporada de todas foi a de Johnny Mac em 1984…hehe
    Ou não seria a do Laver, em que ele ganhou simplesmente TODOS os Slam, feito jamais repetido?
    Abs!

    1. Sérgio Ribeiro

      Concordo Miguel . E não vejo mais como o Big 3 possa superar tanto o 1984 de John McEnroe , como o 69 de Rod Laver . Prova cabal que houve Tênis do mais alto nível antes do Big 3 . Imagina esses caras com o Equipamento versão 2020 ? rs … Abs!

  30. periferia

    Um dia no Alvorada

    – Conseguiu as vacinas???
    – Liguei para todo mundo e nada…a propósito…o Sr. fala inglês???
    – Apenas “tá ok”
    – Que pena…aquele
    pessoal da Pfeizer não fala português…não entendo nada.
    – E aquela outra…como é mesmo o nome???
    – AstraZeneca???
    – Isso…
    – Também não deu certo…não cura nem resfriado.
    – Quais nossas opções???
    – Tem a vacina chinesa do Dorinha…e a Sputnik.
    – Olavo não vai gostar…tem cloroquina ainda???
    – É o que mais tem…os estoques estão abarrotados…ninguém quer usar.
    – O que mais temos estocados???
    – Temos coturnos…tanto o pé esquerdo como o direito.
    – Vai servir…vamos espalhar que o covid se pega pelo pé…avise os “meninos” do gabinete.
    – O Sr. manda eu obedeço…vou cuidar da logística capitão.
    – Distribua apenas o pé direito dos coturnos…tá ok???
    – Ok

  31. Ronildo

    Bom, infelizmente a pandemia proporcionou a oportunidade de Djokovic bater o recorde de semanas como líder do ranking sem jogar. Gostaria muito de ver ele lutar por este recorde, para ver se seria capaz de controlar os nervos. Em 2019, ao ser vice em RG, Thiem estava iniciando uma ascendente que o levaria ao topo em 1 ano, no máximo 1 ano e meio. Infelizmente a pandemia paralizou tudo e mudou até mesmo a forma de contagem dos pontos para o ranking.

    O coronavírus além de toda a desgraça que produziu no mundo, jogou no colo de Djokovic seu almejado recorde.

    1. JOSE FERREIRA

      Mas não houve uma paralisação na contagem das semanas durante este período? Eu já acho que o sérvio foi prejudicado com a medida e a quebra deste recorde seria coisa do passado.

  32. Rodrigo S. Cruz

    [Paulo F.]

    “Murray, além de ser e ter sido muito mais tenista do que Baghdatis, sequer possui contra Novak uma freguesia tão obscena quanto a que Federer possui contra o maior tenista de todos os tempos, Rafael Nadal”.

    ah, não possui não?

    Eu não sabia que 16 x 24 do Fedal fosse mais obsceno do que 11 x 25 que o Robô fez no Murray.

    De todo modo agradecemos por tua péssima aula de matemática…

    1. Paulo F.

      Nós não agradecemos a tua opinião obtusa de equalizar um tenista muito superior (Murray) a um bem inferior (Baghadatis) para defender o sparring de Rafa.

      1. Rodrigo S. Cruz

        Só que o “bem superior” é um sparring muito pior do Djokovic, e você disse que não.

        Talvez seja melhor você reconhecer que passou recibo e pronto.

        Quanto mais você rebate, pior fica… rs rs

    2. Vitor Hugo

      Esse aí se tornou um anti-federista ferrenho. Não que ele já tenha contribuído muito para o conteúdo do blog, mas atualmente não tem contribuído nada.
      Vive de falar mal de Federer e seus torcedores.

      1. Sérgio Ribeiro

        Discordo caro Vitor . Esse aí faz parte do grupinho da Whats “ Tudo menos Roger Federer “ . Garanto que você mata quem foi o precursor. Uma dica . Não foi P . Cleto rsrsrs. Abs!

  33. Vitor Hugo

    Chega a ser cômico as Nadaletes falando sobre entressafra, pois não tem vergonha na cara pra falar da entressafra de saibristas, e dá sorte do espanhol que Federer, Novak, Murray, Zverev, Medvedev e etc … A maioria esmagadora do circuito prefere hards e grama.

    Também aguardo um pronunciamento das Nadaletes sobre os memoráveis títulos do espanhol sobre Puerta, Ferrer, Berdych, Soderling, Anderson, Medvedev e etc…. Todos grandes campeões de slam com vários títulos de majors na bagagem.

    Não queria desmoralizar ninguém, mas….

    1. Thiago Silva

      Sobre o Puerta ele eliminou o Federer na semi, sobre o Ferrer ele eliminou o Djokovic na semi, sobre o Berdych o tcheco havia eliminado Federer e Djokovic, Soderling tinha eliminado o Federer. Sobre o Anderson e o Medvedev foram chaves moleza, mas o Federer ganhou AO e WB em cima do Cilic, tem moral nenhuma pra reclamar.

      1. Sérgio Ribeiro

        Finalmente aprendeu a analisar um SLAM como um todo. Os que ficam pelo caminho jamais tirarão os méritos do Campeão. Esse tentativa infantil de Inventar Títulos “ parrudinhos “ demonstra um total desconhecimento do Esporte . Tínhamos muito mais Saibristas de qualidade na época de Björn Borg. Pergunta se águem se preocupa se grandes expoentes não compareceram à Final contra o segundo maior nesta superfície depois de Rafa Nadal . Abs!

      2. Vitor Hugo

        Vcs adoram se referir a Fernando Gonzáles como ‘geração fraca, mas esquecem que foi o chileno que varreu Nadal de quadra(3 x 0) no Austrália Open antes de perder de Federer, com facilidade, na final….

          1. Vitor Hugo

            Há sim. E federer é um saibrista primoroso para valorizar os títulos de Nadal em RG… Cara, é uma piada as coisas que vc escreve! Kkkkk

          2. Thiago Silva

            Federer tem só uma final a menos que o Borg em Roland Garros e duas a mais que o Guga, se não fosse o Rafa provavelmente ele teria vencido essas 5 finais como fez em 2009 na pequena entressafra do saibro.

    2. Rodrigo S. Cruz

      Pior foi o Paulo dizendo que a freguesia do Federer pro Nadal é mais obscena que a do Murray pro Novak…

      Eu jurava que 11 x 25 fosse muito pior do que 16 x 24.

      Então, ou ele não sabe fazer conta mesmo ou não entende nada de tênis.

      Na dúvida, eu vou marcar as duas opções…

        1. Rodrigo S. Cruz

          Se é para colocar o Federer abaixo dos outros dois que seja com o mínimo de coerência.

          E desta vez, você não mostrou nenhuma.

          Resultado:

          escorregou na CASCA DE BANANA que você mesmo havia atirado ao chão.

          (rs)

      1. Sérgio Ribeiro

        Engraçado que Sampras falou mal dos que batiam nele . Imagina a sua dor de cotovelo com quem acabou com o próprio em Wimbledon. E seu maior rival ( Agassi ) , prosseguir com a mesma idade ( 32 ) e além de vencer mais um SLAM ( AOPEN 2003 ) , se tornar o mais Velho N 1 em 2003 . Fez FINAIS de SLAM e FINALS com o Craque. Pete não se deu essa chance . E’ melhor a babaquice de dizer que outros não tinham oponentes. Abs!

        1. Sérgio Ribeiro

          Ele previu em 2009 que o tipo de jogador que nasce a cada CINQUENTA anos ( registrado no Site Oficial de Wimbledon 2017 ) , venceria 17 SLAM , ou seja ,o mesmo número que Novak Djokovic possui agora . Errou feio . Até de Equipamento o Craque mudou para voos mais altos. Somente sobra o recalque . Abs!

      1. Vitor Hugo

        Não, aqui tem dois nadalistas que costumam falar dá entressafra, Luiz Fernando e o Tiago Silva. Então, colega, não é 99% não! Rs.

        1. Vitor Hugo

          Não tem nem uns 5 torcedores do espanhol que costumam postar aqui com regularidade, porém, LF e TS são dois deles e sempre se referem a suposta entressafra. Nas páginas do tênisbrasil então, muito mais! Só que é um tiro no pé, pois Rafa jogou boa parte da época em que Roddick, Soderling, Safin e Hewwit jogaram.

          1. Sérgio Ribeiro

            Exatamente. Mas pega mal falar de entressafra se Rafa Nadal, o “ feto “ , já era N 2 em 2005 . Mas tem outros que se fingem de fake no TênisBrasil deitando e rolando esta babaquice… Abs!

          1. Thiago Silva

            Não, o Federer era um ótimo saibrista e só perdia do Nadal, todos os títulos de RG que o Rafa venceu foram passando por ele até 2008, a entressafra era na quadra dura que o Federer não tinha concorrente decente até 2008.

          2. Sérgio Ribeiro

            Tem certeza que somente três burrões ? Tem um aqui que mesmo o Espanhol tendo ganho TRÊS MASTERS 1000 ( Canadá, Madri e Indian Wells ) , e dois ATP 500 ( China e Dubai ) antes de 2008 , era um simples “ café com leite “ nesta superfície. Fazer o que ? O tal de Thiago e’ mais um discípulo do grande especialista Piloto da “ Turbinada “ rsrsrs. Abs!

  34. Carlos Andrade

    Boa noite à todos!

    Gostaria de perguntar uma coisa pra vcs sem qualquer provocação: Vcs sabem alguma coisa sobre Nadal ser gay ou se dopar?
    Estive em Ibiza no ano passado(muito bom por sinal pra curtir a noite e flertar), conversei com espanholas e europeias, e muitas disseram que era comum Rafa visitar a boate gay do local.
    Sobre o dopping, muitos falam tbm.

    O que vcs pensam? Já ouviram falar sobre?

    Boa noite !

    1. Thiago Silva

      Na verdade o Rafa é dono da boate gay e já passou o rodo em todo o circuito, sobre o doping ele toma hormônio de cavalo desde os 12 anos, por isso tem tanta resistência.

    2. Maurício Luís *

      O que eu sei é que ele é casado. Tem gente que não é gay e vai a essas boates só pra turismo, mesmo. Não acredito em doping, porque os controles são frequentes e rigorosos.

    3. Vitor Hugo

      Gay é evidente que Rafa não é. Se ele se dopa ou se dopou, não tem como provar, mas também não coloco a mão no fogo….

  35. DANILO AFONSO

    Nobres, estava tão ansioso para assistir a um jogo de tênis que comprei nesta madrugada ingressos da semifinal e final do ATP FINALS de Turim 2021.

    Acredito que até novembro o mundo esteja próximo da normalidade. Se der tudo certo compartilharei as fotos aqui igual fiz outras vezes.

    Saudações Tenísticas !!!

  36. Vitor Hugo

    Vejamos se o GOAT Roger Federer, MELHOR e MAIOR tenista disparado da história, e o possuidor de pelo menos 50% dos admiradores do esporte(torcedores, não terraplanistas ou aventureiros) vai voltar a ser minimamente competitivo, o que é difícil, mas não impossível.

    Seus feitos:

    – Melhor ano de um tenista(2006)
    – Melhor década de um tenista
    – Recorde de finals, slam(com Nadal) , Wimbledon e u.s open
    – Recordista de semanas seguidas(mais importante pois é seguida) e semanas totais na liderança.
    – Maior vencedor de big titlles(slam e finals)
    – Maior vencedor dos dois maiores e mais importantes slam (Wimbledon e u.s open)

    Ainda dá pra acrescentar. Tem chão…

    1. Thiago Silva

      Vai repetindo essa de 2006 até se convencer kkkkk
      Um certo tirano que nem merece ter o nome citado já dizia que uma mentira contada mil vezes vira verdade.

  37. Thiago Silva

    Existe um desespero tão grande da torcida federista pra colocar o Federer como o maior que tem até gente colocando ATP 250 acima de Masters. E na iminência dele perder o recorde de semanas na liderança agora já tão defendendo que semanas consecutivas(na entressafra) é um recorde maior que semanas no total.

    1. Vitor Hugo

      Há sim. Deve ser bem frustrante pras Nadaletes verem torcedores do sérvio e suíço debatendo semanas na liderança, já que Rafa nunca dominou o ranking por muito tempo e de forma continua, ou seja, SAZONAL.
      O que o tira da disputa e o sonho se ser o GOAT.
      Mas tem o colinho da vovó pra chorar.

      1. Thiago Silva

        Rafa nunca foi candidato a GOAT, nós torcedores dele estamos pouco nos lixando pra isso. O título de GOAT muito provavelmente vai ficar com o Djokovic, gosto dele menos do que do Federer, mas como não sou fanático sou capaz de reconhecer a dominância dele.

          1. Sérgio Ribeiro

            E’ por aí o que , cara pálida ? Ele continua em terceiro em Número de SLAM . A mesma diferença desde qua atingiu o Top 3 em 2007 . E terá muita dificuldade para ultrapassar N recordes para atingir a tal dominância que vocês contam como certa. A conferir. Abs!

        1. Vitor Hugo

          “NÓS torcedores dele estamos nos lixando para GOAT “. Será? Kkkkkkk Vc não tem a mínima condição de falar por todos, né? Tem muitos e muitos(inclusive aqui) reivindicando o título de goat pelo espanhol.

          ” Acho que o título de GOAT vai ficar com o sérvio ” Sério!? E quem vai decidir isso, vc!? Kkkkk Toda unanimidade é burra, colega. Muitos vão dizer que é Novak, outros vão dizer que é Rafa, mas creio que a grande maioria dira que é Federer.
          Eu respeito e respeitarei todas as opiniões.

          1. Luiz Henrique

            Eu acho que de fato a torcida Nadalista é a que menos se importa com o título de “Goat”
            Talvez pq seja a torcida que vinha com menos expectativas ao longo dos anos (pelo menos os mais conscientes).
            Muitas lesões, e, obviamente, 3 dos 4 GS favorecem mais os outros 2 do que Nadal, o que consideramos uma vantagem para eles.
            Eu tb acho que Djoko é o favorito pra ter os principais recordes (embora esse nome “Goat” será sempre subjetivo).
            Eu não reinvindico nada, até pq quem sou eu, mas acredito que exista um argumento importantíssimo para muitos Nadalistas o considerarem Goat.
            E não se trata de besteiras como entressafras e coisas do tipo, que pra mim é tudo baboseira.
            O motivo é: existem 2 velocidades de jogo no tênis, a que é jogada no saibro, e a que é jogada fora do saibro. Os 3 “candidatos a Goat”, foram os 3 melhores tanto em uma condição como na outra nos últimos 15 anos (as 5 finais de RG de Federer/Djokovic bem como os 7 GS e 15 finais de GS de Nadal nos outros GS não me deixa mentir). Partindo dessa premissa, é fato que: 1) Nadal é melhor no saibro do que Federer e Djoko no resto. 2) Nadal é melhor no resto do que Federer e Djoko no saibro. Logo Nadal é melhor. Esse é o argumento.
            Nem precisam vir com 5 pedras para cima de mim, pois já sei todos os contra-argumentos a minha tese
            1 – As quadras é que ficaram mais lentas para favorecer Nadal
            2 – Não existe só 1 tipo de piso fora do saibro. Existem mais de 1, e Nadal portanto perde para os outros em mais de 1 piso. Não concordo com isso pq pra mim, desde sempre, tudo que não seja saibro sempre foi e sempre será “quadra rápida”. Tem um artigo bem interessante sobre isso que já postei aqui algumas vezes. A velocidade dos 3 GS que não sejam RG são praticamente a mesma, e são muito mais rápidas do que RG.
            Enfim, é isso. No fim das contas cada um vai ter sua opinião.
            Meu chute é que, números por números, Djokovic vai ser o melhor.
            De resto, vai ser opinião de cada um, e cada um pode ter a sua.
            Em que pese tenham opiniões que acho baboseira, não todas, mas particularmente as que envolvam as palavras “entressafra”, “físico” e “a velocidade das quadras mudou”, não importando o contexto e contra ou a favor de quem foram usadas.

      2. Ruy Machado

        Vitor Hugo, sugiro acompanhar mais as colunas do Dalcim. Regularmente, ele tem feito comparações entre os membros do Big 3, onde é citado que a diferença entre eles é mínima. Não só o Dalcim como a imprensa especializada em Tênis. A hegemonia de Federer já existiu. Hoje, não mais. E o recorde mais importante continua sendo o de GS. Então, Nadal está no páreo para o título de GOAT… Você querendo ou não. Abc

  38. Gildokson

    Federer tem que jogar até garantir esse recorde de títulos, nem que seja com torneios menores, só pra ficar ao menos um recorde grande em seu currículo e causar a fúria dos haters nolistas kkkkkkkkkkkkk Que ja sabemos virão logo menosprezar dizendo que Atp 250 e 500 não valem a exemplo da discussão no outro post onde insistem em dizer que ganhar mais jogos, perder menos e ganhar mais títulos é pior de que quem fez o contrário kkkkkkkkkkkkk
    Querem falar de chave? Da uma olhadinha nesse último título em Roma que o sérvio venceu.

    1. Thiago Silva

      Ninguém tá furioso, da até uma vergonha alheia ler os posts do povo defendendo a temporada do Federer quando todas as evidências apontam pra temporada do Djokovic.

      1. Rodrigo S. Cruz

        Vergonha alheia é querer OBRIGAR os outros a preferir a temporada de 2015 do Novak.

        Ainda mais quando 2006 e 2015 foram tão próximos em performance.

        E há bons argumentos para as duas torcidas, ficando a opinião a critério do gosto de cada um..

        1. Thiago Silva

          Não há argumento bom nenhum, há uma distorção da lógica pra justificar que a temporada do Federer foi melhor.

          1. Rodrigo S. Cruz

            Há argumento bom sim, senhor.

            Diferente da famigerada teoria tosca de “entressafra” que você defende…

      2. Paulo F.

        Tanto a temporada de 2011 quanto a temporada de 2015 de Novak foram superiores à de 2006 do incriticável.
        Tanto que em 2015, como foi apontado por um confrade no tópico anterior, Novak ganhou do alegado GOAT em TODOS os pisos. TODOS.

        1. Sérgio Ribeiro

          As derrotas em Sets diretos do Sérvio em Cincy e Dubai 2015 não podem ser esquecidas pelo comentarista ou pode isso Arnaldo ? rs . Abs!

    2. José

      Esse recorde de títulos totais nunca foi muito enaltecido. Mas tenho certeza que se o Federer o tiver, vão considerar o mais importante do tênis Huahuaha

      1. Gildokson

        É facinho adivinhar pq nunca foi enaltecido. kkkkkkkk
        Pq só o Federer está próximo de quebrar, aliás falando sério, eu nem acho que ele consiga. Mas eu tenho certeza que se o Djokovic estivesse perto o Danilo ia ta até fazendo contagem regressiva kkkkkk
        Abs!!

      2. Sérgio Ribeiro

        Errado , meu caro José. O recorde de Títulos de 109 ATPs pertence ao grande Jimmy Connors e jamais a ATP tentou diminuí-lo por fazerem parte do todo 54 ATPs 250 . Ela inventou os tais Big Titles que não tinham esse denominação até 1990. Mas tem uns manés que esquecem que os preparativos na Grama eram TODOS 250 , até tomarem vergonha na cara . E’ óbvio que não ter MATERS 1000 nesta superfície é um sacrilégio. Queria ver se os fujões costumeiros não dariam as caras rs. Abs!

    3. Miguel BsB

      Gildokson, falo isso já há uns anos…
      Espero que Federer se mantenha em atividade e bata esse recorde do Connors…é possível.
      E que dispute torneios menores mesmo, o americano fez muito isso.
      Eu acho esse um recorde muito importante.

  39. Maurício Luís *

    Números interessantes, mas pelo que se vê nos comentários, a maioria o pessoal desconhece ou ignora. Os torcedores ficam se debatendo por causa de número de Slams, semanas como número 1, confrontos diretos… acho que só. Nem número total de títulos (109 do Connors) parece que tão nem se lixando.
    Outro recorde pouco visado, porém não menos importante, é quantos balões o Nadal deu (1 milhão, 750 mil) e o recorde de queda de cabelo, também marca quase imbatível do baloeiro.

    1. Maurício Luís *

      Ah, e ele promete quebrar o seu próprio recorde de pouca telha ano que vem. Vai acabar 2021 com 5 fios de cabelo, igual ao Cebolinha.

  40. periferia

    Retrospecto 2020

    “Abrem-se as cortinas e começa o espetáculo.” (Fiori Gigliotte)

    “Vai que é sua…” (Galvão Bueno)
    Djokovic ganha Austrália Open.

    “Tá lá um corpo estendido no chão” (Januário de Oliveira)
    Federer se machuca.

    “O caos…” (Rômulo Mendonça).
    A pandemia acontece.

    “Pelo amor dos meus filhinhos” (Silvio luiz)
    Pai do Tsitsipas vendo o filho jogar.

    “Ripa na chulipa…pimba na gorduchinha” (Osmar Santos)
    Djokovic acertando a juíza de linha no USOpen.

    “Que beleza…” (Milton Leite)
    Final do USOpen sem “aqueles” caras…Thiem leva.

    “Vai mais…vai mais…garotinho” (João Carlos Araújo).
    Sinner chegando

    “Olha lá…olha lá…no placar” (Geraldo José de Almeida)
    Nadal atropela no Roland Garros.

    Medvedev…vc é “ridículo” ( Everaldo Marques)
    Medvedev ganha o Finals.

    Fecham-se as cortinas e termina o espetáculo (um elegante Rui Viotti puxa as cortinas).

      1. Sérgio Ribeiro

        Fantástico mesmo esse comentário. E tem tudo a ver com todas essas feras em que pra nossa sorte a metade ainda está em a atividade . ABS !

    1. Luiz Fabriciano

      Caro Periferia, posso dar um pitaco? E me perdoe se eu estiver errado.
      O vai mais, vai mais … não seria de autoria do garotinho José Carlos Araújo?
      E está lá o corpo estendido no chão… não seria de Silvio Luís? O mesmo que falava: “foi, foi, foi ele…”

      De qualquer sorte, o produto ficou muito bom!

      1. periferia

        Olá Luiz…

        O bordão é do Januário de Oliveira mesmo.
        Lembro das transmissões antigas dele …quando tinha Fluminense e América era o duelo de “Búfalo Gil” contra “Ivo Coração de Leão “.
        O do Garotinha está lá…..eu troquei o José pelo João…rs
        E o Garotinho continua ainda hoje nas ondas do rádio.

        Abs

      2. Sérgio Ribeiro

        E’ claro que o vai mais , vai mais garotinho e’ José Carlos Araújo. O verdadeiro garotinho ( ganhou de Osmar Santos na justiça) . E mandava “ apite comigo galera !!! Como eram ambos da Rádio Globo acabaram se tornando grandes amigos . Mas o tá lá um corpo estendido no chão é o mesmo de Cruel , muito Cruel !!! . O grande Januário de Oliveira e não do não menos Silvio Luiz ! Abs!

Comentários fechados.