Notícias | Dia a dia
Becker diz que Nadal começou nervoso na final
03/02/2019 às 13h38

Nadal foi dominado por Djokovic na final em Melbourne

Foto: Arquivo

Nova Déli (Índia) - Ex-número 1 do mundo, o alemão Boris Becker foi mais um que falou sobre a final do Australian Open que aconteceu no domingo passado, com uma vitória até que tranquila do sérvio Novak Djokovic para cima do espanhol Rafael Nadal. Em entrevista para o The Times of India, o germânico apontou nervosismo do canhoto de Mallorca nos games iniciais da partida.

“Na minha opinião, acho que o Rafa começou um pouco nervoso e hesitante nos primeiros momentos da final, jogando mal nos primeiros games. Uma vez que Djokovic conseguiu a vantagem, buscar a recuperação era muito difícil. Além do mais, ele em momento algum permitiu que Nadal jogasse confortável”, analisou Becker.

Para o alemão, o jogo acabou decepcionando os fãs que esperavam uma disputa mais acirrada. “Havia grande expectativa de que a partida poderia ser tão boa quanto a final disputada em 2012, provavelmente a melhor decisão de todos os tempos no Australian Open, na qual Novak venceu após batalha de 5h53”, observou.

“Só que o sérvio jogou em outro nível. Em não podemos esquecer que agora ele é sete vezes campeão do torneio, o maior de todos os tempos lá. Ele nunca perdeu uma final lá, é como se a Rod Laver Arena em Melbourne Park fosse sua casa, onde faz sempre seus melhores jogos, contra qualquer um que apareça do outro lado da rede, seja Federer, Wawrinka ou Nadal”, pontuou Becker.

O germânico ainda estacou a sequência de vitórias do sérvio sobre o espanhol em pisos mais rápidos. “Novak tem oito vitórias consecutivas sobre Rafa em quadras duras e na grama. É verdade que ele perdeu para Nadal nas semifinais do Masters 1000 em Roma, mas isso foi no saibro”, finalizou o ex-líder do ranking.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis