Notícias | Dia a dia | Australian Open
Hewitt minimiza declarações polêmicas de Tomic
16/01/2019 às 00h35

Hewitt preferiu não rebater fala de Tomic

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Depois de Bernard Tomic colocar fogo no tênis australiano, disparando contra Lleyton Hewitt, o atual capitão do time na Copa Davis, foi a vez do próprio acusado de se beneficiar de sua posição junto à federação local comentar o assunto. O ex-número 1 do mundo preferiu colocar panos quentes e evitou maiores polêmicas.

"Não problema algum com Nick (Kyrgios) e Thanasi (Kokkinakis), estamos em constante comunicação. Gosto de ajudar todos os jogadores australianos e quando eu ouvi o que disse Bernad, simplesmente ri muito", disse Hewitt em entrevista ao The Age. Segundo Tomic, ele praticamente ignora os dois compatriotas e prioriza jogadores que estão no seu esquema.

Kokkinakis preferiu não se posicionar sobre o assunto. "Eu não quero falar sobre isso", disse o australiano de 22 anos quando perguntado se ele apoiaria a permanência de Hewitt como capitão australiano na Copa Davis, no próximo mês, em Adelaide, contra a Bósnia.

Outro australiano que não tem sido chamado para a Davis, Matthew Ebden disse que "há claramente algumas questões que precisam ser abordadas com os jogadores e a Tennis Australia, com a Copa Davis e a relação com o grupo de jogadores do país".

Lenda local, John Newcombe foi mais um que se pronunciou e saiu em defesa de Hewitt. "Acho que a Lleyton está fazendo um trabalho inacreditável. Ele não precisa se defender. Todo mundo vê o que está fazendo lá fora. Ele está arrebentando e tem um ótimo grupo de jovens”, disse à AAP.

Comentários