Notícias | Dia a dia
Bia sobe no ranking, Carol tem sua melhor marca
04/02/2019 às 14h10

Bia irá liderar a equipe brasileira na Fed Cup nesta semana

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Embora não tenha atuado em nenhum torneio na semana passada, Beatriz Haddad Maia ganhou três posições no ranking da WTA. A número 1 do Brasil agora passa a ocupar o 172º lugar, marca ainda distante de seu recorde pessoal que foi a 58ª posição, alcançada em setembro de 2017 e repetida em fevereiro do ano passado.

Bia foi beneficiada pelas quedas da montenegrina Danka Kovinic, da romena Irina Bara e da norte-americana Francesca Di Lorenzo. A canhota paulista de 22 anos irá liderar a equipe brasileira da Fed Cup, que irá atuar durante esta semana pelo Zonal Americano I da competição em Medellin, na Colômbia. O Brasil está no Grupo B ao lado de Chile, Porto Rico e Argentina.

A número 2 do Brasil é Carolina Meligeni Alves, que aos 22 anos atinge o melhor ranking da carreira. A campineira ganhou seis posições e está no 347º lugar. Quem também subiu foi a canhota gaúcha de 25 anos Gabriela Cé, que ganhou 18 posições e aparece ano 451º lugar, mas ainda está longe do 225º lugar alcançado em 2014.

Cé e Carol também fazem parte do time da Fed Cup, que ainda tem Luisa Stefani (459ª) e Thaísa Pedretti (739ª). Ainda entre as brasileiras no ranking estão Paula Gonçalves (469ª), Nathaly Kurata (521ª), Teliana Pereira (530ª), Laura Pigossi (610ª) e Karolayne da Rosa (851ª).

Duplas - Entre as duplistas, Luisa Stefani é a melhor brasileira. A paulistana de 21 anos é a número 163 do mundo, seguida de perto pela 165ª colocada Laura Pigossi. Atrás delas estão Carol Meligeni Alves (327ª) e Gabriela Cé (385ª).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis