Notícias | Dia a dia
Tsonga comemora primeiro título após grave lesão
10/02/2019 às 13h09

O francês não conquistava um título desde outubro de 2017

Foto: Divulgação

Montpellier (França) - Em uma final francesa no ATP 250 de Montpellier, Jo-Wilfried Tsonga comemorou mais um título em sua carreira. O experiente jogador de 33 anos levou a melhor sobre o compatriota Pierre-Hugues Herbert e marcou as parciais de 6/4 e 6/2 em apenas 1h13 de partida.

Este é o 17º título de ATP na carreira de Tsonga, sendo o primeiro desde a grave lesão e a cirurgia no joelho esquerdo que ele fez no ano passado e que o deixaram sem jogar por oito meses. Até por isso, o ex-número 5 do mundo ocupa atualmente apenas no 210º lugar do ranking. Sua conquista mais recente havia acontecido em outubro de 2017 na Antuérpia.

Como foi semifinalista no ano passado, Tsonga defendeu 90 dos 250 pontos conquistados nesta semana em Montpellier. Dessa forma, o veterano francês ainda não conseguirá voltar ao top 100 e deverá aparecer por volta da 140ª posição do ranking da próxima segunda-feira.

Dos cinco jogos que Tsonga fez em Montpellier, quatro foram contra franceses. Além da final diante de Herbert, ele também passou pelo convidado de 20 anos Ugo Humbert na estreia, e pelos experientes Gilles Simon e Jeremy Chardy nas oitavas e quartas de final. O único adversário de fora da França no caminho para o título foi o moldavo Radu Albot, superado por Tsonga na semifinal.

Por sua vez, Herbert ainda busca seu primeiro título de simples na ATP. O jogador de 27 anos está com o melhor ranking da carreira, ao ocupar o 44º lugar e disputou sua terceira final na elite do circuito, somando o resultado de hoje com os vice-campeoantos de Winston Salem em 2015 e Shenzhen no ano passado. Nas duplas, entretanto, Herber é o atual número 4 do mundo e recentemente completou o Career Grand Slam ao lado de Nicolas Mahut depois de conquistar o Australian Open.

Sete das nove edições do ATP de Montpellier foram vencidas por jogadores franceses. Na história do torneio, os únicos campeões estrangeiros foram foram o tcheco Tomas Berdych em 2012 e o alemão Alexander Zverev em 2017. Richard Gasquet é o maior campeão em Montpellier, com três conquistas, seguido por Gael Monfils com dois títulos. No ano passado, quem triunfou foi Lucas Pouille.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis