Notícias | Dia a dia
Federer perde terreno no ranking e deixa o top 5
28/01/2019 às 07h57

Federer não passou das oitavas no AO

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Campeão do Australian Open no ano passado, o suíço Roger Federer não conseguiu passar das oitavas de final na atual temporada e por causa disso acabou perdendo terreno no ranking. Ao todo foram 820 pontos a menos na conta do veterano de 37 anos, que caiu três colocações e saiu do top 5, ocupando atualmente a sexta posição.

Federer foi ultrapassado pelo alemão Alexander Zverev (3º), pelo argentino Juan Martin del Potro (4º) e pelo sul-africano Kevin Anderson (5º). Atualmente com 4.600 pontos, ele está 245 pontos atrás do quinto colocado e 1.875 pontos atrás do terceiro.

As duas primeiras posições se mantiveram intactas, com o sérvio Noval Djokovic mantendo a ponta com a conquista do título no Melbourne Park e o espanhol Rafael Nadal seguindo no segundo lugar com o vice no primeiro Grand Slam da temporada. Contudo, a distância entre os dois aumentou bastante e está nos 2.635 pontos, garantindo ‘Nole’ como número 1 até Wimbledon.

Semifinalistas na Austrália, Stefanos Tsitsipas e Lucas Pouille aproveitaram para subir na lista. O grego teve uma ascensão mais comedida, ganhou três colocações e agora é o 12º do mundo, sua melhor marca da carreira. Já o francês disparou 14 lugares e assumiu o 17º posto, tendo figurado no top 10 no ano passado.

Outro que se destacou no Slam australiano e que aproveitou a boa campanha para galgar posições foi o norte-americano Frances Tiafoe. Quadrifinalista, ele ganhou oito lugares e assumiu o 30º posto, o melhor da carreira.

A maior arrancada dentro do top 100 do novo ranking foi dada pelo sérvio Filip Krajinovic, que melhorou 21 posições na lista dessa segunda-feira. Logo atrás aparece o italiano Thomas Fabbiano com subida de 17 lugares indo para o 85º posto. Na contramão aparecem o norte-americano Tennys Sandgren, o sul-coreano Hyeon Chung e o tcheco Tomas Berdych.

Os três despencaram mais de 20 posições. Sandgren foi o que se deu pior, caiu 34 lugares e agora é o 75º do mundo. Um pouco atrás aparece Chung, que perdeu 25 posições e quase saiu do top 50, ficando justamente no 50º posto. Berdych teve queda de 22 colocações, descendo para a atual 79ª.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis