Notícias | Dia a dia
Conquista de jovem ucraniana vem com polêmica
05/02/2019 às 09h16

Hua Hin (Tailândia) - A jovem ucraniana Dayana Yastremska conquistou no WTA de Hua Hin seu segundo troféu da carreira e ao mesmo tempo também se envolveu na primeira grande polêmica como profissional. Isso porque a tenista de apenas 18 anos pediu um atendimento médico no terceiro set que muitos consideraram suspeito.

Perdendo para a australiana Ajla Tomljanovic por 5/2, a ucraniana requisitou um atendimento de seis minutos antes da rival sacar para fechar o jogo, conseguiu então devolver uma das quebras e sobreviveu na partida. Dois games depois, ela usou a mesma manobra antes do 5/4, saindo de quadra na virada para ser novamente atendida.

A polêmica surgiu principalmente porque quando a australiana questionou a juíza de cadeira sobre o porquê do atendimento, a resposta foi superficial. “Mesmo que não me diga o que está errado, não posso negar”, disse a árbitra chinesa Jenny Zhang. Tomljanovic achou estranha a situação, pois acreditava que a adversária estava jogando com problema físico algum.

Embora dentro das regras, o tempo médico de Yastremska deixou suspeitas em algumas pessoas e irritou os australianos, principalmente Nick Kyrgios, o namorado de Tomljanovic, que usou as redes sociais para esbravejar contra o acontecido.

“Quando eu peço um atendimento médico todo mundo fica questionando”, escreveu Kyrgios em sua conta no Twitter. “Este tempo médico foi um lixo”, complementou o australiano, indignado com as pausas causadas pela jovem ucraniana na partida.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis