Notícias | Dia a dia
Reis e Feijão disputam semifinais em ITF na Flórida
01/02/2019 às 16h29

Aos 18 anos, Reis tenta alcançar a segunda final da carreira

Foto: Arquivo

Weston (EUA) - Dois brasileiros garantiram nesta quinta-feira seus lugares nas semifinais ITF M25 no saibro de Weston, na Flórida. Mas enquanto João Lucas Reis marcou sua terceira vitória seguida na semana, João Souza, o Feijão, sequer precisou entrar em quadra.

João Lucas Reis venceu Christian Lindell, jogador nascido no Rio de Janeiro, mas que defende a Suécia, por 6/4 e 6/3. O pernambucano de 18 anos é o autal 596º do mundo e tem como recorde pessoal o 554º lugar, alcançado em novembro. Dono de um título profissional de future, Reis busca a segunda final da carreira e enfrenta o chileno de 21 anos e 613º colocado Alejandro Tabilo.

Por sua vez, Feijão foi beneficiado pela desistência do norte-americano Patrick Kypson e venceu por W.O. O experiente paulista tem nove títulos de challenger e mais nove de future na carreira e enfrentará o cazaque de 22 anos e 380º do ranking Dmitry Popko em busca de um lugar na final.

Ex-número 69 do mundo, Feijão está atualmente no 404º lugar do ranking da ATP aos 30 anos. Já no novo ranking de profissionais da ITF, estabelecido em dezembro, ele é o 16º colocado e poderá utilizar essa posição para postular vagas em torneios maiores.

Também está prevista para esta sexta-feira a semifinal de duplas com João Lucas Reis e o paulista Pedro Sakamoto enfrentando os norte-americanos Harrison Adams e Jordi Arconada.

Com nova nomenclatura, os eventos ITF subsitituem os futures no calendário do circuito. O torneio que distribui premiação de US$ 25 mil oferece três pontos na ATP para o campeão e um para o vice. O evento também vale 150 pontos no novo ranking profissionais da ITF, que serve de base para a transição aos eventos de maior importância. Os torneios de nível challenger da ATP agora dão quatro vagas na chave principal e mais três no quali para jogadores bem colocados no novo ranking da Federação Internacional.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis