Joia rara
Por José Nilton Dalcim
3 de maio de 2017 às 19:30

Em meio a um turbilhão de derrotas e resultados ruins desde que chegou ao saibro europeu, o tênis brasileiro viveu hoje um dia de intensa alegria. Bia Haddad Maia ganhou seu quinto jogo em cinco dias sobre o saibro de Praga e eliminou nada menos do que a experiente Samantha Stosur, finalista de Roland Garros de 2010 e ainda hoje uma top 20.

Não foi apenas uma vitória. Foi uma aula de tênis. A canhota de 1,84m esteve perfeita em todos os quesitos, do saque à devolução, da paciência à agressividade, das bolas anguladas ao voleio corajoso no break-point. Soube exatamente o que fazer para conter o chato saque cheio de efeitos da ex-top 4.

A temporada 2017 tem sido mais um recomeço para Bia, que completará 21 anos no final de maio. Muito jovem. Mas já passou por tudo, incluindo cirurgias e acidentes inesperados. Poderia certamente já estar no top 100 não fossem tantas paradas forçadas. Agora, parece somente uma questão de tempo, pouco tempo.

O feito de Bia Haddad, conforme bem destacado por Felipe Priante no TenisBrasil, nos remete a 1989, ou seja 28 anos atrás, já que Andrea Vieira tinha sido a última a derrotar uma top 20. Vale situar Dadá. A paulista de olhos azuis e cabelos loiros tinha pouco mais de 18 anos e talvez poucos percebiam o tamanho do seu talento e potencial.

Sua sequência de três vitórias sobre top 20 veio em poucos semanas. Começou em Hamburgo, ao tirar a então número 5 Helena Sukova; prosseguiu em Roland Garros, ao superar a 19ª e dona de três Grand Slam Hana Mandlikova; e incluiu Conchita Martinez, 10ª colocada, em Archaron. Uma sequência que lembrava Maria Esther Bueno e só seria repetida uma década depois com Guga Kuerten.

Por falta de incentivo e de orientação adequada, Dadá perdeu o embalo e abandonou a carreira apenas quatro temporadas depois. Tinha um forehand espetacular, que até hoje marca quem a viu jogar. Bia, felizmente, tem estado nos melhores centros de treinamento e trabalhado com gente gabaritada, embora nem sempre com o apoio financeiro necessário. Precisamos cuidar dessa joia rara.


Comentários
  1. Marcos RJ

    Dalcim, o que voce acha da noticia da demissao de todo o time do Djokovic? Renovacao ou suicidio? Isso ja era esperado?

  2. Alice

    Achei muito interessante as chaves de Madri, não acho que tenham chaves difíceis, todas estão de bom grado! 🙂

  3. Marcos RJ

    Fugindo do assunto…. Que pena que Sharapova e Bouchard so podem se encontrar na 2a rodada de Madri, pois a canadense nao vem jogando nada faz tempo e provavelmente cai na primeira rodada. A Sharapova sempre foi polemica, mas tem muito mais tenis que essa fedelha, que se acha a princesinha da rede social. Seria uma partida bem interessante.

  4. Pedro

    Agora, brincando, quem deve estar apavorada é a esposa do Djoko. Depois de ele ter demitido o Becker, e depois todo o staff, se ele não ganhar nada, quem será a próxima da lista?

    1. Lincoln

      Agora com o segundo filho a caminho, não duvidaria se ela que está mandando a galera toda passear!!!

  5. Luiz Fernando

    Sorteio ingrato pro Rafa, mas quem almeja os grandes títulos tem q encarar isso. Fognini é um cara q sempre incomoda o espanhol, Raonic nessa saibro mais rápido sempre é perigoso, Kyrgios dispensa comentários, já tendo inclusive vencido Federer nesse tipo de piso, e Djoko há tempos é o maior obstáculo p o espanhol. Se passar por essa turma, deve levar o caneco. Vamos ver o desenrolar das coisas, mas, no mínimo, a perspectiva é de jogos complicados e desgastantes. Já o Djoko pegou uma chave mamão com açúcar.

  6. Alice

    Eita, Djokovic não demitiu “apenas” Marjan Vajda, demitiu seu Staff todo, preparador físico, fisioterapeuta…Diz ele que quer respirar novos ares, encontrar uma nova equipe que o faça evoluir novamente, porque deixou claro que pretende voltar ao topo do ranking. Agora, eu ainda acredito que o sérvio possa voltar a ser número #1 do mundo, quando, eu não sei. E penso outra coisa também, penso que, se Andy Murray perder o número #1 do mundo esse ano, ele jamais voltará ao topo de novo…

  7. Pedro

    Dalcim, o que você achou da demissão da equipe do Djokovic? Parece que ele está meio desesperado. Sabe aquele cara que não quer admitir seus erros e culpa os outros? Pois é, está parecendo isso. Porque esta equipe fez parte da caminhada vitoriosa dele, e como agora eles não servem mais? Parece falta de motivação ou a cabeça está em outro lugar.

    1. José Nilton Dalcim

      Puxa, há sempre dois lados a ser examinados, Pedro. Pode ser sido um bom sinal, ou seja que ele não está satisfeito e quer resposta imediata, ou um mau sinal, de que está ainda mais perdido do que se imaginava. Teremos de esperar o próximo ato.

  8. Mário Fagundes

    Djokovic deu seus primeiros sinais de reação na temporada de 2017 com o anúncio de demissão de sua equipe. Isto comprova que ele segue motivado e que está buscando soluções para seu jogo.

  9. Márcio Souza

    E a pa de cal na carreira do Djokovic foi dada hoje com a demissão do seu técnico e de mais dois componentes da equipe…e sem nenhuma explicação lógica mantev se o guru na equipe.

    Hoje a minha sexta-feira começou de forma esplêndida com essa notícia, agora colegas o Cotonete deu a prova de que esta totalmente perdido na carreira, não consigo ver uma arrancada ou mudança no seu jogo a ponto de ver ele dominante de novo.

    Como dias essa foi a pa de cal para enterrar de vez a carreira de alguém que poderia ir muito mais longe no tênis…o sangue frio, comedor de fígado esta totalmente desorientado e procurando desculpas para as derrotas que virão para Nadal no saibro e para Federer no restante da temporada.

    A desculpa ja esta pronta….é nítido que ele viu que jamais recuperaria o numero 1 e que não voltaria mais a ser dominante como um dia foi e para não assumir que a sua carreira dependia muito do seu físico que ja começa a abrir o bico, ele vem com essas mudanças sem sentido e não me surpreenderia se no final do ano ou no ano que vem ele encerrasse a carreira (afinal de contas vai ser pai mais uma vez e como disse as desculpas ja estão prontas).

    Só espero que ele fique no circuito ainda o tempo necessário para que o Federer possa surra lo e devolver algumas derrotas pra que a gente possa zuar um pouco mais as Djokozetes kkkkkk

    Ps: galera o comentário é só pra tirar sarro mesmo, nao levem tudo a sério, as vezes é apenas fanfarronice.
    Mudanças são sempre uma incógnitas, pode ser que mudando de técnico as coisas de fato melhorem pro sérvio, mas no fundo é legal ve lo penando na carreira kkkkk

  10. João ando

    Eu lembro que a Paty Schneider teve um guru tb e a carreira dela foi para o buraco…mandava ela sp tomar suco de laranja. O novak se não se cuidar tb vai cair.foi um erro demitir o marian vayda…e os preparadores físicos…se ele quer melhorar a cabeça que contrata um psicólogo esportivo

  11. Maurício Fonseca

    Xii….. Nole dispensou a equipe inteira: Wajda, preparador físico e fisioterapeuta…. será que o guru espanhol permanece?

  12. Robson

    Novak Djokovic bem que poderia me contratar como seu treinador,hehehe
    Novak está precisando muito mais de um fisioterapeuta e um psicólogo do que de um técnico,pq jogo Novak tem pra ser campeão de qualquer torneio em cima de qualquer um.

  13. Nando

    Mestre Dalcim, quem seria o técnico ideal pro sérvio hoje? O papai Joel ou o Eduardo Batista? Kkkkkkkkk

      1. Marcelo

        Edberg seria uma boa mesmo. Djoko poderia evoluir nos voleios e aprender a encurtar os pontos para economizar algum físico. Não é mais nenhum garoto e vem tendo problemas físicos.

  14. Carlos Emerson

    Bem essa questão de ser gay,lésbica eu tenho algo para falar cuidem de suas vidas.eu sei no masculino são dois!feminino são 5 pronto falei.mas não falo nome!Para que querem saber isto o que muda na vida deles vão catar favas!

    1. Alice

      Inventar coisas, não custa nada né? Não sei, como algumas pessoas conseguem fazer isso, não me passa pela cabeça…

  15. Heiii

    Dalcim, tem algum site que tenha a premiação das vencedoras de todo o torneio wta? Tipo, quero saber a premiação da vencedora de brisbane, depois da vencedora do australian open, etc… é que é chato ter que pesquisar um de cada um…

    1. José Nilton Dalcim

      O Media Guide costumava trazer a tabela, mas não sei se ainda está. Tente pelo site da WTA. Basicamente a campeã leva 15% da premiação total.

  16. Renato

    Dalcim, estou com um pouco de dúvida sobre um assunto. Eu sei que para a chave do qualificatório olha-se o ranking que o jogador tem na semana anterior ao torneio e não o ranking que ele usou para se inscrever no qualificatório . A dúvida é o seguinte: Qual é o tempo limite para se inscrever em um torneio da WTA? Até 2 meses anteriores à data do torneio ou até 1 mês anterior à data do torneio ? O ranking analisado para entrar na chave principal é o alcançado até o último período de inscrição ?

    1. José Nilton Dalcim

      A lista de inscrição se encerra 42 dias antes do torneio e o ranking que servirá de base para determinar quem participa é esse ranking de 42 dias antes do torneio. Os cabeças de chave, no entanto, serão indicados com o ranking da segunda-feira imediatamente anterior. Para o quali, a regra é mais ou menos a mesma, mas em muitos casos o tenista tem de confirmar seu interesse em disputar o quali até 24 horas antes de sorteada a chave.

  17. Luiz Fernando

    Dalcim, acabo de entrar no site do M1000 de Madri e nao consta o Wawrinka entre os participantes, vc sabe se ele estara ausente?

    1. José Nilton Dalcim

      Pode ser que o site não o considere tão importante, mas ele está inscrito sim. Da lista inicial, estão fora Federer, Isner, Johnson, Querrey, Lorenzi e Troicki.

  18. Chileno

    Cara… como deve ser difícil ser tenista brasileiro… acho que o Guga devia ser canonizado. Cara foi absurdo! Isso porque encerrou a carreira cedo…

    1. Maurício Fonseca

      Porque foi mais uma das “vítimas” do métodos insanos do Larri Passos, uma verdade que poucos conseguem falar (sem negar de forma alguma o papel firme e decisivo do treinador nesta parceria entre eles, claro).

  19. Mario Cesar Rodrigues

    Caro Dalcim a Bia jogou muito bem assumiu riscos mas a atitude dela faz com que tenhamos esperanças de uma jogadora muito competitiva em breve…teve suas chances talvez faltou um pouco de paciência cadenciar o jogo.Mas está de parabéns!

  20. Rodrigo S. Cruz

    A Bia acabou dominada por Pliskova no terceiro set.

    Porém , ela tem muitas coisas positivas a celebrar desse torneio.

    Fez quartas-de-final e jogou de igual pra igual com algumas jogadoras bem respeitadas no circuito.

    Grande semana.

    1. AKC

      Uma pena, ela tava dominando no segundo set, a Pliskova tava a toda hora colocando as mãos no joelho de cansaço, faltou um pouco de experiência, ela ainda é nova, tem muito potencial…

  21. Chetnik

    Interessante, não sabia que a Dadá tinha potencial. Concordo que ela é boa comentarista. Foi engraçado quando o Meligeni revelou que ela é Nadalete. Ficou toda sem graça, kkkkk.

  22. Chetnik

    Dalcim, a gente quer post sobre o big 4, não sobre a Bia Haddad. Kkkkk, tô brincando, viu.

    Nunca vi um jogo dessa menina rs. Em RG, se ela jogar e mostrarem, eu vejo.

  23. Rodrigo S. Cruz

    E Beatriz Haddad Maia continua dando SHOW em Praga!

    Fechou o tie-break do primeiro set diante de Karolina Pliskova, com um golpe improvisado de backhand, de costas pra quadra!

    Grande Bia!

  24. Julio Sc

    Dalcim, tive a honra de conhecer Wimbledon na semana passada. Que lugar mágico! Lembrei de você falando do museu que tem lá.

    Tive a sorte da grama da central estar descoberta também. Sensação indescritível de conhecer Wimbledon. Agora meta de vida é conseguir assistir um jogo lá.

    Grande abraço.

  25. Mário Fagundes

    Parabéns à Bia Haddad! Tomara que siga evoluindo e vencendo nesse esporte tão difícil.

  26. Mário Fagundes

    Percebo que alguns do blog andam incomodados com a sexualidade dos tenistas. Enquanto isso o casamento gay no Brasil obteve sua primeira vitória na CCJ. É claro que ainda há um longo caminho pela frente, pois vivemos em um país cristão, e coisa e tal… Porém este mesmo Brasil tem um governo que almeja a volta da escravidão, com as reformas trabalhista e previdenciária. Quem viver, verá! Então, ficar acusando um ou outro tenista disso ou daquilo, só demonstra o quanto preconceito existe por aqui. Agora, cá entre nós, será que Federer vai vestir novamente aquele terno algum dia? rsrsrsrs Brincadeiras à parte, quisera eu ter a elegância de Federer ao caminhar (ou seria desfilar, ou flutuar? ) e, principalmente, ao jogar. Quem sabe na próxima encarnação? rsrsrsrs.

    1. Sérgio Ribeiro

      Boa, parceiro. Mas cuidado se não o Pseudo Intelectual te acusa de dislexia crônica. rsrsrs ABS!

      1. Rodrigo S. Cruz

        O Jeremias postou um elogio ao Federer, e nem isso você conseguiu entender.

        Aí fica difícil te aturar mesmo, né Sérgio…

        1. Sérgio Ribeiro

          Somente o Guri consegue, se auto aturar. uma verdadeira Sumidade. Ate’ o nosso amigo L.F deve dar gargalhadas…ABS!

  27. Ronildo

    Parabéns para a Bia, uma carreira com muitos percalços. O argentino Dioguito vai ser campeão em Istambul e H. Chung em Munique.

  28. Mariana Madalena

    Acompanho esse blog a anos, por causa do meu pai. E é muito raro eu comentar. Más adoro todas as discussões e divergências, que sempre acontecem. Leio quase tudo, e quase todos os dias rsrsrs . O Sro José Nilton está de parabéns por manter esse ” recinto” repleto de informações quase que diária sobre o mundo do tênis. Só para avisar: Sou Federista, antifeminista e de direita. Então vamos deixar o Federer viver a vida dele, ele já está no final de carreira, o que esse moço já fez pelo esporte, pouco fizeram. Rumo ao vigésimo GS. Eu acredito.

    1. Bruno Macedo

      Tava lutando para não comentar coisas que não tivesses relação com o tênis, mas não posso deixar de dizer o quanto soa estranho ouviu uma mulher dizer q é antifeminismo. Talvez, mariana, vc tenha uma compreensão equivocada sobre o q é o feminismo. Feminismo é a luta por direitos políticos e sociais iguais para homens e mulheres. O feminismo luta/lutou para que as mulheres votassem e pudessem ser votadas, para que as mulheres possam trabalhar, para que elas tenham salários iguais se exercerem a mesma função do homem, para que ela possa escolher o que vai fazer da própria vida de um modo geral.
      Imagino que vc já tenha usufruído de algum desses benefícios citados, então muito me causa espanto vc ser contra o movimento q te possibilitou tudo isso. Não pense q esses benefícios vieram naturalmente, que o homens não resistiram (como muitos resistem até hj). foi graças a luta de muitas mulheres (que mais tarde começaram a chamar essa luta de feminismo) q vc aproveita da liberdade que tem hoje em dia. Desde de Jesus já se passaram 2017 anos, mas foi apenas no século 20 que as coisas começar a melhorar para a mulheres, isso mostra q por quase 1900 anos quase nada melhou para as mulheres. Em 100 anos evoluímos mais do que em 1900. Isso pq em 100 ocorreram as lutas feministas que não ocorreram nos outros 1900. Sem luta não ha progresso.
      Não me leve a mal, não quis causar motivo para discussão. Mas não pude deixar de comentar.

      1. Sônia

        Sensacional Bruno, clap clap clap… sou engenheira eletricista e sei muito bem o que é essa “misoginia”. Beijos.

      2. Mário Fagundes

        Muito bom, Bruno! O espaço é para se discutir tênis, mas de vez em quando, vale a pena trazer informações precisas, educadoras e transformadoras aos que frequentam o blog. Abs!

  29. Miguel BsB

    Dalcim, me tire uma dúvida, por favor, mais relativa ao post anterior: nesses torneios patrocinados por grandes montadoras, o campeão, além de ganhar o carrão, ainda leva premiação em dinheiro?
    Fiquei com preguiça de pesquisar isso no Google…rs

  30. neuton

    Dalcim,
    Quem acompanha o tenis mais de perto sabe o quanto é difícil ser jogador de tenis. Para jogar os melhores torneios tem de ter rankink, para ter ranking tem de viajar e jogar bastante torneios e isso custa muito caro. Você fala da falta de apoio financeiro, como um atleta pode ter patrocínio se não lhe é permitido colocar marcas de patrocinadores nos uniformes, por exemplo?
    Quais seriam suas sugestões para que os atletas tenham mais apoio financeiro?

    1. José Nilton Dalcim

      Claro que é permitido colocar as marcas no uniforme, sem falar na própria grife dos uniformes, raquetes e cordas, que geralmente vale um bom dinheiro.

      1. neuton

        Mas tem limitação de tamanho. Não vejo ninguém com camisas com anúncios igual a camisas de futebol.

        1. Luiz Fabriciano

          Neuton, se um tenista veste uma camisa Adidas, por exemplo, quer dizer que ele ganha para isso e onde vai a marca vai junto. Essa é a forma principal dele mostrar seu patrocinador. Se ele for um top, esse dinheiro é multiplicado pelo “valor” que ele representa para a marca. Há ainda um pequeno espaço na roupa para outro patrocínio, por exemplo, a Peugeot que está estampada na manga da camisa de Djokovic.

  31. Caio

    Dalcim, tem alguma notícia do letão Ernest Gulbis? Ele se aposentou? Sua personalidade franca faz falta no tennis.

  32. João ando

    Dalcim. E o que falar da tenista alemã brasileira iris rhiedel que jogou mais pela além a do que pelo brasil ….foi Rio 40/50?jogava Pelo que parece aqui no rio de janeiro pelo tijuca tenis clube. ..

  33. Luiz Fernando

    Legal ver o q eu postei gerou debate, porque simplesmente mostra como as pessoas aqui são oportunistas e gostam de se fazer de boazinhas, desde q as insinuações não atinjam seus queridinhos, são uns hipócritas. Quando se posta sobre doping no Nadal ninguém se revolta, mas se dissermos isso sobre Federer cai o mundo; quando se insinua q Nadal é homossexual ninguém reclama, dane-se, é com o outro mesmo, quando se insinua sobre Federer cai o mundo. Ainda pior do q isso, alguns são covardes ao extremo, e mesmo no anonimato da internet recorrem a fakes para expor sua opinião medíocre. Esse pessoal é asqueroso como postou o Chetnik, pois se travestem de bons moços e na realidade não o são, são oportunistas, pois apenas se fazem de revoltados quando lhes convém e não porque isso ou aquilo é errado. Imagem triste, mas real, do nosso país.

    1. Rodrigo S. Cruz

      O que te ofenderia mais.

      Ser chamado de dopado ou de boiola?

      Lembrando que essa do Nadal ser dopado já virou até piadinha e meme de internet…

      Ninguém leva a sério isso, cara.

      Só você.

      1. Luiz Fernando

        E quem leva a sério essa história antiga sobre a sexualidade do Federer, só meia dúzia de ofendidinhos. A verdade é q ninguém veio aqui e desmentiu o q eu postei sobre as reações incoerentes quando se trata desse ou daquela, ou seja, chancelaram tudo q eu disse, vcs pouco se importam com o teor do q se comenta, desde q não atinja o queridinho. Em relação aos demais tudo vale, tudo é permitido, tudo é recebido com “kkkkk”. Como vc rotula esse tipo de comportamento?

    2. Márcio Souza

      LF realmente o seu comentário agitou bastante as coisas por aqui.
      E acabou descanbando pra um lado que passou dos limites.
      Hoje o politicamente correto nos impede as vezes até “de termos uma velha opinião formada sobre tudo” como dizia Raul Seixas numa música.

      Discutir sobre tênis e os feitos, conquistas e vacilos dos nossos tenistas preferidos é uma coisa, e cutucar os adversários e participantes do Blog fazem parte de uma discussão e provocação sadia e você é um EXCELENTE participante porque sempre fomenta as discussões e as vezes da sempre a primeira cutucada, o que é muito legal, agora descambar pra outros lados e até partir pra ofensas de alguns fakes e sem noção aqui do Blog, não é agradável e nisso concordo com você.

      Vamos partir pra outras discussões, porque essa ja deu…

      Abs.

      1. Luiz Fernando

        Vc lembra quando eu postei que o comportamento da torcida do Federer seria completamente distinto quando os demais passassem a vencer? Está aí realidade nua e crua. Em relação ao q vc postou, por mim esse fato também está encerrado, não responderei mais nada. Quanto aos debates, rusgas etc, vc há de convir q a alienação dos alemães gerou o embrião do nazismo, o q demonstra que não podemos ficar indiferentes a certos comportamentos; assim eu sempre vou me reservar o direito de responder na mesma moeda quando julgar q preciso, desde q liberado pelo Dalcim, e pelo comportamento de algumas pessoas infelizmente quase sempre é preciso fazer o contraponto. Abs

    3. Alice

      Olha, Fe…vou ter que concordar, quando se trata da condição física e sexualidade do Nadal, todos mundo deixa passar, até aplaude, fazendo “coro”, mas quando se trata do Federer em qualquer coisinha, todo mundo vem chorar aqui (haha), porque pra eles, Federer é um “Deus” e portanto deve ser perfeito!
      Contudo, vale ressaltar que tem alguns coleguinhas aqui, que são muitos sensatos (às vezes) ao comentarem nos dois casos, esses mereciam um caixinha de comentário de ouro aqui! 😉
      Acho que vendo tantos comentários tentando diminuir aquele ou outro tenista, vou começando aprender a respeitar mais não só o tenista, mas a pessoa por trás do tenista. Tudo que é construtivo, é muito bem vindo…

      1. Sérgio Ribeiro

        ” Todos mundo fazem coro ” . Até aplaudem deixam passar” ? Se liga , Cara Alice. Quem tem esse poder de deixar passar e’ o Blogueiro. É este ja’ avisou que utiliza o Fake dection , para restringir ou não . O resto fica por conta do ” Fe ” e do Fanatismo. Abs!

    4. Chileno

      Bom… eu não fico achincalhando o Nadal, mas não o defendo nunca porque não gosto do cara, nem do jogo dele. Acho um jogo covarde e feio. Mas isso é só minha opinião. O cara é inegavelmente competente e eficaz. Sem dúvidas um dos maiores vencedores da história do esporte, o maior saibrista da história e um exímio competidor.

      Sobre doping, bom… eu acho que não faz muito sentido responder uma insinuação de doping do Nadal, insinuando que o Federer seria dopado. Primeiro, porque você nem mesmo estaria defendendo o espanhol. Estaria apenas insinuando que ele está errado, mas outros também estão. Parece uns amigos meus… eu digo: “Nossa… esse governo da Dilma está uma merda!”, e o cara pra “defendê-la” manda: “Com o FHC era pior.”. Basicamente, um argumento patético, sendo que eu nem mesmo insinuei que seria melhor X ou Y, ou que PSDB é melhor que PT. Parece aquelas coisas de criança… “ele começou”, “ele também fez isso”… enfim… da mesma forma, recomendo que se você quiser defender de verdade o Nadal quando alguém insinuar doping, você use argumentos melhores, como provas do rígido controle de doping que a ATP faz, etc.

      Em segundo lugar, a insinuação em si não tem nem cabimento. Não sei se o Nadal é dopado ou não. Creio que não, afinal nunca houveram provas do contrário e a ATP controla isso. Mas é inegável que é muito mais cabível uma suspeita ao espanhol que ao Federer. Nadal tem muito mais força física, muito mais resistência, muito mais velocidade, muito mais massa muscular e seu jogo é extremamente baseado no físico. Hoje até que não tanto, mas de 2006 até 2013~2014 a diferença de desempenho físico dele para os demais tenistas é extremamente evidente. No 5º set os adversários estavam sempre esgotados, nas últimas, e o espanhol voando ainda, chegando em todas, correndo como um retardado no 40-0, etc. Federer sempre jogou muito agressivo, correndo muito menos que o espanhol, encurtando os pontos, vencendo mais fácil no saque, e partindo sempre pros winners. Só entra na troca de bolas quando não tem muita opção. Se for usar essa estratégia horrível de acusar outro tenista de doping, sugiro o Djokovic ou o Murray, que mal ou bem também recorrem muito mais à força física que o suíço.

      E por último, te deixo um conselho. Muito mais eficiente que essa raiva e frustração que você demonstrou nesse seu comentário, seria a indiferença. Se o cara está falando algo que você acha abominável e que você já discutiu anteriormente com ele sobre, apenas ignore. Não leia, ou finja que não leu. É melhor pra você, e tem mais resultados que demonstrar que está incomodado.

  34. Rafa Darvin

    Mestre Dalcim,

    Eu recentemente assisti ao vivo e a cores nossos mineiros duplistas em ação (final de londres) e me questionei sobre como ambos se sairiam caso tivessem seguido como jogadores de single.
    Você analisa o Bruno como um tenista com virtudes mais adaptáveis a um jogo single? Ele visivelmente se move melhor (muito pelo tamanho) e tem uma boa devolução e jogo de base.
    Quem se sairia melhor no seu ver?

    Um abraço,

  35. Pieter

    Dúvida técnica: quando site do tenisbrasil disponibiliza o link para assistir aos jogos ao vivo, não consigo abri-lo, de modo algum, no meu iPad ou mesmo no celular (Samsung). Alguém me aconselharia o que fazer, por favor?

      1. José R.

        Ak funciona no Mozilla Mobile, mas não funciona no Chrome… Tenta outro navegador de celular… Vc tá usando o Safari?

  36. Fábio

    Muito bom texto, e o que é melhor: trata-se de um texto sobre o tênis brasileiro… Sobre uma jovem promissora tornando-se realidade! Como é bom receber esses boas novas em 2017.

    Parabéns, Bia!

    Abs

  37. Luis

    Dalcim fugindo do assunto sobre a Bia acho que tem potencial esperança pro Brasil e bonita rs,sobre Federer não li se o suíço disse que vai jogar em Paris,confirmou? rs e o que aconteceu com a Ivanovic? Essa servia e’ linda ate o lord Federer acha kkkkkk

      1. Jônatas L. de Paiva

        Se aposentou tão rápido que nem percebi. Tênis é muito duro como dizia o filósofo Ernest Gulbis 😛

  38. Ricardo B. de Carvalho

    E amanhã tem tcheca em quadra, “plyscando”; Teliana Pereira emitindo todas as mensagens.

  39. Marcio

    Mestre Dalcim.
    É impressão minha ou o nível dos comentários dos frequentadores do blog baixou nos últimos dias??
    Está realmente passando dos limites
    Não perca o controle do blog, o qual é escrito por vc com muita qualidade.
    Brasileiro é mal educado mesmo, tem que meter moderação e às vezes que se exploda liberdade de expressão. Não sabem lidar com liberdade e limites.
    E como somos todos brasileiros, isso envergonha muito.

  40. Oswaldo E Aranha

    Ao rever a trajetória do Belucci, lembrei-me de um ditado”em terra de cegos quem tem um olho é rei!”

  41. TennisGirl

    Dalcim, com todo respeito, acho que o blog deveria ter mais cuidado ao permitir certos comentários por aqui. Sim, esse é um país livre, mas racismo e homofobia são crimes, portanto, não gostaria de entrar num blog sobre esportes e ler tantas mensagens infelizes. Sem falar que tem muito comentário que passa longe de tênis, sem contexto nenhum com esporte. Não dá pra entender como muitos comentários que eu já fiz aqui, todos sobre tênis, não foram publicados. Mas o colega que fala com todas as letras que é contra “boiolagem” tem seu espaço. Fora outras bobagens que lemos, trocas de ofensas etc.Muito chato participar de um blog onde o objetivo é discutir um esporte tão pouco falado no nosso país, mas que permite comentários impertinentes ao mesmo. Não sei se vão publicar, mas fica o apelo de que ao menos leiam minha mensagem e a levem em consideração. Adoro comentários descontraídos ( o Lógico kkkk), os embates entre Nadalzetes e Federetes, mas baixaria não dá. Abraços a todos os fãs de tênis, deixemos a baixaria pro futebol.

    1. José Nilton Dalcim

      Simples. Como o internauta que fez tal comentário tem clara identificação, eu libero. Cada um que assuma o que escreve. Se fosse um ‘fake’, como é o seu caso agora, eu teria bloqueado.

    2. Jeremias

      É crime acusar os outros de crimes que não cometeram também…Pode até ser bobagem não gostar de “boiolagem”(pessoalmente eu acho uma grande bobagem), mas está longe de configurar crime, só na cabeça de politicamente corretos chatérrimos como você deve ser…

      1. Jeremias

        O sujeito politicamente correto age como se sua “acusação” gozasse de uma espécie de “prerrogativa apriorística” de razão, como se a própria acusação constituísse uma prova. Essa é a chantagem psicológica e o ardil envolvido. Tá na hora desse pessoal dá uma encolhidinha nas asas. Esse ano mesmo eu dei um baita de um calor jurídico em dois sujeitinho bocós metidos a Social Justice Worriors aqui na minha cidade. Ficaram bem pianinhos….Só não se f.. mais porque meu intuito era apenas o de vê os palermas se borrando…

        1. Rodrigo S. Cruz

          Pois é, Jeremias.

          Tem alguns foristas aqui que poderiam facilmente se filiar ao PSOL.

          E fazerem com coro com “Marias do Rosário” da vida.

          (rs).

    3. Rodrigo S. Cruz

      Esse é o problema…

      Quererem criminalizar ” homofobia” agora.

      Era só o que faltava. Kkkk

      Até o termo em si, é incrivelmente tolo.

      Fobia de que?

      Não é fobia. É reprovação à prática.

      E quanto a ela não acho natural e pronto…

        1. Jônatas L. de Paiva

          Não foi para mim mas se me permite eu gostaria de responder.

          Depende de cada um e como cada pessoa acha isso importante. Aí é opinião e preferência individual e tem que ser respeitada. Eu não me importaria desde que não usasse isso como promoção pessoal e/ou política. Se começar a descambar para esse lado o jogador(a) tem que aguentar as consequências de OPINIÃO sejam a favor ou contra.

          Eu particularmente só torceria para um jogador(a) com comportamento discreto em sua vida particular pq eu quero torcer pelo TÊNIS do cidadão e não para quem ele leva pra cama.

  42. Alice

    Já que povo tá falando de sexualidade alheia, quero saber + com o Dalcim..HAHA

    Martina Navratilova e Billie Jean eram “assumidamente lésbicas” quando jogava tênis? Acho que sim, né? Então, como que a imprensa, torcedores e até suas adversárias “lidavam” com isso na época?

    E outra, se houve algum Top20 no tênis masculino que se “assumiu gay” publicamente? E se não, caso acontecesse hoje, como acha que seria a reação, principalmente do público e dos seus adversários?

    🙂

    1. José Nilton Dalcim

      Martina sim assumiu ainda com carreira ativa, mas Billie Jean foi bem depois quando já era casada, inclusive, e a secretaria acabou revelando o caso extraconjugal. No feminino, nunca houve grande pressão e as adversárias, com poucas exceções, não tinham problemas com isso. No masculino, nunca houve um caso público, principalmente porque o meio é extremamente machista e um ‘assumido’ teria enorme dificuldade em conviver com isso.

        1. Alice

          Jônatas, pense como você quiser. Não vai fazer muita diferença, se você nem sequer chegou a dialogar comigo, pra concluir alguma coisa, mas não se preocupe, você tá no seu total direito… 😉

      1. Rubens Leme

        Quem sofreu com isso foi o Bill Tilden, 7 vezes campeão do US Open. Ele chegou a ser preso por ser pego com um garoto de 14 anos em um carro, mas nunca admitiu ser homossexual, pois era ilegal na época. Acabou pegando 1 ano de cadeia e cumpriu 7 meses. Chegou ainda a ser preso novamente por causa de outro garoto, com 16.

        Mesmo nunca assumindo teve a imagem arranhada e perdeu muitos alunos particulares – o tênis era amador – e convites para torneios retirados.

    2. Pieter

      Caríssima Alice,

      Não existem gays no tênis masculino pelo simples motivo de que é um esporte somente para machos, entendeu?
      Hahahaha

    3. Emílio

      Já li que o grande Bill Tilden era conhecidamente gay. Não me recordo se assumiu ou não ou, se positivo, isto aconteceu na época em que jogava.
      Parece que teve uns problemas legais relacionados a isso.

  43. Marcelo Calmon

    Realmente grande semana para Bia. Ainda deu “sorte” com a retirada da Safarova. Agora vai enfrentar uma jogadora com certeza menos perigosa, mas não por isso fácil. Essa campanha deve garantir a Bia como quali em Roland Garros ? A definição dos cabeças dos qualis é pelo ranking da semana anterior ao torneio ?

    Não podia de comentar mais uma entregada de jogo do Bellucci. Parece que teve a famosa dupla falta no momento decisivo !!!!!

    E outro assunto, por onde anda o Orlando Luz ?

    abs

    1. José Nilton Dalcim

      No quali certamente ela está, e agora com grande chance de ser cabeça porque irá a 115ª. Sim, os cabeças são definidos com o ranking do dia 22 de maio.

      1. Marcelo Calmon

        Isso que eu queria perguntar, se ela seria cabeça de chave. Aliás ela acaba de quebrar o saque da Pliskova, mas ainda está no início de jogo.
        Se ela avançar mais no ranking tem chance de entrar direto em Wimbledon !!

        E o Orlando Luz, por onde anda ??

        1. José Nilton Dalcim

          Sim, mas para se garantir em Wimbledon terá de chegar ao top 100. Orlandinho deve disputar torneio na Espanha na próxima semana.

  44. João ando

    Dalcim. Oque aconteceu com a Silvana Campos a Kátia Vieira e Luciana corsato e niege dias que aparentemente foi a melhor das 4 primeiras citadas. …?e o que dizer da Miriam d’agostini que acho foi número dois do mundo juvenil atrás da hingis (foi el@)…?

    1. José Nilton Dalcim

      Silvana e Luciana tentaram o profissional, Luciana foi até bem. Miriam desistiu muito cedo da carreira.

  45. Pedro

    Excelente o post. É jovem ainda e se continuar sem imprevistos, poderá progredir muito. Dalcim, após você fornecer aquele percentual de 92% do Nadal em post passado, comecei a pesquisar sobre algumas estatísticas, e uma coisa que comecei logo a dar importância foi o percentual de vitórias, que mostra o quanto um jogador é vitorioso. Dos fantásticos BIG FOUR, apenas 3 tem percentual maior que 80% (Djokovic, Nadal, Federer). Por incrível que pareça nem Sampras e nem Agassi tem percentual maior que 80%, mas estão bem próximos disso. Continuando com as lendas, Laver tem 80%, e outros também superam a barreira dos 80% como Lendl, Connors, Borg e McEnroe.

    1. Sérgio Ribeiro

      Borg , caro Pedro, parou com apenas 26. Pegue o percentual das grandes feras até’ essa idade e compare com os mais longevos. Até a de Rod Laver cai bastante. Esse percentual em nada supera ( a nível de competição ) uma longevidade como a de Connors, Agassi e Federer. Vencer um SLAM ou fazer Semi acima dos 32 e’ que são elas. A partir deste mês , todo o Big Four será trintao. Aí se separa os homens dos meninos. Mas e’ apenas uma opinião. Abs!

  46. Alice

    Vale um replay no comentário do Marquinhos, no post anterior:
    “Apesar de detestar o espanhol, eu sempre o admirei pela sua garra. É um guerreiro. Uma inspiração.”

    Agora já podem colocar ANTI ANTI-JOGO entre os concorrentes ao Framboesa de Ouro deste ano, junto com o Lógico, é claro…rsrs

  47. Rodrigo S. Cruz

    Vamos parar de hipocrisia por aqui.

    Fizeram a seguinte pergunta cara-de-pau no outro tópico:

    “E se o Federer for gay qual o problema?”.

    TEM MUITO PROBLEMA SIM!

    Primeiro porque eu não gosto de boiolagem, e sim sou PRECONCEITUOSO mesmo. Phoda-se.

    E segundo, e principalmente porque é MENTIRA!

    Que indícios vocês têm desta babaquice, além de o verem vestido com um terno ridículo, num evento?

    O cara é casado, pai de 4 filhos, e não podendo falar da qualidade tenística, vocês partem pra agressão a sua imagem?

    É só o que resta mesmo, né.

    Como diria o Chetnik:

    ATITUDE ASQUEROSA!

    1. Fabrizio Irrelevante

      É constrangedor ver alguém maior de dois anos de idade “desabafar” seus palpites sobre sexualidade em um fórum sobre tênis…

    2. Jeremias

      O pessoal é linguarudo mesmo, Rodrigo. Acho que a rapazeada se aproveita de alguns gestos de Federer que, à primeira vista, não transmitem lá muita “masculinidade”, digamos assim. Como sua ajeitada na franja do cabelo, e mesmo seu estilo de caminhar, que algumas vezes lembra o de uma pessoa que está “desfilando”. Mas é tudo uma bobajada…

      1. Sérgio Ribeiro

        Desfilando ? Nada disso amigo. ” Flutuando ” pelas quadras a Dezenove Anos. Na próxima o Suíço promete vir CARECA. KkkkkkkkkkAbs!

    3. Fernando Filho

      Que comentário nojento! Você não tem vergonha de publicar algo assim?!

      Caso Federer fosse gay, isso faria dele um tenista menos genial?! O problema é ainda existir pessoas com esse tipo de pensamento.

  48. Alice

    Torço para termos uma figura feminina de destaque em algum esporte mundial, como foi o caso da Marta no futebol, da Fabiana Murrer e da Maggi no atletismo! Temos sim algumas figuras que vez ou outra são campeãs em suas modalidades, como acontece nas Olimpíadas, mas estão longe de serem destaque. Vou torcer muito para a Bia ser Top50!!! Se ela um dia alcançar o Top25, pra mim será histórico!!! 🙂

    Se ela não alcançar, eu treino e vou a luta, atrás desse Top25 pra nós meninas na era aberta! HAHAHA

    Sonhar, não custa nada, tipo o décimo do Rafa em RG…rsrs

  49. SBF Prado Lima

    Excelente lembrança da Dadá, Dalcim.

    Parece que continua jogando muito bem nos torneios de Master.

      1. SBF Prado Lima

        Eu dei uma olhada nos resultados da Dadá Vieira. Ela ganhou da Judith Wiesner em Estoril uma semana depois da vitória sobre a Conchita Martinez em Archaron. Não sei se ela não era Top 20 também.

      2. Sérgio Ricardo

        Verdade, Dalcim. Excelente comentarista, muito bom a ver comentando o Aberto da Austrália na ESPN.

      3. Rafael Wuthrich

        Ia escrever isso. Deu show comentando.os jogos das meninas no AO na ESPN. Que volte sempre, comenta muito.

      4. Pieter

        Também concordo com você: ela é ótima comentarista mesmo. Inteligente, articulada, didática e muito educada. Diria que ela é, disparado, a melhor das que estão em atividade na TV brasileira. Parabéns a ela.

      5. Jônatas L. de Paiva

        Eu quero a Dadá como comentarista fixa, manda muito bem e é muito divertida. Será que tem alguma vaga?? 🙂

    1. Paulo F.

      A Dadá é ótima comentarista mesmo.
      E não precisa ser uma boba alegre, como os outros dois ex-tenistas masculinos que também o são.

Comentários fechados.