Notícias | Dia a dia
Sabalenka chega ao 9º lugar, Azarenka volta ao top 50
04/02/2019 às 13h42

Azarenka tem o melhor ranking desde março de 2017

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - A atualização no ranking da WTA foi positiva para duas jogadoras de Belarus. Enquanto a jovem de 20 anos Aryna Sabalenka aparece com a melhor marca da carreira, a ex-número 1 do mundo Victoria Azarenka voltou ao top 50 após quase dois anos.

Sabalenka, que havia debutado no top 10 há uma semana, ganhou a posição de Caroline Wozniacki nesta semana e atingiu o inédito nono lugar. A jovem bielorrussa foi semifinalista em São Petersburgo na semana passada, enquanto a dinamarquesa tinha pontuação de quartas de final a defender, mas não atuou na Rússia.

Por sua vez, Azarenka ganhou três posições e aparece atualmente na 48ª posição. A jogadora de 29 anos venceu um jogo em São Petersburgo na semana passada antes de cair para Petra Kvitova nas oitavas. A ex-líder do ranking não aparecia entre as 50 melhores desde março de 2017.

Lembrando que Azarenka fez uma pausa na carreira em junho 2016 por conta da gravidez, jogou apenas dois torneios no ano seguinte e só disputou dois torneios no ano seguinte, devido à disputa judicial pela guarda do filho. Ela só pôde efetivamente retomar a carreira profissional em março do ano passado, quando estava fora do top 200.

Outra jogadora que já é mãe e que subiu bastante no ranking foi Vera Zvonareva. Semifinalista em São Petersburgo, a veterana russa de 34 anos e ex-número 2 do mundo saltou 21 posições do 97º lugar para a 76ª posição. Este é o melhor ranking da russa desde outubro de 2012.

Vencedora do WTA de Hua Hin no fim de semana, a ucraniana de 18 anos Dayana Yastremska saltou treze posições e aparece agora no inédito 34º lugar. Também da nova geração, a norte-americana de 17 anos Amanda Anisimova ganhou três posições e aparece na 59ª colocação, a melhor de sua carreira. A croata de 22 anos Donna Vekic, finalista em São Petersburgo, também ganhou terreno e está agora na 25ª colocação.

Vencedora em São Petersburgo, a holandesa Kiki Bertens permanece em oitavo lugar no ranking. As outras sete primeiras posições também seguem inalteradas em relação à lista da semana passada, divulgada ao fim do Australian Open. Campeã em Melbourne, Naomi Osaka é a número 1 do mundo e é seguida por Petra Kvitova, Simona Halep, Sloane Stephens, Karolina Pliskova, Angelique Kerber e Elina Svitolina.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis