Final brasileira?
Por José Nilton Dalcim
17 de novembro de 2017 às 17:44

Na sequência de tantos feitos extraordinárias com que presenteiam o tênis brasileiro, Marcelo Melo e Bruno Soares estão próximos de uma façanha inédita e também espetacular: decidirem entre si o ATP Finals de Londres, o quinto mais importante torneio do tênis profissional masculino e o único grande troféu que os duplistas mineiros ainda não conseguiram levantar. Está na hora.

Como era mais do que esperado, Bruno Soares e o escocês Jamie Murray garantiram a segunda vaga do grupo ao derrotar justamente Melo e o polonês Lukasz Kubot. O primeiro set foi bem fácil, mas o segundo teve a competitividade necessária para se evitar maiores especulações. O que importa é que, pela segunda vez na história do Finals, os dois mineiros jogarão a semifinal de sábado, repetindo 2013. Melo, ainda ao lado de Ivan Dodig, já decidiu o título uma vez, em 2015.

O caminho para o domingo não é fácil para nenhum dos dois. Líderes do grupo, Soares e Murray vão encarar às 16 horas os superentrosados Henri Kontinen e John Peers, atuais campeões, com a meta de atingirem a final de Londres pela primeira vez. Já Melo e Kubot abrem a rodada às 10 horas e terão pela frente a ascendente parceria formada entre Ryan Harrison e Michael Venus, invictos até agora no Finals e inesperados campeões de Roland Garros deste ano.

Em simples, deu a lógica. Nos primeiros games, até parecia que Dominic Thiem havia superado seu eterno problema com a postura defensiva sempre muito firme de David Goffin. Ledo engano. Pouco a pouco, o belga dominou as ações e só perdeu mais dois 14 games seguintes, algo que se pode classificar como um pequeno massacre. Houve alguns games duros, porém raramente se viu Goffin sob pressão.

Dessa forma, as semifinais estão completadas. Goffin será o adversário de Roger Federer às 12 horas com a dura missão de interromper a série de seis derrotas consecutivas. Há poucas semanas, na Basileia, levou uma surra do suíço, mas as condições eram bem mais velozes do que na arena O2. Sua dificuldade começa com a necessidade de devoluções agressivas para entrar mais nos pontos e tentar explorar seu ótimo backhand, mesclando paralelas. Federer é favorito, sem dúvida.

Em seguida, às 18 horas, Grigor Dimitrov enfrentará o surpreendente Jack Sock. O norte-americano historicamente tem 3 a 1 nos duelos diretos. A principal referência no entanto é o confronto de março em Indian Wells, um piso também um tanto lento, e o norte-americano venceu de virada por apertados 7/6 no terceiro set porque Dimitrov vacilou mentalmente na hora h. Esse tom emocional deve ser a tônica desta semi e, como continua sem nada a perder, Sock se torna um adversário extremamente perigoso. Baixar a bola no backhand e não permitir que o norte-americano fuja para bater o forehand é um bom caminho para Dimitrov.


Comentários
  1. Sérgio Ribeiro

    O Olhar do Craque Suíço para Goffin , jamais seria de desdenho no comprimento Final. O Belga emocionado não poupou elogios ao seu ídolo. Quem ama o Esporte sabe que ele vive do Impresivel o tempo Todo. Nem eu como seu fã N 1, imaginei que depois de 2013 , faria uma campanha em 2017 , tão ESPETACULAR . A renovação precisa acontecer. Federer jogou com Zverev ( 16 mais jovem) e com Goffin ( 10 ) de igual . E ainda vai jogar a possível saideira ( 2018) , em alto nível. O Ex-pegador de bolinhas ( Edberg nunca esquece ) , sabe o que faz. Luthi passa o ano inteiro com ele , dai o fato do ” agorrante Suíço ” não elogiar na midia seus Treinadores. Saiu da quadra em Wimbledon 2017, e entregou o Troféu para Edberg. Ljubicic simplesmente ,sorriu. ABS!

  2. André Barcellos

    Federistas, aguentemos a zoação porque é merecida.
    Goffin jogou muito bem.
    Federer não se sentiu confortável no torneio inteiro, isso era nítido, mas eu cria que ele elevaria o nível na hora certa.
    Não rolou…

  3. Sônia

    Quem diria Dalcim, Dimi vs Goffinzinho na final do FINALS, torneio este de extrema importância, só perdendo para os Slams. Torneio que define o CAMPEÃO dos CAMPEÕES rsrsrsrs. Dimi e Goffin, tão criticados, tão menosprezados… um deles será O CAMPEÃO rsrs. Enquanto isso rsrsrsrs, o tal monstro rsrsrsrs… na boa Dalcim, estou rindo aos borbotões, pois quem eu queria que não vencesse esse torneio de jeito nenhum (disseram que ele seria “o campeão” rsrsrs), vergonhosamente caiu cedo rsrsrs. VERGONHA! TEM TODO ANO rsrsrs e não consegue vencer rsrsrs. Caba não mundão, caba não rsrs. Nessa final torcerei para que seja um jogaaaço pois gosto de ambos, lindos “por demais”. Beijos.

  4. Viana

    Viva o tênis. Viva Goffin, viva Federer, viva Nadal, viva Dimitrov!
    Muitos xingavam Nadal… ” como perde pro Goffin…”. Xingavam Goffin…” fraco, não defini o jogo”
    Agora falam q o Federer não esteve 100%…
    Besteira!
    O tênis é assim. Nós é que estamos mal acostumados com alguns caras acima da media e queremos cobrar sempre essa postura de todos, mas não da pra ser sempre assim!
    Que bom que o tênis terá um novo campeão…
    Que bom q Federer e Nadal ainda estão brigandone batendo nos moleques.
    Tem dias q o saque não entra, o joelho dói e mesmo assim VC tenta, mas não da.
    Quem já pisou numa quadra sabe que “tem dia que é noite” ….
    Nesse nivel de tênis, piscou… Dançou!
    Viva esse esporte maravilhoso

  5. Rodrigo Lightman

    Sem querer desmerecer o Goffin, Federer teve uma crise existencial entre o primeiro e segundo set. Jogou o primeiro set como sempre, parecia mais um passeio do suiço, quando sentou na cadeira e começou a pensar na vida com o final de mais um ano. Começou a refletir como a vida tinha sorrido pra ele, uma bela família, muitos recordes, saúde e fartura. Olhou para o Goffin, sentiu uma gratidao imensa e pensou: “Goffin, essa você vai levar, boa sorte”. Isso fica claro no semblante do Federer durante o cumprimento na rede ao término da partida.

  6. LomeuLima

    Uma vergonha essa derrota do FEDERER para o freguês GOFIN. O pior é ler os insanos torcedores do suíço choramingando dizendo que ele foi o melhor de 2017. Não vencer o FINALS sem DJOKO, MURRAY e NADAL(lesionado sim, mesmo com alguns contrariando o óbvio), é o maior mico do ano. O número dois do mundo ficou nas mãos de quem realmente fez por merecer. Parabéns ROGER e sua legião de idólatras. Que 2018 continue propiciando grandes momentos no mundo do tênis.

    1. Rafael

      Achei um micão também, certamente o Finals mais fácil de levar que o Federer não aproveitou. Igual aquele US Open que ele entregou na semi pro limitado – pro nível do Federer – Cilic.

      Mas não vamos nos esquecer que com a idade e o problema recorrente nas costas, o suíço está tendo uma sobrevida espetacular no circuito.

      Só em termos de comparação – esdrúxula – onde está o Karlovic a essas alturas?

      Minha opinião.

      Obs: Ocasionalmente, esses bons jogadores – Dimitrov, Zverev, Goffin, impõem derrotas a jogadores muito melhores que eles. O jogo é jogado. E Federer tem créditos intermináveis.

    2. Luiz Nunes

      Engraçado vcs, se Roger ganhasse, as bocas malditas vociferariam aos quatro cantos do planeta… “não teve adversários a altura , os cachorrões estavam machucados, geração fraca e outros absurdos”… kkkkkk esquecem que do outro lado da rede tem alguém buscando seu lugarzinho ao sol, não é verdade!
      Vivamos o crepúsculo dessa lenda viva chamada de Roger Federer.

  7. Joaquim Saraiva

    Por ter se mantido no jogo, apesar de todo o histórico negativo nos jogos contra o suíço, e por ter perdido um primeiro set de forma acachapante, Goffin tem todos os méritos. Federer, no entanto, mais uma vez deu mostras da oscilação mental que há anos lhe persegue. De todo modo, teremos uma final que, se para alguns não agrada pelo ineditismo, para outros agrada justamente por tal circunstância. Particularmente, gostaria de ver mais um “Fedal”, mas fico feliz em perceber que há tênis além desses deuses.

    Maior tempão sem andar aqui, hein, Dalcim?! Percebo que tens mantido a coerência e a neutralidade, porém.

    Grande abraço.

  8. Rafael

    Eu, pelo menos,estou muito mal-acostumado com o nível do BIGGEST 4.

    Falando em termos desse nível, esse FINALS acabou quando Nadal desistiu. E mesmo antes, era um torneio para ver de quem eles (o outro é Fed) ganhariam até se enfrentar na final.

    É claro, olhando pelo lado positivo, temos a chance de ver bons jogadores jogando uns contra os outros (Dimitrov, Goffin, Zverev, etc).

    Aí o pessoal perde a noção, esquece o nível em que eles (jogadores) estão e já disparam, por exemplo, que Dimitrov seria favorito até contra Federer em uma final. É dose.

    Imaginando um cenário em que Djokovic não volte a ser algo próximo do que já foi, Murray esteja realmente e irremediavelmente com o quadril comprometido, Wawrinka nunca mais se foque como no período com Norman e, finalmente, Federer, e logo depois Nadal, parem de jogar, vou ver a coisa de suas formas:

    – Com alegria, porque tive a chance de ver o maior grupo de vencedores da história do tênis ganharem (quase) tudo juntos. Haverá uma TREMENDA queda de nível no circuito, mas por outro lado os títulos serão mais bem distribuídos, ou seja, mais alternância e imprevisibilidade.

    – Com uma certa melancolia; embora a gente saiba que tudo acaba, as saudades do Fantastic Four + Wawrinka serão grandes.

    1. Rodrigo Lightman

      Interessante ponto de vista. Com certeza será o fim de uma era de ouro do tênis. Outros esportes já tiveram seus apogeus como a NBA e a Fórmula 1. Jogaram juntos Jordan, Magic, Barkley, Bird e muitos outros. No automobilismo foram contemporâneos Senna, Piquet, Prost e Mansell.

  9. Luiz Fernando

    Vamos aguardar os abalizados comentários acerca da briga pelo numero um no AO 2018, afinal com 1.500 pontos Federer que ganharia, ele não seria o grande favorito para assumir o posto naquele torneio? Cada comentário, inclusive o fato de perder 2.000 nem e levado em consideração. Alienação e pouco pra esse pessoal kkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!

    1. Mario Cesar Rodrigues

      Rafa 1045 de frente e dizem que Federer foi melhor do ano,de matemática é só somar gente.Federer defende 2000 pontos e Rafa 1200 e ai oFederer irá ser number 1 kkkkkkkkkkkkkkk já no AO!!!!!!!!!!!!queria uma explicação!!!!!

  10. Luiz Fernando

    Antes q eu me esqueça, fato questão de cumprimentar as federetes, o suíço foi um legitimo numero 2 para Rafa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    1. Fernando Filho

      As Nadaletes estão tendo orgasmos múltiplos com a derrota do Federer. É o que lhes resta mesmo kkk

      19
      302
      237
      6
      95
      4-0 rsrs

  11. Renatinho

    Dalcim , dei uma olhada e parece que o Marcelo Melo terminará o ano como número 1 nos dois rankings (individual de duplas e duplas).É isso mesmo?Quando o jogador empata em pontos no ranking com seu parceiro qual o critério de desempate?

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, isso já foi amplamente noticiado, Renatinho. No caso de duplas, o primeiro critério é ‘torneios disputados’.

  12. Cynthia - Araçoiaba

    Dalcim, vc deveria criar o botão “curtir” aqui. Curto taaaantos comentários e gostaria muito de compartilhá-los!!!!

  13. Sérgio Ribeiro

    Véspera de Semi de um Torneio como o FINALS, e 17 comentários. Viva a WatsApp e sua capacidade de não mostrar a Cara. Até os coroas estão totalmente vendidos. O Espanhol durante mais de duas horas tentou entortar os joelhos de Goffin. Este visivelmente se poupou na segunda e derrubou Thiem com autoridade. Tem chances contra o Suíço ? Não acredito. E Dimi esta’ Servindo muito e com um jogo de pernas primoroso. Leva , a meu ver, um ligeiro favoritismo contra Sock. Jack desta vez tende a ficar nervoso… A conferir !!! Abs!

    1. Mario Cesar Rodrigues

      Só posso dizer uma coisa Chupem Federetes,queria ser uma mosca para ver a cara dos caras do SPORTV Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkeste Federer é o melhor quem é o melhor é Rafa o número 1 Porcina estou certo ou errado!!!!!!!!!!!kkkkkkkkkk aguardo os xingamentos e as desculpas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  14. Luis

    Dalcim Dimitrov tá solto melhorou muito o mental como disse o Acioli mas contra Federer se der na final a admiração do búlgaro pelo Federer talvez pesa,acho que Federer tem grande vantagem no confronto com Dimitrov,sobre Federer parece que tá com mais de 10 jogos de invecibilidade Dalcim? Impressiona,última derrota foi aquela pro Del Potro US open

  15. SPIDER

    Acho bonito de se ver, a amizade que ficou entre Stefan Edberg (Ex-Tecnico) e Roger Federer. Sempre Presente nos grandes torneios no box do suiço junto a sua familia. Dois lords do tênis .

  16. Raul Patti

    Dalcim, pergunta difícil:

    Comecei a ver tênis em 1997 …..

    Qual você acha que foi o mais disputado , com os players voando

    Se for o do Guga ganhando do Sampras e Agassi, por favor cote o segundo

    1. José Nilton Dalcim

      Muito difícil de dizer, Raul. Na década de 1980, tivemos vários excelentes Finals, já que eles aconteciam em janeiro e dava tempo de sobra para os tenistas se prepararem. Acho que 2005 houve um campeonato bem disputado também.

  17. Márcio Souza

    Parabéns aos nossos mineiros duplistas.

    Seria fantástico que as duas duplas vencessem amanhã e decidissem o caneco no domingo, mas eu acho que só a dupla Melo/Kubot é que vai pra final.
    A torcida é pelo Soares/Murray também, mas vamos ver no que dá amanhã.

    Em relação as semi eu acho que da vai dar Fedeter e Dimitrov, mas não seria surpresa se o Sock aprontasse de novo.

    Quanto ao processo que a ministra francesa perdeu contra o baloeiro, a questão é simples.
    Acusar o Nadal de usar alguma substância proibida e chama lo de dopado é a mesma coisa que acusar o ex presidente Lula de ladrão, ou seja, todo mundo sabe que os dois de fato aprontaram, mas provar é que são elas.

    Quem sofrer processo acusando os dois certamente perderá, mesmo sabendo da verdadeira história que envolve os dois kkkkkkk

    Bom jogo a todos que forem acompanhar as semi amanhã!

  18. Eduardo Guilherme

    Dalcin,
    Parabéns pela cobertura intensiva do Finals.
    Pergunta: já houve na história algum jogador que ganhou o Finals sem ter ganho um Slam antes?
    Ser não houve, Federer fica um pouco mais favorito, né? rs
    Abraço
    Eduardo

  19. Gilvan

    Dimitrov esta jogando o fino, mas estando num grupo de saibristas fica dificil de avaliar se ele esta jogando isso tudo mesmo.
    Federer caiu num grupo de especialistas e, apesar de nao ter jogado o seu melhor, terminou com campanha identica a do Bulgaro.
    Para mim o Federer eh amplo favorito contra o Goffin e a faturar o caneco. Na outra semi acho que da Dimitrov, mas sera um jogo muito parelho.

  20. Sergio Ribeiro

    E outro Chocolate de Grigor Dimitrov . Deixou Carreno e o h2h falando sozinhos. E os Caras na transmissão falando nos dólares… Existe motivação maior que estar a uma Vitória do TOP 3 ? 400 Pontos e’ o que vale vencer a Semi sobre Sock. E Del Potro já aos 29 jamais atingiu esta posição. E jogou 19 Torneios nas 52 Semanas… Esta Semi contra o Norte-Americano promete. E Thiem abre 3 x 0 e se perde totalmente. O ” Limitadíssimo” não tem nada com isso e como bateu também o N 1 , faz a Semi. Deu uma de Jack e afirmou que não tem nada a perder. Tentara’ coisas novas contra o Titio. Ano passado sem Roger e Rafa , Andy e Novak fizeram a Final. Será que teremos Goffin x Sock ? Corta o Tubo rsrsrs… Abs!

    1. José Eduardo Pessanha

      Caro amigo rubro negro, aceite os fatos: Goffin e Thiem são fracos demais. A coisa nova que Goffin poderá fazer contra FedEx é rogar aos céus pra não tomar um pneuzinho. rsrs. O ATP Finals 2017 está maculado, pois, em sua longa e gloriosa existência, nunca reuniu tantos jogadores ruins. A boa notícia é que Rafael “Blanka” Nadal nunca será campeão desse torneio.
      Abs

    2. José Eduardo Pessanha

      kkk. Queimei a língua. Que papelaço, Rogério. O mico da década. E devolvendo todos os saques no backhand de slice. Vai ter que melhorar muito pro ano que vem. Abs

      1. Sérgio Ribeiro

        Não entendi , Dalcim. O Máximo que Goffin faz e’ mais 900 Pontos se levar o Caneco ( 1500 somente Invicto ). Dimi com mais 400 fica inalcansavel, ou me equivoquei ? Abs!

  21. Lucas

    Lógico. É interessante o que a ex ministra disse: “Eu apenas ecoei o que o MUNDO do tênis diz” Ou seja, se nós falamos sobre um suposto dopping do espanhol aqui, imagina o que é falado nos bastidores, vestiários e etc.

    1. O LÓGICO

      Sem dúvidas kkkkkk. Inclusive aqui no Brasil kkkkkk. Ela foi corajosa de falar em termos de afirmação, e não em termos de dúvida como muitos fazem aqui no blog.
      Mas é impossível não desconfiar, por várias razões: incluindo a queda de cabelo precoce e da noite pro dia kkkkkkk. A resposta dela foi uma patada na bunda do tourinho kkkkkkk, principalmente quando se refere ao fato do robozinho não ganhar o que pediu como indenização kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Eu desconfio que ele se dopa… desconfio kkkkkk, e tenho certeza que ele toma um AÇAÍ kkkk que é produzido somente na Espanha kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      1. Eduardo

        Para usar seu vocabulário Sr Lógico…em termos de inteligência, capacidade científica e porque não dizer conhecimento profundo e sem viés do esporte, você é genial. Mas acho que desta vez o Goffin se fartou de açãí espanhol e calou os haters. A CAna e doce bonitão.

  22. Marcos RJ

    Realmente tem tudo para ser um fato extraordinário.
    Dalcim, como essa é uma oportunidade rara, que tal um concurso baseado nas duplas?
    Abraço

  23. Miguel BsB

    Dmitrov tá jogando demais! Pelo que o Búlgaro tá jogando, e o Sock solto, provavelmente vai ser o melhor jg das semis.
    Baby Federer parece ser o desafiante capaz de ganhar do pai…
    Falar o que dos nossos duplistas? Estão de parabéns, são os grandes representantes do tênis brasileiro.

  24. Marcelo Reis

    Nesse nível que o Dimitrov está jogando, ninguém (nem Federer, nem Sock) deverá desbancá-lo se não jogar no nível máximo. Ele está impecável. Ironicamente, está em seu melhor nível justamente no último torneio do ano. Vá entender, rsrs.

    P.S. Só falta ele perder pro Sock, rs.

    1. João sawao ando

      Marcelo . O dimitrov so ganha do Roger se acontecer uma hecatombe nuclear. Se tiver essa final vai ser uma enfiada .tipo 6/2 6/3

    2. Luiz Henrique

      Menos, bem menos. Pra quem passou aperto contra o Thiem, dizer que é o melhor do torneio, ainda no grupo mais fraco, é demais.
      Aguardemos os próximos capítulos…

    3. Marcos Ribeiro

      De fato, Dimitrov está jogando muito. Espero que continue neste nível, que não deixe o ‘medo de ser feliz’ atrapalhar seu jogo. É esta a minha dúvida. Se superar este obstáculo (que vez por outra ele não conseguiu), para mim ele se torna o favorito ao título.

      1. Pedro

        Dalcim, a pergunta não foi à toa. Eu estava observando o Federer bem inseguro neste Finals. Eu pensei que ele iria perder para o Dimitrov, mas ele antecipou e perdeu para o Goffin. O mais impressionante é que não parece ser nada físico. Parece que pesou mentalmente o fato dele ser novamente campeão do Finals ou então alguma decepção pela perda do número 1. Isso só ele ou alguém muito próximo é que deve saber.

  25. Lucas

    Ninguém merece o Pablo. C. Busta no finals! Até o baloeiro desatolador de cueca faria melhor. Mas que o Dimitrov tá jogando muito, tá!

Comentários fechados.