Notícias | Dia a dia
Bia perde para Puig e definição será nas duplas
07/02/2019 às 17h16

Bia deverá disputar também a partida de duplas nesta quinta-feira

Foto: Sergio Llamera/ITF

Medellín (Colômbia) - No jogo em que poderia definir o confronto entre Brasil e Porto Rico pela segunda rodada do Zonal Americano I da Fed Cup, Beatriz Haddad Maia teve um bom começo, mas levou a virada da campeã olímpica e 58ª do ranking Monica Puig. A número 1 do país e 172ª colocada perdeu a partida com parciais de 2/6, 6/4 e 6/4 após 2h21 de disputa no saibro de Medellín, na Colômbia.

Com o resultado, Brasil e Porto Rico estão empatados por 1 a 1 e a definição será nas duplas, já que na abertura do confronto Carolina Meligeni Alves venceu a juvenil de 16 anos e sem ranking profissional Lauren Anzalotta Kynoch por 6/2 e 6/0. É possível que tanto Bia quanto Puig estejam novamente em quadra, a brasileira ao lado de Luisa Stefani e a porto-riquenha junto de Kynoch. As duas seleções estão no Grupo B da seletiva continental, ao lado de Argentina e Chile.

Bia sequer enfrentou break points durante o set inicial e soube explorar o segundo saque da porto-riquenha para vencer dez pontos em dezoito possíveis. A paulistana criou dez oportunidades de quebra durante a primeira parcial e aproveitou duas dessas chances para vencer o set.

O segundo set começou com oportunidades para ambos os lados, mas Bia não aproveitou os quatro break points que teve até o empate por 3/3 e acabou cedendo a quebra no sétimo game da parcial. A paulistana ainda teria mais duas chances de devolver a quebra de imediato e chegou a salvar seis set points, mas não impediu que Puig voltasse a confirmar o saque para empatar a partida.

Puig foi superior no início do terceiro set e conseguiu uma quebra cedo para abrir 3/1. Bia reagiu na partida e chegou a vencer três games seguidos para liderar por 4/3. No entanto, a porto-riquenha voltou a dominar a disputa nos momentos decisivos. Puig venceu doze dos quinze últimos pontos da partida para consolidar a virada no placar.

Pelo mesmo grupo, o Chile venceu nesta quinta-feira os dois jogos de simpels da série contra a Argentina. Fernanda Brito fez 6/4 e 6/3 contra Catalina Pella, enquanto Daniela Seguel bateu Victoria Bosio por 7/5 e 7/6 (7-4). Tanto as chilenas quanto as argentinas estão com uma vitória e uma derrota nos confrontos da fase de grupos. O Brasil, que superou o Chile por 3 a 0 na rodada de estreia, enfrenta a Argentina nesta sexta-feira pela última rodada da fase de grupos da Fed Cup.

O primeiro colocado da chave passa para a próxima fase e enfrentará a nação vencedora do Grupo A, formado pela anfitriã Colômbia, além de Paraguai, México e Equador. A final do Zonal Americano I acontece no próximo sábado e o país vencedor disputará os playoffs do Grupo Mundial II da Fed Cup entre os dias 20 e 21 de abril.

O time brasileiro em Medellín conta com Beatriz Haddad Maia, Carolina Meligeni Alves, Luisa Stefani e Gabriela Cé. Também viaja junto com o time a jovem paulista Thaísa Pedretti. A capitã é a experiente treinadora Roberta Burzagli, que assume o cargo a partir desta temporada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis