Madri define o melhor do ano
Por José Nilton Dalcim
9 de maio de 2019 às 18:46

Os cinco tenistas que mais somaram pontos na temporada avançaram às quartas de final do Masters 1000 de Madri e isso significa que a liderança do ranking desde janeiro, a chamada Corrida para Londres, estará totalmente aberta nos próximos três dias. Novak Djokovic tem no momento apertada vantagem de 125 pontos sobre Roger Federer, que por sua vez está 135 à frente de Rafael Nadal. O curioso é que tanto Stefanos Tsitsipas como Dominic Thiem podem ultrapassar o Big 3, embora para isso agora dependam do título.

Thiem já terá duelo direto contra Federer no jogo mais interessante desta sexta-feira, que remonta à recente final de Indian Wells, em que o austríaco jogou demais. O serviço foi seu ponto alto do duelo contra Fabio Fognini. O italiano desperdiçou um set-point que poderia ter mudado tudo. Thiem está com a confiança lá em cima e adora Madri, onde foi finalista nos dois últimos anos.

Federer por sua vez abusou de sua habilidade junto à rede para virar um terceiro set que parecia perdido contra Gael Monfils. O francês não jogou nada e levou um ‘pneu’, mas de repente entendeu que teria de ser agressivo e aí virou outro jogador. Chegou a ganhar cinco games seguidos entre o final do segundo set e o início do decisivo, liderando até 4/1. Mas parece ter acreditado que o suíço não tinha mais pernas e jogou passivamente um game crucial. Esperou por erros que não aconteceram e de repente tudo já estava empatado.

Veio então o grande momento da partida. Com Monfils concentrado e mesmo sem acertar primeiro saque, Federer parecia estar numa quadra de grama. Jogou pontos de extrema pressão na base do saque-voleio, incluindo os dois match-points que evitou antes do tiebreak.E manteve a postura até concluir a vitória de número 1.200 da carreira. Grande espetáculo.

Pouco antes, Djokovic foi exigido pelo ‘freguês’ Jeremy Chardy, que chegou a ter break-point para enfim ganhar um set do número 1. Mas nessas horas a frieza do sérvio aflora. Sacou firme no backhand, virou o game e dominou o tiebreak. Em busca enfim de uma semifinal de nível Masters na temporada, o que escapou em Indian Wells, Miami e Monte Carlo, encara outro velho conhecido. O croata Marin Cilic só ganhou 2 de 19 duelos diante de Nole e avança aos trancos e barrancos no saibro madrilenho, já com três partidas no set decisivo. Lesle Djere teve tudo para vencer, mas saiu completamente de jogo quando tinha uma quebra e um break-point à frente no segundo set.

A nova geração foi barrada outra vez por Nadal. Havia preocupação com seu saque, já que o golpe não funcionou bem em Monte Carlo e Barcelona e é essencial na altitude de Madri, mas até aqui o espanhol saiu-se muito bem. Sua capacidade de cobrir rapidamente a quadra e buscar ângulos deu poucas oportunidades para Frances Tiafoe, que fez até um segundo set competitivo. Agora acontece o reencontro com Stan Wawrinka. O suíço foi muito superior a Kei Nishikori, porém barrar Nadal é outro universo. Terá de assumir riscos o tempo inteiro e evitar a correria.

Tsitsipas é o quarto representante do backhand de uma mão nestas quartas de final. Vem do título no Estoril e faz uma temporada muito mais sólida do que o alemão Alexander Zverev. O atual campeão sobreviveu a duras penas. O bom Hubert Hurkacz sacou com 4/3 no segundo set e depois abriu 2/0 no terceiro. Os top 10 da NextGen irão se cruzar já pela terceira vez, a primeira no saibro, e cada um venceu uma partida.

Número 1 aberto
A liderança do ranking feminino também está em jogo nestas rodadas finais do Premier de Madri, tudo graças à grande reação de Belinda Bencic no terceiro set diante de Naomi Osaka, ganhando os últimos quatro games. A japonesa, que havia vencido o primeiro set, sacou para a vitória com 5/3 no terceiro.

Vivendo outra vez um grande momento na ainda curta carreira, Bencic vai cruzar justamente contra a postulante ao trono, Simona Halep. A romena dominou Ash Barty, mas precisa do título na Caixa Mágica para ir ao topo pela terceira vez.

A suíça venceu todas as top 5 que encarou nesta temporada, incluindo a própria Halep rumo ao grande título de Dubai. Já é novamente top 15, com méritos.

A outra semi ficará entre Kiki Bertens e Sloane Stephens. A holandesa de 1,82m se vingou da derrota sofrida para Petra Kvitova na final do ano passado e também na semi de Stuttgart dias atrás. Será um duelo interessante contra o estilo mais defensivo e cadenciado da norte-americana, em sua melhor campanha de 2019.

Curtinhas
– Sete dos atuais top 10 estão nas quartas masculinas, sendo os cinco líderes. A exceção é Wawrinka, que ao menos já garantiu o retorno à faixa dos 30 primeiros. Mesmo derrotado, Fognini alcançará outro recorde pessoal com o 11º posto.
– Thiem tem 3-2 no histórico contra Federer, com uma vitória em cada piso. A do saibro veio nas oitavas de Roma de 2016, exatamente o último jogo do suíço sobre a terra antes desta semana.
– Esta é apenas a segunda presença em quartas de Zverev no ano (foi vice em Acapulco). A boa notícia é que não deixará o top 5 mesmo se perder. O grego realiza melhor campanha em Masters desde o vice inesperado de Toronto em 2018.
– Depois de perder 14 vezes seguidas, Cilic venceu dois dos últimos cinco jogos contra o amigo Djokovic, e mesmo essas derrotas recentes foram apertadas.
– Vantagem semelhante tem Nadal sobre Wawrinka: 17 a 3. O suíço no entanto não ganha desde Roma-2015, sua única vitória na terra sobre o espanhol. Na final de Madri de 2013, Rafa fez 6/2 e 6/4.


Comentários
  1. Luiz Fernando

    Rafa indiscutivelmente está jogando melhor do q nos torneios precedentes em todos os fundamentos. Hoje não houve bolas curtas, algo q vem atrapalhando o cara. Mas está bem aquém do nível apresentado em 2017 e 2018, isto também é inegável. Diria q faltam 25%. Para amanhã creio q seja suficiente p vencer, mas pelo q vi Thiem jogar hj não apostaria em vitória de Rafa contra ele; como não vi Djoko jogar melhor não opinar, mas só pode ser problemático.

    Responder
  2. Sérgio Ribeiro

    Outra grande partida ( poderia ter ido pra qualquer lado como ontem ) , e Dominic Thiem provou que aos 25 , atingiu finalmente a maturidade pra grandes conquistas. Muito atrás da base, estava sendo um alvo fácil para o Craque Suíço. Este Sacava e fazia o que queria. Mudou a tática ( os gráficos comprovam ) e mais próximo a base , dos 202 pontos disputados venceu 102. Tem pernas pra assustar o outro grande saibrista Servio amanhã. Federer deveria deixar Roma de lado e ir com tudo pra Rolanga. Em 5 Sets , umas Quartas estaria de bom tamanho nesta altura. E aí prioridade total e completa na Gira de Grama. Wawrinka provou que aos 34 , não tem mais físico pra Torneios de porte. Rafa Nadal achou o Time. Vai ter mais trabalho com o Grego , mas é novamente o maior favorito ao Título. Zverev , jogando lá atrás, está ridículo. Lendl nem aparece mais. Enfim teremos uma grande Final na rápida Madri. Monte Carlo e Barcelona deixaram muito a desejar , a meu ver. Abs!

    Responder
  3. Eu

    Por mais que na maioria das vezes a torcida seja a favor do Federer, vc acha que ele jogaria diferente se não tivesse torcida na quadra?
    Vc acha que a torcida ajuda ou atrapalha ou esses jogadores abstraem e nem se importam com a opinião dos torcedores?

    Responder
  4. Victor

    Teu placar comentado no uol é muito bom.
    Lembro que tu falou uma vez que eles não queriam renovar, então conecto mesmo qdo nem posso ler!!

    Responder
  5. Luis

    Dalcim não deu pro Federer mas fez bom torneio no saibro talvez Suíço pensa conseguir ir longe será ótimo pensando em Paris,GO Federer 21 Slamrs chance maior em Wimbledon

    Responder
  6. Victor

    Em Madrid não tem relógio para saque?
    Pô, o Nadal demora muito!
    Um dia li que ele falou que demora porque tá pensando onde colocará a bolinha….

    Responder
  7. Rodrigo Azevedo

    Adoro entra aqui e ver a choradeira de sempre dos torcedores do Sérvio e do Espanhol sobre o Federer kkkkkkkkkkkkkkk

    Não faz assim Federer…já dizia Dácio Campos

    Aliás, mais jogadas geniais hoje do Mestre, com quase 38 anos…

    Entendo a choradeira…rs

    Responder
    1. Paulo Almeida

      Quem está chorando?

      Esse mesmo Dácio Campos foi dos primeiros a considerar Djokovic o mais completo de todos os tempos, o que também é corroborado pelo excelente Narck Rodrigues. E olha que o Dácio é federista, mas não fedtard.

      Responder
  8. Paulo Almeida

    Agora a “nassaum” fedtard baixa um pouco a bola. Já tinha gente falando em pinta de campeão.
    O GOAT Djokovic descansou hoje e terá pequena vantagem física contra o ótimo sabrista Thiem, que agora também tem o suíço como freguês.

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Na boa , Paulo. Você não posta ( ou seria bosta ? ) nada que preste. Tá na cara que esse não é seu objetivo… Uma leve vantagem de Novak depois dessa batalha de hoje ? E freguesia de Federer com apenas 2 Vitórias a menos ? Até o outro Fake sumido não postaria tantas asneiras diárias. Abs!

      Responder
      1. Paulo Almeida

        Sérgio, você está muito nervoso com a derrota do Fregueser. Respire fundo, amigo.

        Errado, eu tenho certeza de que argumento muito bem, apesar do clubismo. Até o GOAT dos fedtards já reconheceu.

        Abraços!

        Responder
  9. paullo

    ao mesmo tempo em que a frança vem se tornando um pais muçulmano, alguem precisa avisar o benoit paire que aquela barba o deixa com cara de fundamentalista islamico.

    Responder
  10. Luis Coelho

    Não sei se alguém já comentou, as oitavas de final deste torneio inclui todos os ganhadores de Rolland Garros desde 2005, isto é: Nadal, Federer, Wravinka e Djokovic. Além disto inclui provavelmente futuros vencedores como Thiem, Tsitsipas e Zverev. Isto demonstra a excelência do torneio. Muito obrigado Dalcin pela excelência deste blog.

    Responder
  11. Paulo F.

    Até acredito que Thiem será o favorito contra o Djokovic amanhã e em sets diretos.
    A não ser que o sérvio volte à intensidade dos tempos do AO.

    Responder
  12. Luiz Fernando

    Em Roma Rafa tem chave tranquila até as quartas, quando terá possivelmente uma possível revanche contra Thiem, q sem duvida desponta como mais habilitado a vencer, ao menos pelo q ambos estão apresentando até o momento, mas Rafa sempre pode se superar nesse piso. Como não acredito q Federer irá participar do torneio, creio q vem vencer fará a final. Na outra chave Djoko é franco favorito, difícil crer q o instável Zverev possa fazer frente ao cara…

    Responder
  13. Samdra

    Dalcim, sou torcedora do Djokovic mas não dá para ser fanática, pois acho que ele está bem ruinzinho, você vê alguma possibilidade dele passar pelo Thiem?. A minha única esperança, e que no Australian Open ninguém deu nada por ele , é ele acabou ganhando

    Responder
  14. Luiz Fernando

    Federer é um bom coadjuvante no saibro, e olha q jogou muito bem hj, mas se não teve chance nessa quadra veloz, imagine em Roma e RG, bem mais lentas. Alias acho q pela duração longa dos dois últimos jogos, ele deve fatalmente pular Roma. Com certeza fará boa campanha em RG, mas pensar em titulo jamais. Será q o inteligente Lógico, que posta barbaridades há tempos e nunca é repreendido pelo Dalcim, como foi feito abaixo, virá comentar a partida? Aguardemos…

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Vários trechos de comentários do Lógico já foram retirados por serem abusivos, Luiz. Evite fazer críticas sem conhecer os fatos.

      Responder
    2. Sérgio Ribeiro

      Como não teve chance ? O comentarista passador de Recibos eterno assistiu esse jogão ? Ou foi outra vez comentando pelo Live Score. Thiem salvou Match-Point . Sabe nada mesmo . Por onde anda a Gabi ? rsrsrs Abs!

      Responder
    3. André Barcellos

      Aí que está: Federer teve chance hoje sim.
      Aliás, até match points.
      Pena que ambos no saque do adversário, que jogou muito de novo.

      Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Ele está na chave de Roma, que acabou de sair. Mas melhor esperar para ver se ele confirma mesmo depois dessa partida tão exigente.

      Responder
          1. José Nilton Dalcim

            Para a semi, com certeza. Para a final, muito provavelmente, mas é preciso aguardar o sábado.

  15. Fernando Pauli

    Com a ida para o terceiro set, as coisas ficaram difíceis para Federer. Só de pensar que no próximo jogo terá um sérvio descansado pela frente é de desmotivar qualquer um.

    Responder
  16. Luiz Nunes

    Boa tarde, Dalcim!!!
    Então, sobre os fanáticos, que não sabem apreciar o esporte Tênis, e postam bobagens em profusão, eu digo: “Não basta serem imbecis, têm que demonstrar.” kkk

    Responder
    1. PIETER

      Irrepreensível comentário, Luiz!
      Eles não têm o menor senso crítico nem vergonha de exibirem suas idiotices, bem ao contrário, sentem prazer doentio em exibi-las.

      Responder
  17. Sandra

    Dalcim , o fato de Cilic e Nadal terem tido problemas estomacais , não seria também decorrentes de gastrite nervosa?? Será que apesar de serem atletas , a pressão que eles convivem , não dão esse tipo de problema ? E outra coisa oNadal ganhou , mas você não achou ele meio nervoso?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Parece que foi intoxicação mesmo, Sandra. Isso desidrata e enfraquece muito. Me parece sim que Nadal venha começando seus jogos meio tenso, mais do que o normal. Só mesmo um título para deixá-lo mais solto, a meu ver.

      Responder
      1. Samdra

        Não, não é isso , acredito que tenha sido isso mesmo, mas com a pressão que eles convivem, será que ela não tem gastrite?. Pela cara do Nadal , mês desculpe a brincadeira , parece ser úlcera

        Responder
        1. Victor

          Não sei com que cara vc fica qdo tá concentrada no trabalho ou mesmo correndo suada na rua, mas eu fico com a mesma cara dele ehehehe

          Responder
  18. Renato

    Federer deveria usar mais o slice na paralela. Destrói o adversário. Aliás, nunca vi o pirulito ou o baloeiro fazendo algo parecido.. ..

    Responder
  19. Ronildo

    Faz algum tempo noticiou-se que alguns vizinhos de Roger Federer reclamaram de alguns aspectos de sua construção na Suiça e que ele foi obrigado a desistir ou modificar algo do projeto original. Tinha haver com um brinquedo para as crianças, acho. Como todos sabemos, o Federer deve ser um cara bilionário e as notícias nos faziam pensar em insensibilidade de Federer em relação aos vizinhos. Enfim, por acaso achei um vídeo na internet que explica melhor estes fatores e como os vizinhos lá tem o direito de aprovar ou vetar uma nova construção.

    Só não gostei do “aí no Brasil você molha a mão do fiscal da prefeitura”. Que mania tem estes brasileiros bem estabelecidos no exterior em generalizar coisas no Brasil! Claro, pode-se generalizar a corrupção e a violência existentes no Brasil. Mas tem que falar de uma maneira que não pareça que todos o brasileiros são corruptos, por exemplo. Se for comparar pessoa por pessoa acredito que a maioria dos brasileiros desaprova a corrupção.

    https://youtu.be/84hXhJRJpr0

    Responder
    1. Chileno

      Não sei não Ronildo… infelizmente, eu diria que a maioria dos brasileiros é corrupto. Acho que de maneira geral, a maioria dos brasileiros desaprova corrupção praticada por outros, ou que não o favoreça, mas se for para benefício dele próprio, aí vale. A famosa Lei Gerson. Um dos maiores maus do nosso povo, na minha opinião.

      Até com bobagens as pessoas são corruptas. Pessoal não devolve troco errado, faz gato de TV a cabo, falsifica comprovante de universidade pra pagar meia entrada em shows, compra carta de motorista… são todas pequenas desonestidades, mas não deixam de ser “corrupção”.

      Responder
    2. eu

      o que ele queria construir? um parque de diversão para os filhos? uma disneyfed? kkkkkkk
      concordo, nem todo brasileiro é assim, mas tem muito que é. Exemplo: fui ao mercado semana passada. Estava com o meu carrinho ja com algumas coisas dentro. Eu o “estacionei” em um dos corredores (para nao atrapalhar a passagem) e fui buscar um outro produto em outro corredor.
      Qdo eu voltei, adivinhe? O carrinho nao estava mais la e as coisas que estavam dentro estavam jogadas na prateleira.
      Entao, por essas e por outras que o brasil é do jeito que é.

      Responder
    3. Sônia

      Ronildo, infelizmente no Brasil não há mais solução, não temos justiça, por isso complica. Acabo de descobrir que as câmeras de meu prédio “não gravam” e não são controladas por uma “empresa terceirizada” conforme a administradora que cuida do prédio e o síndico (trocentos anos sempre sendo eleito por um grupinho de moradores) sempre afirmaram. No condomínio consta uma taxa de algo que não existe. O que fazer? Para quem recorrer? … nada adiantará (me lembra o dono da livraria Cultura dizendo aos funcionários que queriam processá-lo que é amigo do juíz e do chefão do sindicato). Revoltada aqui. Beijos.

      Responder
  20. Paulo F.

    Péssimo esse abandono do Cilic.
    O que Djoko precisaria era justamente jogar, pegar ritmo e confiança.
    Mas, melhoras para o croata.

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Tá de brincadeira, né Sr Paulo. Nunca antes na história deste País , li algo semelhante. Entre Cilic e dois Sparrings pra melhorar o seu “ ritmo “ , e Thiem e Federer se matando , o Sr preferia o freguês Croata ? Que ritmo no Barro o Suíço tinha desde 2016 sem jogar ? Sei … Não será a última que o glorioso Croata sentirá dores “ estomacais” rs Abs!

      Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Sim, as próprias meninas costumam chamar esses torneios de ‘challengers’. ITF é a sigla da Federação Internacional de Tênis.

      Responder
  21. Ronildo

    Putz, quem dera o Djere tivesse ganhado do Cilic. É por isso que eu concordo, até por respeito ao público para ter um jogo:

    Quando um jogador ganha e desiste, a vaga automaticamente deveria ser preenchida pelo que perdeu na rodada anterior!

    Responder
  22. Maior geração do tênis chegando

    Pow os fãs do dojkovic desistiram de comparar com o maior de todos Federer kkkkkkkkkk sabem que Djokovic está cada vez pior com a idade pq depende muito do físico ..então já sabem que nunca vai ter o curriculum do Federer ……..se pra comparar cada título de grand slam o outro deveria ter 6 títulos de masters se Djokovic conseguiu passar um título de grand slam do Federer que não sei se consegue o Federer teria 20 títulos a mas ainda no geral ..como os fãs do Djokovic já sabem que o Djokovic vai terminar uns 20 títulos atras nem querem comparar mas já desistiram kkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder
  23. Chetnik

    Pitirer estava com tudo. Com direito àqueles gritinhos “másculos” que ele tanto gosta, kkkk. Levou vaia e tudo, o “mais querido”, kkkk.

    Lamentável.

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Depois de três passadas em slice na paralela e dois saque-voleio no segundo saque para salvar match-points, acho que pouca gente se importou com os ‘gritinhos’ do Federer. Incrível a dificuldade de vocês apreciarem o tênis bem jogado. Se Federer entrar de vestido rosa em quadra, ele ainda será o melhor de todos os tempos.

      Responder
      1. Samdra

        Não Dalcim,acredito que todos como eu acham o Federer um fenômeno , o que é difícil aceitar e o fanatismo, parece seleção brasileira de futebol, o quenadianta jogar bonito e não ganhar jogo? É claro que Federer ganha, mas perde também

        Responder
        1. José Nilton Dalcim

          Tentar rebaixar um tenista fenomenal, como Federer, Nadal ou Djokovic, não irá diminuir o fanatismo de qualquer um, Sandra. E sim, felizmente tênis não é futebol. Daí deveríamos apreciar os grandes ao invés de buscar ridicularizá-los.

          Responder
          1. Viana

            Venho falando isso aqui faz muito tempo!!
            Tem um punhado de fãs, daqueles tipo Sandy e Júnior, q ficam ridicularizando esses 3 monstros!!!
            Dá dó!
            Tem gente q fala mal do slice do Djoko, ou da habilidade do Nadal… sabe nada de tÊnis ou sua paixão não o permite falar a verdade.
            E tem um punhado de gente tb q vem descredenciar o Federer, pelamordedeus!!!!!
            Vamos apreciar esses gênios!!
            Esses fanáticos tinham q se abster de colocar essas ” postagens paixonites” aqui!!
            Perdemos tempo discutindo a cor da roupa ou o grito do cara ao invés de falarmos do:
            FENOMENAL SAQUE VOLEIO DO FEDEX NO SAIBRO
            DA JOGADAÇA DO MONFILS
            DO SLICE DO NADAL CONTRA O TIAFOE
            DO DROP SHOT SHOW DO DJOKO CONTRA CHARDY

            OU SEJA, mais Tênis, e menos fanatismo!!!!

        2. Daniel

          “O que adianta jogar bonito e não ganhar jogo”?

          Como assim? São 20 GS, 6 Finals, 1200 vitórias, 101 títulos. Até o momento é o tenista mais vencedor, mais ainda do que os concorrentes que possuem estilos focados em eficiência e resultados, como Nadal e Djokovic

          Sinceramente, Sandra, as vezes parece que os fãs do espanhol e do sérvio sentem inveja do suíço ser tão vencedor praticando um estilo muito mais vistoso. E eu não entendo esse sentimento. Todo mundo ganha com isso. Um dia vai acabar e esse dia tá bem próximo.

          Responder
      2. rubao

        essa é a sua opinião né amigo? não é fato. Não se esqueça disso…pra mim, Nadal e Djoko são melhores que eles…tanto que esta ai o hxh para provar isso.

        Responder
      3. Matias Filho

        Bom dia Dalcin,
        Aquele slice de paralela com winner de devolução em um break point… Quem aprecia um tênis bem jogado nunca poderia desmerecer um jogador como o Federer. Abs!

        Responder
      4. Nando

        Olha, depois dessa, eu pegaria meu banquinho e sairia de mansinho…pra sempre.
        Esse Chetnik é um infantil, agora passar recido de bobão e tomar chamada kkkkkkkkkkkkkkkk.

        Responder
        1. Chetnik

          E você sempre babando ovo do “mestre”, kkkk. Eu já te falei, tenho todo o respeito pelo Dalcim, mas não acho que ele discordar de mim seja motivo para eu me sentir envergonhado ou pedir para sair. Eu tenho personalidade. Você tem? Kkkkk.

          Responder
          1. Chetnik

            Nem precisa responder se tem “personalidade”. Quando fala em tomar “chamada”, já fica claro como você se coloca no blog perante o “mestre”. Como uma “criancinha”, kkkk.

    2. Bruno

      Chetnik,
      Eu que eu mais gosto é de observar sua coerência,
      Num post recente do Renato,eu achei graça da comparação do Nadal com o Richarlison,vc deu piti,lembra?e agora?

      Responder
      1. Sérgio Ribeiro

        Na boa, Bruno. Desta vez vou ter que defender o Chatonik rs . Na hora de postar , o rapaz esqueceu de usar um dos seus 30 Nicks ( andam meio sumidos … rs ) e foi com o seu mesmo kkkkkkk Abs!

        Responder
  24. Luis

    Dalcim legal vitória do Federer como joga por prazer e se doa em quadra um exemplo difícil contra Thiem no saibro,não acompanho muito feminino mas Bencic parece muito legal na Hoppman com Federer merece bom momento

    Responder
  25. Rubem Corveto

    Esses jogos das Quartas serão imperdíveis, mas acho que o Nadal pode ficar pelo caminho caso o Stan Wawrinka mantenha o padrão, pois ele não treme diante de nenhum dos Big3!
    Federer está com pinta de Campeão.

    Responder
      1. Fonseca

        Nadal x Wawrinka: 17 x 3
        Djokovic x Wawrinka: 19 x 5
        Federer x Wawrinka: 22 x 3

        De qualquer forma, 11 vitórias no total sobre os Big Three na carreira já é alguma coisa (considerando ainda mais as três vitórias em Final de Slam).

        Responder
  26. Wilson Rocha

    Chega a ser irritante a babação de muitos comentaristas com Nadal, quando ganha tudo está funcionando bem (saque, direita, esquerda, devolução), quando fica sem solução e leva uma surra como no Australian Open, Monte Carlo e Barcelona é porque jogou mal, nunca dão os créditos aos adversários.

    Responder
    1. Samdra

      Concordo com você e só não é ele não Federer também , ninguém tira os méritos deles , mas parece seleção de futebol brasileira , o que adianta jogar bonito e não ganhar rsss

      Responder
      1. Viana

        Isso acontece mesmo e é normal!!!
        Os caras são lendas do esporte e é normal q os comentaristas os elogiem mais q os outros tenistas!!!
        E, além disso, esses 3 sempre fazem grandes jogadas em seus jogos!
        Quando vem alguém e desbanca um dos 3, sempre é elogiado muito tb!
        Mas, não se enganem, todo jogo começa tendo como base a atuação do BIG 3

        Responder
  27. Marcelo Bragatto

    Mestre…

    Acha que o Federer precisaria jogar mais quantos anos para atingir as marcas de títulos e vitórias? Acha que ele estenderia o fim da carreira pelos recordes?

    Forte abraço!

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Se ele mantivesse o nível atual, poderia alcançar tudo ao final de 2020, mas não acredito que essa seja uma motivação real para ele.

      Responder
  28. Paulo Almeida

    Um pessoal aí tem sérios problemas de interpretação. Eu disse que o saque do Djokovic não deve em nada pro do Fregueser quando está calibrado.

    O que isso significa? Significa que ele faz aces, a bolinha não volta ou volta pra fora ou ele já define na primeira jogada. Não passa apuros no seu serviço. O rei do tênis é um ótimo sacador e inclusive tem na carreira mais aces do que o Wawrinka, que sabidamente tem um saque mais potente. O Siri sim tem uma saque ruim e precisa jogar quase todos os pontos.

    Quanto aos jogos das quartas, só jogão. Caso Djoko vença o Cilic, seria um desafio maior enfrentar o Thiem do que o Jagua da Montanha, já visando RG.

    Responder
    1. JAN DIAS

      Assino embaixo.. FEDERER é o APOLO do tênis,
      assim como o original grego, o suíço também é um Deus da juventude (aos 37), da beleza e arte (a plástica perfeita de seus golpes) e da justiça (sempre honesto e digno dentro de quadra)..

      Linhas retas, claras e precisas..o Sol do Olimpo também brilha no esporte..

      Responder
    2. PIETER

      O Manolo entende um pouco de tênis, ao menos, não é? Rsrs.
      Ver um jogo do Federer é garantia de que não haverá um game em que não se assista a uma jogada bonita.
      Penso que o estilo dele é único, ganhando ou perdendo.

      Responder
    1. Fonseca

      Sim… o pessoal confunde o “ar blasé” com “falta de raça”.
      O suíço é raçudo pra caramba, ODEIA perder, nunca larga um jogo, corre pra caramba, podem ver os placares de quando perde… pra perder um set de 2, 1 ou 0 é quase impossível…
      Zero “retirements” na carreira (ou seja, nunca abandonou após começar uma partida), creio que só dois W/O (ou um)..

      Responder
      1. Pedro

        tb o acho blasé, como o é as cores que ele usa neste torneio: shorts branco com camiseta verde bebê? po, coloque tons mais fortes,como a sua personalidade.

        Responder
  29. Thiago

    Acho que Thiem tem leve vantagem no jogo contra federer, Djocovick a meu ver é o favorito para ganhar este master 1000, Nadal não está com a confiança em alta.

    Responder
  30. PIETER

    Dalcim, o saibro torna automaticamente o Thiem grande favorito contra o Federer ou a altitude de Madri equilibra um pouco mais essa disputa?

    Responder
      1. Carlos Torre

        Exatamente, quanto mais longe Federer for no torneio, menor é sua chance de jogar Roma. Sem falar que os jogos daqui pra frente vão desgastar demais o suíço, só tem isso duro!!!

        Responder
  31. Rodrigo S. Cruz

    O Nadal que se cuide.

    Porque o Stan voltou a jogar bem.

    Será um grande jogo, se o suíço não der aquelas viajadas costumeiras…

    Responder
      1. Paulo F.

        Nada como a opinião do Dalcin para descrever um ótimo golpe do Djokovic que parvamente tentaram desqualificar numa postagem anterior.

        Responder
  32. Nando

    E o velhote fazendo saque-voleio no mp contra….e no barro, com o 2° saque, pode isso? Hahahahaha
    E esse Monfils parece q só joga bm contra o Federer (dos Bigs).

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *