Notícias | Copa Davis
Monteiro também cai e Brasil amarga dura derrota
02/02/2019 às 17h34

Monteiro não teve chances contra Coppejans

Foto: Luiz Candido/CBT

Uberlândia (MG) - O sábado acabou sendo desastroso para a equipe brasileira que enfrentou a Bélgica pelo playoff do Grupo Mundial da Copa Davis. Depois de terminar o primeiro dia com 1 a 1 no placar, o time da casa perdeu a dupla e viu Thiago Monteiro também ser derrotado, por Kimmer Coppejans em sets diretos, com 6/3 e 6/4.

Com o resultado negativo de Monteiro, que vencera seu jogo no primeiro dia, o Brasil acaba amargando um duro resultado contra uma Bélgica desfalcada. Além de jogar em casa, a equipe capitaneada por João Zwetsch contava com jogadores mais bem ranqueados tanto em simples como nas duplas, mas em quadra esses números não valeram de nada.

Não foi apenas David Goffin, atual 21 do mundo e único top 100 belga, que não veio jogar no Brasil. O segundo melhor do país, Ruben Bemelmans, atual 132 do mundo, também não veio e coube a Coppejans, apenas o 195º do ranking, liderar um time que também teve em simples o 202º do mundo Arthur de Greef.

Os Belgas foram os últimos a garantir vaga na disputa das finais da Favis em novembro, em Madri. Também conseguiram um lugar através do playoff colombianos, chilenos, canadenses, russos, holandeses, australianos, japoneses, italianos, cazaques, sérvios e eslovacos.

A partida começou com o belga no serviço e um 15-40 logo de cara. Mas Monteiro não confirmou a quebra, e pior, cedeu o serviço em seguida. O jogo seguia tenso. O cearense recuperou a quebra porém se manteve inconsistente e permitiu o 4/1. Só então Monteiro se estabilizou no serviço, porém não conseguiu ameaçar o suficiente para tentar reagir no primeiro set. Coppejans foi agressivo para fechar o set.

O segundo set foi bem equilibrado e Monteiro não deu sorte no quarto game. Num raro momento de muitos erros da base, o belga cedeu cinco break-points, porém em todos sacou com grande qualidade. Então veio o pior: a bola do brasileiro encurtou e Coppejans aproveitou muito bem, obtendo quebra para liderar por 3/2. Não deu qualquer oportunidade de reação a um Monteiro apressado e concluir a vitória ao marcar 6/4.

Comentários