Notícias | Dia a dia
Nas duplas, Bia e Stefani garantem vitória brasileira
07/02/2019 às 18h44

Bia e Stefani confirmaram o favoritismo contra estreantes porto-riquenhas

Foto: Sergio Llamera/ITF

Medellín (Colômbia) - Pouco depois de perder a partida de simples para a campeã olímpica Monica Puig, Beatriz Haddad Maia voltou à quadra de saibro em Medellín para a definição do confronto entre Brasil e Porto Rico pela segunda rodada do Zonal Americano I da Fed Cup. Bia se juntou à paulista Luisa Stefani para confirmar o favoritismo e vencer a partida de duplas contra as estreantes na competição Erika Barquero, de 18 anos, e Maria Cecilia Aguiar, que tem apenas 16, por 6/2 e 6/0 em apenas 55 minutos.

Com a vitória nas duplas, o Brasil fechou a série por 2 a 1 e segue na liderança do Grupo B da seletiva continental. Nos jogos de simples do confronto, Carolina Meligeni Alves venceu a juvenil de 16 anos Lauren Anzalotta Kynoch por 6/2 e 6/0, enquanto Bia perdeu para a 58ª do ranking Monica Puig por 2/6, 6/4 e 6/4 em 2h21.

A equipe brasileira, que superou o Chile por 3 a 0 na rodada de estreia, enfrenta a Argentina nesta sexta-feira pela última rodada da fase de grupos. Chilenas e argentinas, ambas com uma vitória e uma derrota nos confrontos, ainda têm chances de classificação, enquanto as porto-riquenhas estão eliminadas.

Também nesta quinta-feira, o Chile venceu os três jogos d confronto contra a Argentina e assumiu o segundo lugar no grupo. Apenas o primeiro colocado da chave avança para a final do Zonal Americano I, que acontece no próximo sábado. No Grupo A estão a anfitriã Colômbia, além de Paraguai, México e Equador. O país que vencer a seletiva continental disputará os playoffs do Grupo Mundial II da Fed Cup entre os dias 20 e 21 de abril.

Número 1 do Brasil e 172ª colocada no ranking de simples da WTA, Bia Haddad Maia está com 22 anos e acumula nove vitórias e cinco derrotas em partidas de simples pela Fed Cup. Somando os jogos de simples e duplas, a canhota paulista venceu 16 jogos e perdeu sete. Já Luisa Stefani, de 21 anos, é a principal duplista do Brasil ao ocupar o 163º lugar. Ela venceu seu único jogo de simples na Fed Cup em 2016 e todos os seis jogos de duplas que disputou pela competição, quatro deles ao lado de Bia.

O time brasileiro em Medellín conta com Beatriz Haddad Maia, Carolina Meligeni Alves, Luisa Stefani e Gabriela Cé. Também viaja junto com o time a jovem paulista Thaísa Pedretti. A capitã é a experiente treinadora Roberta Burzagli, que assume o cargo a partir desta temporada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis