Notícias | Dia a dia
Svitolina nega questão financeira para desistir da Fed
29/01/2019 às 18h48

Svitolina citou lesões no pescoço e ombro para não jogar a Fed Cup

Foto: Tennis Australia

Kiev (Ucrânia) - Depois de chegar às quartas de final no Australian Open, Elina Svitolina desistiu de jogar a Fed Cup. A número 7 do mundo afirmou que não irá jogar o Zonal Euro-Africano I, que será disputado durante a semana que vem na Polônia, por estar contundida. Mas segundo a Federação de Tênis da Ucrânia (FTU), Svitolina e a promissora atlelta de 18 anos Dayana Yastremska haviam concordado em disputar, mas desistiram por falta de acordo financeiro entre o a federação e o agente Stefan Gurov, que representa as duas jogadoras.

"Apesar dos acordos preliminares firmados entre as partes, Elina Svitolina e Dayana Yastremska não vão jogar pela Ucrânia pela Fed Cup na cidade polonesa de Green Gora. O motivo são as novas condições financeiras apresentadas pelo agente de ambas as tenistas Stefan Gurov, que é o presidente da agência Top Five", diz o comunicado emitido pela FTU.

Em sua página no Facebook, Svitolina confirma que uma houve negociação financeira, mas que o fator decisivo foi o problema no pescoço e ombro que a prejudicou nas quartas de final na Austrália, onde perdeu para a eventual campeã Naomi Osaka.

"Fico surpresa ao ler o comunicado da FTU dizendo que eu não jogarei na Polônia por causa de dinheiro. É claro que houve uma negociação entre entre o meu agente e os representantes da federação, mas essa não é razão principal", declarou a top 10. "Infelizmente, a FTU, focada na questão financeira, provavelmente não ouviu a informação sobrre a minha lesão".

"As três últimas partias que eu disputei em Melbourne foram muito difíceis para mim por causa da lesão e estou há bastante tempo avaliando os prós e contras de minha participação na Fed Cup. A recomendação dos médicoas é inequívoca. Se eu estiver em quadra agora, posso ter um impacto negativo no restante da temporada. Fui recomendada a não treinar, pelo menos até a próxima semana", acrescenta a jogadora de 24 anos.

Sem Svitolina e Yastremska, a equipe ucraniana terá Lesia Tsurenko, Kateryna Kozlova, Marta Kostyuk e Nadiya Kichenok. O país está no Grupo B da competição, ao lado de Estônia, Bulgária e Suécia. Ao todo, onze países disputam duas vagas nos playoffs para o Grupo Mundial II da Fed Cup.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis