Notícias | Dia a dia
Dor no ombro tira Sharapova de São Petersburgo
30/01/2019 às 11h37

Sharapova abandonou já dois torneios em 2019

Foto: Divulgação

São Petersburgo (Rússia) - Mais uma vez os problemas físicos atrapalham a russa Maria Sharapova. Depois de uma boa estreia no Premier de São Petersburgo, ela enfrentaria a compatriota Daria Kasatkina nesta quarta-feira, mas uma dor no ombro direito a fez desistir da competição em quadras duras e cobertas.

"Tentei fazer todo o possível para poder estar pronto para competir esta semana, mas meu ombro direito continua a ser um problema para mim", disse Sharapova, por meio de comunicado. "Vou me reunir com minha equipe de médicos nos próximos dias para avaliar a situação, e estou ansiosa para voltar às competições o mais rápido possível".

"Foi muito especial jogar na frente da minha torcida e gostaria de ter continuado a competir neste torneio fantástico", acrescenta a russa, que estreou na última segunda-feira, quando venceu a australiana Daria Gavrilova.

Cabeça de chave número 3, Kasatkina saiu adiantada na chave e acabou garantindo sua vaga nas quartas de final do torneio sem precisar pisar em quadra ainda. A estreia da russa de 21 anos na competição acontecerá contra a vencedora da partida entre a alemã Julia Goerges e a compatriota Vera Zvonareva.

Com apenas um mês de temporada, esta já é a segunda vez em 2019 que Sharapova não consegue terminar um torneio. Logo na primeira semana do ano, a russa abandonou o WTA de Shenzhen no meio das quartas de final, quando perdia para a bielorrussa Aryna Sabalenka por 6/1 e 4/2.

O problema em seu primeiro torneio do ano foi na coxa esquerda, sendo que ela também entrou em quadra com uma proteção no ombro direito, que voltou a ser o vilão da vez. Sharapova já enfrentou graves problemas no ombro direito, passando por cirurgia em 2008.

Aos 31 anos, a russa vem sofrendo fisicamente nos últimos tempos e na temporada de 2018 conseguiu disputar apenas 11 torneios. Desde o problema com o doping e a suspensão de 15 meses, ela não retomou seus melhores momentos, conquistando apenas um título após o retorno, no WTA de Tianjin, no final de 2017.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis