28 vezes Federer
Por José Nilton Dalcim
26 de janeiro de 2017 às 11:47

Num torneio de tantas surpresas e resultados imprevisíveis neste Australian Open, talvez a chegada de Roger Federer à final seja a mais incrível delas. Ele próprio colocou em dúvida sua permanência nas quadras antes do retorno na Copa Hopman, dizendo que a aposentadoria dependeria muito de como ele reagiria após os quase sete meses de ausência forçada do circuito.

E eis então Federer em sua 28ª final de Grand Slam, deixando no caminho nada menos que três top 10, dois deles batidos em exigentes cinco sets. Não sobraram apenas técnica, algo que certamente Federer jamais perderia, mas também motivação e físico. É notável que, caminhando para os 36 anos, ele volte a decidir o Australian Open sete temporadas depois de seu tetracampenato, em 2010. Embora seja muito mais glamoroso ser campeão, o fato de atingir 28 finais dessa envergadura já é de deixar qualquer um de queixo caído.

Certamente ajudou Federer reencontrar um piso e uma bola mais velozes, que se encaixam bem melhor não apenas a seu estilo sempre agressivo mas principalmente à economia de pernas. Ganham todos, porque é um espetáculo assistir à transição de Federer do fundo para a rede, a execução de seus voleios e smashes, a capacidade de improvisar jogando sempre em cima da linha.

O duelo contra Stan Wawrinka não foi tudo o que eu esperava. Os dois erraram acima do que vinha fazendo no fundo de quadra. O backhand de Federer foi bem menos preciso, o saque o forehand de Wawrinka variaram demais. Ainda assim foi uma partida muito boa, porque houve emoção e empenho. Roger foi agressivo nos dois primeiros sets e aí teve queda de intensidade, muito bem aproveitada por Stan, que passou a bater pesado de todos os pontos da quadra. O quinto set poderia ter ido para qualquer lado. Wawrinka vai ter pesadelos com os dois break-points que perdeu antes de cometer a dupla falta mortal. Elogios a Federer, que manteve a calma e o tempo todo apostou no saque e no jogo agressivo.

Fica agora a derradeira expectativa para ver se teremos uma nova decisão de Slam entre Federer e Rafael Nadal, o que já aconteceu oito vezes e não se repete desde Roland Garros de 2011. Será outro desafio para o suíço, que ganhou apenas duas dessas partidas, ambas em Wimbledon, e perdeu quatro em Paris, uma na grama e outra na Austrália, oito anos atrás. Muito provavelmente, Federer torça por seu pupilo Grigor Dimitrov, ainda mais porque nunca perdeu do búlgaro em cinco duelos.

Qualquer que seja o adversário, Federer terá a quarta chance de chegar ao 18º troféu de Grand Slam desde julho de 2012, tendo perdido duas vezes em Wimbledon e outra no US Open, sempre diante de Novak Djokovic. Se o fizer, será o único homem da história com ao menos cinco títulos em três Slam diferentes.

Festa em família
No clima de saudosismo do Australian Open, as irmãs Williams voltam a decidir um título de Grand Slam depois de oito anos. Se para Serena, é quase uma rotina ir à final na sua longa fase de domínio do circuito, para a veteraníssima Venus é um feito incalculável ter a oportunidade de ganhar o oitavo Slam da carreira aos 36 anos, principalmente quando nos lembramos de seu sério problema de saúde que por tantas vezes levaram à especulação sobre a retirada das quadras.

Com pequenas exceções aqui ou ali, Serena voltou a jogar neste Australian Open o grande tênis que a manteve quase imbatível desde 2013. Sempre mirando a linha, determinada desde o primeiro game, sufocando a adversária que mal tem tempo de raciocinar. Obviamente, é superfavorita contra Venus. Na sua conta, está a chance do 23º Slam, que a desgrudaria de Steffi Graf, e o retorno à liderança do ranking.

Será o 27º duelo entre as tão ligadas irmãs, que possuem estilo muito parecido de jogo mas raramente proporcionaram um grande espetáculo, talvez por se conhecerem demais, talvez pelo excesso de respeito. Tomara que no sábado elas se preocupem apenas em fazer o que melhor sabem: bater na bola sem piedade.

O outro finalista
Nadal entra com todo o favoritismo diante de Dimitrov às 6h30 desta sexta-feira. Tem toda a torcida australiana a seu favor e um histórico de sete vitórias em oito duelos. A esperança do búlgaro de atingir sua primeira final de Grand Slam está na recente vitória em Pequim, num piso um pouco mais lento que o de Melbourne, em que foi muito consistente no saque e firme na base para marcar 6/2 e 6/4 no canhoto espanhol.

Mas o Rafa de hoje é um tanto diferente daquele que vinha tão pressionado por resultados meses atrás. A chegada de Carlos Moyá e o longo período de preparação a que se impôs, abandonando o circuito ainda em outubro, deram resultados evidentes e seu jogo voltou a crescer. Para ter chances, Dimitrov terá de ser ofensivo e proteger seu backhand. Rafa tem mais opções. Pode tentar ficar no fundo à espera dos erros e dos nervos do adversário, ou tentar ir para cima logo de cara para abafar. É uma evidente ‘avant-premiére’ do possível reencontro com Federer no domingo.


Comentários
  1. SERGIO LANDIOSI

    Dalcim, estava vendo os highlights do Fedal no AO 2014 e achei que o Federer até não jogou mal, mas o Nadal estava jogando num nível absurdo e ganhou de 3×0. Você acredita que o Nadal está jogando novamente naquele mesmo nível? Se estiver, a coisa vai complicar pro lado do Federer (de novo). Qual sua opinião mestre? Obg pela resposta e parabéns pelo blog! Está igual vinho, cada dia melhor!!

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que neste Australian Open o Federer até jogou melhor que o Nadal, mas é sempre uma comparação difícil porque foram adversários obviamente distintos. Lembro bem daquela partida, porque todo mundo esperava um Nadal cansado após a longa semi e o que vimos foi o espanhol voando. Pode se repetir? Claro!

  2. Márcio Souza

    Galera chegou a vez do Federer!!!

    E tinha que ser mesmo contra o Nadal.
    Levantar o 18° GS em cima do espanhol vai ser o máximo, porque é essa imagem que vai ficar eternizada na história, do Federer levantando o troféu de campeão e no plano de fundo o espanhol segurando sua bandeja e com cara de sogra que acabou de receber a noticia que a filha engravidou kkkkk

    É essa imagem que vai ficar quando digitarmos Federer no Google daqui a alguns anos e essa primeira foto que vai aparecer…estaremos vendo a história acontecer no domingo galera.

    Anotem ai o Federer vai vencer essa final e vai espantar vários fantasmas de uma vez só.

    Não tem sentido nenhum mais uma final entre os dois e o Nadal vencer de novo, que diferença faz pra historia o Nadal vencer mais um Slam em cima do Federer, ele ja venceu 6…não tem porque mais um entenderam?

    Se fosse pra não ser campeão, o Federer teria caido la trás pra Berdych, Nishikori, Wawrinka, se ele chegou e com méritos na final colegas, o título vao ser dele…anotem ai!

    Ah e outra coisa, se for levarmos em conta H2H e freguesia, falar que tal tenista treme quando joga com outro e blá, blá, blá os 3 titulos do Wawrinka são coisas do imaginário popular então, folclore e o os titulos do Murray então…

    Domingo vai dar Federer, por uma questão lógica e de fatos que entram pra História.
    Podem continuar urubuzando as tietes e fãs de outros tenistas, mas como eu ja disse, no domingo veremos o Federer levantando mais uma taça e em cima do seu pior adversário, e vai ser maravilhoso.

    E aguentem a gente por aqui depois, eu, Marquinhos, Rodrigo Cruz, Nando e os demais colegas torcedores de verdade do Federer iremos encher esse blog de mensagens e deixar bem claro pra quem ainda não entendeu quem é o GOAT de verdade.

    1. Márcio Souza

      E pra quem não entendeu porque que o Nadal vai ficar segurando a bandeja com a cara de sogra que acabou de receber a noticia que a filha engravidou, é mais ou menos esse pensamento:
      “COMO ISSO FOI ACONTECER, EU NÃO POSSO TER FALHADO NISSO, JUSTO COM ESSE CARA?”

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    2. Nando

      Domingo Federer vai lutar como nunca lutou antes, deixaram ele chegar na final, não tinham expectativa qnt a ele nesse torneio…e vai ganhar isso aí!
      Como vc disse, tbm penso q é mais importante pra história q Federer volte a ganhar um Slam após quase 5 anos…com 35 anos e de volta após 6 meses de inatividade, q foi crescendo jogo após jogo, passou por 2 jogos de 5 sets mostrando q está com um bom preparo físico, nessa semi jogou abaixo das partidas anteriores, mas venceu! Vai ter q sacar melhor do q nessa semi e seu backhand terá q ser consistente igual aos jogos antes da semi…tenho ctz q ele tá focado pra fazer um grande jogo e nos brindar com essa conquista.
      Domingo “”é nois”” Márcio!

    3. Pieter

      Hahaha. Hilariante essa da cara da sogra quando recebe a malfadada notícia!
      E quanto otimismo, hein???
      Cuidado, você pode pagar a língua!

  3. Anderson Vieira

    Mestre , assistindo o jogo de hoje do Nadal e Dimitrov , achei que o búlgaro ficou muito atras pra recepcionar
    o saque do Nadal, porem jogou de uma forma fantástica. Analisando esse jogo o Federer deve abafar o
    saque do Nadal ? Acho que é um boa chance não deixar o Nadal jogar. O que acha Mestre ?

    1. José Nilton Dalcim

      Nadal tem sacado bem, principalmente o primeiro saque. A chance de ataque estaria mais no segundo serviço e Federer precisaria achar muito bem o tempo da devolução batida de backhand.

  4. Renato Veneziano Toniol

    Teremos, de fato, uma final dos sonhos neste Australian Open, tanto no masculino quanto no feminino.
    Em relação aos homens, ambos chegam a final após 5 sets disputados na semi, porém, corre a favor de Federer, além de ter um dia a mais de descanso, o fato de o seu jogo, mesmo com a mesma quantidade de sets, ter tido praticamente duas horas a menos de jogo.
    Porém, não nos esqueçamos da final de 2009, quando o Touro esteve na mesma situação e calou a boca de todos.
    Prevejo um jogo repleto de emoções.
    Dalcim, acredita que Rafa esteja em desvantagem física após a partida de hoje?

  5. Rodrigo S. Cruz

    Quase, quase o Dimitrov coloca água no chop do Ogro, hein?

    Teve dois break-points no quinto set, em que realmente o Nadal caprichou, jogou a vida, e se salvou.

    O búlgaro só perdeu aquele game de serviço que definiu a derrota, porque nele não conseguiu encaixar um primeiro saque sequer!

    E o que isso nos diz?

    Que do jogo de fundo, Nadal não conseguiu intimidá-lo, por mais que tenha tentado.

    Dimitrov se defendia quase tão bem quanto o próprio Nadal.

    O Federer não tem o vigor físico de um Dimitrov, porém se sai melhor de situações adversas, com o saque.

    A conferir.

    Mas acho que o suíço tem sim boas chances de vencer, mesmo sem o tal favoritismo.

  6. Sergio Ribeiro

    O Búlgaro Grigor Dimitrov e o Espanhol Rafael Nadal, jogaram uma Partida que somente enobrece os verdadeiros Esportistas. Digna de uma Final de GRAND SLAM. Sem essa de geração perdida, teoria da conspiração, h2h , entregar Troféu antecipado e outras Babaquices. Mesmo levando 79 Winners , Rafa Nadal venceu 6 pontos a mais e fez por merecer a Vitoria. Grigor mantém a chama que o Back Simples não termina sua Galeria de Campeoes com os Suíços. O Búlgaro tem todos os Golpes e um jogo de pernas para enfrentar qualquer um. E num esporte de altíssima precisão , isso e’ fundamental. Este quesito faz o Canhoto Espanhol , perto dos 31( idade que Roger venceu seu Ultimo SLAM ) . Altamente favorito na possivel derradeira Fedal em SLAM. Mesmo possuindo golpes muito mais contundentes que o jovem Búlgaro , sem a desculpa de estar voltando apos 7 meses, o Craque dificilmente resiste ao volume de jogo apresentado novamente pelo Touro Miura. Somente se tirar todos os Coelhos que possui em sua Surrada Cartola rs .A conferir. Abs!

    1. Sergio Ribeiro

      Ps. E não e’ que o então TOP 17 Pete Sampras , chegou a FiNAL do USOPEN 2002 contra o favorito André Agassi e o bateu por 3 x 1. O Norte-Americano levou o seu ultimo SLAM. Abs!

  7. Alexandre

    A fortaleza mental e física está de volta… nunca vi um jogador de tênis assim .
    Federer precisa achar uma maneira de vencer, mas não sei como .
    Dalcim o que Federer precisa fazer para vencer este monstro do Nadal?
    Gostaria de saber pois não estou vendo muitas saídas para o mestre.

    1. Pieter

      Falou e disse tudo!!!
      Em vez de ficarmos com picuinhas de torcedores fanáticos e frustrados, muito melhor apreciar o espetáculo!

  8. Fernando Brack

    Como disse ao Wuthrich aí embaixo, Nadal espetacularmente voltou a ficar daquele jeito que vira a
    cabeça do Federer do avesso. Hoje não pareceu sentir nada a maior velocidade do jogo, que todos
    achavam que poderia beneficiar o Dimitrov. E, agora, estamos na final, quando a fome de bola dele
    ainda cresce alguns níveis. Vai ser muito difícil pro Federer segurar o ímpeto do ogro alucinado, mas
    este é um dos pisos do circuito onde o suíço pode sair vencedor em cima dele. Vamos ver. Go Fed!!

  9. Leonardo Freitas

    Que jogo fez o Dimitrov e não deve se abalar com a derrota de hoje.E uma nova fase para ele e assim foi com o Wawrinka que cresceu muito com a derrota para Djokovic em 2013 no próprio AO.Ele e talentoso e vai fazer 26 anos e ele basta focar primeiro em entra no top 10 e ir melhorando principalmente a parte mental e nesse esporte derrotas como essas fazem tenistas crescerem e se habituar e se acostumar com essas horas de pressão.Nadal esta muito bem fisicamente e para mim e o favorito para vencer a final.Como sempre têm mais horas em quadra mas seu preparo físico e impressionante e seu spin na esquerda em jogos de cinco sets incomoda demais quem tem esquerda de uma das mãos.Acho que Nadal vence esse torneio e tudo caiu ao seu favor com 3 semifinalistas com esquerda de uma mão.Eu particularmente torço que o Federer vença e acho que ele merece pela volta e por ser uma das suas últimas oportunidades.Fato o histórico e a questão tática do spin na esquerda dele e mais parte mental de carrega uma freguesia incomoda faz que Nadal seja bem favorito para final e Federer terá que passar por uma batalha dentro da quadra e principalmente fora com seus fantasmas para transpor essa barreira.Será uma grande final e talvez a última entre os dois que venha um grande jogo e vença o melhor.

    1. Rafael Wuthrich

      Sobre Dimitrov, temos.que exaltar a.partidaça dele. Jogou de forma consciente, teve controle mental para voltar na partida, pressionou o quanto pôde Nadal e só perdeu sua chance porque o espanhol sacou bem e controlou os.pontos – ele não teve bola.na mão para ganhar os pontos. No game seguinte, falhou em 2 bolas, mas acontece. Tem tudo para.finalmente alcançar o top 10.

  10. Rafael Wuthrich

    Li um blogueiro famoso no twitter soltando rojões, enaltecendo essa final, dizendo que todos torciam.por ela. Todos quem? Em que mundo ele vive? Não vai ser nada disputado, sem contar o resultado esperado. Duvido até do aspecto técnico. Vai ver é por isso: saber que Nadal será o campeão sem dúvida nenhuma.

    Acho que Federer é muito azarado.

    1. Márcio Souza

      Calma…que o jogo é jogado e o lambari é pescado.

      Esse AO tem se mostrado um torneio sem prognósticos lógicos, e tem derrubado muita gente nas casas de apostas pelo mundo.

      Muita gente cravou e perdeu muito dinheiro apostando numa final entre Djokovic x Murray.
      Sabemos da superiodade do Nadal quando ele enfrenta o Federer isso é fato e histórico, porém de forma sensata temos que avaliar que os dois estão jogando bem e num jogo tudo pode acontecer.

      Não tiro o favoritismo do Nadal porém do outro lado tem o Federer e ele nunca deve ser descartado.

      Federer tera um dia a mais de descanso e portanto tempo para se preparar e encontrar as melhores formas de jogar contra esse monstro espanhol (como joga muito também quando não tem lesões ou dores) e o VT do jogo de hoje precisa ser analisado.

      Dimitrov hoje teve suas chances de vencer, porque o suiço não teria?

      E acho que o jogo de domingo vai ser um jogão e não vai ser fácil pra nenhum dos lados.

      Que vença o melhor…vai ser bom demais assistir mais um Fedal.

  11. Rafael Wuthrich

    Resultado esperado, e isso com o búlgaro jogando a partida de sua vida. Significa que mudo o meu palpite: ZERO chances de Federer domingo. ZERO. Está jogando pior que Nadal e, verdade seja dita, não tem mais o vigor do búlgaro nem a consistência no backhand para fazer frente. Arrisco um massacre, com direito a pneu. Uma pena. Nem vou perder meu tempo assistindo, até porque prevejo um jogo horroroso e pouco emocionante. No máximo Federer mantendo algum serviço. Já vi esse filme vezes demais pra ficar assistindo à toa.

    1. Pieter

      Tênis é momento. Todos sabemos que o Nadal tem uma vantagem mental insuperável sobre o Federer mas há outros fatores que podem mudar o rumo de um jogo. Reconheço que o Nadal é o favorito mas terá do outro lado da rede um jogador fora de série que pode, sim, muito bem aprontar. Só vendo para saber o que vai acontecer. Não esqueça das muitas surpresas que esse AusOpen aprontou. Bom jogo para todos!

    2. Fernando Brack

      Calma, meu camarada. Não precisa ser tão pessimista. Por outro lado, é verdade que vimos hoje
      Nadal jogando como nos seus melhores dias. Impressionante essa volta dele. O homem é louco.
      Dimitrov jogou muitíssimo bem, fazendo uma partida sensacional, mas a firmeza absurda do ogro
      fez com que ele errasse muita bola fácil, e ainda assim o jogo foi bem disputado.
      Também acho, agora, Nadal favorito. Ele tá daquele jeito que transtorna a cabeça do Federer, com
      bolas que voltam indefinidamente. O Mestre só tem chance se fizer uma partida perfeita, o que não
      é algo de se esperar quando ele enfrenta o espanhol.

      1. Alexandre

        Você tem toda a razão Brack. A atitude do cara em quadra e essa força mental beira a loucura mesmo. Não é normal.

      2. Rafael Wuthrich

        Meu amigo, difícil não ser pessimista. Federer perdeu todos os 4 jogos de ambos, mesmo quando estava jogando melhor que Nadal no torneio. O mesmo em várias oportunidades. Nesse torneio, em que o espanhol está levemente melhor, não dá para comparar. Queria uma disputa, mas.infelizmente não tenho mais paciência para ver meu ídolo fazer mais.uma final e perder, e o que é pior, jogando mal. Para mim, nem precisava ter jogo.

    3. José Eduardo Pessanha

      Lendo seu comentário, Wuthrich, parece que o Dimitrov é o Federer e o Federer é o Dimitrov. Kkkk. Abs

      1. Rafael Wüthrich

        Meu amigo, já tive minha cota de jogos em que Federer destruía durante o torneio, Nadal vinha aos trancos e barrancos e na final o espanhol ganhava, com menos winners e um monte de ENF e BP perdidos por parte de Federer. Não tenho qualquer expectativa a não ser o título do espanhol e uma partida enfadonha com passeio de Nadal.

    4. Alex Picelli

      Não aprecio teus coments, mas devo admitir, será 6/0 6/1 e 6/2 pro Nadal, fora o show e choro!
      Muito triste por mais uma chance do Federer ir pro ralo!
      Marca ai Nadalista doente, Nadal vence Federer domingo, vence RG faz 16 slam e vence wb e USOPEN fecha o ano com 18 slam. Anota ai!

    5. André Barcellos

      Na verdade Federer tem chance sim. Porque sua direita anda mais e ele faz mais winners. E porque saca mais.
      O Búlgaro não sabe ir à rede também.
      Enfim, é outro jogo.

      Se não der para o mestre, não deu. Mas torço pra que vá pra cima, pra encurtar os pontos.
      Trocar bola com o Nadal em dia não rola mais.

      1. Lucas Rodrigues

        Dimitrov na rede hoje: 36/48 75% de aproveitamento. Não sabe ir à rede? Um aproveitamento desses contra o Nadal é coisa de quem sabe, e muito, ir à rede.

  12. Marco Dias

    Estou quase acertando o placar do jogo do Nadal… hehehe

    Neste momento vamos ao 5º set … 2 foram ao tie-break e um foi 7/5… agora só falta o 16/14 no quinto… kkkkkk

  13. Victor Martins

    Eu fico me perguntando, como seria se o Nadal tivesse pegando o Djoko agora?
    Bom, certeza o jogo já teria terminado e o Nadal indo pro aeroporto.
    O que me incomoda é o simples fato dele não estar fazendo nada demais, a não ser mandando balão no backhand do búlgaro, é lamentável.
    E pode se dizer que o Nadal só estar nessa fase, chegando a semifinal, por que o Djoko perdeu cedo, e a motivação dele triplicou. Por que se o Djoko tivesse avançado as fases, o Nadal teria inventado alguma lesão no punho e desistido no meio, como aconteceu em Roland Garros ano passado, em que eles estavam no mesmo lado da chave, inclusive o Nadal até reclamou do sorteio, e ele acabou desistindo inventando lesão. É FATO!!

  14. Israel

    Mestre Dalcim,
    Considerando o H2H negativo de Federer para Nadal, você acha que o Nadal é amplo favorito ao título? Abcs

  15. Bela

    Se o lado sentimental nao imperar, Serena vai se tornar a maior ganhadora de Slans de todos os tempos, entre homens e mulheres na dita era open, ficando a dois da glória total e …. de sua aposentadoria. Sairá de cena com chave de ouro !! C’mon QUEEN RENAAAAAAAAA 11111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111

  16. Fernando Brack

    1 a 1 em sets agora e só podemos esperar que Dimitrov faça desta a partida de sua vida, aquele
    divisor de águas em sua até agora morna carreira e uma outra brilhante, de grandes títulos.

  17. Alice

    Nadal ganhou o primeiro set devolvendo perto dá linha de base que nem com o Raonic, só vi uma vez ele devolver depois de “Melbourne”, só que agora no segundo set ele está devolvendo lá atrás…Desse jeito ele vai estar dando tempo ao Dimitrov e vai perder o jogo…Aff

      1. Alice

        Que venha mais segundos serviços do Dimitrov, porque só assim pro Nadal jogar pertissimo dá linha, teve um que ele entrou na quadra literalmente kkk… O Rafa tá vencendo 99℅ dos pontos em que ele devolve perto dá linha de base, pois tira o tempo do Dimitrov devolver…

  18. Marquinhos

    Agora na Austrália, acompanhando de perto a movimentação rumo ao décimo oitavo do MAIOR E MELHOR DISPARADO da história!!!

    Márcio, estou contigo! Só FALTA UM!!!

    1. Márcio Souza

      É isso ai Marquinhos!!!

      Chega de pessimismo, o Nadal chegou na final.
      E era isso mesmo que eu queria, esse 18° vai vir em cima do Nadal contrariando o que muitos duvidavam.

      Pela idade que tem sabemos que daqui pra frente não vai ser em todo Slam que disputar que o GOAT podera novamente chegar na final e pegando o Nadal ainda, as chances serão minimas e sendo sensato talvez mais uma vez e olha lá, portanto olha a oportunidade de Ouro de enterrar vários fantasmas de uma vez só.

      Eu tenho certeza de que o Nadal também não esta tranquilo com essa final, porque ele sabe que o favoritismo estara todo do lado dele, diferentemente em anos anteriores em Wimbledon 2008 e no proprio AO 2009, quando o favoritismo era do suiço.

      Eu ACREDITO e muito no título do suiço no domingo e ele vai ganhar.

      E segura a gente por aqui, eu, você, Rodrigo Cruz, Nando e os torcedores de verdade do Federer nesse blog iremos encher esse espaço aqui e deixarmos os fãs e tietes do Nadal e do Djokovic LOUCAS DE RAIVA.

      Vai dar Federer domingo galera, pode anotar ai.

      Um abraço

  19. Ricardo B. de Carvalho

    Wawrinka dormiu tranquilíssimo. Foi o melhor “aussie” da vida dele. O búlgaro idem. Não está com cara de quem vai “enrubescer”; no feminino, a meu ver o torneio perdeu prestigio.

  20. Cássio

    Apesar do favoritismo de Nadal sobre Dimitrov, acredito que o búlgaro tem todos os meios de vencer esta partida. Técnica, golpes ele possui de sobra. O momento é excelente. Vem de título, invicto, e com alto nível de desempenho. A quadra é favorável, atenuando os efeitos deletérios dos balões no revés. Falta de experiência? Não. Um tenista de quase 26 anos não pode se sair com essa. O verdadeiro desafio – e aí reside o perigo – será administrar o mental diante de um dos maiores competidores desse esporte. Tem o back simples, tudo bem, mas ainda assim, vejo a hora perfeita para ao menos beliscar uma final, quiçá conquistar o slam da sua geração. Afinal, olhando da perspectiva dele, os líderes do ranking se foram. Mais, os primeiros oito estão fora. Ok, ainda precisa vencer dois dos maiores da História, um deles O Gênio. Mas convenhamos, pra vencer grand slam não há atalho. Assim, com o potencial e preparo físico de garoto, bem melhor ter de encarar “apenas” os feras já trintões, do que ainda ter de passar por nole ou andy, 6 anos mais novos do que o Maestro, por exemplo. Só falta ele mesmo acreditar que é possível, quem sabe se inspire no Wawrinka logo mais hahaha

    Enfim, prevejo jogo duro. Dalcim, o que vc acha, sonhei alto demais??

  21. Gerson Rangel

    – Minha leitura desta semi foi que Federer jogou taticamente muito disciplinado, nunca deixando o Wawrinka ‘confortável’ sobretudo nos dois primeiros sets; enquanto que Stan na minha opinião respeitou demais o Federer e isso acabou influindo e mexeu com a cabeça dele. Ainda assm teve inúmeras chances nos 3 últimos sets mas esta postura o atrapalhou; se fosse outro jogador ele estaria gritando, chamando o jogo pra sí, tentando não se entregar até achar uma ‘brecha’ que apareceu. Sei lá, é o que eu achei.

    1. Marco Dias

      Concordo com a sua análise. E, ainda assim, como vc disse, Stan poderia ter vencido antes de ser quebrado no 5º set, pois estava num momento melhor na partida e tinha tido mais chances de quebra até aquele momento.

  22. guigas

    Boa noite dalcim, acompanho o blog a uns 3 anos, mas nunca comentei nada. Primeiramente gostaria de te dar os parabéns pelas analises brilhantes e textos magníficos. E agradecer também por fazer desse espaço uma coisa tão legal para nos que amamos o ténis.

    Gostaria de te perguntar, você conhece o mundotenis para comprar ingressos? para jogos de tenis, e confiavel?

    Abraços

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, Guilherme, muito confiável. É nosso parceiro há dois anos e jamais recebi qualquer reclamação deles.

  23. evaldo moreira

    Dalcim,
    Mestre, me explica ai, como um cidadão de 35 anos, e com essa impressionante campanha nesse AO, eu acho, que se Murray tivesse enfrentado ele, não levaria, disso tenho a quase certeza, basta ver o nível dele contra os outros tops, mas jogo é jogo, é a opinião que tenho á respeito, mas é bom demais ver o suíço fazendo essa transição junto á rede, é ou não é mestre, espetáculo, vejo em Federer um cara diferenciado, dos demais, claro que, cada tenista tem o seu jogo e a forma de jogar, fato.
    Dalcim, qual o jogador do passado, caso tenha, e que você achou parecido com o jogo do Federer?

  24. evaldo moreira

    Boa noite, galera e ao mestre Dalcim,
    Li quase todos os comentários, e ampla maioria, cravando mais um fedal, mas venho acompanhando o Dimitrov desde Brisbane, e realmente, ele tá diferente do ano passado, está mais sólido, concentrado, e o saque bem afiado, cabe ressaltar, o jogo de pernas dele, se movimentando muito bem, além da firmeza na linha de base, e achei a entrevista dele bem bacana, onde fala de ter amadurecido e tal.
    Eu acho que vai ser um baita jogo (Nadal x Dimitrov), os dois bem focados, se Dimitrov manter esse ritmo, e ser agressivo no segundo saque do espanhol, leva, mas o Nadal é muito duro, e osso duro de roer, mas sei não, tá com cara que o búlgaro vai aprontar, vamos aguardar.

  25. José Eduardo Pessanha

    Dalcim, o jogo de amanhã representará muito para Grigor Dimitrov e, ainda mais, para o futuro do tênis. Acredito que Murray será líder do ranking por mais um ano e alguns meses, talvez alternando com Djokovic. Pode ser mais, pode ser menos. É apenas um chute. Isso se confirmando, teríamos (provavelmente) então três opções para o número 1. A primeira (e pior) seria o esforçado Milos Raonic, que realmente é um cara constante, que está sempre “nas cabeças”. A segunda opção (e aí está a importância do jogo de amanhã) seria o próprio Dimitrov, que ainda é muito jovem. Entretanto, como bem disse o Roese no Pelas Quadras, Dimitrov teria que sacrificar seu estilo “bon vivant” em prol de uma dedicação exclusiva ao tênis. A terceira opção seria uma rápida ascensão de Zverev ou de Kyrgios. Não aposto em Nishikori, devido a seu físico frágil. O futuro está aberto. Veremos quem será o próximo rei do tênis muito em breve. E, infelizmente, praticamente ao mesmo tempo, o fim de carreira de Federer, Nadal, Djokovic, Murray, Wawrinka, Berdych, Tsonga, Ferrer e Del Potro. Abs.

  26. jeremias

    Bom, tudo indica que teremos a tal final Blockbuster. Vai ser divertido, sim. Claro que como o Rafael Medeiro enfatizou(e eu também já o fiz mais de uma vez), há toda uma sorte de exageros hypeados em torno desse duelo, a começar pelo fato de que tecnicamente falando as grandes partida de Wimbledon que nós assistimos foram Djokovic x Federer 2014, e em seguida, a final que Federer derrotou Roddick no ano seguinte, em 2009. Duas partidas soberbas, tenisticamente falando, superiores àquelas de 2008, mas…….

    1. Rodrigo S. Cruz

      Duas partidas que recordarei com carinho, enquanto viver:

      Safin x Federer (semifinal do Australian Open 2005)

      Kuerten x Myirni (3° rodada do Us Open 2001)

    2. Rafael Medeiros

      É isso aí, Jeremias.

      Sempre igual: forma-se uma expectativa monstro, intitula-se como o encontro do século, e no fim saem todos meio que constrangidos e com o mesmo pensamento: “é, joguinho meia boca”. Mas ninguém fala. rs.

      1. Lincoln

        Eu condordo em partes, com vc Rafael e com o Jeremias. Porém, o que faz o Hype entorno da final de WB08, foi o contexto que aquilo tudo representava e foi demonstrado. De um lado tinha um cara pentacampeão seguido do torneio, do outro um cara que estava em sua terceira final seguida de WB, que vinha de uma em ascensão em quadras rápidas. A tensão, dos dois sets a 0, a chuva, a busca pelo placar, os matchpoints salvos, a escuridão tomando conta da quadra. Todos estes fatores engrandeceram ainda mais aquele jogo.

        Me recordo de partidas memoráveis como:
        federer x roddick – WB09
        Delpo x federer – UO09
        Nole x federer – UO10 e 11 (aquele winner de devolução do djoko em 3×5 no quinto set – 15×40 – é o ponto que sempre me recordo com clareza)
        Nole x federer – WB14
        Murray x Delpo – Olimpiadas Rio 16.

        porém a que mais me marcou foi
        Guga x Russel – RG01 e o famoso coração na quadra.

  27. André Luiz

    Quais as chances de Dimitrov contra Nadal, Dalcim?
    Vejo o búlgaro jogando o fino do tênis, muito rápido e seguro do fundo, bastante agressivo, com excelente serviço.
    Teria ele chances reais contra Rafa?

  28. Alice

    Então, quer dizer que Federer sentiu um “incômodo” na coxa que não o permitiu se movimentar direito em quadra hoje? Se tem hipótese até de uma lesão, ta bom… vou fingir que acredito (#soucruel). Agora o que falta pra completar é Nadal chegar à final, vencer e o povo vim aqui falar da “suposta” lesão… Pior, falta o Rafa chegar a final e o Federer não jogar, devido ao incômodo na coxa…rsrsrs

    1. Antonio Gabriel

      Ele claramente simulou a contusão, deu a entender claramente que acha errado o uso do tempo médico. Talvez ele esteja certo, talvez errado, mas queria saber se ele nunca se utilizou do tempo médico de verdade.

  29. Oswaldo E Aranha

    Muito tem se falado sobre as partidas e os jogadores, mas quero falar do blog.
    Dalcin, este blog, extremamente democrático tem sido importante para muitos para suportarem suas frustrações e recalques. Afinal ele abriga: frustrados, recalcados, ufanistas, futuristas, saudosistas, esperançosos, sonhadores, palmeirenses – como tu, vascaínos – como eu, corinthianos, não sei se há algum.
    Enfim, desejo te dar um abraço pelo esforço, pela paciência e pela persistência. Algum dia o espírito santo baixará.

    1. Robson

      E realistas como eu.
      Aproveitando inclusive a deixa da realidade,o campeão do AO de 2017 sai do jogo de amanhã cedo,Nadal ou Dimitrov.
      Minha torcida,Nadal óbvio.

  30. Fernando Brack

    Agora, vamos ser sinceros, fica difícil dizer quem realizou a maior façanha ao chegar à final desse AO,
    na idade em que estão, se Federer ou Venus. A americana vinha sem resultados expressivos há muito
    mais tempo que o Mestre. Que glória para as duas irmãs jogarem mais essa grande partida entre si.

    1. Robson

      Os dois feitos são extraordinários, ainda que tenham contado com uma certa “ajuda” como Azarenka,Sharapova e Kivitova por exemplo fora da disputa e com a ZEBRA Zverev mais velho fazendo o trabalho sujo tirando o número 1 do mundo do caminho de Federer,mas enfim,obviamente os dois não tem nada com isso e fizeram a parte deles muito bem feitas.

  31. Felipe

    Caro Dalcim

    Acredito que de alguns tenistas solicitem o tempo medico como forma de milonga…. so para esfriar o jogo.

    Pelo o que eu sei, o arbitro de cadeira pode atender ou nao ao pedido do tenista.

    Em torneios de alto nivel, ja viu algum arbitro se negar a ceder esse tempo, por entender ser cera do jogador?

    1. José Nilton Dalcim

      Não, acho que jamais acontece nem o árbitro tem esse poder. Ele pode apenas se ater à regra, determinando se o momento é correto ou se ele pode pedir para a mesma contusão. Mas não pode impedir o tenista de ser atendido.

  32. jeremias

    O leitor Victor Martins, provocou o Djokovic associando sua desmotivação à batida e rebatida concentração de bajulações em cima da dupla Papai e Filhinho, opa, quer dizer, Nadal e Federer(kk), apesar dos seus feitos também notáveis. Mas olha, sem brincadeira, vou te dizer que tem vezes que acho que isso dá uma afetada nele mesmo, e que talvez essa seja até uma das causas dessas baqueadas que acometem o Djoko de vez em quando, e que, obviamente, ele jamais admitirá publicamente. Lembro que em anos anteriores já vimos o Novak dá umas “brochadas” (kk) em alguns momentos decisivos onde ele parecia ficar abatido por não receber a atenção que julga justa. Vimos isso em algumas finais de 12, 13, e até 14 também; aí ele vai e supera isso em 2015 e parte de 2016. Mas já anos passado o banzo voltou de novo…enfim…

    1. José Eduardo Pessanha

      Cara, o Djokovic é eslavo. Com certeza há uma rejeição (absurda, por sinal) do público e talvez de parte da mídia sobre ele. Já até comentei sobre isso antes. Uma pena, mas isso realmente acontece. Um outro fato que atrapalha é a pouca abrangência de seus patrocinadores esportivos. E também o seu surgimento “bem” posterior a Federer e Nadal, que já tinham torcidas bem consolidadas. Abs.

      1. jeremias

        Concordo com os outros fatores citados por você, mas será que ele ser eslavo entra na conta aí também? Porque se entrar é f….

  33. Luis

    Dalcim o Federer nesse aberto da Austrália ta com uma vontade maior chamada gana como disse o Rafael de vencer um Grand slam talvez por as coisas estarem indo bem rivais e favoritos Djokovic e Murray fora do torneio,notei uma vibração maior nesse jogo com Wawrinka,talvez foi também com Nishikori,voce achou um Federer mais solto e vibrando mais que conhecemos? Claro que ainda maior parte da partida fica calmo,sobre o ranking Federer volta pro top 10 com a final? Go Roger rs,vamos Dimitrov rs

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, Federer estava vibrante e mais alegre. Hoje ficou um pouco mais tenso, mas o jogo foi tenso mesmo. Não. Sobe para 14. Será top 10 só com o título.

  34. Aurélio Passos

    9 x 2 em Majors pro Nadal… E nos dois confrontos no Australian Open 2 x 0… Triste roteiro para domingo…

  35. Fernando Brack

    Nadal é o intrometido entre jogadores com BH de uma mão e Dimitrov é o intrometido no meio de
    campeões de Slam. Vamos ver qual dos intrometidos vai levar a parada e perder do Fed na final.

  36. Rodrigo S. Cruz

    Confesso que pra mim foi muito difícil assistir a este FEDRINKA.

    Hoje em dia, eu torço pelo Stan pra caramba.

    Adoro o jogo dele.

    Porém, ele ainda tem alguns bons anos pela frente, enquanto o compatriota amarga um jejum de 5 anos sem títulos de Slams…

    Por isso não tinha como torcer por Stan hoje.

    Mas que eu fiquei dividido, isso fiquei!

    1. José Eduardo Pessanha

      Rodrigo, também gosto bastante do Ursinho Carinhoso, mas acho que ele não terá bons anos pela frente. rs. Acho que é só esse mesmo. 2017 e olhe lá. rs. Vou falar sobre isso no próximo comentário. Abs.

    2. Vinicius Xavier

      Tive o mesmo sentimento Rodrigo, felizmente o jogo foi decidido somente no quinto set por detalhe mostrando que qualquer um poderia ter ganho o jogo.

      1. Marco Dias

        Exato. Num jogo que envolve dois tenistas para o qual torcemos, ao mesmo tempo que se fica feliz pela vitória de um, há a tristeza pela derrota do outro. Decidido como foi, no 5º set, com chances para o derrotado, é o melhor, afinal só pode haver um vencedor, infelizmente.

  37. Túlio Oliveira

    Sei que será muito difícil e improvável, mas vou torcer muito por Venus. Seria muito especial vê-la conquistando um Grand Slam aos 36 anos e depois de passar por tantos problemas de saúde. Aliado a isso, o fato dela ter perdido várias finais em torneios desse porte para Serena. Enfim, seria uma forma de coroar toda sua trajetória no tênis. Minha torcida é pra Williams mais velha!

    1. jeremias

      A minha também,mas é praticamente impossível…A não ser que a irmã caçula dê uma “colaborada”; só que não por malícia financeira, mas, bem ao contrário, por atos inconscientes que às vezes o amor leva a pessoa a cometer. Isso acontece, sim. Esperemos.

  38. Jose Carlos

    De volta ao passado.
    Provavelmente o Nadal ganhe a semi e veremos Federer x Nadal e Venus x Serena.
    Inacreditável, que há dez anos estávamos acostumados com esses nomes em finais de Slams e uma década depois, esses monstros reaparecem.

  39. Marcus

    Só vou dizer 2 coisas:

    1 – Grigor Dimitrov está jogando uma barbaridade na linha de base.

    2 – O jogo está rápido pra cassete.

    Obrigado.

  40. André México

    Boa tarde Dalcim

    Em primeiro lugar quero te parabenizar pelo blog. Sem duvidas o melhor do Brasil: nao só as colunas sao certeiras mas tb seus comentarios posteriores, sem falar do seu tempo para sempre atualiza-lo !!
    Sou súper fã do Fereder ha anos e vivendo no Mexico fui ve-lo nas finais em Flushing Meadows em 2009 e em 2015, ambas perdidas. Te tenho uma pregunta: vc acha que encarar Nadal é pior ou melhor para ele ? Pregunto porque de um lado ele tem um certo trauma e medo dele, más por outro imagino que a motivaçao dele (principalmente no contexto atual) estará nas alturas!!

    Outro ponto: Federer me pareceu muito menos ansioso nessas 2 semanas, jogando com menos pressao! Ha 2 anos tenho quase certeza que ele nao ganharia ambos jogos jogados contra Nishikori e Stan.

    O que achas

    Abs

    1. José Nilton Dalcim

      Eu tenho dito, André, que esperava Federer jogando relaxado, sem pressão, porque não havia expectativas nem dele próprio em cima do torneio. Concordo com você que essa postura seria a ideal para a final, principalmente contra Rafa. Mas Federer já mostrou ser bastante sentimental e certamente essa característica de sua personalidade influencia também em quadra. Abs!

  41. Henderson

    Vênus Williams usou a experiência para neutralizar a Coco. Venus explorou o beckhand da Coco e os erros começaram a aparecer.

  42. Marco Dias

    Repetindo o meu palpite de ontem:

    Dimitrov 3 x 0 Nadal (triplo 7/6)

    Mas, se por acaso o Nadal vencer, torço para que seja algo tipo 7/6, 6/7, 7/6, 6/7, 16/14 em 6:45h

    Abs!

    1. Aurélio Passos

      Tomara que o carranca dance.
      Rapá, que coisa nojenta o carnaval que esse sujeito faz nessas vitórias…. so invés de sorrir, ê uma cara de rauva, sei lá…

      Em seu mundo que gira ao redor de seu próprii umbgi, ele realmente acredita que vencer uma partuda de tênus ê um ato sobre humano de coragem, garra, superação e heroísmo, quase como se fosse um atleta pára-olímpuco (e vindo dr infâncis pobre), como se fisse um feito pars toda a humanidade…

      É um deslumbrado cheio de problemas psicológicos (alguns deles criados pelo tio), mas que deu certo…. o tenista maus egocêntrico e ambicioso a pisar numa quadra de tênis…

      1. Felipe Velasquez

        Aurélio, o nível de concentração e estress numa partida importante deve ser enorme. O que o Nadal faz após conseguir uma vitória é a sua forma de extravasar! Um abraço.

      2. Marcelo Baiano

        Tenho a mesma leitura sua, Aurélio!
        Enquanto Guga perdia às vezes por pena dos seus adversários, Nadal joga como se aquela partida fosse um caso de vida ou morte: matar ou morrer, fazendo com que jogue com uma gana e concentração anormais, tentando intimidar o adversário com sua vibração e fazendo cara de mau. Quando ele ganha pra mim é como se a ambição superasse a virtude, ganha o tenista mais ambicioso, que joga com mais afinco, e não o tenista mais virtuoso, que joga com mais técnica.

  43. Marcelo-Jacacity

    Infelizmente não pude assistir ao jogo, entretanto, pelos comentários, tecnicamente a partida não foi boa.
    Li há pouco a entrevista do Federer em que relata que o pedido médico teve muito mais o intuito de acalmá-lo que efetivamente remediar a lesão na perna.
    Quantos medical timeouts serão necessários para acalmar o suíço na final perante, possivelmente, seu maior nêmesis?

    1. Jônatas

      Não o suficiente hehehe.

      Mas ele pode cortar o o dedo e ter até 300s de medical time-out. É o máximo que pode ter…

      😛

  44. Dos anjos

    Era fraca está de volta. Maior clássico dá história do tênis na final. A história merece. Eles merecem essa última vez. O tênis merece. É só aplaudir

  45. Eronilson Teles

    parabéns ao Federer mais de uma coisa tem que concordar federer deu uma baita sorte com a eliminaçao precoce do murray

    1. Marco Dias

      Stan acho que deu mais trabalho (no 5º set estava melhor no jogo, aliás) do que o Murray tem dado ao Federer ultimamente.

  46. César valeixo

    Dalcim, vejo sempre uma equipe muito grande junto com os tenistas top, porém você saberia dizer a partir de qual nível um tenista tem condições financeiras para levar pelo menos 4 integrantes? Um top 30 já tem possibilidades? Abs

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que o top 50 já tem condições, César, porque ele tem ranking o bastante para disputar todos os grandes torneios.

      1. Emerson

        Dalcim, aproveitando esse off-topic, tenho uma pergunta: Eu vejo torneios oferendo US$ 10000, 25000, 50000 e fico pensando se nesse nível é viável economicamente porto tenista, já que mesmo ganhando vai receber uma pequena parcela disso e, normalmente, não se ganha muitas vezes. Então penso se pra quem está em nível Future, ou mesmo Challenger, se é uma carreira lucrativa ou se valeria mais a pena uma carreira “normal”, como escritório.
        Fica pra mim uma impressão de que nesse nível é mais amor ao esporte e pai-trocínio mesmo.
        Poderia me dar mais informações sobre isso?

        Obrigado!

        1. José Nilton Dalcim

          Se você tiver patrocinador ou jogar uma sequência de torneios sem gastar passagem, dá para equilibrar. No fundo é um investimento para o futuro. Difícil um tenista fora do top 150 ganhar realmente dinheiro.

  47. Sônia

    Dalcim, assisto aos jogos do Federer há trocentos anos, posso com certeza lhe dizer que O conheço. Sei que vai achar que estou falando borracha mas algo de errado ELE deve ter feito no início de sua carreira e os caras descobriram, por isso O controlam. Meu irmão começou com esse pensamento e acabei concordando. Infelizmente esse esporte é tenebroso demais entre os poderosos, há muita grana envolvida. A proteção dos ++ para com esse espanhol me enoja, vide o uso das substâncias legalmente autorizadas. Por mais que os ++ tentem, o espanhol jamais terá a força em termos de marketing que ELE tem, jamais. A participação DELE na inauguração da academia do espanhol foi algo surreal, eles não são amigos e jamais serão. Isso tudo é utilização do nome DELE, por isso sempre afirmamos que “jamais serão”. Preste atenção, reveja a final entre eles em Roma e entenderá o que estou lhe dizendo. Nada a ver com mental fraco, esquerda falha, bla bla bla… apenas “entrega”, humilhante demais. A derrota do Murray para aquele alemão é outra coisa que simplesmente não dá pra entender. Lamentavelmente, se Dimi não fizer o trabalho sujo (difícil), seremos obrigados a presenciar mais um FEDAL arranjado, ou seja, mais uma humilhação DELE no domingo. Já começou com esse teatro com a Wawrinka, entregando dois sets e o probleminha na perna (??). Só posso lamentar.

    PS: continuo O amando por demais!

    1. O JR7

      Sônia, Boa tarde!
      Também acho esse mundo tenebroso demais pra acreditar em tudo. Sempre desconfiei que existiam combinados no futebol que acabaram se confirmando depois… Só não consigo entender é como alguém poderia correr por mais de 4 ou 5 horas pra fazer o favor (ou desfavor) de entregar uma partida? Não seria mais fácil jogar por menos tempo do que o “necessário”?
      Sim, também achei a saída do Murray muito estranha… em condições normais não tinha como ele perder um jogo de 3 sets, como todo respeito ao seu adversário… Não seria uma maneira de “animar” de alguma forma o circuito exponenciando os dois maiores ícones dos últimos anos???
      Ou, eu e a senhora estamos ficando completamente loucos??? (risos)

      1. O JR7

        Oi Ricardo, foi uma maneira de tentar ser abrangente rsrs…É claro que não acredito nessa sobre o Federer especificamente. Como não atribuo o vigor físico de Nadal a um pacto com o “cara la de cima” rs Mas sabemos que no tênis já houveram casos de manipulação de resultado, doping, abandonos suspeitos, entre outros. Como negócio que envolve dinheiro, e em alguns casos, muito, nunca deve ser ignorado possibilidade de reincidencias… E a colega é torcedora do suíço, procura sempre ser simpática nos comentários rsrs… era isso : )

    2. André Barcellos

      Sou fã demais do suíço e o considero o melhor, mas sua especulação vai além, muito além de todas as teorias de conspiração que já vi.
      Fosse assim, seria melhor o Federer abrir sempre dois sets de vantagem e depois ir entregando a rapadura, o que já sabemos, não acontece.

    3. Efra Jovem

      Claro que ha trapaças em muitas coisas na vida, mas tu deu uma viajada legal no assunto. Dá pra ver que você sofre com o sucesso de um determinado jogador.

    4. Alexandre

      Sonia, seu texto foi tão, tão, tão fora de propósito que nem o Dalcim ,o “rei da paciência” pode responder…vai ver que o Murray ta precisando de um dinheiro mesmo pra pagar a mensalidade da escola da filha, dai teve que entregar…só se for..AFF…nem sei como da pra perder tempo com este comentário..mas perdi por puro surpresa por um texto tão afirmativo..kkk…tenha dó!

    5. Mário Fagundes

      Sônia, também não acredito que o tênis seja um esporte limpo. Como vc frisou, há muito dinheiro envolvido e também evidente proteção a Nadal. Mas, olhando o H2H, as duras derrotas sofridas por Federer, a luta por três ou quatro horas em quadra (pra no fim sair derrotado)… Pergunto a você: em sua opinião, em quantas dessas 23 vitórias de Nadal houve “entrega” por parte de Federer, além da final de Roma?

  48. Márcio Souza

    E que venha o Nadal!!!

    É isso mesmo, temos que torcer pro Nadal passar pelo Dimitrov e chegar a final, para que o Federer possa finalmente ganhar dele e devolver aquela derrota de 2009 ai mesmo no AO.

    Olha ai que chance maravilhosa de espantar aquele fantasma de 2009 ao receber o troféu de campeão e olhar pra trás e ver o espanhol segurando aquela bandeja…ai é hora de cerrar o punho e pensar CHUPA NADAL! Oito anos depois esta ai a resposta por aquela aquela final.

    Então galera sem essa de achar que sendo o Nadal o outro finalista a vaca ja foi pro brejo, o que ja passou, passou.
    O que existe agora é o que o presente nos mostra, e o Federer chegou na final, coisa que poucos acreditaram e ai porque o medo de pegar o Nadal na final?
    Porque ele pode perder mais uma? Que diferença faz perder mais uma?
    Agora pensem no bônus que ele pode ganhar vencendo a final contra o Nadal…por essas e outras ele tem que jogar tudo que sabe e não sentir mais a pressão ao enfrentar o espanhol, até 2011 o Federer era um dos tenistas a serem batidos e havia uma enorme pressão, hoje não mais, então é só se concentrar no jogo e jogar, se ganhar, ganhou e sera maravilhoso, mas se perder, perdeu e só se concretizou o que ja havia acontecido antes varias vezes.

    O Federer só tem a ganhar jogando essa final com o Nadal, então não tem mais que entrar na pilha e se desconcentrar do jogo como aconteceu varias vezes…e tem um fator importante, sera que nesses anos todos que ficaram sem jogar ou que jogaram, e que ele ficou afastado, ele ainda não tem um jeito de jogar pra poder vencer o espanhol?

    Eu acho que tem e foi isso que aconteceu no último jogo entre eles na Basiléia 2015, na quadra rápida o Federer foi mais uma vez campeão em casa…então é isso, entrar pra jogar e deixar a pressão e favoritismo pro Nadal, e jogando solto com a cabeça boa quem sabe as coisas não aconteçam diferente?

    Eu acredito!!!

    Pode ser que o Dimitrov venha aprontar pra cima do Nadal, não acho impossível porém é pouco provável, mas depois do Istomim e do Zverev nesse AO não podemos duvidar de mais nada.

    Enfim o 18° GS esta a somente 1 passo!

    E como diria um colega aqui do Blog:

    FALTAM 1!!!! Kkkkkkkkkkkkkkkk

    1. Nando

      Concordo com td o q vc disse man, exceto a última linha do seu comentário, deixe isso pra torcedor de outro tenista.
      Penso da mesma forma, independente do adversário, Federed tem (e vai!) q lutar e ganhar essa porra! E ele vai ganhar!

    2. Fernando Brack

      Márcio, vamos torcer pro Mestre fazer uma final sublime, seja lá quem for o adversário.
      E eu concordo com você: se for o Nadal, tanto melhor.

    3. Rodrigo S. Cruz

      Aí não, né.

      Pelo amor de Deus…

      Não começa você também com essa idiossincrasia apatetada de “faltam 2, falta 1”.

      Aguentar um só falando isso aqui no blog, já é irritante demais.

      1. Márcio Souza

        Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Calma galera eu estava só dando uma cutucada no nosso colega que deve estar no sítio agora ou abraçando árvores.

        Eu também não curto nem um pouco esse negócio de falta 5, falta 4…

    4. FRANCISCO

      Márcio, Roger, não minha opinião, só terá chances, se jogar como jogou (ou parecido), contra Tomas Berdych.

  49. Lunard

    Que ótimo que o AUS OPEN a algum tempo mudou as semis, respeitando a organização do torneio é claro, minha humilde opinião é que deveria ser no mesmo dia tal qual a maioria dos Slam, ainda assim é positivo afirmar que ninguém mais terá que jogar mais de 9h entre um dia e o próximo tal qual fizeram com NADAL em 2009 e edições anteriores.

    1. Fernando Brack

      Não entendi nada essas semis em dias diferentes. Liguei a TV hoje cedo muito despretensiosamente
      e dei de cara com Federer e Wawrinka em quadra. Achei que estivesse delirando.

  50. Cleberson

    Muita calma nessa hora pessoal. Vejo muitos dando como certo Nadal na final. Dimitrov está jogando muito (sobretudo na defesa) e não será nenhuma surpresa eliminar o Nadal hoje.
    Se der NADAL X FEDERER, sinto muito pelo Mestre

  51. Gabriel Verri

    Dalcim,

    Considerando que se o Federer vencer a final domingo conquistaria seu slam de número 18, com 35 anos de idade. Vc acredita que os dois tenistas em atividade que mais se aproximam desse número: Djokovic com 12 slams e 29 anos e Nadal com 14 slams e 30 anos terão chances de alcançar esse recorde até o fim de suas carreiras? Vale ressaltar que apesar de serem mais novos que o Federer e considerando que jogassem até a idade atual de Federer, poderiam passa-lo. Porém conforme a idade chega pode fazer com que os dois não se mantenham no topo, e Federer poderá também jogar ainda mais anos e ganhar mais slams. Alem de que, hoje, prova pra todo mundo que é uma exceção, um mito do tenis por chegar aos 35 anos jogando em alto nível.

    1. José Nilton Dalcim

      OS 17 já são uma tarefa difícil, Gabriel. Se chegar a 18, vai ficar bem difícil. Claro que Nadal parece estar se recuperando e Djokovic ainda tem muito chão pela frente, porém eles terão de ter mais duas ou três temporadas no auge da forma.

      1. bruno

        Dalcim,vale lembrar também que Nadal abandonou a temporada passada mais cedo e se preparou bem melhor,estou quase certo que isto foi o motivo da boa campanha de ambos.
        Não acredito que manterão por muito tempo pelos fatores que todos já sabemos.

  52. Chetnik

    Esse Wawrinka só serve para tirar GS do Djoko…mas esse cara é meio azarado. Num quinto set de um dos confrontos do AUSO que o Djoko venceu, o Djoko jogou uma bola pra fora num break point a favor do Wawrinka, e o juiz de linha amigo não viu rs. Hoje no break point 1-1 do quinto set aconteceu a mesma coisa. Coitado do cara rs.

    Podem dar o troféu pro Miúra. Domingo vou estar tão ansioso como numa final do Djoko. Torcendo pelo Nadal salvar o tênis e a humanidade das trevas. 15 neles, Touro! Vai ter choro, kkkkk.

    PS: Que MTO mequetrefe esse do Federer, kkkkk. O sr. perfeição, que nunca comete deslizes na quadra, sempre com uma conduta ilibada e irrepreensível. Deve tá aprendendo com os “sujos” Nadal e Djoko.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Direitos iguais, não?

      O Wawrinka não fez a mesmíssima coisa quando a vaca estava indo pro brejo de 0x2 em sets?

      Esfriou o jogo.

      Certíssimo o Federer!

      1. Sergio Ribeiro

        Finalmente concordamos, Caro Rodrigo. E sem Estatísticas , Afinal , o Craque mostrou que o Buraco e’ mais embaixo.kkkkkkkkkkkAbs!

    2. Fernando Brack

      Ah, vá, Chet! Federer pediu atendimento no intervalo entre os 2 últimos sets, quando já há um
      tempinho de descanso maior. Nada a ver com as artimanhas cometidas por Nadal e Djoko.

  53. Victor Martins

    “Você provavelmente pensariam que eu tenho uma chance ligeiramente melhor para vencer Dimitrov do que Nadal. Mas quem se importa? Na final o que importa é se você vai ganhar ou não”.

    “Eu sei que vou ter uma chance de ganhar no domingo. Essa é uma ótima posição para se estar. Independentemente de quem vou enfrentar, acho que vai ser especial de qualquer maneira. Um deles tentaria seu primeiro Slam ou então farei uma batalha épica com Rafa”.

    “Tudo o que me importa é que eu possa ganhar no domingo. Não importa quem estará do outro lado da rede. Mas eu entendo a magnitude de um jogo contra o Nadal, sem dúvida sobre isso”.(RF)

    Depois dessas palavras do maior de todos, quem sou eu pra duvidar, ou ter medo dele enfrentar o Nadal. Seja o que Deus quiser, por que se for pra ele ganhar, se Deus permitir que seja a hora dele vencer esse 18° Slam, vai ser contra qualquer um.
    Eu só sei de uma coisa, se o Rei vençer, vai ser um dos dias mais felizes da minha vida, e acho que vai ser também de muita gente!!!

    Um abraço a todos, e parabéns Dalcim pelo seu Blog, e pelo espaço que você dá pra gente debater sobre esse esporte que a gente ama.

  54. Bruno Macedo

    Eu pensei que NUNCA mais fosse assistir uma final entre Federer e Nadal, mas agora tô achando que vai acontecer. Estou torcendo pelo Nadal amanhã, embora goste do jeito de jogar do Dimitrov e torça para que ele comece a fazer valer o talento que tem, essa oportunidade de assistir Federer X Nadal não pode ser desperdiçada.
    E se der Nadal e Federer na final, torço pelo Federer, o gênio.

    Tem uma pessoa que não deve tá gostando nadinha disso tudo: Djokovic. hahahah

    1. Victor Martins

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, é foda pro Djoko. O cara fez o que fez na temporada passada e principalmente em 2015 quando venceu quase tudo que disputou. Mas, basta voltar o maior de todos a jogar, e ser ENDEUSADO, que a motivação do homi já muda, perde na segunda rodada, kkkkkkkkk…
      Olha a moral do Rei Roger, jogar primeira rodada com o Melzer, na Rod Laver, e no horário nobre. Aí é demais pro Djoko, kkkkkkkk, desmotivação na certa.

      1. Bruno Macedo

        É estranho isso, pq por mais que o Djokovic consiga as façanhas que conseguiu, ele continua sendo um intruso, aquele cara que chateia vez ou outra, mas que não faz parte da realeza. Federer é rei e o Nadal é o antagonista. E Djokovic? Ah sei lá… Nasceu e jogou no momento errado da história esse Djokovic! rsrs Pelo menos é assim que eu vejo.

        1. Victor Martins

          É meio louco isso neh. É mais ou menos isso mesmo.
          Acho que tem muito a vê com o carisma de Federer e Nadal, que são verdadeiros, as atitudes deles dentro e fora de quadra, até quando estão perdendo no jogo não ficam dando pitis, respeitam o adversário, não é nada forçado o carisma deles, por outro lado o Djoko fica dando aqueles pitis no jogo como se você um juvenil, muito arrogante quando se estar perdendo de alguém com ranking bem abaixo e fica dando aquela risada irônica, desmerecendo e desrespeitando o adversário, e tem o carisma muito forçado, até tentar falar em mandarim na temporada asiática ele faz, enfim são vários aspectos que tornam Federer e Nadal ícones e embaixadores do Tênis pelo mundo.

  55. Naka

    Dalcim, definitivamente depois que Edberg saiu do coach Federer diminuiu substancialmente suas subidas à rede. Parou com chip n charge. Me parece que essa pré final que o Nadal vai fazer contra o baby uma boa oportunidade pro staff do Federer repensar no plano tático pra final. Acredito que como nas outras finais Federer apenas subia para rede quando nada mais funcionava. O que acredito ser um grande erro. Nao que tenha que se portar como Zverev mas acho que essa variação, principalmente chip n charge posssa confundir um pouco Nadal (que tem uma tendencia enorme a ficar mais defensivo e fazer bolão na esquerda do Federer – mesmo com essa mudança mais agressiva que Moyà fez no espanhol). O q vc acha que esse jogo do Dimitrov pode mostrar de caminho?

    1. José Nilton Dalcim

      Pode sim e acredito que Federer irá mesmo atacar o máximo que puder o segundo serviço do Nadal, que é um ponto frágil ainda do espanhol.

  56. ANTONIO

    Assisti a partida quase toda e gostei muito do jogo, poderia ate dizer que o Wawrinka perdeu como sempre, mas não foi assim, poderia ter ganhado e o jogo se decidiu no detalhe. Pelo que os dois apresentaram, jogando assim qualquer um ganharia do Nadal com tranquilidade (acho que o espanhol vai passar fácil pelo Dimitrov, a não ser que ele controle a cabeça, coisa difícil), mas como nesse AO tem prevalecido a logica (com exceção das zebras Istomin e Mischa), ainda que as condições estejam favoráveis ao Federer, o espanhol é franco favorito em cima do suíço, mas…. Vou ser obrigado a acordar de madrugada no domingo para ver essa final. E parabéns as irmãs Wilhams, donas do circuito!

    1. Antonio Gabriel

      Dalcim, muito esta se falando que os tempos medicos dos dois foi malandragem, ainda mais depois da entrevista apos o jogo. O que você acha ? E se foi mesmo, funcionou mais pro Stan (e ele que reclamou tanto do pedido medico do Djoko no USOpen)

      1. José Nilton Dalcim

        Os dois pediram atendimento entre um set e outro, ou seja, não foi algo que pudesse influenciar demasiadamente o adversário.

  57. Gustavo M.

    Dalcim, acho importante ressaltar que o Dimitrov tem um jogo que incomoda mais o Nadal do que o retrospecto sugere. Tirou sets em boa parte dos confrontos e em dois deles teve suas chances reais de sair vencedor e acabou derrotado, como foi o caso do jogo de 2015 na Basiléia (teve quebra na frente no segundo e terceiro sets) e, sobretudo, do jogo no próprio Australian Open de 2014, momento em que o espanhol era número 1, vinha de uma aula no Monfils, título em Doha e depois derrubaria o Federer em sets diretos na rodada seguinte. Neste jogo, o búlgaro teve uma bola relativamente fácil para fazer 2×1 e deixar o jogo bem complicado pro ex-número 1, que se aproveitou da falha, ganhou o set e fechou o jogo em 3×1. Ou seja, acho que o jogo depende muito mais do mental do Dimitrov do que do jogo dele em si, que vem se mostrando melhor do final do ano passado pra cá. Promessa de bom jogo, na minha humilde opinião. Abraço!

    1. Marco Dias

      Bem lembrado. O tênis é um esporte onde uma bola faz toda a diferença entre vitória/glória e derrota/ostracismo. Tenho pra mim que a maior diferença entre os integrantes do BIG4 (mais o BIG3) é que eles normalmente ganham estes pontos importantes. Não que a qualidade técnica deles seja assim tão superior aos demais. É incrível como o mental, a atitude, a tática de escolher a jogada certa, a frieza fazem diferença neste jogo. Nisto eu tiro o chapéu para o Nadal e o Djoko, além de fisicamente, são frios e calculistas nas escolhas das jogadas (embora defensivamente seja mais fácil acertar a jogada).

  58. Luis

    Minha tendência natural é apontar Nadal como franco, franco favorito!!!. Até porque a trajetória do Federer nas últimas edições de Wimbledon e US Open são muito parecidas com a trajetória deste AO. Mas porque eu vou assistir o jogo no domingo?. Porque vimos Del Potro ganhar de Nadal e Djoko no Rio. Porque vimos ele vencer Murray e Cilic nas fases finais da Davis. Porque vimos Djoko perder a final do US Open e do Finals para tenistas contra quem seu retrospecto é muito favorável. Porque vimos Federer ganhar de três tops ten e Nadal despachar o número 3. do mundo que estava super bem cotado. O circuito surpreendeu muito nos últimos meses!. Espero que seja uma grande final!! Mas aposto minhas fichas em Nadal ( caso Dimitrov não apronte mais uma)

  59. Angel_P

    Ao contrario do que vc afirma, nohs da Australia nao torcemos p/ Nadal. Queremos jogo bonito …e Nadal nunca nos proporcionou isso. Porem, rivalidade nao nos soa mal. Mas caso se confirmar FEDAL na final, a Australia inteira eh ROGER FEDEDER. Esse sim, joga tenis! Porque de tenis nohs entendemos. Cheers.

  60. Marcão

    Bem, falta apenas mais um jogo para a final que todos esperam. Mas não acredito que Dimitrov seja favas contadas. Ao contrário, acho que o búlgaro será um adversário bem difícil.

  61. robs

    nunca fui torcedor do Federer…minto… torci pra ele quando jogava contra hewwitt ou Roddick… acho ele sensacional …apenas acho que a grande maioria dos seus jogos são meio assim…de um lado só..não tem muita tensão… já o meu preferido sempre foi o Nadal…muito , por razões nada a ver, vi o garoto ganhando seu segundo título no Brasil open da Bahia e desde então acompanhei sua carreira e seus jogos;;;e que jogos…seja contra o 100 do mundo…seja com o 1..seus jogos sempre tem a tal tensão….será que ele ganha? será que consegue? isso é o que mais me encanta no seu jogo…e no jogo do tenis. as vitórias dele contra Federer e Coria em Roma, aquela semifinal com o djko em Madrid…as finais de wimbledon e do Aussie… aquela semi contra o Verdasco, os 9 roland garros. e aquele maratonico jogo com djoko de mais de 6 horas na austrália.. .enfim foram jogos memoráveis…com jogadas insanas…Concordam que nesse quesito…tensão e clima … nenhum outro proporciona?

    1. Vitor

      Sem dúvida! As melhores partidas que assisti tinham Nadal na quadra. Dentre elas destaco a final de Wimbledon de 2008, a semi e a final do AO 2009, a final do AO 2012, a semi de RG 2013 e a final do USO 2013. Jogos inesquecíveis!!

    2. Alice

      Eu concordo, os jogos do Rafa são os mais tensos, ainda mais agora né…O Federer passeia em quadra com seu tênis vistoso, dá graça, mas perde emoção…Djokovic e Murray tem que torcer pra jogar com alguma inspiração, algo fora das curva que não seja devolução uma atrás da outra, acho que Nadal quando quer e pode, defini mais bonito o ponto que os líderes do ranking…

  62. Mário Fagundes

    Federer terá um dia a mais de descanso, e isso é uma grande vantagem pra quem tem 35 anos e sentiu um certo “desconforto” na perna. (rsrsrs). Desconforto? É mesmo, Federer? Como bem diz o ditado: “Me engana que eu gosto”. Vou torcer por uma semi de cinco horas, em cinco desgastantes sets entre Nadal e Dimitrov.

    1. robs

      si num mi engano…em 2009 o nadal teve um jogod de 5 horas na semi….e depois foi lá e papou o título do Federer….lembro de lágrimas…isso çá em 2009….8 anos depois… no caso de…. acho que lágrimas rolaram de novo…kkkk

  63. Marcelo

    Dalcim,
    Em caso de título, achas que o Federer tem condições de brigar pelo número 1, em se mantendo saudável?

      1. Alice

        Mas já começou com o pé direito né, Dalcim? Porque ter já garantido 1200 pts na temporada não é pra qualquer um, que diga Murray e Djokovic..rsrs

      2. Cynthia - Araçoiaba/SP

        Voce acha mesmo tão difícil??? Ele jogou tão pouco ano passado, vai somar, somar … Não faz todo sentido????

        1. José Nilton Dalcim

          A forma mais interessante de acompanhar isso é pensando apenas nos pontos da temporada, porque qualquer chance só virá lá no fim do ano. Então depende muito da temporada que ele conseguir fazer. Para tentar o número 1 ele tem de somar algo perto de 10 mil pontos.

          1. André Pires

            EIta Dalcim, você fez meu cérebro começar a pensar nisso! ahahaha
            AO – 2000 pts
            Dubai – 500
            IW – 360
            Miami – 180
            Madrid – 180
            RG – 360
            Stuttgart – 250
            Halle -500
            Wimbledon – 2000 (Torcendo)
            Canadá – 360
            Cincinnati – 1000
            US Open – 720
            Shangai – 600
            Basel – 500
            Paris – 600
            Finals – 1500
            Total: 11610

  64. Rafael

    Olá, Dalcim

    Vejo que vc sempre valoriza o lado esportivo da coisa, afinal tênis é sua paixão e provavelmente seu meio de vida. É ruim para todos os envolvidos e para o esporte em si, publicidade, etc, que haja ou sejam divulgados escândalos tais como doping, manipulação de resultados, etc. O melhor é ter superatletas, lendas que resistem ao tempo, rivalidades, essas coisas.

    Então a pergunta que me surgiu, depois de ler uns posts do tópico anterior, é:

    Vc colocaria as SUAS mãos no fogo no sentido de que Wawrinka não entregou o 5o. set para Federer, para haver a tão esperada (inclusive por mim) final?

    (Uma vez que meu tenista predileto caiu fora cedo e foi espalhar amor para as árvores)

    1. Marco Dias

      Sei que parece estranho Stan ter jogado um game de serviço tão ruim como o de hoje, mas quantas vezes já não o vimos fazer isso?! Infelizmente, este é um dentre outros fatores que não permitem que ele tenha resultados mais expressivos. Ele quase sempre “se perde” em um ou mais momentos das partidas.
      Além disto, se quisesse ter entregado o jogo não teria “melhorado” para levá-lo ao 5º set. Monfils contra o Djoko no US Open passado foi muito mais displicente.

    2. Rodrigo S. Cruz

      Se começarmos a ir por esse caminho, daqui a pouco TODOS as conquistas, de qualquer um serão questionadas.

      Vão dizer que Djokovic foi campeão em RG porque houve manipulação da chave e outras merdas…

      E por aí vai.

      1. Rafael

        Calma, gente, perguntar não ofende….

        Li os comentários principalmente os da Sônia (acho, a q que fala que o Federer é td de bom) e resolvi questionar alguém que sabe mais do metiê do que eu.

        Não vão pegar ar, como diz o Chet.

        Abs

        1. Helena

          Eu não me ofendi, só perguntei o que ele ganharia com isso. Acho que você faz bons comentários por aqui, mas não entendi qual o fundamento da suspeita.

        2. Rafael Medeiros

          Sabe, já sai de fóruns de tênis por ter uma mesma impressão: pra que escrever algo absolutamente nonsense, sem sentido algum ou um notável lugar-comum? Pra que?

          É o caso. Por que alguém vai pensar que Stan entregou? O que é isso? Por quê? Ninguém, em absoluto, pode cogitar isso.

          Às vezes é mesmo melhor simplesmente não dizer nada.

          1. Rafael

            Sou obrigado a concordar. Às vezes é melhor não escrever nada. Principalmente quando passa a impressão de que a pessoa primeiro escreve a crítica, depois lê direito. E podem criticar, é óbvio, desde que critiquem a MINHA opinião/declarações quando eu posto algo.

            A suspeita não é minha (mas poderia ser); foi levantado em outro(s) comentários, assim como é levantado há anos aqui no blog que Nadal se dopa, que Djokovic se dopa, que as paradas de Nadal não são para tratar contusão, mas para cumprir suspensão velada da ATP pelos seus inúmeros casos de doping, que muito dinheiro e interesses rolam no circuito, que tudo é muito suspeito (quando não se trata de Federer) e eu NÃO TENHO O DIREITO de pedir a opinião do dono do blog, pessoa experiente nos assuntos do tênis, sobre uma questão que, repita-se, foi levantada no tópico anterior e continuou a ser tratado nesse por terceiros?

            Lembro quando o Brack questionou a contusão de Federer dando banho na filha, no caso, a falta de maiores esclarecimentos, foi mais malhado do que o Judas – e isso pq é torcedor de Federer.

            PS 1) todos aclamavam Lance Armstrong como exemplo de superação, um supercampeão que venceu o câncer.
            PS 2) muitos comemoraram o título brasileiro do Corinthians, que era para ter sido do Internacional/RS, quando um ÁRBITRO confessou ter manipulado os resultados de mais de 10 jogos naquele campeonato.
            PS 3) Na Itália, Paolo Rossi (lá atrás) e mais recentemente, Gianluigi BUFFON (este foi parar até em cana, se não me engano, considerado um dos maiores goleiros da história do futebol italiano, onde fez greve de fome e tals) por seus supostos envolvimentos com a MÁFIA de resultados.
            PS 4) A delegação da Rússia foi esfacelada nas Olimpíadas do Brasil, onde “o importante é competir”, pelo doping em massa de seus atletas, sistematicamente utilizado há décadas, com a CONIVÊNCIA e INCENTIVO da Federação Russa de atletismo, segundo li . Destaque para a ausência de Yelena Isinbaeva, a maior atleta de salto com vara do planeta.
            PS 5) Não vamos nem falar de Alemanha Oriental.

            O que Armstrong, Paolo Rossi, Buffon, Isinbaeva (para não prolongar demais) ganharam/iam com tudo isso?

            Gente, vão patrulhar presídios, tá precisando.

            O que desanima não é a crítica ou o questionamento, isso é normal e faz parte da democracia, mas a falta de um mínimo de entendimento do que vc posta, como se (em alguns casos) houvesse uma predisposição par, bom, deixa pra lá…

        3. Chileno

          Bom… acho que a maior prova (além da fortuna que esses caras já têm e da glória que eles podem alcançar com as vitórias, entre outros motivos…) é o fato do Stan quase ter quebrado o saque do Federer nos dois games anteriores a perder o saque. Ele jogou muito naqueles 2 games, especialmente no 1-1. Ganhou um ponto depois de devolver uns 3 smashes do Federer, deu vários backhands fulminantes, inclusive um no 30-40 na cruzada que obrigou o Federer a fazer um bate-pronto dificílimo de backhand. No fim, o Federer se salvou com alguns saques bons e voleios difíceis. Enfim… se Roger erra o bate-pronto no 30-40, por exemplo, que seria o desfecho mais provável depois do foguete de backhand do Stan na cruzada, encima da linha, ele teria quebrado o saque do Federer. No game seguinte de saque do Roger, Stan pressionou, conseguiu uns Break Points, mas não converteu (embora tenha se esforçado).

          E aí o que o Wawrinka ia fazer, tendo que entregar o jogo e com uma quebra à frente no set decisivo? Cometer 16 duplas faltas seguidas? Enfim… ele se desconcentrou no game seguinte, e tomou a quebra. Semelhantemente ao game em que Roger foi quebrado no quarto set contra o Nishikori e acabou lhe custando o set. Errou um smash e um voleio fáceis, e acabou perdendo o saque. Depois da quebra do saque do Stan, o Federer não deu mais chances pra ele.

        4. Helena

          Bom, como várias pessoas comentaram e essa resposta ficou meio genérica, vou falar por mim. Eu apenas perguntei por qual motivo o Stan faria isso, já que você não deixou claro no seu comentário inicial. Ao invés de julgar, pedi maiores explicações, justamente para não ser injusta.
          Todos esses exemplos citados por você foram de pessoas já investigadas e condenadas (menos Buffon, mas não cabe discutir isso agora). Enquanto Nadal & cia não forem pegos, nem houverem indícios mais sérios do que briguinhas de torcida, então eu vou continuar acreditando na honestidade dos atletas. Pode ter muita coisa feia no esporte? Pode sim, mas para apontarmos o dedo é melhor que seja baseado em algo além de mera rivalidade.
          Você tem todo o direito do mundo de pedir a opinião do Dalcim, mas a partir do momento que levanta um assunto sério em um espaço público, é normal que outras pessoas intervenham na conversa, algo muito comum nesse blog, aliás.
          Imagino que sua crítica não tenha sido aos meus comentários, mas só posso responder por mim e não acredito que eu tenha sido injusta.

  65. Mario cesar Rodrigues

    Caro Dalcim o que foi aquilo o Federer sentiu algo?bem se não sentiu melhor para ele…mas eu imagino que ele queria um descanso já que Stan vinha com tudo mas como é o Tênis Stan com chance de quebrar errou uma esquerda que só colocaria em jogo para vir uma bola melhor para atacar não quebrou e depois foi quebrado e desdabou como uma bola faz diferença um ponto hem?quanto a Rafa vai ter que jogar muito Dimitrov vai vir bem mas deixarei meu palpite Rafa 6×4 6×3..6×2.abs!

  66. Lucas

    Dalcim, lendo suas respostas vejo você dando sempre a vantagem do Nadal sobre Federer. Acredito Eu, Caso ele ganhe amanhã, Teremos um excelente texto sobre Isso, Mas se puder adiantar e me responder o porquê desse favoritismo todo?
    Pq Federer perdeu intensidade hoje? (Dou mais mérito a stan que demérito ao Federer)
    Pelo h2h tão distante?
    Não vemos um jogo deles faz tempo, se não mw engano o último em slam foi em 2014 na semi no AO é o último jogo foi na Basileia em 2015 com Vitória do suíço.

    Se a gente ver de 2015 pra cá Federer está indo pra sua 5 final de gs, sendo em 3 diferentes e Nadal nao passando pra 2a rodada. Acredito que temos que respeitar a história do Nadal, mas entrar pensando no passado é pedir pra perder. Tem que pensar no momento atual.

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, mas isso de pensar no passado cabe ao Federer, Lucas. Temos de analisar friamente o contexto. Nadal não parou devido a uma contusão. Desistiu da temporada em outubro para se dedicar a treinamentos intensivos. Federer parou em junho por causa de um problema no joelho, tem cinco anos a mais. Sabemos o grande desgaste físico e mental que é um Grand Slam e Federer já encarou duas batalhas no quinto set. Por fim, é claro, entra o histórico e o fator tático, que claramente favorece o Nadal.

      1. Eduardo Moura Lima

        Mais ou menos né Dalcim… o Nadal parou alegando dois motivos: treinos intensivos como você falou, mas também para tratar da lesão no pulso dele que não havia curado há tempo para as olimpíadas. Tanto que depois que abandonou a temporada ele ficou quase um mês sem treinar por causa do pulso.

        Não foi ?

        Abraço

        1. José Nilton Dalcim

          Não. Depois das Olimpíadas ele ainda foi imediatamente para Cincinnati, depois US Open, Copa Davis e os dois torneios chineses, um dos quais jogou até duplas.

  67. Mário Fagundes

    De fato Federer e Stan jogaram abaixo do esperado. Mas prefiro assim, pois nas últimas três finais de slam que perdeu, Federer havia jogado o fino no tênis nas semis. Tomara que esse tênis espetacular apareça no domingo. Também acredito que, no fundo, o suíço também queira enfrentar Dimitrov. Aliás, seria maravilhosa essa final entre eles. Este AO merece uma final bem jogada. Esse papo de FeDal é chato demais. Mais uma derrota para o “carranca” vai acelerar a aposentadoria de Federer.

  68. Paulo Lourenço

    Respeito muito a genialidade do Federer, porém é importante ressaltar o poder de decisão do Nadal. O Rei do Saibro pode tornar-se o primeiro tenista a vencer no mínimo dois dos quatro principais majors!!!

    Sem contar o retrospecto em finais de majors contra Federer e Djokovic, 6×2 e 4×3 respectivamente.

    Somente o Djokovic é capaz de superar o Touro. O restante treme de medo…

  69. Mário Fagundes

    Infelizmente não deu pra CoCo. Acredito que a pressão por disputar uma semi e ter vencido o primeiro set a fez pensar na vitória em cima de Venus. A partir daí baixou a intensidade de seu jogo e a virada aconteceu. Mas essa menina ganhou minha admiração. Torcerei pra ela daqui pra frente. E poderia haver uma final mais sem graça do que esta? Mais um caneco pra Serena.

    1. Sônia

      Foi difícil pra Coco, faltou pernas. Vale ressaltar o “excelente preparo físico” da Vênus. Muito interessante.

  70. João Vicente

    Dalcim, a final será disputada no horário da tarde ou da noite? Você acha que isso pode fazer grande diferença no resultado?

    1. José Nilton Dalcim

      Será às 19h30 locais, 6h30 de Brasília. Sim, à noite as condições ficam mais lentas. Não há previsão de chuva para o domingo, portanto bem o teto será fechado para aumentar a velocidade. Portanto, é algo favorável ao Nadal.

      1. Mário Fagundes

        Previsão de chuva, teto retrátil fechado. Hum… Vale a torcida por isso. “Deixa chover! Ah! ah! aaaaah! Deixa a chuva molhar! Uh! uh!”.

  71. Wendarlem Mota

    A Vênus só não é número 2 do mundo por causa da inconsistência, volta e meia a doença ainda a prejudica. Se não fosse isso seria fácil a rival da serena.

  72. Marcos

    Particularmente, acredito que o Federer deu seu último gás hoje. A sensação de esgotamento físico era extravagante a partir do 3º set. Creio que ele não leva o título nem diante de Nadal ou Dimitrov.

      1. José Eduardo Pessanha

        É por isso que ele é o que é. Vai dar tudo em quadra domingo. Se vencer, beleza. Se perder, continuará tendo o nosso apoio. Abs.

  73. Ricardo Souza

    Infelizmente acho que ninguém tira o título do Nadal. Prefiro o jogo do Federer, mas será quase impossível. Ele já fez muito em ter chegado a final.
    Espero que o búlgaro pelo menos de trabalho para o espanhol.
    Uma pena!

  74. Alexandre

    Dá- lhe Dimitrov !!! Você a esperança que resta kkkkkkkkkkkkk
    To brincando. Domingo vai ter jogo duro se for contra o Nadal.
    Pode até perder, mas o Federer vai dar tudo de si. Ninguém mais do que ele mesmo quer este título
    para coroar este retorno triunfal e dar o troco em Rafa por 2009. Abs.

  75. Julio Calleja

    Dalcim, voce concorda que a atuação do Federer hoje, foi semelhante das ultimas finais de grandslams perdidas pro Djoko? O cenario meio que se repetiu, ele jogou agressivo, foi bem na rede, porem seu saque e backhand perderam eficiência em relação aos outros jogos. Sempre são esses os sintomas de quando ele esta pressionado e tenso em quadra. O diferencial pra vitoria de hoje, ao meu ver, se refere mais ao oponente do outro lado da quadra. O Stan, viajou no game que perdeu o saque no 5 set, enquanto o Federer, até por conhecer de cor e salteado seu amigo, conseguiu se estabilizar e ficar calmo no derradeiro set. Outra questão Dalcim, mesmo tendo feito um jogo de 5 sets, o fato de ter um dia a mais de descanso (2 dias) não é algo importante a se considerar?

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, de fato, Júlio. Apenas temos de considerar o tal incômodo na perna que, segundo ele, atrapalhava a movimentação. O dia de descanso será muito bem vindo!

  76. Logan

    Mestre Dalcim

    Vi apenas o 1º Set, onde ficou claro que o Federer estava com dificuldades em seu Backhand e seu saque caiu bastante, até a direita não tava legal, mas por sorte Wawrinka não estava em seus melhores dias, senão teria sido 3 x 0 pro suiço menos famoso. E a possível lesão no final preocupa, ainda mais quando do outro lado Nadal(torcerei pro Dimitrov pois aprecio seu jogo, mas não deve passar pelo Nadal, no máximo tira 1 Set.)vai exigir 110% do físico do Federer e 200% de paciência pra atacar na hora certa.

    Pra mim o grande problema do Federer está ai…não apenas a esquerda, mas sim a paciência de(quando não der pra matar de primeira)trabalhar os pontos e jogar tb no erro do Nadal. Não que ele deva fazer do erro seu jogo, mas não da pra querer fazer winner contra o Nadal toda hora, tem que fazer ele jogar pq ele tb erra.

    Será difícil pro Federer, pois Nadal jogando como está é complicado pra qualquer um enfrentá-lo. Gosto do jogo do Nadal, mas adoraria que essa Final viesse pro Federer(que Nadal vença em RG depois), mas daí te pergunto mestre. Oq vc diria a Federer antes da partida com nadal, sabendo de todos os fantasmas do passado?Oq ele precisa fazer pra anular esse ataque do nadal a sua esquerda???

    Abraços!!!

    1. José Nilton Dalcim

      Eu diria para ele se lembrar de como ganhou do Nadal no ATP Finals de 2011, quando trabalhou corretamente o backhand com muito ângulo e sacou com perfeição o tempo inteiro. Colocaria o teipe também… rsrs…

      1. Logan

        Mestre é nesse momento

        Obrigado por responder, vi só depois que enviei o comentário que já haviam feito pergunta parecida, me desculpe…são nessas horas que meu respeito e admiração pelo seu trabalho crescem, sempre cordial e gentil a todos, mesmo qdo a pergunta já foi feita 20 vezes…Parabéns Dalcim, tu és diferenciado mesmo!!!

        Aquele quebra costelas pra ti mestre!!!hehe

  77. Gustavo Moreira

    Dalcim
    Se Nadal passar pelo Dimitrov. Podemos dizer que teremos a final entre o maior jogador de tenis de todos os tempo e o maior atleta de tenis?

  78. Antônio

    Roger já fez muito no torneio, mas acredito que contra Rafa (que deve passar por Dimitrov) a história será a mesma de sempre, com vitória do espanhol.

  79. Rafael Arouca

    Dalcim, não esquecemos que quando Federer disputou as últimas 2 finais de Slams em 2015,
    existiu uma pressão pelo título que hoje enxergo menor do que 2015. Federer passou por
    cima de Murray na semi em Wimbledon e de Wawrinka na semi do US Open. Hoje foi um jogo
    que ele oscilou e, enxergo que caso Nadal ganhe jogando muito bem(ou apenas bem) amanhã, o suíço entra na final
    com menos pressão do que suas 2 últimas finais.
    Abraço

  80. André Barcellos

    Dalcim, vc sabe se o Dimitrov já jogou alguma vez à noite neste AO?
    Se não jogou, será uma baita desvantagem se adaptar a novas condições de jogo numa semifinal, contra Rafa, não?

  81. Rafael Medeiros

    Curiosas as manifestações das tocidas ao longo do tempo. Torcida é mesmo uma coisa engraçada, e nesta terra tupiniquim, onde o bom senso e a lucidez passam longe em tantos assuntos, ganha uma dimensão mais nonsense ainda.

    Por anos a fio vimos as torcidas de nadal e federer se digladiarem,chegando por vezes a descambar pra uma baixaria que já não encontrava limites. Paixão acirrada mesmo.

    Então as duas estrelas envelhecem, os títulos se tornam rarefeitos, Djoko e Murray ascendem. E aí, o que se passa?

    Vemos uma boa parcela daquelas duas torcidas, antigas inimigas de morte, se unirem para combater o inimigo comum (a nova geração). Incrível. Federistas e nadalistas (adjetivos depreciativos para os radicais) exaltam o Fedal como o grande desafio do tênis (desafio pra quem? Com 23 x 11?), o supra-sumo do esporte (nunca foi e nunca será, partidas de tímido valor técnico), enfim.

    Tudo num esforço muito grande para denegrir Murray e, principalmente, Djokovic. E, por tabela, toda a nova geração.

    Vai dizer que não é curioso? Torcida parece com política. Inimigos capitais, por um punhado de interesses, tornam-se amigos e por aí vai.

    1. Efra Jovem

      Esse 23×11 eh que tira um pouco do brilho dessa rivalidade… Entre Nadal e Djocko é bem mais parelho o placar. Na prática, essa era pra ser a maior rivalidade.

    2. Rafael Wuthrich

      Xará Medeiros, há quanto tempo! Sempre lúcidos seus comentários. Pode ser chato, mas apareça mais por aqui, nós da velha guarda do blog sentimos falta de sua presença mais frequente por aqui! Abração.

  82. Ulisses Gutierrez

    Dalcim,

    caso o Federer vença domingo ele vai ser o mais velho campeão na era aberta? E caso a semifinal de sexta se estenda bastante, tipo mais de 4 horas de jogo, o Federer levaria considerável vantagem, ou acho isso irrelevante mestre? Principalmente se for o Nadal?

    1. José Nilton Dalcim

      Não, não acho tão relevante, a menos que seja mesmo uma tremenda maratona. Não, o Ken Rosewall é o recordista da Era Profissional, na Austrália-1972, aos 37 anos.

  83. Fernando Brack

    Incrível Roger Federer! Incrível! Quem poderia imaginar que o véinho chegaria a esta final? Eu não
    imaginei nem em meus mais destrambelhados devaneios. Mesma coisa o Nadal, mas o ogro tem
    um obstáculo ainda por vencer. Desta vez não vou torcer contra, pois quero a final com os dois.
    Quando a peleja com Stan foi pro 5º e o Mestre pediu atendimento médico, eu vi a viola em cacos,
    mas eis que o homem ressurge com energia renovada após a baixa nos 3º e 4º sets. Incrível!!!

  84. Rafael Guedes

    Seria mágico ver Federer vencer seu décimo oitavo Grand Slam. Depois de ter perdido três finais para Djoko, essa é sua chance, embora muito provavelmente terá pela frente, como ele mesmo disse, o maior desafio da sua carreira: Rafael Nadal. Como o maior jogador da história, o suíço merece ao menos mais um título Major. Mesmo sendo o recordista, parece que 17 Slams não demonstra o quão grande e bom ele foi e é. Ver ele jogar é incrível. Lembro de quando comecei a assistir tênis, há menos de um ano. Quando vi ele jogar pela primeira vez, no youtube, mesmo não entendendo nada do esporte, fiquei impressionado, principalmente com seu backhand e suas deixadas de bola. É mágico a forma como ele joga; mesmo hoje, aos 35 anos. É diferente de todos.

  85. Pedro Livio Dias

    Dalcim,
    Voce notou algum desgaste fisico no federer no jogo de hoje? Ou a queda de produção foi mais uma viajada somada a uma elevação do nivel do wawrinka?
    A backhand estar descalibrado foi mais pela estilo de jogo do wawrinka que incomodou ou foi “só um dia que o golpe funcionou pouco”?
    Acredito que tanto nadal quanto dimitrov aguentam no fisico tranquilamente, mas voce considera “importante” pro federer ter um dia a mais de descanso ou isso não significa tanto?
    Impressionante o federer ter conseguido chegar a final, falta até adjetivos, pra mim é só mais uma confirmação que ele é o maior tenista da historia, pra não dizer o maior esportista de todos os tempos…

    1. José Nilton Dalcim

      Segundo a entrevista dele, o incômodo da perna atrapalhou o tempo todo e prejudicava sua mobilidade. Então talvez explique a maior quantidade de erros que teve. Se for realmente uma contusão, precisaremos ver como ele reage. Quanto mais tempo, melhor.

  86. Rafael Medeiros

    Que inteligente a colocação da avant-premiére. É isso mesmo.

    Além de todas as evidentes dificuldades que Federer terá que superar (na minha opinião não conseguirá de jeito nenhum e tomará um 3 x 0 , quando muito 3 x 1) ; o espanhol tem essa circunstância a favor: jogará praticamente duas partidas idênticas. Mesmíssima tática contra Dimi e Federer. Vai ganhar consistência aí.

    Favoritismo, portanto, total do espanhol. É muito pouco -senão nada – dizer que a quadra favorece o suíço. O piso não significa nada aí. Por mais que Nadal não suporte, odeie com todas as forças ser colocado como favorito, é isso que ele será nessa final.

  87. Henrique

    Jogo é jogado…bem enfim, todo mundo conhece. Mesmo querendo que o Federer ganhe, é caminho aberto pro Nadal..

  88. Sandra

    Quanto Stan não levou pra perder o jogo?? Federer não precisa disso, pelo visto quem precisa são seu patrocinadores Seja Nadal ou o búlgaro ele vai ter que lutar muito

    1. Alexandre

      Não diga isso Sandra. O Stan nunca iria entregar jogos pra ninguém. É sim um baita jogador de tênis. Perdeu porque não estava no seu melhor dia.

    2. Nando

      Então o Stan recebeu pra perder o jogo? Então prove isso, cite a fonte!
      Sei q está amargurada pois seu tenista preferido não está mais no torneio desde a semana passada, mas não deveria falar esse tipo de coisa só pq seu coraçãozinho está triste e com raiva.
      Domingo às 6:30 da manhã será a final, aprecie a mesma sem moderação ok?

    3. Igão

      Poxa, gostaria de entender o que motiva tal raciocínio e, mais do que isso, este tipo de manifestação pública, insinuando que o resultado não foi legítimo… Estivesse fazendo referência a 2 jogadores juvenis, ainda adolescentes, até seria de imaginar que um pudesse ter facilitado a vida do outro propositadamente, motivado por uma promessa financeira qualquer. Mas não é o caso. O duelo aqui foi protagonizado pelos 2, talvez, maiores jogadores de tenis já produzidos por um país! Um tem quase 36 anos; o outro, beira os 32. Estavam em quadra anos e anos de profissão e exatos 103 títulos, dos quais 20 GS…
      Sério mesmo que, a esta altura da vida, você acha que um deles entregaria o jogo, por qualquer motivo que fosse?? Claro que cada um de nós tem sua opinião, mas daí a levar a discussão para este lado é viajar, andar, navegar e mergulhar na maionese…
      Mas respondendo à sua infame pergunta retórica sobre quanto o Stan recebeu PARA perder a partida, creio e digo que absolutamente nada. Agora, quanto recebeu POR perder a partida, certamente mais do que declararemos a receita federal…

    4. Renato Vieira

      Quanto Stan levou para perder esse jogo?

      Deve ser zoeira esse comentário né?!!

      Eu não sei quanto é, mas ele levou uma bela bolada. O Australian Open paga muito bem para os semi-finalistas.

    5. FRANCISCO

      Isso faz mal ao seu coração, somos o que temos dentro de cada um de nós, damos o que temos.

      Com todo o respeito, vá se tratar, isso te faz mal.

      Deus te abençoe.

  89. Marco Dias

    Acertei o placar em cima (3 x 2 Federer), mas não a ordem dos sets.
    Wawrinka vacilou mais. Poderia ter vencido, mas tudo bem. Que venha o 18º Slam e de preferência em cima do Nadal (já que é pra fazer festa, que seja completa)!

  90. periferia

    Olá Dalcim é muito legal ver Federer e as irmãs Willians chegando…..sendo que ainda pode aparecer o Nadal nas finais……..agora sendo chato…..isso não mostra como o tênis atual falta jogadores com sede de assumir a liderança e fazer história…….o Raonic não tem carisma…Nishikori não tem físico…..Dimitrov não tem sequência……o circuito está fraco……o paradoxo é que vivemos uma época de ouro….Federer..Nadal…Djokovic …Murray…na mesma época…..os coadjuvantes não estao ajudando a prolongar muito os feitos dos 4 grandes?….abs

    1. José Nilton Dalcim

      Com certeza, José. Acho que a nova geração não tem o mesmo talento técnico nem atlético e respeita demais os grandes. Os poucos que têm potencial para isso não têm juízo, como Kyrgios. Então vejo normal que os quatro, mais o Stan, dominem o circuito ainda nesta temporada e provavelmente ainda na outra.

      1. Jônatas

        Se bobear mais umas 3 temporadas. Aí vamos ter aquele “vácuo”. Embora o A. Zverev parece que não tem respeito não hein.

      2. José Eduardo Pessanha

        Quando você acha que Alexandr Zverev vencerá seu primeiro Slam? Eu arriscaria dizer esse ano ainda, desde que ele entrasse no top 10. Isso seria essencial para um melhor chaveamento. De qualquer forma, acredito que Murray manterá o número 1 por mais 1 ano e uns quebrados. Passado esse tempo, acho que alguém de fora do Big 4 assumirá essa posição. Abs.

  91. Guilherme

    Achei a partida de um nível muito baixo tecnicamente falando e tb pelo q os dois vinham jogando eu acho c o federer jogar desse jeito caso o nadal passe pra final RS minha pergunta oq achou da partida? Eoq acha q o federer tem q melhorar pra ser campeão? Tomara q consiga RS estou na torcida pelo tão merecido 18 slam

    1. José Nilton Dalcim

      Como comentei no texto, Guilherme, foi abaixo do que eu esperava, com os dois errando muito mais do que vinham fazendo nos jogos anteriores. Oscilaram muito, mas ao menos foi um jogo com lances bonitos e emoção até o final. Federer não sacou tão bem, Wawrinka não usou o backhand com a precisão que necessitava e se mexeu mal para a direita.

  92. Igor

    Dalcim antes de mais nada, parabéns pelo blog e por sempre nos trazer tantas informações preciosas do nosso amado e querido esporte.
    E falando sobre o torneio, salvo a parte algum pequeno milagre do búlgaro, estamos caminhando para mais uma final entre Federer e Nadal. Haja coração pra aguentar toda essa emoção diante de um dos maiores clássicos da história do tênis!

  93. kelvio lourenco

    Mestre Dalcim estou muito feliz com a vitoria de Federer e a chegada de mais uma grande final em sua carreira.Mestre se você fosse técnico de federer qual seria a tática que você recomendaria em relação aos seus possíveis oponentes.Mestre saudações de Tianguá no Ceará para o maior especialista do circuito da atp no Brasil.

    1. José Nilton Dalcim

      Olha, Kelvin, nos dois casos ele terá de sacar muito bem e ser agressivo. Se for contra Nadal, apostaria mais nos voleios bem baixos e sem dar muito ângulo. Nada fácil, mas ele é o Federer. Contra Dimitrov, também precisaria bloquear mais o saque e fazer o búlgaro jogar com o máximo de bolas baixas possível.

  94. Rafael

    Pra quem achava que Federer e Nadal nunca voltariam a ganhar um Slam a resposta está aí. É certo que um dos dois levantará esse troféu. Na minha opinião o Nadal já está com uma mão no troféu. Concorda, mestre?

  95. Alex Picelli

    Dalcim não escutei a entrevista dele, foi perguntado a ele a causa do atendimento médico?
    Pode ser um sinal vermelho? Esse Federer na minha opinião não vence nenhum Grigor e nem Nadal!
    Você ouviu toda a entrevista?
    Obrigado!

  96. Chileno

    Federer deu uma decaída absurda no terceiro e quarto sets. O jogo foi muito longe de ser um primor, mas foi interessante. Ambos oscilaram muito. Stan começou meio sonolento, perdido… depois foi a vez de Federer se descalibrar. No final, Stan jogava melhor que o Federer até dar a quebra de graça e perder o jogo. Com a vantagem, Federer não olhou pra trás e encerrou o jogo.

    Sobre a semi de amanhã, acho muito difícil Dimitrov vencer, embora ele realmente esteja jogando muito bem. Ele tem estado bastante sólido nos golpes de base, inclusive no backhand que até um tempo atrás era um ponto fraco evidente. O slice de backhand também está muito bom. O forehand e o saque estão andando muito. O principal problema, a meu ver, é o segundo saque que ainda está bem fraco.

    O ponto chave me parece ser o potencial do búlgaro de atacar o espanhol o quanto for possível, sem cometer erros. Além disso, o forehand do Nadal provavelmente vai machucar o backhand do Dimitrov. Ele provavelmente vai ter que abusar das paralelas. Não acho que Nadal está jogando tão bem assim. Tem cometido alguns erros, o que é muito compreensível já que passou a jogar mais agressivo. No entanto, ele não me parece tão imbatível quanto já foi.

    Acho que Dimitrov tem suas chances, mas o favoritismo absoluto é do espanhol, sem sombra de dúvida. E, caso passe, Nadal também será favorito diante do Federer, por conta do histórico, mental, etc. Enfim… torço pelo 18º Slam do Federer, mas é inegável que caso dê Fedal na final, a probabilidade maior será do 15º título do espanhol.

  97. Alice

    Serena vai em busca do 23 GS, dá liderança do ranking mundial, do título de número #100 dá carreira (contando tudo e todas as disciplinas) e o que poucos falam, ela vai buscar seu 39 GS geral, ficando atrás apenas dos inigualáveis 59 GS de Martina Navratilova e os 64 GS de Margaret Court!

  98. César valeixo

    Dalcim, numa final federer x nadal, você já tem sua opinião formada sobre favoritismo, questão mental e física, motivação… Ou o desempenho de rafa na semi ainda pode alterar sua maneira de enxergar a final caso jogue muito bem?abs

  99. Alexandre Maciel

    Incrível as irmãs decidindo mais um Major. Federer jogou muito abaixo hoje, sorte dele que o Wawrinka vacilou no 5º. Se jogar assim no domingo não vence nem se o oponente for o búlgaro.

  100. Alice

    Se Rafa chegar àfinal, enfrentará Federer pela nona (9) vez em uma decisão de Grande Slam (como disse o Dalcim), o curioso é que Serena e Vênus também se enfrentaram pela nona (9) vez em uma decisão de Grande Slam…E mais Serena tem o mesmo retrospectiva de Nadal, 6-2…

  101. Fernando Godinho

    Seria incrível um Fedal na final depois de tanto tempo, mas esse é o jogo de final mais previsível que existe, acho que nem o Federer acredita que consiga derrotar o Nadal.

  102. Luis

    Dalcim ainda to me recuperando dessa semi Federer x Wawrinka rs,Federer perdeu chance de vencer em 3 sets mas os dois jogam bonito e merece 5 sets,achei que Federer com 2 sets a 2 e com break point pro Wawrinka que Federer não conseguiria voltar pra partida a maioria dos torcedores do Federer como eu deve ter ficado como a mulher do Federer rs,incrível essa volta do Federer sem jogar desde ano passado como você escreveu no texto merece o titulo ia aumentar a ja vitoriosa carreira do Federer que ainda pode vencer Grand Slam e continuar no tênis,Go Roger rs,Dalcim essas 28 finais de Slam parece difícil alguém bater esse recorde? Acho que ainda chega nas 30 finais rs,como vc disse no texto melhor seria o Dimitrov rs,mas se for com Nadal tem chances de titulo acho que seria como contra Wawrinka 50 % 50% com a quadra a favor de Federer o que acha?

    1. José Nilton Dalcim

      Bom, Nadal pode chegar a 21 e ficar sete atrás, assim como o Djoko. É difícil, mas não impossível os dois chegarem aos 28 também. Acho que Nadal teria 60-40, ainda mais depois dos cinco sets de hoje.

      1. Ferreira

        Sério que você acha isso, Dalcim? Se Nadal passar, seria sua 1a final em quase três anos, sendo que já está com quase 31 anos… Quanto ao Djoko, também já está quase com 30 anos, idade em que realmente começa a queda de rendimento dos jogadores de tênis, e nos últimos 3 Slams, o Djoko perdeu antes das 8as em dois deles. A título de exemplo, o Federer tem “apenas” seis finais desde quando completou 30 anos, e acredito que ele é um ponto um tanto fora da curva rsrs. Abraços!

  103. Sergio Ribeiro

    Pois e’ , Caro Dalcim. E’ certo que o Suíço prefere qualquer um numa Final, do que Novak , Andy , Rafa ou WAWRINKA. Mas sinceramente não vejo o atual Dimitrov sem chances de aprontar contra os dois. Saque, rede e jogo de Pernas, não estão deixando de acontecer no jogo do Búlgaro. Mas a torcida por outra Fedal e’ tanta, que o Publico vai estar todo com o Espanhol. Ate’ porque perto dos 36, pode ser a derradeira em SLAM. Abs!

    1. André Barcellos

      A meu ver eçle não teme nadinha o Murray em decisões de Slam. Federer está 4 x 0 em cima do Murray nessas ocasiões, se não me engano.

  104. Andre Borges

    Dalcim, na sua opinião o Federer está torcendo pelo Nadal ou Dimitrov?
    Nesse exato momento tem duas (talvez três ou quatro) pessoas que já sabem quem venceu o Australian Open feminino.

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que ele está torcendo pelo Dimitrov, André, até porque o búlgaro tem a carreira administrada pela empresa do Roger.

  105. AKC

    A Venus ganhou da Vandeweghe jogando com muita inteligência: simplesmente martelou o backhand da adversária e não a deixou usar seu forehand destruidor. Resultado: inúmeros erros da compatriota e vitória.
    Torci para o Federer derrotar o Wawrinka porque quero muito, mais uma vez, ver o maior clássico do tênis da era aberta – desde, é claro, que o Nadal faça a sua parte, o que acho que acontecerá…

  106. PI

    Simplesmente inacreditavel. Ja faz alguns anos q o federer perdeu o posto de “meu idolo” para o Nole, mas n tem como n reconhecer q o suiço eh o melhor de todos os tempos. Que mooooonstro!

  107. Viviane

    Acompanho tênis desde o tempo de Bjorn Borg e John McrEnroe. De lá para cá são muitos grandes tenistas e talvez estejamos vivendo o momento áureo em que são muitos os campeões: Federer, Nadal, Djokovitch, Murray. Grande big four. Sou grande fã de Federer, torcerei por ele mas respeito todos os outros.

  108. Alexandre

    Dalcim é certo que a quadra mais rápida favoreceu Federer e Venus a chegar na final, e os irmãos Bryan também no meu modo de ver nas duplas. Mas Nadal caso vença Dimitrov, chegará a final num piso mais rápido sendo que ele prefere as quadras mais lentas. Não seria uma surpresa maior até que o próprio Federer pelo seu estilo de jogo? O que pensa a respeito ? Abs.

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, não deixará de ser surpreendente, embora não seja uma novidade na carreira do Rafa. Vejam os dois US Open, os dois Wimbledon…

  109. Nando

    2 momentos…quando o Rei abriu 2×0 eu achei q ele ganharia fácil, e qnd o Stan buscou o empate e apertou Federer naquele 2×2 do 5° set, eu achei q a vaca tinha ido pro brejo e o Federer perderia rsrs.
    Mestre, concorda que o saque e o backhand do Federer hoje não estiveram tão bons quanto nos jogos anteriores e q ele tem q melhorar ambos pra final? E tbm acho q ele meio q jogou com mais pressão do q nos outros jogos.

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, os dois golpes não funcionaram tão bem e por isso exigiram muito empenho dele. Principalmente se for contra o Nadal, o saque será elemento essencial para evitar os ralis.

  110. Paulo F.

    Roger Federer e sua eterna mania de se complicar em jogos…
    Agora resta para seus torcedores que Dimitrov mate o pai do suíço logo mais.

    1. bruno

      De novo.
      Vc não deve gostar de tênis.
      Entra num site de fofocas e vai comentar sobre o casamento do Zezé do Camargo.

  111. Rafael Wuthrich

    Vi os 2 ultimos sets e achei o jogo tecnicamente medio, com lampejos. Fato é que os nervos e o respeito mútuo – ambos se recusavam a expressar gritos e comemorações mesmo em pontos brigados, apenas timidas cerrações de punho e olhos nos boxes (curioso que nestes os nervos eram totalmente expostos) – acabaram por influenciar no mental de ambos, que fizeram um jogo duro de altos e baixos. Federer ganhou porque controlou melhor os nervos quando esteve sob pressão, principalmente nos breaks que salvou. E sacou monstruosamente nos últimos 3 games em que teve o serviço. Mas Stan teve bola para buscar a virada. Sua maior falha foi no break do 3o game, em que jogou fora com um backhand bobo.

    Agora tudo é incerto. Deve ser mesmo contra Nadal, que terá 90% do favoritismo. Será mais uma frustração, embora só o fato de chegar à final seja digno de aplausos, como o Dalcim disse.

    Sobre a semi amanhã, 99% de chances de dar Nadal. Apenas se Dimitrov incorporar um sacador e jogar de forma perfeita, terá chance de ganhar set. Nem assim acredito que ganhará a partida. Se Nadal jogar mais ou menos leva por 3×0.

  112. Bruno Louzada

    Tudo que o Nadal queria. Enfrentar um jogador parecido com o estilo do federer, se for pra final ja vai chegar bem calibrado.

  113. Andre V

    Dalcim,
    Já que o jogo do Dimitrov é parecido com o do Federer (baby Fed), voce acredita que o Nadal vai usar a mesma táctica que usa nos jogos contra o Federer? ou seja, bola alta na esquerda, ocasionando uma chuva de erros de backhand…
    Abraço

    1. José Nilton Dalcim

      Como eu disse no texto, André, ele pode tanto ficar à espera dos erros como também atacar o backhand do Dimitrov com subidas à rede. Acho que vai depender da ocasião.

  114. Rafael

    Aposto 1 dólar que todas as federetes, sem
    Exceção, vão morrer de torcer pelo menino búlgaro!!! Duvido se verdade que algum federista que queira ver seu jogador preferido enfrentando o espanhol outra vez numa final na australia! Mas… VAMOS TER OUTRA SIM!! Hhahaa

  115. Marcos

    Muito bacanas as palavras da CoCo depois da partida com Venus. Acima de tudo, reconhecimento dos méritos e da história da sua oponente e uma autocrítica consciente da sua performance em quadra. Tal performance foi sempre mediada pela constatação que do outro lado da quadra existe alguém também querendo fazer o melhor.
    Parabéns! Volte sempre CoCo!

  116. Rubens Leme

    Dalcim, uma curiosidade interessante: se Federer for campeão, desde 2003 sempre temos um suíço vencedor de Slams, repetindo o feito dos EUA entre 1989 e 2003, com Michael Chang, Jim Courier, Andre Agassi, Pete Sampras e Andy Roddick. Em termos de títulos, os norte-americanos somam 28 contra 20 dos suíços, até agora.

Comentários fechados.