Notícias | Dia a dia
Ex-treinador acredita em título de Slam para Pouille
05/02/2019 às 14h46

Pouille fez na Austrália sua primeira semi de Slam

Foto: Arquivo

Paris (França) - Semifinalista no último Australian Open, o francês Lucas Pouille pela primeira vez foi tão longe em um Grand Slam, parando apenas diante do sérvio Novak Djokovic, que vive excepcional momento no circuito. Em conversa com o Tennis.com, seu ex-treinador, Emmanuel Planque disse acreditar que ele possa no futuro vencer um dos quatro principais torneios do tênis mundial.

“Lucas é um jogador muito bom e eu aproveitei meu tempo com ele. Conseguimos muitas coisas juntos, mas ambos sentimos que era o momento certo para nos separar porque precisava ouvir algo diferente, como tem agora com Amelie (Mauresmo). Fiquei muito feliz de vê-lo nas semifinais do Aberto da Austrália, mas infelizmente Novak estava imbatível que dia”, observou Planque.

O técnico francês mostrou confiança no ex-pupilo, garantindo que ele tem talento para vencer um Slam no futuro se seguir trabalhando duro. “Acho que ele estará pronto para ganhar um Slam, não sei se neste ano ou no próximo, mas ele vai ser um dos jogadores que podem vencer. Quando começamos, ele tinha apenas 18 anos e nós o trabalhamos passo a passo até chegar no top 10”.

Atual 17 do mundo, o francês de 24 anos chegou a figurar entre os 10 melhores do mundo no começo da temporada passada. Só que depois disso, Pouille sofreu um pouco para manter a consistência e fechou 2018 ocupando a 32ª colocação, recuperando bastante terreno com a campanha obtida em Melbourne.

“Ele nunca deixou de acreditar em si mesmo e isso é uma das melhores coisas em sua personalidade. Lucas costumava me dizer todos os dias: ‘Um dia, eu vou estar no top 10’. Eu sempre respondia dizendo para ele que conseguiria se trabalhasse duro. Tenho certeza de que estará de volta entre os melhores novamente”, finalizou Planque.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis