Sorteio quase perfeito para Djokovic
Por José Nilton Dalcim
28 de junho de 2019 às 13:47

Wimbledon formou suas chaves de simples nesta sexta-feira e provavelmente agradou muito o sérvio Novak Djokovic. Além de não ver adversários de real currículo na grama até ao menos a semi, ainda poderá assistir de camarote a um novo ‘Fedal’. Só ficaria melhor mesmo se ele pudesse trocar Stefanos Tsitsipas ou Alexander Zverev por Dominic Thiem ou Kei Nishikori, mas nada é perfeito. Duro mesmo ficou a parte superior da chave feminina. Vamos a uma análise:

Poucas ameaças a Djokovic
O líder do ranking pode ter um curioso ‘mix’ entre veteranos e novatos em sua trajetória rumo ao quinto título, mas a rigor há poucos jogadores com extenso currículo na grama a ameaçá-lo. Philipp Kohlschreiber já jogou bem no piso, mas desde que fez quartas no torneio em 2012 ele só ganhou três partidas no Club e leva sonoros 10-2 no histórico. Ainda assim, é uma estreia que necessita atenção.

Não há barreiras até as oitavas, quando a lógica diz que Gael Monfils ou Felix Auger-Aliassime seriam os adversários. O francês é totalmente imprevisível, até porque no ano passado se mostrou mais ofensivo e fez oitavas. O garoto canadense vem de dois bons torneios na grama e já cansou de mostrar qualidade, mas Vasek Pospisil logo de cara e talvez Grigor Dimitrov depois serão testes duros. O garoto não deu sorte, definitivamente.

Fico na expectativa para ver o desempenho de Stefanos Tsitsipas numa superfície em que teoricamente pode ir muito longe. Sua sequência prevê o sacador Ivo Karlovic, o ‘baseliner’ Kyle Edmund e talvez o renovado David Goffin, que se mostrou bem versátil em Halle e ganhou respeito. Mas ele também tem seus problemas, com Jeremy Chardy e Daniil Medvedev no horizonte.

A luta pela outra vaga na semi também envolve juventude e experiência. O vice Kevin Anderson é nome forte, mas só fez dois jogos desde Miami e já pega de cara Pierre Herbert, tendo ainda Nicolas Jarry e possível oitavas contra Milos Raonic, se não aparecer contusão no caminho do canadense. O outro forte candidato é Alexander Zverev. Em seu quinto Wimbledon, ainda não passou de oitavas e, em momento instável, pegar o canhoto Jiri Vesely na estreia pode ser um pesadelo. Há chance ainda de cruzar com Benoit Paire na terceira e então ter Karen Khachanov ou Roberto Bautista nas oitavas, mas não duvido nada de uma surpresa nesse setor: Feliciano López.

Vida dura para Rafa
Duas derrotas nas exibições de Hurlingham foram o preparativo de Rafael Nadal na fase competitiva para Wimbledon e, para complicar, o sorteio sugere trabalho duro, desde é claro que Nick Kyrgios jogue sério. O terceiro adversário pode ser Denis Shapovalov, Jo-Wilfried Tsonga ou Bernard Tomic, mas qualquer um merece máximo empenho. Para as oitavas, Marin Cilic surge como obstáculo e parece difícil que o vice de 2017 não some três vitórias até tranquilas.

O eventual duelo Nadal-Cilic vale muito porque parece praticamente impossível que um deles não avance à semi. O quadrante adjacente não tem um único especialista na grama: Dominic Thiem, Laslo Djere, Gilles Simon ou Fabio Fognini. Aliás, o austríaco se poupou desde Roland Garros, depende muito de boa chave para sonhar num piso tão veloz e vai estrear logo contra Sam Querrey. É bem provável que o vencedor desse jogo embale para as quartas, ainda que Simon tenha feito uma semana incrível em Queen’s.

Federer tem boa primeira semana
Os grandes tenistas costumam dizer que é importante economizar energia e pegar confiança na primeira semana de um Slam. E foi exatamente isso o que ficou reservado para o octacampeão Roger Federer. Lloyd Harris, Noah Rubin e quem sabe Richard Gasquet são a caminhada natural até as oitavas diante de Borna Coric ou do ousado Jan-Lennard Struff, um tenista que só venceu três jogos em Wimbledon em seis edições mas tem estilo para dar muita dor de cabeça na grama.

Se mantiver o favoritismo, Federer terá um adversário imprevisível nas quartas. Claro que Kei Nishikori e John Isner são os mais cotados e o gigante americano, a grande ameaça, mas Isner não joga desde Miami. Entre eles, aparece Matteo Berrettini, que parece estar em ritmo perfeito e poderia surgir como novidade, apesar de jogar apenas seu segundo Wimbledon.

Diante da perspectiva de um novo ‘Fedal’, vale lembrar que os dois nunca mais se cruzaram no Club desde a série de três finais seguidas, entre 2006 e 2008.

Grupo da morte no feminino
Não me lembro de ter visto uma quadrante tão incrivelmente equilibrado num Grand Slam como este de cima da chave feminina de Wimbledon. A nova número 1 Ash Barty e quatro campeãs do torneio lutam nessa faixa por uma vaga na semi. Notável. Estão aí a atual detentora do título Angie Kerber, que pode cruzar com Maria Sharapova na terceira fase e com Serena Williams nas oitavas. Já Garbine Muguruza tem chance de encarar Barty na terceira rodada e olha que a australiana ainda vê Sveta Kuznetsova, dona de dois troféus de Slam, numa possível segunda partida.

Quer dizer então que a campeã sairá desse apertado setor? Nada disso. Porque nessa parte de cima também ficaram outra vencedora de Wimbledon, Petra Kvitova, e a embaladíssima Kiki Bertens. É bem verdade que Kvitova ainda é dúvida para entrar em quadra e há no seu setor pelo menos três nomes a atrapalhá-la: Amanda Anisimova e depois Sloane Stephens ou Johanna Konta.

O outro lado da chave ficou obviamente mais fraco, mas não menos interessante. Naomi Osaka reencontra Yulia Putintseva, para quem perdeu em Birmingham, e pegaria na terceira fase Sofia Kenin, a campeã de Mallorca. A outra vaga nas quartas pode ser de Simona Halep, mas a estreia é um alerta diante de Aliaksandra Sasnovich, que surpreendeu Kvitova na primeira rodada do ano passado, sem falar em Vika Azarenka na terceira. Ainda estão por ali Madison Keys, Aryna Sabalenka… e Venus Williams.

Dureza para Thiago e Bia
Depois de grandes campanhas no quali, faltou sorte para Thiago Monteiro e Bia Haddad, que poderiam ter adversários menos gabaritados na estreia e assim repetir a campanha de 2017, quando o casal avançou uma rodada na grama sagrada. O cearense faz duelo inédito contra Kei Nishikori e sua importante vantagem é que o japonês não joga nada desde Paris.

Já Bia revê Garbine Muguruza, campeã de 2017 e vice de 2015, um desafio e tanto. No único duelo, fez apenas dois games em Cincinnati. No entanto, Muguruza não anda aquelas coisas no quesito confiança e a brasileira fez ótimas partidas em Ilkley e no quali. Resta torcer muito.

Guia de equipamentos
TenisBrasil lançou um ebook com muitas dicas para seu equipamento, textos elaborados pelo pessoal da Loja TenisBrasil. Clique aqui e baixe gratuitamente.


Comentários
  1. Evaldo Moreira

    Boa noite,
    Só pra finalizar, Mestre Dalcim mencionou sobre as regras dos Slam, á respeito da mudança dos cabeças de chaves.
    Abro aspas: “não acredito que o senhor Nadal e Djokovic não sabiam dessa regra, que pode mudar sim, hahaha, antes de vocês abrirem as suas bocas, senhores tenistas , leiam as regras antes, fecho as aspas.”
    Tenho certeza que, pelas declarações deles, pensaram logo no Federer, kkkkkkkk, principalmente o ogro de Spain, kkkkk. Depois dessa teria vergonha.
    Que venha Wimbledon……., saudações Federistas.

    Responder
  2. Paulo Almeida

    Roubo no barro pro Capivara e roubo no pasto pro Jaguatirica da Montanha. DjokoGOAT nunca é o mais beneficiado e mesmo assim vai lá e passa por cima. Contra tudo e contra todos.

    Responder
    1. Nattan Lobatto

      Pow, Paulo… Na torcida tb.

      Não que concorde com os adjetivos que vc proferiu as outras duas lendas, mas no que cerne a conquista do Djoko…

      Responder
      1. Paulo Almeida

        É só uma provocada nos rivais, caro Nattan, afinal temos Renato, Pessanha e até um Machado de Assis que separa sujeito do predicado com vírgula.

        A chave do Djoko requer muito cuidado, mas bora ganhar esse penta.

        Responder
        1. Rodrigo S. Cruz

          E um Rui Barbosa que versa sobre uma “jagua” da montanha…

          Será que é pseudônimo?

          “jagua”, “felina”, “leoa”. (rs)

          Tudo parecido e arranha, né…

          Responder
    2. Rodrigo S. Cruz

      Nunca mesmo?

      Kkkkk

      Não fosse a chave fecal do aberto da França 2016 (incluindo o LAMBE-BOTAS Murray na decisão) e o sérvio até hoje teria ZERO Roland Garros!

      Responder
      1. Paulo F.

        Ué…
        Para zoar o Djokovic vale constar que Murray ganhou 02 Slams em cima dele, né?
        Mas para tentar diminuir a conquista do sérvio em Roland Garros aí o escocês vira “lambe-botas”?

        Responder
  3. Rafael Brasiliense

    Dalcim, qual é o tamanho do público de tênis no Brasil? Me estranha a falta de empenho dos canais. A sportv, por exemplo, pouco anuncia os eventos tenísticos futuros, como Wimbledon, enqunto anunciam o de outros esportes como vôlei e basquete. Não obstante, os jogos são exibidos não pelo canal principal, mas pelo sportv 3. A ESPN também não demonstra dar tanta importância, enquando transmite com frequência jogos de outros esportes bem pouco populares no país, como golfe e futebol americano, além de basquete. A Band Sports apresenta um comportamento similar. Nem vou citar outros canais, porque são só esses. O tamanho do público de tênis no Brasil é tão desprezível assim?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      A quantidade talvez não – fala-se em 2 milhões de praticantes, mas sabemos que muitos admiram mas não praticam. O problema é a audiência em si. O horário dos jogos não ajuda, principalmente os Slam durante o dia, e com isso raramente a audiência sai do ‘traço’. Para você ter uma ideia, um amigo dentro de uma emissora me contou que qualquer teipe de Brasileiro Série B dá muito mais audiência que o tênis. O que sustenta a permanência das transmissões é o pacote de patrocinadores, que acaba valendo a pena para o canal.

      Responder
        1. José Nilton Dalcim

          Acho sim uma falha do Sportv não escolher ao menos o melhor jogo do dia, dar uma editada para tirar os intervalos ou até mesmo um ou outro game menos importante e soltar um ‘highlights’ à noite. BandSports até exagera, mas faz isso bem.

          Responder
          1. Paulo F.

            Concordo em absoluto, mestre.
            Ainda mais que possuem 03 canais.
            Poderiam mesmo dar essa “caprichada”, principalmente em Wimbledon e no US Open – Slams que transmitem.

      1. Cleuton

        Só não entendo, Dalcim, como a ESPN transmite inúmeros torneios de GOLFE por mais de 06 horas seguidas e por todo um final de semana. Aí sim o ibope deve ser “traço negativo “. Acho que o que determina mesmo as transmissões são os altos custos cobrados pela ATP e ITF. Forte abraço.

        Responder
      2. Rubens Leme

        O tênis é ainda um esporte de uma minoria, pelos custos, e como não temos nenhum tenista de renome não atrai um público jovem, embora a massificação tenha falhado miseravelmente na era Guga.

        Por outro lado, nos salva de ter em final um Galvão Bueno ou alguém do futebol narrando como se fosse uma pelada ou com os mesmos maneirismos. Assim é o Brasil: mesmo os esportes que somos várias campeões mundias ou olímpicos, como vôlei e basquete sofrem com transmissões, audiência e patrocinadores. Imagine um esporte individual e cheio de regras como o tênis.

        PS; para mim é indiferente porque há 4 anos cancelei a tv a cabo e vejo tudo por streaming. Mas é sempre uma discussão interessante.

        Responder
    2. Gabi

      O canal bandsports não pode entrar nessa tua análise porque nos últimos tempos é a que mais transmite e prioriza o tênis na sua programação!!

      A ESPN tem o meu perdão rsrs porque é a que melhor transmite os esportes americanos – aliás, a sua prioridade, cobrindo-o com muita excelência!!

      Responder
  4. Túlio Oliveira

    Sorteio quase perfeito para o Federer. Não vejo Pouille, Isner, Coric ou Nishikori o incomodando. O problema maior será nas semifinais contra quem passar do setor de cima da chave inferior, e mesmo assim se for o Nadal ou o Cilic num dia muito inspirado.

    Responder
  5. Luiz Fernando

    Não há como negar q Rafa se deu mal nesse sorteio, pegando caras duros, em ambas as semanas. Claro q ele pode vencer todos, mas o grande problema é q se o fizer será com desgaste. E desde o USO 2018 ficou claro, ao menos p mim, q na atualidade seu físico não tolera jogos longos seguidos. Se eu fosse um daqueles q aposta grana não apostaria nele!

    Responder
  6. Rodrigo S. Cruz

    ROGER FEDERER:

    Pegou uma chave ridícula, sem quase nenhum nome expressivo até a semifinal.

    Talvez Struff, Coric ou Nishikori requeiram um cuidado mais especial…

    Pois Thomas Berdych não joga porcaria nenhuma, faz tempo.

    Enquanto que grandes sacadores como Jonh Isner, sempre o suíço tira de letra.

    Aliás, dos integrantes do BIG 3, Federer é o que historicamente sempre tira de letra os serve-bots do circuito…

    Ao contrário de Djokovic e Nadal, que detestam jogar com esses caras que “cortam” o físico.

    Contudo, o suíço precisa tomar muito cuidado com o ascendente Matteo Berretini.

    O italiano, cabeça 17, que surpreendeu vários tenistas fortes no piso de grama (entre eles Kyrgios), em torneios que antecedem Wimbledon…

    Meu veredicto:

    Federer chegará tranquilamente até a semifinal, onde fará um duelo realmente bom.

    E avançará á final, derrotando o Djokovic, pela primeira vez…

    Na torcida!

    Responder
  7. Rodrigo S. Cruz

    RAFAEL NADAL

    Tem de longe, a chave mais dura do BIG 3, com exceção da estréia diante do japonês Yuchi Sugita

    Na segunda rodada, já deve encarar Nick Kyrgios, que sempre joga com uma motivação a mais contra jogadores do BIG 3.

    Além de ter derrotado Nadal, na última partida que fizeram em 2019, já o eliminou antes na mesma grama de Wimbledon…

    Se passar, o espanhol pode ter pela frente Denis Shapovalov, bom sacador e que acabou de derrotar Djokovic em exibição na grama, ou ainda Tsonga, que perdeu nos detalhes para Federer em Halle…

    O mesmo quadrante de Nadal ainda comporta nomes de peso como> Cilic, Querrey, grande sacador (e que já eliminou Djokovic, no seu auge), e ainda o habilidoso italiano Fabio Fognini (que eliminou Nadal de Monte Carlo, e sempre joga bem contra ele).

    Por fim, se o Nadal sobreviver a isso tudo terá Federer pela frente na semi, e provavelmente Djokovic, na final.

    Podem tocar a musiquinha do ” MISSÃO IMPOSSÍVEL”. kkkkk

    Minha opinião:

    Acho que não passa da segunda rodada, ante ao saque potente e a motivação extra de Kyrgios…

    E se passar, deve cair diante de Sam Querrey, mais a frente…

    Isso mesmo, eu acho que Dominic Thiem será um dos primeiros cabeças-de-chave a dar adeus!

    Responder
    1. Chileno

      Acho que se o espanhol chegar na semi, já seria uma grande façanha com essa chave. Sem dúvidas pegou a chave mais dura do Big 3 dessa vez.

      Responder
    1. José Eduardo Pessanha

      Ela é somente a tenista mais habilidosa do circuito….mas seu lance é o Maratênis. Graças a Deus a Barty apareceu no circuito. Maratênis e Jogo Bonito são como água e óleo: não se misturam. rsrs
      Abs

      Responder
  8. Chetnik

    Há anos que eu falo que o Djoko se tornou um jogador superior/mais perigoso na grama do que no saibro, As chances em WB são sempre maiores – até porque não há um equivalente ao Nadal de RG em WB.

    Djokovic bem favorito ao título, apesar de ter uma estréia enjoada.

    Responder
  9. Chetnik

    Quero ver o que a horda zumbi vai falar do sorteio do Nadal agora, kkkk. Acho que a Nike não deve ter passado a grana dos organizadores, kkkk.

    Em tempo, com considerável atraso, cumpre enaltecer a brilhante e impressionante conquista do Touro em RG. Eu fico imaginando o desespero do culto, sabendo que o inevitável está por vir. Aliás, o Nadal vai passar os 20 somente com títulos em RG. Vai ganhar lá até os 50 anos, kkkk.

    PS: Alguém tem os números atualizados do H2H do “GOAT” contra os maratenistas em Grand Slam? Kkkkk.

    Responder
    1. Márcio

      Esta melhorando, essa dos 20 rg foi excelente, quem dúvida no barro o cara é imbatível e ponto.
      Nada de “odeio o Federer” mais, vc e o lunático pelo Nadal, talquei!?
      Wimbledon melhora até o nível das piadas do blog, esse torneio é o Às do esporte como um todo.
      Essa paulada do Nadal superar os slans só com rg fez todos darem uma divagada, boa sacada

      Responder
      1. Chetnik

        É que sem mim, fica um vácuo no blog, e os zumbis abrem as asinhas. Mas é só chamar o meu nome 3 vezes que eu volto para botar vocês no devido lugar, kkkk.

        Responder
      1. Chetnik

        É bem o contrário. O H2H é algo bem simples e direto, sem nenhuma complexidade. Mano a mano, homem vs homem, quem pode mais chora menos, e eu já cansei de ver o Federer chorar, kkkk.

        Os outros números sim que dependem de inúmeras variáveis. Entressafra, chaves nos torneios, lesões ao longo da carreira, calendário, etc.

        Responder
      2. Sérgio Ribeiro

        Não perca seu tempo , caro Roberto. Esse admirador do Léo Gavião, junto com os outros Fakes comandados pelo Chatonik , repete essa idiotice todo santo dia. Eles não fazem questão nem de disfarçar rsrsrs Abs!

        Responder
  10. André Barcellos

    Às vezes acho que ninguém está vendo o perigo do lado do sérvio. Não ponho minha mão no fogo por ele contra o Aliassime nem contra o Tsitsipas.
    Nadal se deu mal.
    Federer tem chance.

    Responder
  11. V Maurício

    Caro Dalcin. Vejo uma oportunidade boa pro Nadal chegar com chances nesse US Open. Não, você não leu errado. Eu disse US Open mesmo, porque tudo indica que ele não passará nem da segunda rodada no mato inglês, tendo a perspectiva de não chegar tão desgastado na gira norte americana. Em 2013 e 2017 ele o US Open tendo sido eliminado cedo em Wimbledon. Em 2010 ele tinha 24 anos, aguentava o tranco. Você não acha que pode ter sido uma boa pra ele pegar essa chave duríssima, cair fora, se poupar e poupar o joelho pro resto da temporada? É claro que ele vai jogar pra ganhar, mas só um milagre fará ele chegar longe nesse torneio.
    No mais, acho que a final será mesmo Federer-Djoko, com mais uma vitória do sérvio, pra variar.

    Responder
  12. O LÓGICO

    Será que Deus se arrependeu do presente que deu pro mobral do Tênis no USO 2017 e agora, sofrendo a pressão do politicamente correto kkkkkk, por parte do LÓGICO kkkkkk, vem consertar um erro gravíssimo kkkkkkk, só perdoado pela imensa bondade Dele ao agradar justamente o Satanás, pai do UNIDIMENSIONAL? Tomara que sim, e eu me cure de um ateísmo temporário kkkkkkk. Mas em se tratando do robozinho satânico é bom não sermos tão otimistas, porque o primogênito tem do seu lado o próprio capeta, senhor desse mundo nada justo kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    O L F tá louquinho da vida com o sorteio de W 2019 kkkk, e não cutuquem senão ele roda a baiana e ativa a gaiola da loucas do blog do GURU kkkkkkk.

    O M C farmacêutico tá só na espreita aguardando as forças perversas da natureza atuarem para favorecer o UNIDIMENSIONAL. Eu não duvido da possibilidade de alguma praga de gafanhotos acontecer, e os insetos comerem toda a grama da quadra e deixar o terreno muito próximo da LAJE kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    E o terraplanista Paulo Almeida, hein? kkkkkkkkk, não tem desenvolvimento cognitivo suficiente para diferenciar a empiria da teimosia kkkkkkkk. Ainda está na fase sensório-motor do desenvolvimento de sua inteligência kkkkkkkkkkkkkk. Misericórdia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder
    1. Márcio

      Kkk….. É isso o pessoal está fazendo humor de forma inteligente, legal . Os ares de wimbledon são melhores até nisso. Vamos curtir!

      Responder
    2. José Eduardo Pessanha

      “O M C farmacêutico tá só na espreita aguardando as forças perversas da natureza atuarem para favorecer o UNIDIMENSIONAL. Eu não duvido da possibilidade de alguma praga de gafanhotos acontecer, e os insetos comerem toda a grama da quadra e deixar o terreno muito próximo da LAJE kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk”

      kkk. Que figura o Lógico. rs
      Abs

      Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        O Lógico é divertidíssimo…

        Que diferença de uma sátira bem-feita, para comentários de puro ódio e inveja como daquele tal de Paulo Almeida…

        Responder
    3. Evaldo Moreira

      “E o terraplanista Paulo Almeida, hein? kkkkkkkkk, não tem desenvolvimento cognitivo suficiente para diferenciar a empiria da teimosia kkkkkkkk. Ainda está na fase sensório-motor do desenvolvimento de sua inteligência kkkkkkkkkkkkkk. Misericórdia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk”
      LÓGICO, irreverente como sempre , cara rindo horrores aqui, esse Paulinho almeidinha, rei do recibo do blog e o mais chato, afffff, ķkkkkkkkkkl

      Responder
      1. Caio

        Discordo. Não é porque um é muito bom que o outro é muito ruim. Eu gosto dos dois.
        O Paulo Almeida argumenta muito bem e sobretudo tem muita coragem de bater de frente com os torcedores do Federer.
        O lógico, com algumas exceções, tb é muito bom e audaz e tem tiradas ótimas.

        Responder
        1. Paulo Almeida

          Valeu, Caio.

          O Lógico não mexia comigo antes, mas ele não deve ter aguentado me ver defendendo o Nadal, kkkkkkkkk.
          Os outros são meus haters de sempre, nem ligo.

          Responder
    4. Angela B.

      O LÓGICO deveria ganhar um premio de literatura. Sabe escrever c/ inteligencia e entreter (c/ humor sofisticado) como poucos. Serio, se ate Bob Dylan ganhou o nobel com suas musicas maneiras, pq nao o LOGICO? Ps – Cara, espero que vc NAO se cure de seu “ateísmo temporário” – seria um desperdicio. Ps2 – Vida longa pra vc tb! 🤙

      Responder
  13. Nelson Maciel Filho

    Em tese o Federer pegou uma chave mais fácil.
    Todavia, no tênis existem dias bons e ruins e o improvável pode acontecer.
    Coloco o Djokovic, Federer e Nadal como favoritos.
    O Nadal vai depender de jogar bem na primeira semana.
    Sei que é difícil, mas gostaria de ver o Nadal ganhar o seu 19 grand slan.

    Responder
  14. Paulo Almeida

    O castigo veio a cavalo pro Nadal depois daquela sucessão de roubos que ocorreu no barrão francês. Porém, o segundo melhor da história (atrás de DjokoGOAT apenas) ainda é favorito para chegar à semifinal.

    Caso ocorra outro Fedal, tenho certeza absoluta de que não será nenhum passeio e o espanhol pode até vencer. Aliás, nas míseras 3 vezes em que foi batido pelo suíço, nunca perdeu fácil, nem mesmo quando era um “mulekote” em Wimbledon 2006.

    Responder
  15. Helena

    Dalcim,

    O Monfils se machucou e parece que corre o risco de perder o torneio. Alguma notícia dessa lesão dele?

    E sobre a outra metade do GEMS, a área da Svitolina não tem ninguém de muito peso/especialista na grama, por outro lado ela não animou muito nos preparatórios. Quem você acha que pode aproveitar essa brecha?

    Ah, senti falta daquela lista dos jogos interessantes na primeira rodada.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Por enquanto, quem desistiu foi o Coric e isso já bagunçou a chave do Federer. Não se sabe nada ainda do Monfils. Olha, sempre que você vê alemãs e norte-americanas na grama, precisa ficar atenta à chance de surpresas. E ali tem várias: Bathel, Friedsam, Collins… rsrs… Mas acho que Martic e Sevastova ficam fortes.

      Responder
  16. Sônia

    Dalcim, os mesmos que cravaram que Federer venceria o argh argh argh em RG, agora cravam chave fácil DELE em WB… affffff, fala a verdade? Nem se envergonham de tantos, como dizem, “recibos”, inacreditável, inacreditável. Mudando de assunto, “entendi nadinha” o sérvio admitindo que ELE é o GOAT, rsrsrs, uai, uai uai… rsrsrsrs. Adorei o sorteio, adorei, muito equilibrado, finalmente um torneio onde não temos certeza de quem irá vencer. Beijos.

    Responder
  17. Maurício Luís *

    … Então o ‘Tom Cruz Credo’ Nadal pegou uma chave dura? Como diria o ex-presidente e prefeito Jânio Quadros, ” Mãããs que BOMBA!!”
    Pena que o pessoal do blog não esteja vendo a minha cara de preocupado. Ô dó !
    Porém, tudo tem seu lado bom. Se cair fora na primeira semana, o baloeiro terá mais tempo para, quem sabe, ajudar o pessoal que monta a festa de noivado a encher os BALÕES de gás. Que serão muitos, em homenagem ao seu interessantíssimo, criativo, bonito e nem um pouco repetitivo repertório de balões de topspin. E ainda de quebra, ao encher as bexigas, treina o fôlego.
    DA HORA!

    Responder
  18. Thiago

    Dalcim sou torcedor do Nadal mais não estou muito confiante pegou chave muito dura , nem sei se Nadal chega no Cilic, Kyrgios deve vir muito motivado contra o Nadal jogo encardido. acho que as chances de ver um novo Fedal é muito pequena. a chance de ganhar mais um GS parece que vai ficar para o US open.

    O que vc acha Dalcim Nadal chega na 2º semana ?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Se ele enfrentar Kyrgios, será um teste realmente grande. E se passar, aí fica difícil segurar sua confiança. Considero o Cilic o mais perigoso, porém o croata não mostrou grande coisa em Queen’s.

      Responder
  19. Rodrigo S. Cruz

    Minhas modestas projeções para o BIG 3, nesse Wimbledon.
    Dedicarei 1 post para cada tenista, começando pelo número 1 do mundo.

    NOVAK DJOKOVIC:

    Apesar de ter pegado uma chave boa, não custa tomar cuidado na estreia. Pois já perdeu pro alemão “sopa de letrinhas”, em 2019.

    Além disso, o Kohlschreiber entra sem pressão alguma, e pode querer aprontar.

    Depois disso, o sérvio espera um duelo entre pangarés, em que atropelará qualquer dos dois: Kudla ou (argh) Jaziri.

    Na 3º rodada, ele terá pela frente Hubert Hurkacz (que não sei se é bom de grama) ou o seu “bullie” dos tempos de juvenil, o letão Ernests Gulbis.

    Este último, no entanto, parece ter parado no tempo, coitado. E mais provável que vire uma rodada bônus…

    No entanto, gosta da grama, tem bom saque, e nunca temeu o Djokovic.

    Todavia, acho que o sérvio passará por todos esses, e sem sustos.

    Nas oitavas de final, contudo, eu acho que o BICHO vai pegar!

    Esse Felix Aliassime é carne de pescoço.

    Além de ter provado que joga muito na grama, e que não respeita ninguém, o cara saca demais…

    Só pra se ter uma ideia, na partida em que ele derrotou Nick Kyrgios, em Queens, o moleque cravou mais aces do que o australiano.

    Logo, se gostar do jogo, pode virar uma dor de cabeça dos diabos pro sérvio…

    Mas se o Djoko passar, acho que o único nome que pode assustar um pouco é o Tsitsipas. Já que o Cilic, eu acho que vai rodar antes, além de ser um patão do sérvio.

    E numa possível final contra o GOAT, acho que dessa vez será o Roger quem levará a melhor, calando a boca de muitos fakes…

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Ops… CORREÇÃO!

      O Zverev é que está em rota de colisão com o Djokovic, e não o Cilic.

      Portanto:

      O “Zé Verev” já precisa tomar muito cuidado na estréia, pois o Jiri Vesely joga bem na grama.

      E como já conhecemos a mania do alemão, que adora perder para ” underdogs”, não seria surpresa uma eliminação precoce.

      Pois verdade seja dita, até hoje Sacha não mostrou consistência e nem grandes resultados, nos Grand Slams.

      Caso ele consiga a façanha de chegar assim tão longe, a ponto de encarar o Djokovic, talvez arranque ao menos um set.

      Quanto a Kevin Anderson e Milos Raonic, ambos são incógnitas, para mim.

      já que andam “SUMIDOS” dos grandes palcos, há um bom tempo…

      Responder
  20. Jonatas Bruno

    Providencial a chave para o Federer até a semi, so menos em tese. A do Nole em termos, ja que a projeção oitavas e quartas tende a pesar,
    E a do Nadal soa óbvio que é a mais árdua! Se der a lógica de passear pela estréia e o kyrgios resolver mostrar serviço, esse pode ser o jogo-chave quanto as reais possibilidades de ambos no torneio.
    O Thiem e o Anderson já correm riscos reais de cair, logo na estréia. Acho que nestes dois quadrantes, cria-se possibilidades maiores dos que não são cabeças de chegarem até as quartas, e aumenta o panorama para o Raonic.
    Particularmente, gostaria de ver o Lopes, Tsonga e o Paire (mas esse é de ‘Lua”,fica difícil rs).
    Infelizmente a chave não foi generosa para o Thiago e a Bia, A pontinha de esperança reside no contexto do momento do Japa e da espanhola. Dá, é esperar para ver.

    Barty na “chave da morte”, possibilidade gigante daî sair a campeã, já que na chave de baixo, apenas a Venus venceu o torneio. A veterana que jogará com a versão mirim da Serena, no jogo de 24 anos de diferença! Uau! Já cria uma expectativa enorme!

    Responder
  21. Nattan Lobatto

    Rsrsrs

    Sem comentários… Mas se o sorteio foi quase perfeito para o Djoko, ele foi PERFEITO para Federer. Ñ tô questionando a lisura do sorteio e do Slam, mas além de rebaixar o Nadal para o 3° lugar devido o ranking da grama, ainda o colocou numa chave duríssima…

    Mas nem sempre quem pega a melhor chave leva o caneco, pois, independente do adversário, o jogo se ganha dentro dos 23,77m de comprimento por 8,23m de largura para simples e 10,97m de largura para duplas..

    Abs

    Responder
  22. Renato

    Cotonete vai rodar já na estréia, podem aguardar! Se não perder logo, o garoto Aliassime vai faZer o serviço sujo.

    Se Kyrgios estiver afim, já era pro espanhol! O problema é que o australiano pode nem passar da estreia. Mas o adversário de Nick, Jordan, Também é bem perigoso. Se sobreviver aos primeiros jogos, não vejo como ganhar de Cilic.

    Federer tem duas primeiras rodadas tranquilas, Mas depois pode vir Poullie e Coric, que sempre joga com sangue nos olhos contra Federer. Depois das oitavas até a final, tranquilidade.

    Responder
  23. Rodrigo S. Cruz

    Acho engraçado quando o Luiz Fernando usa essa locução repetitiva – “aguardando as opiniões abalizadas”.

    Será que ele não percebeu ainda que os fãs do suíço não têm nada a ganhar, negando o óbvio ululante?

    É lógico, evidente que o Nadal se fodeu nesse sorteio…

    kkkk

    Responder
    1. Nando

      LF fala sempre as mesmas coisas…ele tem amor reprimido kkkkkkkkk, eu sempre achei q fosse rancor (disse aki várias vezes). E o q ele já tomou de patada do mestre, é brincadeira kkkkkkkkkkkkk.

      Responder
      1. Rodrigo S. Cruz

        Mas aí é que está a questão , LF.

        Mesmo para ser irônico, é preciso se basear em algum fato, não?

        E se todos do blog concordaram que o Nadal teve azar, no que você se baseou para ironizar?

        Responder
        1. Luiz Fernando

          Nas pessoas q afirmam absurdos como sorteios manipulados e esquemas p favorecer esse ou aquele, ou será q isso nao existe aqui? Acorda RC.

          Responder
  24. Celia Kruger

    Tudo caiu no colo de Federer. Se derrotar Nadal na semifinal, e depois ganhar o titulo, Federer assume o segundo lugar no ranking, com diferenca de 315 pontos a frente.

    Responder
  25. Rodrigo S. Cruz

    [Jonas, a djokovete]:

    28 de junho de 2019 às 09:41

    “Eu não acho ele melhor nem que o Nadal”.

    (Novak Djokovic]:

    24 de junho de 2019

    ” Roger é o melhor tenista de todos os tempos”.

    kkkk

    Responder
    1. Renato

      Federer é o melhor, pois é o mais completo de todos,além de ser o melhor em dois dos três pisos que o esporte é disputado.
      H2h eu nem discuto mais, senão teremos que colocar Kyrgios, Brown, Thiem, Karlovic, Roddick e outros na discussão.
      Se Novak, Laver, Big Mac, Sampras, Guga, Ferrer…… Além do mestre Dalcim dizer que Roger é o melhor, quem são os manes torcedores do sérvio que vão dizer o contrário? Pobre coitados!

      Responder
    2. Jonas

      Cara o Djokovic é o jogador que mais dá essas entrevistas protocolares. O homem é humilde, kkkk.

      Mas sério, acho o Nadal melhor que o Federer, embora o suíço seja mais vitorioso no geral.

      Responder
      1. Jonas

        O Kyrgios é aquele cara que não tem papas na língua. Mas uma coisa que ele falou e tem um fundo de verdade, foi quando ele disse que o Djoko quer ser o Federer, algo sim. Eu não diria “ser o Federer” , mas é certeza que o cara está babando em quebrar os recordes . Até lá, ele não vai se comprometer falando bobagem.

        O Nadal também quer, mas ele nunca vai admitir isso.

        Responder
    3. Leo Gavio

      DJokovic não disse melhor e sim maior.

      Maior tem a ver com os titulos JÁ CONQUISTADOS.

      O melhor, sem duvidas, é DJokovic. Por jogar um tenis bastante eficiente.

      Responder
      1. Jonas

        Nadal e Djokovic são melhores que Federer. O que acontece quando se enfrentam mostra isso, há anos.

        Federer no momento ainda é MAIOR pelos títulos, simples. Mas está seriamente ameaçado pelos 2 rivais…

        Responder
        1. Sérgio Ribeiro

          Ora, ora , caríssimo Jonaser. Finalmente encontrou o seu mentor por aqui kkkkkkkk Esse Léo Gavião está há anos repetindo que acha isso , e acha aquilo e na verdade não acha nada . Ontem teu parceiro fake Almeidinha o chamou de “ sábio “ Léo Gavião kkkkkk Abs!

          Responder
          1. Jonas

            Eu acho isso há anos. Desde 2012, acho Djokovic muito superior ao Federer.

            Muita gente também acha isso.

            Mas é fácil torcer pelo Federer. O cara pode ter atuações vergonhosas contra os rivais, que vocês vão se apoiar em títulos rs.

            Me lembra muito a atual situação do São Paulo, kkkkk.

        2. Rodrigo S. Cruz

          Pra afirmar isso, você se baseia meramente em confronto direto.

          Mais nada. Muito fraco…

          E ainda assim 90% dos especialistas colocam Federer como melhor.

          Incluindo o próprio Nadal, o ” titio Tony”, e o próprio Djoko.

          Nossa! Deve doer, hein?

          kkkk

          Responder
          1. Jonas

            São diversos confrontos entre os três.

            Nadal enfrenta Federer desde 2004.

            Djokovic enfrenta Federer desde 2006. São tantos confrontos que dá pra ter uma ideia bem clara de quem é melhor.

            Mas como é o Federer, vocês colocam a culpa na idade, mesmo o cara apanhando dos rivais há anos.

          2. Jonas

            Na verdade eles confundem melhor com maior. Federer é o maior pela quantidade de Slams e Semanas como n1.

            Números que podem cair por terra. Já em quadra vemos que ele é dominado pelos rivais.

  26. José Eduardo Pessanha

    Não achei a chave do Cotonete tão fácil assim. Acredito que Felix o eliminará. Se passar dele, perde do Tsitsipas.
    Abs

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      PESSANHA,

      Dê uma lida e comente, a previsão que eu fiz mais acima…

      Obviamente que é muita pretensão já sair cravando que o Aliassime vai eliminar o Djoko.

      Tem a questão da experiência, que conta muito, sem falar que Djokovic é Djokovic, né…

      Porém, que vai ser o jogo mais esperado e promissor das primeiras rodadas, eu não tenho dúvidas!

      Responder
  27. José Eduardo Pessanha

    Não vou ser tão otimista quanto em 2017, quando cravei que Federer seria campeão sem perder sets e ele assim o foi. Acho que em 2019 ele perderá de 2 a 4 sets. E será campeão, claro. Abs

    Responder
    1. Rodrigo S. Cruz

      Acho que o único tenista do mundo capaz de estragar a festa do suíço, é justamente o Djokovic…

      No entanto, acredito que a história será outra…

      E o Federer será o campeão consolidando mais ainda a condição de GOAT, com 21 majors!

      Responder
  28. Luiz Evandro

    Dalcim, só não entendo sua insistência em não qualificar positivamente o Thiem, em detrimento do Zverev, um mero coadjuvante em Majors.
    Thiem já não foi campeão na grama? Vem jogando muito esse ano, ganhou as duas últimas do Federer, uma na rápida, e ganhou a última do Djokovic, em um Slam, mostrando que está se ambientando a jogos grandes.
    Quanto a parte técnica, tem esquerda, direita, saque, slice e voleio, além de apuradíssimo na parte física.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Ele ganhou do Federer numa quebra sintética lenta, Luiz. Não desqualifico o Thiem, longe disso, mas num piso veloz como a grama e com bola de quique baixo, o uso do seu espetacular topspin fica muito prejudicado, principalmente o backhand, que precisa de uma preparação melhor para surtir o efeito que ele almeja. Claro que ele de se virar com seu ótimo primeiro saque e com slices. Talvez, se adotar uma postura mais junto à rede, suas chances sejam maiores. Abs!

      Responder
  29. Sandra

    Dalcim, pelo que vi quantos cabeças de chave Federer pegou? Só o Nadal? Se e que Nadal chega lá , nunca se pode duvidar de Nadal, aliás depois dá moleza de Roland Garros ….. Me desculpe aonde você viu facilidade para o Djokovic ? Já pensou ter que pegar o grego ou o canadense?.

    Responder
  30. Jeronimo Brito

    Mestre…depois do sorteio, você acha que WB2019 está para Djoko, assim como RG2019 estava para Nadal em termos de favoritismo?
    Abraços…um ótimo torneio à TDS!!

    Responder
  31. Kennys

    Dalcim, que sorte do sérvio! Praticamente já está na final.
    Em quem vc apostaria pra fazer a final com o Djokovic, considerando o sorteio? Acredito que o Federer poderá ter boas chances de chegar a semi, talvez a final.

    Responder
  32. Gabi

    Nadal pegou a chave mais forte.
    E agora, Sandra, cadê o favorecimento?
    Hihihihi.

    Então vc vai me responder que é para compensar outros sorteios…

    Ah tá!

    Responder
    1. Sandra

      Exatamente !!! Rsss, aliás o sorteio de Roland Garros está para o Nadal , assim como o de Wimbledon está para Federer, será que não dá para arrumar o sorteio para o Djokovic ?..

      Responder
      1. Gabi

        Rsrsrsrs.

        Veja por outro lado, ele não é favorecido mas ganha mesmo assim! Logo, não precisa dos algoritmos nem de ser amigo do rei para chegar lá. Ganha por mérito!! Ehehehe.

        Responder
  33. Eu

    Valestra:

    Sobre o teu comentário do post anterior:

    …Por isso que gosto muito do bandsport.
    Além de transmitirem quase todas as partidas dos torneios que passam, ainda tem VT de alguns jogos e melhores momentos de outros (imagino que tb pensando nos espectadores que não puderam ver ao vivo) e dão prioridade ao tênis.

    Ok, têm narradores e comentaristas questionáveis, mas isso é solucionável: qualificando-os.

    Responder
  34. José

    A sorte que Nadal deu em RG, Federer deu em WB. Acho que o suíço já está na semi-final. Hahahaha

    E que chave difícil do Nadal! Meu Deus! Não gostei da primeira rodada de Djokovic, achei pedreira.

    Responder
  35. Gilvan

    Federer deu uma sorte danada no sorteio, pra mim até mais do que o Djokovic. Apesar de ter o Nadal em seu lado da chave, alguém realmente acredita que o espanhol chegará vivo na 2a semana? Está muito claro que ele ficará pelo caminho. Já sofreu para engrenar no saibro, tomou 2 piabas em exibições na grama, o que vai me fazer crer que ele terá mais facilidades para engrenar na grama pegando especialistas já na 1a semana, quando a quadra é ainda mais rápida? Touro natimorto em Wimbledon.
    Djokovic pegou uma chave boa, mas esse confronto contra o Kolhsreiber já na 1a rodada vai ser dureza. Lembrando que os últimos jogos entre os 2 foram muito disputados, tendo o alemão eliminado o sérvio em Indian Wells. Dali pra frente a coisa seria mais fácil, a não ser que a garotada apronte novamente pra cima dele. Acredito que o sérvio vai longe, mas não ponho a minha mão no fogo, ainda mais neste ano errático que ele vem tendo desde o título na Austrália.

    Responder
    1. Paulo Almeida

      No último jogo em Roma, Djokovic atropelou o Koxa com pneu, cara. Creio que o alemão não está mais entalado na garganta do sérvio, ao contrário do Agut.

      Responder
  36. Fábio

    Boa tarde,
    Vou discordar nessa, Dalcin.
    A chave ficou duríssima para o Nadal, normal para o Djokovic e leve/ levíssima para o Federer. O sorteio foi quase perfeito para o Federer. Melhor somente se tivesse o Kevin Anderson no lugar do Nadal.
    Mas será um belo torneio.
    Bem mais equilibrado que Roland Carros.
    Abs

    Responder
  37. DANILO AFONSO

    Nobre Dalcim, peço vênia para afirmar que o título ficaria melhor se fosse “Sorteio quase perfeito para FEDERER”.

    O caminho do DJOKOVIC de fato não é dos piores, mas o caminho do FEDERER é o mais tranquilo, desde a estréia até um eventual duelo com CIVIC.

    Vida complicada mesmo terá o NADAL. Um dos piores chaveamentos que já vi do BIG3.

    Responder
  38. Miguel BsB

    Gostei desse possível novo encontro entre Roger x Rafa, agora no habitat do suíço, a relva inglesa…
    Vai atiçar bastante as torcidas por aqui, que ultimamente vem postando sobre os enfrentamentos dos dois e suas soberanias nos respectivos pisos prediletos.
    Nadal, mais uma vez, fez sua parte no saibro. Seria muito interessante ver se Roger faria a sua na grama…Mas, dada a chave do espanhol, parece bem difícil que ele atinja essa fase do torneio.
    Mas, estarei torcendo por isso.

    Responder
  39. Marcos

    Acabou que a chiadeira de Nole e Nadal não deu em nada. Lider e vice-lider do ranking só se encontrariam na final. E nº 2 e 3 ficaram do mesmo lado da chave.

    Responder
  40. Lucas pinheiro

    Acordei hoje com as mensagens do amigo Nando me passando os chaveamentos e trocamos uma ideia rápida e creio q pensamos bem parecido!

    Djoko, se não cair na 1a rodada , já pode ir pra final. Excelente chave pra pegar ritmo .

    Nadal, esse se lascou, pegou um chaveamento brabo, mas se conseguir chegar na 2a semana, vai crescer demais.

    Federer, excelente chave pra pegar ritmo , não consigo ver ele não chegar na semi final.

    Mas tudo isso acima, vai depender da tão esperada e especulada netxgean, sempre ficamos no aguardo deles, espero que tenhamos um excelente torneio.

    A temporada atual dos 3 jogadores, estão bem parelhas, djoko com 1 slam 1 m1000 e semi de gs. Nadal 1 gs 1 atp1000 final de gs. Federer final de m1000 1 master mil 1 semi de gs 2 atp500. Foi o único que pontuou nos 3 pisos, jogou decentemente no saibro após 3 anos e acho que no frigir dos ovos, foi o mais regular dos 3 nesse 1o semestre . Mas muito pouco acima dos outros dois.. djoko ainda não repetiu o tênis do Aussie open . É por aí dalcim? Ou falei besteira?

    Só queria fazer um parêntese aqui:

    Galera fala mal do bansports, mas faz 2 anos já que temos um pouco mais de 40 dias de jogos na grama graças ao canal, excelente cobertura de jogos e reprises… antes disso, era pela internet ou livescore…. muito feliz com a cobertura deles, só assim posso acompanhar os jogos no piso que eu acho mais divertido !!

    Forte abraço allezzz

    Responder
  41. GUSTAVO DE ALMEIDA

    Até às oitavas, tá fácil pro Rei pra Djoko, embora a estreia do Sérvio mereça cuidado real.
    Finalmente uma chave dura para Nadal nos últimos GSs. O provavel jogo com Kirgios será imperdível. Ele odeia o Nadal…kkkk

    Responder
  42. Nando

    Até q enfim, Rafael “Balão” Nadal (vulgo Pouca Telha) pegou uma chave complicada hein…vai ter q ralar. Como bem disse o blogueiro, se Kyrgios estiver afim, sei não…
    Federer e djokovic pegaram chaves mais tranquilas. Vamos ver…q comecem os jogos ( e uma nova rodada de sandices ditas aki)

    Responder
  43. Fedex

    Dalcim, que sorte do sérvio!!!!! Nadal tem uma chave difícil, diferentemente dos outros Slans recentes que disputou, principalmente UsOpen 2017. Federer tem uma 1° semana teoricamente fácil mas uma segunda semana muito mais complicada. Djokovic não tem adversários até a final, os principais Anderson e Zeverev estão em uma péssima fase. Que sorte tem esse sérvio, pegou a sorte do Nadal em Wimbledon.
    90% do Djoko chegar a final.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *