Nadal cai e cresce expectativa da briga pelo nº 1
Por José Nilton Dalcim
18 de abril de 2014 às 19:45

O que parecia destinado ao segundo semestre, pode ser antecipado. Muito antecipado. A atuação ruim desta quinta-feira, que culminou com a eliminação precoce de Rafael Nadal em Monte Carlo, abre perspectiva de que a luta pela liderança do ranking aconteça em Roland Garros. Para isso, ainda é preciso que Novak Djokovic confirme agora seu favoritismo e seja bicampeão no saibro monegasco.

Se isso acontecer, a distância entre ambos cairá para a margem de 1.630 pontos e isso é o valor que mudaria a ordem do ranking caso Nole seja campeão em Paris em cima de Rafa (2.080). Observem que nem estou considerando o fato de que Nadal ainda tem que repetir a conquista de Barcelona, Madri e Roma, período em que o sérvio somou resultados fracos em 2013.

O jogo entre Ferrer e Nadal foi um tanto sonolento. Além das repetitivas trocas de bola, o número de erros foi excessivo – média de três por game – e houve muita insegurança dos dois espanhóis em todo o primeiro set. Ferrer se soltou no tímido tiebreak jogado por Nadal – sete pontos perdidos consecutivos! – e deveria ter fechado a partida com sonoros 6/2 não fosse a ansiedade natural que o acometeu na primeira oportunidade.

O mais intrigante disso tudo é que Ferrer nem vive sua melhor fase. Quebrou uma incômoda sequência de sete derrotas em finais de ATP em Buenos Aires, em fevereiro, mas logo depois machucou o adutor da perna esquerda, abandonou Acapulco e nem foi a Indian Wells. Jogou mais ou menos em Miami e então chegou a Monte Carlo, onde mostrou o tênis habitual na véspera, diante de Grigor Dimitrov.

A consequência da pior derrota sofrida por Nadal em Monte Carlo – e a mais contundente no saibro desde Roland Garros de 2009 – é o que quero observar. Não seria o caso de desistir de Barcelona, cuidar do eventual problema nas costas e se preservar para Madri e Roma? O quadro de inscritos na semana que vem lista Ferrer, Fognini, Robredo, Almagro, Gulbis, Dolgopolov. Imagino o desastre mental que seria uma nova derrota.

Ferrer, que merece elogios por ter sabido aproveitar as bolas curtas de Nadal, agora pega Stanislas Wawrinka e tem tudo a seu favor: a empolgante e histórica vitória de hoje, o retrospecto geral e no saibro, o piso mais lento. Stan e Milos Raonic fizeram para mim o melhor jogo do dia, principalmente pelo primeiro set tão bem jogado, e a lógica prevaleceu porque o suíço é muito mais tenista. Em sua melhor temporada, Wawrinka poderia muito bem aproveitar o momento e enfim ganhar seu primeiro Masters. Ele só fez duas finais até hoje, perdendo ano passado em Madri para Nadal e em Roma de 2008 para Djokovic.

A outra semi é um ‘revival’. Djokovic e Roger Federer farão o 34º duelo entre si, o que entra para o rol dos sete duelos mais constantes da Era Profissional, mesma quantidade de Sampras x Agassi e McEnroe x Connors. Federer tem mínimos 17 a 16, mas perdeu quatro dos últimos cinco duelos. Estão empatados por 3 a 3 no saibro, com 2 a 0 para o suíço em Monte Carlo.

Tudo interessante, mas retórico. Porque o fato é que nenhum dos dois jogou bem nesta sexta-feira, ambos escaparam na verdade de derrotas que pareciam iminentes. Jo-Wilfried Tsonga foi muito bem na combinação de agressividade-regularidade por dois sets, superado depois pela determinação do adversário e por certa lentidão nas pernas. Nole deu até sorte, quando a bola que daria a quebra e 4/3 no segundo set para o valente Guillermo Garcia-López saiu por muito pouco. Depois, ganhou confiança e atropelou. Mas a cena de sua automassagem no punho direito e as horas de fisioterapia que o impediram de dar entrevista oficial preocupam.

Federer atingiu hoje 950 vitórias na carreira e, embora seja extremamente difícil, tem a chance de anotar a marca histórica de 1.000 ainda este ano. Em toda a Era Profissional, apenas Jimmy Connors (1.253) e Ivan Lendl (1.071) superaram essa incrível barreira. Outro número que deve ser batido, esse mais rapidamente, são as 300 vitórias em nível Masters. Faltam agora apenas seis.

Desde Madri do ano passado, Djokovic disputou pelo menos as quartas de todos os Masters 1000, o que inclui seis semifinais e quatro títulos, sem falar no Finals de Londres que não entra na lista pelos critérios da ATP. Só ele pode impedir que Monte Carlo tenha um novo campeão.


Comentários
  1. Valdir

    A briga pelo número 1 agora passa pela gravidade/extensão dos problemas do Nadal e do Djoko. Se forem graves, é possível que quem estará brigando pelo número 1 em breve sejam os dois suíços…

    Se Federer ganhar amanhã, os dois ficam como N1 e N2 da temporada, certo Dalcim?

  2. Anti anti-jogo

    O negócio é tão descarado que chega a ser inacreditável…

    Observem: em qualquer nível (Future, Challenger, ATP), ninguém consegue chegar em finais por três semanas seguidas. Caso o jogador chegue na final em duas semanas seguidas e está inscrito em um ntorneio numa terceira semana, podem ver: ou desiste, avança algumas rodadas e sai por W/O ou dá “retired” em uma partida. QUALQUER JOGADOR.

    Chegar em finais em duas semanas seguidas já é bem difícil (não conto aqui Indian Wells e Miami, torneios de 10 dias). Como exemplo, vejam o desempenho em Monte Carlo dos quatro finalistas nos dois torneios antes de Monte-Carlo: Verdasco desisitu, ALmagro perdeu por W/O, Granollers na estreia e Garcia-Lopez “abriu o bico” no terceiro set contra Nole.

    Quem é o único que, ano após ano, com um estilo de jogo em teoria cruel para com o corpo e partidas usualmente mais demoradas, consegue SEMPRE fazer finais em duas ou três semanas seguidas na temporada de saibro: nosso querido Robolito Kid!

  3. Fernando Brack

    Pena a lesão do Djoko. Esse jogo prometia muito.
    Sorte do Federer e também do Nadal, que vê sua dianteira no ranking diminuir menos.
    A lesão nas costas do ogro parece ser crônica. Espero que não seja o caso do Djoko.
    Se não, será mais um a fazer uma parada longo para se recuperar, talvez uma cirurgia.

    A final suíça tem tudo para ser um baita jogo. Vamos ver se o Wawrinka não amarela.

    1. Luciana

      E teve um colega aqui do blog que disse que os suíços só fariam final de challenger…. Bom, nada como um dia depois do outro…. Amanhã, torcerei demais pelo Roger, mais se o Stan ganhar será merecido…. Na verdade, como torcedora de carteirinha do Roger, to muito feliz pelo nosso “aposentado” preferido…. Afinal né…qual outro “aposentado” que ainda incomoda tanto???

  4. alexpicelli

    bom pessoal, eu tinha dito stan x nole, mas como maria esther disse, federer aos 32 anos esta gostando das trocas de bola, coisa que nao se via nele a muito tempo.Federer pegou um djoko com punho ruim(mas nao tira merito do rei) e jogou firme para alongar para 18 a 16 no H to H e fazendo uma final historica de suicos.
    Vou torcer para vitoria do federer porque mais uma vez cala a boca de tantos manes que o criticaram e chamaram de aposentado, e nao enxergam que o robo ta pifando.
    vlw federer vlw stam.

  5. Marquinhos

    Chetnik,

    É a segunda paulada que o Sérvio levou do Suiço no ano. Que vergonha, apanhar de aposentado. kkkkkkkkkk

    Pena que o adversário não era o Nadal. O Sérvio venceria de cadeira de rodas.

  6. Rodrigo S. Cruz

    O Djoko sentiu o punho. Que droga! Uma semifinal dessas tinha tudo para ser um jogaço e foi uma decepção em que o sérvio apenas cumpriu tabela…

    Mesmo que o Roger seja o campeão, não vai ter tanta graça sem ter vencido em igualdade de condições os seus dois maiores rivais.

    1. José Eduardo Pessanha

      Ué, o primeiro Slam do sérvio só aconteceu por causa da mononucleose do Federer. Se não fosse isso…..

  7. edmundo j

    Ah, sou torcedor do nadal , mas gostaria que o novo numero 1 fosse aquele suíço….Dalcim, qual o nome daquele “basileu”, que se aposentou há dois anos… acho que ele já foi número 1, e chegou a ganhar uns slams… lembro uns em Wimbledon…
    abs
    edmundo

  8. Sergio Ribeiro

    Novak Djokovic perdeu uma bela chance de ficar calado. Sabedor que jamais conseguiu defender nenhum de seus 4 MASTER 1000 no Saibro, afirma na Semana que Federer era mais fácil de ser batido que Rafa Nadal. Entrando em quadra parecendo que o Punho era um ante-braço ( fez apenas menos um Ace e dois Winners ) que o Suíço . Mordido , Federer abriu a caixa de ferramentas e foi cruel. Pouco se importou com o Sérvio. A dupla Fedrinka tomou conta do Principado. Se alguém levou o tal h2h contra Ferrer em consideração, viu outra aula de Stan. Me desculpe Roger Federer. Desta vez seu parceiro nao Amarela…Abs!

  9. Marquinhos

    Uma pena Novak não estar 100%, mas hoje ele perderia de qualquer jeito, o mestre estava f….

    O Léo escreveu há 3 dias atrás: Cheiro de final Sui’ça. Foi zombado pelo adolescente fanfarrão, que retrucou: Só se for final de Challenger.kkkkkkkkkkk Baita recalque, hein Nadalete?

    Valeu Léo!

    Amanhã será a final que os DEUSES DO TÊNIS queriam. Até que enfim! Dois jogadores habilidosos, técnicos e que jogam bonito.

    Dalcim, você percebeu que Federer está colocando bem mais o 1 serviço em quadra?

  10. Paulo Lopes

    Dalcim, boa tarde!
    Com a queda de Djoko, como fica a perda dos pontos dos dois (Nadal e Djoko), ou seja, quanto cada um perde com essas derrotas? Acho que Rafa deu uma respirada, hein?!!

    PS: É impressão minha, ou os golpes do Federer ficam ainda mais espetaculares no saibro? Mesmo não sendo o piso favorito dele.

    1. José Nilton Dalcim

      Tem uma nota que fiz no TenisBrasil que explica bem, Paulo. Quanto ao Federer, o saibro ajuda na plasticidade dos seus golpes. Aquela deixadinha foi absolutamente genial.

  11. Marquinhos

    Uma pena Djoko não estar 100%, mas ele perderia de qualquer jeito, hoje o mestre estava demais.
    Uma final que os DEUSES DO TÊNIS tanto queriam. Dois jogadores de grande habilidade e talento. Jogam bonito.

    O Léo escreveu 3 dias atrás: Cheiro de final Suiça. Valeu Léo! E uma Nadalete ainda zombou perguntando se não seria final de Challenger. kkkkkkkkkkk Quanto recalque dos adolescente fanfarrão. kkkkkkkkkkk

    Se Roger vencer, ótimo. Se não vencer, Wawrinka merece.

    Dalcim, você reparou que o mestre está colocando muito mais o 1 serviço em quadra? Se eu não me engano, ano passado sua média era entre 50% a 60% de 1 serviço em quadra. Agora está em torno de 60% a 70%. Hoje foi de 70%, muito bom!

    Parabéns para a torcida mais inteligente do blog! E parabéns para os torcedores do Nole.

  12. Luiz Fernando

    Incrivel como a gangorra do esporte oscila. Wawrinka e o aposentado tem sido dois meros coadjuvantes nos ultimos anos e agora farão a final no local mais inesperado de todos. É claro q o mau momento de Rafa e a contusão (e a amarelada) do Nole, q se assusta qdo ve o aposentado pela frente, ajudaram, mas venceu quem jogou melhor. Amanha vamos ver se Wawrinka de fato superou seu complexo de inferioridade em relação ao seu sr feudal, firmando-se como o legitimo numero um da Suiça, ou se a cor amarela ainda prepondera. Na quadra ele tem tudo p vencer, mas não sei se o mesmo ocorre na sua cabecinha oca. Será interessante observar.

    1. Rodrigo S. Cruz

      Que babakice se referir ao Federer como ” aposentado” o cara já mostrou por A+B que tem condições de jogar de igual pra igual ou até melhor do que o Djoko em várias ocasiões. E o sérvio, por sua vez, tem sido uma pedra no sapato de Nadal. É injusto chamar o suiço de aposentado só porque o jogo dele não incomoda o espanhol.

  13. Leo

    No Post passado, eu palpitei uma final suiça. Mais uma vez, meus conhecimentos não me deixaram na mão.
    Para quem acha que é sorte, segue um palpite para a Megasena: 05-12-13-24-40-48

  14. alexpicelli

    aewwwwww, possome enganar, mas 41 federer 2 set, acho dificil ate porque nole parece estar mal, final suica que massa viva federerrrrrrr

  15. edmundo j

    Isso acho super legal no tênis: existem duas explicações para a queda do nadal: uma, que vários defendem, acharam o jeito de derrotá-lo. outra, todos sempre souberam como derrotá-lo, mas o Nadal sabia defender os ataque (ou atava antes), e agora ele está física ou mentalmente enfraquecido: muito legal: ele piorou ou os outros melhoraram? Ou um pouco de cada?
    acho que como são muitos tenistas bem melhor (rs) parece que a tourne sulamericana ta cobrando o preço: contusões, falta de ritmo, cansaço mental, tudo junto.
    minha previsão tava certa: acho que ao final do saibro teremos um novo número 1.
    abrs
    edmundo

  16. Luiz Fernando

    Acabo de ler q Rafa confirmou sua ida a Barcelona e creio q ele está correto. Se não esta no momento fisico ideal e/ou se esta com a confiança abalada, o q ele mesmo admitiu, o unico local q pode faze-lo superar os problemas é na quadra, não enfiando a cabeça dentro do buraco ou dormindo até o meio dia. Além disso, num ano com todos estes problemas, o cara fez uma final de slam, uma de M1000 e venceu dois torneios. Imagino o q fará quando voltar ao bom momento. Vamos RAFAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!

    1. Rafael Wuthrich

      Acho um erro. Saibro por saibro, ele tem tudo pra se recuperar em Madrid e Roma – mas não se estiver fisicamente limitado.

  17. Rogério

    Bom dia Dalcim, tudo bem? Raciocina comigo kkkkkk, se o Ferrer atropelou o boi caprichoso e o Wawrinka atropelou o Ferrer… entonces… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  18. Luiz Fernando

    Wawrinka atropelou Ferrer no primeiro set, o q me faz imaginar o q ocorreria se fosse o suiço contra o Rafa, talvez fosse até mais facil p Wawrinka, pois ontem Ferrer dominou os pontos mais longos contra Rafa, algo inimaginavel até um tempo atras. Como nos q torcemos pelo espanhol temos os pés no chão, vejo um caminho dificil p Rafa a curto prazo, pois ele vem jogando de forma mediocre e cometendo todo tipo de erro em profusão, o q nao ocorria antes, tornando uma chance de recuperação rapida menos provavel. O q causou isso exatamente eu nao sei, talvez nem ele ssiba, mas q a ganancia de fazer aquela excursão caça niqueis pela America do Sul, q lhe rendeu uns bons niqueis mas q ao mesmo tempo arrasou c a pré temporada, colaborou muito não tenho nenhuma duvida.

  19. Artur

    Nadal tem mais é que agradecer por Ferrer tê-lo eliminado ontem, porque se o Ogro jogasse contra este Wawrinka endemoniado de hoje, iria levar a maior surra da vida. O suíço está varrendo o pobre do Operário da quadra.

  20. Igor Menezes

    Maldita padronização das quadras!! É impressão só minha ou mais alguém viu que as quadras do principado estão mais rápidas do que deveria no que era pra ser o “masters mais lento do circuito”???? É como o Nadal falou: “já tem quadras de saibro mais velozes que uma porção de quadras duras…” Lamentável isso… Querem acabar com o nosso saibro!!

  21. Rodrigo S. Cruz

    Análise do dia. Nadal perdeu de um Ferrer que tática e fisicamente foi perfeito. Garcia-Lopez durante um set e meio jogou melhor do que o Djoko ganhando a maioria dos pontos na base.No terceiro set, porém, ele praticamente já se arrastava em quadra prevalecendo de novo o físico desse verdadeiro “ANIMAL” Novak Djokovic, o incansável.

    Federer de novo oscilou, perdendo um caminhão de break-points para Tsonga, que durante um bom tempo também jogou melhor do que ele. Com o jogo mudando da tarde para noite, as condições de quadra ficaram mais favoráveis ao suiço, o que possibilitou a virada.

    Contudo, se o Federer quiser pensar em vitória contra o ANIMAL amanhã, vai ter de conseguir aproveitar as pouquíssimas oportunidades que o sérvio dará a ele.

  22. Gildokson

    O que deve pensar um “Tsonga da vida” hein… “puxa esse cara não vai parar?”. O cidadão deu toda a pinta ano passado de que não ia mais jogar bem desse jeito, e esse ano esta vivo em todos os campeonatos.
    É exatamente por isso, que ainda aposto que mesmo nessa fase ruin, Nadal ainda vai ganhar RG, o que seria decepcionante para quem não aguenta mais ver ele reinar na terra batida.

  23. Maurício Luís

    Acredito que esse negócio de “tabu” está mais na cabeça dos torcedores do que dos tenistas. Ferrer não ganhava de Nadal no saibro desde 2004, mas não deixou que isto mexesse com sua cabeça.
    E então… botou formiga no açúcar do Nadal cara de lobo-mau. É no que dá ficar tomando “remedinho” contra a dor. Só mascara o problema.
    Agora, ele vai ter que se “rebolar” pra defender o caminhão de pontos pra tentar se manter como número 1. Bem feito.

    1. Maurício Luís

      Interessante que andei lendo os comentários dos internautas antes deste jogo fatídico, sobre as previsões do desempenho do “cara de lobo mau” na temporada do saibro. Cogitou-se que o rei do saibro poderia ser ameaçado por alguns dos “príncipes” em ascensão. Pelo que me lembro, ninguém apostou no velho operário de guerra, o Ferrer, já com suas mais de 30 primaveras lhe pesando nas costas, e que há um tempinho atrás cogitou se aposentar.
      É que as previsões geralmente levam em conta o preparo físico e o histórico. Só que tem também o lado emocional, as contusões, condições climáticas, etc, etc.
      CONCLUSÃO: não é só o futebol que é uma caixinha de surpresas… não é, Dalcim?

    2. Maurício Luís

      Ôps, dá licença de eu mesmo de “acorreger”: Ferrer não ganhava do Nadal NO SAIBRO desde 2004.

  24. Luis Nascimento

    Se não tiver problema físico nesse sábado, o DJOKER vencerá o Federer com relativa facilidade, e pegará na final o Ferrer.

    Claramente Nadal está caindo de rendimento, é fato que perderá o posto de número 1 do mundo para o DJOKER, a questão agora é quando ocorrerá essa perda. Acredito que será em RG.

  25. NETTÃO

    Ví também o jogo do Federer que piada quantos erros de marcações, o Tsonga foi mais roubado que o Vasco, mais roubado que o …. No 9º game do 2º set foram 2 erros medonhos. No 11º game também. O Tsonga já irritado, o arbitro de cadeira com vergonha, nem um replay e o jogo segue, parece ser tudo arrumado, tudo arranjado.

    1. José Eduardo Pessanha

      kkkkkkkkkkk. Nadal acabou. O gênio suíço vai voltar à liderança do ranking, que é sua de fato e de direito. Acabou o tempo dos robôs. Como eu digo há séculos, Federer pode jogar até muito depois da aposentadoria de Nadal e Djokovic. Nunca vimos Federer com bandanas, proteções no punho e nos joelhos, e nem dar desculpas por derrotas. Isso é tênis.

  26. Verdades que doem

    1- Pode ser que Nadal não tenha jogado seu melhor para fugir de um 6/0 e 6/0 no Domingo.
    2- Ficaria feio para Nadal amarelar novamente contra Novak. A fama de amarelão estás pegando. Ninguem perdeu tantas finais para um mesmo tenista.
    3- Rafel devia estar com um vontade danada de chocolate. Tomou tudo que tinha direito na Sexta-Feira.
    4- Federer é o maior de todos.
    5- Djokovic, em breve, será maior que Nadal, se já não é.
    6- n 1 não é para jogadores medíocres, não aguentam o peso, por isso, Nole deve recuperar o posto em breve.
    7- Não duvido que Roger tenha mais torcida que Nadal até na Espanha. Em todos os quatro cantos do mundo Roger domina, com folgas.
    8- O “prestigiadissimo ” atp-500 de Barcelona está ai para o baloeiro se recuperar.
    9- Novak voltará a liderança o mais rápido possível. Na verdade, ele é de fato.

  27. NETTÃO

    Foi lindo, foi belo, foi surpreendente ver Nadal hoje ATAQUE, ATAQUE, ATAQUE do inicio ao fim. Aumentaram as chances de vê-lo campeão em Roland Garros e em outros pisos velozes. Hoje era apenas um jogo teste, ele esta renovando, se reinventando, e escolheu fazer isso contra um dos 3 ou 4 melhores do saibro na ultima década (talvez se tivesse mantido seu jogo habitual, teria ganho até com facilidade) Ferrer 6º do mundo e 4º melhor do saibro na ultima década. Talvez pequenos ajustes e nem mais Dimitrov, Dolgopolov, Wawrinka tenham chances contra ele. Com certeza esta treinando, treinando e treinando; ele quer, quer muito, ele pode e vai conseguir. Só não ver quem não quer, e será bem divertido acompanhar o novo NOVO Nadal. Aguardaremos os próximos episódios.

  28. Edgard Upinho

    Caro Dalcim, como você avalia esta derrota de Nadal? eu não sei dizer se o problema é físico ou se passa por um problema de fase menos esplendorosa. Tenho-o visto encurtar a bola em muitos momentos e segundo outros blogueiros sua bola tem girado menos que o normal. Sabemos da forma do espanhol jogar e da importância do spin nos seus golpes. A que voce atribui isso? falta de confiança, moral baixa ou declínio técnico? Em relação ao Djokovic, tem alguma outra informação sobre esse problema no punho revelado ha pouco tempo? acha que isso teve alguma influência na performance dele durante o primeiro e parte do segundo set da partida de hoje? vejo Federer em condições de ganha-lo, dado a forma irregular que exibiu hoje. De qualquer forma, acho que Stan leva esse masters. Grande abraço e parabens pelo blog.

    1. José Nilton Dalcim

      Olha, Edgard, eu explicaria os problemas do Nadal no campo técnico com a bola curta e uma movimentação não totalmente adequada. Na verdade, essa movimentação é que provavellmente esteja lhe tirando a confiança, porque temos visto ele errar bolas muito simples. Talvez não esteja totalmente seguro de que vai chegar corretamente na bola – isso é essencial no tênis profissional – e isso vira uma bola de neve. Essa conjuntura toda o faz jogar de forma muito convencional e bem mais previsível. Quanto ao Nole, não se tem maiores informações. Não se sabe se é algo pontual, tomara que seja.

  29. Marquinhos

    KKKKKKKKKKKKK Como será que foi a Sexta-Feira das Nadaletes? Muito chocolate? Não vão se acostumar, hein? kkkkkkkkkkkk
    Segundo alguns gênios, Nadal e Djokovic iriam decidir TODOS os títulos de Masters e slam do ano, mas , em 4 possibilidades até agora, só fizeram 1 final. kkkkkkkkkkkkkk Alguém não está fazendo sua parte.kkkkkk

    É claro, os outros tenistas não tem ambição nenhuma. E não me refiro a Roger “the number one” Federer, o MAIOR DA HISTÓRIA, mas sim, Wawrinka, Ferrer, Raonic, Dolgopolov……………. eles devem treinar só para atps-250 ou para perder de pouco para Novak e Rafael, mas não é o que está acontecendo.kkkkkkkkkkkkkkk.

    Fiquem tranquilos! Daqui a pouco vem uma desculpa convincente sobre o vexame de hojê. Vou tentar adivinhar: Dor nas costas, nos joelhos, vidro de perfume que caiu no pé ou PICADA DE ABELHA. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Eu gostaria muito que fosse o início da decadência do baloeiro, mas, logo logo ele se recuperará da surra de hoje e voltará CORRENDO COMO NUNCA em quadra, ou não? Dolgopolov, Ferrer, Djokovic, Wawrinka…………… a lista de vexames está aumentando rapidamente. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Sobre o jogo de Federer, me alegro muito que o Suiço mesmo não jogando bem e com um azar danado(perdeu 17 oportunidades de quebra) venceu. Para Roger é só um detalhe, o Suiço já ganhou TUDO e está de barriga cheia, mas quem sabe uma final Suiça e o título? Com a presença de Roger e a saída de Rafa, Monte Carlo deixou de ser atp-500, com grife e voltou a ser um Master.

    É lógico que tem alguns gênios que pensam que Novak já está na final e blábláblá, mas respeito com o MESTRE é bom.

    Só para finalizar, hojê, o C.E.O é o centro do vexame. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    NI genérico, da 25 de Março ou do Paraguai??? Façam a sua escolha. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    1. Roberto Rocha

      Vexame???????????????? Vc considera Dolgopolov, Ferrer, Djokovic, Wawrinka pangarés??????????
      Ah, e só para constar…qual foi a última vez que Federer venceu Nadal, mesmo?
      Fique frio, meu amigo…e faça como eu, torcedor do Nadal…estou muito feliz em ver Federer jogando em bom nível, ao contrário do ano passado. E ver que a final suíça, que muitos desejavam, acontecerá. Acredito em um jogão com muitas jogadas plásticas…e aquela esquerda do Wawrinka…meu DEUS, o que é aquilo? Sensacional!!!!!!!

  30. João Vicente

    Dalcim, existe alguma estatística referente à maior quantidade de break points perdidos até finalmente conseguir capitalizar um? Se houver, acho que Federer adicionou mais um recorde na carreira nesse jogo contra Tsonga.

  31. Ricardo - DF

    Dalcim, na verdade, o ritmo inicial do jogo do Nadal quase me deu um infarto só de olhar. A velocidade dos jogadores nos primeiros pontos foi algo inacreditável. Fiquei pensando que o Federer iria para uma UTI se jogasse um set naquele ritmo.

    Acho que o campeão sai de Federer x Djoko, com alguma chance para o suíço conquistar o seu primeiro título em Montecarlo. A “bête noire” do suíço se foi e Djoko andou balançando hoje, diante de mais um incontornável saibrista espanhol. Não acho que Wavrinka ou Ferrer conseguiriam fazer frente ao velho mestre. A ver.

    Mudando de saco para mala, é impressão minha ou o Kohlschreiber lembra muito o Leandro Damião ?? 😉

  32. ISAQUE

    Mais uma derrota incontestável do Nadal.
    Não adianta se apegar aos erros não forçados do espanhol,pois ele só errou tanto porque se sentiu acuado pelo seu adversário,porque será que ele não teve tantos erros contra o Gabashivile e o Seppi.Não entendo como o Ferrer perdeu tantas partidas para o Nadal,os dois jogam a mesma coisa,saque fraco,voleio inseguro,porém excelente movimentação e grandes forhands.
    Eu já falei a algum tempo que acho que Nadal não leva roland garros esse ano,e citei o Ferrer como um dos caras que poderia bater o octacampeão do grand slam francês,junto com Wawrinka,Djokovic,Federer e Berdich.
    A extratégia da bola alta no backhand dos adversários já não é mais tão eficiente.
    Agora Falando do Federer,que coisa em,como pode perder tantas chances,por isso que contra o Nadal ele não tem vez.
    Dalcim,lembra de alguém ter pedido tantas oportunidades de quebra seguidamente? Se não me engano foram 15,pelo menos desde que acompanho não me lembro,você lembra?

  33. Henrique Farinha

    Dalcim, continuo com a impressão de que Nadal está muito abaixo fisicamente do ano passado. Houve um dado momento, em que a tevê apresentou o quanto cada tenista havia corrido até o 5×5 do 1o set, se não me falha a memória, e mostraram que Nadal havia corrido quase 25% a menos do que Ferrer. Isso costuma ser normal quando um tenista do estilo de Nadal domina completamente a partida e coloca o outro para correr e, se assim fosse, ele deveria estar á frente no placar. Mas era num 5×5 e, nessa situação, essa estatística demonstra que há algo errado com um cara que depende claramente do físico e da capacidade de deslocamento em quadra para se impor. Os erros não-forçados foram consequência, o saque não machucou – ele chegou a cometer dupla-falta em break contra, algo impensável antes para ele, que sempre se valeu da força mental em momentos decisivos – e o backhand está claramente vulnerável. Ferrer atacou-o o tempo todo ali e ele não teve resposta. Parece-me que Guga tem razão – como se ele não tivesse conhecimento de causa… rsrs – sobre o favoritismo de Nadal em Roland Garros. Ele obviamente continua favorito, porém os outros passaram a acreditar que podem derrotá-lo, inclusive Ferrer, que costumava ser amplamente dominado já no cara ou coroa antes do jogo… Abs!

    1. Leo

      Não foi a primeira nem a ultimva vez que ele fica nervoso e comete double fault em break. Varias vezes nesse ano.
      O mental dele é questionável: nunca consegue jogar dois bons anos seguidamente.
      Eu acreditei no comentário do Guga. Só acho que ele se confundiu em falar Almagro em vez de Ferrer.

    2. André Luiz

      Também li assim a partida. O ritmo inicial do jogo estava maluco, e, para minha surpresa, o Nadal cansou antes e quebrou um pouco o ritmo. Seria a idade chegando? Provavelmente.

  34. Anti anti-jogo

    Muito barullho por pouca coisa. Sim, foi a pior derrota de Robolito em Monte Carlo. Mas, independete dos respectivos head to head, Djokovic, Ferrer e Murray (pré-cirurgia) sempre foram os que ao menos igualavam Robolito no físico. Ferrer, inclusive (fora as pífis vezes que se enfrentaram em Roland Garros) semrep foi o espanhol que mais de verdade tentou vencer o ídolo conterrâneo.

    No saibro e em melhor de cinco sets, apenas Nole continua sendo o único capaz de barrar o espanhol (isto se o punho não apitar, que coisa incrível. Um ano é foi o querido avô falecendo, no outro o pai quase morrendo com infecção generalizada, agora uma lesão em lugar aparentemente similar ao que levou Del Potro ao cirurgião…)

    1. André Luiz

      Lembrando que, apesar de Ferrer ser realmente o tenista que mais chega próximo a Nole e Nadal, o espanhol já perdeu duas finais de saibro para o suíço Roger Federer, uma delas em Madri e outro um recital no antigo Master de Hamburgo.

  35. Isabel

    Não vi o jogo do Nole hoje … Mas lembro que em 2012 ele chegou a final depois da recente morte do avo e ano passado ganhou o torneio depois de uma torção no tornozelo, acho, semana antes sofrida na Davis.

    Nadal já fez tanto neh… lembro que o titulo do texto daqui do blog do ano passado depois que o Nole ganhou do Rafa em MC foi mais ou menos assim: “O saibro nunca mais será o mesmo”. E dois meses depois o Nadal tinha as outras 4 taças da gira europeia na terra. Ninguém ganha pra sempre, inevitavelmente vamos acertar que ele não vai ganhar mais. Mas o que ele já fez é realmente extraordinário. 🙂

  36. Anti anti-jogo

    My God! Será que a famosa “maldição Robolística” recairá sobre Djokovic e seu punho?! No, mil vezes no!

  37. Roberto Rocha

    Faz algum tempo, Ferrer tenta “imitar” Nole, jogando bolas paralelas e deslocando Nadal pra lá e pra cá…a diferença é que aquela bola profunda na esquerda (direita, na verdade!) do Nadal hoje entrou quando ele mais precisou… e esse é um problema sério que Nadal terá que encarar de frente…todo mundo percebeu que ele não consegue chegar em tempo para o lado do seu forhand…aliás, desde que ele voltou daqueles meses parado que ele nunca mais conseguiu cobrir aquele lado com eficiência…quem bate angulado ali faz uma tonelada de pontos…Nole que o diga! E parece que finalmente todo mundo entendeu que o caminho é por ali….
    Se Nadal não mudar radicalmente seu modo de jogar, vai apanhar muito daqui pra frente…não dá mais para ficar batendo bola alta no revés…todo mundo manda chapada no seu forhand e vira bola vencedora…
    Vamos ver se a “Fênix Nadal” consegue renascer das cinzas…mais uma vez…

  38. flavio vieira barroso

    Sou torcedor do Novak. Acho que hoje é ele quem vem jogando melhor, é o verdadeiro número 1. Agora, muito estranho o Nadal errar tanto e em momentos decisivos. Coisa difícil de se ver. Tem algo errado com ele, visto que dos tenistas atuais o único a fazer frente a ele é o Djokovic, os demais são meros coadjuvantes. Torço para que o Nadal se recupere logo, pra poder perder pro Novak em mais finais kkkkkkkkkkk

  39. Rubens Leme

    Impressiona mesmo é a quantidade de espanhóis fazendo finais. Na semana passada, foram duas finais totalmente deles e só não teremos uma Espanha x Suíça nas semi, pq Djoko se segurou no segundo set.

    Isso mostra o quão azarado o Brasil foi no sorteio da Davis. Acho que nem com uma equipe formada, nas simples por García-López e Verdasco e com Marc Lopez e Granollers, nas duplas, teremos chances.

  40. Mario Cesar Rodrigues

    Dalcim..sempre falei aqui neste blog..que no saibro eu como torcedor do Rafa..tinha mais recio do Ferrer que qualquer outro.A verdade é que Rafa não está bem e se ele disser que tem dor nas costas não creio.Para mim o que está acontecendo é que ele parece enfadado..não vibra e consequentemente o jogo vai embora..ele deve se preocupar de voltar a ser intenso com isto ele tem mais chances tanto no saibro quanto no pisi rápido..Mas Ferrer mereceu ganhou jogou melhor os pontos chaves,,e onde já se viu Rafa 44 enf..não tem condições..então torço para q volte a ser intendo que ajuda muito ele!abraços!

  41. Sergio Ribeiro

    Ferrer provou pela Milésima vez , que o tal h2h so existe para ser quebrado. Postamos que se Rafa Nadal nao fosse mais agressivo na gira do Saibro, correria sérios riscos. Se nao resolver o problema das Costas…A melhora de Raonic com seu novo Treinador e’ tamanha, que ate no Saibro jogou em ótimo Nível o primeiro Set contra WAWRINKA . Outro que nao se deve falar em retrospecto contra Ferrer. Ao contrario do que disseram, exatamente por disputar os torneios importantes foi o que possibilitou a Federer sua subida rápida no Ranking, e já acumula 2700 na Corrida para Londres. Com tantos Breaks cedidos, nao se pode afirmar que Tsonga tenha jogado bem. Novak se repetir o que jogou hoje ( nao acredito ) perde para o Suíço.Abs!

  42. Rosemberg

    Dalcim, na sua opinião, quem terá mais chances nessa semifinal? Será que podemos ter um Federer vencedor de novo?

    1. José Nilton Dalcim

      Eu apostaria em Ferrer e Djokovic, tudo em três sets. Mas Nole me deixou preocupado com o punho dele e pode muito bem perder se jogar como nos dois primeiros sets de hoje.

  43. alexpicelli

    Bom aguardei ancioso este post, Dalcim tu e fods, consegue carregar muitos leitores e postadores, isso tudo porque sabe bem do que faz e faz com carinho e determinacao, parabens mesmo.
    Voltando a falar do Nadal, EU SO ACHO QUE SE ELE CONTINUAR A CAMUFLAR SUAS CONTUSOES TA FRITO, ELE NAO GUENTA MAIS 2 ANOS JOGANDO FORTE, EU QUERIA SALIENTAR AQUI ELE TEM QUE SE CUIDAR, PORQUE A GALERA NAO TEM MAIS MEDO DELE, E VAI SEMPRE AZEDAR A MAIONESE PRA ELE.
    Quanto ao Federer, eu VEJO UM LADO POSITIVO, home ta com vontade de vencer, OURRAS EPOCAS LARGARIA O OSSO, e saliento aqui o que o pessoal do tenis brasil publicou sobre a entrevista do Federer dizendo que se sente bem nos ralys e esta sempre ancioso, fruto da melhora nas costas e claro.Olha nole x federer, dificil pois sempre da jogao entre os dois, que para mim sao os mais habilidosos e tecnicos em atividade, claro que o Federer sobra nisso tudo, mas nole tem hoje mais fisico, rapazao com 26 anos, apostaria em nole, pois federer nunca se deu bem nesta quadra lenta.
    Sobre wawrinka e ferrer vou de stananimal, diferente do leao da montanha, stan gosta dessa quadra, diria uma final sta x nole, mas repito pode dar tambem federer x ferrer ou uma final suica ou ate nole e ferrer.
    Os quatro merecem, quero muito a vitoria do federer que vem jogando muito bem este ano, mas vou esperar.
    dalcim voce sabe os horarios dos jogos de amanha? por favor se souber me diz!!
    vlww

  44. Ulisses Gutierrez

    Dalcim,

    caso o Federer seja campeão do master de Monte Carlo, dó faltaria o master de Roma para o mesmo ganhar todos os master 1000? Vc citou que o federer está a 06 vitorias de chegar a marca de 300 vitorias em nivel master, quantas o nadal tem? Vc saberia infromar?

    1. Sergio Ribeiro

      Se mudaram de Hamburgo , onde Federer venceu 4 ( a ultima em cima de Nadal) para Shangai , em nada adiantou pois o Suíço também venceu 2 FINALS neste local , Titulos ainda mais importantes .rsrsrs Abs!

  45. Robson

    Novak Djokovic esteve em apuros hoje diante do Espanhol Garcia Lopes pa o Espanhol fez o melhor set e meio de toda a vida dele,era humanamente impossível manter aquele ritimo por mais de 1 hora de jogo,o cara chegava em todas,eu disso todas,todas as bolas,nem mesmo Djoko ou Nadal eu nunca tinha visto chegar em todas daquele jeito,o Narrador da SporTV até brincou dizendo “Quantos Garcia Lopes tem do outro lado da quadra?”.Mas aí o Djoko venceu o 2º set,o jogo se prolongou e no 3º set o Espanhol tava EXAUSTO em quadra.
    Djokovic recupera em RG a condição de Número 1 do mundo com total certeza com barba,cabelo e bigode,Campeão de RG pela 1ª vez na carreira e de volta ao Número 1 do mundo.
    Mas se Nadal não for a Barcelona e Djokovic confirmar MC aí a volta ao número 1 do mundo
    se antecipa,pq Djoko foi muito mal em Madri e Roma ano passado,e este ano com certeza ele somará bem mais pontos nestes 2 M1000.

  46. Cesar valeixo

    Dalcim, vendo o que o Rafa disse hoje na entrevista, afirmando que perdeu um pouco a energia após o AO, não nos deixa claro o seu problema? Ao meu ver ele esta passando por uma baixa psicologica, algo mais raro de se ver nele do que as baixas fisicas. Porem, se lembra que em 2009, quando federer estava ainda no seu auge, chegou a quebrar 2 raquetes em IW? E o próprio djoko ano passado tambem passou por um momento de baixa pois depois de ganhar o AO so voltou a ganhar um titulo na china. Com tudo isso, atrelado ainda a sua falta de potencia nos golpes não lhe parece cansaço mental Dalcim?

    1. José Nilton Dalcim

      Sim, é bem possível. Ele viajou à América do Sul após Londres e encurtou a pré-temporada.

  47. Carlos Almeida

    É caro amigo DALCIM ao que parece o STAN abriu mesmo a porteira do RAFAEL NADAL…. agora até os espanhóis estão ficando serelepes e ganhando do touro miura….e olhe que a temporada de saibro esta começando….fica aqui uma pergunta: será que NADAL vai chegar aos 33 anos – idade atual de ROGER FEDERER – jogando um tênis competitivo e batendo de frente com os top 10? Na minha modesta opinião acho que não…. NADAL exigiu muito do seu físico desde jovem.. e isso tem um preço… a queda vertiginosa com o chegar da idade ….

    1. Andrei

      Mas é obrigado o Nadal chegar aos 33 anos jogando em alto nível?Ronaldo Fenomeno por exemplo depois dos 30 mal jogava,e outra coisa Federer tem 32 anos,e vamos lembrar que Nadal se tornou profissional ainda muito novo com 15 anos eu acho,ou seja ele tem 27 anos,mais é como se tivesse 29,30 anos.

    2. Bruno Pires

      Não gosto nem um pouco do jogo do Nadal. Nem da sua pessoa.
      Entretanto, será que não é meio cedo para dizer “Nadal acabou”?

  48. Leo

    Na minha humilde opinião, o mérito foi do Ferrer que minou o backhand do Nadal e soube usar muito bem as paralelas. É muito chato creditar a derrota às costas, sendo que se houver esse problema físico, o mesmo não joga sob efeito de infiltrações?
    No mais é bem contestável a qualidade dele quando se trata em fazer boas temporadas seguidas. Fez uma boa em 2008? Em 2009 foi bem ruim. Outra boa em 2010? Cansou de perder pro Nole em 2011. E a mesma coisa em 2013/2014. Ele sempre precisa dar uma parada e recarregar algo.

  49. Marcelo-Jacacity

    Dalcim,

    Não é que o nosso Kuerten “Dinah” tinha razão! Nadal menos favorito para RG?

    Uma hora os anos anos de circuito e o estilo de longos ralis durante a carreira iriam pesar contra o espanhol!

    Let’s go Djoko!

  50. EU

    EU falei qui eli ia sistrepar antes da semi…CHUPA QUI É DI UVA NADALZETES….hehehe…DALCINOVSKI…porque tu insisti nessi Miguel de dor nas costa? Orobozinnum tem nada….visse…a num ser falta de olio…hehehe

  51. André Luiz

    Eu pensava ser impossível Nada perder o número um do mundo antes de Cincinnatti, mais eis que a coisa mudou muito de figura. Ainda que ocorra o inesperado e o Rei elimine Djoko, é muito difícil que Nadal consiga defender seus dois mil pontos em Madri e Roma, torneios em que Djoko defende míseros duzentos pontos.

    De qualquer forma, o sérvio é hoje o tenista mais eficiente e regular do circuito. Se não houver problemas físicos, penso que a mudança de posto com o espanhol está muito, mas muito próxima.

Comentários fechados.