Xangai em três atos
Por José Nilton Dalcim
7 de outubro de 2019 às 19:58

Claro que num Masters 1000, em que todos os 16 cabeças de chave são no mínimo top 20 do ranking, é até uma heresia falar em coadjuvantes, mas o fato é que Xangai está com olhos em três nomes. Não por acaso, os do Big 4: Novak Djokovic, Roger Federer e Andy Murray.

Djokovic foi soberbo em Tóquio, ainda que tenha sido um ATP 500 um tanto esvaziado. Ainda assim, não dá para negar a qualidade do tênis apresentado pelo sérvio, como a mostrar a todos quem é o autêntico número 1.

O desafio no também veloz piso chinês é um tanto maior. Denis Shapovalov, John Isner e Stefanos Tsitsipas devem exigir que Nole mantenha o alto padrão de Tóquio. E tomara que ressurja Daniil Medvedev no seu caminho, lá na semifinal.

Pena que a chance de Murray ocupar o posto de Medvedev lá na frente seja bem pequena. O escocês progride lentamente, mas evolui. Se ganhar mais um jogo em Xangai, estará pertinho do top 200. No entanto, o adversário será Fabio Fognini, que apesar da perna ruim ainda está em ritmo superior.

Na outra ponta da chave, dúvidas persistem em cima de Roger Federer, que enfim admitiu ter sofrido com as costas durante Cincinnati e US Open. Treinou e deu entrevistas com o tom otimista natural da ocasião, mas é preciso ver o que acontece de fato. Reencontrará nesta terça-feira o mesmo Albert Ramos que o venceu na estreia do torneio em 2015, então uma tremenda surpresa. David Goffin e Alexander Zverev são as ameaças antes da semi.

Por fim, acredito que também valha a pena observar Dominic Thiem, principalmente depois de seu título um tanto redentor em Pequim. Fez dois sets de alta qualidade na decisão contra Tsitsipas, garantiu seu lugar no Finals pelo quarto ano consecutivo e isso tira a pressão. Ainda que não seja fã de superfícies tão rápidas, Pablo Carreño, Nikoloz Basilashvili e Roberto Bautista são uma trajetória bem vinda.

Números
– Djokovic chegou ao 76º título, apenas um atrás de John McEnroe, o quinto colocado. Está a oito de Nadal.
– Se vencer 3 jogos em Xangai, Federer atingirá o jogo de número 1.500 da carreira e ficará 56 atrás de Connors. Em termos de vitórias, faltam 45 para igualar o recorde.
– Djoko e Federer disputam palmo a palmo a liderança no aproveitamento sobre a quadra dura: o sérvio está com 84% (563-107) e o suíço, com 83,6% (769-151).
– Faltam apenas quatro semanas para Nadal superar Federer como tenista que mais ocupou o top 2 na história do ranking profissional.

Briga aberta
Não vai haver luta pelo número 1 em Xangai, mas espera-se acirrada disputa pelas três vagas remanescentes ao Finals de Londres. Tsitsipas tem boa vantagem e acho que dificilmente vai ficar de fora. Bautista, Zverev, Goffin e Berrettini, Monfils e Fognini estão separados por meros 305 pontos.


Comentários
  1. Angela. B

    Esperando ansiosa pelos jogos: Fognini vs Khachanov.. Federer vs Goffin..Hurkacz vs Tsitsipas e Zverev vs Rublev. Aliás, esse torneio de Xangai tá bem legal de assistir….Eu andava meio sem paciência com o circuito masculino nesses últimos tempos, mas o sorteio das chaves em Xangai acabou nos presenteando com duelos bem interessantes. Pena que os estádios estejam tão vazios na maioria das partidas.

    Responder
  2. Luis Lobo

    “Se” o Djoko ganhar os torneios que faltam, olha os recordes que serão alcançados:

    Se ganhar os dois master faltantes: empata em 35 títulos com o Nadal;
    Se ganhar o Atp Finals: empata em 6 conquista com Federer;
    E claro se ganhar esses 3 títulos vai terminar o ano como numero 1: empata com líder Pete Sampras em 6 vezes;
    E por consequência também empata com Peter Sampras em semanas com numero 1 do mundoooo

    Por isso meus queridos antis torçam muito para o Djoko perder…

    Responder
    1. HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      Os recordes que vc mencionou acima, Luis Lobo, serão alcançados, mas, talvez, com um pouco mais de tempo.
      Possivelmente, até o final de 2020…início de 2021.
      Parece difícil Novack vencer os 2 Master de Xangai e Paris, e o ATP Final…
      Vamos ver…..

      Responder
  3. Rodrigo S. Cruz

    Até quem enfim o Tsitsipas conseguiu achar um modo de ganhar do Auger-Aliassime.

    Era uma coisa mais de cabeça do que propriamente de técnica.

    Mas o placar prova que foi duro como sempre:

    duplo 7/6.

    Responder
  4. João ando

    Dalcim. Há pouco tempo o Japão ganhou a copa Davis Júnior dos EUA. .. a escola japonesa de tênis e tão superior a brasileira …ou melhor a escola brasileira não existe. …?isso prrocupa…

    Responder
  5. Luiz Fernando

    Djoko, q é o favorito destacado do torneio, venceu Shapo sem problemas, algo esperado não apenas pela condição do sérvio, mas também pq o canadense ainda vive da vitória sobre Rafa em 2017, é outro q não evolui…

    Responder
  6. Sandra

    Dalcim, por mais que eu torça pelo Djoko, vc não acha muito difícil ele levar Xangai? Estava vendo a chave dele , só jogador com vontade de mostrar serviço, Isner O grego , o russo ! Ufa cansei! E se você reparar quando o big 3 levantou alguma taça foi só em chave fácil, ou pelo sorteio ou porque tiveram a sorte das dificuldades irem caindo!,

    Responder
  7. João ando

    Ontem no programa ace bandsports mostrou Roger Federer caminhando cercado de seguranças e cerca de mais de 50 pessoas ao redor dos segurancas …incrível talvez só pele tenha essa aura que Roger propaga …todos param para ver o melhor de todos os tempos …o pai de Marcelo demoliner sr Juliano diz que em Wimbledon tb e assim no vestiário. … todos tenistas param para ver Federer…impressiona

    Responder
  8. Jose Eduardo Pessanha Bezerra

    Dalcim, você continua achando que o Tsitsipas será o primeiro novato a ser campeão de Slam ou o Medvedev passou à frente ? Tem o Thiem em Roland Garros, mas esse está longe de ser novato e ainda tem que evoluir pra vencer o Nadal. Abs

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Olha, em 2020 já há o risco de Medvedev não ser mais tão novato… rsrs… Mas sem dúvida o russo deu um salto incrível de qualidade. Acho Tsitsipas com todo potencial tanto para um Slam como para o número 1 a médio prazo.

      Responder
  9. Jose Eduardo Pessanha Bezerra

    Olá, amigos. De volta depois de um certo tempo. Não tenho conseguido acompanhar tênis esse ano como gostaria, alguns contratempos no caminho, muito trabalho (isso é bom) e alguns probleminhas de saúde (nada grave, mas apnéia do sono atrapalha muito, quem tem, sabe). Será um jogão Shapo x Djokovic. Vou ver se consigo assistir pelo menos os jogos finais do torneio. Abs.

    Responder
  10. Luiz Henrique

    Final do ano é previsibilidade pura, a não ser quando djokovic está desinteressado. É tipo a grama ou o australian open. A gente já sabe que djoko vai ganhar.
    Por isso que eu acho a temporada de saibro, e talvez o us open series, bem mais interessantes e imprevisíveis.

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Antes de Postar estas “ Pérolas “ , procure se informar como Andy Murray fez pra tomar o N 1 de Novak Djokovic, no último torneio da Temporada , ou seja , pós ATP FINALS . Quem sabe o rapaz não para de pagar mico rsrsrs Abs!

      Responder
  11. lEvI sIlvA

    Gostaria de me desculpar com o caro colega de Blog, Paulo Almeida. Em minha ingenuidade, achei que era só no tênis que ele vivia num mundo paralelo. Após constatar numa outra vertente (no caso música) as firmes e abalizadas convicções que só ele tem, chega-se a conclusão de que Alice não está só no País das Maravilhas. Ou melhor, ela voltou de lá, enquanto o Paulo … Bem, nosso Almeida é de fato, de outro mundo! Creio que Fringe deve ter deixado uma impressão muito forte na mente de nosso amigo. Digo mais, não duvido que, se o mundo se rendesse ao excepcional tenista que é Novak Djokovic e esquecesse Federer e Nadal, ele mui provavelmente iria torcer por outro, só pra ser do contra! rsrsrs ( Em tempo, creio que todos aqui já sabem. meu jogador preferido é o sérvio.) Grande abraço, Paulo!
    PS. Lembranças a Alice…!

    Responder
    1. Paulo Almeida

      Tá bom, cara. Marillion com Fish é legalzinho, apesar de ser cópia descarada de Genesis com Peter Gabriel. Não guarde ressentimentos.

      Responder
  12. Paulo Almeida

    “Ronildo
    8 de outubro de 2019 às 07:10

    Mas Djokovic não tem as armas de Federer. Porque você acha que eu não estou falando que Federer não vai mais vencer Medvedev? Thiem, por outro lado, é um cara super habilidoso. A jovialidade e a habilidade do Thiem estão anulando a super-habilidade e a velhice de Federer. Agora o que eu estou percebendo é que Medvedev tem antídoto contra o jogo previsível do Djokovic. E também tem pernas para correr indefinidamente.

    Mas vamos analisar Shanghai pra ver esta tendência da inferioridade de jogo e do mental de Djokovic ante o Medvedev. Mesmo porque antes de Medvedev gostaria de ver se Djokovic passa por Tsitsipas. E tomara que Medvedev chegue na semi também.”

    Hahahaha, só rindo mesmo. Federer não enfrentou o Medvedev do segundo semestre e, como tomou pau do Rublev e do Dimitrov, provavelmente teria sucumbido tranquilamente ao russo.

    Previsibilidade? Djokovic é o jogador mais inteligente do circuito, sempre adaptando seu jogo ao adversário. Jogando o seu melhor, vence qualquer jogador, uma vez que é o mais completo da história. Já o suíço é teimoso e não muda de estratégia quando está enfrentando um revés. É um dos motivos de ser inferior aos dois rivais.

    Também quero ver se seu ídolo vai aguentar o atual Zverev antes de possivelmente enfrentar o Thiem.

    Responder
    1. Luiz Fernando

      Djoko com “inferioridade de jogo e de mental frente a Medvedev”, isso so pode ser piada. O cara venceu 2 jogos e ja tem esse tipo de superioridade sobre um dos 3 maiores da historia, imagino se fosse que eu postasse uma insanidade dessa ordem, algumas pessoas diriam q sai de um manicômio, e com razão kkk…

      Responder
        1. Luiz Fernando

          Entendi, quer dizer então q o grande Vitrolas q até segunda havia vencido a única partida contra Federer tinha vantagem no jg e no mental contra ele? Como estou de bom humor hj vou considerar seu comentário como piada…

          Responder
    2. Ronildo

      Pois é!

      Djokovic “é o mais completo da história” mas não bateu os recordes do Federer e acredito que nào vai conseguir. E aí, como ficará? E por mais que seja “o mais completo da história” tem perdido muitas partidas para Kirgios, Zverev, Tsitsipas e Medvedev. Tem alguma coisa errada aí. Você tem ideia do porquê Federer, apesar de ter passado dos 35 anos de idade tem mais sucesso contra estes tenistas do que Djokovic?

      Responder
      1. Paulo Almeida

        Que recordes? Aqueles conquistados em cima dos caras da entressafra? Não, obrigado, prefiro os do sérvio na era mais difícil do tênis.

        Ele não perdeu muitas partidas para os citados: são 7 juntando os 4. Quem perdeu muito foi o Federer para seus dois maiores rivais: 20 em Grand Slam e 50 no total.

        Tem mais sucesso onde? Pelo que eu saiba, foi o único a ter perdido para um NextGen em Slam (Tsitsipas), além de dois vices para o Zverev e mais uma eliminação em Finals. De qualquer forma, os caras ganharam porque foram melhores naquele momento e ponto. Eu não uso desculpas de idade como vocês. Djokovic tem amplo domínio sobre os rivais de 2011 pra cá porque evoluiu absurdamente seu jogo e não porque fulano ficou velho. Entendeu?

        Responder
        1. Ronildo

          É desculpa usar a idade de Federer para explicar vulnerabilidade diante de rivais? Vamos ver como fica o Djokovic depois dos 35 então! Ok?

          Responder
        2. Sérgio Ribeiro

          Aonde o parceiro estava até 3 anos atrás desfilando esta sua ” incrível ” sapiência Tenistica e Rockeira ? Todos sabemos que já não é tão criança assim pra tanta besteira rsrsrs Na boa, frequentas o Sítio ? Kkkkkkkk Abs!

          Responder
    3. Maior geração do tênis chegando

      Quero ver as djokvizetes a desculpa que eles vão dar ao fim da carreira Djokovic será freguês de Medvedev e de kyrgios kkkkkkk aí vcs vão ver que Federer só e freguês do Djokovic pela idade pq se não Djokovic perderia feio pro rei .. bom grande slam e impossível passar o Federer e a desculpa de confronto direto mas vitórias ninguém vai ligar pq djokosófísico será cada vez mas freguês de kyrgios e Medvedev pq eles estão entrando no auge ainda ……. principalmente Medvedev que agora mudou de patamar ..freguês do Medvedev kkkkkkkkkkkkkkk

      Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Falou no assunto “Rafa”, e você já diz que tem certeza de vitória.

      Porém, ele nunca beliscou nada em Londres.

      E não será agora que irá beliscar…

      Responder
  13. Angela. B

    Tô adorando a evolução do Murray… e nesse jogo contra o Fognini, ele já demonstrou que vai dar trabalho aos seus adversários e tem tudo p/ recuperar o tempo em que esteve afastado. ———–Mas não entendi o q aconteceu no final do 3o set, Dalcim. Murray reclamou c/ o juiz que qdo ele ia bater na bola (proximo a rede) o Fognini gritou alguma coisa e o atrapalhou. Mas eu não consegui reparar nesse lance. Você viu alguma coisa, Dalcim? O Murray estava nervoso…reclamando c/ o arbitro, e qdo o Fabio tentou argumentar, o Murray retrucou mandando-o “calar a boca”…..Porem, até agora, estou boiando sobre o que realmente aconteceu e tentando achar o video desse suposto “grito”.. mas ainda não saiu nada na web ————– Anyway, vou dormir agora…mas volto aqui amanha pra ver se vc conseguiu encontrar o motivo dessa briga, Dalcim….porque honestamente, fiquei bem curiosa com esse bafon entre os dois. Abs!

    Responder
    1. Angela. B

      Meu amigo acabou de mandar o link p/ mim no twitter, Dalcim. Clique aqui p/ ver >> https://twitter.com/BreakPointBR/status/1181586450019688450 ————E após o lance, o Murray explica na entrevista o que aconteceu e a sua percepção sobre a situação. ———
      Bom, na minha opinião, Dalcim, acho que o Murray tinha razão de não aprovar a atitude do Fabio, que soltou um berro (sim) no meio do smash …..Porém, por outro lado, o Andy não deveria ter deixado a irritação consumi-lo daquele jeito….afinal, ele tinha ganhado o ponto. —– E se tivesse controlado os nervos, acredito que ele poderia até ter vencido a partida. O que vc acha? Abs

      Responder
      1. José Nilton Dalcim

        Claro que Fognini não agiu coretamente, mas nesse game que o Murray dacou para fechar (6/5) o Fognini jogou magnificamente bem, Murray só teve chance quando forçou o primeiro saaue.

        Responder
      1. Angela. B

        Oi Dalcim,
        Sem dúvida alguma – o Fognini teve total mérito nessa vitória. Até porque, jogou muuuito.
        Sem dúvida alguma 2 – Murray tb jogou muuuuuito, mas pecou na parte mental no final. Deu piti qdo já tinha ganhado o ponto..e sua falta de controle emocional, deixou escapar a chance de vitória, pois o jogo ainda estava “pau a pau”.
        Sem duvida alguma 3 – E esse tb é o mérito do Fognini (além do tático e técnico): não se deixou abalar (emocionalmente) pelo piti do Murray e meteu a mão pra ganhar a partida.
        Sobre Murray: Talvez ele esteja se pressionando para voltar ao topo o mais rápido possível, Dalcim – e essa pressão (talvez) o tenha levado a exagerar na dose nessa partida específica. – Essa é a minha teoria. rs
        P1 – Tb não entendi porque Andy deu a entender que Fognini faz “isso” sempre. Calor das emoções??? Don’t know. ..Pois sempre achei o Fabio um cara gente fina (assim como Murray) e até achava que ambos se davam bem.
        Ps2 – Anyway, sou fã desses dois tenistas…..e sinceramente, torço p/ que eles tenham uma conversa em breve p/ resolver esses issues.
        Abs.

        Responder
      2. maurício

        Andy Murray sempre foi dado a chiliques e catimbas, quem não acredita pega um vídeo dele discutindo com o Del Porto, deve ainda tá no youtube, e que a mãe dele fica provocando o argentino com gritos, a mesma coisa que ele reclamou hoje do Fognini. Agora, o Murray nunca foi criticando pela imprensa e pelo público, primeiro porque nunca foi uma ameaça real a Federer e Nadal; segundo porque é inglês. Imagina se fosse o Djoko fazendo o que ele fez hoje, o mundo ia cair de pau, é o mundo hipócrita em que vivemos, por isso admiro o sérvio, vai contra tudo e todos, mas consegui mantém a calma, nem sempre, rsrsrs

        Responder
    2. Marcão

      Quem conhece minimamente o circuito masculino sabe que Fognini é extremamente talentoso e, quando quer, faz o tênis parecer jogo de amarelinha. No entanto, é notório também que o italiano costuma comprar bilhete antecipado para San Remo quando a partida começa a lhe escapar (muitas vezes o bilhete lhe chega on line, em sonho, antes mesmo de o jogo começar). Não fosse assim e Fognini teria assento permanente no top 10. Há, porém, certas circunstâncias, certos caprichos, certas nuances, imprescrutáveis até para o próprio Fognini, que despertam a fera que normalmente jaz candidamente adormecida na sua cachola. E quando isso acontece, prezada Angela e queridos amigos, Fognini é imparável. Nada o pressiona, nada o assusta, e as maravilhas jorram aos borbotões daquela raquete encantada. Murray teria razão em reclamar, se não conhecesse Fognini. Se não soubesse que a treta é um desses ingredientes que despertam a ira santa do italiano. Tivesse simplesmente aderido à brincadeira de Fognini e teria fechado a partida até com certa facilidade, pois àquela altura as prioridades de Fognini, não importa a ordem, eram o aconchego da Flavia, o sorriso do bambino e a macarronada da mama. Mas ai dos tolos que preferem ter razão a ser feliz! Quando mandou Fognini calar a boca, Murray, sem saber, estava antecipando a passagem para Antuérpia (com direito a levar também a sua razão como bagagem embarcada).

      Responder
      1. Angela. B

        Com certeza, Marcão..o Fognini é um dos tenistas mais talentosos do circuito. Sou fã total do seu jogo …e a facilidade que ele tem de mudar a direção da bola é impressionante. Fora que ele tb é super carismático…por isso, impossivel não gostar do cara, mesmo qdo ele não tá afim de jogo rsrs. —— Já no caso do Murray…apesar de eu gostar dele e etc e tal… o britanico foi bem over the top….o cara não precisava fazer aquele piti todo. Anyway…mas já que ele ajudou a “despertar” a fera dentro do Fognini…que ela continue acordada amanhã.. assim o italiano vai com tudo pra cima do Khachanov. Vou torcer por aqui. Abs

        Responder
        1. Sérgio Ribeiro

          Até porque o autor , como torcedor de Murray , não aparece muito. Andy disse que não deveria ter caído na Pilha de Fognini. O mesmo bom moço que cansa de entregar jogos e repetir que a Next Gen é uma farsa. Atualmente é o maior freguês da mesma. Tem gente que gosta rs Dificilmente o Marcão aturaria a turminha da Kombi todo santo dia. Mas também tem gente que gosta rsrsrs ABS

          Responder
  14. Ronildo

    Gabi, peço que você reconsidere sua decisão de não comentar por um tempo no blog.

    Você gosta de tênis e aqui é o melhor lugar para falar sobre este assunto. Acredito que durante este tempo você não vai deixar de ler os textos do Dalcim.

    Então, eu encaro comentar aqui como uma espécie de colaboração com o Dalcim, já que usufruímos gratuitamente de seus textos. Uma espécie de “dizimo”, entendeu? Uma forma de prestigiar a pessoa que na mídia é quem mais tem contribuído com a divulgação do tênis com textos e cobertura que podemos qualificar de magníficos. Tem as partidas comentadas e as transmitidas através de links pelo site.

    Quanto à Ângela. B, eu também tenho achado exagerada algumas colocações dela. Porém tenho evitado entrar em discussões porque daria uma guerra incrivelmente ideológica. E não é esse o objetivo do blog. Mas acredito que a Ângela. B tem o seu valor aqui no blog também por ser amante do tênis como nós Gabi. (Eu e a Ângela B temos em comum um carinho especial pela Kvitova). Por isso lamentaria muito uma saída dela do blog motivada por muitas pessoas se mostrarem desafetas dela. Da mesma maneira lamento muito essa sua intenção de deixar o blog. Evidentemente Gabi, à meu ver, acredito que a Ângela B mostrou insensibilidade para com sua pessoa, pelo menos monetaneamente. Talvez o Dalcim não tenha percebido isto. Mas mesmo que tenha percebido, ele também não pode fazer um papel de “papai” para nós e ficar “puxando a orelha” de um e de outro. Aí já seria pedir demais!

    Enfim, acredito que o Dalcim, nós, você também, e a própria Ângela B (para que ela possa ter a oportunidade de demonstrar suas convicções de maneira mais polida em alguns casos) merecem que você continue conosco, nos prestigiando.
    Desde que isto te faça bem.

    Também sou contrário aos pedidos contra o Paulo Almeida. Temos que aprender a viver com o contraditório e respeitar portanto as opiniões contrárias. Foi em nome do respeito que eu trouxe a questão da pressão sobre Federer em Wimbledom. Ontem ele até brincou com isso na hora de preparar um churrasco dizendo que estava mais nervoso do que em Wimbledom! Ou seja, vergonha é pra quem vem desmerecer outros gratuitamente aqui, (agora não estou pensando na Angela B, mas sim no Paulo Almeida), sejam tenistas ou outros foristas. Sempre haverá argumentos para mostrar o exagero, a radicalização.

    Responder
    1. Angela. B

      Caro Ronildo …>>> respondendo seus comentários abaixo👇👇

      1 -.. “Quanto à Ângela. B, eu também tenho achado exagerada algumas colocações dela. Porém tenho evitado entrar em discussões porque daria uma guerra incrivelmente ideológica.”
      ** Resposta – nunca fui grosseira qdo discordaram de mim. Muito pelo contrário. Apenas respondo a altura qdo se dirigem a mim de forma RUDE. Portanto, não se sinta intimidado qdo discordar do que penso, Ronildo >>>> SE vc for educado, ficaremos numa boa. Aliás, já construi muitas amizades por aqui em situações bastante ‘delicadas’. Acredite! 😉

      2 – ….”Mas acredito que a Ângela. B tem o seu valor aqui no blog também por ser amante do tênis como nós Gabi. (Eu e a Ângela B temos em comum um carinho especial pela Kvitova). Por isso lamentaria e etc…..”
      ** Resposta – Que bom que vc pensa assim 🙂
      Opssssss…….Ou será que não??🤔👇

      3 – ….”Evidentemente Gabi, à meu ver, acredito que a Ângela B mostrou insensibilidade para com sua pessoa, pelo menos monetaneamente….”
      ** Resposta – mostrei insensibilidade???? Quem AQUI me chamou de grosseira gratuitamente, se metendo na minha conversa com o Dalcim…e depois se fazer de vitima qdo eu retaliei????? Quem???? A Tia Augusta??? A vovó Estela??? Não……foi a dona Gabi. Uma pessoa que até então, nunca tive NADA contra.

      3 – ….”Talvez o Dalcim não tenha percebido isto.”
      ** Resposta – WTF???!!!…Então, Ronildo, quer dizer que vc acha que o Dalcim é um “cego”, ou um “manipulado” ou “ingenuo”???? A ponto de ele não ter “percebido” os comentários de inúmeros leitores até hoje ….ou até (como vc insinua) meus supostos “xingamentos” e “desaforos” apontados de forma exdruxula pela Gabi aqui no blog????? Ahhhh… me poupe!!! E poupe o Dalcim tambem!!!! For God Sake!!!
      Ps -.. Ao menos, respeite a inteligência do cara. Afinal, ele vê TUDO que acontece aqui no blog. Posso não ser um “doce de côco”, mas estou longe de ser a ‘malévola” desse espaço….. Portanto, mate….tenha alguma auto-critica…ou noção do ridiculo. Na boa, isso não faz mal a ninguém!

      4 – “Enfim, acredito que o Dalcim, nós, você também, e a própria Ângela B (para que ela possa ter a oportunidade de demonstrar suas convicções de maneira mais polida em alguns casos)…e etc”
      *** Resposta – Caro, Ronildo, se vc quiser que EU tenha a oportunidade de demonstrar minhas convicções de maneira mais “polida”….POR FAVOR, ENTÃO, PARE DE FALAR ASNEIRAS….e principalmente, de se sentir um “Anjo Gabriel”, “São Francisco de Assis” ou uma ‘Maria Conciliadora do Blog” p/ tentar nos dar conselho de como pensar ou agir. Na boa, vc não tem essa moral toda, né non?

      Ps 3 – Aliás, Ronildo, falei pra vc (ali em cima) que trato MUITO BEM quem discorda de mim com educação… e que apenas retalio, qdo são rudes comigo—————Portanto, não fique “surpreso” com minha resposta, darling. Don’t!!!
      >>>>>> Da proxima vez, se quiser minha contemplação…dirija-se a mim com respeito. E jamais tente ser “superior” ou “professoral” como vc tentou desastrosamente no seu comentário acima. Vc não engana ninguém com essa pseudo-auréola que vc criou repentinamente.——
      Ps – Sim…da proxima vez…. Porque não sou do tipo que guardo raivinha.,,não. Cheers.

      Responder
      1. João ando

        Acho que a Gabi deve voltar sim …só deixar de ser irônica e querer dar uma de politicamente correta …teve um que disse que ia deixar esse blog aqui e voltou em menos de dois dias…tive dois desafetos aqui …nem me dirijo a eles mas as vezes me cutucam. ..aí respondo com agressividade, os outros eu até esqueci o nome deles …e vida que segue

        Responder
      2. Ronildo

        Nossa Angela P, você tem se mostrado uma pessoa extremamente julgadora do íntimo dos outros. Eu estava evitando falar isso, por educação, por polidez. Mas sou obrigado.

        Primeiro que jamais desperceberia a inteligência do dono do site e criador dos textos que admiramos.
        O fato de eu ter dito que ele talvez não tenha percebido sua indelicadeza com a Gabi se refere ao fato de que acredito que moderar o blog não é uma prioridade para a vida do Dalcim, que certamente tem coisas muito mais importantes para fazer em sua vida particular. Então certamente alguma coisa pode passar despercebida.
        Tá vendo, você julga que eu simplesmente desconsidero a inteligência dele, quando na verdade minha percepção é que o Dalcim é uma pessoa muito ocupada. (Evidentemente posso estar errado nesta minha percepção)
        Da mesma maneira você debocha dos brasileiros que votaram em Bolsonaro e o Rodrigo te retrucou que foi a opção óbvia para evitar a maldita roubalheira que havia sido implantada no Brasil, coisa que as pessoas de fora do país tem ignorado completamente.
        Quando eu critiquei o Kirgios por ter simulado masturbação diante das câmeras com uma garrafa de água você veio me dizer que muitos têm um discurso moralista mas vêem pornografia no privado. Eu me calei porque não achei que valesse à pena discutir isto com você. Mas aproveito para dizer que uma coisa não tem nada haver com a outra. Uma pessoa pode brincar à vontade com seus órgãos sexuais na sua vida privada, com ou sem pornografia. Isso vai depender de suas crenças. Mas independentemente se uma pessoa é atéia ou crente em Deus, pessoas concienciosas tem agido historicamente e socialmente de uma maneira que proteja a infância em questões sexuais. (Salvo culturas exóticas). E o ato do Kirgios foi um flagrante desrespeito público à estes valores. Desrespeito às crianças e aos pais das crianças, da mesma maneira que desrespeitou publicamente a tenista Vekic. E este desrespeito à Vekic você desconsiderou completamente na sua ânsia de mostrar que outros tem falhas morais ao passo que tem discursos moralistas.
        Se você me conhecesse pessoalmente, jamais me acusaria de querer passar-se por alguém moralmente superior a outros. Sobre eu fazer papel de “Maria Conciliadora”, “São Francisco de Assis”, “Anjo Gabriel” e tudo o mais que você sarcasticamente venha me imputar com sua “incrível amabilidade”; deixa eu te explicar o que penso sobre isto: o mundo inteiro está permeado de ações brutais perpetrados por pessoas sem sentimentos. Eu poderia descrever os crimes que se tem cometido mundo afora, mas aqui não é o lugar apropriado. Isto aqui é um divertido blog de tênis, apesar de muitos se aproveitarem deste espaço para fazerem pesadas críticas à outros.
        E diante do público tão pequeno que aprecia tênis comparado à outros esportes, eu lamento muito que alguns foristas se sintam incomodados com a insensibilidade de outros e saiam. Este foi o motivo que escrevi aquele texto para a Gabi. Não foi para aparentar santidade, viu “senhora julgadora dos sentimentos e motivações” dos outros.

        Responder
        1. Angela. B

          Qta encheção de saco por aqui, viu??? Será que é falta do que fazer…ou falta de semancol mesmo??
          Primeiro vem uma se achando no direito de me chamar de “GROSSA” gratuitamente (e num post solo).. e qdo eu respondo a altura, ela se faz de vítima pra Deus e o mundo (!!)
          Após alguns dias, qdo eu penso que a poeira já tinha baixado, vem o outro querendo lacrar c/ um discurso pseudo-pacificador…., me usa como bode expiatório de forma arrogante e patronizing, se achando no direito de me dar lição de moral e me criticar….E qdo recebe uma resposta que não lhe agradou….guess what? TAMBÉM se faz de vítima (!!!)
          Helllllooooo??!!??? Tá na hora de um pessoal aí acordar pra realidade ….é muito vitimismo, mimimi e falta de auto-crítica.
          Na boa – se querem ver uma Angela “gente fina” e “polida” aqui no blog….é só não me provocar, insultar ou meter o bedelho (de forma rude) a onde não foi chamado. As simple as that. Caso contrário, se falar o que não deve, vai (sim) ouvir de volta o que não quer. Abs.
          Ps – Dalcim, se quiser fechar a discussão ou dar direito de resposta ao Ronildo…is up to you. Eu tô realmente cansada desses barracos intermináveis, especialmente qdo meu nome é envolvido gratuitamente em comentários isolados e fora de contexto. Mas não se preocupe….caso vc dê direito de resposta ao ronildo, eu não vou mais respondê-lo ou extender esse drama de novela mexicana que sem querer, acabei virando a protagonista…Pra mim, essa discussão acabou por aqui. Valeu. Abs.

          Responder
  15. Rodrigo S. Cruz

    Sérgio Ribeiro,

    Acho que o confronto de ALTÍSSIMO nível técnico que vimos hoje entre Fognini e Murray foi um ótimo exemplo para deixar claro que se o britânico é maior em resultados, o Fognini é ainda maior em espetáculo!

    Claro que fiquei feliz de ver o quanto o Murray correu e sacou de forma excelente.

    O cara está definitivamente de volta!

    Chegou em bolas impossíveis, esbanjando físico e contra-atacando demais.

    Ao passo que o italiano jogou mais no ataque, ditou o ritmo do jogo e fez muito mais winners.

    Teve um momento da partida que foi quase o triplo!

    Jogaço…

    O ponto negativo da partida foi a choradeira PATÉTICA do Murray que ficou todo putinho quando viu que ia perder…

    Teve um momento em que ele discutiu com o Fabio e o mandou literalmente calar a boca.

    Foi justo ele ter perdido…

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Na boa , Rodrigo. Fognini gritou no meio do ponto. O juiz viu e lhe chamou atenção. O mesmo sorriu ironicamente. Fognini ainda está furos à frente , mas sem se mexer varias vezes em pontos importantes, deverá ficar fora do FINALS novamente. Murray mostrou que com a tecnologia atual , e muita perseverança, deve voltar ao TOP 10. Algo que GUGA e Normam infelizmente não conseguiram . Admirar lances isolados do Italiano e do Australiano, parece ser algo que te agrada bastante. Eu prefiro o imenso Talento e a incrível longevidade do Craque Suíço. Embora em ambos os casos tenhamos Espetáculo. Abs!

      Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        Poxa!

        Mas e o IMENSO talento do Fognini ?

        Impressionante como você que entende de tênis, tentar negar o óbvio:

        O italiano faz o tênis parecer fácil também!

        Responder
        1. Sérgio Ribeiro

          Leia direito , Rodrigo. As vezes você cisma em parecer o L F. ” EMBORA EM AMBOS OS CASOS EXISTE ESPETÁCULO “. Será que é tão difícil de entender ? Você é que insiste com dois CARAS insuportáveis para o ESPORTE . Abs!

          Responder
    2. Miguel BsB

      Rodrigo, foi um jogaço msm! E o Murray parece que tá voltando de vez…quem sabe ano que vem ele não se estabeleça forte no circuito de novo.
      Agora, o Murray reclamou, e com razão, porque o Fognini gritou no momento em que ele ia matar o ponto num Smash no terceiro e parelho 3 set. Creio que no 5×5. Tentando atrapalhá-lo. Foi uma atitude totalmente antidesportiva do italiano…

      Responder
    3. Sérgio Ribeiro

      Ps. Estava ainda 5 x 5 . E depois da lambança Fognini pediu pra ele ficar mais bem “ humorado “ . O vídeo está no Bola Amarela . Abs!

      Responder
  16. Rafael Azevedo

    No meu palpite (e é só um palpite), Djoko vence Xangai, Paris e Finals, e se mantém no número 1. E ainda vai vencer Medvedev em sets diretos.
    A menos que ele se lesione, claro.

    Responder
  17. Ronildo

    Vale lembrar, porque acho que já foi esquecido aqui no blog, que Medvedev venceu a partida contra Djokovic no próprio saque de Djokovic, mostrando assim uma incrível superioridade mental.

    Estou ansioso para ver novamente uma partida entre os dois. Estou vislumbrando que Medvedev vai fazer o trabalho para Nadal e possivelmente até Federer poder chegar ao número 1. Mas no caso do Federer eu acredito que ele tem chance de títulos em Shangai, Basel e ATP Finals. Já Djokovic evidentemente é favorito em todos os torneios que jogar se estiver bem do ombro, desde que não tenha que enfrentar Medvedev. Só que além de Medvedev, outros jogadores que podem vencer Djokovic são Zverev e Tsisipas, pois ambos tem excelentes saques e execelentes golpes de ambos os lados, como o próprio Medvedev. Então Djokovic, apesar do favoritismo, também vai ter de contar com a sorte de evitar estes três jogadores nas chaves ou torcer que outros rivais os vençam antes, como é o caso da incrível freguesia do Tsitsipas para o Aliassime.
    Então gente, é verdade que Djokovic é favorito em tudo. Porém todos sabem que alguns jogadores tem tido sucesso ultimamente contra ele.

    Responder
      1. Ronildo

        Na teoria ele é favorito. Mas na prática vem dando vaciladas fatais diante de Zverev, Tsitsipas e Medvedev. Por isto que no ranking da temporada Nadal está uns 1500 pontos à frente.

        Fui claro?

        Responder
  18. Chetnik

    Vou ter que entrar nessa, não tem jeito…

    “Judas Priest, Savatage, Mercyful Fate, King Diamond >>>>>> Iron Maiden”

    Herege. Iron Maiden é a maior banda de metal da história, de muito longe. Savatage é irrelevante. King Diamond é maior só nos falsetes.

    Mas você tem razão em dizer que Deep Purple é superior ao Led. E das progressivas, Jethro surra todas.

    Responder
    1. Rubens Leme

      Segundo o Grammy, Jehtro Tull é heavy metal e até ganharam nessa categoria com Crest of Knave, em 1988, superando o And Justice for All, do Metallica.

      Agora falando sério, o Tull é mais não é prog. O começo de carreira era bem hard e blues e, entraram na categoria a partir do Aqualung. O próprio Ian Anderson detesta o termo.

      Mas, enfim, rótulos são rótulos e o que vale mesmo são os discos.

      Responder
    2. Paulo Almeida

      Não confunda maior com melhor. Iron Maiden é gigante, mas ainda acho que Metallica é a maior. O grande trabalho de marketing fizeram essas bandas chegarem ao patamar que chegaram, mesmo não sendo tão boas quanto seus pares.

      Criss Oliva do Savatage tocava mais do que os três guitarristas do Maiden juntos. Uma das maiores perdas precoces que o metal já teve. Mercyful/King também são bandas melhores para mim.

      Jethro Tull não é exatamente progressivo. Eles flertaram com o estilo em poucos álbuns apenas, mas conseguiram produzir as obras-primas Thick As A Brick e A Passion Play.

      Responder
  19. Rubens Leme

    Dalcim, é bonito ver Fognini e Murray jogarem. O escocês voltou mais agressivo, indo mais à rede. Por que não fazia isso antes cheio de saúde, né? Tomara que ele ainda possa ser competitivo em Slams.

    Responder
      1. Rubens Leme

        Que final de jogo maluco, com quatro quebras consecutivas e quase um encontrão entre os dois em 6/5. Dalcim, uma coisa que o Murry poderia fazer é corrigir essa demora excessiva em sacar, às vezes bate a bola 15 vezes antes do serviço. Isso consome um tempo louco de quadra e alonga em demasia os games de serviço. Sei que é algo instintivo, mas ele deveria encurtar, ate para preservar o físico, mais do que nunca.

        Mesmo me parecendo meio fora de forma e amante de uma boa discussão (tanto que o técnico dele vivia botando a mão na cabeça como se pedisse que o Fognini que se concentrasse apenas na partida) é capaz de dar deixadas lindas, aquelas que são o sonho de consumo do Bellucci e pesadelo nosso.

        Responder
        1. José Nilton Dalcim

          É muito difícil de consertar esse tipo de ritual, Leme, e por vezes ele fazia isso esperando um avião passar (pelo som, o aeroporto é muito perto das quadras).

          Responder
      2. Sérgio Ribeiro

        Acrescentando o fato , caro Dalcim , dele precisar encurtar os pontos . Pessoas que veem poucos jogos, não viram a agressividade do Britânico ao vencer Wimbledon duas vezes , sendo o Ouro Olímpico no mesmo local . Sendo que 3 x 1 sobre Novak e 3 x 0 sobre Federer. Emocionante a atuação de Murray contra Fognini. Depois do que GUGA e o próprio passaram , ele mostrou que sua perseverança pode trazê-lo de volta ao TOP 10 . Abs!

        Responder
    1. HILARIO MUYLAERT DA SILVA LIMA

      Ao final de outubro de 2019, faltarão, com certeza, 35 semanas para Nole alcançar 310 semanas….
      Ao longo de 2020 / 2021 , muito provavelmente, Novack alcançará Federer.

      Responder
  20. Maria izabel

    Xangai vai ser bem melhor que Tókio.
    Djocko, Federer,Medevedev,Thien,Zverev etc.
    Dalcin é tão complicado as versões das contusões desses grandes jogadores,que é difícil saber a verdade.Muito mistério. Djocko estava com as costas péssimas, diziam que o ano tinha acabado para ele.Aí ,eis que surge em Tókio e vence.Agora vai a Xangai.
    Por outro lado Federer estava com problemas nas costas.Não jogou Tókio,disse que sentiu as costas no US OPEN. Mas,fez inumeras exibições, e vai jogar Xangai.
    Nadal abandonou a gira asiática. Está focado no Finals (no que faz muito bem).
    Até onde pode se acreditar nessas contusões?Penso ser uma maneira de despistar para os outros concorrentes.Só pode,são super atletas,mas é jogo de esconde esconde que confunde até nós torcedores.Você não acha isso estranho também?
    Que bom ver o Murray se saindo bem,tomara venha firme em Xangai.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Não diria que eles mentem, mas certamente escondem a real gravidade ou extensão de seus problemas. E isso obviamente dá margem às especulações.

      Responder
  21. fernando chaves

    dá nojo ver a coluna estragada por esse “inconveniente ” paulo almeida. perde-se todo o interesse nos comentários. dalcim monitore esse cara ou vc perdera leitores…

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      kkkk

      O cara tem o gene MUTANTE da chatice mesmo!

      Sua preferência sobre todo e qualquer assunto tem sempre que ser uma do contra.

      O pior é que enfiou na cabeça que o gosto dele espelha o que necessariamente há de melhor e pronto.

      E nem tente discutir, para não passar raiva…

      (rs)

      Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Acho que a força de seus principais golpes – saque e backhand – estão um pouco menores do que antes. O forehand continua um tanto enrolado. A parte boa a meu ver tem sido sua movimentação pela quadra e o empenho que demonstra. Aliás, raramente tinha visto ele vibrar tanto. Então acho que no geral ele está progredindo. Uma série de vitórias, e se forem de peso melhor ainda, é o que lhe falta agora.

      Responder
  22. Rodrigo S. Cruz

    Paulo Almeida escreveu:

    “Não tenho que me retratar de nada, ainda mais com o exemplo definitivo que eu dei depois”.

    Então não se retrate, oras…

    Foi uma simples sugestão, e não um comando.

    Não esperava reação diferente de um peru inflado feito você…

    Pena que o teu “exemplo definitivo” foi de doer, né?

    Usar um tenista limitado como o Thiago Monteiro como fundamento para afirmar que o Brasil só pode produzir outros como ele…

    Apenas o Guga que se fez sozinho e com tantas circunstâncias desfavoráveis já te desmente.

    Responder
    1. R.P.

      Dia desses Dalcim te chamou à razão por trazer post de outro tópico, mas de nada adiantou. És capaz de perceber o quanto isso é chato e irritante?

      Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        Só não é tão chato é irritante do que eu ter que aturar um fake insuportável como você usando dois pesos e duas medidas, né?

        Porque o teu amiguinho Paulo Almeida fez isso nesse tópico (e no anterior) umas DEZ VEZES ao todo, e você não reclamou de nada…

        Responder
        1. R.P.

          Aprendeu contigo, que clama por atenção. Já que tu gostas de ludibriar a carência trocando gentilezas com o PA, poderia fazê-lo por Whats. Ninguém se engana com a tua pseudo-implicância com ele.

          Responder
          1. Rodrigo S. Cruz

            Acho que quem suspira por atenção aqui é você.

            O que ficou explicitado nos teus últimos posts.

            Talvez seja a forma que você pensou de parecer menos insignificante. (rs)

            Não me dirija mais a palavra, ok?

  23. Sérgio Ribeiro

    Um Tenista que emenda um simples ATP 500 , num MASTERS 1000 , somente pode estar totalmente focado no N 1 . Até porque depois de sentir a mão pesada de STANIMAL em Nova York , garantiu ao Big Mac que a lesão era séria. Já o Espanhol ao pular tudo , pensa mesmo primeiro em faturar seu primeiro FINALS. E claro secando Novak. O Craque Suíço pensa em mais um Título. Chegar ao FINALS aos 38 , já é algo INÉDITO. 4 Danoninhos + SuperEstimado no FINALS parece bem possível rsrsrs Abs!

    Responder
  24. Paulo Almeida

    Falar que o Djokovic não vai mais vencer o Medvedev é o mesmo que falar que o Federer não fará o mesmo contra o Thiem. Totalmente non-sense!

    Responder
    1. Ronildo

      Mas Djokovic não tem as armas de Federer. Porque você acha que eu não estou falando que Federer não vai mais vencer Medvedev? Thiem, por outro lado, é um cara super habilidoso. A jovialidade e a habilidade do Thiem estão anulando a super-habilidade e a velhice de Federer. Agora o que eu estou percebendo é que Medvedev tem antídoto contra o jogo previsível do Djokovic. E também tem pernas para correr indefinidamente.

      Mas vamos analisar Shanghai pra ver esta tendência da inferioridade de jogo e do mental de Djokovic ante o Medvedev. Mesmo porque antes de Medvedev gostaria de ver se Djokovic passa por Tsitsipas. E tomara que Medvedev chegue na semi também.

      Responder
      1. Luiz Fabriciano

        E por que a super-habilidade de Federer não bate a previsibilidade do jogo de Djokovic?
        Acho que sei: deve ser culpa de sua torcida que mais o atrapalha, dando-lhe pressão extra, que ajuda.

        Responder
        1. Ronildo

          Você não percebeu que o Federer está perdendo nos detalhes as partidas para Djokovic? Isso não é suficiente para um jogador de 37 anos contra o número1?

          Se Federer tivesse 23 e Djokovic idem, Djokovic nem veria a cor da bola. Eu estou justamente usando o exemplo de Medvedev porque é evidente que a jovialidade dele em relação à Djokovic está fazendo a diferença a seu favor, da mesma maneira que Djokovic está tirando vantagem em cima de Federer pelo mesmo motivo. Mas tranquilo, vamos observar. Eu duvido que Djokovic volte a vencer Medvedev de volta. Ou como disse o Ivanisevic: se Djokovic e Medvedev jogarem 10 partidas (seguindo a tendência atual), no melhor de ambos, Medvedev vence 8!

          Responder
          1. Paulo Almeida

            Fregueser perdeu 20 e ganhou 9 jogos de 2011 pra cá. O fato é que você passou os últimos 10 anos mais secando os rivais do que comemorando títulos.

            Como disse o Ivanisevic: com os dois no seu melhor, o sérvio vence 8 de 10.

          1. Jonas

            Veremos o que?

            Perder pro Medvedev neste torneio não muda nada. O H2H ainda é equilibrado. O Russo não deu sinal nenhum de que irá dominar o Djokovic.

  25. Paulo Almeida

    “Rubens Leme
    7 de outubro de 2019 às 20:50

    https://en.wikipedia.org/wiki/Ginger_Baker#Legacy

    Baker’s style influenced many drummers, including John Bonham,[46] Peter Criss,[47] Neil Peart,[48] Stewart Copeland,[49] Ian Paice,[50] Terry Bozzio,[51] Dave Lombardo,[52] Tommy Aldridge,[53] Bill Bruford,[54] Alex Van Halen,[55] Danny Seraphine[56] and Nick Mason.[57]

    Ele influenciou Neil Peart? Influenciou! Influenciou Dave Lombardo? Influenciou! Influenciou Ian Paice? Influenciou! Influenciou Bill Brufford? Influenciou! Sem falar em Bonham, Copeland, etc

    Sujeitnho meia-boca esse! (adivinhe com quem estou sendo irônico e com quem não estou sendo).”

    O fato de ter influenciado não significa que era o mais completo e versátil. Foi superado por todos os que citei e mais alguns. Captou a diferença?

    Responder
  26. Rafael

    Mestre, não achei o ATP de Tokyo tão esvaziado assim não. As vitórias do Djoko sobre Pouille e Goffin dizem o contrário. É que o Sérvio jogou demais. Uma fluidez na quadra que lembrou o AusOpen. Você acredita em título em Shangai?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Não me referi aos jogos do Djoko, mas ao torneio em si. Acredito que Djoko está embalado e em ritmo perfeito, já que Xangai também é veloz.

      Responder
  27. Paulo Almeida

    “Rubens Leme
    7 de outubro de 2019 às 21:06

    O primeiro Rush é um totalmente copiado do Led, aliás, o único disco sem o Neil Peart, que só entraria no posterior, o Fly by Night que é um dos que mais gosto da banda.

    Yes e King Crimson são bandas espetaculares, com diversas formações. A melor fase do Crimson é o triumvirato Larks-Starless-Red, com Bill Brufford e o falecido John Wetton, mas queria ter visto muito a atual formação, com 3 bateristas, destacando-se o ex-Mr. Mister Pat Mastelotto. Já o Yes teve muitas formações, mas Brufford pegou também a melhor fase, sendo o Yes Album e Close to the Edge meus favoritos.

    Poderia ter sido mais profundo e citado um Gentle Giant, Van der Graaf Generator (Pawn Hearts é um gema esquecida do prog), um Soft Machine, um Caravan, Gong ou até o ELP mesmo. E, principalmente, menos tosco em suas comparações. Mas aí seria pedir demais.”

    Não foi o Rush que plagiou músicas na cara dura não! De qualquer forma, não considero cópia de Led e ali era só o início da banda. Os melhores álbuns vão do Caress of Steel ao Moving Pictures na minha opinião.

    Não quis ser mais profundo, ainda mais tendo em vista que poucos aqui entenderiam a minha mensagem. Eu conheço todas as bandas que você citou e ainda cito mais: Camel, Renaissance, Focus, Eloy, Triumvirat, PFM, Genesis, Jethro Tull, Kansas, Nektar, Goblin, Gryphon…

    E aí, está ruim pra você o meu pouco conhecimento? Baixe a bola aí, você não está conversando com qualquer um aqui não.

    Responder
  28. Paulo Almeida

    “José Nilton Dalcim
    7 de outubro de 2019 às 20:27

    Rush e Megadeth melhor que o Led? Meu pai!”

    Rush é muito, mas muito melhor do que o Led “Plágio” Zeppelin, Dalcim.

    Geddy Lee, Alex Lifeson e Neil Peart surram John Paul Jones, Jimmy Page e John Bonham respectivamente. Já comparar Megadeth com Led não faz tanto sentido, mas o Mustaine e outros guitarristas que passaram pela banda são muito superiores tecnicamente ao Page, não dá nem para o começo.

    Responder
    1. Miguel BsB

      Almeidao, tento não entrar em polêmica com vc, mas é difícil! Rs
      Digamos que, não só no tenis, mas vc tem opiniões “exóticas” tb na música meu amigo?
      O seu problema é querer comparar e rankear tudo, de tenistas a bandas. Aí não tem como não criar polêmica…
      Olha só, gosto de muitas bandas que vc citou aí, mas:
      Led Zeppellin e Pink Floyd são incomparáveis! Nenhum entendido de música irá classificar o Rush ou Yes como maior ou mais importante do que essas 2 bandas na história da música. Claro, música é gosto, e vc tem todo o direito de gostar mais de Rush do que de Led.
      Mas, já que vc gosta tanto de rankings e comparações, procura aí no Google sobre listas de melhores discos de rock de tds os tempos, e aposto que em nenhuma discos do Rush ou Yes estarão na frente de um Led Zeppelin IV ou um Dark Side of the Moon.

      Responder
      1. Miguel BsB

        Pronto, botei no Google “maiores discos de rock de todos os tempos”, e, a primeira que aparece, é um wikipedia do ranking com os 200 maiores discos elaborado simplesmente pelo Rock and Roll Hall of Fame.
        Nao fui tão mal no meu palpite aí de cima, e Dark Side é simplesmente o 2!, e Led Zeppelin IV o 4.
        Rush, tá beemmm lá embaixo….atras de quase todos do Led e do Floyd…
        Segue o link:

        https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Lista_dos_200_álbuns_definitivos_no_Rock_and_Roll_Hall_of_Fame

        Responder
        1. Rubens Leme

          Miguel, não se zamgue tanto com o rapaz. Se ele gosta de King Diamond, deixe-o em paz, oras.

          E, sinceramente, lista do Rock and Rolll of Fame serve para nada. É uma das instituições mais cafonas e constrangedoras e coorporativistas que existe, além de ser uma lista padrão Rolling Stone Magazine, de longe, a pior e mais conservadora entre as mais importantes. Eu nunca me importei com essas listas, pois meu gosto nunca bateu com nenhuma.

          Só como exemplo, meu Led favorito é o III e do Floyd, o primeiro, com Syd. E nenhum deles consta dos meus 10 LPs favoritos pessoais.

          Responder
          1. Miguel BsB

            Foi o que falei Leme…e esses rankings e comparações só servem pra criar polêmica…tb disse que gosto é gosto, principalmente musical. Não vejo nenhum problema em gostar mais de Rush (banda que gosto muito aliás) do que de Led, por exemplo, Ou Yes do que Pink Floyd.
            Mas, se for pra comparar, listas feitas por entendidos servem de algum parâmetro, não é msm?
            É a mesma coisa, o camarada pode gostar mais do jogo do Bellucci ou do Meligeni ao do Federer, mas, na hora da comparação, os especialistas colocarão este acima daqueles.
            Mas, realmente, deu pra perceber que o Paulo tem gosto musical sim. Mas a polêmica foi ele que abriu…

          2. Paulo Almeida

            Sim, eu gosto de King Diamond e você gosta do pseudo-guitarrista Eric Clapton e suas bandas fraquinhas. Está aí mais um cara que conseguiu enganar milhões sem saber tocar nada minimamente elaborado. O Andy LaRocque, guitarrista do KD, deve tocar mais do ele com um braço amarrado, rs.

        2. Paulo Almeida

          Miguel, essas listas todas são uma grande bobagem baseadas em opiniões de quem tem um conhecimento raso de rock. Nesse caso, o Rubens tem razão.

          Eu mesmo formo as minhas opiniões, procurando conhecer a fundo bandas e estilos. Não vou atrás de rankings.

          Led e Floyd são maiores mesmo, mas não melhores na minha visão. Eu gosto das duas bandas, mas prefiro várias outras contemporâneas das mesmas.

          Responder
  29. Rubens Leme

    Dalcim, se um incauto definiu que padrão GOAT agora é Testament e King Diamond, você diria que a fase atual do tênis brasileiro transita entre uma mistura de Trio Los Panchos, Gilliard e Dominó ou estaria mais para Márcio Greyk, Trio Los Angeles e Absyntho?

    Espero que esteja ganhando rios de dinheiro para ler tudo isto e não bater com a cabeça na mesa…. porque, olha, você merece.

    Responder
    1. Paulo Almeida

      Você não conseguiu entender as minhas analogias, então vou explicar melhor e com mais exemplos:

      Yes, King Crimson, Genesis, Eloy, Focus >>>>>> Pink Floyd
      Rush, Deep Purple, UFO, Budgie >>>>>>> Led Zeppelin
      Judas Priest, Savatage, Mercyful Fate, King Diamond >>>>>> Iron Maiden
      Testament, Slayer, Megadeth, Exodus, Death >>>>>> Metallica

      Agora acho que ficou claro!

      Responder
      1. Kauê Guedes

        Isso aí só faz sentido em um mundo contrário. Você pode até achar que isso é verdade, mas 99% do resto do mundo normal vai discordar.

        Responder
  30. Maior geração do tênis chegando

    Djokovic e freguês do Medvedev .. quando Medvedev ficou mais experiente Djokovic parou de ganhar e vai perder muito mas agora q Medvedev mudou de patamar …….grande carreira do sérvio freguês do Medvedev

    Responder
  31. Alexandre

    Boa noite Dalcim!
    Já li algumas matérias onde o touro miura diz que a sua prioridade é o finals. Você acredita realmente que ele não pensa na liderança do ranking também como prioridade? E completando, você acha que poderemos ver o Medvedev aprontando pra cima do Big 3 no finals?
    Abraços e parabéns pelo seu blog!!!!

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Acho que ranking é consequência, Alexandre, e aliás os tenistas também costumam dizer isso. Então eu acho que ele sonha muito com o Finals, o que consequentemente pode lhe dar o número 1. Medvedev estará num piso bem confortável, o sintético lento, e com certeza será bem perigoso para todo mundo. Abs!

      Responder
  32. Ronildo

    Você não acredita que o Djokovic está com dificuldades em vencer Medvedev Rodrigo S. Cruz? Tudo bem, Shanghai nos dará oportunidade de averiguarmos isso. Se bem que eu desconfio que Djokovic não chegará na semifinal.

    Responder
  33. Willian Rodrigues

    Saudações Dalcim e aos demais colaboradores! Uma das coisas mais legais desse post foi evidenciar como Monfils é um tenista soberbo! Se esse cara tivesse um pouco mais de foco teria permanecido por muito mais tempo no top ten. Num ano disputado como esse, em que o Big 3 voltou a reinar e tantos da nova geração começaram enfim a se destacar, é um grande feito estar com pontuação próxima à classificação. Quem já teve oportunidade de assisti-lo ao vivo sabe bem do que estou falando.
    Abraços

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Provável é uma palavra forte, mas acho bem possível, sim. Veja que, mesmo vencendo Xangai, ele ainda chegará a Paris mais de 400 pontos atrás do Nadal na temporada. Então, mesmo com o piso não favorecendo tanto o espanhol, existe sim uma chance real.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *