Faltou adversário
Por José Nilton Dalcim
24 de maio de 2016 às 19:14

As estreias de Novak Djokovic e Rafael Nadal foram exatamente como as esperadas: tranquilas e sem graça. Não por culpa dos favoritos, mas da imensa diferença para os adversários. Ao menos vimos um Nole muito consistente na base, fazendo belas deixadinhas, e um Nadal firme nas devoluções com direito a um magnífico ‘grand willy’.

Por isso mesmo, pelo segundo dia consecutivo, a atenção ficou mesmo em cima de Andy Murray e o duelo apertado contra o mágico Radek Stepanek e seus incríveis 37 anos. O escocês marcou a nona virada de 2 sets em sua carreira – está agora a uma de igualar o recorde -, mas passou sufoco no 7/5 do quinto set. Até onde isso será um desgaste ou uma motivação teremos de aguarda para saber. Ele retorna à quadra já nesta quarta-feira para uma segunda rodada teoricamente simples diante do 164º do ranking.

Dos outros jogos, me preocupou ver Dominic Thiem de novo pedindo atendimento para dores no ombro direito. É algo que pode comprometer sua campanha, numa chave exigente. Vem agora o experiente Garcia-López, depois um eventual reencontro com Zverev e enfim Nadal nas oitavas. Só com o corpo inteiro o austríaco de 22 anos poderá sonhar com algo grande.

Também vale destacar o mau humor de Nico Almagro, que discutiu com Carlos Bernardes e até com o adversário Kohlschreiber. Os atritos entre ele e o árbitro brasileiro vêm desde o ano passado. Desta vez, o espanhol teria ficado maluco com uma advertência por palavrão e passou todo o quarto set reclamando da vida. Se colocar a cabeça no lugar, pode tirar Vesely, surpreender Goffin e encarar Tsonga lá na frente. Depende dele.

A chave feminina teve duas gigantescas más notícias. Angelique Kerber jogou insegura e Vika Azarenka passou a sentir o joelho ainda no primeiro set, chegando às lágrimas no final da partida que acabou entregando. Dê-se devido valor à italiana Karin Knapp, que bate com vontade na bola e ganhou de uma top 10 em sua 19ª tentativa.

Claro que essas ‘zebras’ beneficiam diretamente Serena Williams, que previa ter Vika nas quartas e Kerber na semi. Mas o setor ainda tem algumas meninas valentes, como Carla Suárez e Dominika Cibulkova. De qualquer forma, a norte-americana só pode ficar mais confiante.

Por falar nisso, Serena terá pela frente Teliana Pereira na quinta-feira. Favoritismo óbvio e com pouca chance de a brasileira tirar mais que dois ou três games, a menos que Williams viva seus dias de preguiça. Tecnicamente, a distância é abismal. A grande arma da pernambucana é seu notável espírito guerreiro. Não tem medo de cara feia. Tomara que seja escalada para a Philippe Chatrier e curta um momento único e merecido.

No detalhe
– Benoit Paire entrou nas três chaves, talvez sem acreditar muito que possa ir longe em simples. Enfrenta Teymuraz Gabashvili.
– Gasquet e Fratangelo fazem duelo de campeões juvenis: o francês venceu em 2002 e o americano, em 2011.
– Três lucky-loser estão na segunda rodada, algo que não acontecia no torneio há mais de 30 anos.
– Em caso de nova vitória, Ivo Karlovic será o mais velho tenista a atingir a terceira rodada de um Slam desde Connors no US Open de 1991.
– Stan Wawrinka disputará sua 150ª partida de Grand Slam.
– Os dois classificados para a segunda rodada de mais baixo ranking são Marco Trungelliti (166º) e Myrtilles Georges (202ª).
– Três britânicos venceram na estreia – Murray, Edmund e Bedene – e marcam o maior sucesso do país no torneio desde 1975.


Comentários
  1. Nando

    Dalcim, concorda com Pat McEnroe que “”falta mágica”” nesse RG? Rsrs

    Podem falar mal, mas o Federer é foda, é o melhor de todos mesmo….e a “”magia”” será bem escassa sem ele no circuito após sua aposentadoria em 2019 ( tomara q jogue pelo menos até esse ano).

    1. José Nilton Dalcim

      Federer faz uma falta imensa, porque tem um estilo cada vez menos visto no circuito. Quem gosta de um jogo mais versátil, criativo e ofensivo, provavelmente sente isso.

  2. Frederico Schnack

    Dalcim…. o que você acha do Murray até agora?? Terá condições de colocar “a cara para bater” na final diante de Rafa ou Novak… ele passando desse jeito, aos trancos e barrancos…. sei lá…. tomará que ele mude até a bendita final… ou até mesmo semi..!!!!!

    1. José Nilton Dalcim

      Acho que está ficando difícil para ele, Frederico. Desgaste muito grande no começo de um campeonato tão exigente.

  3. evaldo moreira

    E para complementar, Poulle joga neste momento, empatando em 1 a 1, mas perdendo no 3 set, bom, vamos aguardar a Teliana na quinta, Dalcim, será que ela jogando no estádio principal, com público cheio e tal, motivação na certa, será que a Teliana consegue pelo menos uns game a mais, ou você acha que dá para equilibrar, se a Serena estiver no mundo da lua?

    1. José Nilton Dalcim

      Vão jogar na Suzanne Lenglen, estádio bom. Acho que as chances aumentam conforme Serena atuar.

      1. André Borges

        Vamos imaginar que a Teliana jogue 90% do que pode e a Serena jogue 50% do que pode. Qual o placar final?

  4. evaldo moreira

    Boa tarde, Dalcim e companhia

    Rapaziada é o seguinte, para aqueles que estão acompanhando Rolanga pela Bandsport, me nãomaguentam a asneiras deles por lá, tem esse link top, que o próprio Dalcim me passou pela live…..o resto nome não sei escrever, então coloco os pontinhos para não passar vergonha, rsrsrs hehehe, ai vai: http://videostream.dn.ua/videopage/videoPage.php?g=OTcxOTY%E2%84%96f&c=en&i=eWl2bW9iZGlzaA%E2%84%96f%E2%84%96f, tem todos os jogos e que pena, não tem audio, melhor do que ouvir as asneiras deles lá, ninguém merece.

  5. Marco Dias

    Dalcim, não consegui acompanhar a partida inteira do Stan… mas parece que ele oscilou bastante novamente, o que me levar a fazer duas observações:

    1) Não acha que se ele fosse um tenista de mais “garra” e “paciência” teria mais resultados expressivos até o momento na carreira?
    2) Muito se fala de seu formidável backhand (com toda a razão, obviamente), mas os forehands que ele disparou hoje comprova que este também é um golpe muito poderoso do suíço, não? Até mais efetivo que o back em várias ocasiões.

    Abs!

    1. José Nilton Dalcim

      O forehand sempre será o golpe mais com mais winners de qualquer tenista, Marco, até mesmo do Stan. Ele está muito irregular, parece sem paciência de trabalhar os pontos. Pode ser psicológico, pode ser físico.

      1. Marco Dias

        Ah sim, Dalcim, o forehand é o golpe principal, claro. Me expressei mal, quis dizer que embora o backhand do Wawrinka seja o seu recurso mais elogiado, o seu forehand também é muito contundente (diferente do Murray que tem um forehand abaixo do que se espera para um jogador do nível dele, por exemplo).

        Abs!

  6. Luiz Fernando

    É claro q Murray ainda é um forte candidato ao título de RG, mas passadas duas rodadas vejo-o menos favorito do q antes. O cara ficou quase 7 horas em quadra contra adversários teoricamente não complicados, e pelos comentários do placar UOL em grande parte isso decorreu de maus momentos do escocês, acarretando imenso desgaste físico e mental. Se Rafa e Djoko vencerem amanha com facilidade, algo perfeitamente possível e até lógico, eles terão ficado muito tempo menos em quadra, o q se traduz em um grau de desgaste significantemente menor. Vamos aguardar.

  7. Rodrigo S. Cruz

    Tá louco, o que esse Mathias “HAMBURGER” tem de talento e mão pesada, ele também tem de burrice!

    Nunca na vida tinha visto tantos erros estúpidos junto à rede, e escolhas absurdas de golpes.

    Poderia ter feito história e ganhado do Murray, mas o cara é um JUMENTO…

  8. Renato Vieira

    Dalcim, como vc disse, a diferença entre Teliana e Serena é abismal. Quase caricaturesca. Embora a gente adore a brasileira.

    Mas no jogo, como que seria possível a Teliana incomodar a Serena? Quais os pontos mais frágeis da americana (se é que existem)?
    Claro que ela tem que jogar com o primeiro serviço obrigatoriamente. E eu acho que ela poderia abusar dos slices fundos.

    1. José Nilton Dalcim

      O único caminho é conseguir balançar a americana, não deixar que ela bata na bola equlibrada. Mas com um saque frágil, Serena já começa mandando no ponto e aí a coisa fica difícil.

  9. AURÉLIO NR.

    Prezado Dalcim e amigos.
    Só para descontração. Se pudéssemos mandar todos os políticos corruptos do Brasil para uma ilha deserta, eu escolheria, como punição pelo tênis que apresentam, os seguintes tenistas para irem com eles: DENIS ISTOMIN, DUDI SELA, DIMITRI TURSUNOV, YEN TSU LU, GILLES SIMON (esse é o tenista de ranking mais enganoso da história), SAM QUERREY, NICOLAS MAHUT, RAJEEV RAM, TARO DANIEL, ALBERT MONTANES e SAM GROTH.
    Abraços.
    AURÉLIO NR.

  10. Lázaro Zardini

    Muito bom pra Teliana!!! Esses jogos em quadra central, contra #1 enche os bolsos. Lembro que há uns anos o Rogerinho pegou o Djoko na segunda rodada do US Open e embolsou uma grana com patrocinadores temporários. A pernambucana estava precisando, já que não vinha tendo bons resultados.

    Isso sem contar a experiência de provar esses momentos, que é merecida!!!

  11. Marcão

    Não me surpreendeu a estreia sofrida de Andy Murray. O escocês é um teatro completo. Tem ator premiado, ator ruim, diretor, figurinista, bilheteiro, pipoqueiro. Até aí, nada demais; a diversidade é sempre bem-vinda. O diabo é que todos esses personagens querem atuar na mesma peça e ao mesmo tempo. Por sorte o último ato coube a um bom ator. Acho que também o cansaço não é uma questão. Hoje ele deve se livrar rapidinho do tal Bourgue e vai descansar. O que de fato pode atrapalhar o desempenho de Murray é o mi-mi-mi da imprensa em torno das declarações da Mauresmo. Senti uma ponta de ressentimento por parte da francesa e Murray, como se sabe, é um sujeito sensível a todo tipo de distrações.

  12. Weslei

    BANDSPORT + TELIANA = MUDO

    Será que tem necessidade de ficar gritando da forma que a Teliana grita pelaamordedeus não é possível assistir um jogo inteiro com a Teliana gritando em todos os pontos e os comentários/narração do BandSports.

    Dalcim existe alguma pesquisa que indica que essa gritaria ajuda em alguma coisa? E vc Dalcim não tem interesse de ser comentarista na TV? ou ao menos ir participar do PelasQuadras na ESPN?

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, já houve pesquisa em Wimbledon e se pensou numa limitação dos decibéis. Se ajuda, dizem que sim. Eu apenas me interesso por participações como convidado, Weslei. Então se eles desejarem, sabem onde me achar… rsrs…

    2. Enoque

      Também acho estranho os gritos da Teliana, parece que tem 3 sílabas, algo como MANTEGA ou coisa parecida.
      Vamos conferir qual a palavra que ela grita.
      Isto é que eu chamo de ganhar no grito.

    3. Fonseca

      “Gritação” horrível, descabida, disgusting da Teliana, cruzes…. (mas antes uma brasileira gritando que a russa tomadora de meldonium…)

    4. Eduardo

      Vi um pouquinho de alguns jogos no site da bandsports e não tinha narrador nem comentarista, somente o som ambiente. Seria ótimo se adotassem isso no canal de assinatura também, ficaria show de bola. Ninguém merece esses narradores e comentaristas deste canal. Outro fato curioso, queria ver o jogo de Murray hoje, mas nos dois canais disponíveis, site e TV, estavam passando o jogo do Wawrinka. Lamentavel a falta de profissionalismo!

  13. Robson

    Novak Djokovic hj esteve impecável nas devoluções e mandou excelentemente bem nos drop shots,e tem um ou outro alienado que teima em criticar as deixadinhas do maior e melhor tenista desde janeiro de 2011.
    Faltam 6.

    1. Sergio Ribeiro

      Deve ser bom ( as vezes nem ve o jogo ) ficar torcendo pelo N 1. O Tenis vem em terceiro plano. Repete a mesma ladainha toda a semana. Se Novak cair de produção , muda rapidinho para o próximo maior e melhor. O amigo pouco acrescenta com seus repetitivos Posts. Mas ja’ foi Sampras, Federer, Novak …Abs!

  14. Augusto Montenegro

    Stepanek comemorando o erro do adversário e Murray ( sim! ) comemorando o erro do adversário. Não vi ou li qualquer comentário a respeito. Já que o pau que dá em Chico não é o mesmo que dá em Francisco. Faço questão de registrar esse fato aqui. Podia valer pra todos , né?

    1. PI

      Acho natural comemorar o erro do adversário. Afinal, é um ponto como qualquer outro. Alguns tenistas possuem um estilo mais defensivo, então é normal que pontuem bastante em erros adversários. O que me parece deselegante é vibrar/gritar quando é um erro “bobo” ou então um erro logo no começo do ponto. Nestes casos seria mais bonito só fechar os punhos, etc. Num rally longo e duro, acho aceitável comemorar pra valer.

    2. Sergio Ribeiro

      O Gala de Praga a partir do quarto Set começou a irritar Murray, na malandragem. Queria interromper o jogo de todas as maneiras. Apontava pra cima , se mandou pro Vestiário , recebeu advertência por Tempo e tome de vibrar nos ENFS. Somente 2 jogadores viraram 10 partidas perdendo de 0 x 2 , na Era Profissional . Boris Becker e um Americano de nome esquisito. O Britânico atingiu 9 . No Final se abraçaram e foi um grande Teste para Andy. Abs!

    3. Robson

      Confesso que até agora não entendi o porque dessa polemica,já que é a coisa mais normal um tenista comemorar um ponto ganho seja de Winner,seja no erro não forçado ou no erro forçado do adversário,isso acontece em todos,todos os pontos ganhos por Nadal por exemplo,por Murray tb.Por Novak acontece más não com tanta frequência quanto Murray e Nadal,más acontece,principalmente quando Novak vence um ponto longo,ou um game longo.Minha opinião em relação a esses atos e atitudes é de apoio,sinal que o cara tá ali pra vencer,tá com a faca nos dentes,prefiro assim do que tenistas “mortos” dentro de quadra de tão frios que só fazem olhar pro chão o tempo todo,federer por exemplo.

      1. Rodrigo S. Cruz

        Dizer que Federer não vibra nos pontos. Sei não, mas acho que esse seu fanatismo pelo sérvio, começou a afetar teu juízo também.

    4. Enoque

      Estou surpreso com esta polémica de comemorar o ponto no erro do adversário.
      Pra mim todo ponto ganho pode ser comemorado, mais ou menos efusivamente, dependendo do momento do jogo.
      O único lance que o tenista não comemora e quando a bola bate na fita e cai do outro lado, ai o cara finge que pede desculpa, mas no fundo comemora.
      Provocar o erro do adversário faz parte da estratégia do jogo e seu êxito pode ser normalmente comemorado.

    5. Augusto Montenegro

      Comentei esta polêmica, justamente porque o tênis mais do que outros esportes preza pela ética em quadra.

  15. Augusto Montenegro

    Djokovic fez 1 ace apenas ? Será possível que enfrentando o n.95 do mundo, Djoko não fizesse numa melhor ade 5 sets pelo menos uns 4 Aces ? ( por baixo ) É amigos torcedores do Servio, sei sou muito preocupado, mas fico apreensivo com essa queda no serviço de Djoko. Aceito o argumento de que jogou para o gasto, que foi a primeira partida, tals, mas espero mais do n1. Pra cima deles, Djokao.

    1. Robson

      Novak já vem com este problema no saque desde Roma quando se levantou uma hipótese de um pequeno probleminha físico.Não acho que de fato tenha este probleminha físico,porém tá sacando abaixo do padrão Novak desde Roma.

  16. Fernando C.

    Dalcim.

    Você nota alguma ligeira queda no rendimento das devoluções de Djoko nos últimos meses? Apenas ligeira (rs), não ‘tô dizendo que ‘tá ruim? rsrs

  17. Fernando C.

    Já estou me acostumando a jogos sem som para poder encarar uma possível SUPER-SEMI entre Rafa e Djoko. Sem som porque o BANDSPORTS desmente a máxima que diz: “melhor ouvir isso do que ser surdo..” Não, neste infeliz caso é melhor ser surdo.

    1. Sergio Ribeiro

      Nao sei a sua idade, amigo. Mas Álvaro José’ ( conhecido como a voz das Olimpiadas ) transmite desde a época de Borg. Saretta e’ uma aposta da emissora. Assim como a Espn fez com Fininho. E Oliveira Andrade ja’ narrou em todas as emissoras ( chegou a ser o 2 da Globo ) , mas sua Praia e’ mais o Futebol. Dai que Eusébio , Narck e Dacio ( as vezes muito criticados) , formam uma Equipe de 20 anos junta. A direção peca realmente muito nas escolhas. Se o TOP 2 esta num jogo com nervos a flor da pele, optam por Nadal dando uma surra num inexpressivo lesionado. Abs!

      1. Pieter

        Os comentaristas de fato deixam (muito) a desejar mas esse não é um problema só da Band, há carências de bons profissionais nessa área, aqui no Brasil. Ou talvez as emissoras não queiram pagar o que os bons merecem… Mas o fato é que a Band mostrou todos os jogos dos brasileiros, isso foi louvável, e tem feito um esforço para mostrar o maior número possível de jogos, do início ao fim do dia, o que também merece todos os elogios. No final, acho o saldo positivo!

      2. Fernando C.

        Sérgio, minha idade é suficiente para me lembrar do Álvaro José. Eu o achava excelente e gostava de acompanhar o basquete masculino com ele (o campeonato mundial de ’86 foi memorável). Mas na minha opinião ele está péssimo e ‘over’. Quanto ao Oliveira Andrade ele pode ser ótimo no que for, mas é lamentável no tênis. O que você me diz de Elia Jr, que não comenta, mas pensa que apresenta um programa sobre RG? O Saretta entende de tênis, obviamente, mas isso é muito pouco para ser um bom comentarista. É dispero, brinca demais (pode brincar antes que peguem no meu pé (rs), mas ele é demais) e se o jogo não for dos grandes é notável o quanto ele não dá a mínima. Então, antes o ruim (ESPN, SPORTV) do que o pior.

    2. Lázaro Zardini

      Bem, em relação às transmissões o problema é com toda a cerimônia que há, deixando os comentários com uma formalidade e luxo que só deveriam existir dentro de quadra. Por isso opto sempre pela ESPN, já que me amarro na informalidade da dupla Nardini/ Fino (Em contra partida não assisto ao Maraucci nem no mudo). No caso da Band observo que o “mestre” que acompanha o Sareta não sabe absolutamente nada de tênis, e o comentarista o corrige cheio de cuidados. No sportv, depois dos ricos cheirosos, lindos e que dão emprego aos pobres, fiquei com o pé atrás com o Dácio, preferindo a dupla mais silenciosa do circuito Eusébio/ Narck.

      Sendo assim, minhas preferências, em ordem são:

      1° Nardini/ Fino – Ficando até 8 horas da manhã de plantão, de tão divertida e rica que é a transmissão!!!
      2° Eusébio/ Narck – O silêncio fala mais alto, além da memória do Eusébio ser estupenda e os comentários do Narck precisos!!
      3° “Mestre”/ Sareta – Mais por causa da exclusividade (não tem outra opção) e porque o Sareta parece ser um cara bacana!

  18. Moraes

    O Almagro parece que entra em quadra já preparado pra uma discussão, seja contra quem for, arbitro, adversário, ou ate mesmo a torcida. Esse com certeza é uma das maiores malas do circuito.

    Que pena essa nova lesão da Vika, talvez a única jogadora que consegue bater de frente com a Serena, bom… agora só resta torcer por uma boa recuperação pra ela, e esperar que ela volte firme e forte da próxima vez.

    1. Pieter

      Hahaha. Você pode prometer até um castelo na França para ela mas não adiantará nada! A distância técnica é absurda. A Teliana é uma passadeira de bola enquanto a Serena define os pontos e manda no jogo!

  19. André Barcellos

    Teliana com aquele saque e Serena com aquela devolução…hummmm, sei não. Tá me cheirando a bicicleta…
    Tomara que eu esteja errado.

  20. Luiz Fernando

    Não vi os jogos mas aparentemente Rafa e Djoko tiveram treinos de luxo enquanto Murray se esgoelou p despachar o namorado da Schiavone (creio q o R. Cruz deve achar q foram feitos um p o outro), o galã (kkkk) Stepanek, Teliana venceu, mas agora encara seu pior pesadelo, q aliás é o pior pesadelo de qualquer jogadora. Vamos ver se amanhã nos reserva alguma surpresa.

    1. Marcos Castillo

      E enquanto a galera vai tirando onda com a feiúra do Stepanek, ele vai pegando Hingis, Vaidisova, Kvitova, a modelo russa Inna Puhajkova… Deem um google em “Stepanek namoradas”, vale a curiosidade. Abs!

        1. Rodrigo S. Cruz

          Ainda assim é mais interessante do que ficar vendo esta tua babação de ovo insuportável ao Djokovic, em todos os teus posts.

          Isto, eu posso te garantir…

  21. Gildokson

    Vendo o Ace, programa da Band Sports agora to vendo o Saretta se dizendo revoltado pelo fato de achar que a adversária da Serena entrou em quadra machucada só pra ganhar o dinheiro. Qual a sua opinião sobre esse tipo de situação Dalcim? Se fo isso mesmo que aconteceu, claro.

    1. José Nilton Dalcim

      Se foi isso, não seria novidade. Temos visto isso em torneios até menores. Muito difícil ter certeA, o tenista pode dizer que se contundiu mesmo no aquecimento de 5 minutos.

Comentários fechados.