Magic Rafa
Por José Nilton Dalcim
3 de setembro de 2019 às 01:02

A nona classificação consecutiva para as quartas de final de Grand Slam não poderia vir de forma mais espetacular para Rafael Nadal. No penúltimo ponto, diante do risco de ceder um break-point e quem sabe reanimar o adversário, o canhoto espanhol deixou o estádio Arthur Ashe atônito e maravilhado, ao conseguir buscar um voleio curto e angulado de Maric Cilic. No último segundo, com a qualidade insuperável de escolher sempre os golpes mais apropriados, fez uma passada por fora do poste da rede. Precisou esperar os demorados aplausos para em seguida concluir a vitória.

Depois de Cilic fazer um belo segundo set, com muita potência no saque e na base, empatando o placar, havia o risco de o jogo ficar enroscado. Mas Nadal tratou logo de tomar conta da situação. Aproveitou cada mínima oportunidade que o croata ofereceu para colocar pressão, deixá-lo em movimento e buscar contragolpes fulminantes. Ficou fácil. Mesmo sem um índice ideal de primeiro saque – 57% contra 66% de Cilic -, foi o espanhol quem cravou mais aces (11 a 10) e ganhou mais pontos com o primeiro serviço (83% a 59%).

Nadal vai para as quartas de final com amplo favoritismo. Além de estar voando em quadra, ainda cruzará com o ‘freguês’ Diego Schwartzman, com quem costuma treinar. Portanto, um jogo sem novidades para ambos. O baixinho argentino obteve sua segunda vitória sobre um top 6 e esticou a temporada fraca de Alexander Zverev, um resultado justo porque Peque mostrou muito mais atitude em quadra. Aos 27 anos, ele repete as quartas de 2017 em Flushing Meadows e voltará pelo menos ao top 20, com chance de ficar entre os 15.

A outra sensação masculina da segunda-feira foi sem dúvida Matteo Berrettini, que aos 23 anos e três meses se torna o mais jovem dos quadrifinalistas, pouco à frente de Daniil Medvedev. Usou seus variados recursos para demolir a fortaleza Andrey Rublev, mas quase se enrolou no final do terceiro set, em mais uma de suas famosos oscilações emocionais. Primeiro italiano nas quartas do US Open em 42 anos – e vamos lembrar que Corrado Barazzutti foi semi sobre har-tru em 1977 -, Matteo é também uma das grandes surpresas da temporada. Jogava challengers até março, quando chegou ao top 100, e daí arrancou, com três finais em pisos distintos e dois títulos de ATP, um deles na grama, feito excepcional para quem é nascido sobre o saibro. Com a campanha em Nova York, irá se fixar entre os 20 do ranking e está até com chance de ir ao Finals de Londres;

Claro que agora complica, porque vem aí o acrobático e experiente Gael Monfils, que não deixou de fazer seu show neste US Open mas parece muito focado. Repetir quartas em Slam – é sua nona presença, das quais quatro em Flushing Meadows – dá um alívio a uma temporada tão complicada. O problemático tornozelo esquerdo já o tirou de oito torneios neste ano, três deles com abandono no meio da semana, e por isso sempre se fica na dúvida sobre o tamanho de sua resistência. A eventual vitória na quarta-feira no duelo inédito contra Berrettini o deixará como o sétimo tenista mais bem pontuado em 2019, abrindo portas para seu merecido retorno ao top 10.

Outra vez Bencic
Com seu tênis muito mais inteligente do que pesado, Belinda Bencic derrotou outra vez Naomi Osaka – a terceira deste ano, em condições tão diferentes como Indian Wells e Madri -, retornando enfim às quartas de um Slam. Há cinco anos, quando era prodígio, a suíça chegou lá, mas viveu um longo período de lesões, chegou a sair do top 300 e agora está perto de recuperar seu posto no top 10.

Osaka, que lesionou o joelho esquerdo em Cincinnati, reclamou que não conseguiu se mexer bem para fazer as defesas necessárias, mas elogiou Bencic e tentará dar a volta por cima na fase asiática. Ela não só perde a liderança do ranking para Ash Barty como também cairá para o terceiro lugar, atrás de Karolina Pliskova. A adversária de Bencic será a croata Donna Vekic, que evitou match-point e fez incrível virada em cima de Julia Goerges. O duelo vale primeira semi de Slam para os dois lados. Vekic venceu Belinda no saibro de Roland Garros, em junho.

À noite um duelo interessante entre Bianca Andreescu e Taylor Townsend, mas achei o clima um pouco tenso demais. A canadense joga muito tênis e entrou preparada para as tentativas de saq8e-voleio da norte-americana. Devolveu sempre baixo, muitas vezes buscou paralelas, e isso obrigou Townsend a se conter e ficar mais no fundo de quadra. Apesar da derrota, Townsend fez um belo torneio e talvez consiga dar a volta por cima numa carreira que nunca decolou. Andreescu tem um jogo difícil agora diante de Elise Mertens, que gosta dos contragolpes.

E mais
– Nadal soma agora 40 presenças em quartas de final de Slam, sendo 10 no US Open.
– Caso confirmem o favoritismo e decidem o torneio no domingo, Nadal e Federer também lutarão pela vice-liderança do ranking.
– Sete jogadoras disputam lugar no top 10 do ranking e ainda estão vivas no US Open: Bencic, Konta, Andreescu, Serena e Wang, com menor chance para Vekic e Mertens.
– Com a vitória de Bencic, são três suíços nas quartas do US Open, ao lado de Federer e Wawrinka.
– Ao contrário do masculino, que só tem dois jogadores classificados com menos de 25 anos, a chave feminina colocou cinco nas quartas.
– Serena Williams é agora a única tenista ainda de pé no US Open com títulos de Grand Slam na carteira. Todas as outras sete jamais fizeram final desse porte.

Para a história
Com as quedas de Osaka e de Novak Djokovic ainda nas oitavas de final, esta será a quarta vez na Era Profissional que nenhum dos cabeças 1 de simples chegam ao menos nas quartas do US Open. No masculino, também segue a sina de não se conseguir dois títulos consecutivos desde que Roger Federer foi penta, entre-2004-2008.


Comentários
  1. Luiz Fernando

    ESCÂNDALO, VERGONHA, ROUBO, dessa vez eu vi Sônia, o Dimitrov jogando com a camisa, o calção e o tenis da Nike, que esquema vergonhoso para favorecer o Nadal, a Uniqlo deveria contratar os advogados do Lula p levar e desmascarar esse esquema de cartas marcadas pra ONU, talvez a Dilma possa testemunhar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    E no aguardo das manifestações dos oportunistas de sempre: Lógico, Marquinhos/ Renato e seus fakes etc etc etc…

    Responder
  2. Luiz Fernando

    Rodrigo Cruz: “No mais, o vigésimo-primeiro vem aí, Gleisi.
    Espero que você SABOREIE cada momento!”

    Esse 21 seria um andar ou a Rua 21 em NYC? Mas fique tranquilo, seja o q for tenho certeza q ela e vários outros estão saboreando, eu pex com um maravilhoso vinho espanhol, deixando o chocolate suíço de lado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Kkkkkkk

      Agora é minha vez de aguentar muuuuuuuuuita gozação!

      Cara, mas é inacreditável.

      Até agora tô EMBASBACADO, perplexo e sem entender nada!

      Como é que esse cara conseguiu jogar tão mal?

      Responder
  3. Luiz Fernando

    Parabéns Federer, parabéns sofreretes, desculpe federetes, mais um recorde obtido pelo suíço, novo recordista de ENF em uma quartas de GS, 60tinha kkkkkkkkkkkkkkkk. Agora detém essa marca, alem da obtida na partida contra o Nagal (será ele confundiu o nome kkkkkkkkk). Vamos torcer pra organização marcar a partida de semi do Federer para a tarde, afinal ele nao gosta de jogar a noite. Domingo a piaba aguarda qualquer adversário do suíço kkkkkkkkkkk!!!!!

    Responder
      1. Lola

        Achei que ia ser moleza pro suíço, afinal o Dimitrov é tchutchuca do Roger, mas quando botei no jogo e o outro tava ganhando o 4 set fiquei vendo a derrocada. E ainda vi um simulador de contusão tentando esfriar o adversário.

        Responder
  4. Chileno

    Se fosse arriscar, diria que provavelmente o Federer está com algum problema na perna direita ou na pelvis. Algo assim. A direita não entra uma. Daqui de longe me parece ser sempre um mal firmamento, movimentação das pernas e do quadril na execução do golpe. O backhand surpreendentemente esteve melhor que o forehand nesse jogo.

    Responder
  5. Marcos Marinho

    Federer lesionado e incapaz de competir no quinto set. Chegou o dia de seu record de títulos cair. Nadal vencerá o US Open (não há mais adversários na chave, convenhamos) e alcançará o vigésimo em Roland Garros.

    Disputa pelo maior número de títulos ficará entre Rafa e Novak.

    Responder
    1. Carlos Reis

      Não acredito em lesão grave, o problema deve ser aquela derrota amarga E imperdoável em Wimbledon… Tão imperdoável que passei a torcer pelo Nadal, mas só por ele, pois sua torcidinha nojenta não merece… Aliás, merece, merece SE FERRAR!

      Já a torcida Nolista, ainda mais nojenta e sem noção, essa eu quero que se EXPLODA!

      Responder
  6. Rodrigo S. Cruz

    Quinto set.

    E o jogo, nesse momento, está MIL VEZES MAIS pro Dimitrov.

    O Federer joga um “CHICKEN-TENNIS”, hoje.

    Um joguinho covarde, medroso, inseguro.

    Nunca vi tanta covardia, tanto medo de ir pra bola com decisão.

    O cara perdeu games de 0/40, duas vezes.

    O que é por si só imperdoável.

    E como consequência, tantos e tantos de forehand e de backhand.

    Só está respirando com vida até aqui, por causa do seu saque…

    Responder
  7. Rodrigo S. Cruz

    IRRECONHECÍVEL.

    Simplesmente irreconhecível o Federer nessa partida hoje com o Dimitrov.

    Pode até vencer, mas sem convencer!

    Tá igualzinho o ano passado, quando perdeu no fraco Milman.

    Já foram 24 erros de forehand, até aqui!

    Se continuar assim, sei não…

    Responder
  8. Maurício Luís *

    Não vou estranhar nem um pouquinho se a Qiang Wang amanhã tomar uma bela multa da WTA por falta de esforço. A Serena, por sua vez, “passou o rodo” . Ela pode não ser a primeira do ranking… mas é a ” número 1 no quesito PORRADA”, como disse certa vez o Paulo Cleto…

    Responder
  9. João ando

    Dalcim ..depois de ganhar a raquete no desafio rg. ..estou emdecimo terceiro no desafio usopen …caminhando para ganahr essse desafio…vamos ver se sou bom de palpites mesmo…

    Responder
  10. João ando

    2/1grigor no quarto ser…típico jogo que no final … o melhor ganha ..ou seja Roger… posso queimar a língua …nao vou ficar até o quinto set.

    Responder
  11. Rodrigo S. Cruz

    Uau!

    Puta que pariu!

    Que Lob ofensivo cruzado MÁGICO do fundão da quadra que o Federer achou agora!

    kkkkkkk

    Quero ver o Paulo Alpeida querer diminuir essa jogada também!

    kkkkkk

    Responder
  12. Rodrigo S. Cruz

    Kkkkk

    Esse Fernando Nardini é um sarro!

    O Grigor perde o saque agora no terceiro set, com dupla-falta, e o Nardini diz:

    ” Uma DIMITROVADA! Me ajude a te ajudar, Grigor”.

    kkkkk

    Responder
  13. Paulo Almeida

    “Chileno
    3 de setembro de 2019 às 13:08

    Isso pra não mencionar as 3 vitórias do maestro sobre Nole em 2015… o melhor ano da carreira do sérvio e um dos piores do Federer, pelo que podemos notar até aqui.”

    Você até voltou das trevas com bons comentários (coincidentemente com a eliminação do Djoko), mas aí o seu clubismo falou mais alto, como em outras oportunidades.

    Em 2015, Federer jogou um dos melhores tênis de sua carreira, conquistando 5 títulos e sendo finalista de outros 5. Foi pentavice para o Djokovic no ano, no entanto tinha varrido seus adversários tanto em Wimbledon quanto no US Open até se deparar com o sérvio nas finais. Outros ótimos anos do suíço foram 2011 e 2012, mesmo sem tantas conquistas. A questão é que os rivais e o Murray estavam “on fire”.

    Responder
    1. Chileno

      Em quantos anos o Federer jogou menos tênis que em 2015? Até aquele momento, parecia ser o máximo que ele alcançaria. Mas aí veio 2017, 2018 e 2019, e ficou claro que nem era tudo isso.

      Embora tenha jogado bem, objetivamente falando o suíço em 2015 só jogou mais que em 2013, 2016 e quiçá 2014. 2008, 2010 e 2019 (até aqui) parecem comparáveis. Pra mim é bem cristalino que jogou muito menos que 2005, 2006, 2007, 2009, 2011, 2012, 2017 e 2018.

      Responder
  14. Eu

    Rsrsrs
    Na entrevista em quadra, a serena uma fofa dizendo “uau, 100 vitórias? Qdo entrei aqui nesta quarta com 16 anos jamais passou pela minha cabeça que chegaria à centésima!! Eu amo o que eu faço, amo vir aqui jogar com vcs na arquibancada. Não quero deixar isso nunca”.

    Responder
  15. Rodrigo S. Cruz

    [LígiaB]

    3 de setembro de 2019 às 10:37

    “Tenho a mesma opinião, Luis. E muitas manchetes e artigos sobre o jogo ressaltaram que Djokovic desistiu por lesão, deixando de mencionar os méritos do Wawrinka”.

    Lígia,

    Pra não ser injusto, na entrevista o Djokovic mencionou alguns méritos do Wawrinka.

    Mas deu ênfase também a uma dor no ombro esquerdo.

    O fato é que TODOS os tenistas muitas vezes são obrigados a jogar com dor.

    Olha aí o Medvedv que não me deixa mentir!

    Invicto a “trocentas partidas”, jogando todo enfaixado, sentindo dores e vencendo os jogos!

    E muitas vezes declarando: “em alguns momentos pensei em desistir “.

    O que eu achei errado foi o sérvio ter entrado em quadra, sabendo que poderia desistir.

    Então quer dizer que é assim:

    Se o Novak “Fugitive” tivesse vencido pelo menos um dos sets, a dor dele teria desaparecido.

    Mas só porque perdeu dois sets, a dor ficou insuportável?

    Desculpa, mas não dpa pra engolir isso.

    Por MUITÍSSIMO menos acusaram o Federer de “fujão” aqui nesse blog.

    Pois muito bem.

    O Djoko agora os fez pagar pelas línguas ferinas!

    Responder
  16. Mateus Mello

    Desde a entressafra que o Federer não vence o Us Open, mas agora com a queda do Novak quem sabe ele tenha uma chance, depois de conseguir marcar seus jogos pra tarde decolou no torneio, é capaz de pedir pra adiantarem a final contra o Nadal pras 13hs.

    Responder
  17. Dimas S. Schünemann

    Não há como negar : Os tenistas comuns tremem contra o Nadal. Então, o espanhol joga tranquilo, cresce, acerta tudo e passa por cima como um trator. O único que enfrenta o Nadal de igual pra igual é o Djokovic. Até leva vantagem no head-to-head. Mentalmente o No. 1 é o mais forte, seguro e inteligente para jogar tanto com a fortaleza do Nadal bem como contra o tenis irretocável do Federer. Com a lesão do sérvio, espero que o Federer chegue a final bem fisicamente para ter alguma chance e seja uma final imprevisível. Os demais, o Nadal põe no bolso.

    Responder
  18. Rodrigo S. Cruz

    [Jonas-Choronas]
    3 de setembro de 2019 às 10:02

    “Prove que ele fugiu então. Falar é fácil. O retrospecto entre os dois é extremamente favorável ao Djokovic”.

    Provar o que, caríssimo ” Choronas” ?

    É meramente a minha opinião.

    Pare de choramingar feito bebê que isso tá ficando hilário já… (rs)

    Pra mim foi simulação explícita do sérvio, para não perder de novo pro Wawrinka em Grand Slam.

    No mais, espero que você curta e saboreie cada segundo de outro título Major do GOAT que se aproxima.

    E o fato dele abrir uma LUNETA de 5 troféus para o sérvio.

    Nada mais justo, depois do suíço ter ficado com “peninha” e ter entregue um Wimbledon de LAMBUJA para ele…

    Todavia, como nem tudo são flores, o 96 x 54 nunca se apaga…

    (rs)

    Responder
    1. Jonas

      Estou curtindo muito Federete kkkkkkkkkkkkkkk

      Mas eu avisei vocês. Assim que o Djokovic foi eliminado eu sabia q vcs freguesetes iriam ficar assanhadas. Afinal, o tenista inferior poderia enfim levar mais um Grand Slam.

      Só sei que…tem q combinar com o Dimitrov kkkkkkkkkk. Mas vamos ser realistas né. Perderia pro Medveved ou seria amassado pelo Nadal em uma eventual final, isso eu falei várias vezes. Ficou no lucro kkkk.

      Responder
  19. Jonas

    Nada de novo. Os caras se matam pra ganhar do Djokovic (lesionado) e na partida seguinte estão na merda.

    Repito que o Djoko poderia até passar do Wawrinka, mas perderia do Medvedev, que é um baita corta físico.

    No mais continuo achando Nadal cada dia mais favorito pra levar esse US Open nas costas do freguês suíço.

    Responder
  20. Luiz Fernando

    E ainda teve gente abaixo q teve a coragem de citar q Wawrinka seria favorito numa hipotética final frente a Rafa, talvez num torneio de truco ou damas, quem sabe?????????????

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Nada é impossível no tênis de alto nível, Carlos. Ele terá dois dias de descanso agora e poderá se recuperar bem para a semifinal.

      Responder
  21. Luiz Fernando

    Wawrinka conseguiu ser dominado por um jogador lesionado e claramente limitado na quadra, em especial na movimentação lateral, apenas por esse detalhe dá pra imaginar como seria uma hipotética partida contra o seu sr feudal. Esse cara parece q não tem sangue nas veias, de fato aquela perda do AO 2014, causada 90% pela contusão do Nadal, deve assombrar o espanhol até hj…

    Responder
  22. Chetnik

    Dalcim, meu comentário de apoio ao Touro – e a sua grande declaração – deve ter ficado na caixa de spam. Enfim, fica o meu registro de apreciação a esse grande ser humano e campeão, que tem a tarefa de salvar o tênis das trevas no próximo domingo.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Por vezes, o site que utilizamos não coloca os jogos e aí ficamos sem alternativas, já que os outros são oferecem opção para ‘embedarmos’ os streamings.

      Responder
  23. Chileno

    E o Stan está em apuros contra o Medvedev hein? Será que o russo está deitando, ou o suíço deu uma amarelada mesmo?

    Ainda tem jogo, mas o panorama não está nada bom pro animal. Uma pena…

    Responder
  24. Paulo Almeida

    Não sei se o Narck é torcedor do Nadal, do Djoko ou até dois, por quê não? Só disse que a torcida dele pro Djoko passou a me incomodar.

    Nardini pode até ser torcedor do Nadal, mas foi outro que disse num desses últimos Pelas Quadras que o sérvio é o mais completo dos três e o resto da bancada consentiu.

    Boa entrevista do Nadal: disse que seu arquirrival não mereceu as vaias do público patético.

    Responder
  25. JAN DIAS

    No começo do ano eu qualifiquei a campanha do ZVEREV como pífia, e agora, no final do ano, ela me parece indecente pra um cara com sua qualidade técnica..
    Contra o baixinho argentino faltou variação, raça e inteligência tática…
    Ele é jovem ainda claro, mas precisa ter mais clareza mental e humildade talvez pra se aprimorar… não sei se o pai dele como técnico dá conta de melhora-lo..

    Responder
  26. Luiz Fernando

    Cada um de nós tem sua percepção sobre para quem os principais comentaristas da TV torcem. Claro q é algo absolutamente subjetivo, mas lá vão meus palpites: 1) Eusébio: Federer desde criancinha; 2) Dácio: Federer desde criancinha; 3) Narck: Nadal desde criancinha; 4) Nardini: imparcial; 5) Roese (será q é assim q se escreve?): imparcial; 6) Pardal: Nadal desde criancinha; 7) Meligeni: imparcial; 8) Chiquinho: imparcial; 9) Koch: imparcial; 10) Saretta: imparcial.

    Responder
    1. Paulo F.

      Dácio toecedor do Federer, Luiz Fernando?
      Kkkkkkkk
      Putz, tu não lembra dos berros intermináveis dele de “toooooouuuuroooooooo”?
      Ele é apaixonado pelo espanhol!

      Responder
  27. JAN DIAS

    Assim como critiquei abaixo a atitude do público contra a ANDREESCU, tb critico o comportamento da mesma com o DJOKOVIC..
    Tenho minhas desavenças com os djokolovers, mas não concordei com as vaias ao sérvio…é certo que ele já abandonou outras partidas, mas isso é problema dele, já tinha jogado 2 sets pelo menos….enfim vaias desnecessárias..

    Responder
  28. Gabi

    O Medvedev deve depilar a perna porque qdo o fisioterapeuta descolou da coxa dele a atadura gigante eu aqui fechei os olhos de dor mas ele nem chorou rsrs

    As mulheres daqui sabem do que estou falando.
    Hihihihi

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Caso Federer chegue lá – e ainda precisamos ver como serão os dois possíveis jogos que fará -, acredito sim numa pressão extra. São 11 anos sem conquista em Nova York, mas especialmente pelo que aconteceu semanas atrás em Wimbledon. E se for o Nadal, então, a pressão pode ser ainda maior, porque ele respeita muito o espanhol, em qualquer piso.

      Responder
  29. André Barcellos

    Assisti o jogo do Nadal ontem e o Ciloc perdeu muito a intensidade. Além disso é lento e meio burro (pelo menos pra jogar). Faltou angulação e variações de jogadas. Mas ele talvez não tenha um arsenal tão completo assim mesmo.

    Responder
  30. Luiz Fernando

    Afirmar q o Djoko simulou uma contusão só pode ser piada, um jogador do gabarito dele não precisa disso p justificar derrotas. Me lembro q no ano passado alguns que fizeram essa afirmação agora disseram o mesmo quando Rafa abandonou o jg c Cilic e a contusão na época foi tão bem simulada que não conseguiu disputar mais nada no restante do ano em boas condições. O engraçado é quando o Federer abandonou a final do Finals em 2014 e na semana seguinte jogou sexta, sabado e domingo pela Davis estava tudo absolutamente explicado kkk…

    Responder
  31. Johnny

    Podemos dividir os tenistas habilidosos em três grupos:

    Muito habilidosos: Federer, Kyrgios, Fognini, Monfis, Brown, Dimitrov

    Habilidade média: Misha, Tsonga, Nadal, Tsipas, Delien…. Mas Nadal é o menos habilidoso do grupo.

    Pouca ou nenhuma habilidade: Monteiro, Bellucci, Djokovic, Isner, Medvedev……

    Responder
      1. Chetnik

        Kkkkk. Boa. Esse cara tem sérios problemas. Sequer consegue disfarçar. Sempre o mesmo modus operandi. Os fakes novos substituem os antigos, kkkk.

        Responder
    1. Luiz Fabriciano

      Brown = muito habilidoso = 0 títulos
      Djokovic = nenhuma habilidade = títulos? sem comentários
      Pergunta: e aí?

      Sem comentários também.

      Responder
  32. Angela B.

    Bencic foi super sólida no seu jogo e mereceu vencer a partida. Aliás, nunca tinha reparado direito, mas ela me lembra um pouco a Monica Seles fisicamente. …vc não acha Dalcim, ou será que eu tô viajando?
    Wang era outra que tinha visto poucas vezes e tb fiquei impressionada com seu jogo e postura….e nossa, como ela é bonita, não? Parece uma princesa. Curiosa p/ ver como será sua partida com a Serena..
    Gosto da Svitolina (minha mãe torce por ela por causa do Monfils kkk) mas acho que hoje ela perde p/ a Konta…o que me deixaria igualmente feliz, pois estou adorando ver a britanica jogar.
    Estava com bastante expectativa p/ assistir Townsend e Andreescu, até porque a americana joga muito com o apoio da torcida e poderia causar problemas p/ a canadense. Isso até aconteceu no 2o set…mas Andreescu mostrou sua superioridade e variedade tecnica e acabou vencendo o jogo. Aliás, se a Andreescu não tiver mais problemas com contusões no ano que vem, vai ser muito difícil segurá-la. Além de talentosa, ela tem a personalidade de uma vencedora. Virei super fã dela e meu sonho de consumo é vê-la na final com a Serena. Seria um jogão. ————De qualquer forma, estou amando ver essa nova geração e as mais veteranas em quadra. Tá tudo muito equilibrado…o que deixa o circuito bem mais emocionante. Orgulho dessas meninas com sangue nos olhos. ———-
    E do lado masculino….OMG…. Wawrinka vs Medvedev vai ser um jogão imperdivel (yay!)…Qto ao Federer vs Dimitrov …espero que seja uma partida ao menos com lances bonitos e emocionantes, apesar de achar que o RF vai passar o rolo compressor no bulgaro. Abs

    Responder
  33. Jônatas

    Vou ser o único que achou o jogo do Nadal bom mas não fantástico?

    Tipo, eu acho que o Nadal do USOpen de 2013 e da final do AO de 2017 melhor do que eu vi no jogo contra o Cilic. É como se eu falasse que o Federer jogou demais contra o Goffin. Tipo, nem deu para avaliar muita coisa pois o Goffin foi horrível. Cilic não foi horrível, foi até que bem nos 2 primeiros sets mas daí descambou e realmente o Dalcim tem razão. O cara não tentou UM saque aberto com subida à rede. Não exigiu nada além do que o Nadal joga. E o Nadal a 5m da linha de base. Tipo, É A MESMA COISA DE SEMPRE!

    “Ah, o Nadal entrou mais em quadra” não, não entrou. Devolveu lá atrás e só foi para frente quando a bola do croata ficava curta o que é natural. Fez winners do fundo mas isso é o que ele faz sempre ué. Ele não está com outra empunhadura, não está com menos spin na bola, não está indo para a bola logo. Está como sempre esteve. Nem o saque esteve tão bom assim com 57% de acerto, em WB estava melhor salvo engano. O aproveitamento quando o saque entra DEPENDE de como o adversário devolve ou trabalha os pontos e ele, Cilic, não estava tão preciso.

    Ele é o principal favorito desde lado da chave? Sim, mas ao título ainda não sei. Eu coloco Federer ou Wawrinka mais à frente.

    Mas se tudo der certo o Monfa leva hehehehehe

    Responder
    1. André Barcellos

      Vejo a mesmíssimas coisa.
      Contra um Federer jogando bem, na final, Nadal não consegue levar.
      A não ser que o espanhol encontre uma saída com seu staff para o jogo do suíço.
      Só o balão na esquerda com correria não leva mais em quadra dura.

      Responder
  34. Sônia

    Falando sério agora, sem gozação… o sérvio não está lesionado, saíram com ele para “liberar” o caminho. Essa Nike é muito poderosa, inacreditável, manda legal… argh argh argh. Difícil decisão para o Federer, “logo” ou “21”? Terminando aqui minha participação nesse torneio. Beijos.

    Responder
  35. Jônatas

    Pergunta para o Dalcim: Nesta QF como está a dinâmica do ranking? Pelo que vi aqui o Medvedev vai tomar o lugar do Thiem, O Monfils já foi para 12º, o Tsitsipas passa o Kei e o Schwartzman já é 18º.

    Ou melhor analisar depois do término do USOpen?

    Abs!

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Medvedev precisa ir à semi para superar o Thiem, Monfils retornará ao top 10 se for semi desde que Schartzman não seja finalista. Basicamente isso. Tsitsipas será 7 e Kei, 8 se Monfils não for campeão.

      Responder
  36. Rafael

    Mestre,

    Ainda acho que o Nadal não foi testado. O Cilic é mt quadrado jogando. Sem variação alguma. O espanhol jogando 3 metros atrás da linha de base e mesmo chegando atrasado de slice no backhand o croata não ia para a rede. Não vi o Nadal jogando ofensivamente. Acredito que Wawrinka ou Federer em eventual final seriam favoritos. Vc não acha que o Nadal está muito na defensiva?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Como você bem disse, ele não preciso mudou muita coisa até agora. Seus adversários não exigiram uma mudança de postura, e nem acredito que isso vá acontecer contra Peque ou eventualmente Monfils.

      Responder
  37. Nelson Maciel Filho

    Assisti o jogo ontem a partir do 3º set. O Nadal jogou muito bem com intensidade e variação.
    Taticamente o Nadal foi perfeito.
    Se continuar jogando nesse nível, é um dos favoritos a chegar a final.

    Responder
  38. Maior geração do tênis chegando

    Como monfils está descansado pelas contusões no ano eu acredito que ele pode vencer Nadal ..até pq tecnicamente é dez vezes melhor q Nadal , mas o problema que sabemos q ele Vanda muito rápido e precisa se esticar todo pra chegar nas bolas pelo seu físico ruim , mas Nadal favorito claro ……..aí provavelmente uma final histórica entre Federer e Nadal .. Federer podendo ter 21 slams e torna impossível o Nadal empatar com ele ou Nadal vai pra 19 e depois empatar em Roland Garros ..q final provavelmente vamos ter

    Responder
  39. Jonas

    Não é provocação. Nadal e Djokovic vão superar o recorde de Grand Slams, isso é questão de tempo.

    O espanhol deve superar bem antes. Ele tem sido muito regular e está mais perto.

    O Federer pode ganhar mais 1 ou 2. Pra isso acontecer ele tem que dar sorte de seu pai Novak cair antes (como aconteceu neste US Open) ou estar jogando um péssimo tênis, como ocorreu em 2017 e início de 2018.

    Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        Sim, sim.

        Wimbledon 2019 mostrou essa “filiação” também.

        Assim como esse Us Open de agora, também vai mostrar.

        Nos vemos no domingo…

        (rs)

        Responder
    1. Maior geração do tênis chegando

      Esquece cara Djokovic já não passa mas o Federer pois depende de seu físico e sua idade está chegando e tecnicamente ele nunca foi gênio , Nadal tbm não passa é mesmo estilo usa muito o físico , idade pra eles vai pezar com 35 anos nem top 10 vai ser mais

      Responder
    2. Rodrigo S. Cruz

      [Gleisi]
      3 de setembro de 2019 às 10:09

      “O Federer pode ganhar mais 1 ou 2. Pra isso acontecer ele tem que dar sorte de seu pai Novak cair antes (como aconteceu neste US Open)”.

      Ou então o Fedex dar a sorte de ver o sérvio covarde e ARREGÃO “ralar peito” do torneio, por meio de teatro!

      kkkkkkkk

      No mais, o vigésimo-primeiro vem aí, Gleisi.

      Espero que você SABOREIE cada momento!

      Abs.

      Responder
  40. Geraldo

    Paulo Almeida: concordo demais com você. E, na minha humilde opinião, o site tênis brasil, que é o melhor site de tênis, infelizmente, também é imparcial.

    Responder
  41. Miguel BsB

    O Nadal terminar o Jogo com mais aces que o Cilic chama muito a atenção. Tb acho que o croata não tem muito carisma, mas gosto de ver ele dominando com a direita. Esse golpe dele é fora de série, pra mim, umas das melhores direitas do circuito…
    Dalcim, Rafa, como sempre, devolvendo lá colado nas arquibancadas…saques abertos, com slice, principalmente do iguais, seriam pontos ganhos contra essa tática. Ainda mais vindos de grandes sacadores como o Cilic. Os pedaços que vi do jg não o vi tentando esse “antidoto”. Federer faz muito bem esse saque, que ainda vai no BH do espanhol. Concorda?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Totalmente. Foi irritante ver o Cilic dando porrada reta diante de um adversário lá atrás, que sabe com maestria usar o peso do saque para devolver com muito spin e profundidade. Raramente o croata variou o primeiro serviço.

      Responder
  42. Johnny

    Cilic jogando muito abaixo do que já jogou um dia. Os aces diminuíram muito. Fazer menos aces que o médio sacador espanhol!? O croata perdeu uma ótima chances de despachar o espanhol que está com a bola curtinha.

    Responder
  43. Miguel BsB

    Muitos comentarios no post anterior dizendo que Djokovic tinha que continuar o Jogo. Que isso? O cara tá lesionado, ele não é obrigado a ficar se estropiando e se arriscando num jogo que já tava perdido, dadas as circunstâncias…Ele jogou até onde deu, venceu do jeito que deu as rodadas anteriores, e saiu pq não dava mais e tem muito calendário ainda aí pra frente.
    Ah, mas é um desrespeito ao público que pagou ingresso…o público que pagou ingresso tem que saber que eles estão assistindo a uma partida de tênis, não um filme no shopping. Numa disputa esportiva, o risco de um atleta se lesionar e ter que se retirar existe. No tênis tem o agravante de ser um esporte individual e se um jogador se machucar, acaba a disputa…o risco de isso acontecer é inerente ao evento.

    Aliás, muito mal educado e desrespeitoso esse público do USOpen, e não é de hj….

    Responder
    1. Gabi

      …Além do risco do atleta se lesionar e ter de se retirar, jogar nessas condições pode ainda comprometer o restante da temporada e da vida.

      Querem sangue rsrs…

      Talvez tenham vaiado por desconfiar que não fosse a lesão o motivo do abandono.

      O que revolta é a incoerência dessa torcida que vaia mas no sei dia a dia não faria o que “exige” que os outros façam.

      Responder
    2. JAN DIAS

      Realmente o público é desrespeitoso e extremamente barulhento. O que fizeram com a ANDREESCU ontem foi desprezível, gritaram 4 ou 5 vezes no momento em que ela ia sacar p/ o jogo…

      Responder
    3. Chileno

      Também achei um absurdo Miguel. O cara jogou até onde deu. Jogou bem, diga-se. Não ficou fazendo corpo mole, nem tentou malandragens ou coisas do tipo. Jogou o melhor que pôde, e acho melhor desistir. Provavelmente os torpedos do Stan agravaram a lesão.

      Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Eu só veria chances: 1. Se Dimitrov enfiasse na cabeça que precisa ir para a rede atrás do primeiro saque ou de suas bolas ofensivas e não ficar eternamente esperando a bola voltar para resolver do fundo; 2. Se Federer jogar muito mal. Os estilos são muito parecidos e o suíço é muito superior tecnicamente em praticamente tudo.

      Responder
        1. José Nilton Dalcim

          Acho que ele defende um pouco melhor, porque é mais atlético e obviamente bem mais jovem. Acho também que ele saca mais forte – mas não melhor.

          Responder
    2. Jônatas

      O Dimitrov tem um estilo parecido com o do Federer e o Federer é melhor então a chance é bem pequena. Ele tem que jogar bem e o Federer jogar mal. Para ter boas chances contra o Federer ele teria que ser um jogador com spin pesado e ser mais consistente de fundo o que não é a realidade do jogo que possui.

      O jogo mais interessante das QF é Wawrinka vs Medvedev. Daí pode sair qualquer coisa.

      Responder
  44. Rafael Azevedo

    Os lances do Nadal realmente foram mágicos, mas a maioria foi de contra-ataque e no limite do tempo de execução dos golpes. Sinceramente, com a velocidade do jogo do Federer (é a bola que volta mais rápido em todo o circuito), acho que o Nadal se perde. Ele precisa fazer o mesmo com o Federer (devolver a bola com velocidade), tomar mais a iniciativa do ponto, entrar na quadra para poder ter chances

    Responder
  45. Luiz Fernando

    Quanto a partida, numa noite em q eu, o Tiger Woods e o Narck Rodrigues torcemos muito, Rafa teve uma atuação realmente soberba, de campeão. A partida, pela performance do cara, bem como pelo estilo do oponente, me lembrou muito a semi de 2017 contra Delpo, com a diferença q o croata não estava morto fisicamente como o gringo 2 anos atrás. Cilic escapou de pneus nos dois últimos sets por sorte e o lance q levou ao matchpoint foi simplesmente um show, algo q poucos conseguiriam fazer. Rafa chega as quartas confiante, jogando de forma agressiva e com físico poupado; pontos a serem melhorados: percentual de primeiro serviço e a eficiência do FH, que ainda pode e deve melhorar. Se continuar evoluindo e não for teimoso em receber ao menos o segundo serviço longe dos juízes de linha, é candidato ao título…

    Responder
  46. Luiz Fernando

    O primeiro comentário deve ser a respeito da juíza, que teve uma atuação CORRETÍSSIMA no q tange ao relógio de saque, advertindo tanto Rafa quanto Cilic. Nadal errou ao reclamar, pq ele se excede sempre, tem q cumprir a regra. Inclusive, no set 1, em dois momentos em q ele iria servir a juíza interrompeu a contagem regressiva, uma de grande barulho do público e outra quando pediu p secar a quadra. Rafa é uma lenda viva do esporte, mas tem q cumprir as regras, se outros agissem como a moça ele já teria se corrigido…

    Responder
    1. Eu

      se bobear alguém vem aqui te criticar dizendo que o Nadal não se insurgiu contra a árbitra justamente por ela ser mulher. O argumento sexista que a serena usou de maneira inversa o ano passado.

      Responder
  47. Lurizen

    Mais uma vez Nadal deu espetáculo. Grande partida. Só vacilou no segundo set, mas acho que tem a ver com a punição que tomou pela demora em sacar. Depois disso, assumiu o controle total do jogo. Enormes possibilidades de ser o campeão.

    Responder
  48. Gustavo Luis

    Dalcim, o que você acha que tá acontecendo com o saque do Zverev? Vejo muito desequilíbrio entre o 1 e o 2 serviço dele, fora as inúmeras duplas faltas, será que isso é reflexo da sua falta de confiança devido a uma fraca temporada dele? Ou pode ser algo mais profundo?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Minha impressão é que é mesmo pura falta de confiança. Um tenista profissional bem treinado não pode vacilar tanto com o segundo saque, ainda mais tão alto como ele.

      Responder
  49. R.P.

    Nadal, virtual finalista. Diego Pigmeu é bônus e quem vier de Berrettini ou Monfils vai ter q fazer mágica, o que duvido. Na teoria o Trivice tem dois jogos mais complicados, mas Medvedev está só o bagaço e do Dimitrov não se pode esperar muita coisa.

    Responder
    1. Carlos Reis

      TriVice quem!? O craque suiço perdeu DUAS finais em NY, em 2009 buscava o Hexa seguido, mas acabou derrotado em 5 sets para o Delpo, em 2015 perdeu do PentaVice Djoko em 4 sets.

      Responder
  50. leonardo

    Cilic não é um desafio faz tempo. Aliás, o último “bom” resultado dele foi uma semi em Cincinati, ou sejam, mais de 1 ano.
    Não sei como o croata conseguiu ainda achar um set. Talvez uma baixa momentânea do espanhol.
    Teste mesmo ele vai ter só na final.

    Responder
  51. Eu

    Para alguns aqui uma opinião contrária não é apenas uma forma alternativa de ver o mundo. É um insulto pessoal que deve ser respondido na mesma moeda.

    E a origem disso tudo é que Quando nos amamos demasiado não suportamos a evidência de que os outros não nos amam da mesma forma e pensam diferente de nós.

    Responder
    1. Chileno

      As pessoas precisam aprender que não precisa ser desagradável pra discordar. E aqui ainda tem o agravante de que os caras não sabem enaltecer um jogador sem esculachar os outros.

      Responder
  52. Viana

    O q o Nadal fez…
    Que partida…
    Depois dizem q ele não tem habilidade… Que jogadaças!!
    3 podem ir ao Top 10 do Torneio!
    Dalcim, depois do 2º Nadal tentou receber o segundo saque dentro da quadra, e muitas vezes se deu bem.
    Vc não acha q ele podia tentar se aproximar mais tb no 1º?
    E geralmente ele devolvia o 2º saque pulando…

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Ele só entrou mais quando ganhou confiança e sentiu o Cilic perdido. Aliás, é notável a incompetência tática do croata, que raramente tentou saques angulados com Nadal há 5 metros atrás da linha.

      Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Terminou muito tarde, Daniel. O cansaço está me pegando. Mas assisti até o fim. Andreescu joga muito tênis, é muito legal vê-la em quadra, mas achei o jogo um pouco tenso demais. A Townsend foi bem menos eficiente na rede, mas a canadense tem méritos porque devolveu muito bem quase o tempo todo.

      Responder
  53. V Maurício

    Nadal subiu muito o nível no terceiro e no quarto sets. Acho muito difícil ele ficar fora da final. Mesmo assim, o campeão deve sair mesmo do provável duelo entre Federer e Wawrinka.
    Eu não acho que Federer vai passar facilmente pelo Wawrinka. É jogo pra 4 ou 5 sets, a não ser que ocorra algum descontrole emocional por parte do Stan.

    Responder
  54. Luis

    Dalcim outro Luis falou sobre as vaias ao Djokovic que as vezes até não sei se e’ justo quando pede torcida ficar quieta mas tambem e’ a personalidade,sérvio que melhorou seu comportamento quando quebrava raquetes,Federer tem um apoio do público que acho que Guga conseguiu parecido rs,o que acha Dalcim ? Sobre US Open tomara Federer continue bem e solto ,sem vencer o US Open a um tempo tem grandes chances de final rs GO Roger Angelkk

    Responder
      1. Chileno

        Sem dúvida. O que eu acho que deveria ser considerado mais natural pelas pessoas. Acho chato todo mundo ficar criticando o tempo todo isso ou aquilo. O cara é mais explosivo. E daí? Enquanto ele não machucar, nem ofender ninguém, eu pelo menos, não vejo nada de tão ruim nele extravasar sua frustação. Quer dizer… além de ser um jogador extremamente vitorioso, disciplinado, talentoso, o cara ainda tem que ser absolutamente calmo, sereno, ponderado, e tal…? Muita chatice.

        Enquanto o Djoko tem esse temperamento mais explosivo, ele tem uma postura muito mais legal do que os outros jogadores quando perde, por exemplo. Isso é muito bacana.

        Responder
        1. Luiz Fabriciano

          Poucos, muito poucos observam esse fato. Em Roland Garros 2015, ao ser derrotado de forma inconteste por Wawrinka, ele fez questão de abraça-lo em dois momentos.

          Responder
  55. Leandro

    Mulherada dando exemplo para os marmanjos… enquanto isso a entressafra do masculino dura uma década e vê um anão argentino de novo indo longe em slam…nem o SporTV três daqui a pouco não passa… acompanhar os velhos…ou o velho pq um já é demais…

    Responder
  56. Fred

    Nadal jogando a dez metros da linha de base leva uma surra tão grande quanto a de Djoko contra ele no AO.
    Federer e ele tem treinos até a final com Stan e Monfins só podendo complicar se Federer querer ficar fazendo jogo de backhand e o o Francês fizer 1/5 a menos de erros forçados.
    O que acho improvável

    Responder
  57. DANILO AFONSO

    Faltam 44 semanas para NOVAK torna-se recordista de semanas na liderança do ranking.

    Se essa lesão for grave mesmo, terei somente mais algumas poucas semanas de contagem…kkkk

    Responder
  58. Paulo Almeida

    Nadal jogou demais hoje. Esse jogo com o Cilic era o único que poderia complicar um pouco, mas passou o trator nos últimos dois sets. Com isso, só vai treinar até a final.

    Vou falar um pouco do Narck Rodrigues agora. Nos últimos tempos, ele está torcendo pro Djokovic nas transmissões e eu, como torcedor, já estou achando chato. Pros haters do sérvio então, deve estar intragável, mas isso é para vocês verem como é chato ser parcial. Aguentar o Álvaro José chamando Federer de Sua Majestade ou até aquele outro que torceu descaradamente contra o Djoko na semifinal de RG é um saco e estraga as transmissões. O Eusébio Resende também torce, mas se segura na maioria das vezes.

    Responder
    1. Antonio

      Esqueça Sportv!!
      A transmissão da ESPN é muito superior! Lá ninguém é parcial e a qualidade técnica dos narradores nem se compara
      Chega a dar sono a transmissão da sportv de tão ruim e parada
      É uma pena que a ESPN não tenha mais o Meligeni e não transmita mais torneios, mas ainda assim é a melhor

      Responder
      1. Paulo F.

        ESPN imparcial?
        Nadal quando ganha alguma coisa, o Fernando Nardini publica duas páginas de fotos do espanhol no Instagram..
        Quando o Djokovic ganhou a última e memorável batalha de Wimbledon contra Federer, ele não publicou nada!

        Responder
    2. Danilo BR

      Todos os méritos para Rafael Nadal… mas o cara é muito chato, encardido kkkkkkkk! Ele nunca dá nada de graça, nunca se desconcentra… tb não faz questão de ser carismático! Quem não gosta dele como eu vai ter que suportar por muitos anos… a dedicação e força de vontade desse cidadão são literalmente animais! Na falta de Djokovic vou torcer pelo título de Federer. Mais um Fedal domingo, não há adversários à altura na chave. Dalcim, que nova geração fraca mentalmente é essa???? Big 3 vai permanecer ganhando tudo nos próximos 10 anos…

      Responder
      1. José Nilton Dalcim

        Pois é, você tocou em ponto importante. Também acho que a nova geração é muito habilidosa, mas emocionalmente falha muito, incluindo Tsitsipas, Aliassime, Zverev… Incrível como perdem muitas vezes para si mesmo. A esperança é que seja apenas falta de rodagem.

        Responder
    3. R.P.

      Tem muita gente que se diz profissional e faz essas patacoadas, e não é por falta de reclamação. Quanto ao Eusébio Resende, torceu descaradamente para o Trivice em Wimby. Torcida se faz é do sofá de casa.

      Responder
    4. Sérgio Ribeiro

      Eusébio Resende e Narck Rodrigues , fazem desde 1997 , a melhor dupla da TV , a meu ver . Não batem papo durante os Pontos Importantes e sem piadinhas em pleno break Points. Teem o Time do jogo. Depois que surgiram as turminhas das redes sociais, com fregueser , frauderer e outras babaquices, eles acabam fazendo um pouco de “ media “ pra manterem seus empregos . Esses malucos impregnaram as mídias com seu fanatismo. A ponto que tenho meus comentários muitas vezes cortados quando os chamo támbem por apelidos. Ontem me dirigi ao chefe do grupo. Mas dizendo que Rafa Nadal ( e não Roger Federer ) , aumentaria a distância para o “ Goat Paraguaio “ , e também terminaria a Temporada como N 1 . Foi o suficiente para a “ isenta “ moderação, cortar o comentário , tirando o apelido da figuraça. Vida que segue. Os profissionais citados , são excelentes há décadas. Abs!

      Responder
    5. Jônatas

      Olha, então estou vendo outro Narc porque todos os comentários dele partiam da visão do Nadal. O Cilic fez algumas belas jogadas e ele dizia “mas você viu como o Nadal devolveu?”. Assim como o Dácio era chato quando o Federer jogava “assim não leão!!!”.

      Bom, cada um sabe onde o calo dói.

      Allez Monfa!

      Responder
    6. Chileno

      Eu lembro de naquela fatídica semifinal de WB 2018 entre Djokovic e Nadal, estar assistindo o jogo. 1 set a 1. Daí quando começou o terceiro set, fui lavar a louça enquanto ouvia a partida, já que mesmo sem poder assistir, queria saber como ia o jogo. E eu só ouvia:
      “Passada espetacular do Nadal!”
      “Grande forehand na paralela do Nadal!”
      “Que contra-ataque magnífico do Nadal!”
      Fiquei pensando… “Nossa… o Nadal deve estar amassando o Djoko nesse set”. Aí quando fui ver estava 5/5. Hahahaha!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *