Notícias | Dia a dia
Carol vence a quarta seguida e Brasil sai na frente
09/02/2019 às 14h18

Carol Meligeni Alves venceu todos os seus jogos pela Fed Cup nesta semana

Foto: Sergio Llamera/ITF

Medellín (Colômbia) - Com uma semana perfeita, Carolina Meligeni Alves marcou sua quarta vitória consecutiva e deixou o Brasil em vantagem na final do Zonal Americano I da Fed Cup, no saibro colombiano de Medellín. Carol abriu o confronto entre Brasil e Paraguai vencendo a 437ª colocada Montserrat Gonzalez por 6/3 e 6/2 em 1h07.

Sobrinha do ex-jogador profissional Fernando Meligeni, Carol aparece nesta semana com o melhor ranking da carreira, ao ocupar o 347º lugar. Ela também venceu todos os seus quatro primeiros jogos de simples que disputou em Fed Cup nesta semana, nos confrontos contra Chile, Porto Rico e Argentina e perdeu apenas um set.

Anteriormente, a paulista de Campinas e que treina na Argentina só havia disputado a Fed Cup 2017. Na ocasião, ela só foi escalada para um jogo de duplas ao lado de Luisa Stefani, em uma série que já estava definida a favor da Colômbia contra a equipe brasileira.

O próximo jogo da série envolve Beatriz Haddad Maia, número 1 do Brasil e 172ª do ranking, e a 149ª colocada Veronica Cepede Royg. A paraguaia de 27 anos leva vantagem no retrospecto contra a brasileira de 22 anos e venceu quatro dos cinco encontros anteriores entre elas, com direito a dois jogos de Fed Cup, em 2015 e no ano passado.

Nos últimos anos, Brasil e Paraguai disputaram três finais na seletiva continental da Fed Cup. As paraguaias levaram a melhor no ano passado e também em 2015, enquanto o Brasil venceu no ano de 2014. Quem levar a melhor no duelo deste sábado disputará os playoffs do Grupo Mundial II da Fed Cup entre os dias 20 e 21 de abril.

O time brasileiro em Medellín conta com Beatriz Haddad Maia, Carolina Meligeni Alves, Luisa Stefani e Gabriela Cé. Também viaja junto com o time a jovem paulista Thaísa Pedretti. A capitã é a experiente treinadora Roberta Burzagli, que assume o cargo a partir desta temporada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis