Gigantes
Por José Nilton Dalcim
27 de janeiro de 2018 às 19:18

Carol Wozniacki e Simona Halep mostraram neste sábado em Melbourne porque o tênis é um esporte tão admirável. Esqueceram o nervosismo e se concentraram em jogar o melhor que lhes cabia em busca de um sonho. Deram um espetáculo de quase três horas, onde cada uma dividiu chances e lances de tirar o fôlego. Lutaram por cada ponto como se espera de dignas campeãs.

Infelizmente, apenas uma poderia sair com o troféu tão desejado e Wozniacki, que era quase uma carta fora do baralho nos últimos seis anos, enfim encerrou um longo pesadelo de cobranças e desconfianças. Contratou técnicos renomados, jamais se acomodou com seu destino. Quando virou aquele jogo perdido de segunda rodada, perdendo de 1/5 no terceiro set e encarando match-point, ganhou a motivação que faltava para o grande salto.

Só há exemplos positivos a se tirar desta histórica final feminina da Austrália.

De um lado, Carol e sua resiliência. Criou coragem para assumir uma postura menos defensiva, deixou de ser uma passadora de bola maratonista para buscar um jogo mais moderno, que lhe rendesse pontos mais rápidos no saque ou nos golpes de base. Procurou um novo destino e mostrou que tanto esforço vale mesmo a pena.

Do outro, Halep colocou todo o coração em quadra. Machucada desde a estreia, teria uma desculpa pronta para uma eliminação precoce. Decidiu lutar. Fez partidas duríssimas, salvou match-points. Chegou à decisão com clara desvantagem física e adotou outra postura tática. Partiu para o risco, ousadia que lhe faltou nas duas chances de Roland Garros, e não se entregou até a última bola.

É bem provável, e seria muito justo, que Halep tenha o mesmo destino de Wozniacki e, em algum momento, realize o sonho e levante seu troféu de Grand Slam. O tênis feminino saiu muito valorizado destas duas semanas de intensas batalhas e extrema vontade de vencer.

Tomara que a final de sábado motive Roger Federer e Marin Cilic a jogar com semelhante entrega. Claro que há uma diferença sintomática: existe um grande favorito, inclusive do público. Desde Wimbledon de 2003, quando explodiu para o tênis, o suíço jogou 56 torneios de Grand Slam e somou nesse trajeto 19 títulos, 30 finais e 43 semis. É o currículo mais invejável da história do tênis e provavelmente jamais se repetirá.

Ainda assim, não existe jogo vencido na véspera e Cilic precisa acreditar nas suas chances, como fez na semi do US Open de 2014. Isso passa por um grande aproveitamento de primeiro saque, forçar devoluções, pegar bola na subida para não dar espaço ao adversário e arriscar paralelas dos dois lados. Um arsenal exigente, é claro, mas o croata tem experiência suficiente para isso.


Comentários
  1. Fernando Pauli

    Olhando a estatística do jogo no site do AO, os sets que o Federer ganhou 6×2, 6×3 e 6×1, ele teve de % de 1º serviço respectivamente ao Cilic: 67 a 52, 81 a 50 e 61 a 71. E a % de pontos ganhos com o 1º serviço nesses sets onde venceu de: 92 a 55, 82 a 70 e 71 a 50. Ou seja bem acima do Cilic, inclusive no último set. No segundo set que perdeu no Tie break foi: dos 59% de acertos de 1º serviço ganhou 83% dos pontos e o Cilic dos 60% ganhou 77% dos pontos, daí o equilíbrio. E no 4º set que saiu na frente em 3 a 1 e tomou 5 games seguidos, pasmem dos 36% de acerto do 1º serviço ganhou 67% e o Cilic dos 77% de acerto ganhou 75% dos pontos. Essas alternâncias em sets está justamente onde quem sacou melhor em cada momento do jogo tanto nos acertos de 1º serviço e pontos conquistados com ele. Federer poderia ter liquidado a partida em três sets diretos se tivesse jogado melhor o Tie Break. E Cilic poderia complicar a vida do Federer no quinto set se o tivesse quebrado no primeiro game. Vale destacar tanto nessa final como a do ano passado a luta do Federer em não desanimar tanto no 5º set contra Nadal que estava a perder por 3 a 1 como ter salvos 3 break points no primeiro game do 5º set contra o Cilic. Outrora a viola já teria ido pro saco a muito tempo.
    Veja que Federer para se impor em um jogo seja contra quem for necessita do 1° serviço e mais, da % ganha com ele. Enquanto ele tiver essa arma a seu favor ele irá continuar jogando juntamente com o físico em dia.
    Salve Federer com seu 20º GS e acredito que ainda contando.
    Esperando pelo post Dalcim!

    Responder
  2. Eduardo Feitoza dos Santos

    O melhor de tudo no AO ficou guardado para cerimônia de entrega do troféu para ROGER. Muita emoção para uma pessoa que está acostumado com tudo isso.Ele dedicando o título para a MIRKA para seus pais e toda sua equipe .OBS: que trabalho “dificil” é esse do LIJbicic seu técnico,kkkkk.
    O cara fez acredito que milhares de pessoas se emocionarem com o seu feito.
    Belo trabalho da ESPN que transmitiu o AO e no final acompanhou o campeão ,parabéns a todos.
    E agora aguardemos o próximo torneio para acompanhar e que venhas mais títulos.
    Vida longa ao REI do tênis.

    Responder
  3. Sérgio Ribeiro

    E não é que foi no Quinto mesmo ( Comentário das 20 h e 28 min de ontem ) ? E Marin Cilíc mostrando o porque de uma terceira Final de SLAM . O Aposentado em 2013 pelos de sempre, passa a ser caso não esteja equivocado, um dos dois Únicos Tenistas Masculinos a vencer TRÊS SLAM em Todos os Tempos ( o outro e’ Rosewall ) na História do Esporte incluindo a Era Amadora, acima dos 35 anos. E mostrando que com a sua incrível variação de jogadas ( o bate-pronto na linha de Backhand primoroso que impediu a quebra no início do Quinto ) , torna-se perigosíssimo quando saudável. A bailarina chorona ( que barato !!!) se bobear belisca o N1. Somente espero que o maior vencedor de titulos também no AOPEM , se lembre de como enfrentou Delpo no USOPEN. E foque em ficar absoluto também no SLAM Norte-Americano . Abs!

    Responder
  4. Rafael

    É interessante ver a manifestação de interesse pelo tênis feminino subindo de nível aqui no blog. Eu, que cheguei a acompanhar desde Martina, Lloyd, etc, sempre gostei.

    Acredito que a falta de alguns ídolos do masculino tbém possa ter animado a turma a dar aquela olhadela mais carinhosa para o feminino.

    Finalmente, que monstro é Roger. Está começando a ficar surreal, o que não esconde o fato de que o torneio foi esvaziado pela falta de competidores à altura.

    E a renovação que todos queriam quando Djokovic ganhava tudo? Agora, fica claro que tudo não passava de papo furado. Queriam o status quo, com o diferencial que fosse Federer o vencedor no lugar de Djoko.

    Abs!

    Responder
    1. Sérgio Ribeiro

      Desse vez discordo dos dois tópicos , Caro Rafael. As meninas fizeram por merecer maior atenção em virtude de jogos muito emocionantes e se superando no nível de jogo. Sem falar da beleza. Quando a Rainha atropela , e’ muito pouco comentado. Uma rejeição pra lá de inexplicável para uma Atleta de altíssimo rendimento. Novak e Rafa foram vítimas de seus péssimos gerenciamentos de carreira. A novíssima geração se fez presente com o Sul-Coreano tirando vários TOPs inclusive o Sérvio. Caiu para o Campeão. E Cilíc aos 29, se achou no direito de encarar o N 1 de igual. Como atual N 3 também caiu para o dono do Título. O TOP 10 está sendo totalmente renovado. Outros tempos. ABS!

      Responder
  5. Eduardo Feitoza dos Santos

    Boa noite pessoal. A final masculina teve uns momemtos meio estranhos,vamos lá. O início foi como sempre o CILIC na hora de enfrentar os grandes numa
    final começa muito nervoso e errando demais,por outro lado, o REI não perdoa e aproveita o momento e faz o jogo ficar no seu controle e faturar mais um caneco com alguns deslizes.
    20 SLAM para o maior de todos .
    A posição de número 1 está próximo e não tem como o NADAL evitar pois além de tudo está quebrado,reclamando de tudo e quero ver se ele vai ser fominha
    e ir jogar em ACAPULCO para tentar impedir mais um feito do REI.
    Por outro lado o FEDERER mantendo as escolhas certas e poupando o fisíco irá jogar por muito tempo e mostrando a todos o quanto ele ama o tênis e nós agradecemos por poder presenciar jogos incríveis e que venha mais titulos .
    Valeu pessoal vamos aguardar a equipe apurar e ver quem ganhou o desafio .
    Tenho esperança que seja eu ,pois acertei o resultado das meninas corretamente e na ordem ,agora no masculino acertei o vencedor e apenas o 3 set corretamente ,pos apostei 3 x 0 para o FEDERER

    Responder
  6. Carlos Henrique

    Tem gente que gosta de desmerecer a Carol Wozniacki.
    A moça tem agora o grande slam que faltava, 27 títulos wta, quarenta e tantas semanas como número 1 do ranking. Será que é tão ruim jogadora assim? Ganhar tantos títulos e ser número 1 não é para qualquer um (ou uma)…
    Quem critica é que deve ser bom, pelo jeito.

    Responder
  7. Rafael Wuthrich

    Só consegui assistir aos highlights de Wozniacki x Halep. Dinamarquesa jogou muito, a exemplo do que fizera na semi. Agressiva, usando as paralelas, sacando bem e incrivelmente indo à rede para encurtar pontos, nem parece a mesma jogadora que foi vice 2x do US Open e foi número 1 do mundo empurrando bolinha.

    Nitidamente mais magra e rápida, Woz mostrou que é sim possível mudar. Se não sua essência, como bem observou Meligeni no Pelas Quadras, já que a correria e a defesa continuam em seu DNA, a aplicação tática e a capacidade de se portar de forma diferente em quadra.

    Embora ainda sofra do “nadalismo”, isto é, recorrer à defesa, correria na linha de base, balões e troca interminável de bolas à espera do ENF nos momentos de aperto, fato é que a dinamarquesa surpreendeu com uma postura mais corajosa e agressiva, desde o primeiro game. Mesmo quando Halep empatou o jogo e virou o placar para sacar para o título, o jogo esteve nas mãos de Wozniacki, não da romena. Por isso acho que o resuktado foi justíssimo. E, como observado, não concordo com aqueles que acham que a dinamarquesa só empurrou bola. Nesse AO isso não foi nem de longe verdade. Merecido título e número 1.

    Sobre Halep, difícil falar. Ao contrário dos 2 vices anteriores, em que jogou pessimamente em RG, não há o que se reclamar da romena. Levando em consideração o desgaste físico sofrido, a questão mental e o que Wozniacki estava jogando, é de se louvar a forma com que a romena agrediu e conseguiu buscar a desvantagem. O problema foi o custo físico e mental de sair atrás e que certamente custou caro na parte final da partida.

    Embora eu seja reticente com mais uma frustração para a romena, acho que ela deve sair mais orgulhosa daqui do que quando foi vice em RG/17 ou quando assumiu o número 1 mais na base do fracasso alheio que por próprios méritos. Mas tem que melhorar sua postura. Muito sofrimento veio de jogos em que não deveria ter cedido breaks. Há espaço pra melhora.

    Responder
  8. Márcio Souza

    E o GOAT leva mais um caneco para casa.

    O 20° caneco no geral e 6° do AO para desespero dos urubus e aves de rapina que tanto menosprezam e ridicularizam suas conquistas.

    Falando nessas figuras, eu fiz questão de hoje após o título do Federer e depois de acender a churrasqueira, eu fiz 1 minuto de silêncio em homenagem aos urubus e aves de rapina do Blog, figuras como Luiz Fernando, Mário César, Oswaldo e Aranha, Chetnik, Léo Gavio e tantos outros e inclusive fakes de marca maior e tanto nos alegram e nos brindam aqui com os seus comentários tão espirituosos kkkk

    Galera não esqueci de vocês não kkkk

    A propósito a PICANHA estava uma delícia como sempre kkk

    Assim que Federer quebrou o Cilic fazendo 5 a 1 e antes de sacar pra fechar o jogo, ele falou alguma coisa pro Cilic que no momento confesso que não entendi, mas vendo agora com mais calma, consegui entender, ele disse:
    – Cilic, você quer CPF na nota?
    O Cilic falou:
    – O que?
    Ai o Federer falou:
    – Então toma! kkkkkk

    Responder
  9. LAIANE

    Caro Dalcim, e mais uma vez ele me fez chorar. Fiquei feliz demais pelo 20º , mas ao mesmo tempo nostálgica. Já sinto saudades Roger. Saudações, a todos Federistas do blog!

    Responder
  10. André Barcellos

    Cilic esteve muito perigoso o jogo todo, exceto no começo. Mas Federer soube segurar o homem no terceiro set, quando já jogava arriscando tudo.
    O jogo teve qualidade , sim.
    Mas o que me impressionou mesmo foi a velocidade das trocas em certos momentos. pancadaria muito rápida, com Cilic pegando cedo também.

    Responder
  11. José Eduardo Pessanha

    Mestre, sei que você vai falar que é muito difícil, quase impossível, Nadal alcançar Federer, mas hoje foi a pá de cal. rs. Recorde mais do que garantido.
    Como os caras tão sofrendoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo.

    Abs.

    OBS: Pra melhorar, só falta um RG em cima do Ogro.

    Responder
  12. Rodrigo S. Cruz

    O que mais importa destacar pra mim, é o choro do suíço ao final da entrevista.

    Depois de TUDO que o conquistou na carreira, comemora este vigésimo título de Major, como se fosse o primeiro…

    Só ele mesmo.

    Somente Roger Federer!

    Quem quiser que fique com seus Djokovics e Nadais…

    Eu sou FEDERER!

    20 VEZES MAIS!!!

    Uhuuu!

    Responder
  13. João sawao ando

    E ganhou….achei que o cilic iria ganhar pois estava muito bem…mas a quebra no segundo game matou o cilic….realmente como disse o Meligeni o melhor de todos os tempos. ..vamos Roger rumo ao 25 Grand slam

    Responder
  14. Sônia

    Federer, é muita emoção, muita alegria, ICOSACAMPEÃO, uau uau uau, clap clap clap clap clap clap clap, eu não consigo parar de chorar… “it’s killing me”. Beijos.

    Responder
  15. Jônatas

    Infelizmente não consegui ver o jogo mas foi emocionante ver a reação da Carol. Muito merecido.
    Simona também nota 10. Foi parar até no hospital depois para reidratação!!!!

    Responder
    1. Ziggy Stardust

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      BOA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Responder
  16. Ziggy Stardust

    FEDERER!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!
    FEDERER!!!!!!

    Márcio Souza, prepara aquele churrasco bagual !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Que felicidade, que felicidade, que felicidade, gente boa !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder
  17. Chetnik

    Que dia negro para o tênis. A maratonista baloeira, infelizmente, venceu uma batalha física. Coitada da Halep, 3 vices de GS. Dessa vez não dá pra falar de fraqueza mental ou pipocada da Halep. Faltou foi um pouco de sorte. Últimos games a Balãozniacki só fez se defender, e cada bola caía lá no fundo da quadra.

    PS: O tempo médico da tenista são joão foi o mais mandrake que eu já vi…

    Responder
      1. Mário Fagundes

        O choro é livre!!! rsrs
        Wozniacki campeã!!! Que torneio bacana as meninas fizeram!!! Vc discorda disso?
        Federer 20 vezes!!!
        Vou aguatdar o post!!!

        Responder
    1. Paulo

      Eu tb torci contra a wosni. . Teus comentários são muito bons, e ainda bem que vc os mantêm mesmo com muita gente te falando para parar. Federer muitichato

      Responder
  18. Alessandro Sartori

    A dinamarquesa só ganhou um Slam e voltou a ser 1 pq o nível do feminino ta nivelado por baixo, primeiro escalão Serena, segundo escalão a irmã Venus, terceiro escalão Sharapova e Azarenka, aí vem um pelotão de iguais no quarto escalão incluindo a dinamarquesa, mais pode dar qualquer coisa nos torneios, tem umas 15 no mesmo nível dela…quanto ao masculino, esse Cilic “estragou´´ a final, e como tem sorte esse croata, já tem um 1000 na carreira e um slam coisa que um monte de tenista melhor que ele não teve…

    Responder
  19. José Eduardo Pessanha

    A Mladenovic foi campeã de duplas, mesmo estando numa fase difícil nas simples. Só assim para seu namorado Thiem ver uma taça de Grand Slam. rs

    Abs

    Responder
  20. Alexandre Maciel

    Dalcim, por quê as mulheres usam muito mais o swing-volley ao invés do voleio tradicional? Não consigo ver uma razão uma vez que o swing-volley, a meu ver, é um golpe de difícil execução.

    Responder
  21. Marcelo Reis

    O Cilic tem que :

    Sacar mega bem
    Mandar míssel nos forehands na linha
    Paralelas ótimas na linha de backhand

    Aí ele poderá ganhar até de 3 a 0. Agora, se ele vai conseguir, são outros quinhentos.

    Se Federer jogar mega bem, nada disso acima mudará o rumo da partida.

    Responder
  22. Nando

    Pois é, amanhã Federer terá a chance de ganhar seu 20° Slam…lembro q mtos aki disseram q ele não ganharia mais nenhum, e q cotonete em 2018 (esse ano) ultrapassaria os 17 Slams (números da época) do Federer…

    Responder
  23. Nando

    Mário,venho aqui pedir desculpas para você depois que falei com um tenista sobre você fiquei impressionado com sua conduta ele disse que você é muito bem informado e me mostrou alguns videos você treinando com Rafael Nadal até com Federer desculpe.

    Responder
  24. Marcelo-Jacacity

    Pessanha,

    Apesar de nunca ter sido muito fã da Wozniak, fiquei feliz pela força de vontade e evolução da dinamarquesa, que se tornou mais agressiva.
    Halep merecia o título também, porém, precisava ter definido as partidas iniciais mais rapidamente.
    Prefiro Wozniak e Halep à unidimensional Sharapova.

    Responder
  25. Gilvan

    Achei o jogo espetacular. Halep e Wozniacki deixaram tudo em quadra. Fiquei triste pela romena, mas esta claro que em breve ele vai quebrar essa barreira.

    Responder
  26. Marcelo-Jacacity

    Lucas,

    Não tentei desvalorizar o torneio. Pelo contrário, no feminino foi muito bom. No masculino o nível técnico poderia ter sido bem melhor. Mas se você acha que o o torneio dos homens foi excelente, tudo bem.

    Fique tranquilo, o Federer ganhará amanhã. Não se preocupe com o Djokovic, primeiro ele precisa estar saudável, o que está, infelizmente, longe de acontecer. E esqueça as últimas derrotas em Wimbledon e UsOpen do suíço para o sérvio, isso é passado. O presente é do Roger.

    Responder
  27. Eduardo Oliveira

    Maravilhoso texto José Nilton!

    destaco quando foi dito que o tênis masculino deve jogar com semelhante entrega, como foi no feminino.

    Impressionante o espírito de luta de Simona Halep. Também impressionante a reviravolta que a Caroline deu na sua trajetória depois daquele jogo quase perdido.

    abraços!

    Responder
  28. José Eduardo Pessanha

    Dalcim,

    O interessante é que a Wozniacki, mesmo tendo somente 1 ano a mais do que a Halep, tem muito mais tempo de circuito do que a romena. Situação muito parecida com a do Nadal, que apareceu no circuito muito antes do Djokovic e do Murray, mesmo tendo idade próxima à dos dois.

    Abs

    Responder
  29. Eduardo

    Dalcim, você teria esses números de slams disputados, títulos e finais de Borg, Nadal, Djokovic, Laver e Sampras ? Fiquei curioso …Obrigado !

    Responder
      1. Guilherme Maran

        Ninguém joga ou jogou mais tênis q Federer.
        A técnica é absurda e beira a perfeição.
        Qualquer professor de tênis irá ensiná-lo tal quel executa Roger os seus golpes.
        Vida longa ao Rei e q sirva de motivação e inspiração as novas gerações ????????????

        Responder
  30. PIETER

    Se, por um lado, ao finalmente vencer o tão sonhado e cobrado Grand Slam, Wozniacki certamente tira um peso gigantesco dos ombros, de outro, penso que não vai ser tão provável ela vir a conquistar mais um desses títulos pois, hoje, mesmo com a Halep exaurida e contundida no tornozelo, quase a dinamarquesa perde.
    Penso que ela terá que seguir evoluindo em seu jogo, principalmente o saque que ainda é um tanto vulnerável se quiser conseguir mais um títulos desses.
    E Federer tem, sim, um certo favoritismo mas se não jogar bem e se impor desde o início, o Cilic pode bem aprontar uma surpresa desagradável para os fãs do Maestro.

    Responder
  31. Ed Jr

    Belíssima final feminina. Emocinante, bem jogada, boas historias. Em tempos sem Serena, e q o fabfour está se desmanchando, c exceção do melhor deles, o tenis feminino foi o melhor do torneio. Desde quando acompanho tenis, época do Guga, nao sentia isso. PS espero q os fãs de Nadal e Federer percebam o quanto Djoko foi, é, essencial pro tenis nao ser um mero dueto de estilos. Sem ele o circuito masculino so tem Federer como grande atração.

    Responder
  32. Bruno Macedo

    Dalcim, a Serena dominou o tênis feminino por muito tempo, ganhou mais Grand Slam que o Federer, claro q devemos guardar as proporções, mas é um fato que em números ela ganhou mais. Surgiram para o Federer dois grandes rivais, Nadal e Djokovic, mas para Serena não apareceu nenhuma mulher que pudesse representar para Serena o q o Nadal representa para o Federer. Certo?

    A minha pergunta é: Pq vc acha q isso ocorreu? Vc acha q a Serena tinha muito mais habilidade e técnica do que suas adversárias? Mais força física? Mais força mental? Vc acha q surgiu no tênis feminino (na mesma época que a Serena) alguma garota que fosse mais talentosa que a Serena e q só não tenha se destacado tanto quanto ou mais por ter uma cabeça fraca?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Não. Acho que Serena teve várias adversárias de respeito ao longo da carreira, porque atravessou várias gerações. Acho que Henin tinha mais talento que a Serena, mas não a mesma força e se enjoou muito cedo do tênis, ao contrário da Serena que continua com fome de títulos. Azarenka foi também uma adversária tecnicamente à altura e infelizmente não teve ainda uma grande sequência.

      Responder
  33. Sérgio Ribeiro

    Espantadas as Zebras no árduo caminho até a grande Final , Carol e Halep fizeram uma partida digna de Final de SLAM. Sinceramente acho difícil que alguém tenha sentido falta da Norte-Americana, neste jogo de superação. Confesso que me emocionei com ambas. Quem gosta mesmo do Esporte não pode deixar de reconhecer seus méritos. Alguns comentaristas infelizmente ainda se prendem a chavões, provavelmente por nem terem assistido. E quem pode tirar também os de Marin Cilíc em sua Vitória corajosa sobre o N 1 ? Taticamente soube explorar as brechas dadas pelo Espanhol com muita disciplina . Tenho certeza que o N 3 vai tentar apagar a pífia atuação contra Roger em Wimbledon 2017. O Craque sabe que a possibilidade de uma partida dura, e’ mais que real. Não será nenhuma surpresa se for a 5 Sets. Pelo menos , a meu ver. Abs!

    Responder
  34. Victor Chittolina

    Mestre, o Roger ainda não ganhou o vigésimo – o que pode mudar daqui a umas 12 horas. Aviso só pra não te acusarem de torcida kkkk

    Quanto à final feminina, Carol foi muito merecedora. Vai ter que concorrer ao Laureus de “volta do ano” (ou algo assim). Você acha que agora, sem esse peso de ganhar o primeiro, ela pode vir a conquistar mais Slams?

    Responder
  35. Marcos Castillo

    Gostei muito de sua observação sobre a evolução do jogo da Wozniacki, Dalcim. Alguns “especialistas” deste espaço a criticam por ser baloeira, mas são fãs de jogadores que jogam na base do maratênis. Vai entender… Além disso, não se deram conta de como o jogo da dinamarquesa está muito mais completo do que antes. Abs!

    Responder
  36. Diego Silva

    Dalcim me perdoe te corrigir , mais são 19 títulos de grand slan , VC disse 20 .

    Dalcim , como VC acha que sera os próximos torneios ?
    E TB se o federer tem alguma chance de vencer mais slans ate o final da carreira , principalmente o grand slan francês ?

    Responder
    1. José Nilton Dalcim

      Já foi corrigido, mas grato mesmo assim, Diego. Sim, Federer em forma tem chance, principalmente nos pisos mais velozes. Portanto eu não incluiria Roland Garros.

      Responder
  37. horacio nelson wendel

    Não se esqueçam que Wozniack perdeu 6 finais de torneios em 2017. Isto mostra que foi a tenista que mais evoluiu nos ultimos 2 anoa.
    Prevejo que Wozniack manterá a liderança do ranking nos proximos 2 anos.

    Responder
  38. Wladner

    Grande Dalcin, sei que tá difícil de tirar o número 20 da cabeça mas Federer ainda está no 19. Mas confesso que não vejo a hora do 20 chegar!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *