Notícias | Dia a dia
Apesar da volta ao saibro, grama é foco de Federer
11/02/2019 às 10h40

Federer quer chegar bem preparado na temporada de grama

Foto: Arquivo

Genebra (Suíça) - Apesar de o suíço Roger Federer ter garantido que em 2019 iria encerrar seu jejum de torneios no saibro, os fãs mais ansiosos para vê-lo durante os eventos de terra batida que antecedem Roland Garros devem ter cautela. Durante a divulgação da Laver Cup em Genebra, ele mesmo falou que pretende jogar pouco neste piso, uma vez que o seu foco é na grama.

“Não quero jogar muito no saibro porque meu objetivo é a temporada de grama. Provavelmente devo fazer apenas um torneio (antes de Paris)”, declarou o tenista da Basileia, que praticamente descartou a possibilidade de jogar o Masters 1000 de Monte Carlo, uma vez que a competição acontece muito no começo da série no saibro.

Em entrevista a Reuters, o suíço também falou sobre suas prioridades no circuito, garantindo que brigar pelas primeiras colocações no ranking já não é um de seus maiores objetivos. “Agora, com 37 anos, o ranking não é mais uma prioridade. O objetivo que me coloco é estar bem de saúde, ter condições de ganhar torneios e saber que ainda posso vencer jogadores como Novak Djokovic ou Rafa Nadal. Isso é o que me dá satisfação”, observou.

“Assim que você sente que não tem chance neste tipo de torneio, é aí que o problema realmente começa. Não importa se a minha classificação está abaixo do que eu tenho agora (número 6 do mundo), não é um problema para mim enquanto eu acreditar que posso ganhar outro Grand Slam”, acrescentou Federer.

O suíço fez questão inclusive de lembrar que dois anos atrás ele venceu o Australian Open quando era o então 17 do mundo, destacando que o principal objetivo é justamente esse: conseguir títulos nos Slam. "Eu prefiro ser o 17 do mundo e conquistar títulos de relevância do que ser o número 3 e não ganhar um Grand Slam ou outro torneio importante”, finalizou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis