Notícias | Dia a dia
Halep supera Pliskova em 3 sets e vira o confronto
10/02/2019 às 12h51

Halep deixou a Romênia a uma vitória de eliminar as tchecas

Foto: Martin Sidorjak/ITF

Ostrava (República Tcheca) - Na partida mais aguardada para a rodada deste fim de semana pelo Grupo Mundial da Fed Cup, as ex-líderes do ranking Simona Halep e Karolina Pliskova cumpriram as expectativas e fizeram um jogo longo e equilibrado. Número 3 do mundo, Halep marcou as parciais de 6/4, 5/7 e 6/4 em 2h37 contra a quinta colocada Pliskova e colocou a Romênia em vantagem por 2 a 1 no confronto disputado em quadra dura e coberta na cidade tcheca de Ostrava.

Com o resultado, as romenas precisam de apenas mais uma vitória para fechar a série e enfrentar a França na semifinal que acontece nos dias 20 e 21 de abril. Além disso, o time visitante tem chances de eliminar uma forte candidata ao título. As tchecas têm dominado a Fed Cup na presente década, com seis conquistas nas últimas oito edições.

A equipe romena inscreveu cinco jogadoras para o confronto e tem à disposição Ana Bogdan, Monica Niculescu, Irina Begu e Mihaela Buzarnescu para o quarto jogo da série. Já as tchecas podem contar com Katerina Siniakova, 44ª no ranking de simples e número 1 de duplas, ou com a canhota de 19 anos Marketa Vondrousova. Para um eventual jogo de duplas, Barbora Krejcikova certamente seria escalada, provavelmente ao lado de Siniakova, sua parceira habitual no circuito.

Aos 27 anos, Halep marcou sua 18ª vitória em 23 jogos de Fed Cup na carreira. A romena acumula 12 vitórias e três derrotas na partidas em quadras duras e tem 6-2 em jogos disputados no saibro. Somando simples e duplas, Halep venceu 20 jogos e perdeu apenas nove pela competição entre países. A ex-número 1 do mundo também amplia sua vantagem no histórico contra Pliskova, agora com sete vitórias e apenas duas derrotas.

A partida começou com uma troca de quebras de serviço e seguiu com games muito longos até o término do primeiro set, mas Halep não enfrentaria novos break points na parcial e acabou aproveitando uma das chances que teve no nono game, quando prolongou o rali até o erro da adversária. Sacando para o set, a romena teve precisou de cinco set points e quatro minutos e meio antes de definir a parcial com um winner de backhand na paralela.

O segundo set continuou com Halep muito firme do fundo de quadra e encontrando respostas para as tentativas que Pliskova tinha para tomar iniciativa nos pontos, mas a romena não aproveitou as chances que teve em games longos no começo da parcial e acabou permitindo uma quebra de zero no quarto game. Depois de tanto pressionar a tcheca, até mesmo no primeiro saque, Halep conseguiu a quebra no sétimo game, mas não confirmou o serviço na sequência. O empate só viria no décimo game, quando Pliskova sacava para o set, mas a tcheca voltaria a quebrar no último game da parcial, utilizando alguns slices para quebrar o ritmo da adversária.

A parcial decisiva teve um começo parecido com o do primeiro, com uma quebra para cada lado antes de Halep assumir a vantagem. Enquanto a romena passou a confirmar seus games de serviço com maior tranquilidade, Pliskova era frequentemente pressionada e acabou premitindo duas quebras seguidas. Halep abriu 5/2, mas não aproveitou a primeira chance de sacar para o jogo e nem o match point que teve no serviço da adverária no serviço da adversária no game seguinte. Porém, na nova chance que teve de sacar para fechar, a número 3 do mundo contou com erro de devolução no segundo saque para confirmar a vitória.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis