Ele voltou!
Por José Nilton Dalcim
18 de março de 2018 às 22:34

Juan Martin del Potro voltou a ser grande. Mais de oito temporadas depois de conquistar o US Open numa atuação magistral, ele ergueu o segundo mais importante troféu de sua carreira ao derrotar o mesmo Roger Federer. Nesse longo e difícil período, em que se submeteu a três cirurgias e considerou a aposentadoria, precisou de resiliência e adotou adaptações. Ainda que tenha vencido seis ATPs 500 e oito 250, além do vice olímpico, ainda lhe faltava algo substancial, que enfim veio em Indian Wells.

A façanha de Del Potro precisa ser comemorada pelo circuito masculino neste momento em que Federer praticamente não tem adversários. Ao jogar seu melhor tênis desde 2009, o argentino se coloca como candidato a grandes títulos, principalmente na quadra dura, e demonstra que não apenas evoluiu na parte técnica como um todo – a limitação no backhand o fez um voleador competente – mas também que seu físico pode aguentar uma sequência exigente, um fator essencial que deixou muito a desejar nos últimos tempos.

Vale lembrar que Delpo chega a seu inédito troféu de Masters depois de faturar Acapulco, ou seja, uma rara sequência de títulos. A última vez que havia mostrado tal consistência fora no finalzinho de 2013, quando chegou a três decisões seguidas e ganhou duas. Também repetiu neste domingo uma dobradinha que não obtinha desde que ganhou Viena e Basileia, em outubro de 2012.

O 24º capítulo do duelo entre Delpo e Federer tirou o fôlego, num partidaço que reuniu todos os ingredientes possíveis de uma partida de tênis e mostrou dois jogadores incrivelmente determinados a dar seu melhor a cada lance. A irritação evidente de um e de outro deixava claro o quanto eles queriam vencer. Não aliviaram um segundo sequer, nem depois de quase 3h de tanta pancadaria. Deve-se admirar a aplicação tática do argentino, que abusou do saque no backhand do adversário e usou outra vez o ataque ao lado direito sempre que percebeu Federer se protegendo do esquerdo. Por seu lado, o suíço demonstrou uma capacidade notável de se defender e contraatacar, chegando a me lembrar um autêntico Rafael Nadal.

Numa partida tão longa, incrivelmente disputada e tensa, claro que estatística se torna algo relativo, porque erros e acertos acabam dependendo também da importância dos pontos. Mas ainda assim vale ver a eficiência do backhand de Del Potro, responsável apenas por seis de seus 24 erros não forçados – aliás um número total bem baixo para o grau de risco que assumiu na partida – e também por oito dos 42 winners. É um progresso e tanto.

Federer por seu lado falhou 45 vezes e, desse total, 25 foram de forehand. É um número expressivo, mas claro que esse é o golpe de ataque e portanto mais sujeito a falhas. O mesmo forehand anotou 28 dos 51 winners. Claro que o suíço vai lamentar muito a escolha de pelo menos duas jogadas nos três match-points que teve, principalmente a deixadinha que Delpo chegou tão bem e usou a paralela. Federer no entanto deve também se resignar uma vez que, a rigor, ganhou um set de bônus, já que Delpo desperdiçou um match-point na rede com o forehand inside-out que tanto gosta de executar.

Com a campanha espetacular no deserto californiano, Delpo retorna ao sexto lugar do ranking e começa a ameaçar Grigor Dimitrov e Alexander Zverev, já que tem pouco a defender até agosto, principalmente em Slam e Masters. Federer por seu lado terá de tomar a decisão de disputar ou não Miami. Se não for, entregará o primeiro lugar a Nadal. Caso contrário, terá de fazer 180 pontos, ou seja, chegar às quartas para manter o posto.

Se a decisão masculina de Indian Wells já se candidata a ‘jogo do ano’, a final feminina decepcionou. Daria Kasatkina pareceu mais nervosa do que o esperado e pouco a pouco o tênis agressivo de Naomi Osaka tomou conta da partida. O primeiro set ainda teve algum equilíbrio e troca de oportunidades, destacando-se o break-point crucial que a japonesa salvou no sétimo game. Daí em diante, ganhou confiança e viu Kasatkina cair de intensidade. O jogo ficou sem graça.

Enquanto Osaka dispara para o 22º lugar do ranking e vê uma ótima oportunidade de ascensão, caso mantenha esse padrão de jogo, uma vez que somou muito pouco no saibro e na grama europeias no ano passado. Kasatkina deixou escapar a primeira chance de entrar para o top 10, mas isso parece apenas uma questão de tempo. E olha o que o destino aprontou em Miami: a primeira adversária de Osaka será… Serena Williams!


Comentários
  1. Sônia

    Djokuinho, Djokuinho, perdeu de novo na primeira rodada, triste demais, e olha que dessa vez eu estava torcendo para voce, que pena. Quanto desânimo, que é isso? Até parece que está faltando alguma vitamina? E pensar que o torcedor do sítio afirmava que voce iria arrebentar com os recordes DELE, afffffff, que dó. Reminiscências desnecessárias nessa hora, o que fica de positivo nisso tudo é que aprendi contigo a abraçar árvores, sim, abraço sempre quando vou para a academia, e confesso, realmente faz muito bem. O triste disso tudo, o plano maquiavélico “daquele que nunca se cansa”, infelizmente deu certo. Beijos.

    1. Luiz Nunes

      É… o molho especial que o mestre Dalcim se referiu pelo retorno do Djoko, desandou….
      Espero, sinceramente, que não tenha desandado de vez….

  2. Luiz Fernando

    Que partida mediocre do Djoko, basta dizer q o cara q tinha o melhor BH do circuito perdeu em winners de 10×3 com esse golpe. E esse Paire é outro especialista em perder, péssimas perspectivas de curto prazo p o servio.

  3. Rodrigo S. Cruz

    A Bia está de parabéns.

    Derrubou facilmente, a cabeça de chave número 31 do torneio, o que não é pouca coisa.

    Pena que agora terá pela frente a Ostapenko, que joga muito e está em grande fase.

    De qualquer jeito, a Bia tem sido a nossa única aposta promissora na simples…

  4. Luiz Fernando

    Incrível como tornar-se protagonista implica em queda de rendimento dos tenistas menos preparados p tal. O maior exemplo tem sido Zverev, mas a derrota de Goffin hj foi tão sintomática quanto as derrotas do alemão. O belga fez estava fazendo um primeiro set espetacular contra Rafa em Madri17, se não me engano , e desapareceu após um erro do juiz; ai sumiu e voltou a jogar em alto nível no Finals, no qual venceu Federer. Depois dessa campanha todos pensavam q seria um forte candidato as vitorias em 2018, ai o cara faz um game contra o Sousa hj, simplesmente lamentável!!!!!

  5. Paulo F.

    Djokovic jogando DUPLAS e na rodada inicial de um torneio.
    Num estádio com boa capacidade.
    Assim mesmo estava repleto de torcedores!
    Essa é a farsa sérvia sem torcida, segundo os “jenius” federistas do blog…

  6. Luiz Fernando

    Torço, e muito, para q Nadal não cometa mais uma insanidade, jogando esses jogos melhores de 5 sets na Davis, em 2 semanas. Depois ele vem com aquela cara manjada de cachorro sem dono quando se contunde. Ele tem q se preservar p MC, local tranquilo, quadra muito lenta, com perspectiva de jogos iniciais com manés. O duro é q em se tratando de calendário, Rafa age como milésimo da ranking, ou seja, tudo é possível, em especial os absurdos…

  7. Sônia

    Inacreditável como o Djokuinho não joga nadinha jogo de duplas, tem hora que tenho certeza que ele até pergunta… “o que estou fazendo aqui?” rsrs. Lindinho joga e encanta, Murray joga bem, “aquele que nunca se cansa” joga muito bem, realmente, só o sérvio que se perde rsrs, interessante. Beijos.

    1. Luiz Fernando

      Pior é q pelos erros do fundo da quadra observados ele demonstrou estar longe, muito longe de um bom nível de jogo.

    2. Luiz Nunes

      Boa tarde, galera !!!

      Soninha, como vc fala “nunca serão”…kkkk
      O Djoquinho não tá dando uma dentro, acabou de ser entubado, agora pelo Benoit Paire….
      Realmente, os contra têm razão… “Eita geração fraca… duas décadas de geração fraca…kkkkkkkkkk”

  8. Sérgio Ribeiro

    E a WTA não será mais a mesma. Em Indian Wells 99, Serena bateu Steffi ( aos 30 ) na Final. Esta ainda venceu Rolanga pra cima de Hings, e se aposentou . Serena a la’ Naomi, tirou Seles nas Quartas e bateu Hings na Final do USOPEN 99. Terminou a Temporada como N 4 ja’ a frente de Seles. O Circuito jamais foi o mesmo. A Rainha faz 37 e se aposenta após o USOPEN. A conferir! ABS!

    1. Sônia

      Rsrsrsrs, nobre Sérgio, é só a Serena parar de comer feijoada, apenas isso. Se ela fechar a boquinha, entrar numa dieta, voltará rapidinho a jogar o que jogava. Beijos.

  9. Luiz Fernando

    Retorno após contusão ou gravidez não é fácil, basta ver como hj Serena foi devidamente atropelada pela jovem Osaka. Essa constatação serve p valorizar quem voltou e detonou, como Rafa em 2013 (com todos os tops jogando) e como Rafa/Federer em 2017 (aqui sem Djoko e Murray na metade do ano).

    1. Marcos Castillo

      Luiz Fernando, as voltas triunfais de RF e RN em 2017 são total mérito deles, e independem de qualquer tenista estar em atividade. De qualquer maneira, os vencedores de todos os GS 2017 tiveram a companhia dos dois que vc citou em 75% deles, pois a dupla citada por vc só não jogou o US Open. Abs!

    2. Márcio

      Mas Federer voltou com 36 anos de idade.
      Nadal em 2013 tinha 27 anos. Um guri.
      Em se tratando de esportes, idade sempre faz a diferença numa recuperação física.
      Por isso, esse retorno de FEDERER é o mais triunfal, praticamente impossível mesmo, Ele sendo a exceção.
      FEderer é demais.

  10. Rodrigo S. Cruz

    E como já era de se esperar,

    Rogerinho “2° divisão” Silva, cai em sets diretos para Jeremy Chardy…

    1. Luiz Fabriciano

      E não é apenas isso. Na idade que está e com o tempo de estrada que tem, jamais conseguiu uma, apenas uma vitória em Masters. É impressionante como o tênis brasileiro produz pouco.

      1. Rodrigo S. Cruz

        Pois é, Luis.

        Dureza é ter de ouvir que o Rogerinho com 34 anos e esses resultados pobres, mereça seguir na simples.

        Ao passo que o Bellucci com 30, e havendo chegado muito mais longe num torneio da série Master, precise
        urgentemente migrar para as duplas…

        Você acredita que eu já li essas “jenialidades” (com JOTA mesmo), por aqui?

        Kkkkk

  11. Luiz Fernando

    Ótimo saber q Djoko está sem dores, pois muitos, inclusive eu, estavam com receio de um retorno precipitado em IW. Agora terá q ganhar a confiança e o ritmo de jogo de volta, algo nem sempre fácil, vide o ocorrido com Rafa em 2015. Acho q voltará a ser muito competitivo, amas ainda é difícil dizer quando.

  12. Sérgio Ribeiro

    E de volta à velha ladainha de que Federer perdeu por pura teimosia. A de querer enfrentar Del Potro na porrada . Ao contrário , se utilizou de todos os seus recursos para alterar o Plano de jogo a cada momento. Chegou perto da vitória mesmo errando um pouco a mais com seu Forehand e Serviço. Juan Martin desde Acapulco parou de ir para os Aces e serve com muita inteligência esperando o momento certo de disparar suas Patadas Atômicas. E se apurou muito nas devoluções o que o faz correr muito menos. Esta’ batendo sempre em equilíbrio e não tendo que se deslocar tanto lateralmente . Mesmo assim teve que salvar 3 Match Points. Vai chegar feito um raio ao Posto de Cilic. ABS !

  13. agil kwanala

    Deprimente essa briguinha entre os torcedores de RF, Nadal e afins… Tênis é coisa de gente cavalheira, educada, refinada… Mas brasileiros conseguem transformar essa tema elegante, prazeroso e divertido de se assistir e trocar idéia numa deprimente discussão a la torcida de futebol…. Reflete o estágio de degradação cultural pela qual a classe média mergulha ladeira abaixo… não adianta atribuir seus governantes pelo estágio de miséria social que vivem enquanto praticarem gestos de estupidez e ignorância…. classe média brasileira é analfabeta funcional, suas idéias refletem o estágio de inteligência social….

    1. Kennys

      Realmente muitos aqui são deselegantes e muitas vezes mal educados. Torço para o Federer, mas não é por isso que tenho que desmerecer outro tenista, principalmente o Nadal.

      1. Bruno Macedo

        Existem aqui algumas pessoas muito mal educadas. Qlq coisa que contrarie o que elas pensam é motivo para agressões. Em muitos momentos se torna cansativo comentar ou ler os comentários. Algumas pessoas aqui são insuportáveis. Dalcim já deve ser capaz de reconhecerealizar essase pessoas e, na minha opinião, deveria eliminar algumas pastagens. Senão, as pessoas educadas e que querem fazer e ler comentários saudáveis começarão a abandonar o blog. Já vi isso acontecer aqui.

    2. João ando

      Ágil. Concordo com vc .como o Brasil e ocpaus do futebol e vivemos em uma época de ditadura…aqui quem discorda de uma pessoa de opinião diferente e execrado .sou torcedor e Federer mas não sofro muito por agressões verbais por isso. ….mas quando falo dos tenistas brasileiros e uma guerra …tanto que nem falo tanto tem um comentarista aqui que defende um tenista que está em França decadência mas ele não admite isso…o cara nunca ganhou três grand slans…mas isso so para finalizar e reflxo da falta de educação do povo brasieliro ….e olha que estamos em um blog de tenis onde teoricamente 80/90%der e jogar tenis em clube ou academias pelo brasil agora…Brasil um país em crescimento assim esperamos

    3. praja

      Nem me fale dessa classe média brasileira, que se auto-intitulam esclarecidos, estudados e conscientes…. O que escrevem aqui é reflexo do que se vê nas ruas e no dia-a-dia… São mal-educados, arrogantes, mentirosos, prepotentes, acham que todos são idiotas, e só eles são os espertos… É por isso que escrevem essas porcarias (muito mal escritos por sinal porque são, como vc disse, analfabetos funcionais). Essa agressão toda acontece porque todo mundo aqui se acha o dono da verdade, igualzinho quando dirigem seus possantes nas ruas, igualzinho quando se interagem na sociedade…. Uma palavra descreve esse povinho: nojo. Eles não tem a noção de ridículo que passam todo dia, porque convivem com muitos dos seus semelhantes, faltam a eles um modelo de comportamento ético e de altruísmo social. Mas acho que eles desconhecem esses conceitos….

      1. joao ando

        aqui se fala de politica, futebol ,pt, quando na verdade e um blog de tenis….acho que o dalcim deve selecionar os comentarios off tenis …aqui nao e um blog de assuntos gerais… e de tenis

      2. alessandro sartori

        entre as “qualidades´´, faltou colocar um povo que adora levar vantagem em tudo…depois “gritam´´ por aí que o problema do Brasil é uma pessoa ou determinado partido político pela crise que o país passa, nosso país tem um problema sério de humanidade…segue o jogo !!

  14. Gilvan

    Viajando a trabalho nesses dias, so hoje consegui parar e tecer comentarios sobre a final.
    E que final! O melhor jogo de tenis desde Nadal x Federer no AUSOPEN do ano passado. Jogo de grande qualidade, emocoes, intrigas e a coroacao do grande retorno do Del Potro. Da gosto ver o argentino espancando a bolinha do inicio ao fim da partida e ver que a sua esquerda voltou.
    Primeiro Del Potro teve a bola do jogo e bobeou.Depois, Federer teve o jogo na mao e tambem bobeou. No fim, poderia ter caido para qualquer um dos lados e o titulo estaria em boas maos independentemente do resultado final.
    Cornetar qualquer um dos tenistas depois de um espetaculo como esse eh uma grande bobagem, pequenez, ainda mais para tentar `exaltar` tenistas que sequer estao conseguindo entrar em uma quadra de tenis para bater umas bolinhas.

  15. Lucas

    Delpo é um grande jogador na base. Quando se aventura na rede, consegue a proeza de ser pior que Novak e Nadal.

  16. Fernando Pauli

    Federer sem o primeiro saque é um jogador sem recursos? Será?
    Nessa final de domingo, Federer não teve um aproveitamento de 1° serviço?
    Vamos aos fatos:
    Nessa final Federer acertou 61% do 1° serviço e ganhou 74% com ele. Já Delpo acertou 63% e ganhou 75% com ele. Equilíbrio total.
    A diferença foi nos pontos ganhos com o 2º serviço 53% Federer e 67% Delpo.
    O 5° game do 1° set que Federer perdeu de zero, ( para mim foi aí o fiel da balança ). Dos quatro pontos jogados, Federer jogou com o 1° serviço em 3 deles. Perdeu o 1° ponto com uma direita no meio da quadra para fora, o 2° ponto Delpo subiu e matou com voleio, Federer com a direita jogou na mão dele. Quarto ponto, Federer joga uma bola fácil com a direita para fora. E o 3° ponto com o 2° serviço, esquerda para fora. Notem que dos 4 pontos perdidos 3 foram jogados com o 1° serviço, mas com uma direita falha. Nesse começo de jogo Federer ainda estava jogando todos os pontos batidos sem variação, ainda medindo força com o Delpo. A sua direita falhou nesse game como em outros pontos durante o jogo. Na verdade essa sua direita foi mediana durante todo o torneio. Podemos dizer que em alguns pontos importantes do jogo Federer sim jogou apenas com o 2° serviço, mas não foi a causa da derrota.
    Federe a partir do 2º set começou a variar as jogadas usando um leque de recursos que só ele tem hoje no circuito. A partir daí o jogo ficou parelho e a vitória veio no detalhe, contra um jogador que hoje está entre os 3 melhores jogadores do circuito. Alguém duvida? A derrota de domingo veio do fato que sua direita ( um dos seus principais recursos) falhou em vários momentos importantes do jogo. Não dá para levar em conta o seu saque no último tie-break, já que seu mental já tinha ido pro saco. Vale lembrar ainda que nesse jogo se defendeu e correu, como poucos, dos mísseis disparados pelo argentino e na primeira oportunidade que aparecia ia para o ataque, acertando ou errando.
    Federer foi talhado desde cedo a resolver os pontos rapidamente com 2 ou 3 pontos usando o 1° serviço, isso é o seu natural, devido a sua excepcional agressividade e seu voleio extraordinário. Portanto é natural que ao jogar com o 2° serviço ( que é um dos melhores do circuito ) em 30 ou 40 % em toda a sua vida, se sinta menos confortável em relação os jogadores top. Daí uma das explicações de sua longevidade no circuito.
    Comparando com Nadal e Djoko que não são jogadores naturalmente agressivos e que no início da carreira tinham que jogar com um 1° serviço mediano, foram talhados a se defenderem seja com o 1° ou 2° serviço por boa parte da vida deles. Só depois melhoraram o 1° serviço, principalmente Nadal, pois perceberam que só assim podiam vencer Federer em todos os pisos, fato que realmente aconteceu.
    Essa bobagem de dizer que Federer é jogador só de 1° serviço é para as hienas que ficam bradando sem conhecimento nenhum do tênis e sem o mínimo de fundamento nas suas gritarias ensandecidas. Federer é ainda um dos melhores sacadores do circuito mesmo com 36/37 anos, um assombro! Mas só saque não ganha ponto, ou game, ou set ou o jogo, se não tiver direita, esquerda, slice, voleio, smach, lob, curtinhas, bate pronto e tática de jogo, faltou alguma coisa? Alguém por acaso já viu alguns desses recursos no jogo do Federer, ou só eu que enxergo isso pois torço por ele?
    Federer ainda irá continuar por pelo menos mais dois anos, até 2020, beirando os 40, não como mais um jogador do circuito, mas disputando com os tops os títulos mais importantes e usando sua caixa de ferramentas com infindáveis recursos, nunca visto em tempo algum na história do tênis.
    E que venha Miami!
    Abs!

  17. Márcio

    Paulo Rosse é aquele que comentava durante o AO e depois da derrota do djjoco pro Sul coreano começou a dar pitis contra o FEDERER, e após o 20 SLAM sumiu por uns tempos?
    kkkk

  18. Paulo Rossi

    “Não adianta jogar limpo, com que joga sujo”, esse trecho do comentário foi retido pela moderação no comentário que eu fiz em resposta ao Rafael”. Uns chamam os outros de Sociopatas puro “EUPIRISMO” (Quem apanha não ESQUECE ) e o comentário é aceito, essa pessoas podem muito bem serem processadas por calúnia, falar é facinho, quero ver é provar. Quanto ao meu nick, é uma homenagem ao Paolo Rossi, que com sua ” Espingarda Rossi” Matou os canarinhos em 1982, com 3 tiros(gols) kkkkkkkk,o povo brasileiro ficou incrédulo, e a seleção nem se fala.

    Pior que Rossi, seria eu ser chamado de Paolo Tamburello.Abs!

    1. Sérgio Ribeiro

      Eu matei no seu primeiro Post lembra bambino rs ? E vai homenagear um cara que levou um gancho de 3 anos ( cumpriu 2 para disputar a Copa ) , por envolvimento em Apostas Clandestinas. E vem com a babaquice de chamar o tempo todo um respeitado atleta de Fraude. Tá em lugar errado bambino. Se,liga ! Abs!

    2. Rodrigo S. Cruz

      Hum…

      Tripudiar da desgraça alheia, só para atingir uma pessoa?

      Coisa HORROROSA, hein fakezin. (rs)

      Espírito paupérrimo, o teu.

      Mas você acha que alguém aqui duvidava disso ?

      Tsc, tsc

      É daí PRA PIOR…

  19. Alexandre Maciel

    Boa tarde, Dalcim..

    Li aqui no TenisBrasil sobre uma série de Futures a serem disputados no Brasil, um deles em Curitiba. Você por acaso não saberia dizer onde exatamente em Curitiba será disputado o torneio? Eu dei uma procurada no site da ITF porém indica apenas o nome da cidade, e não do local.

    Sou de SC e gostaria de dar um pulo até a capital paranaense para assistir algum jogo.

    Grande abraço…

  20. Marcos

    Federer teve o jogo na mão mas vacilou na hora de detonar a torre de Tandil … faz parte do jogo.
    Partiu Miami e com essa chave mamão com açúcar o Maestro vai garantir o N1 até W, aumentando ainda mais esse Recorde que considero imbatível e o choro da rapaziada é livre rs

  21. gilvandro

    Engraçado é ver gente sem noção aqui anunciando a aposentadoria do Federer, sendo que ele já falou várias vezes que nem pensa na aposentadoria, e pelo que falou no final do último jogo ele joga até os 40.

  22. Luiz Fernando

    Não bastasse o mau momento físico e técnico do Djoko, ainda vai, se for avançando, ter q encarar o Delpo, q vivi um momento ímpar na carreira, logo nas oitavas. Pra quem perdeu do Taro Daniel da forma q foi, não é uma boa perspectiva…

    1. Paulo F.

      Sem nenhuma duvida.
      No atual momento e num possível confronto entre ambos em Miami, Delpo é o favorito. E muito favorirto.

    2. Sérgio Ribeiro

      Enquanto o nobre comentarista ficava choramingando a chave fraca do Suíço, postavamos que poderíamos ter uma grande Final em Indy 2018. Quem assistiu Acapulco sabia que não era assim tão difícil. O problema de grande parte e’ não assistir por ” Odiar” SEMPRE o mesmo Tenista rs Abs !

  23. Bruno

    Federer perdeu por pura teimosia. Quase não usou o slice pra baixar a bola e dificultar pro Delpo. Quis enfrentar na pancadaria, do jeito que o hermano gosta.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Na pancadaria franca, o Delpo ganha mesmo…

      E não só do Federer.

      Parece que ele tem a mão biônica, do lado direito.

      De qualquer jeito, eu gostei demais dessa nova opção do Federer de jogar.

      Antes, ele usava demasiadamente o slice, e acabava derrotado pelo Djokovic ou pelo Nadal, porque esse golpe não machuca eles dois…

      Agora ele já sai na pancada com um backhand bem superior, e também SE DEFENDE demais.

      O Federer de hoje está em seu melhor nível.

      Mesmo que enfrentasse o Djokovic, no auge do sérvio, ele o derrotaria…

  24. Sandra

    Dalcim, tem muita gente aqui colocando comentários que eu teria feito, os quais nem fiz, se não me engano o nome dele é Mario Fagundes. Gostaria que você tomasse as devidas providências.eta difícil participar do seu blog tamanho o fanatismo,ma gostaria de fazer uma pergunta, uma curiosidade , fique bem claro que não torço para o Nadal. Mas você já viu Nadal dar ataque de fúria em alguma partida??? Com juiz ele dá toda hora, mas fazer as coisas que o Federer fez, e todos jogadores sem exceção já fizeram??? A impressão que tenho também é que o Federer só aceita uma derrota para o Nadal, com o Nadal ele sempre foi muito educado

      1. Sônia

        Sensacional Dalcim, sensacional, questionaram a “classe” do Federer, dizendo que o “aquele que nunca se cansa” não faz dessas coisas rsrsrs, hilário demais… o sujeitinho é o que mais da chiliquinho com os árbitros rsrsrs. Como tentam mas não conseguem, como tentam rsrs. Beijos.

    1. Mário Fagundes

      Oi, Sandra!

      Diferentemente de alguns que aqui trafegam, SEMPRE uso nome e sobrenome quando comento.. Não precisa recorrer ao Dalcim para resolver esse problema, pois costumo assumir as consequências de meus atos. Mas não entendi o por que de suas reclamações quanto ao que eu postei. Nas raras vezes em que me direcionei ao que você “supostamente” comentou, o fiz com respeito. Em nenhum momento quis ofendê-la. E se você se sentiu ofendida por algo que tenha dito, lamento. Tenha certeza de que não mais contestarei quaisquer que sejam seus comentários, certo? Passe bem!

  25. Flávio

    Bom dia Dalcim
    Até que ponto você acha que essa derrota pode abalar a confiança de Roger Federer? não me lembro de derrota tão dura desde que ele perdeu a final de Wimbledon comntra Dijokovic

    1. José Nilton Dalcim

      Não acredito que o afete tanto assim. Ele deixou escapar um título, mas vem de uma excelente fase. Por isso a diferença da derrota em Wimbledon, quando ele precisava de uma grande conquista. Além do mais, ele quase ganhou o jogo, então acredito que seja algo de fácil absorção.

  26. Renato

    Vamos tomar cuidado com as coisas que escrevemos, vai que tem um sociopata infiltrado aqui. Kkk Inclusive tem um rapaz que chama os outros para a porrada, tamanha a falta de argumentação e imbecilidade.

  27. Renato

    Lembrando, galera, que Novak tem uma história mal explicada sobre seu suposto envolvimento com a máfia, além das acusações de dopping e etc. Ja o espanhol, além de ter usado “dopping permitido”, tem paradas e paradas suspeitas, além de ter exigido que um juiz não participasse mais de seus jogos e etc…. Farsavisc e Dopadal andando de mãos dadas.

    1. Rafael

      Não liga não, Renato.

      Como dizia o saudoso MARQUINHOS, no fim do ano, “Não esquentem a cabeça, 90% é fanfarronice!”

      E o Roger, hein? Nuca pensei que leria uma matéria intitulada “O lado negro da Força” falando de Roger Federer. Nem que ele jogaria a toalha que os jogadores jogam na mão dos boleirinhos NO CHÃO.

      Apareceu um novo abusador de boleirinhos no circuito, hahahahahahahaha.

      “Come to the dark side”, hohohohohohohohohohohoh

  28. Paulo Rossi

    Rafael,é sempre pessoal.Eu tenho os meus amigos, e você tem os seus, quando a pessoa tem uma identificação com a outra as coisas rolam naturalmente e eu nunca gostei dos seus comentários. Tá louco?fora que você tem mais de 50 anos e fica chamando a rapaziada(senhores) num blog de tênis pra porrada(????????) Isso só pode ser blefe; e se realmente for verdade, te garanto que se você fizer isso num fórum, ou blog de MMA, vais achar o que procura amigão,eu mesmo participo de alguns. Tá pesado? faz balé.Me reservo o direito de ser grosseiro.O meu comentário foi absolutamente pessoal.Abs!

    __________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

    Eu não sou Old School, mas acompanho há algum tempo, minha profissão não me permite frouxidão,até tentei pegar leve, mas se eu continuasse fazendo isso não estaria sendo eu mesmo. Acredito seriamente que é melhor eu ficar só lendo os comentários, vocês são muito mais inteligentes do que eu.Não acompanho, e jamais acompanharia o ritimo de vocês.(tênisticamente falando)

    Não irei comentar mais, em respeito as pessoas de bem, mas não posso ir sem deixar esses preciosos conselhos:

    1- Tenha poucos mas bom amigos – não tenha muitos amigos. A verdade é que a maioria das pessoas não quer o seu bem, querem te sabotar. Identifique os pilantras e mande-os pra pqp!. Gaste seu tempo apenas com quem vale a pena.

    2-Honra acima de tudo – poucas coisas são mais dolorosas pra um homem do que ser humilhado e não poder reagir. O homem foi feito por Deus pra ser digno e a humilhação o destrói por dentro. Jamais fique quieto se for ofendido, de forma gratuita. Reage, xingue de volta,. O arrependimento que virá depois vai ser muito mais doloroso do que o transtorno momentâneo de participar de uma discussão. Disto isso ,não tô afim de ficar pegando pesado, e magoando ninguém num blog de tênis. Valeu!!

    1. Rafael

      Paulo Rossi

      Algumas coisas:

      1) Não tenho nem 50, queira Deus eu possa chegar lá.

      2) Não preciso ficar procurando brigas em blogs ou na Internet em geral. Aliás, acho isso ridículo. Quando há algum problema, procuro resolver cara a cara. Mas vc não me conhece, não tem como saber. Esteja certo de uma coisa, no entanto. Ninguém nesse mundo fala o que quiser de mim – como foi feito aqui e vai embora tranquilo. Tudo tem limites. Aliás, é uma covardia muito grande dizer que eu chamei quem quer que seja pra porrada e não olhar o contexto de assédio extremo ao qual fui submetido.

      3) Espero que vc não seja o Chetnik, como insinuado, porque seria uma TREMENDA decepção para mim.

      1. José Nilton Dalcim

        Caros, a discussão entre vocês está encerrada aqui. De agora em diante, troquem email ou whats e falem entre si.

        1. Rafael

          Só dois detalhes, Dalcim, com todo o respeito – e não precisa publicar se não quiser, pq minha mensagem é dirigida a vc.

          1) Não fui deselegante nem discuti com o fake; apenas lamentei a postura dele;

          2) Há tempos, na época em que fui assediado aqui por um maluco, eu mesmo coloquei um e-mail à disposição e cheguei ao ponto de pedir ao cidadão descontrolado pelo amor de Deus para respeitar vc e o blog e não se dirigir mais a mim, a não ser pelo e-mail. Coisa que, curiosamente, ele nunca fez.

          O e-mail que eu disponibilizei voluntariamente e que consta dos registros do blog continua à disposição.

          Obrigado

  29. João ando

    Rogério ganhou.Tiago e feijão perderam….onde está o Thomaz. …não joga o qualy de Miami. ..está jogando o que qualy de future

    1. Rodrigo S. Cruz

      O Thomaz está fazendo, em caráter eventual diga-se, o que o medíocre Rogerinho fez carreira toda:

      Disputando challengers.

  30. Rodrigo S. Cruz

    O fato é que o Federer está voando em quadra.

    Mesmo tendo vacilado e perdido do Delpo, teve o saque pra fechar a partida.

    Sinal claro de que o ódio de alguns SOCIOPATAS por ele, tende só a crescer até o fim do ano…

  31. Marcelo Reis

    Deixei para postar agora para ler os 150 comentários (até esse momento) e constatar novamente que há três blocos de participantes do blog: os que são infantilizados, os muito infantilizados e os sérios.

    Gente, o jogo foi lindíssimo. Top 5 do ano (quem sabe top 1, veremos!) sem termos sequer passado do 1º trimestre. Um jogo com tantas reviravoltas, com emoções à flor da pele e com jogadas sucessivas de brilho dos tenistas é para deixar os amantes do esporte extasiados(!!!), e não trocando farpas com motivações esdrúxulas. A pequeneza de espírito desses fãs mesquinhos é reveladora, pior ainda dos que não sabem ganhar. O fato é que curtir genuinamente o esporte pelo esporte, independente de torcida, não é para qualquer um e vemos isso aqui com grande frequência. Uma pena.

    O Del Potro jogou bem o torneio e na final foi mais eficaz nos momentos decisivos, já que o jogo poderia ir para qualquer lado no tiebreak. Foi superior quando importava e conquistou o torneio como grande jogador que é! Simples. E o Federer está com 94% de aproveitamento no ano e teve ótimas campanhas nos torneios de que participou.

    Por que é tão difícil para alguns conviver com os fatos!?

    1. lEvI sIlvA

      Caro Marcelo, imagine que por essas e outras, nosso nobre amigo, Dalcim teve de estabelecer a moderação. Não fosse isso…
      Abraço!

      1. Marcelo Reis

        Levi, realmente. O Dalcim deixa o pessoal livre para se expressar, mas fico pensando nele rindo de incredulidade de certos comentários, rsrsrs.

    2. Viana

      Vc tem toda razão!
      Aqui tem hora q parece recreio de 4ª série…
      O pior é q o tênis está desfilando jogos e histórias incríveis, que se perdem em fanatismo besta!

      Não elogiar Federer, Nadal, Djoko ou qualquer outro… Os caras estão fazendo história!!!

      Ficar nervoso… todos ficam, e já ficaram em algum momento!!! É muita pressão!!!
      E o principal, Q JOGÃO!!! FOI TOOOOOOOP!!

      1. Marcelo Reis

        Viana, nem me fale em ficar nervoso. Eu acho que cheguei perto da taquicardia nesse jogo. Imagine a tensão dos caras lá diretamente envolvidos.

    3. Miguel BsB

      Parabéns pelo comentário Marcelo! É isso mesmo! Foi um jogaco, pra mim o melhor do ano até agora, entre 2 dos melhores tenistas do momento. Delpo, um gigante com uma raça proporcional à sua altura. Um forehand demolidor, que sempre faz jg duro contra qualquer um. Uma pena ter se contundido seriamente por tanto tempo… Mas, devido a isso, conseguiu adaptar seu jogo, incorporando bem o slice e o jogo de rede. Agora que tá conseguindo bater o backhand, voltou a ser uma parada indigesta pra qualquer um. Merecido o título!
      Do Federer, não há nem o que falar, uma lenda viva, um craque de bola, que conseguiu voltar a ser n1 com qs 37 anos. E daí que os 2 se exaltaram um pouco durante o jg, disputadissimo como aquele? faz parte e não denigre em nada a imagem dos 2, em nada.pode não parecer, mas são humanos, after all.
      Vc é um dos comentaristas mais equilibrados do blog. Eu Tb tento fugir dessas picuinhas e agressões que infestam por aqui. Sou fã de tênis, e, apesar de ter minhas preferências, consigo ser admirador do federer, nadal, djoko, wawinka,delpo e tantos outros. (para alguns isso e impossível rs) São monstros do esporte. Torci pro federer ganhar o Ausopen 17, assim como torci pro Nadal levar la décima de RG. Torço pro djoko voltar a velha forma e pro Murray e Stan se recuperarem das lesões. Fico feliz Tb quando alguém, principalmente os mais jovens, conseguem furar o muro de Berlim imposto pelos big 4 durante uma década e meia… Viva o tênis!!!
      Abraço

      1. Marcelo Reis

        Obrigado, Miguel. Também costumo ler os seus e de mais uma galera boa aqui do blog. Nem sempre comento, mas sempre estou presente.

        Também penso assim. Só de pensar que a gente tem essa ultra geração de talentos que está prestes a parar já me deixa angustiado. Vamos aproveitar! (E torcer para os remanescentes!)

    4. Rodrigo Keke

      Perfeito, caro Marcelo!!

      É o meu sentimento também. O que vale é que foi um jogaço, a altura dos craques que estavam em quadra.

      Abraço!

    5. PIETER

      Faço minhas as suas palavras. Como torcedor do Federer, óbvio que queria que ele tivesse ganho mas reconheço a aplaudo a superioridade do Del Potro.
      E me extasiei com o espetáculo proporcionado pelos dois craques. Foi um emocionante jogo.

      1. Marcelo Reis

        Sim! Esse jogo foi simplesmente brutal! Eu torci pro Federer, mas perder para o Delpo jogando aquele nível não é demérito para ninguém. Ao contrário, só valoriza o conjunto da obra.

  32. André Barbosa

    Difícil saber o que é mais impressionante: Os “torcedores” que aparecem quando o Federer perde ou os que aparecem quando ele ganha; é um festival de pérolas que fica até difícil escolher a melhor (ou pior).
    ———————————————
    Como torcedor do suíço eu lamento a derrota porque pode significar a perda da liderança do ranking a curto/médio prazo, mas como amante do tênis fico muito feliz com a vitória do Delpo; espero que ele enfim consiga resultados mais sólidos e possa brigar pelo topo com qualquer um.

    Vejamos se nova geração consegue também sair da sombra do BIG FOUR. Que venham os próximos torneios.

  33. Bruno Macedo

    Eu acho o Federer o melhor jogador de tênis da história, mas nem sempre torço por ele. Eu torço sempre pela competitividade, pela emoção e pelo brilho do esporte. Não gosto do jogo do Delpo, mas torci por ele. Toda vez que um jogador fica ganhando sem parar o esporte se torna previsível e não tem nada pior do que assistir alguma coisa sabendo o final (ou tendo quase certeza de como aquilo vai acabar). Ainda bem que Delpo teve a cabeça que o Coric não teve!

    Antes, torcia para o Federer ganhar do Djokovic, mas se tivesse um jogo Federer X Djokovic hoje, eu torceria pela Djokovic!

    Viva o esporte! A surpresa e a emoção são muito mais importantes do que um jogador, seja ele qual for! Valeu, Del Potro!

  34. Mário Fagundes

    Federer poderia ter vencido um torneio para o qual não se preparou. Del Potro tem todos os méritos pela grande conquista. Mas o que me chama atenção é o retorno daqueles que só aparecem aqui quando Federer perde um jogo. São aqueles que “só gozam com a dos outros”. E ainda ressurgem como agentes “exemplares” dos princípios morais, éticos e disciplinares. É a turma que acredita ser do bem. Quanta hipocrisia!

    1. AKC

      Escrever qualquer coisa não é frequentar, tem gente que frequenta sempre mas não posta, fora que tem gente que frequenta e posta eventualmente desde que o blog surgiu. Fanzete postando toda semana não significa nada. Não tem nada de hipocrisia reclamar do fla x flu que virou as discussões de uns 2 ou 3 anos pra cá. Quem gosta de tênis e que pratica esporte, quer mesmo é ver bons jogos, pode até torcer pra um ou outro, mas não é isso o que importa.

  35. Rafael

    O Jacacity não precisa disso, mas tem todo o meu apoio em suas postagens. Não é (que eu tenha percebido) leviano, não “paga” de nada e é um cara discreto e bacana.

    Além disso, suas postagens tem bom conteúdo, não ficam repetindo à exaustão os números que importam, não ficam exaltando o maior e melhor ad nauseam e não ficam degradando a bel prazer outros tenistas.

    Marcelo, o cidadão que referiu-se a vc como hipócrita tem crise de identidade. Por favor, nem se incomode.

    Grande abraço,

    1. Daniel

      Rafael, na boa, não precisa disfarçar. Vc simplesmente curte o Marcelo e o defende pq ele é seu colega de torcida. Ambos torcem pro Djokovic rs. A sua real motivação por trás do texto foi fazer umas indiretas para alguns torcedores do Federer, isso sim. Assim como o Djokovic, parece que os fãs dele gostam de passar uma imagem de bom moço, mas no fundo fazem a mesma coisa. O famoso “Faça o que eu falo, não faça o que eu faço”

      Mas em relação a uma coisa eu respeito muito você. Ao contrário do Marcelo Jacacity, vc está sempre por aqui, e não aparece somente quando o Djokovic está por cima ou o Federer perde. Mas essa sua mania de querer pregar os bons valores e ao mesmo tempo ficar nas indiretas já enjoou um pouco.

      Abs

      1. Rafael

        Daniel, obrigado pelas palavras, colocadas com educação.

        Minha maior motivação, não tenho razão para mentir, foi expressar minha solidariedade ao Marcelo, assim como já fiz com o Fernando Brack – que não é djokovista, com o Rodrigo Cruz – que quis sair do blog em vista de um episódio e não é djokovista e com um colega, que não lembro o nome, que foi claramente intimidado quando postou algo – e não era djokovista, que eu me lembre.

        Desde que eu posto aqui, já tentaram – e a muitos outros – intimidar e estabelecer “regras” para aceitação. Como o blog é controlado apenas pelo Dalcim (ou quem ele delegar) não aceito essas regras (uma delas, implícita, sendo “Amarás a um único jogador acima de todas as coisas”, e gostaria de ver muito mais caras novas por aqui comentando,então me meto mesmo.

        Quando o Dalcim não gostar, ele bloqueia. Simples assim. Quanto às indiretas, não vi onde elas estão colocadas de forma a classificá-las como tal. São diretas mesmo. O Sério Ribeiro é um cara que está sempre alimentando suas opiniões com estatísticas, acho isso bem bacana. Mas tem outros que postam sempre a mesma coisa: Aproveitemos. Os números que importam são esses, e por aí vai. Uma vez, duas, para provocar, beleza. Mas sempre? Enjoou, para usar as suas palavras. Tanto é que, antes que me sugiram, quando leio “vamos aos….” já pulo o post.

        Que é os que não gostam de mim deveriam fazer, pois, como já disse aqui uma vez, não posto para agradar, posto para expressar o que penso.

        1. Renato

          Então, quanta hipocrisia….É o Dalcim que liberar os comentários, mas você não perde a oportunidade de criticar e “controlar” os comentários que alguns fazem, como a Sônia, por exemplo. É o famoso ‘MANJA’. Preste a atenção no que escreve e não pense que é melhor que os outros.

  36. Paulo F.

    Não vou entrar no campo das manipulações, mas DE NOVO um chaveamento com enfrentamento precoce entre Djokovic e Del Potro?

  37. O LÓGICO

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Tudo anormal para o mundo do tênis, kkkkkkk, quando tomamos por base os últimos 15 anos da história desse esporte. Sem dúvida, essa anomalia chamada Roger Federer já merece uma investigação científica rigorosa, pois duas coisas chamam a atenção: seu tênis não é melhor nem pior que o praticado pelos demais tenistas, mas DIFERENTE. Sim, a distinção aqui não é de grau, mas de natureza. Todos os demais são explicados pela aplicação tática e pela técnica; mas o tênis que Ele, e somente Ele, pratica requer a genialidade que é expressada em sua versatilidade absurda e na sua capacidade ímpar de jogar por intuição. Isso ninguém fez e nunca fará. Ou seja, “NUNCA SERÃO” KKKKKKKK. A segunda, é a sua longevidade física. No jogo contra o Coric, via-se o garoto de vinte e um anos com a respiração em apuros após alguns ralis, enquanto Roger parecia o mesmo garoto de 15 anos atrás. Ah, mas Ele pipocou, podem dizer as nadalzetes magoadas kkkkk. Mas elas devem lembrar que até o Deus encarnado também deu uma tremida no momento de sua crucificação. Então, tudo ok, isso é efeito do invólucro material, para ficarmos com Platão kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    O M C dos fakes, kkkkkk, não perdeu a oportunidade para demonstrar sua evolução cognitiva, kkkkkkk, e logo disparou sua análise binária kkkkkkkkk, coadjuvada pela análise bi neurônica kkkkkk do L Falastrão kkkkkkk. Mas qual a conclusão lógica que possa ser tirada dessa partida que possa depreciar minimamente Ele? Enquanto estiver jogando, estará sempre na fita kkkkkkkk Sempre será a figura do cenário, enquanto os demais serão o pano de fundo onde Ele espelha seu exuberante e vitorioso tênis kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  38. Roger Fedeiros - O Injustiçado II!

    Double comment… kkkkkkkkkkkkkk…. buááááá…..buááááá… buáááá…

  39. Roger Fedeiros - O Injustiçado!

    “…Tem razão Mário, estou sendo MUITO LEVIANA ao trazer problemas pessoais do argentino…”…. kkkkkkkkkk…. Depois daquela do “cearense”, entre outras tantas… DE NOVO?

    “… Àgua de Tandil?”… “uma brincadeira?”… kkkkkkk… euzinho leu isso mesmo?…

    Oxente… por muito menos, euzinho foi ofendido, execrado, humilhado, moderado, defenestrado e um monte de outros “ados”. Agora, aos fiéis da IURF, tudo é permitido… kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Calma…. ainda não voltei!…. kkkkkkkkkkk, mas, LÓGICO que essa euzinho não ia deixar passar…. kkkkkkkkkkk

  40. Sônia

    Vendo agora as fotos da premiação de Indian Wells e vejo que Roger Federer recebeu o troféu “Diego Schwartzman” rsrs. Na boa gente, que sacanagem do SporTV em não transmitir a entrega da premiação, que sacanagem, segundinhos que seriam puro “orgasmo tenístico” para a oposição e o SporTV vem e me corta, puxa vida que dó. Mundo tão desigual, tudo é tão desigual, oh oh oh oh oh, de um lado esse carnaval, de outro a fome total rsrsrsrs, oh oh oh oh oh… beijos.

  41. valdriano

    para alegria dos que gostam de uma boa competição, com muito drama e emoção, e para tristeza dos que adoram monopólios, delpo voltou firme e forte, talvez até melhor do que nos velhos tempos .

  42. Maurício Fonseca

    Há que se tomar cuidado com o real estado dos punhos de Delpo… jogadores às vezes tomam infiltrações (cortisona) para jogos importantes, par sumir a dor… (obs: tratamento legal, não estou falando de doping). Um dos grandes segredos foi surpreender o Federer ao enfiar a mão no backhand, ao invés de slices. Acapulco ele venceu praticamente no slice.

  43. Roger Fedeiros - O Injustiçado

    … “Tem razão Mário, estou sendo MUITO LEVIANA ao trazer problemas pessoais do argentino para o blog, peço desculpas…” – depois daquela do “cearense”, entre outras tantas… de novo?… kkkkkkkkkk

    … “Àgua de Tandil?…” “brincadeira” …. ?????…. euzinha leu isso mesmo?… kkkkkkkk

    Por muito menos do que isso euzinha foi escraxado, insultado, humilhado, renegado, sabotado, moderado, defenestrado e outro tanto de dados. Agora… aos fiéis da iuRF tudo é permitido… kkkkkkkkkkkkk.

    Buááá….buááá….buááá… buááá…. buááá… LÓGICO que euzinha não aguentou…. kkkkk

    1. Sônia

      Socorro, meus sais, como dizem… “muitos calos na alma, muitos calos na alma”. Acalme seu coração, tem coisa boa aí, descansa e confia, respira fundo, não permita que pensamentos negativos, invejosos, pessimistas, invada a sua mente, a sua alma, vamos, vamos, tenha coragem, acalme esse seu coraçãozinho, vamos fofucho, coragem, eu acredito eu voce. Beijos.

  44. Ulisses Gutierrez

    Estava lendo os comentários dos demais participantes do Blog e não estou entendo o por que de muitos estarem dizendo que o Federer foi arrogante e desrespeitoso ontem. Já vi diversas vezes o Djoko ser grosseiro com o arbitro geral, fazendo reclamações acintosas. O mesmo ocorrendo com o Nadal. Inclusive esse último uma vez chegou ameaçar sair de uma partida por causa de uma marcação ou foi uma advertência que levou por demora, não me recordo bem, mas lembro que foi em uma partida do Finals de grupos acho que de 2010. De fato o suíço estava um pouco nervoso ontem na ânsia de ganhar a partida, mas se comparado com o histórico dos dois que citei e tantos outros tenistas de ponta, acho que o pessoal está pegando pesado. Concordo que ontem estava um pouco nervoso, quem sabe no desejo de manter a invencibilidade, conseguir o título, mas dentro de uma normalidade do esporte. O que pensa Dalcim?

  45. valdriano

    para alegria dos que gostam de uma boa competição, com muito drama e emoção, e para tristeza dos que adoram monopólios, delpo voltou firme e forte, talvez até melhor do que nos velhos tempos.

  46. Paulo Rossi

    Parabéns DELPO, por ter exposto o quão frágil é esse suíço queridinho da mídia.Título merecido.Abs!

    1. Carlos

      Quisera eu ser “frágil” assim… 20 Slams, 27 Masters 1000… E um montão de semanas como número 1 do mundo. É muita “fragilidade” para uma pessoa só, realmente…rsrs

  47. Paulo Rossi

    O Rei da entressafederer mostrou quem ele realmente é, nada além disso. Ficou todo nervosinho porque do outro lado estava um adversário de VERDADE, nada de adversários frouxos da vida, que tanto deram torneios de graça pra ele no início e no final de sua carreira. Ele estava mal acostumado a bater somente em galinhas mortas. Quando a coisa aperta, ele arrega mesmo, e chora como sempre. Nada de se estranhar.Normal.

    Roger “Money” Frauderer, a maior pilantragem que o esporte já viu.Abs!

    1. Nando

      Olá fake, pq vc estava sumido?
      Viu lá no ranking quem é o N1?
      Como elas estão sofrendo!!!! E passando recibo!

    2. Rodrigo S. Cruz

      Ah, que isso cara.

      Você está sendo ingênuo…

      del Potro não é, e nem nunca foi um adversário de verdade.

      Adversário de verdade mesmo é o TARO DANIEL.

      (rs)

    3. Rafael

      Vc tem todo o direito de fazer essa provocação, não sou ninguém para me meter, mas isso não vai trazer nada de bom para ninguém,

      IMO, assim como Djokovic não é uma farsa, o que eu não acho graça nenhuma quando leio, também Federer não é uma fraude.

      Há termos e termos para se usar na hora da zoação. Dependendo, ela soa mais como uma descarga de ódio ressentido.

      Desculpe, não é nada pessoal.

    4. Marcos

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Chola na cama neném!
      Conseguiu seu 1 min de fama e pelo visto nao entende nada de tênis, seu ignorante.
      20 GS só RF

    5. Rafael Xavier

      Sobre o argumento que o federer ganhou muitos titulos no inicio da sua carreira porque ele viveu em uma epoca ”entressafra com jogadores fracos”. De 2003 até 2007 16 jogadores diferentes chegaram a final do Grand Slam. De 2008 até 2017 15 jogadores diferentes chegaram a final de Grand Slam. ou seja em 2008 em diante foram cerca de 10 ANOS de diferença e MESMO assim teve menos jogadores diferentes na final. não tem como argumentar que o federer ganhou titulos antes porque a geração era ”fraca” sendo que de ”2003-2007” era mais competitivo e equilibrado sendo que os proprios numeros demonstram isso. Hewitt não era fraco(ele é um dos poucos caras se não o unico que tem o retrospecto positivo contra todos os jogadores que tem o estilo de saque e voleio da epoca dele), ele foi um dos primeiros caras a demonstrar que com a evolução da devolução de saque e movimentação dos pés(ele era MUITO rapido quando ele surgiu), pode vencer a ”escola dominante do tenis naquela epoca Anos 70, até 2001”. E desculpa se aparece um cara questiona a forma de jogar tenis( o que dominava era saque e voleio). não tem como considerar uma pessoa dessa fraca. Federer Nunca foi dominante no saibro mesmo antes do Nadal existir(ou vc vai ter que chamar o guga e os jogadores espanhois que dominaram o saibro no inicio da carreira do federer de fraco.), eu não vejo ninguem chamando o guga de fraco por ai. É um cara que venceu o federer. e olha que nessa época( final dos anos 2003-2007) era mais dificil prever quem iria chegar ao final de um grand slam.( ou alguem imaginaria um Agassi com 35 anos chegando a final do US open, depois veja o chaveamento do us open de 2005). Não tem como chamar uma geração dessas de fraca. Hewitt foi só um exemplo, guga foi uma outra surpresa dessa epoca. Safin era um cara Muito esquentado que levava o federer ao limite e que tem uma vitoria em cima do federer. E no ”tenis” atual, ficou previsivel saber quem chegaria as finais. e um desses caras é o federer(o cara que está jogando contra a 3ª geração de jogadres de tenis, todo mundo da epoca dele praticamente parou de jogar e ele ainda está ai, em uma geração mais previsivel fazendo um monte finais e ganhando titultos). e Roger federer um cara que chega a final de Us Open(o de 2015), sem perder nenhum SET e com chance de ser campeão, tendo passado 3 gerações de tênis, não é um cara ”fraco” e não é um cara que ”nunca teve um oponente de verdade”. Assumir isso é burrice ou fanatismo.

  48. Fernando Pauli

    Olha! Se todo mundo que está inscrito na chave jogar, esse M1000 de Miami vai ser mais difícil que o anterior. Espero que não haja desistência de última hora, assim teremos encontros fascinantes nesse torneio.
    A conferir!

  49. Ulisses Gutierrez

    Dalcim,

    O Federer deu sorte no sorteio de Miami. A depender dos jogadores que enfrenta até as oitavas o número 1 estará garantido. Agora Djoko e Delpo nas oitavas de final, será um jogão. O que acha mestre?

  50. Márcio

    Sensacional a vitória de Del Potro!!
    O argentino merece muito, e a proposito, como vem fazendo bonito os argentinos em geral.
    Quanto a FEDERER, já devidamente inscrito em Miami, o que garante ainda maior emoção ao circuito.
    Legal ver que FEDERER já está em Chicago com LAver e outros para detalhes sobre a Laver Cup.
    É de outro mundo esse cara!
    Quantos aos números absolutos do tênis, temos que novamente tiveram alteração, senão vejamos.
    237.
    307!!!
    20.
    06.
    Lembrando que os números são sempre postados seguindo uma ordem de importância e dificuldade!
    Curtamos o circuito.
    Aguardando a escalada no ranking dos jovens.

  51. Luiz Fernando

    Mais uma chave dificílima p Federer, talvez nesses jogos duros ele se comporte como cavalheiro, o q não foi o caso da final de IW, esses bastidores q favorecem Nadal e Djoko precisam ser desmascarados kkkkkk…

    1. Nando

      Engole o choro LF…kd o balão? Kd ele?
      Quem é o líder do ranking? 307 e contando….será q seu precioso alcança?

      Como elas estão sofrendo!!!

    2. Rodrigo S. Cruz

      Olha, se eu fosse o você, esqueceria o “cavalheirismo” de ontem, do suíço.

      E me preocuparia mais era com os 4000 pontos que o Siri terá de defender no saibro…

  52. Rodrigo S. Cruz

    Não tenho do que reclamar.

    Torci pela vitória do Delpo, e sobretudo torci por uma grande partida.

    E fui presenteado com ambos.

  53. Mário Fagundes

    Sandra, Sandra, desses outros “sabichões”, detratores de Federer, pode-se esperar tudo, mas de você…? Como Federer incomoda, hein?! Quantas vezes já o vimos perder com elegância, sobretudo para Nadal? Tanto Federer como Del Potro tiveram destemperos ontem. Então, tem-se a “prova” do mau caráter de ambos por terem tido momentos de irritação num jogo super nervoso como o de ontem? É isso mesmo?

    1. Sandra

      Me desculpe Mário Fagundes , mas nem no blog eu costumo partcipar, por isso não estou entendendo essa ofensa comigo, aliás não é a primeira vez, muitas pessoas usam nomes de ou outras pessoas para falarem o que não tem coragem de falar com os próprios nomes

  54. Fernando Pauli

    Porquê é importante para Federer a defesa do Título em Miami, vejamos!
    12° e 13° semana (18/03 e 25/03). 307S e 308 S como nº1. Miami M 1000. Federer ganhe o torneio.
    14º semana 01/04. 309S. Federer 9660p e Nadal 8770p, diferença de 890 pontos.
    Se Nadal ganharM1000 de Monte Carlo, M500 de Barcelona, M1000 de Madrid, M1000 de Roma e RG.
    Terão se passado 10 semanas e Nadal estará atrás de Federer 70 pontos.
    No dia 11/06 Federer estará com 319S como n°1. E Nadal só passará Federer se jogar um dos atp 250 na grama da 24 semana do calendário Stuttgart ou Hertogenbosch e chegar na SF passando Federer em 20 Pontos.
    Nadal teria que ser perfeito vencendo em 8 semanas ( Monte Carlo até RG ) 3 M1000, 1 M 500 e 1 GS, fazendo 5 500 pontos, menos 4680 ( feitos no ano passado) teria 820 de saldo, com 8770 de agora chegaria a 9590 e Federer sem jogar nada e pronto para o resto da temporada com 9660 pontos.
    Tendo que ainda jogar na sequência de RG um atp 250 e chegar na SF.
    Olha se ele conseguir tal façanha merece de novo terminar o ano como n° 1, pois aí Federer teria que fazer uma campanha no 2° semestre melhor que a do ano passado e mesmo assim o nº1 estaria em aberto até o final do ano.
    Acredito que após a temporada de saibro Federer esteja pelo menos 2000 a 2500 pontos na frente de Nadal se ganhar Miami, garantindo assim mais 8 semanas como n°1 até o término do M1000 de Montreal chegando então a 327 S.
    A ver!

    1. Márcio

      Esse maluco do FEDERER vai aumentar ainda mais o que parecia impssível!!!
      Não há limites para Ele, que esplêndido esportista.
      São 307 semanas, e jogando o fino ainda … sendo favorito nos principais torneios mesmo estando com 36 anos.
      Colossal!
      Maior e melhor do Esporte!

  55. Renato

    As atitudes de Roger no jogo contra Delpo foram lamentáveis. Ninguém é santo! Agora, querer comparar o suíço com Nadal e Novak é uma piada! O sérvio dá chilique, desrespeita os adversário em vários e vários jogos no ano, independente de estar jogando bem ou não, ganhando ou perdendo. Ele sim deixa em dúvidas seu real caráter.

    1. Carlos Reis

      Hahaha sério que vamos julgar o caráter de alguém baseado em imagens dessa pessoa irritada? Imagina o que as pessoas fazem quando estão irritadas e ninguém vê…

        1. Mario César Rodrigues

          Bernades é boa gente mas não é de hoje que implica com Rafa uma hora o bicho pega desde 2008 e no Finalls contra o Tcheco em 2010 e várias outras vezes e no Rio foi o estopim não desrespeitou apenas usou do seu direito tanto é que foi atendido e Bernades só voltou a fazer os jogos dele com a Autorização dele!

      1. Marcos

        Monte Carlos 2017 contra David Goffin, umas das maiores vergonhas do tênis, senão a maior, em termos de anti-fair play, quando a bola saiu 1 metro e o Nadal…nada…

      2. Nando

        Vamos ver aki:
        Derrota em WB2012 pra Rosol
        Derrota em WB2013 pra Darcis (3×0)
        Derrota em WB2014 pro “menino” Kyrgios
        Derrota em WB2015 pra Dustin Brown
        Derrota em Basel 2014 pro “adolescente” Coric (2×0)
        Derrota em Montreal 2017 pro “menino” Shapovalov”
        Derrota em Doha 2015 pra Michael Berrer
        Tem os 14 ou 15 pneus q tomou ( é o Big q mais tomou pneu)

        Tem um monte aki, quer q eu cite o resto????

          1. Mario César Rodrigues

            Normal.mas levar um pneu em plena final de RG um GS foi a maior vergonha já vista! Ao 2009 é que não conseguiram ver em WB em 2008 ele o bezerro desmamado chorou pior do que no AO 2009 dá para imaginar!

  56. Paulo Rossi

    Aproveitando o ensejo do mano Nandinho, aquele que gosta de pagar de poodle de guarda no blog, e ficar babando ovo do blogueiro para ganhar visibilidade,e moral,aí vai:

    20
    307
    237
    6
    97.

    Esses são os números falsos do tênis rapaziada, vamos curtir por que contra Djokovic, e Nadal (no saibro) foi só traulitada pra cima do Roger “Money” Frauderer.Abs!

    1. Rodrigo S. Cruz

      Tá mais pra Reginaldo Rossi…

      É uma “sofrência” sem fim, porque o sérvio não ganha mais nada.

      (rs)

    2. Nando

      Olha só….o fake se descontrolou.
      Aki não tem baba-ovo e nem fake hein. Só imbecis fazem fake, e vc se encaixa perfeitamente nessa categoria, a dos imbecis.
      Abs.
      E procure um médico, ele vai te ajudar.

    3. Márcio

      Esses números por vc citados, condizem com o que há de maior na história do TÊnis.
      São 237 semanas de liderança no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) de forma consecutiva.
      São 302 semanas de liderança no ranking da ATP no total.
      São 20 títulos de torneios de nível Grand Slam, os quais compreendem os 4 torneios mais importantes do Tênis, sendo nessa ordem Wimbledom, Us Open, Australian Open e Roland Garros.
      São 06 títulos do Finals de Londres, torneio no qual jogam os 8 melhores ranqueados ao final do ano.
      Esses são os números absolutos desse esporte, e acreditava-se que não seriam jamais superados, o que já está acontecendo nas últimas semanas pelo próprio detentor dos recordes, o tenista Roger Federer, o que o faz o Maior e Melhor de todos os tempos, na opinião da grande maioria capaz de formar alguma opinião sobre o citado desporto.
      O fato de a distancia para os outros jogadores atuais e históricos ser tão grande com relação a esses números, faz com que Ele seja um forte nome a ser considerado como o Maior e Melhor de todos os Esportes. Mas essa já é uma opinião um pouco mais restrista.
      Curtamos o circuito.

  57. joao ando

    gozado a entrevista final da osaka que nao sabia o que falar… parecia a entrevista final do chang quando ganhou rg em 1989 do edberg… agradeceu a comida da mae no apto que eles alugavam em paris.rs

  58. Paulo Rossi

    haha, que papo é esse que DELPO é valentão com as mulheres? o cara é exemplo de comportamento dentro e fora das quadras, ganhou daquele croata frouxo na sua própria casa e de virada, e homenageou o avô que nem nesse plano está mais; disse pra ele que se fosse pra ir, que vá pra ganhar. Ganhou seu primeiro M1000 por coincidência em cima da fraude suíça, também seu primeiro Slam. É um grande amigo do Djokovic, que já entubou o fraude suíça 3 x em WI, já que DELPO é um grande amigo do Djokovic, então Djokovic 4 X 0 Fraude Suíça kkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    O que realmente pode ter acontecido aí,é que DELPO se envolveu com alguma modelinho argentina, que levou um pé na bunda, saiu com ego o ferido, e quis tirar uma grana do hermano mentindo que ele a agrediu. Conheço muitos caras tranqüilos que de tanto serem perturbados, acabam perdendo a cabeça mesmo, por que esperam uma coisa e vem outra, aí realmente eles são valentões.Protejam o patrimônio de vocês, o mundo é uma selva.

    P.s: A frequência dos meus comentários? e de quando eu apareço para ler o blog? Bem, será quando eu quiser. Você não é meu chefe.Abs!

    1. Sônia

      Realmente o mundo é uma selva, e viva a misoginia, o wrestiling e os corpos suados dos hermanos alfas, de preferência. Beijos.

    2. Rodrigo S. Cruz

      O Federer perdeu pro Del Potro, e depois de uma série de 17 partidas invicto.

      E mesmo assim, no tie-break do terceiro set, e tendo tido 5 x 4 e saque, no décimo game.

      E o Djokovic?

      Bom, esse daí já era.

      Chore na cama que é lugar quente…

  59. Rodrigo S. Cruz

    Apenas para deixar claro,

    Este post não está sendo direcionado ao Marcelo Jacacity, que eu acredito ser um bom participante.

    Porém, a desonestidade intelectual dos Djokovistas em geral, me embrulha.

    Então, quer dizer que o Djokovic pode á seu bel prazer:

    1) Discutir com árbitros;

    2) Dar pitos em catadores de bolas,

    3) Berrar e cerrar o punho na cara do adversário, mesmo se está vencendo por 5/0 e saque.

    Ou seja, se ele faz isso tudo, e em vários jogos, é porque ele é “humano”.

    Agora, quando o Federer faz algo similar uma vez, em cada 100 partidas, é porque sempre foi arrogante, dissimulado, mau-caráter, etc…

    Outra coisa:

    Adoram propagar que os federistas tem o suíço como deus infalível, como que recitando um MANTRA.

    Quando, na verdade, o que procuram é sempre ter uma ótima desculpa para o achincalhe coletivo ao Federer, em qualquer nível…

    Pra mim, é uma torcida HIPÓCRITA.

    1. Barocos

      Alto lá que este nefasto impropério, tão habitual nos dias de hoje, de rotular preferências e acondicioná-las em arquétipos reducionistas que extraem do homem toda a complexidade e virtual dignidade que estes possam ter, para então lançá-los no limbo dos estereótipos, nada acrescenta à discussão sobre os méritos ou deméritos dos praticantes A ou B ou, ainda, sobre aqueles que nutrem simpatia pelos mesmos. Outrossim, estas oprobriosos manifestações de pouca ponderação acabam por denunciar seus veiculadores como indivíduos de tino diminuto, ávidos que são em expor suas insensatas verborragias. Em outras palavras, as vezes é melhor ficar calado e deixar que as pessoas tenham dúvidas sobre nossa inteligência e conhecimento, do que soltar o verbo e removê-las por completo.
      Como já manifestei por estas cercanias diversas vezes, sou admirador do tênis de bom nível, sou torcedor do Djokovic, acho o Federer fantástico, tenho admiração pelo Nadal, jamais duvidei da grandeza do tênis praticado pelo Murray e nenhuma destas asserções contradiz qualquer uma das outras, ao contrário do que seu comentário pareceu enfatizar.

      1. Rodrigo S. Cruz

        (…) “Outrossim, estas oprobriosos manifestações(…) .

        Vou pegar só esse trecho aqui…

        Olha, obrigado pelo conselho.

        Eu também não tenho dúvida sobre a inteligência (ou falta) dos que gostam de linguagem rebuscada, de tamanho MAU-GOSTO como o senhor, e ainda por cima cometem erros de concordância.

        Um abraço.

      2. Jose Yoh

        Caro André, creio que o parceiro Rodrigo não quis generalizar. O que percebo aqui é que os comentários com conteúdo ofensivo ficam mais na memória do que os que agregam algo ao nosso conhecimento, transformando o blog em um reality show com seus diversos estereótipos. A quantidade de fakes também colabora para tal percepção.

  60. Ronildo

    O que falar depois desta emocionalmente final. Primeiro, que ninguém nunca jogou em tal nível aos 37 anos. Segundo que Del Potro certamente é o melhor argentino de todos os tempos em qualidade de jogo. Ou seja, o melhor Del Potro certamente venceria o melhor Nalbandian e o melhor Guilhermo Villas, longe do saibro! rs, rs. Este saibro sempre produziu grandes campeões do saibro!
    Mas enfim, sempre que o Federer joga, eu torço para o Federer. Mas Del Potro merece! Todos sabemos!
    Quanto ao Federer, eu acredito que se o jogo dele com o Coric fosse em Miami, ele teria perdido. Ou seja, em Miami, nem o Coric, nem o Del Potro devem cair do lado da chave dele para que o caminho até a final fique mais fácil. Se bem que em Miami, cujas quadras são muito lentas e se os três continuarem com a mesma qualidade de jogo, (cansaço de Federer e Del Potro), deve ser mai fácil para o Federer enfrentar o Del Potro do que o Coric, por causa da juventude do Coric.
    Tudo isto significa o seguinte, para mim: Federer pode até terminar o ano como número um, mas vai ter bastante gente na cola dele. Djokovic vai recuperar um bom nível. Talvez o Murray. Del Potro já está. Coric, pelo jeito achou o caminho. Tem Dimitrov. Não dá para descartar o Zverev. De todos, as maiores incógnitas são Murray e Nadal.

  61. AKC

    Dalcim, talvez valesse aqui um comentário sobre a arbitragem. Não me lembro de um outro torneio que tivesse tido tantos erros!! Por sorte, não teve nenhum erro grotesco na final, mas certamente deixou os jogadores mais tensos que o normal.

    1. JANAÍNA DIAS

      Pois eu acho que o árbitro estragou o jogo: erros de marcação, falta de comunicação clara com os 2 jogadores (deixando-os nervosos sem necessidade) e falta de repreensão à torcida que gritou muito durante os pontos..péssimo!
      O modo como ele respondeu a uma pergunta do FEDERER no 3° set foi de um desdém que beirou à boçalidade.. Aliás, como já disse o Dalcim, a arbitragem do torneio todo foi horrorosa, benzadeus..

  62. AKC

    Jogão, lembrou muito mesmo a final do USOpen em 2009, que o Federer poderia ter ganho de 3×0. Teve o jogo na mão, mas Delpo é um dos grandes, se não tivesse se machucado certamente teria sido digno do quarteto, no lugar de Murray. O que eu acho uma bobagem é julgar o caráter dos jogadores com base em coisas como “reclamação com juiz” ou “bola no corpo”. Tudo isso faz parte da tensão do jogo, os caras são humanos! De resto, só o fato de serem os jogadores que são, da superação que ambos realizaram, já diz muito sobre o caráter de ambos , ninguém precisa provar mais nada.

  63. Teles

    Dalcin arriscaria a dizer que se não fosse as lesões o big four seria big five ? , ele precisou de uma final de grand slam p ser campeão o Murray que o mais mortal dos 4 precisou de 4 finais , e na minha modesta opinião o del potro e melhor que o wawrinka e anos Lus melhor que o Cilic e o demais nem merecem serem mencionados.

    1. Jose Yoh

      Mas se não fossem as lesões, creio que os outros também teriam mais títulos e números e venceriam o argentino em diversas ocasiões. As lesões fazem parte do jogo.

  64. Daniel

    Caramba hein, tem um pessoal que deve estar sofrendo barbaridades. Estão comemorando a vitória do Del Potro como se fosse final de Copa do Mundo kkkkk. A vontade de extravasar depois desse início de ano perfeito do Federer devia estar incontrolável rs.

    Enfim, na prática, não muda nada: Federer continua sendo o no1, o Baloeiro Vitaminado continua no estaleiro (ou seria alguma suspensão silenciosa?), o Abraçador de Árvores continua jogando num nível challenger e vida que segue. Os números máximos do Tênis foram atualizados e vejam só, pertencem ao Federer! Vamos aos números:
    237
    307
    20
    6
    E seja bem vindo Del Potro! Vai dificultar ainda mais a vida daqueles que correm atrás desses números kkkkk.

    Abs a todos!

    1. Rafael

      Vamos dizer que fosse assim como vc diz, foi bacana ver o Federer enfrentar alguém à sua altura, não é mesmo? Já disse antes, a qualidade do circuito não é culpa dele, mas estava sim fazendo falta um jogo pra valer.

      Federer fez uma sequência de 17 vitórias jogando contra o vento (a favor, diga-se de passagem)

      Delpo e Federer entregaram um jogo emocionante ontem, que não se via há um bom tempo já.

      Quer um exemplo?

      Raonic: Antes tinha 4 caras bloqueando as chaves. Agora temos que aproveitar.

      “Delpo espantado com a facilidade com que vence Raonic”. Aproveitou bem o Raonic.

      Raonic???? Tá cheio de viúvas Porcina nesse circuito…

  65. Maurício Fonseca

    Simplesmente acho que o Federer jamais perdeu uma partida tendo três match points a favor (e com saque). Uma pensa que no terceiro match point tentou um drop shot, que foi mal executado (mas não tinha muitas opções, Delpo devolveu uma bola nas últimas, que saiu curtinha e super baixa…).

    Em Roma 2006, perdeu para Nadal com dois match points . Agora, três? Não me recordo.

      1. Fábio Medeiros

        Em Montreal. E o francês ainda tinha se machucado durante o jogo. Ali o Federer realmente perdeu o jogo.

  66. Chetnik

    Federer dando showzinho no final do segundo set, xingando juiz, querendo ir contra o hawk eye, nitidamente querendo ganhar no grito e com intimidação, e tem zumbi reclamando da safadeza e do caráter do Delpotro, kkkk. É muito fanatismo e doença. Não aceitam o “Deus” perder de jeito nenhum.

    Melhor é ver os babaovos que ficam mandando mensagem pro Sportv se ferrando: “minha semana vai começar bem com mais uma vitória do Federer” e congêneres, kkkk. Que pessoal perdedor sem vida. Tudo na “vida” dessa turma depende dos resultados do bode. Se este vence, o mundo é perfeito e colorido, se perde, “eu quero me matar”, kkkk. Vivem das glórias de outrem, que coisa patética.

    No mais, parabéns ao Delpotro pelo primeiro MS. Teve que enfrentar o Federer e sua péssima ética desportiva, e mais a sua famosa torcida nojenta e desprezível.

    1. Fernando Pauli

      Tava sumido hein? É só o Federer ter um pequeno revés que as aves de rapina e os urubus agourentos aparecem!
      Será que o cotonete fujão vai dar um migué novamente, já que Delpo está em rota de colisão?

      1. Nando

        Fernando, o “Paulo Coelho dos comentários” (q tbm é Lola, Leo Gavio, Louzada…) é só mais um oportunista de ocasião. Já q não acrescenta em nada nos coments, aí ele tem q fazer papel de bobo aki né? Deixa ele “ser feliz” kkkkkkkkkkkk

    2. O LÓGICO

      Chetnik, por que você não funda o clubinho dos ressentidos, junto com o M C farmacêutico e L Felino, hein? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    3. Marcos Castillo

      Chetnik, só tem uma coisa pior do que a alegria da semana do cara depender da vitória do ídolo: a alegria da semana do cara depender da derrota de alguém que ele nem conhece e odeia gratuitamente…

  67. Kelly

    Emocionante demais! O Delpo demonstrou grande equilíbrio em momentos cruciais da partida, e ambos lutaram até o fim, oferecendo-nos um verdadeiro show, digno dos grandiosos!

  68. Renato

    Sempre tem um recalcados como o tal de Mário e Jaca sei lá o que para comemorar uma derrota de Federer. Entendo. Está difícil comemora e títulos dos tenistas que torcem.

  69. Renato

    Não assisti o jogo, então não posso falar muito. O argentino é um grande jogador, evoluiu muito e merece coisas grandes. Ninguém é imbatível! Federer com certeza vai vencer outros títulos este ano e manter o número um. Mas se não acontecer, e daí!

    1. Márcio

      Essa é a questão, aqueles que curtem o esporte e respeitam a sí mesmos devem aproveitar cada partida Dele, pois a qualquer momento ele vaia se retirar.
      Por isso cada jogo vencido, cada jogo jogado a nível atp, cada partida em grandes torneios deve ser curtida como se fosse a última, pois um dia Ele irá parar.
      Curtamos.

  70. RV

    Tem uma turminha aí que agora resolveu despejar críticas ao Federer, pelo suposto mal comportamento dele na final.
    Só que esquecem que TODOS os jogadores, em algum momento, já tiveram atitudes que não são, digamos, elogiáveis.
    E parece que também esquecem que ele é, afinal de contas, HUMANO. Ou seja, possui emoções, e não tem nada de errado expressá-las – o que todos os jogadores fazem ao próprio modo.
    Além disso, num jogaço como esse, com tudo que valia, o “destempero” de AMBOS só mostrava o quanto queriam vencer. E a vontade de vencer faz parte desse esporte, bem como de qualquer outro.
    Aposto que o pessoal que citei acima nunca entrou numa quadra de tênis pra disputar uma partida que vale algo, ainda que no nível amador, porque se o tivessem feito saberiam, mesmo que forma mínima, o que Federer e del Potro sentiram durante o jogo. Ou então são, simplesmente, oportunistas, o que é ainda pior.

    1. Rafael

      Não há nada de errado no comportamento de Federer.

      Espero que quando acontecer com os outros, vc seja um a defendê-los e dizer que são humanos, da mesma forma que colocou como “suposto” algo que todo mundo viu….

      1. RV

        Eu não vejo problema algum no fato do jogador manifestar seus sentimentos em quadra, desde que não passe dos limites e seja cabível para o momento. Seja de forma contida, seja de forma mais espalhafatosa, como o Fognini, por exemplo, com todo aquele gestual e falatório típico dos italianos.
        O que me incomoda mesmo é a robotização dos jogadores, que não podem fazer nada um pouco fora dos padrões do maldito politicamente correto que já são execrados.

        1. Marcos Castillo

          RV, esse seu comentário foi excelente! Pena que ficou muito pra baixo na sequência e provavelmente poucos irão ler. Tomo a liberdade de sugerir que o publique novamente em uma nova oportunidade, pois é digno de ser lido por todos. Abs!

          1. RV

            Valeu, Marcos. Obrigado pelo elogio.
            Pode deixar, se o assunto surgir de novo, reitero o comentário, hehe. Abraço.

    2. evaldo aparecido moreira

      ONDE ASSINO, AMIGO!?
      Pois é, bando de ignoraaante, mesmo, não sabem analisar e ai soltam, digamos, pérolas, kkkkkkkkkkkkk, pelo amor de Deus, criticas, aceitamos, sejam elas construtivas, de preferência, mas ai, fazer o que né amigo, Federer perdeu, e sigamos o próximo embate.

    3. Jose Yoh

      Concordo. Só jogando para saber que tênis não é esporte para bonzinhos, e que não se pode deixar passar nenhum ponto por caridade. Todo grande campeão faz a mesma coisa, tendo razão ou não eles brigam pelo ponto.
      Agora creio que o que irritou mesmo os dois foi a quantidade de erros de árbitros durante o torneio e o comportamento barulhento da torcida.

  71. Luiz Fernando

    Além da melhora técnica mencionada no texto em relação ao Delpo, parece que também deve ter havido grande melhora do condicionamento físico. Quando ele enfrentou Rafa no USO passado ele morreu a partir do segundo set, agora aguentou um jg de 3 hs, se recuperando e salvando match points, algo que alguém descondicionado dificilmente faria. Está mais um candidato forte nas quadras duras. Ah, também não precisou reclamar do juiz kkk…

  72. André Barcellos

    Acho que Delpo jogou tudo e mais um pouco.
    Federer, por sua vez, começou muito abaixo, errando forehands fáceis demais, e backhands não tão fáceis.
    Por isso teve que correr atrás do jogo e conseguiu com louvor, jogando o fino no terceiro set.
    Mas na hora de fechar veio o inexplicável. Dupla falta no game de saque e mais duas no tiebreak.
    Inexplicável, mas parte do jogo.
    Foi um jogo muito emocional de ambas as partes e ninguém pode dizer que não foi um jogão, com todos os ingrediente, muita pancadaria, voleios, deixadas e grand willy…etc.
    Realmente uma batalha que, pela primeira vez na temporada não foi pro lado do suíço.
    Não muda muita coisa, exceto o fato que se ganhasse provavelmente Federe não iria pra Miami,
    Em tempo, o suíço só achou seu melhor jogo no torneio durante parte desta final.

  73. FONSECA

    Na verdade, Federer não deveria ter chegado a final. Se Coric tivesse cabeça e saque teria derrotado Federer. Esse torneio não era para ele. Não é possível vencer tudo.
    Ainda bem.

  74. Paulo F.

    Dalcim:
    – Alguma opinião sobre do porquê do Federer ter dado, digamos, uma desestabilizada a partir da semi-final?

    1. José Nilton Dalcim

      Em primeiro lugar, é preciso dar todo o mérito aos dois adversários. Acho que ele sentiu o fato de jogar tão cedo contra o Coric – 11h locais, algo pouco usual para ele – e contra Delpo o primeiro saque deixou a desejar em momentos importantes. Mas acho que tudo dentro da normalidade, Paulo.

  75. Chileno

    Delpo sempre foi um grande jogador. Não fossem as lesões ele provavelmente teria tido uma carreira ainda mais brilhante até aqui. É um dos únicos jogadores do circuito que não abaixa a cabeça e luta sempre, quem quer que esteja do outro lado da quadra. Se num passado recente ele sem backhand venceu o Djokovic e o Federer e deu trabalho pro Murray que vinha na ponta dos cascos (o do final de 2016), era de se esperar que agora, com um backhand mais sólido ele seria um adversário perigosíssimo para o maestro. Jogou muito e mereceu o título.

    Federer não jogou mal, mas foi irregular. Em alguns momentos sólido e brilhante, em outros errático. Já havia jogado mal na semifinal na verdade. Ganhou do Coric na marra, jogando pior que o adversário, algo que vi o maestro fazer pouquíssimas vezes na carreira. Nadal e Djoko são craques nisso.

    Claro que existem pontos positivos em tudo isso. O primeiro é que tanto na semifinal quanto ontem, o suíço mostrou uma grande determinação e espírito de luta. Algo que ele não demonstrou em longos períodos da carreira, especialmente em seus anos de resultados mais modestos. Embora não seja de suma importância, o suíço também segue na liderança do ranking e não precisa de muito pra se manter lá até a temporada de saibro, onde Nadal defende uma tonelada de pontos.

    Veremos o que rola. O desempenho do maestro não foi dos melhores nos últimos dois jogos. Quanto à Torre, eu gosto de vê-lo como uma força no circuito. Preferia que o suíço tivesse vencido, mas gosto do argentino e não me aborreço que ele tenha faturado este caneco, de forma nenhuma.

    1. Marcílio aguiar

      Chileno, permita-me assinar em baixo. Como torcedor do Federer fiquei muito chateado no primeiro momento, mas depois de passada a tempestade tive a mesma visão que você descreveu sobre a atuação de ambos os jogadores, ontem e durante o torneio. Parabens ao argentino é e bom ve-lo em grande forma novamente. Saudações.

  76. Valestra

    DALCIM,
    Tudo bom?
    Caramba, que final os caras entregaram. Todo mundo estava com altas expectativas mas acho que foram todas superadas, Só lamento o Federer ter entrado no breaker do 3o set sem ter se perdoado pelos match-points que perdeu. Faz parte.
    Ma é bem legal ver que o DELPO parece estar mesmo a 100%. Mais uma vez deu força a teoria de que, se não tivesse se machucado tanto, teria sim faturado mais uns Slams nesses anos todos.
    Agora, vou deixar uma pergunta bem fácil, tá?
    Depois de ver as finais das chaves masculinas e femininas desse IW, alguém ainda tem coragem de argumentar a favor de premiações iguais? 😀
    Abs!

    1. Jose Alexandre

      Com todo respeito, isso é uma pergunta Oportunista, afinal o torneio mais importante do ano até aqui não teve nem competição sobre qual das chaves foi melhor, e de pensamento retrógrado, uma vez que as tenistas lutaram durante muitos anos pra se equipararem com os homens em premiação e conseguir isso fez parte da evolução do esporte e da sociedade.

  77. Viana

    Como tem gente q perde o jogo pelo fanatismo…
    Foi um super jogo!!! Federer jogou bem, o problema é q ele enfrentou alguém que bata mais forte q ele, e o Federer não lida bem com o fato de alguém marretar suas bolas. Ainda tem momentos em q ele quer disputar na porrada, porém, quando ele procurou outras saídas, aí o jogo melhorou!
    Delpo joga demais!!! Não reconhecer isso é q é desonestidade! Xingar o cara só pq ele ganhou do Federer, QUANTA IMATURIDADE!!

    Por isso que torcemos pra esses grandes jogadores: Federer, Nadal, Delpo, Djoko, Wawrinka e etc… eles são capazes de nos proporcionar grandes duelos!!! Sensacional o jogo ontem!!! Coric tb evoluiu muito! Teve chance de ganhar do Federer!!

  78. Tom

    Fazia tempo que eu não assistia um jogo tão tenso. Fiquei tão acostumado a ver o professor arrebentar com os adversários que quando ele perde dessa forma causa uma certa estranheza. O argentino foi simplesmente monstruoso mais uma vez e tem o jogo mais contundente hoje em dia no circuito para continuar incomodando o suíço. Se Federer não fizer a leitura correta do jogo do adversário, variando as jogadas, certamente vai permanecer sofrendo contra ele. A insistência em colocar essa bola na altura da cintura do Delpo no lado direito é cometer suicídio. Enfim, que tenhamos mais jogos desses em 2018 e que o circuito pegue fogo de uma vez. Nós, amantes desse esporte, agradecemos !

    Grande jogo !

    PS: Foi lamentável a atitude do suíço com a arbitragem. O desequilíbrio mental ficou evidente em muitos momentos. Mais um item em que Delpo teve mérito.

  79. Ulisses Gutierrez

    Dalcim,

    Del Potro ao meu ver mereceu vencer, caso Federer vencesse tbm merecia pela insistência. Quanto a disputar Miami, não sei se o correto fosse jogar. Os dois últimos jogos forma bastante desgastantes. Acredito que se jogar vai ser para o manter o n° 1, do contrário tenho quase certeza que não jogaria Miami. Até pq se jogar Miami não sei como vai ficar a temporada de saibro.

  80. Ricardo - DF

    Bah, quanta besteira se vê em comentários. Delpo e Federer reclamam, pois querem muito ganhar e os nervos estão à flor da pele. Podem até exagerar aqui ou ali, mas são jogadores corretos. O Djoko tb, sempre foi um cara boa praça, fair play.

    Minha torcida foi dividida, admiro demais o Federer, mas o Delpo tem uma história sofrida, um caminho interrompido por várias lesões, e merecia muito um título destes. Delpo parece ser uma daqueles jogadores que conseguem entrar na cabeça do Federer, como comentaram. O suíço teve uma grande quantidade de ENF, chamando bolas fáceis na rede, que raramente um profissional perde. Mas foi um jogo espetacular mesmo, lembrando as grandes finais do big 4.

    Dalcim, quais as chances do Delpo no saibro ? O que mais dificulta o jogo dele nesse piso ?

    Abs

    1. José Nilton Dalcim

      Certamente, o deslocamento lateral, que muda bastante, e o fato de que seus golpes retos perdem um pouco da eficiência. Mas Delpo já teve ótimas campanhas no saibro, Ricardo.

  81. Marcos

    Um palpite já lido aqui e que reforço: acho que Federer anuncia seu final de carreira em breve. Fim de 2018 ou logo após Wimbledon.

    1. joao ando

      marcos ,acho que nao… vc vai ter que aguentar ele ate 2020 em toquio…e vai ganhar ou nao e outra conversa..

  82. Júlio Marinho

    Fale Dalcim,
    ontem pra mim estava tudo certo, meu dois tenistas favoritos disputando o título, mas mesmo assim, é impossível para mim não torcer para o Federer, mesmo sabendo que a vitória significaria mais pro Delpo do que pro Federer.
    Mas considerando o jogo mesmo, claro que tem a emoção, as oscilações naturais e isso torna o jogo divertido em algum aspecto, mas o Federer jogou tecnicamente muito mal. E pensei que não poderia jogar pior que na semi (pelo menos na semi o Coric estava impossível até o meio do 2o set). Não me lembro de um dia tão ruim com o forehand, errou umas ali seguidamente que jamais erraria. Depois foi o backhand que começou a falhar seguidamente, pelo menos ali ele tem o slice, embora Delpo, apesar de grandão, se vira bem. O que deve ser destacado do Federer (e vale pro Delpo) é o espírito de luta quando os momentos são adversos e você não estar no melhor dia. Muita gente acha que o Federer é um gênio e que isso torna para ele as coisas mais fáceis, mas nesses dias você o esforço que está por trás, a competitividade.
    Por fim, Dalcim, me conte uma coisa: como o Delpo consegue ser tão carismática, mas no meio do jogo dá umas encaradas, querendo arrumar confusão, de certa forma, querendo esquentar o jogo? Ontem eu achei que ia dar uma discussão na rede no final, por conta dos desafios em atraso, da bolada (o Delpo não viu as desculpas), mas aí, se abraçam e tal. Em quadra, eles estava com nervos muito exaltados.
    Abraço

    1. José Nilton Dalcim

      Puxa, Júlio, isso é absolutamente normal num jogo de tênis equilibrado, onde os dois estão loucos para ganhar. Não sei se você joga… Se sim, garanto que já passou por situação idêntica, até contra o melhor amigo, a esposa ou o filho… rsrs… O importante é isso: acabou a disputa, tudo volta ao normal. Respeito acima de tudo.

  83. Luiz Fernando

    Incrível que bastou Federer perder um jg e agora Delpo, um dos caras mais tranquilos do circuito, passa a recber pechas disso ou daquilo. As pessoas não sabem mesmo reconhecer os méritos dos adversários, depois ficam bravinhos quando são provocados. Delpo não venceu na quadra, venceu nos bastidores kkk…

  84. PIETER

    Vacilo imperdoável do mestre suíço! Mas, enfim, ele também é humano embora muitas vezes nos esqueçamos disso.
    Foi um jogo épico em que, uma vez mais, fica o clichê do quanto somos privilegiados em poder assistir esses gênios do tênis atuarem em tão alto nível.
    Só lamento que, em finais, agora o Federer virou meio freguês do Del Potro já que em quatro delas, só ganhou uma.
    Em RG, caso Nadal não esteja em plena forma e jogando bem, já há um segundo favorito, e merecidamente: o hermano.

    1. Jose Yoh

      Sei que você se refere às finais entre os dois mas utilizar a palavra “freguês” quando se perde de 18 a 7 no H2H acho que não é muito correto, não é mesmo?
      Abs!

    2. Alexandre Maciel

      Difícil acreditar em Delpo chegando numa final de Rolanga. O saibro nunca foi o forte do argentino.

  85. Marcos Castillo

    Jogo excelente, muito equilibrado e qualquer um poderia ter ganho. Agora, perder 3 MP sacando, nem na Federação Paulista de Tênis é perdoável…

    1. joao ando

      teveum tenista paulista que teve 5 mp contra boris becker em 1992 na taca daivs e perdeu… lembra…seu nome luiz mattar

  86. Marcos RJ

    Acredito que tanto a final masculina quanto feminina foram decididas de véspera, com uma das semis beirando as 3 horas de jogo e a outra por volta de 1h. Se o desgaste físico não ficou evidente, o mental acabou fazendo a diferença. De qq forma as vitórias de Delpo e Osaka foram mais do que merecidas, parabéns aos campeões, vitórias em ótimas mãos.

  87. Miguel Delfes

    Piada comentários como Marcelo..Samuel.. Mário César..
    Qual tenista não perde a cabeça num jogo quente como este ??
    Mesmo desde sempre torcendo por ele..hj eu estava desejando q Delpo ganhasse o jogo pois lutou muito e foi seu primeiro Master 1.000..
    Julgar a personalidade de um tenista do quilate dele por uma irritação comum em 100 jogos ou mais só pode ser mera piada ou provocação ou desinformação..

  88. Fernando Pauli

    É Dalcim
    Voltou mesmo, essa direita do Delpo está acachapante, mereceu seu 1° M100, pena que foi em cima de Federer, rsrsrs. Agora que Federer teve suas chances, ah isso teve. Notem que Federer estava chateado com seu jogo, praticamente durante todo o torneio, principalmente com sua direita. Meio afobado nos pontos, muitos erros com a direita em pontos fáceis com bolas no meio da quadra.
    Bom já foi, agora é tentar calibrar essa direita para Miami, nada muito complicado, pois o piso é mais lento e melhorar a colocação do 1º serviço, principalmente em momentos mais complicados no game. Caso se confirme que está bem fisicamente, é muito importante que ele defenda seus 1000 pontos em Miami e volte a jogar um tênis menos errático e menos tenso. Que enfrente lá bons jogadores e faça boas partidas.
    Volto a insistir que após Miami seja qual for o resultado, faça a sua parada estratégica para fazer um melhor 2° semestre do que foi 2017. Ganhar WB, e Us Open, Finals e 2 M1000 Cinci e Shangai é bem plausível. Garantir o número um ao término da temporada, só se consegue com o físico 100% e a confiança em alta.
    Federer ganhou seu último torneio importante na terra em Madri 2012, ainda com 30 anos. ( Com a ajuda do piso que é um dos mais rápidos no saibro) e fez sua última final em 2015 em Roma perdendo de 2 a 0 pro Djoko. De 2004 a 2011 Federer ganhou 7 títulos no saibro e teve um aproveitamento de 83,7% (148/24 ) e de 2012 a 2017 só ganhou 2 títulos com aproveitamento de 77% ( 66/15).
    Federer sabe que fazer uma longa preparação no saibro para tentar ir bem em dois ou 3 torneios sem a garantia de títulos e ainda com chances de seu físico se comprometer e não fazer um 2º semestre satisfatório é muito arriscado, pois suas chances de terminar o ano como nº1 são reais. E outra será que Nadal irá repetir sua magistral campanha de 2017 na terra agora em 2018? São muitas as variáveis, com certeza Federer irá tomar a decisão junto com seu staf, pensando em todas as consequências a favor e contra.
    PS1: Para nós torcedores do Federer seria a glória e um sonho ganhar RG pela 2° vez e ser o primeiro na era profissional a ter vencido pelo menos 2 GS em qualquer piso, e se for em cima do Nadal a glória seria eterna. Mas qual é o preço desse sonho? Bem! Eu sou realista, prefiro apostar em mais 2 WB ( chegando em 10) e 1 Us Open reais a um sonho chamado RG.
    PS2: Parabéns aos torcedores do Hermano, vulgo Torre de Tandil, 1° M1000 com possibilidades de mais a vista!
    PS3: Federer comentando: “Eu tenho que superar essa derrota. Eu me sinto frustrado por perder uma oportunidade como essa, com um game de 40-15. É decepcionante falar sobre uma ótima partida como essa depois de perder. Isso machuca, mas vou superar isso”. A melhor forma disso acontecer é indo pra Miami e mais um FeDel na final, com a vitória do REI.
    Abs!

  89. Maria Flor

    Olha que satisfação ver o Delpo jogar assim!cada jogada espetacular! Fico feliz por ele principalmente por ser o sul americano com melhor ranking; )!

    PS. Que gracinha os filhos do Roger de óculos escuros, que fofura.
    E Roger Federer de barba hummmm o que será que está acontecendo em casa hahaah dona Mirka deve estar pedindo algo mais selvagem talvez hahahaha.

  90. Andrei Felipe Camargo

    Dalcim,sabemos quanto ganha Federer,Nadal,Djokovic,Murray em marketing mais os tenistas Del Potro,Wawrinka ganham algyma coisa ou vivem das premiaçoes?

    1. José Nilton Dalcim

      Todos os tenistas tops vivem de marketing e patrocínios pessoais, Andrei. Claro que varia conforme a popularidade e o sucesso de cada um.

  91. Sérgio Ribeiro

    O Post está espetacular em todos os sentidos , Dalcim . Parabéns e muito pouco a acrescentar. Uma bela análise sobre a grande partida e sua atmosfera magnífica. Somente acrescentaria que não tenho dúvidas da presença do Craque em Miami. Este estava a mil dentro de quadra, mas muito light fora dela. Juan Martin sempre o tirou da chamada zona de conforto. Os garotos esquecem que eles protagonizaram o jogo mais longo da Era Profissional em 3 Sets , na Semi Olímpica 2012 na Grama Sagrada. E coincidentemente o Suíço acabava de retornar ao N 1 que estava em poder de Novak. Ps. Se não fosse Miami , Serena com certeza saíria de fininho ….rsrsrs Abs!

  92. Mario César Rodrigues

    Onde está a Sônia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk sim está com insõnia se não me engano eu que sou um expert em detalhes é o 11jogo que Federer tem 40×15 e não fecha treme é um amarelão!e vou torcer para jogar Miami,Monte Carlo,Madrid,Roma e RG se eletiver coragem porque ai meu véio vai chorar feito bezerro desmamado kkkkkkkkkk!rafadeu a chance para ele mas não foi capacitado para tanto agora é a vez de Rafa massacrar ele!Rafa vai até jogar a Davis contra a Alemanha!aguarde Frederico!

    1. Rodrigo S. Cruz

      Nunca vi um fanatismo assim.

      O cara é OBCECADO pelo Federer.

      Nunca vi nada igual.

      Cuidado, Mirka. Parece paixão recolhida…

      (rs)

    2. Sônia

      Bom dia Sr. Mario César Rodrigues, estou aqui, saindo para mais uma aulinha de tênis rsrs e olha que o meu “prófi” é nadalético argh argh argh. Sim, ELE me inspira a jogar e sempre irá me inspirar, adooooooro. Depois, evidentemente, trabalho e mais trabalho e vida que segue. O Senhor reparou nas quadras lotadas só para ver o MAESTRO jogar? Reparou nas semis? MAESTRO vs Coric? E depois o valentão argentino vs Raonic? Não adianta Senhor Mário César Rodrigues, JAMAIS SERÃO, NUNCA SERÃO, haja rivotril, haja rivotril, adooooooooooooooro. Beijos.

    3. Nando

      Parabéns, dessa vez vc apareceu com o seu nome de vdd, não se expôs ao ridículo fazendo outro fake.
      Segue os números pra vc, ok?
      20
      307
      237
      6
      97.
      Abs.

      1. samuel

        Outros números do esporte (para os listados abaixo, com certeza, são os números mais importantes):
        1º Michael Jordan – Basquete – 1,85 bilhão de dólares
        2º Tiger Woods – Golfe – 1,7 bilhão de dólares
        3º Arnold Palmer – Golfe – 1,4 bilhão de dólares
        4º Jack Nicklaus – Golfe – 1,2 bilhão de dólares
        5º Michael Schumacher – Fórmula 1 – 1 bilhão de dólares
        6º Phil Mickelson – Golfe – 815 milhões de dólares
        7º Kobe Bryant – Basquete – 800 milhões de dólares
        8º David Beckham – Futebol – 800 milhões de dólares
        9º Floyd Mayweather – Boxe – 785 milhões de dólares*
        10º Shaquille O’Neal – Basquete – 735 milhões de dólares
        11º LeBron James – Basquete – 730 milhões de dólares
        12º Cristiano Ronaldo – Futebol – 725 milhões de dólares
        13º Greg Norman – Golfe – 705 milhões de dólares
        14º Mike Tyson – Boxe – 700 milhões de dólares
        15º Roger Federer – Tênis – 675 milhões de dólares
        16º Lionel Messi – Futebol – 600 milhões de dólares
        17º Alex Rodriguez – Beisebol – 575 milhões de dólares
        18º Jeff Gordon – Nascar – 525 milhões de dólares
        19º Oscar De La Hoya – Boxe – 520 milhões de dólares
        20º Manny Pacquiao – Boxe – 510 milhões de dólares
        21º Derek Jeter – Beisebol – 490 milhões de dólares
        22º Peyton Manning – Futebol Americano – 480 milhões de dólares
        23º Kevin Garnett – Basquete – 480 milhões de dólares
        24º Evander Holyfield – Boxe – 475 milhões de dólares
        25º Andre Agassi – Tênis – 470 milhões de dólares
        Vejam que há uma diferença enorme dos golfistas para os tenistas.
        Por que será?
        Será que o golfe tem muito mais prestígio ou será que os golfistas são muito mais espertos?

        Samuel

    4. Chileno

      Hahahaha! Só dá pra rir desse seu comentário aí. Uma das maiores groselhas que já li.

      O amarelão botou seu espanholzinho querido no bolso nas últimas 5 partidas. Aliás… o Nadal não foi capaz de vencer nenhum set dentre os últimos NOVE que eles jogaram. No primeiro deles o amarelão esteve uma quebra atrás no quinto set do Australian.

    5. Marcos

      Colega, vc é um obtuso e escreve aqui para ser objeto de chacota. Eu evitaria. O sujeito joga 18 partidas no ano, ganha 17, 2 títulos, faz 3 finais e perde uma no tie break de um 3. set para um grande jogador e vc chama o cara de “amarelão”??? Vai cuidar dos netinhos!!

  93. Sônia

    Esse argentino valentão (com as mulheres) voltou nada, ele deu sorte, apenas isso, no próximo torneio perderá na primeira rodada, colocará a “mãozinha nas costas” (fingimento) e alegará problemas de torcida. Gente do céu, que argentino milongueiro, sem classe, reclamando de torcida, hilário e contraditório, pois voces conseguem imaginar argentino reclamando de torcida? Já viram a tal torcida argentina? E a do USOPEN do ano passado contra o Federer? Pois é, tudo teatrinho para desestabilizar, infelizmente. Esquecendo esse infeliz, a realidade é que Federer não jogou nadica de nada, nunca vi tantos ENFs, muito irritado, na hora que foi sacar para o jogo… e o tie break… Na boa, tenho absoluta certeza que Federer perdeu esse torneio porque não fez a barba, pronto, falei. Beijos.

    * Para desestabilizar o Federer é super fácil, basta o tenista adversário ser “esperto” = milongueiro, safado, desonesto, falso…

      1. Sônia

        Rafael, voce pode até tentar escrever um “livro” detalhando um pouquinho melhor essa “classe” rsrs mas lhe afirmo, de nada adiantará, pois não dá mais pra voltar, o barco já está em alto mar. Beijos.

        1. Rafael

          Desculpe, Sônia, vc não faz sentido para mim.

          Ou sou eu que não tenho capacidade de compreender sua elaborada percepção das coisas.

          De qualquer forma, tanto faz.

    1. Mário Fagundes

      Você está mesmo irritada, mas a verdade é que Federer não jogou bem em IW. Poderia ter perdido pra Coric na semi e teria sido justo pelo que o croata jogou. Ontem, naquele tie-break, Federer – que já não acertava o primeiro serviço desde quando sacou para o jogo -, nada sacou. Fiquei com a impressão de que ele sentiu algo. Perder daquela jeito foi muito esquisito. De qualquer forma, foi uma partida emocionante e nervosa, com alguns lances geniais. E, Sônia, não sei muito sobre a vida pessoal de Del Potro, mas ele como tenista faz muito bem ao esporte. Penso ser possível separar as duas coisas. Bjs.

      1. Sônia

        Tem razão Mário, estou sendo MUITO LEVIANA ao trazer problemas pessoais do argentino para o blog, peço desculpas. É que percebo a intenção do argentino (todos os jogos a forma que ele usa para desestabilizar o Federer) e fico irritada pois acho esse tipo de atitude nada digna (desnecessário isso), mas como cada um é cada um, Federer “tem que estar preparado” para esses tipos de tenistas. Beijos.

        1. Mário Fagundes

          Está tudo certo, Sônia. Estava convicto de que você reavaliaria suas afirmativas, pois assim agem as pessoas de bom senso. Além disso, você tem muitos créditos no blog, com certeza. rsrs Bjs!

    2. Horacio

      Soninha, se teve alguem no jogo de ontem que foi milongueiro foi Roger: Ele marcou para o juiz com a raquete de mal jeito uma bola no lugar errado, Depois a camara mostrou que tinha sido boa e nada a ver com o local donde tinha marcado Roger. Ele reclamou porque Delpo tinha pedido um desafio demorado, quando não foi assim. Delpo levantou a raquete pedindo desafio apenas a bola tocou o chao. Delpo sim, foi atrapalhado por uma torcida muito agressiva.Roger estava nervoso,não é para menos: de 6 finais contra Delpo perdeu 4, e as 4 mais importantes: Grand Slam, Master 1000, e dois ATP 500 na casa de Roger, Basileia.

    3. Luiz Fabriciano

      Tênis é assim: quando se erra saques, perde. Quando se comete erros, perde.
      Se assim não fosse, seria empate o resultado final.

  94. João ando

    Dalcim .no outro post vc Me falou da água de tandil ….e alguma insinuação. …..tivemos muitos tenistas argentinos suspenso………

  95. Gabi

    Sônia, gosto muito do quê e como escreve.
    Vc falou que o delpo é valentao contra as mulheres. Como assim??
    Muitos beijos.

    1. Sônia

      Gagi, teve processo da ex namorada, precisou manter distância jurídica por violência física. “Argentinos”, me desmintam se eu estiver falando mentiras. Beijos.

      1. Maria Flor

        Menina aonde você leu isso hihih
        Na boa, se você for falar da fama dele de “garanhão” infiel vá lá rsrs RS o rapaz já teve seus pulinhos de cerca… Mas como ele mesmo disse uma vez “o tênis me deixou bonito ” daí aproveitou seus minutos de fama.
        Mas, agressão acho meio difícil até porque ele se envolve com umas “Marias raqueteras” kkkkk
        Enfim para o tênis ele faz muito bem.

      2. Gabi

        Sônia, muito obrigada por responder.
        Nossa…
        Sei que tem aquela história “será que a conduta do cidadão Delpo afeta o tenista Delpo?”. Ou, indo mais além, “a vida pessoal de um artista ou pensador afeta sua obra?”.
        Muitos cientistas e filósofos dizem que sim, pessoas ruins podem fazer coisas boas.
        Mas, no plano psicológico individual, é muito difícil deixar de fazê-lo.
        Os sobreviventes de Auschwitz por exemplo têm todos os motivos para nem querer ler Heidegger, o filósofo alemão que engrossou as fileiras do partido nazista, ocupou uma reitoria de universidade sob Hitler e jamais fez um “mea culpa” disso mesmo tendo morrido apenas em 1976.
        Será legítimo admirar os filmes de Roman Polanski apesar do crime que cometeu contra uma menor na década de 70 nos EUA? Talvez seja perfeitamente possível imaginar os filmes de Polanski na tela —e o diretor na cadeia.
        Então, o raciocínio aqui é: depende de que filmes/obras/arte falamos.
        No caso do Delpo, ele não produz uma grande obra, apesar de ser um baita de um jogador.
        Por isso…certos crimes não têm perdão e, além de ter de ser punido por ele, sem essa de precisarmos reaprender a separar autores maus de suas obras, que podem ser boas.

      3. Rafael

        O que eu li (na época) foi que a namorada (ou noiva), não me lembro mais – ficou de saco cheio pq Delpo era muito carente e passava milhares de mensagens por dia, ligava o tempo todo querendo saber onde ela estava, com quem, aquelas coisas. Daí ela achou insuportável (o que realmente é) e caiu fora. Ele não se conformou e atormentou ainda mais. Para ter paz, ela pediu uma restraining order.

        Ou seja, se isso for verdade – o que li – Delpo é (ou foi com essa garota) um cara problemático, mas não me lembro de nunca ter lido nada a respeito de violência física.
        ————————————————————————————————————————————-
        E outra, até aqui estávamos comentando um jogo de tênis

  96. Marcelo-Jacacity

    Samuel,

    Grande vitória do Del Potro! Apresentando uma esquerda chapada mais sólida pode almejar ranking mais alto.

    Federer, excepcional jogador, sempre trabalhou muito bem a imagem de bom moço por meio de uma equipe muito competente. Entretanto, os não fanáticos por ele sabem que o suíço sempre se esforçou para ser blasé, muro de Berlim, e quando não o é, revela os chiliques, desrespeito com o público, árbitro e adversário. Mostrando ser alguém que não sabemos quem é.

      1. Marcelo-Jacacity

        Nando,
        Eu nunca passo o pano. O Djokovic é cheio de imperfeições, como o ser humano é.
        Já muitos fãs tratam Federer como Deus perfeito das Galáxias, e não aceitam nada que o desabone.

    1. Sérgio Ribeiro

      Na boa, e’ exatamente ao contrário , a meu ver Marcelo. Em vez de verem as partidas, repetem as mesmas frases feitas da Turminha da Whats. Federer ao longo de sua carreira jamais escondeu suas emoções. Já quebrou muita raquete, várias discussões com arbitragem , e até com Papai mala de jogador. Choro em derrotas e vitórias a perder de vista. Coincidentemente reclamou no USOPEN 2009 contra marcações contra o mesmo Juan Martin. Del Potro e a grande maioria que o enfrenta , também demonstram suas emoções ao menos no abraço Final. O resto é puro recalque de uma geração robotizada. Abs!

      1. Miguel BsB

        Acho normal esses caras darem uma esquentada com árbitros, reclamar ou quebrar raquete de vez em quanto. São ultra competidores, as vezes fica difícil manter a fleuma o tempo todo no calor do jogo. Não depõe em nada contra os seus caráters. Federer, nole, rafa, por exemplo, parecem ser caras legais e educados (pelo menos as imagens a que temos acesso) e parecem ser muito bem quistos nos bastidores do tênis.
        Fora os grandes projetos sociais em que são engajados. Devolvendo parte do muito que ganharam pra ajudar outros que precisam. São grandes esportistas e São exemplo para os demais, apesar de eu discordar dessa história de que grandes campeões tem que ser exemplo fora de seus ofícios. Eles tem mesmo que jogar bem seu esporte e vencer, dentro das regras, claro.

    2. Rodrigo S. Cruz

      Lamentável o teu comentário, Marcelo.

      E muito, muito parcial…

      Não existe jogador que frustrado, não reclame sem razão, em algum momento.

      TODOS, sem exceção são assim.

      Agora, em matéria de CHILIQUE, o Federer nem chega aos pés do Djokovic…

      O sérvio dá pito até em moleque, pegador de bola…

      1. Marcelo-Jacacity

        Rodrigo,

        Concordo totalmente. Só evidenciei que todos reclamam. E o suíço não difere nada dos demais.
        Nadal, Djokovic, Federer, Wawrinka todos já tiveram inúmeros momentos de destempero em quadra. Uns mais e outros menos.
        Pra mim o que vale é tênis jogado. E todos são monstros do esporte e não nenhum ser perfeito ou santo.

    3. Bruno

      Muito parecido com vc aqui no blog caro Marcelo.
      Quando estava ganhando tudo como em 2015 usava de falsa humildade.
      Cheguei ate elogiar aqui como um dos poucos torcedores do djoko com bom senso.
      Bastou o federer a ganhar tudo e aparecer suas bobagens.

      1. Marcelo-Jacacity

        Fala Bruno,

        Você está confundindo as coisas. Humildade? O que tem a ver. Não devemos misturar o pessoal em relação a admirar o tenista A ou B.
        Apenas quis demonstrar que o suíço é mais um tenista com comportamento idêntico a vários outros.

    4. Mário Fagundes

      Pois é, Federer é de carne e osso, não? O que importa é que, ao fim do jogo, cumprimentou amistosamente tanto Del Potro quanto o árbitro. E na entrevista não reclamou da arbitragem que, diga-se de passagem, fez muita merda nesse torneio.

    5. leiticia

      Nem ligue para os comentários dos federistas.
      tentam justificar um erro (o carater duvidoso do federer) com outro (o djoko tb é xiliquento) ou com “ah, ele tb é humano” bla bla. Um erro nao justifica outro.
      o marcos ribeiro explanou mais abaixo muito bem sobre uma das facetas do federer.

  97. Patrik

    É interessante ver o grande campeão ser mais uma vez quebrado mentalmente. Depois de muitos jogos em que fora vitorioso precisamente em razão da ruína mental dos seus adversários, hoje foi sua vez de ruir. Até Hoje, só o Nadal tinha conseguido acessar com certa facilidade a fragilidade mental do Federer. DJOKO conseguiu poucas vezes. E o Delpo nesta tarde mirou no que viu e acertou no que não viu. Mirou no backhand e acertou no mental. Parabéns aos dois. Grande jogo, desses que mostram porque o tênis é fascinante.

  98. Nando

    Mestre, foi um grande jogo…Delpo teve a chance de fechar em 2 sets mesmo, mas depois disso, Federer teve mais chances. 40×15 sacando, ele não deveria (poderia) ter perdido essas chances.
    No tie-break final, jogou mal. Mas exceto esse momento, vemos q esse Federer (de 2017 pra cá) luta mto, não entrega fácil, corre atrás do prejuízo…e isso ora um cara q já conquistou td e é o melhor de tds os tempos, aos 36/37 anos, é louvável.
    Ele deve jogar Miami, só estrearia na quarta ou quinta. O negócio é descansar e capitalizar essa derrota de hoje.
    E qnt ao argentino, ele voltou mesmo.

    Ps: Como elas estão sofrendo hein…agora fazem inúmeros fakes pra comentar aki. Ridículo.
    E mesmo com a derrota de hoje, o N1 no ranking amanhã é o mesmo de hoje kkkkkkkkkkk

  99. Maurício Luís *

    Del Potro, que sempre foi um tenista grande, voltou a ser um grande tenista. Federer jogou o que se espera de um número 1, o que fez do evento um jogaço. O suíço é um fenômeno de longevidade, mas sempre tem aquela pedra no sapato.
    E irrita-me essa jogação de confete em cima dele. Ele é cheio de recursos, cheio de títulos, mas não é um deus.

    1. Jose Yoh

      Também acho que exageram nos confetes lançados. Longe de ser um deus, como demonstrou ontem e sábado.
      Mas Delpo também está longe de ser uma “pedra no sapato” do suiço. Até os 28 anos, a única “pedra no sapato” era um certo espanhol, ainda assim somente no saibro e em algumas outras ocasiões. Depois disso, houve a natural ascensão de Nadal, Djokovic e Murray (que são de outra geração), mas depois dos 30 o que vier é lucro, não é mesmo?

  100. CFSoares

    Federer se aposenta neste ano. Tá levando sufoco de todo mundo (até do Delbonis). Não vai a Roland Garros e vai tentar de tudo para ganhar Wimbledon e aí anunciar a aposentadoria.

    1. Mário Fagundes

      Segundo informações de pessoas que foram a IW o cara quase não treinou para esse torneio. E não sei o motivo. Ainda assim, por pouco não o venceu. E mesmo que você esteja certo, nada ruim encerrar a carreira com o 9º Wimbledon e 21º slam, certo?

  101. Neto

    Boa noite mestre, mais um grande jogo entre eles, como sempre , uma pergunta agora , vc acha que federer devia descansar um pouco e abrir mão de miami?

    1. José Nilton Dalcim

      Ele terá pelo menos seis dias para descansar. E Miami se joga dia sim, dia não. Portanto, dá para jogar, sim.

      1. Fernando Godinho

        Houve algum comentário ou indício de lesão pra tirar ele de Miami?
        Acho que descanso ele pode ter depois já que não deve jogar saibro.

  102. Rafael

    Realmente a atitude de Federer em um determinado ponto foi bastante deselegante:
    No ace que fecharia o segundo set e foi desafiado ( a meu entender no tempo correto) por Delpo, Federer reclamou do juiz o fato de Del Potro ter supostamente demorado pra desafiar, mas ora bolas, a bola foi fora, ele queria ganhar o set com uma bola marcada errada?
    Atitude no mínimo mal pensada no calor do jogo, mas que achei decepcionante.

    1. Marcos Ribeiro

      Rafael, você pôs o dedo numa ferida! Federer de fato quis ganhar o set com uma bola marcada errada, não há qualquer dúvida quanto a isso. E o seu comentário me lembrou que o hawk-eye foi implantado quando ele estava no auge do seu domínio no circuito (não do seu jogo, que está no auge de uns 2 anos para cá), ele era ainda mais idolatrado do que é e foi talvez o único ser humano no planeta que foi contra esta importante evolução no jogo. Na época, a idolatria era tanta que, havendo dúvida sobre se uma bola sua tinha entrado ou saído, a tendência era de ser marcada bola dentro, era o que normalmente acontecia. E isso era claro. É mínima a probabilidade de que alguém tão inteligente e com tanto discernimento como Federer ter se oposto ao hawk-eye pelo bem do jogo, e enorme a probabilidade dele ter se oposto porque sabia que o hawk-eye contrariava seus interesses estritamente pessoais de vencer o máximo possível. Isto me deixou, desde então, uma tanto crítico em relação ao Sr. Federer, mas tb reconheço nele muitas qualidades positivas. Na realidade, personalidades em geral, incluindo atletas e artistas, tendem a ter um ego inflado (o que, para mim, já é um motivo suficiente — entre outros — para não idolatrar nenhum deles). Portanto, voltando ao comportamento que você comentou, e concluindo, considero que ele não se deveu ao calor ou rapidez do momento, e sim que ele revela uma característica do Federer. Mas bola prá frente, todos nós temos os nossos defeitos e devemos nos concentrar é no que está sob nosso controle. 🙂 Boa semana!

      1. Luiz Fabriciano

        Ao menos de vez em quando, aparecem pessoas que conseguem enxergar um pouco mais além da idolatria, o que é muito positivo, em todos os aspectos.

  103. Rodrigo S. Cruz

    Pobre MC das lamúrias…

    O Federer não pode perder um joguinho sequer, que ele já comemora como se fosse final de Copa…

    (rs)

  104. Marcos Ribeiro

    Federer tem motivos para estar irritado: pensou que estava de novo em céu de brigadeiro, como no início da carreira, e logo neste período que Djoko e Nadal saíram da sua frente por um tempo, retorna o Del Potro e sobe o Coric para atrapalharem os seus planos. KKK Mas para quem gosta de ver disputa de verdade, assim é bem melhor. 🙂 VamoQueVamo!

  105. Andre C

    Fala mestre

    Graças a deus a torre de Tandil voltou. Como faz falta ver o hermano disputar jogos grandes!

    Venceu o melhor ao longo do torneio. E deveria ter sido em 2 sets.

    No feminino uma pena. Acho a japonesa nada diferente das demais que ficam batendo forte na bolinha.
    A russa para mim é mais bacana de assistir. Lembra a Henin. Muita variação. Tênis arte.

  106. Luis

    Dalcim fica frustração pelo Federer ficou muito perto título no 5/4 3 set,conseguiu final mas deve jogar Miami com número 1 não garantido,Del potro fez grande jogo,mas seria melhor vitória suíço deu silêncio final rs

  107. Samuel Alves

    Ao que parece, Federer tem um caráter duvidoso; às vezes demonstra um certo esnobismo e arrogância em determinadas atitudes. Não há o que falar dele como tenista – o melhor. Mas como pessoa… fico com um pé atrás sobre sua simplicidade.

    e parabéns Del Potro !

    ps: Atualmente, o mundo do tênis estava precisando mesmo de um tempero, de uma variação salutar.

    1. Sandra

      Concordo plenamente com você , Federer man não é mais a unanimidade que era, seja por comentaristas ou torcedores

      1. João ando

        Deve ter sido a bolada no corpo…para intimidar o argentino…ele jogou no corpo e não no chão a bola..

        1. Sérgio Ribeiro

          Bolada no corpo como intimidação , Ando ? Me admira você macaco velho do Esporte rs , não saber que este e’ um dos recursos mais antigos que existe. Ainda bem que Thomaz KOCH e Narck estavam na transmissão… Juan Martin somente olhou esperando as ” famosas desculpas ” . Segue o jogo rsrsrs Abs!

          1. joao ando

            sim sergio e um recurso velho ..mas ele nao gosotu e nao aceitou o pedido de desculpas do roger… estou como advogado do diabo… eu quando jogo duplas eu jogo em cima memso… sim cocncordo com vc .faz parte do jogo…nao tinha como jogar no chao a bola ,estava muito perto… mas oargentino reitero nao gosotu

    2. Ivan Osses

      Exato…todo mundo acha ele um Lord, mas tbm te seu lado negro. Massssss hj foi o dia de Delpo nada mais justo. Jogasso

      1. Leandro

        Teu “mestre” ficou 4 anos na seca levando pau de todo lado, amigo.
        É melhor tu baixar essa bolinha aí…
        HAHAHAHA

    3. Paulo

      Concordo!
      É muito fácil faire play quando está ganhando o jogo, dizer que o adversário deveria ter ganho, que a bolinha do adversário foi dentro mesmo etc.
      No jogo ontem, qdo estava em maus bocados, vimos o cara irritadinho, xingando, batendo boca, de cara feia para árbitro, torcida, barulho etc!

    4. André Barcellos

      Se Federer não fosse tinhoso em quadra ele não seria o campeão que é. Mas não deixa de ser um cavalheiro, por todo mundo que o conhece fora da quadra. Pessoalmente valorizo ainda mais o cara não ser naturalmente frio e saber se controlar na maior parte da vezes.
      Ser uma cara com a envergadura do suíço não é fácil. E ele escolheu ser uma espécie de embaixador do tênis.
      Deve ser barra ser mundialmente conhecido e adorado, inúmeros patrocinadores com suas demandas fora da quadra, exigência dos treinos, viagens e inclusive família (grande).
      Apesar de lidar com tudo isso muito bem, num dia emocional como ontem dá pra ver ele saindo da linha.
      É humano.

Comentários fechados.