Notícias | Dia a dia
Osaka comanda grandes mudanças no top 10 da WTA
28/01/2019 às 08h30

Osaka venceu os dois últimos Grand Slam

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - A jovem japonesa Naomi Osaka conquistou o título do Australian Open no último sábado, ganhou três colocações, assumiu a liderança do ranking da WTA e comandou as diversas mudanças que aconteceram em todo o top 10.

Logo atrás dela aparece a tcheca Petra Kvitova, que melhorou quatro lugares e figura na vice-liderança da lista. A terceira colocada é a romena Simona Halep, que comandava a WTA até duas semanas atrás.

Também perdeu terreno a alemã Angelique Kerber, superada por quatro rivais, indo da segunda colocação para a sexta. Entre as que ultrapassaram a germânica estão a norte-americana Sloane Stephens, que ganhou um lugar e agora é a quarta do mundo, e a tcheca Karolina Pliskova, que ganhou cinco postos e é a quinta.

A ucraniana Elina Svitolina foi a única que se manteve intacta em todo top 10, permanecendo no sétimo lugar. A oitava do mundo é agora a holandesa Kiki Bertens, que subiu uma posição. Campeã do ano passado, a dinamarquesa Caroline Wozniacki caiu da terceira para a nona colocação. Fecha o top 10 a bielorrussa Aryna Sabalenka, que melhorou um posto.

Entre as ascensões mais destacadas dessa segunda-feira estão duas jovens, a canadense Bianca Andreescu e a norte-americana Amanda Anisimova. A primeira, de 18 anos, delas conseguiu saltar 38 lugares após sair do quali em Melbourne e vencer uma na chave principal, entrando para o top 100 pela primeira vez na 68ª posição.

Ainda mais jovem, com somente 17 anos, Anisimova foi ainda melhor no Australian Open, venceu três jogos e só parou nas oitavas. Sua campanha lhe rendeu 25 lugares no ranking e a melhor colocação da carreira, aparecendo agora como a 62ª do mundo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis