O novo ‘quinto Slam’ dá a largada
Por José Nilton Dalcim
10 de março de 2016 às 14:21

Ainda que as cabeças dos tenistas esteja muito mais em cima da bomba causada pelo anúncio do doping de Maria Sharapova, o quinto mais badalado torneio do circuito deu a largada ontem com a chave feminina e hoje já coloca em quadra muita gente interessante da chave masculina. Os top 35, incluindo Thomaz Bellucci, só começam a jogar no sábado.

Indian Wells tem sido eleito repetidamente como o melhor dos Masters 1000, o que derrubou aquele antigo chavão de que Miami era o ‘quinto Grand Slam’. Agora, ele pertence ao deserto californiano. A premiação em si, beirando os US$ 14 milhões no acúmulo dos sexos, já é muito superior à de Miami, além de a organização ser considerada exemplar e o público ter enorme espaço para circular e opções para se divertir. Em 2016, oito das nove quadras terão transmissão de imagens, ou seja, todos os jogos envolvendo favoritos serão mostrados.

No masculino, atenções claro em cima de Novak Djokovic, que já ganhou ali quatro vezes e detém os dois mais recentes troféus. O número 1 sofreu aquele revés inesperado em Dubai, perdendo a sequência de finais e títulos, e ainda viveu um fim de semana difícil na Copa Davis, porém até o sorteio da chave reforça seu favoritismo. Philipp Kohlschreiber, Feliciano López ou Roberto Bautista dificilmente darão trabalho até as quartas. Aí pode dar Dominic Thiem, e seria bem interessante ver como se sai o melhor representante da nova geração num piso em que ainda não fica totalmente à vontade.

Kei Nishikori e John Isner ficaram nesse lado superior, onde também está a incógnita Rafael Nadal. O canhoto espanhol tem três troféus em Indian Wells, o mais recente em 2013, porém a desconfiança sobre seu jogo continua. Dois canhotos assanhados estão no caminho: Gilles Muller e Martin Klizan. Depois, Gilles Simon ou Grigor Dimitrov. A caminhada de Nishikori é bem dura e até mesmo uma estreia contra Mikhail Kukushkin é perigosa, sem falar em duelos contra Steve Johnson e John Isner.

Andy Murray pontua o outro lado da chave e fará seu primeiro torneio como pai. Na terceira rodada, pode ter Gael Monfils ou Nick Kyrgios, depois Tomas Berdych, Milos Raonic ou até Bernard Tomic. Precisará estar afiado. Curioso é que, apesar de estar na sua superfície predileta, o escocês só fez uma final em Indian Wells e isso há sete anos.

O outro concorrente à semi é Stan Wawrinka, que aparentemente pegou o setor mais frágil, onde o maior especialista no piso é Marin Cilic. O paulista Thomaz Bellucci entrou de cabeça 29 e aguarda o duelo de garotos entre Borna Coric e Lucas Pouille. Dá para vencer e aí esperar Berdych… Ou quem sabe, Juan Martin del Potro!

Mais sacudida pelo caso Sharapova, a chave femninina tem amplo favoritismo de Serena Williams e sonha com um possível duelo direto com a irmã Venus nas quartas. Seria no mínimo interessante, já que foi justamente um confronto entre eles que gerou toda a confusão e posterior boicote das Williams ao torneio, encerrado enfim por Serena no ano passado e agora por Venus.

Cabeça 2, a alemã Angelique Kerber terá boa parte dos holofotes depois do título na Austrália. Sloane Stephens e Carla Suárez são adversárias que exigem cuidado antes mesmo da semi. Vika Azarenka e Belinda Bencic estão no outro quadrante.

Teliana Pereira já estreou e se despediu rapidamente. Até agora na temporada, a número 1 nacional venceu apenas 20 games, sem ganhar ao menos um set. Tudo bem que, dos cinco torneios, quatro foram no sintético. Mas sua posição de top 50 já está seriamente ameaçada em Indian Wells. Tomara que ela reaja no saibro europeu, a partir de abril.

Doping – Enquanto isso, Maria Sharapova parece em maus lençóis. Quase tudo que se publicou desde segunda-feira foi contra a russa. O fabricante do medicamento proibido contestou o uso prolongado do Meldonium que ela diz fazer há 10 anos e reportagens atestam que a musa foi alertada pelo menos cinco vezes para interromper a ingestão da substância.

Um alto dirigente da Wada (Associação Mundial Antidoping) acredita numa punição de 12 meses, o que seria trágico para uma tenista que já está a 39 dias de completar 29 anos e que teria de recomeçar a carreira do zero absoluto.


Comentários
  1. Luiz Fernando

    E a grande esperança bulgara perdeu de novo, o estupendo Dimitrov caiu novamente. E os antigos defensores, aqueles q o consideravam um tenista espetacular será q aparecerão p defende-lo? Duvido kkk! Já dizia napoleão: a vitória tem muitos pais, já a derrota é órfã. Sabias palavras, se aplicam perfeitamente aqui no blog, ambiente no qual os pseudo-entendidos de tenis fazem de conta q não disseram isso ou aquilo de acordo com o que mais lhes convém. Creio q o pobre Dimitrov estará mais uma vez órfão nesta segunda feira…

    1. Rodrigo S. Cruz

      Estranho que já frequento o blog há mais ou menos 1 ano, ano e meio que seja, e sei que este Dimitrov é um assunto bem raro por aqui.

      Quanto a você, acho que precisa ainda MELHORAR muito pra chegar a pseudo-entendido. Por enquanto é só desentendido mesmo. Jamais agregou nada…

      Vive na mediocridade de postar provocações contra qualquer um, em qualquer pasta, sobre qualquer assunto…

    2. Fernando Brack

      Nunca vi ninguém enaltecer o Dimitrov além do que seria normal enaltecer um
      novo e promissor talento. E daí que ele não correspondeu às expectativas? Já
      aconteceu o mesmo com tantos tenistas que não dá pra contá-los.

  2. Fabrício goiano

    Olá caro Dalcim!!!!

    Gostei do jogo e da atitude do Bjorn Fratangelo. Qual sua avaliação sobre ele Dalcim? Parece-me que tem futuro. A mim agradou mais do que ao jovem Taylor Fritz. Aguentou a pancadaria firme contra o Nole!
    Um abraço!

    1. José Nilton Dalcim

      Puxa, sinceramente não vejo absolutamente nada de especial nele. Aliás, ele já é bem rodada no circuito e não imagino algum progresso que o leve mais do que o top 100.

  3. Weslei

    Bom dia Dalcim

    Com a relação a rodada de ontem os “placares estranhos” exemplo Simon x Pospisil 1×6 6×0 6×1, o Djoko e Nadal tbm, pode colocar na contado do vento?

  4. Fonseca

    Todo ano a mesma coisa nesse torneio: após cada infindável tomada no dono da Oracle sentado nas arquibancadas, segue-se a babação infinita do Dácio Campos pelo mesmo: o cara faz acontecer, dinheiro do próprio bolso, um dos homens mais ricos do mundo, blah, blah. O TEMPO TODO!

  5. Jose Carlos Mohallem

    Teliana inscrita em San Antonio.Otima noticia p tentar ganhar uma antes de Miami.Oq vc acha Dalcim?

      1. Pieter

        Será que ela está se sentindo pressionada por estar no top 50 e ter a atenção da mídia esportiva brasileira?

  6. Wallace

    Prezado Dalcim

    Que jogador é o jovem norte-americano Ulises Blanch! É um atleta que joga com bastante intensidade e gera velocidade impressionante.

    Forte abraço

      1. Luiz Fabriciano

        Vendo ontem a final do Banana Bowl, achei seu forehand excelente, mas é um pouco esquentado, não?
        Tudo bem, é um menino, mas o alemão adversário se mostrou bem mais concentrado e sabemos que nesse esporte, a ansiedade ou a falta de controle emocional pode causar danos.
        Grande abraço.

    1. Fernando Brack

      Vi a partida ao vivo e gostei muito do jogo dele, mas quase fica com o vice.
      Dentre suas virtudes, tem ótimo controle mental, pois a briga foi duríssima.

  7. Oswaldo E Aranha

    Abutres. Não sei se por que ela é bonita, se é porque é boa jogadora, mas fico admirado como agora surgem manifestações atacando Sharapova. É muito despeito e inveja.

  8. Hugo

    Dalcim,

    De vez em quando divago sobre umas situações do tênis.Eu gostaria muito que antes se aposentarem,Tosonga e Berdich ganhassem um slam.Pela qualidade do tênis que apresentam e pelo tempo que estão ali no topo.Creio que seria uma questão de justiça tenística.Na wta,por exemplo é muito justo pra mim que a Roberta tenha alcançado o top 10.Saca e voleia,slices rapantes de esquerda o tempo todo,vai pra rede na primeira bola oportuna.Enfim.Gostaria de lhe perguntar qual a “justiça” que vc ainda gostaria de ver e qual foi a que vc lamenta não ter visto.
    Obrigado.

    1. José Nilton Dalcim

      Assim, de pronto, me lembro que o Ríos deveria ter ganhado um Slam. E sim, gostaria de ver o Tsonga campeão. Berdych acho pragmático demais.

  9. Leonardo Carvalho

    A ex-ministra de esportes da França está sendo absurdamente leviana ou apenas tem coragem de apontar o que alguns sabem, mas optam por não revelar? Seria uma indireta a Nadal o comentário de Sharapova no que diz respeito a não fingir lesão para ocultar o doping?
    O misterioso afastamento de Nadal por sete meses entre 2012 e 2013, considerando toda a conjuntura pré e pós parada somada à ausência se informações mais precisas por parte da sua equipe sobre o que aconteceu permitem sim levantar suspeitas sobre um possível doping do espanhol. Eu penso que diante da acusação feita pela ministra surge uma ótima oportunidade para esclarecer ao mundo o que aconteceu e fornecer explicações mais detalhadas, se de fato nada de irregular aconteceu.

  10. Rubens Leme

    A gente vive à espera do Murray ser mais agressivo e ontem venceu o primeiro set tendo conseguido apenas 1 (um!) winner contra 14 do Granollers.

    Está cada vez mais difícil assistir o escocês jogar, Dalcim.

  11. Luis

    Dalcim duas perguntas se o Federer tem tempo pra se recuperar pra Miami? e uma pessoa no blog perguntou pra vc se surgiria algum fora serie que ganhasse muitos slams como fez Federer,Nadal,Djokovic sera que são jogadores que não surgem em pouco tempo?

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, acho que ainda dá tempo de Federer se recuperar. Quanto aos Slam, não vejo nenhum nome desses novos com capacidade para isso.

  12. Rafael

    Como alguns aqui devem fazer, leio reportagens e comentários do Marca espanhol. Nestes dias, em repercussão às acusações da ex-ministra do esporte francesa, não vale como nada além de curiosidade, mas é impressionante quantos espanhóis acreditam (ou dizem acreditar) que é impossível que Nadal tenha conquistado tudo que conquistou “limpo”. E citam jogos intermináveis em dias seguidos e ele sempre ganhando para corroborar suas teses.

    Seria de se imaginar que eles fossem defendê-lo com unhas e dentes, mas isso foi uma minoria.

    1. André Luiz

      Nussa, que absurdo, li vários editoriais dos principais jornais do país defendendo Nadal.
      Presidentes de Federação, personalidades esportivas e até clubes de futebol!

  13. Antonildo S Costa

    Obg pela resposta mestre, fiz a pergunta porque nao lembrava do titulo do frances, e tbm porque acho bem possivel de isso acontecer mais uma vez, Abs!

  14. Marcio

    Mestre gostaria de saber a sua opinião e dos demais colegas aqui que quiserem opinar sobre uma analise de um amigo meu velho amante de 78 anos do tênis aqui do Tênis Clube de Campinas, que carinhosamente chamamos de Seo Osvaldo, moro aqui a bastante tempo e inclusive vi e tenho comigo o autografo do menino Gustavo Kuerten quando ele ganhou o Aberto de Campinas em 1996 um ano antes dele vencer RG.
    A analise dele é referente essa incansavel discussão sobre Roger Federer ser o melhor do que seus habituais rivais Rafael Nadal e Novak Djokovic, pois bem indagado sobre isso veja a opinião do Seo Osvaldo que ja viu e acompanha tênis segundo ele mesmo a mais de 60 anos e viu nesse periodo muitas lendas desse esporte maravilhoso.
    ” Eu tenho para mim que Federer é sem duvidas um dos 5 maiores tenistas que ja vi jogar, porém todas essas indagações sobre o fato dele ser melhor do que seus hoje adversarios é o fato de que tudo se resume a três jogos contra seus oponentes que ele perdeu e caso tivesse ganhado, ninguém hoje ousaria contestar a sua superiodade. Eu falo da final de Wimbledon de 2008 quando ele perdeu pro Nadal, da final de Roland Garros de 2011 que ele perdeu tambem pro Nadal e da ultima decisão de Wimbledon 2015 que ele perdeu pro Djokovic.”

    Por um momento os que escutavam o Seo Osvaldo balançaram a cabeça e alguns concordaram, mas ai que vem a analise mais fria e de que quem ja viu as lendas escrevendo a historia do esporte em geral.
    Todos os maiores campeões da historia tem vitorias incontestaveis nos momentos cruciais de suas carreiras, vejam o exemplo de Usain Bolt nas Olimpiadas de 2008, todo o mundo estava de olho nele a pressão era enorme e o que ele fez, cravou nos 100m o tempo fantastico de 9,58s, na natação Michael Phelps os olhos do mundo todo também nele e ele ganhou todas aquelas medalhas algumas inclusive mágicas como narrou Galvão Bueno que jurou que viu o adversario bater antes dele e somente no replay é que se pode ver que Phelps ganhou por uma unha, enfim diversas lendas do esporte nos duelos em que mais se esperavam dele eles conseguiram provar o porque eram os melhores e hoje ninguem os contesta.

    Em relação a essas tres derrotas cruciais na carreira tão vitoriosa do Federer, ficou nitido que caso ele tivesse obtido a vitoria, estariamos hoje diante de um tenista que por mais que tivesse H2H contra, a historia mostraria que nos momentos cruciais de sua carreira ele provou ser o melhor.

    Na derrota pra Nadal em Wimbledon 2008 estava em jogo o fato de ser o piso preferido do suiço e de que Nadal ja era o rei do saibro com 4 titulos seguidos de Roland Garros inclusive com finais vencidas em sima do proprio suiço, pois bem vencendo ali Federer iria mostrar que assim como no saibro aonde Nadal reinava, na grama Nadal não poderia vence-lo e isso provaria ao mundo de que assim como Federer não conseguia vencer Nadal no saibro de Roland Garros por ele ser o melhor nesse tipo de piso, na grama tambem Federer não deixaria Nadal vence-lo, o fato é de que todos conhecessem o resultado.

    Na final de Roland Garros de 2011, Federer vinha de uma vitória espetacular sobre Novak Djokovic onde todos apontavam que seria o grande campeão daquele Slam pelo ano que vinha tendo, e ao bater Nadal naquela final, Federer teria provado a todos de que por ele ser o melhor conseguiu vencer os dois tenistas que mais exito tinham no circuito, ou seja vencer Nadal em Roland Garros aonde o espanhol ja tinha 5 titulos de Roland Garros tendo vencido o sérvio na semi final da maneira como foi, colocaria o suiço nas alturas provando que mesmo diante de um fenomeno no saibro e de um tenista que se mostraria muito promissor e que ja vinha ganhando muitos titulos no circuito, que Federer mandaria simplesmente o recado, EU SOU ROGER FEDERER, (o final todos tambem ja sabem).

    Por fim o ultimo Wimbledon em 2015, vencer Djokovic nesse Slam provaria que apesar de Djokovic estar num ano maravilhoso e ganhando tudo, vencendo todos, de que na grama de Wimbledon quem é o verdadeiro campeão e gênio seria ele Federer, porém o final todos também ja sabem.

    Não estou desmerecendo as conquistas de Nadal e Djokovic, muito pelo contrario porque os dois jogaram muito, porém Federer teve a chance assim como os grandes campeões da historia de provar o quanto ele ficaria marcado na historia sem constestações se tivesse vencido esses jogos.
    Resumindo derrotas em finais acontecem e elas são absolutamente normais, como em Wimbledon 2014 em que o servio ganhou de Federer por 3 a 2, faz parte do jogo ganhar ou perder, mas existem jogos que são cruciais para sua historia e que segundo uma analise mais profunda, caso Federer tivesse ganhado esses jogos, eu acredito que nem o mais fanatico torcedor do Nadal ou do Djokovic iria ter algum tipo de argumento para desmerecer os feitos e o jogador genial que o Federer é.

    Por mais que ainda tivesse um H2H desfavoravel para Nadal, ou seja computando essas duas vitorias seriam de 21 a 13 ainda pro Nadal (hoje esta em 23 a 11), porém a historia mostraria que Nadal não haveria vencido Wimbledon em cima do Federer, e Federer haveria conseguido vencer o Nadal em Roland Garros e na melhor temporada de Djokovic, Federer ainda o teria vencido no seu piso preferido que é a grama, no final dessa explicação do Seo Osvaldo acabei concordando, e você o que acha Mestre?

    PS: E quando questionado sobre a quantidade de titulos que Federer tem acima dos rivais, Seo Osvaldo ainda saiu com essa, MIchael Schumacher tem 7 titulos de F-1, mas ele é realmente o melhor piloto da história a frente de Senna, Prost, Fangio?

    Federer pode não ser o melhor da história, mas com certeza em qualquer lista de melhores que se faça do tênis ele dificilmente ficara fora dos 5…ja Novak e Nadal vamos esperar mais alguns anos para poder responder isso por enquanto os dois ficariam dentre os 10 ou 15.

    O que acha Mestre, Seo Osvaldo parece não estar fora da realidade e enxerga o tênis com a amplitude e o significado que ele tem.

      1. jeremias

        10 e 15? kkkk diz ai 14 jogadores que possuem 11 e 14 slams? só tem Federer, laver, Sampras, Laver , e Emerson. E é só. E ainda precisamos lembrar que Emerson, ao contrário de Laver, só ganhou na era pré-profissional.

  15. Paulo

    Sharapova minha querida, entendo completamente sua indignação com relação ao comentário do tenista mais cara de pau do circuito, mas para descobrirmos a verdade sobre o brahma do tênis só com delação premiada, ou seja, impossível.

  16. AUGUSTO

    Boa Noite Dalcim!
    Li há pouco notícias de que Sharapova contesta as informações de que foi avisada por
    cinco vezes sobre a utilização do medicamento!, e que sera apresentado junto a itf no seu
    julgamento as prescrições médicas de uso do medicamento!, que segundo ela eram em
    doses pequenas, e não eram utilizadas todos os dias!
    Vamos ver no que isso vai dar!
    Em tempo Dalcim, a Maria escreveu uma longa mensagem em sua rede social
    agradecendo o apoio dos fãs, e uma mensagem que estão dizendo ser uma indireta para um de seus
    colegas, no que ela diz “Preferir enfrentar a situação se positivo para o seu doping, a ter que
    fingir estar lesionada!”, você arriscaria pensar a quem ela endereçou essa mensagem Dalcim?
    Rsrs….
    Não escondo que sou fã da Maria!, porém acho que ela deve ser julgada e ser punida
    de maneira correta, mesmo que seja no mínimo pelo seu descuido!
    Porém nesse momento acho desnecessário um julgamento prévio sem análise
    de toda a situação!
    E isso inclui também colegas de profissão!, a quem ela manda essa mensagem….
    Desnecessário…..

    1. O LÓGICO

      POR OBSÉQUIO kkkkkkkkkkkkkkkk: Você poderia disponibilizar as alternativas de A a Z kkkkkkkk pra ficar mais fácil do povão acertar? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  17. André Luiz

    Segundo li por aí, Maria declarou que encarou o problema de frente, em vez de “fingir lesão pra acobertar a verdade por seus exames”.
    Sharapova está passando vergonha.
    Ela está insinuando que se simulasse uma lesão a ITF e a WTA acobertariam?
    Está insinuando que acobertaram jogadores que fingiram lesão?
    Esse tipo de declaração só piora o mal que ela está fazendo ao esporte.
    Essa moça está trocando os pés pelas mãos dia após dia.
    Pela primeira vez ela me causou sincera antipatia em relação ao seu comportamento.Bok
    Hoje mesmo há articistas no.Telegraph afirmando que a postura branda das jogadoras da.WTA quanto ao causo de Maria reforça a impressão de que o tennis tem algo a esconder.
    Pelo visto Maria está disposta a reforçar essa impressão pra afastar a atenção de seu vexame.

    1. Rafael

      Na minha opinião ela n está passando vergonha nem insinuando nada. Ela está declarando abertamente. Quem está passando vergonha é a entidade que cuida desses assuntos que, ou a processa para que prove o que diz ou admite veladamente, rezando para q todo mundo veja como um “destempero” da que foi pega.

  18. Santos

    Declaração hipócrita do Murray, aliás mais uma, dizendo que não pode usar uma droga legal para melhorar o desempenho, quer dizer que ele só come normalmente e não toma mais nada, nem um suplemento, pra correr daquele jeito por cinco horas? Então tá bom, agora conta aquela outra piada…

    1. Chetnik

      Esporte de alto nível é o velho pacto da mediocridade. Os esportistas fingem que é todo mundo limpo e honesto, e as entidades fingem que acreditam, kkkkk.

      E o teatro dos hipócritas segue.

      1. André Luiz

        Eu discordo desse tipo de avaliação.
        Os atletas NÃO fingem que é ”todo mundo limpo e honesto”.
        Pelo contrário, o Murray está afirmando que muita gente se dopa, burla as regras, usa substâncias proibidas, e por isso mesmo os controles no tennis tem de ser melhores e mais rigorosos.

        Agora, eu também não sou adepto do pensamento fácil de que ”todo mundo se dopa” de um jeito ou de outro, uma teoria conspiratória e generalizante cuja prova é zero; se fundamenta somente na suposta ausência de ingenuidade e conhecimento da alma humana de quem a faz.

        Murray é um atleta que já passou por trocentos testes anti-doping na carreira, realizados por organizações competentes e sérias. Por tudo o que sabemos — e não pelo que alguns pensam saber — ele é um atleta limpo.

        Não li uma vírgula de hipocrisia no pronunciamento dele; pelo contrário, precisamos de mais declarações assim.

      2. Rafael

        Concordo 100%. E se estende a torcedores, patrocinadores, etc.

        Como diria o filosofo Vampeta: “Eles (o Flamengo) fingiam q pagavam ( salário) e a gnte (jogadores) fingia q jogava”.

        A sociedade simplesmente prefere nem pensar em alguns assuntos. Lembro sobre a polêmica da época em q discuti homossexualidade por aqui e alguém postou q NÃO PODERIA haver jogadores tops homossexuais, pq eles (homossexuais) n AGUENTARIAM a pressão. Nossa.

        Goste-se ou n, esteja-se + ou – preparado p aceitar ou n, essa realidade existe, como existem jogadores d diferentes etnias, de diferentes compleições físicas, etc.

        Lembro d ter lido 1 reportagem q atribuía a Oliver Kahn 1 declaração do tipo: Aconselho jogadores gays + jovens: Não declare sua sexualidade.

        O cidadão foi massacrado. Pelas mesmas pessoas q acabariam c a carreira de quem fizesse o contrário do q ele aconselhou. Hipocrisia em seu mais alto grau.

        Ele falou a real, tem torcida q se mata (literalmente) por “ofensas” desse tipo. Assim como qndo Matt Damon falou, no mesmo sentido, q atores n deveriam revelar sua orientação. Foi igualmente massacrado. Rupert Everett q o diga. Ele mesmo falou sobre como sua oferta de trabalho praticamente sumiu após ter revelado sua orientação. Por isso Rock Hudson preferiu morrer quieto, mesmo com td mundo sabendo. Ele quis preservar 1 IMAGEM completamente desfigurada do q realmente foi sua vida.

        Aí eu leio posts como esses, tipo “um gay não AGUENTARIA a pressão”, e entendo pq eles tem essa postura.

        Com Magic Johnson já é + “aceitável” o lance da AIDS, tadinho, q perda pro basquete, mas “pelo menos” ele pegou a doença TRAINDO a mulher milhares d vezes s/ proteção.

        Em tempo: Venus W. perdeu na estreia em 1 torneio q n participava há anos por ter sofrido ataques devido a sua COR.

        Em tempo 2: N “incentivei” doping num post onde comparei diferenças de acesso e fiz um paralelo c a sociedade em q vivemos. Pontuei apenas q infelizmente essas diferenças existem e continuarão a existir, em resposta a alguém q continua insistindo no assunto da câmara hiperbárica, q n é doping.

        Por essas e outras, Gandhi, Zumbi dos Palmares, Rosa Parks, M. L. King e outros tornaram-se lendas. Por outro lado, cidadãos como Danny Glover e Ian McKellen tornam-se ícones.

        Pq querem fazer a diferença p que n hajam + diferenças.

        1. Santos

          Concordo 100% com o que escreveu o Rafael. Quanto ao Murray, ele foi hipócrita sim, pois falou em drogas legais, que obviamente ele deve utilizar alguma. Até cafeína é considerado droga e traz benefícios, agora imagina um cara no nível dele, é óbvio que não dá pra correr como um louco a semana inteira todos os dias em um torneio e não tomar absolutamente nada pra recuperar o físico, isso seria impossível. Acredito, que exista outras drogas com efeito parecido com essa que foi proibida e que sejam consideradas legais, aposto nisso, assim como existem analgésicos proibidos e legais.

          1. André Luiz

            Você acredita que tomar café é o mesmo que tomar Meldonium e EPO, e por isso o Murray é hipócrita?
            Bom, tem gente que acredita em saci pererê. Isso é irrelevante.
            Aliás, a entrevista do Murray é boa até nisso: deixa muito claro qual é a diferença de tomar, digamos, ”centrum’ e se dopar.

  19. Oswaldo E Aranha

    Nadal perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado; se Sharapova errou há condutos apropriados para julgar o caso.

    1. Aurélio Passos

      E desde quando saiu algo útil da bica desta espanhol? Semore defendeu
      dopados, sempre reclanou de exames out of competition, etc..

  20. Marcus

    Vejamos novamente como se sairá a nova geração num torneio de gente grande. A grande verdade é que o único tenista jovem que realmente tem capacidade técnica para ser um grande campeão é Nick Kirgios. É o único que tem aquele algo mais que diferencia os grandes campeões dos campeões. Lógico que há outros bons jogadores, mas aquele brilho que faz a diferenca entre vencer 2 ou 3 GS e vencer mais de meia duzia, somente ele tem nessa nova geração até agora. Gostando ou não gostando dele, ele é o cara entre os novos jogadores. E os grandes campeões já começam a querer ficar do outro lado da chave do australiano, pois como já são cachorros velhos, conseguem ter o discernimento de saber que ali está um jogador perigosíssimo que pode desclassificar hoje qualquer top 10 em qualquer torneio.

  21. Arthur

    Dalcim,

    Já que o Federer não vai estar em Indian Wells, minha torcida toda vai para o Del Potro. Seria realmente muito bom se ele conseguisse um título desse gabarito no seu retorno às quadras. Daria ânimo ao circuito, tão carente de gente que possa enfrentar o Djokovic de igual pra igual.
    Hoje ele já meteu um pneu no primeiro adversário. Tomara que continue assim.

    Um abraço.

    1. André Pires

      Thiem, Raonic ou Wawrinka são melhores opções para dar “ânimo ao circuito”, de preferência derrotando o Djokovic no caminho. Avançar umas 3 ou 4 rodadas já estaria de bom tamanho pro Del Potro. Terá um grande desafio hoje, porém.

  22. Neuton

    Sou brasileiro e não desisto nunca. Assim, vou torcer muito pelo Bellucci. Vai que fez toda a caca que podia aqui na América do Sul e resolve ser estável e consistente na América do Norte.

    1. Neuton

      Pelo visto o Bellucci ainda não tinha esgotado sua cota de cacas na América do Sul. kkkk. Mas ele é novo, tenho um futuro promissor.

  23. Sergio Ribeiro

    Os Norte- Americanos e seus eternos Quinto SLAM. Nao da’ para tirar de um Torneio que tem uma pontuacao maior, disputado somente pelo TOP 8. Esse papo que os caras chegam no bagaço , e’ desculpa de quem nunca venceu. Sampras que nao era o Rei do físico, afirmava isto e levou Cinco. Agora, como nunca mudaram para Saibro…Abs!

    1. Mauro Amoedo

      O ATP Finals é tão importante, que mesmo sendo em Londres, Murray preferiu ficar treinando no saibro para a final da Davis… rs rs

      Qualquer Masters 1000 é mais importante para os tenistas do que o torneio fim de festa…

      1. Sergio Ribeiro

        Andy Muray estava treinando pensando na COPA DAVIS , meu caro Amoedo. Competição que muitos desprezam. O amigo , bastante experiente ,sabe que se chegar a Meia Boca, nao leva o FINALS. Novak somente começou a levar , quando amadureceu. Lendl, Sampras e Novak levaram 5. Federer 6. Você tem alguma duvida de quem vai levar mais vezes o Torneio Milionário? Um SLAM 2000 pontos, contra 1500 do Campeao Invicto do Torneio que nao e’ no Saibro, para irritação de muitos.Abs!

      2. Luiz Fabriciano

        Mas se fosse mesmo assim, ele quase não se mataria um ano antes jogando todos os torneios do final da temporada para se classificar aos 45 do segundo tempo. Tanto foi que o jogo com Federer foi praticamente uma passada e não aguentou jogar nada no Finals, extenuado que estava. Jamais vi nenhum top afirmar que o torneio final não é importante.

  24. Anderson Vieira

    Dalcim, acho que o cara que se dopa pra tirar proveito no esporte teria que perder todos os títulos e a suspensão ser mais dura. Hoje temos muitos jogadores sobe suspeita. O que eu li sobre o doping, é que não é só a parte física que favorece, tem também a parte de concentração mental, segundo especialistas no assunto, o jogador fica mais ligado e concentrado sem perde o foco(fundamental no tênis). Tem cara aí no circuito que as vezes perde o foco do jogo fácil e tem outros que parecem robô, nunca saem do foco. Estranho não acha? E o que você acha Dalcim?

  25. Lola

    Tio Toni promete processar a ex-ministra, eu concordo. Falou tem que provar. Serve de alerta pros incautos da sala que falam asneiras parecidas.

    1. Nando

      Meu Deus, como vc é chata! Td dia atacando os outrosbde alguma forna, seja direta ou indiretamente, sempre querendo arrumar picuinha, parece criança, pô!

      Dalcim, o que vc está achando do Del Potro nesses primeiros jogos após a volta? Eu aposto que ele encerra o ano ao menos no top 20, vamos ver como será o jogo contra o Berdych.

      1. Lola

        Vc eh um ridículo, misogino que esta sempre me atacando e de forma gratuita.
        nem te conhço pra vc vir largando as patas

    2. Marcos - SP

      Que bom seria se o braço da lei alcançasse esses internautas que utilizam um blog especializado em tênis para acusar o Nadal de doping. Mas não somente os que acusam Nadal deveriam ser alcançados como também os que acusam Federer, Djokovic ou qualquer outra pessoa que esteja inocente das acusações que lhe são imputadas. Infelizmente, a gente sabe que dificilmente esses astros do esporte ingressariam com uma investigação cibernética atrás de eventuais detratores, o que é uma pena, pois, se isso de fato acontecesse, podem ter certeza de que muitos aqui deste blog sumiriam e não mais voltariam, e aí finalmente estaríamos livres de suas sandices.

      1. Aurélio Passos

        Esse tipo de defesa, de indignação, parece que o cara é parente do Nadal, ou do
        staff do Nadal…. Eu hein… Assim como eke (e outros “acusados) não estão
        nem aí pra quem os ataca qui, também não estão nem aī pra quem os defende aqui…

        1. Marcos - SP

          Caro Aurélio:

          Você levanta a possibilidade de eu ser parente do Nadal, o que explicaria a minha “indignação”. Não sou parente do Nadal e nem faço parte de seu staff, mas eu levanto a possibilidade de você ser parente de um desses detratores de plantão, o que explicaria a sua “indignação”.

          Você também observa que eles (Federer, Nadal e Djokovic) não estão nem aí para quem os ataca e para quem os defende aqui, na internet. É verdade, não estão nem aí, e é exatamente por isto que vamos ter de continuar lendo as mesmas barbaridades de sempre, já que seus autores vão continuar impunes.

          1. Marcos - SP

            P.S.: Se um dia o Nadal for pego como o Armstrong o foi, aí pode estourar champanhe, soltar rojões e fazer a maior festa. Até lá, apenas reflita sobre o que o Dalcim já postou certa vez: “Parece que todo mundo resolveu subverter a norma de que a inocência é que deve prevalecer até que se prove o contrário”.

  26. lEvI sIlvA

    Dalcim, queria saber o que acha disso aqui: A palavra do criador

    O remédio foi criado em 1976 pelo médico Ivar Kalvinsh em um instituto de pesquisa da antiga União Soviética. Em entrevista à agência EFE nesta quarta-feira, Kalvinsh, que nasceu na Letônia, afirmou que a substância melhora notavelmente a irrigação sanguínea e combate a falta de oxigênio, o que reduz a possibilidade de infarto ou trombose, especialmente em adultos e idosos. Para atletas, o uso do medicamento protegeria o coração nas fases mais intensas de treinamento.

    O médico alega que o Meldonium “salva vidas” e, caso tivesse sido usado por atletas nos últimos anos, poderia ter evitado mortes súbitas nos campos ou nas quadras nos últimos anos devido a problemas cardíacos não diagnosticados. Kalvinsh nega que o remédio melhore o rendimento físico dos atletas e considera a decisão da Wada uma “aberração”. O médico, inclusive, pensa em pedir explicações ao órgão e exigir que exames clínicos justifiquem essa decisão.

    Kalvinsh afirmou que o Meldonium só está patenteado e é comercializado na Rússia e no Leste Europeu, sendo praticamente desconhecido nos demais países da região e nos Estados Unidos, onde sequer está registrado. Além de Kalvinsh, outros médicos e especialistas russos, assim como o ministro de Esportes do país, Vitaly Mutko, consideram que o Meldonium não melhora o rendimento dos atletas que o consomem, mesmo que por períodos prolongados.

    (agências EFE e Estadão Conteúdo)

    1. José Nilton Dalcim

      Não posso opinar sobre algo técnico. Mas continuo com o mesmo princípio: a Wada proibiu porque detectou cientificamente que o uso pode dar desempenho artificial. Isso é o que rege o doping.

  27. Antonio Carlos

    Olá Dalcim e demais acompanhantes do blog.
    Não escrevo aqui deve fazer uns 5 anos mas sempre acompanho o desenrolar das discussões. Depois de tanto ler sobre o caso da Maria gostaria de compartilhar minha opinião sobre um aspecto. O fato de ela ter declarado que toma este medicamento a dez anos não necessariamente quer dizer que ela o ingere 365 dias no ano. Por exemplo, tenho um probleminha com lactose e quando vou a algumas festas levo uma enzima para ajudar meu organismo, mas só faço a ingestão deste remédio umas 15 vezes no ano, e eu tomo este medicamento a uns 10 anos já. Assim, ela poderia também fazer a ingestão a cada dois anos ou sei lá, mas ainda sim ela teria que dizer que usa o medicamento fazem dez anos. Não sei se fui claro mas fica ai um questionamento. Bom fim de semana “tenístico” a todos.

  28. Realista

    Não há duvidas que federer continua sendo o maior tenista,por seus titulos,recordes etc..em relação a ser o “melhor” ele não é por varios motivos,um deles é o massacre no confronto direto contra nadal,que cansou de bater o suíco,e agora so parou pq evidentemente está em decadencia..pode se dizer o mesmo de novak,quando nao estava em seu auge antes de 2011,ele perdia varias pra nadal e federer,o ano de 2011 é um otimo parametro,pois federer(aquele que nem tinha lesao) estava em plena forma nesse ano e ate voltou a vencer slan no ano seguinte,mas tanto federer e nadal perderam varias vezes pro djokovic esse ano(isso com ambos em plena forma),de la pra cá um dominio absoluto do servio,é so ver o retrospecto em finais,ou torneios realmente relevantes como GS,em que o suiço depende muito do primeito set porque nao tem cabeça pra aguentar o sérvio,sempre chega bem fisicamente como na australia esse ano em que estava voando,mal tinha ficado em quadra..sofre um massacre daqueles por djokovic e temos que ouvir que o cara tava cansado,sendo que pra quem viu o jogo o cara tava normal..contra seus maiores rivais ele perde feio.

    1. O LÓGICO

      KKKKKKKKKKKKKKK VOCÊ FOI A CULPADA DESSE AMOR SE ACABAR ……kkkkkkkk
      É muita sofrência do realista romântico kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Se tem uma coisa que FED10 é, é justamente ser melhor que o robozinho macabro. kkkkkkkkkkkkkkkk CH17UPA QUE É DE UVA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      E ELE não come Ameldoim kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      1. Realista

        Cara eu acho o federer bem melhor que o nadal,agora se ele tem o H2H tao distante ja é com ele…inclusive o jogo do nadal nao agrada nenhum pouco…

    2. Sergio Ribeiro

      O Suíço nao tem e’ mais pernas para acompanhar o Servio. O Sabichão que esconde o nome, ainda vai ver Novak na mesma situação perdendo para um Kyrgios da vida bem antes . Novak provavelmente nao chega aos 34 jogando no mesmo nível de Federer. Se nao se aposentar muito antes do Suíço 6 anos mais velho.Abs!

      1. Realista

        Não tem mais pernas?kkkkkkkkkkkk vimos bem isso na australia,us open,wimbledon kkkkkkkkk ninguem quer admitir que o suico ta ae voando,isso é um orgulho pra ele cara,é fantastico mesmo com essa idade,mas ta voando,numero 3 do mundo com todos os méritos.

    3. Rodrigo S. Cruz

      Tsc, tsc. Cada um dos três teve seu momento.

      Portanto, o Federer não deve em nada pra nenhum dos dois. Aliás, eles devem até mais, pois até agora nem o Nadal conseguiu dominar o tênis a ponto de ter 17 majors e trezentas semanas na ponta.

      Até esse H2H que vc repete todo post, como se fosse um papagaio de pirata, pode cair se o Nadal não recuperar sua confiança. Sim, porque fisicamente o cara está perfeito. E agora?

      Aí vc vai dizer o que. Que não valeu? Kkkk

      Provavelmente isto. Vocês são uns caras-de-pau e eu não esperaria nada diferente…

      1. Realista

        Bom,o H2H cair é bem possivel mesmo,nadal nao ta jogando nada ja tem um tempao,e o federer que mal fica em quadra ta ae voando,so perdendo pra um certo sérvio por fatores mais mentais e técnicos do que fisicos.

      2. Realista

        Olha,eu não torço pro nadal..mas dizer que ele ta fisicamente perfeito deve ser algum tipo de brincadeira ne?

    4. Bruno

      Os realista,respeito suas opiniões,seus gostos,mas na boa esquece um pouco o federer e o tal confronto direto.esta muito repetitivo tornando chato.fale mais do seu tenista preferido,vai fazer do blog melhor ainda.

  29. Antonildo S Costa

    Bom dia Dalcim, e a todos os colegas do blog, caro mestre quando foi a ultima vez que um tenista fora do top 10, ganhou um master?

    1. José Nilton Dalcim

      Nem faz tanto tempo assim. Tsonga ganhou no Canadá de 2014 como 15º do ranking. Antes disso sim havia um histórico mais longo, que volta a Ivan Ljubicic em Indian Wells de 2010, quando era o 26º do ranking. Abs!

  30. Rubens Leme

    Dalcim, vi o primeiro do set do Del Potro e achei que ele não consegue subir mais à rede por causa do seu backhand, agora cheio de slice.

    Claramente se sentia desconfortável quando era obrigado a troca de bolas com o revés e tentava quebrar o ritmo da bola, tanto que ele não fez sequer um winner de esquerda.

    Se o adversário fosse melhor e tivesse explorado mais esse lado, poderia ter vencido.

    Será que o receio de bater com a esquerda forte é mais físico ou psicológico? Ele vai precisar muito dela contra o Berdych.

    1. José Nilton Dalcim

      Del Potro nunca foi de subir à rede, aliás seu principal defeito. A opção pelo slice é justamente para economizar o punho esquerdo. Concordo que diante de tenistas superiores ele terá de mudar isso.

      1. Rubens Leme

        Sim, eu sei disto, já comentamos sobre isso. Apenas achei que seria uma maneira de economizar mais o físico. Deveria treinar mais isso, como fez o Raonic.

        Na verdade, ele confia demais no forehand devastador dele. Mas como já operou os dois punhos…

  31. Marcelo-Jacacity

    Pistol Pete afirmou o que os especialistas do tênis já dizem há algum tempo.
    Federer tecnicamente está no auge. Vide o backhand, muito melhor atualmente.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Olha, tecnicamente já seria bastante discutível.

      Mas vamos lá. Ainda que isto fosse correto, e o Federer estivesse no auge técnico. Não se pode dizer o mesmo quanto ao seu físico…

      Tênis é técnica+ físico+cabeça. Esses três.

      E no momento quem se encontra no auge NOS TRÊS, desculpe, mas não é o Federer, é o Djokovic…

      1. Realista

        O federer de hoje é muito melhor do que o de anos atrás,quanto ao fisico..ele nem fica em quadra direito..conservou bem e por isso continua entre os tops.

        1. Rodrigo S. Cruz

          Só não tem a mesma velocidade de reflexos que teria, se mais moço.

          Também impossível comparar o rendimento dele ao longo de 5 sets, com o rendimento do Djoko. A vantagem do sérvio, neste caso é patente.

          Uma coisa é você conseguir jogar por 5,6 horas. Federer é um atleta, e obviamente jogará numa boa. Outra é jogar mantendo um nível homogêneo nesses sets.

          Até bem pouco tempo, eu tinha uma resistência em aceitar isto porque via o sérvio ter algumas dificuldades com o jogo do Federer. Isto meio que cegou a minha compreensão…

          A explicação é que o suíço tem um golpe que o incomodava demais, o slice. Porém, até para isto o sérvio arranjou uma solução.

          Hoje eu vejo que realmente eu estava enganado. Os reflexos do suíço parecem ligeiramente mais lentos que antes mesmo. Pouca coisa, mas que faz diferença sim…

          Principalmente contra um jogador que hoje vive o máximo do seu potencial, que é o Novak.

    2. matias

      Mas o físico, não é o mesmo amigo. Pode ser suficiente para 99% do circuito, mas para ganhar do Djokovic atualmente em quadras mais lentas, este ponto faz a diferença.

    3. Realista

      Está jogando o melhor tenis de sua carreira,muito melhor tecnicamente do que anos atras,nem fica em quadra direito pois seus jogos são rapidos,só perde pra um certo servio porque falta cabeça pra aguentar esse tipo de jogo em gran slan,claro que ele tem uma cabeça boa,se não nem era top 10,mas isso contra o resto…contra novak e nadal o buraco é bem mais embaixo,vide o H2H que diz tudo.

    4. Sergio Ribeiro

      Pistol Pete perdeu uma boa chance de ficar calado. Ele aos 31, ja’ chegava atrasado para executar sua mortal direita na corrida. Aos dezenove, ele sentiu o estrago em WIMBLEDON no memorável jogo contra o Suíço. Este se estivesse também com 28, cometeria muito menos ENFs e conseguiria mais Winners de Back na paralela contra o Servio, principalmente em 5 Sets num SLAM. Quando Novak começar a errar mais devido as pernas( milésimos de segundo), o amigo vai lembrar de mim. Abs!

        1. Sergio Ribeiro

          E o ” Realista'” viu o desempenho de todas as Feras do Tennis atuarem acima dos 31, e a enorme quantidade de SLAM que venceram contra Oponentes 6 anos mais jovem. Querer afirmar que Federer esta’ no seu melhor, e’ papo de quem caiu de para-quedas. Toda vez que e’ deslocado lateralmente , o Craque chega meio atrasado. Independente de ser Novak ou nao. Este o faz por sinal muito bem. A idade chega pra todos. Pete Sampras sabia disso quando afirmou ” o tanque ja’ estava vazio”, quando se retirou. O Nível que o Suíço ainda joga e’ que espanta a todos. Abs!

          1. Realista

            Claro que chega pra todos,ainda nao chegou pra federer,porque ele é um genio.Não vejo ele tao lento como vc fala,acho que ele esbarrou em caras mais consistentes que ele.

  32. Luiz Fernando

    Dalcio vc ja tinha visto esse rapaz Tiafoe jogar? Alguns bons pontos do seu jogo me chamaram muito a atenção, como a capacidade de defesa e a velocidade do FH. Vamos acompanha-lo nas rodadas futuras.

    1. José Nilton Dalcim

      Vi algumas vezes. Tremendo potencial físico. Importante notar que só agora ele começa a ter um trabalho mais profissional, o que demonstra o quanto ainda pode crescer.

    2. Pieter

      Achei sensacional o jogo do Francis Tiafoe com o Taylor Fritz na 1ª rodada de IW. Do que vi, gostei muito, eles jogam um tênis arrojado, moderno e empolgante de se assistir. É quase inacreditável pensar que ambos têm apenas 18 anos, tal o volume de jogo dos dois. Penso que certamente eles (mas não só eles) protagonizarão o futuro do tênis americano e, quiçá, do mundial. Ao mesmo tempo, me ficou a sensação do quanto o Thiago Monteiro e o Orlando Luz precisam evoluir para buscar um lugar entre a elite do tênis profissional masculino.

  33. Luis

    Dalcim talvez nao perguntei bem sobre o Wawrinka se essa raquete esse quer talvez como fez Federer ? melhorar potencia dos seus golpes que e’ um dos melhores da ATP

    1. José Nilton Dalcim

      A raquete dos grandes jogadores é moldada para eles, não tem muito a ver com aquilo que compramos na loja, mais padronizada.

  34. jeremias

    Bom, e também, se decidirem levar as palavras do Sampras nesta entrevista como representantes da sabedoria tenística, coisa que muitos fazem por conta dos seus 14 Majors, então não se esqueçam de que nela mesma ele disse que Federer joga melhor agora do que há 10 anos…Portanto, sempre que forem “mimimizar” após outra derrota lembrem-se disso. Mas essa parte da entrevista não vale, não é mesmo?kkkkk É o petismo espiritual em ação!! kkkkkkkkkkkk

    1. Marcos Castillo

      Acredito que ele tenha se referido à técnica, Jeremias. Na parte física, que é muito importante principalmente nos jogos de 5 sets, certamente ele está um pouco abaixo do que há dez anos atrás. Abs e parabéns pelo fase do seu ídolo Djokão!

    2. José Eduardo Pessanha

      Federer hoje não joga nem metade do que jogou no seu auge. Não dá pra comparar. A única coisa em que ele evoluiu foi a parte tática, que praticamente não existia no auge dele.

    3. Sergio Ribeiro

      As variações que Federer impôs ao seu jogo, saindo da base e mesclando com subidas a rede objetivando encurtar os pontos, impressionou a muitos, nao somente a Sampras. Dai a dizer que o Suíço esta’ jogando o seu melhor, e’outra historia. Que ele o considera o melhor, assim como Laver, ambos ja’ cansaram de afirmar. Como o Circuito esta’ a meia boca em função do estado de Rafa Nadal e Del Potro, fazem com que alguns Fanáticos se utilizem de suas declarações para tentar enxer ainda mais a bola do Servio Abs!

  35. André Luiz

    O que vc acha do Taylor Fritz, Dalcim?
    Cada vez que vejo um jogo do rapaz me encanto mais.
    Acho que os americanos estão vendo nascer um jogadoraço.
    E que ascensão rápida!

    1. José Nilton Dalcim

      Sem dúvida, vejo muito potencial nele. Minha dúvida é saber ainda como irá lidar com pressão e cobrança, mas isso só saberemos com o tempo.

    2. AURÉLIO NR.

      Prezado André e Dalcim.
      Pode ter sido só no jogo de ontem, mas Fritz não jogou o que falam e não me impressionou nem pouco. Ontem ele não mostrou nada que o credencie a ser o grande jogador que muitos decantam. É lógico que ele é muito jovem e vai melhorar muito. Outro coisa negativa dele é já começar sendo freguês do Frances Tiafoe desde o juvenil (quatro jogos e quatro derrotas: 3 no juvenil e essa de ontem no profissional).
      Abraços.
      AURÉLIO NR.

      1. Marcelo-Jacacity

        Aurélio NR.

        Em Memphis, Fritz me impressionou. Já ontem, pelo pouco que acompanhei não jogou bem.
        E esse Tiafoe tem futuro também! Será o primeiro francês campeão de Slam desde Noah! Isso a partir de 1920, é claro
        E mudando de tenista…cadê o Janowicz?

  36. Rubens Leme

    Não sei se é trágico recomeçar aos 29 anos. Vale lembrar que Del Potro está tendo que fazer isso pela terceira vez e Sharapova não virá de uma cirurgia, embora terá ainda mais a antipatia do circuito.

    Essa questão de doping é sempre muito chata, especialmente porque depois aparecem vários desmentidos e versões. Aliás, vários atletas russos foram suspensos pela mesma substância. Daqui a pouco a Rússia não terá atletas nos jogos olímpicos deste ano.

      1. Julio Sc

        Mas você acha que os torneios não concederiam o Wild Card para a Sharapova jogar???

        Seria quase um Protected Ranking

  37. lEvI sIlvA

    Dalcim, o Thiago Monteiro tem se destacado a cada dia por atuações maduras contra tenistas mais bem ranqueados e com maior experiência. Sei que seu nível ainda é abaixo dos ATPs 250, claro. Mas gostaria de saber como isso afeta sua relação com patrocinadores. Visto que ele é novo, 21/22 anos, acredita que há espaço pra reavaliar valores de contratos e até prazo dos mesmos? Melhor, você acha que existe a possibilidade de algum outro patrocinador de peso entrar com maior investimento a curto prazo?

    1. José Nilton Dalcim

      Não vejo muita condição de rever contratos em andamento – a maioria dos bons contratos já prevê bônus por resultados e ranking -, mas certamente vejo muito potencial de mais alguma grande empresa investir nele. Seria ótimo mesmo.

  38. Paulo

    Boa noite Dalcim, tô falando que esse espanholito é o brahma do tênis, tô falando. Vide a opinião dele sobre o caso Sharapova. Haja óleo de peroba. Abraço.

  39. Roberto

    Olá, Mestre Dalcim. Tudo bem? Sou leitor assíduo do blog e pra mim é disparado o melhor canal de comunicação sobre Tênis em terras tupiniquins.
    Estive no Brasil Open e vi o Tiago jogando; nossa como é bom ver um brasileiro jogando bem e dando tudo de si em todas as bolas, nessas horas Federer, Djoko, Nadal, etc se tornam coadjuvantes no circuito.

    Você acredita que o Monteiro tem bola pra ser um top 50?
    Na sua opinião, Se tivéssemos tenistas no top 10 ou 20 disputando ao menos quartas dos grandes torneios teríamos mais torneios e mais publico? Reparei que as primeiras rodadas ficam as moscas, não seria interessante levar uma garotada de algum projeto social ligado ao tênis para criar publico?
    Parabéns pelo trabalho!

    1. José Nilton Dalcim

      Grato pelas palavras, Roberto. Acho que no momento o potencial do Thiago é para um top 100. Ainda assim terá de evoluir em alguns aspectos como o jogo de rede. E sem dúvida termos um tenista jogando grandes torneios ajudaria muito, como foi com Guga, Meligeni e em menor grau Bellucci. Já sinto uma enorme torcida pelo Thiago, o noticiário sobre ele sempre gera grande audiência. Por fim, concordo totalmente com você. As primeiras rodadas deveriam ser aproveitadas para levar gratuitamente crianças aos jogos de tênis. É uma falha absurda. Abs!

  40. Renato Vieira

    Desculpem a intromissão, mas resolvi responder a um comentário do Carlis Andres (ou algo assim) do post anterior falando que pra mim não existe doping.

    Pelo contrário Carlis (já que você prefere ser chamado (a) assim.

    Existe doping COMPROVADO. Apenas isso. Eu acredito que atletas que são submetidos a essa porrada de testes, se estão fazendo alguma coisa ilegal, hora ou outra serão pegos. Tal qual foi Lance Armstrong. “Ah mas ele foi delatado por sei lá quem”. Sim, e isso pode acontecer a qualquer hora em qualquer lugar. O caso da federação russa é emblemático, embora ainda esteja no início e tudo seja meio esquisito.

    O caso da Sharapova me pareceu bem idiota na verdade. Se ela já disse que usava o negócio há 10 anos, é óbvio que ajudava ela de alguma forma. A não ser que algum médico tivesse falado que ela deveria tomar aquilo pra sempre. O que eu duvido. Então ou ela achou que podia rolar continuar tomando o meldonium depois da proibição ou ela realmente não viu que o negócio tinha entrado na lista. Nos dois casos seria burrice extrema.

    O que eu não entendo é a implicância com um ou outro jogador e a insistência de ficar duvidando de tudo só por que é divertido ou quer ser o diferentão. Ninguém aqui tem a menor capacidade ou conhecimento pra saber o que a WADA, a ATP, a WTA ou a ITF faz. Mas se acham no direito de questionar sem qualquer argumento. Sem qualquer conhecimento. É muito difícil de entender isso. Essa necessidade de chutar algo pra ver se acerta. E se acerta, fica se vangloriando.

    Nunca vi um infeliz aqui falando que a Sharapova “se dopava” (na teoria, até ano passado não era doping). Não sei se é por que ela não é tão vencedora assim ou se é por que tem o porte físico “normal” para tenistas.
    Nunca vi ninguém achando que o Federer se mantém no topo desde que o tênis era jogado com raquete de madeira por que toma alguma coisa. Talvez seja pelo talento natural dele. Inigualável pra qualquer um que pense sobre esse esporte com seriedade. Mas eu nunca vi ele afrouxar uma partida por “estar cansado” mesmo durando horas e horas de trocas de bola, como foram algumas com Nadal, Djoko e Murray. Pelo menos não até os 30 anos, que é a idade que Djoko e Nadal quase tem agora. Eu não acho que Federer toma nada ou já tomou algo ilegal. Mas poderia aparecer algum imbecil aqui que ficasse repetindo isso a troco de nada. Fingindo que quer ser levado a sério. De novo: Não entendo o motivo disso.

    Aliás, ninguém falava isso do Novak até uns anos atrás quando ele passou a dominar o circuito. De repente ele era um vilão também. Não importa que ele era Top 10 desde sei lá quando e fazia frente com os dois grandes (Roger e Rafa). Só quando ele começou a vencer que começaram a falar isso. E também só quando ele começou a vencer que apareceu um monte de gente falando que ele é o melhor de todos os tempos. Não dá nem pra tentar levar a sério.

    Sou torcedor do Federer desde sempre e sempre serei. Mas nesse aspecto era melhor ele ter se aposentado em 2013 mesmo, pois desde então sempre que ele perde uma partida pro Djokovic é um chororo e um “tenho certeza que esse cara toma alguma coisa” que desgastam qualquer um.

    Qualquer idiota vê que a evolução do Tennis (e vários outros esportes) nos últimos 15 a 20 anos passou pela amplificação da capacidade física dos atletas. Seja na estrutura muscular (as meninas são maior exemplo disso), seja na capacidade aeróbia e de resistência. Dalcim já comentou sobre isso aqui inúmeras vezes. Aliás, uma das coisas que faz Federer ser o único tenista fora da curva atualmente, é o fato de ter atravessado toda essa transformação sem sequer sair do top 10 por qualquer momento e sem mudar drasticamente o seu estilo de jogo (pelo contrário, ele está trazendo o estilo original de volta). Mesmo não vencendo tudo como antes, ainda é o que mais impressiona e chama a atenção de todo mundo.

    Agora imagina se ao invés da Sharapova, fosse o Federer que tivesse tomando Meldonium por 10 anos e tivesse acontecido a mesma coisa.
    Agora imagine se fosse algum infeliz número 140 do ranking (ATP ou WTA)
    Agora imagina se fosse o Nadal.

    Fica a dúvida: Quais seriam as reações nesses diferentes casos? Será que iriam tratar da mesma forma?

    1. José Nilton Dalcim

      Caro Renato. Não consigo entender a necessidade de usar “infeliz” e “idiota” para se referir a outras pessoas aqui do Blog. Isso não contribui em nada para uma discussão sadia. Por favor, evite isso para não ter seu texto retirado. Abs!

      1. Renato Vieira

        OK Dalcim. Peço desculpas.

        O infeliz não foi pejorativo. É só um jeito de se referir. Mas não usarei mais.

        O idiota foi por que eu acho que qualquer um que tenha pelo menos um olho é capaz de identificar coisas óbvias. E mesmo que não as identificasse, que pelo menos refletisse quando alguém (como você) traz a informação.

        Eu tive que explicar a mesma coisa pela trigésima vez aqui. Explicar que doping não é obrigatório e muito menos “suspeitas infundadas de tenista de fim de semana” valem alguma coisa. E explicar que eu não sou idiota de achar que não existe doping. Mas alguns aqui me consideram um idiota por que eu acredito que os órgãos investigam essas coisas a sério. Apenas isso.

        Aliás, acho o termo idiota muito menos problemático do que dopalito ou cansadão. Mas cada um acredita no que quiser.

    1. jeremias

      E já vimos, sim, alguém falar nesses termos em relação a Djokovic; sabe quem foi? Rafael Nadal: “Nunca ninguém jogou dessa forma”…

    2. Chetnik

      Mas já voltou com outro nome? kkkkk.

      E como assim ninguém falou isso sobre o Djoko? Na PRÓPRIA notícia que você postou o mesmo Mcnroe falou que o Djoko tá quase no mesmo nível, kkkk.

      E recentemente vários falaram coisas assim sobre o Djoko.

      Típico caso de quem só vê o que quer, kkkkk.

    3. Marcelo-Jacacity

      Luciano,

      Tanto McEnroe quanto Sampras elogiaram Djokovic e Federer.
      E não há dúvidas que Federer, é o melhor, por enquanto.

    4. Robson

      “Atualmente ele é o melhor do mundo mesmo,tem ótima movimentação,pacote completo,mentalmente e fisicamente é muito forte”
      Palavras de Sampras em relação ao Número 1 do mundo Novak Djokovic.

    5. Realista

      Vamos usar a lógica:Nadal disse “Nunca ninguém jogou dessa forma”,se referindo a djokovic,federer foi batido pelo nadal diversas vezes e mais perdeu do que ganhou,mas bem mais mesmo…ae o cara que batia o federer da uma dessas kkkkk o djokovic nao tem nada a ver com isso,só reforça que ele é melhor que os dois.

  41. Luis

    Dalcim para os simpatizantes do Federer foi legal o que disse ex tenista McNroe que Federer e’ o melhor tenista que ja viu,mesmo sendo um admirador do suico acho ninguem conseguiu jogar tenis bonito como Federer e foi alem quando e’ querido pela maioria das pessoas e ate tenistas,acho que Djokovic vive momento parecido com Nadal no auge um competidor quase imbativel quando ta com confianca que esta’ atualmente como o Federer disse uma vez sobre o servio

  42. Renato

    Dalcim, obviamente vc falou como um elogio ao master de india wells que é o considerado o melhor master, mas dai me surgiu uma curiosidade. Gostaria de perguntar o seguinte: Já teve na história do tênis algum projeto de criar um quinto torneio de grand slam? Vc acha possível que isso algum dia seja possível ?

      1. Arthur

        Aproveitando o ensejo, Dalcim, uma dúvida histórica: quem começou com essa história de “Slam”?
        Suponho que os quatro Majors não tenham sido assim considerados desde sempre. Quem e quando foi que se estabeleceu serem o AO, o USO, RG e WB os “primeiros entre os maiores”?

        Um abraço.

        1. José Nilton Dalcim

          Roland Garros foi o último a entrar, digamos, na lista, ao se tornar internacional em 1925. Aì virou consenso que os quatro eram os grandes torneios do calendário, por questão de tradição e grande procura dos tenistas. A denominação Slam, no entanto, surgiu apenas em 1937, quando Bill Tilden teve a primeira chance de ganhar os quatro maiores campeonatos. Foi dada por um jornal americano numa expressão tirada de uma importante mão do bridge (jogo de cartas). Abs!

          1. jeremias

            Poxa vida , que legal isso. Agora também entendi porque o Implicante disse que Roland Garros era o menos tradicional dos quatro…

          2. Leonardo Carvalho

            Dalcim, e quanto ao profissionalismo no tênis? Muito se fala sobre o fato de alguns tenistas, como Laver, ficarem impedidos de disputar os slams por terem se tornado profissionais, mas quando o tênis se tornou profissional?

          3. José Nilton Dalcim

            É uma história complicada. Até o final da década de 1960, profissionais eram tenistas que fechavam contratos para fazer exibição e ser remunerados. Todos os grandes tenistas desde Suzanne Lengle, em 1924, fizeram isso e foram banidos dos Slam. Aí, em 1968, finalmente a Federação Internacional admitiu que os torneios normais pagassem premiação por rodada e daí surgiu o circuito de hoje.

  43. luis

    dalcim sabes de alguma coisa sobre a acusação da ministra francesa sobre o nadal acusando o nadal de fingir uma lesão em 2012 por causa de um controlo anti doping

    1. José Nilton Dalcim

      Nada disso, ela simplesmente supôs que ele teria se retirado do circuito não por lesão no joelho mas porque tinha sido pego no antidoping.

  44. Fonseca

    E vamos que vamos… o negócio não tem mais fundo…

    “Uma dos principais nomes do atletismo brasileiro, Ana Cláudia Lemos, 27, foi flagrada em exame antidoping. A velocista, atual recordista brasileira e sul-americana dos 200m rasos, testou positivo para o anabolizante oxandrolona em exame feito durante um camping da seleção brasileira no Rio de Janeiro em fevereiro deste ano.

    Também conhecida como Anavar, a oxandrolona é uma droga muito usada por praticantes de musculação. Trata-se de um esteróide DHT que é consumido por via oral e que tem baixo índice anabólico.”

  45. João Borin

    Olá Dalcim boa tarde,

    O Federer não joga Indian Wells? Sei que ele optou por não jogar Miami no seu calendário,mas com a ausência em Indian Wells será que ele joga?

    Abraço

    1. José Nilton Dalcim

      Ele já tinha avisado que não jogaria Indian Wells e formalmente sua inscrição em Miami permanece. A última atualização da lista de inscritos na ATP foi dia 8 de março, há dois dias portanto, e o nome dele continua lá. Abs!

Comentários fechados.