O pacote ideal
Por José Nilton Dalcim
5 de julho de 2019 às 20:05

As surpresas não param em Wimbledon. Nem se chegou às oitavas de final, e sacadores como Kevin Anderson, Marin Cilic e John Isner deram adeus, enquanto ‘baseliners’ do porte de Guido Pella, Roberto Bautista e David Goffin chegam à segunda semana. Afinal, isso é o sinal evidente de que a grama está realmente mais lenta como argumentam alguns tenistas e analistas?

Há alguns sinais que sim. Novak Djokovic e Hubert Hurkacz disputaram vários lances com mais de 20 trocas de bola, assim como Goffin e Daniil Medvedev fizeram basicamente um duelo de fundo de quadra, onde dos 300 pontos apenas 50 se decidiram quando alguém se aventurou à rede, sem necessariamente dar um voleio mortal. Por outro lado, o índice de pontos vencidos com o primeiro saque confundem. O mesmo Goffin, que não é um grande sacador, venceu 84% desses lances e Anderson, mesmo eliminado, 81%.

Me parece que esse conjunto estatístico apenas reitera que o tênis moderno necessita de um saque contundente o suficiente para se ganhar os famosos momentos importantes; uma devolução apurada que permita entrar pelo menos 50% nos pontos e tirar a vantagem do sacador; um jogo de base consistente dos dois lados para construir o winner, com eventuais subidas à rede. E isso, como estamos vendo, vale também para a grama.

O melhor dono desse pacote é, sem dúvida, Novak Djokovic. Não quer dizer que ele vá ganhar todos os títulos, porque existem os dias em que as coisas não funcionam tão bem assim. Porém numa superfície exigente como a de Wimbledon, o sérvio parece ter mais possibilidade de soluções. Flutua sobre a quadra e ainda possui um notável poder de antecipação que lhe permite escolher entre uma deixada ou um paralela mortal.

Com todos esses predicados, ainda perdeu um set para o garotão polonês, porque não conseguiu concretizar as poucas chances de quebra que teve no segundo set e jogou mal o tiebreak. Esse é um dos segredos da grama. A situação pode escapar do controle muito facilmente, e aí adeus confiança. Medvedev tinha 4/1 no quinto set, insinuou que o juiz estava ‘roubando’ e levou a virada. Polona Hercog atropelava até chegar no match-point, achou que bastava jogar a bola do outro lado e amargou a eliminação diante da juvenil Cori Gauff, numa das reações mais incríveis da semana.

A primeira leva classificada para as oitavas masculinas mostra três canhotos – Pella, Fernando Verdasco e o jovem Ugo Humbert – e apenas dois dos oito que figuravam entre 16 principais cabeças (Djokovic e Milos Raonic). O feminino inova ainda mais, com quatro não pré-classicadas. A maior favorecida parece ser Simona Halep, que dominou totalmente Vika Azarenka.

E mais
– Goffin-Medvedev foi o grande jogo do torneio até aqui para mim. O lance que deu match-point ao belga foi de cinema: com winner na defesa de um smash (veja acima).
– Humbert, de 21 anos, é grande aposta da nova geração francesa. Vem subindo através dos challengers e neste ano já havia vencido Coric. Saca bem e possui belos golpes da base.
– Se quiser chegar enfim a sua primeira quartas de Slam, Paire terá de superar o tabu de oito derrotas para Bautista.
– Antes de Wimbledon, Pella sequer passou da estreia em Halle e Eastbourne, batido por Goffin e Fritz.
– Gauff já saltou 174 posições e entra para o top 140. Se derrotar Halep, estará entre as 100.
– Pliskova soma 29 aces. Isso a colocaria entre os 20 homens com mais saques indefensáveis no torneio até aqui.
– Uma das deficiências que ainda não corrigiu, Aliassime cometeu 29 duplas faltas em 3 jogos.

Vale assistir
Duas situações inusitadas em Wimbledon…
Mangueira descontrolada
Bolada proposital?


Comentários
  1. Angela B.

    E quem nao se lembra daquela bolada certeira que o Sampras deu no Agassi naquele evento de caridade?
    Eles ja estavam se provocando, mas qdo o Agassi o chama de “mao de vaca”…Pete soltou a raquete pra cima do outro kkkkk
    Nem Federer e Nadal estavam acreditando no que estava acontecendo kkkkk
    Aqui tah o video pra quem nao viu a cena >> https://www.youtube.com/watch?v=4QSK9t6OrgU

    Responder
  2. Paulo Almeida

    Se eu fosse o Frauderer, daria um jeito de entregar o jogo pro italiano, a fim de evitar outro 3×0 impiedoso do Capivara em pleno pasto inglês, suposto maior torneio do mundo (na verdade só um Slam ultrapassado). Não existe a menor chance de qualquer outro resultado, nem 3×1.

    Responder
  3. lEvI sIlvA

    Dalcim, por caso não foi a Cornet que faz um tempo, num jogo teria sido flagrada dizendo algo do tipo ” Não acredito que vou perder esse jogo pra essa cigana de m….”, jogando contra a Begu, quando as coisas pareciam se encaminhar pra derrota da francesa?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      É ótima chance para quem quer ganhar um bom dinheiro nas apostas… ou perdê-lo… rsrs… Falando sério, acho que Federer tem adversário peirigoso, mas o Berrettini deverá estar bem cansado da maratona de hoje. O mesmo se pode dizer do Sousa diante do Nadal.

      Responder
  4. Luiz Fernando

    Essa quadra não pode estar normal mesmo, quando esse baixinho argentino aperta o Berrettini no quinto set, grama, algo de fato está estranho, bem estranho.

    Responder
  5. Viana

    Que jogadaça do Nadal. Um smash de costas girando….nunca vi nada parecido. Gênio… muita habilidade.
    O serviço do Nadal está demais.
    Estamos nos aproximando da semi tão esperada…
    Fedal a vista!
    Shooow

    Responder
  6. Rodrigo S. Cruz

    [Luiz Fernando]
    6 de julho de 2019 às 10:33

    “Putz é mesmo, esqueci da tradição milenar da escola cipriota de tênis kkkk…”

    Você jura, cara? (rs)

    Chipre é só cidade natal.

    Ele treinou numa academia francesa de tênis, desde os seus 14 anos.

    O Baghdatis foi muito melhor do que o Puerta, que inclusive só chegou na final de RG porque jogou DOPADO!

    E por causa disso, tomou um GANCHO de 8 anos, o que acabou com sua carreira…

    Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        O que isso tem a ver com essa discussão, filhinho?

        Eu disse o Nadal se dopou?

        Estamos falando sobre Puerta e Baghdatis, e não sobre teu chororô ridículo sobre o doping do Nadal…

        Aliás, choramingar sobre isso é o que você mais faz no blog. Tosco…

        Responder
  7. Sérgio Ribeiro

    Cravamos que Kyrgios não roubaria mais que um Set do Espanhol. Mas independentemente deste Saibro Verde , Rafa Nadal bateu Tsonga ( deu muito trabalho a Federer na rápida de Halle ) de uma maneira assustadora. Deixaram o Espanhol chegar na segunda semana , um abraço. Está conseguindo encurtar os pontos mais que o Sérvio. E tome de Winners com um Back pra lá de calibrado. Me arrisco a dizer que somente pode ser parado na FINAL e se for Novak. O Craque , ao contrário, com um Back descalibrado ( às vezes não mexe bem as pernas ) , me parece que se chegar a Semi no Saibro Verde repete a derrota do Saibro de Rolanga. O que vier é lucro pro Velhinho. A conferir. Abs !

    Responder
      1. lEvI sIlvA

        Ano passado Nadal vinha “voando” o torneio inteiro de Winbledon e Djokovic, tentando se achar e mais ainda, ganhar de forma firme e convincente. No confronto da Final o que se viu foi um atropelo do sérvio. Mas vamos esperar, nenhum deles está na Final, ao menos por hora.

        Responder
  8. Rodrigo S. Cruz

    [Luiz Fernando]
    6 de julho de 2019 às 10:45

    “Essa é engraçada, dizem todo dia q Federer é o GOAT, q é o mais hábil, mais isso e mais aquilo, mas bastou falar a a velocidade da quadra caiu q o ensaio geral pra explicar uma eventual derrota começa, em coro kkk…”

    Mas a questão é justamente essa.

    Quanto mais lenta a quadra, melhor pro “maratênis”…

    O preparo físico descomunal que permite o cara bater sempre uma boa a mais, visando o erro do outro.

    É eficiente, porém feio.

    Porque anula o jogador de mais habilidade…

    Responder
  9. José Eduardo Pessanha

    Quando eu falo que o Rogério é o único tenista que joga tênis, é por isso: que voleio foi esse do fundo da quadra?
    Abs

    Responder
  10. José Eduardo Pessanha

    Dalcim,

    Quem é aquela moça que fica sempre no box do Federer em jogos importantes? Ela está sempre acompanhada de uma senhora que aparenta ser mãe dela. Essa menina está presente nesses jogos importantes do Federer desde criança/adolescente.
    Abs

    Responder
  11. Luiz Fernando

    Outro detalhe, que diferença na forma de comemorar a vitoria quando comparada a do jg anterior, Kyrgios estava de fato atravessado na garganta do cara!!!!!

    Responder
  12. Mário Cesar Rodrigues

    Bem,Rafa primeiro serviço ótimo deve ter chegado a 80 por cento e 10 aves movimentação Boa foi bem e não deu chances a Tsonga.agoea a quadra está melhor para Rafa confiança aumentando é continuar assim.Camis Rafa.fakei que se passar do Tsonga agora é rumo a mais um caneco mas com os pés no chão.

    Responder
  13. Luiz Fernando

    Nadal é um mero passador de bolas, q só se destaca no saibro, quanta besteira junta. Agora o passador de bolas virou passador de winners kkk, mas se trata de um mero baloeiro q só se destaca pelo fisico kkkk. Ahhh, mas hj hj igualou o numero de jogos vencidos por, por… Borg em W, 51 (boa, alias, ótima ideia), outro passador de bolas provavelmente, q junto com o espanhol foi o único a vencer duas vezes em sequencia RG/W. O pior de tudo é os babacas de sempre acreditam piamente nessas besteiras q postam, fazer o q, como eu digo, aqui é diversão pura kkk…

    Responder
  14. Angela B.

    A Barty com certeza evoluiu nesses ultimos anos e estah com jogo bem mais solido. Mas ela ainda nao foi testada por grandes jogadoras…nem mesmo em Roland Garros. —–Porem, uma coisa que venho notando, eh que a imprensa australiana (tao caipira qto a americana) nao para de puxar o saco dela …e o channel 7 (suuuuper cafona) …eh pior ainda – fica mostrando interminaveis entrevistas c/ ela, fotos de sua infancia, jogando cricket…cozinhando…Um exagero de exposicao sobre a vida da tenista, que nao me surpreenderia se eles mostrassem a garota fazendo ate o no 2….😒
    E a Barty parece estar adorando essa idolatria – porque nas entrevistas, ela que antes era mais humilde e sossegada…agora tah “se achando”….como se fosse a rainha da cocada. Preocupante, viu? Se ela nao baixar mais a bola, pode se dar mal.

    Responder
    1. Gabi

      É verdade!!
      … rei fazendo coco com plateia era muito comum mesmo. Ontem mesmo na série Outlander que estou revendo aparece o desequilibrado e egocêntrico Luis XV com prisão de ventre e todos os súditos torcendo “agora vai”. Ehehehe.

      Responder
  15. Luiz Fernando

    Rafa gosta de me desmentir, achei q Tsonga, sósia do antigo centroavante Mirandinha do Sampa, iria engrossar, mas a coisa engrossou mesmo foi pro lado do francês, q atuação de gala do espanhol. Raras vezes o vi servindo tão bem, não permitindo uma única chance de quadra ao francês, que ha poucos dias quase venceu Federer. Tão importante quanto vencer é a maneira como se vence e Nadal fecha uma primeira semana contra adversários de gabarito e acima de tudo jogando com autoridade, apesar de não saber jogar na grama kkk; outro detalhe relevante, venceu rápido, em menos de 2 horinhas, algo muito necessário. Vai encarar um adversário na quarta rodada contra o qual, seja quem for, será amplamente favorito, ainda mais jogando desta forma e com a confiança nas alturas. Claro q não poderia deixar de cumprimentar aquele blogueiro dos comentários isentos, que disse que frente a caras como Kyrgios/Tsonga a cia limitada Rafa não teria chances, por favor continue com suas previsões, estão dando sorte, acho q encontramos o Pessanha 2 kkkk…

    Responder
      1. Bruno

        Infelizmente,Tsonga já está no final de carreira,muito habilidoso,muitos recursos(mais até que os maratonistas)mas seu físico não ajudou muito.
        Dalcim sempre disse aqui que ele merecia um slam,o que sempre concordei.

        Responder
    1. José Eduardo Pessanha

      LF, acho melhor você torcer pro Nadal perder pro Federer, pois, caso encontre o Cotonete na final, Conan tomará aquela costumeira entubada.
      Abs

      Responder
  16. Rodrigo S. Cruz

    Mas que porcaria essa grama de agora, viu…

    Dá muita raiva!

    6/2 6/3 e 6/2.

    Um verdadeiro MASSACRE em cima do Tsonga.

    E depois ainda querem teimar que a grama não está lenta.

    Pelo andar da carruagem, só o Federer ou o Djokovic vão conseguir parar o Nadal mesmo.

    E o suíço com muito mais dificuldade.

    Porque esse Wimbledon aí virou quase um ROLAND GARROS 2, pro canhoto de Mallorca.

    E para estragar de vez o meu dia, o Fognini perdeu do pangaré do Sandgren, e minha aposta no “Desafio Wimbledon” foi pro espaço!

    kkkkk

    Responder
  17. André Barcellos

    Nadal vem muito bem. A facilidade com que ele superou Tsonga leva a crer que a quadra está realmente lenta. Muito mais que Halle ou mesmo Queen’s.
    O espanhol está jogando como se fosse no saibro, com exceção da movimentação, que é de passos mais curtos e impossibilidade de deslizar.
    Mas os golpes, a preparação,… tá dando tempo pra tuuuuuudo entre um golpe e outro.

    Responder
  18. Evaldo Moreira

    Misericórdia, já jogo horrendo, chato, e o pior é quando o jogador entra com cara de derrotado , affffff, ai o ogro de Spain agradece , pelo amor de Deus, o cara entrou numa coragem, kkkk kkkk, e Nadal não tem nada com Isso, vai passeando sem esforço.
    Para ganhar do Big 3, tem que entrar determinado, focado e com sangue nos olhos.

    Responder
  19. Rodrigo S. Cruz

    Ridículo o Tsonga hoje.

    Não tá jogando porra nenhuma…

    O Nadal vem em velocidade CRUZEIRO, sobre o saibro disfarçado de relva.

    Responder
  20. Luiz Fernando

    E o magistral Sandgren acaba de despachar o segundo fanfarrão de volta para casa, para a Italia, pra ser mais preciso. Jogadas de efeito não vencem torneios, seriedade, compromisso e foco sim…

    Responder
  21. Paulo

    Previsão após o final de RG 2020:
    – Nadal: 21 GS
    – Federer: 20 GS
    – Djokovic: 16 GS
    Só falta prever os 6 números mágicos da mega sena,kkk

    Responder
  22. Sérgio Ribeiro

    E o passador de recibos Mor , desde 2013, com o ridículo Aposentado , Cansadao e outras babaquices, vem de novo sacanear o carismatico Baghdatis em sua aposentadoria emocionante. Seu feito em 2006 ( Final do AOPEN ) novamente tratado como graças a “entressafra “ . Federer bateu Davydenko, e o Cipriota David Nalbandian ( o mesmo que no ano seguinte surrou o Espanhol em duas FINAIS de MASTERS 1000 com direito a 6 x 2 , 6 x 0 em Paris 2007. As Armadas Francesa e Espanhola , estavam presentes no AOPEN 2006 , exceto o então N 2 do Mundo ( desde 2005 ) , que não apareceu alegando lesão. A seguir venceu RG 2006 e fez Final em Wimbledon e Quartas no USOPEN. O Espanhol terminou a Temporada novamente como N 2 graças a “ entressafra” do mane’ . Depois vem com o papinho que o Blog é diversão garantida rsrsrs Abs!

    Responder
    1. Michael

      O Baghdatis ter chegado à final do AO2006 é a maior prova da entressafra de tenistas naquela época, ter chegado a semi de WB é outra prova mais contundente, jogador de challenger, sempre vagando pelo top 100, carreira parecida com a do Bellucci.
      Se o poderossísimo Baghdatis tivesse jogado a final de RG em vez do AO e perdido pro Nadal ou estado no lugar do Tsonga em 2008 e perdido pro Djoko, as bangueletes iam zoar até o infinito de um slam em cima do cipriota, mas como ele perdeu pro fakegoat, aí de repente virou um “grande jogador”.

      Responder
      1. Sérgio Ribeiro

        Aprenda a ler, caríssimo Fake. Ele chegou a FINAL depois de bater o “ fraquíssimo “ David Nalbandian. Acho que você ainda não foi apresentado a esse hermano que teve vitórias sobre todos os grandes de sua época. A começar por Federer e Nadal. Abs!

        Responder
  23. Rodrigo Bravin

    Deve ser muito difícil jogar contra os dois robôs da ATP. Imagina isso em uma quadra de grama que parece saibro. Os organizadores de wimbledon devem ter perdido a noção com a idade.

    Tênis na grama é saque, voleio, slice e, fundamentalmente, habilidade!

    Responder
  24. Luiz Fernando

    Essa é engraçada, dizem todo dia q Federer é o GOAT, q é o mais hábil, mais isso e mais aquilo, mas bastou falar a a velocidade da quadra caiu q o ensaio geral pra explicar uma eventual derrota começa, em coro kkk…

    Responder
  25. Angela B.

    Meu fofo do Fognini perdendo pro safado do Sandgren. 😕 Esse sim eh mau -carater e a Serena, entre outros, conhecem muito bem a figura.

    Responder
  26. Sônia

    Único jogo que acompanhei foi o do Goffin e realmente… jogaaaaaço. Esse francês é perigoso, o sérvio tem que entrar atento, mas se jogar o que sabe, leva esse troféu. Saibrão verde total, uma grande pena. Não era fã, mas agora… fãzoca da Barty, que desempenho, como joga bonito, que visão de jogo, favorita para levar esse troféu. Mudando de assunto, que voz grave dessa menina americana rsrs. Beijos.

    Responder
  27. Luiz Fabriciano

    Mestre, fala-se, entra ano sai ano, em quadras lentas. Mas a evolução do esporte compensam e muito esse fator. Vi outro dia a semifinal entre Guga e Ferrero, em um passado bem recente e me deu agonia pela lentidão do jogo. Não precisamos nem voltar à era Borg, considerada como de quadras ultra rápidas.

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      O parceiro sempre esquece do fundamental. O Equipamento e a evolução física. Na época de Björn Borg se jogava com raquete de MADEIRA . Mesmo assim na FINAL de 1978 mostrada no POST do Dalcim , Borg e Connors foram a rede varias vezes devido a rapidez da Grama Sagrada de então. Em contra partida tivemos que aturar no jogo de Novak , uma penca de pontos com mais de 20 trocas de fundo de quadra ( como se já não bastasse Rolanga 2019 ) , graças a este ridículo Saibro Verde muito bem observado no Post. Nem oito nem oitenta. Abs!

      Responder
  28. Igor Chierri

    Dalcim, dos oito jogos da chave de hoje, podemos ter sete trintões nas oitavas. Isso é uma tendência ou apenas quer dizer que a nova geração não tem jogo pra encarar os veteranos do circuito?

    Responder
  29. Angela B.

    So agora vi a bolada que a Ostapenko deu no corpo da Cornet………..hahahahahahaha
    E com certeza foi proposital, ate pq ela saiu rindo c/ a parceira de dupla…Na boa …achei essa tatica genial p/ jogos de dupla….ganha-se o ponto sem fazer muito esforco no saque e ainda aproveita p/ dar uma bolada no desafeto ahahahaha

    Responder
  30. Sandra

    Dalcim , não sou expert em tênis , sou apenas torcedora do Djokovic e por sinal preocupadíssima com os jogos dele e principalmente se chegar à semi final co o Bautista rssss, mas minha pergunta vejo vocês falando de quadra rápida, quadra lenta , isso faz tanta diferença assim ? O tenista não pode controlar a sua força ?

    Responder
    1. Sandra

      Outra pergunta , se quem vai sacar está vendo que o adversário está de um lado porque o sacador não saca para o outro lado ? Rsss

      Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Acho que é sinal dos tempos.

      Antigamente, o tenista era diminuído por algum torcedor, caso falhasse em conquistar o Grand Slam X ou Y.

      Hoje em dia, não…

      Passou a proliferar uma tropa de palermas de que nunca pegaram em uma raquete na vida, e passaram a diminuir os que conquistam.

      Coisa de maluco mesmo!

      Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        Ah, antes que eu seja mal interpretado:

        Não me referi ao Luiz Fernando.

        E sim aos fakes que sistematicamente ficam repetindo essa ladainha de entressafra…

        Responder
  31. Rodrigo S. Cruz

    E a grama de Wimbledon virou mesmo saibro verde.

    Puta merda.

    Que decadência, mano…

    Só não digo que o Nadal pode ganhar essa joça, porque vai ter enfrentar o Tsonga, depois o Querrey ou o Fognini…

    Ou seja, não fará nem cócegas no craque suíço, na grama, com tantos jogos duros em sequência.

    Mas tomara que continue avançando.

    Vai chegar desgastado na semifinal, e tomar uma surra daquelas…

    Responder
  32. Rodrigo S. Cruz

    [Paulo Almeida]
    5 de julho de 2019 às 14:36

    “DjokoGOAT deu uma federada/bagreada hoje e sofreu mais do que o necessário. Dois dias de descanso agora e a chave cada vez mais difícil. Agut já está na semifinal, esse maldito”.

    Seria pouca criatividade ou só idolatria, o Paulo Almeida ter IMITADO a minha provocação?

    kkkkkkkk

    Eu não sabia que eu tinha ganhado um fã como este.

    Se quiser um autógrafo depois, é só me pedir, viu…

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Não sei se entendi sua pergunta, mas acho que Aliassim entrou com o natural favoritismo porque vinha jogando muito bem também na grama. Ele já não jogou tão bem na rodada anterior, em que me pareceu bem resfriado. Hoje, o francês foi bem superior, jogou com muita firmeza.

      Responder
  33. Tiago

    Na grama de Wimbledon, tudo pode acontecer…mas ao que tudo indica teremos mais uma final com Djokovic vs Nadal rsrs mesmo sem terminar a segunda semana, já está com essa previsão. Apesar de Djoko ter uma chave mais favorecida, poderá encarar Verdasco ou Goffin no próximo embate, mas do que jeito que estão jogando os dois…sou mais Goffin. E aí sim terá seu teste de fogo nas semi com Bautista Agut, um tenista muito chato e encardido de se jogar e assistir jogando rsrsrs. Se ganhar dá uma moral e confiança danada depois de dois reveses neste ano. Do outro lado da chave, depois de passar por seu maior teste, Nadal vem sobrando e Tsonga apesar do bom tênis que vem apresentando será presa fácil para o espanhol, e fica a expectativa para mais um Fedal nas semi, se bem que da maneira que Federer vem ganhando seus jogos e tênis apresentado, terá que mostrar muito e tirar o coelho da cartola para vencer Nadal no seu melhor Habitat numa possível semi. Embora sejam essas minhas previsões acho difícil acontecer algo diferente, mas se fosse mais uma final entre Federer e Djoko ainda seria interessante para o circuito devido a disputa pela quantidade de Grands Slams…afinal já basta ver Nadal dominante no barro, e seria insuportável ver ele ganhando e dominando na grama e consequentemente no circuito rsrs

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Austrália já não foi tão rápida neste ano, o US Open nem considero realmente rápido. Então acho que está bem perto da Austrália.

      Responder
  34. Matheus Lago

    Grama lenta e o fato do Nadal ser canhoto, são vantagens naturais que ele possui, Tsonga não é o mesmo daquele antigo Pantera Negra top 10, favorito máximo é o Nadal por todas essas questões, porém, como o Tênis é incerto e tudo pode acontecer, quem sabe o Touro Miúra não sinta a pressão de um Tsonga que esteja (espero) com um saque calibrado e uma direita a disparar diversos winners… aguardemos.

    Responder
    1. alessandro sartori

      Tsongaaa? sem chance, ainda que seja esse o melhor da francesada…pegue Tsonga, Simon, Gasquet e Monfils e compare no h2h contra os bigs…resumindo: é como assistir vt de jogo, ja se sabe o resultsdo antes…

      Responder
  35. Marcelo-Jacacity

    Amanhã, grandes jogos!
    Os franceses (Tsonga e Pouille) podem não tem nada a perder e podem surpreender, embora não acredite.

    Responder
  36. Marcelo-Jacacity

    Hurkacz apareceu de forma tímida no Finals da Next Gen no fim do ano passado em Milão. Quem jogou muito na cidade italiana foi De Minaur, entretanto, parece que o polonês será muito mais jogador que o australiano, concorda Dalcim?
    Falta a De Minaur, potência nos golpes.

    Responder
  37. Helena

    Dalcim,

    Não sei se você viu, mas a Ostapenko acertou a Cornet em outro momento ao longo da partida. A francesa não acreditou que foi incidental, hehehe.

    Responder
        1. José Nilton Dalcim

          Esse lance realmente até pode ter sido sem querer, mas a Cornet é uma jogadora com problemas nos bastidores do circuito, Helena. Talvez haja coisas aí que não saibamos.

          Responder
          1. João ando

            A cornet e deslumbrada sim…muita máscara com seu nariz arrebitado …como mulher tem seu charme

          2. Helena

            Opa, não tinha a menor ideia desse histórico dela. Pode ser, então. A Ostapenko sei que também não é lá muito fácil.

      1. Luiz Fabriciano

        Acho essa a regra bizarra do tênis: acertar o adversário em qualquer ponto da quadra durante o saque. Para mim, o saque deveria ser válido só em sua área específica e demarcada na quadra.

        Responder
        1. José Nilton Dalcim

          É uma questão de interpretação. Na verdade, a regra foi estipulada para evitar que se devolva o saque antes do quique da bola na quadra, ou seja de voleio ou ainda no ar.

          Responder
  38. GUSTAVO DE ALMEIDA

    Mais um chute preciso. 3/1 Djoko.
    O primeiro foi Nadal foi 3/1 pq venceu o primeiro set.
    Amanhã, vou de novo em 3/1..ganha quem vencer o primeiro set …Tsonga ou Nadal.

    Federer vence em 3/0 ou 3/1.

    Q acha, Mestre Dalcim?

    Já posso começar a apostar no bets…kkk?

    Responder
  39. Renato

    Segundo o sérvio, Huracz será um dos líderes da próxima geração, junto com Aliassime e seu próximo rival. Kkkkk Tudo isso pra tentar valorizar o set perdido. O polonês tem 22 anos e não ganhou b… nenhuma, assim como o francês, 21. Enquanto isso, Caixa 9, 22, ganhou um masters, Tsipas, 20, fez semi de slam e ganhou vários atps e Zverev, 22, finals e masters 1000 além dos dois serem top-10. E o polonês e o francês, qual ranking?!

    Responder
    1. Luiz Fernando

      Djoko errou feio, o clássico do futuro será Harris vs Clarke kkkkkkkkk, não digo sempre q aqui é diversão garantida kkkkkk…

      Responder
  40. Rafael

    Mestre, além das quadras parecerem mais lentas os jogadores atuais também possuem características que ajudam na grama, como velocidade, elasticidade e preparo fisico, não acha?
    Dos favoritos, eu acho difícil não termos o Big 3 nas demais e final. O Djoko hoje, apesar do jogo mais duro, teria ganho mais rápido se tivesse capitalizado em quebras os breaks que teve. E que jogaço do Goffin x Medevedev!

    Responder
  41. Rafael F Régis

    Boa noite. Goffin realmente vem jogando muito tênis nas últimas semanas, foi eliminado em RG jogando muito tênis. De qlquer forma não o vejo com repertório ofensivo pra eliminar Novak numa quadra de grana.
    O quadrante do Sul Africano, q parecia mais indefinido para se cravar um provável semifinalista, ganha um destacável favorito ao meu ver, na figura de Raonic.

    Responder
  42. Maisa

    Dalcim! Você sabe explicar como deixar a quadra de grama mais rápida? A opção e critério cabe a organização? O que foi feito para as quadras ficsrem mais lentas?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Sim, sempre aos organizadores. Ninguém sabe dizer porque ficaram mais lentas: uns imaginam que foi areia, outros umidade ou até a grama foi trocada por uma mais resistente.

      Responder
      1. Julio Cesar

        Impressiona que esta grama pudesse ser mais resistente, ainda estamos na primeira semana e já está totalmente gasta na linha de base.

        Responder
  43. Renato

    Não vejo motivos pra qualquer preocupação. Nas duas últimas vezes que Nadal enfrentou Roger em quadras lentas de cimento, Miami e Indian Wells, tomou uma surra e não viu a cor da bola, então, não acredito que a velocidade vai influenciar tanto, apesar da velocidade maior ser favorável ao suíço. Porém, nenhum dos dois chegou lá ainda. Federer tem Poullie e Berretini pelo caminho. Nadal tem Tsonga e poderá ter o grande sacador e ótimo jogador de grama, Querry.

    Se acontecer o confronto, Roger deverá ganhar perdendo um set.
    Só lamento o fato de o espanhol ter enfrentado o suíço pela última vez no piso em 2008, quando Roger teve o problema com mononucleose e não estava 100%. Tantos anos que o suíço poderia ter vencido vários jogos entre eles no piso…..
    Agora pode ser que enfrente Roger, 38, à beira da aposentadoria.. ..
    Fosse Nadal com 38, Federer 33, no saibro, apostaria todas as fichas em Roger.

    Responder
    1. Viana

      Que conversa fiada, mononucleose…. considerado o mais jogo da história e o cara tava doente? Tem gente q não tem um mínimo de discernimento mesmo…

      Responder
  44. Nattan Lobatto

    Eita, muita gente falou de chave complicada e esqueceram que o jogo se ganha dentro dos 23,77m de comprimento por 8,23m de largura para simples. Tudo caminha para + um encontro épico entre Roge x Rafa na Semi e depois a maior rivalidade de todos os tempos, Touro x Lobo…

    Nole jogou de de forma discreta hj + msm assim conseguiu dar espetáculo. Bolas milimétricas, deixadas cirúrgicas e trocas de bolas longas q levam o público a loucura, êxtase total.

    Abs, faltam 4 e 54 semanas (entendedores).

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Nattan,

      Não se esqueça que o Kyrgios já vinha jogando mal, em toda temporada de grama!

      Ele não passou da segunda rodada em torneio nenhum.

      Teve um desempenho bem decepcionante em sua quadra favorita…

      E eu acho que é por causa do quadril.

      E mesmo assim, o Nadal só foi ganhar nos detalhes: naqueles dois tie-breaks lá…

      Responder
      1. Nattan Lobatto

        Concordo, Rodrigo… Mas se a quadra estiver realmente + lenta, isso irá favorecer e muito o Rafa, porém, W é o quintal de Roger, conhece suas peculiaridades como ninguém.

        Responder
  45. Paulo Almeida

    A chave está estranha demais e é por isso mesmo que Djokovic precisa ter atenção redobrada. Já seria surreal perder para a promessa Aliassime e o mesmo vale para a surpresa Humbert, já que ainda são dois meninos mirradinhos, sem porte atlético algum.

    E pra mim o pior de todos continua no caminho do sérvio: o Cara de Caveira espanhol. Queria demais o fraquíssimo Caixa9, mas o jeito é torcer pro Milão, que tem 5×0 no h2h.

    Responder
  46. Angela B.

    Nao sao ‘surpresas’..
    Desde o comeco, varios tenistas mencionaram a quadra lenta. Cilic e outros “grandes” competidores, tornaram-se apenas “apostas.
    E olhaaa..com esse capim (de Roland Garros) que se tornou o Wimbledon e com a falta de personalidade e culhao dos tenistas atuais (nao a toa sou fan do nao-profissional Kyrgios – pois parece que eh o UNICO que tem brio nesse circuito!!!!)….Nadal poderah ser campeao!!!
    Ps – Veja soh!!! Nadal, baloeiro e rei da lama, se tornou favorito, porque alem da quadra lenta….ninguem tem valentia o bastante p/ enfrenta-lo ou Nole – a nao ser o “palhaco’ do Kyrgios. Ironico, nao?
    Qto ao Federer….qualquer um pode bate-lo nesse momento…..apesar de ser “federista”…..ele ja deixou de ser uma “ameaca” as novas geracoes. E Nao por falta de talento – mas devido ao seu fraco psicologico.—————Minha opiniao.

    Responder
  47. Renato

    Chamar Novak de goat, talentoso, é um direito de qualquer um, apesar de grotesco. Chamar Federer de fraude e rei da entressafra, apesar de sem noção, também é um direito. Chamar os torcedores do suíço de federetes e fanáticos, aceitável. Se referir a um torcedor do suíço como retardado, é coisa de imbecil, covarde e b mole.

    Responder
  48. Paulo F.

    Achava que estava se desenhando o MELHOR dos confrontos entre o Big-3: Federer x Djokovic.
    Mas com Nadal e Agut avançando…
    Melhor deixar as barbas de molho.

    Responder
  49. Gustavo

    Boa noite, mestre!

    Considerando a quadra mais lenta que o habitual, e ainda aumentando a lentidão, como de praxe na segunda semana, só vejo o Bautista Agut na chave de cima num possível dia muito inspirado como obstáculo ao Djokovic para chegar à final, pois não o teme como outros e já o venceu em outras oportunidades. Raonic nem considero, pois em quadra lenta seu saque não faz tanto estrago e ele respeita demais o Nole.

    Pergunto: caso o Agut realmente chegue lá, qual seria a % numa eventual semi contra Novak? 60-40%?

    Aguardo retorno, por gentileza!

    Muito obrigado!

    Responder
  50. Mário Cesar Rodrigues

    Jogo Difícil para Rafa. Tsonga mescla ataque defesa muito bem..mesmo não sendo consistente depois da contusão é um cara que se adapta bem a grama é se a quadra central está assim se Rafa passar dificilmente não irá mais longe.os novato pqp não adianta. Por isto falei que vou rezar pela americana.ja falou que a tenista que ganhou dia disse que não a conhecia.ela soltou agora me apresentei a ela não vai nesta cacha de marimbondo não garota procure em seu Paí é mãe consigo ele estudou o tênis femino sete anos.Boa sorte.

    Responder
  51. Barreto

    Ainda não chegou nem na segunda semana e tudo indica que vai ser mais um Grand Slam previsível com mais uma final Djokovic x Federer ou Nadal.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *